Você está na página 1de 13

Desenvolvimento organizacional e

fatores importantes na qualidade


de vida no trabalho em uma fábrica
de roupas
INTRODUÇÃO
Atualmente as empresas buscam avanços em
tecnologia para um melhor desempenho e maior
capacidade de produção, mas não somente isso resolve
todos os problemas. Os gestores já sabem que para
tornar uma empresa forte e se destacar no mercado,
precisam mais do que nunca dos seus colaboradores
juntos e satisfeitos. Questiona-se: qual a importância
para as empresas de promover a qualidade de vida no
trabalho e um ambiente mais propício a
produtividade?
OBJETIVO GERAL
Avaliar a qualidade de vida no trabalho dos
colaboradores de uma fábrica de roupas.
REVISÃO DE LITERATURA
• Qualidade de Vida no Trabalho – QVT;
• Critérios que compõem a QVT
i. Compensação justa e adequada v. Integração social na organização
ii. Condições de trabalho vi. Constitucionalismo
iii. Uso e desenvolvimento de vii. O trabalho e o espaço total de
capacidades vida
iv. Oportunidade de crescimento e viii. Relevância social do trabalho na
segurança vida
• Estresse relacionado ao trabalho.
METODOLOGIA
• A pesquisa caracteriza-se como pesquisa descritiva
com abordagem quantitativa;

• A empresa em estudo é uma fábrica de roupa


localizada no Vale do Aço;

• A coleta de dados foi realizada através de


questionário.
RESULTADOS E ANÁLISES
Relacionado ao ambiente de trabalho
Gráfico 1 – Condições de Higiene e Segurança do trabalho

80%

Fonte: Autores.

• De acordo com o gráfico 80% dos entrevistados se dizem adequados com as condições
oferecidas pela fábrica, em relação ao conforto, as condições de higiene e de segurança do
trabalho.
RESULTADOS E ANÁLISES
Relacionado ao ambiente de trabalho
Gráfico 2 – Relacionamento entre os funcionários

100%

Fonte: Autores.

• O relacionamento entre os funcionários, gráfico 2, demonstra que 70% tem uma boa relação
com os demais colegas;
RESULTADOS E ANÁLISES
Pessoal
Gráfico 3 – Sobre o ambiente de trabalho Gráfico 4 – Carga horária bem distribuída

95% 90%

Fonte: Autores. Fonte: Autores.

• Sobre o sentimento pessoal em relação ao ambiente de trabalho, foi questionado se o


mesmo era agradável, no gráfico 3 podemos observar que 95% dos entrevistados
responderam que em geral o ambiente é agradável;
• No gráfico 4, sobre a distribuição da carga horária, 75% dizem que sempre é bem distribuída,
15% que é maioria das vezes e 10% dizem que raramente é bem distribuída.
RESULTADOS E ANÁLISES
Pessoal
Gráfico 5 – Dificuldade para realizar tarefas

50%

Fonte: Autores.

• Já no gráfico 5, 50% dos funcionários mostram que ocorre dificuldades para realizar as
tarefas, 35% reclamaram da falta de material para realização das tarefa e os outros 50% não
encontram dificuldades para a realização.
RESULTADOS E ANÁLISES
Relacionado ao ambiente de trabalho
Gráfico 6 – Autonomia para resolver problemas

50%

Fonte: Autores.

• Neste gráfico, metade dos funcionários dizem que tem autonomia para resolver as
problemas relacionados a sua tarefa, 40% responderam que essa autonomia é ofertada
raramente e 10% dizem não ter autonomia alguma.
RESULTADOS E ANÁLISES
Pessoal
Gráfico 7 – Reconhecimento profissional Gráfico 8 – Atividades para redução de estresse

45% 85%

Fonte: Autores. Fonte: Autores.

• No gráfico 7, 40% raramente reconhecidos e uma minoria de 5% dizem não haver


reconhecimento algum;
• No gráfico 8, 70% relataram que não há qualquer tipo de atividade, apenas 15% diz que
sempre ocorrem atividades que reduzem o estresse e 15% diz que raramente ocorre.
PROPOSTA DE MELHORIA
• Faltade autonomia para solução de problemas –
Oportunidades

• Dificuldades para realizar tarefas – Treinamentos, compras de


material

• Falta de reconhecimento profissional - Feedback público

• Atividades para reduzir o estresse – Ginástica Laboral


CONCLUSÃO
Com o levantamento de dados obtido através do questionário realizado pelos
funcionários, demonstrou o índice de satisfação dos funcionários em relação
a empresa e a comodidade do dia a dia no que se diz respeito ao bem estar.
Foi possível avaliar alguns itens citados como insatisfatórios pelos
funcionários, entre eles: falta de autonomia para solução de problemas, a
dificuldade encontrada para a realização de tarefas, falta de reconhecimento
profissional e a necessidade de realizar atividades capazes de reduzir o
estresse. Atingindo, então, o objetivo proposto.
Observou-se que muitas empresas apresentam pontos críticos que podem
prejudicar a saúde física e mental de seus colaboradores, e alguns ajustes
simples pode melhorar a qualidade de vida das pessoas. As sugestões de
melhoria deste trabalho serão apresentadas aos responsáveis pela empresa
que poderão aplicá-las se julgarem viáveis.