O nosso sistema nervoso é dividido em duas partes: sistema nervoso central (composto pelo encéfalo e medula espinal) e sistema nervoso periférico (composto pelo tecido nervoso localizado fora do sistema nervoso ccentral).

Sistema nervoso periférico Sistema nervoso central

Sistema nervoso central
Encéfalo - é a parte superior dos centros nervosos; encontra-se alojado na caixa craniana. Cérebro, requer 25% daquilo que o coração bombeia, é particularmente complexo e extenso. Divide-se em 2 metades, o hemisfério esquerdo e o hemisfério direito. O seu aspecto assemelha-se ao miolo de uma noz. É um conjunto distribuído de milhares de milhões de células. É responsável por nossa inteligência e pela maioria de nossas habilidades. Aqui as informações recebidas dos órgãos sensoriais são analisadas e processadas. E esta actividade que torna o cérebro humano muito mais eficiente do que o de qualquer animal.

Seríamos. atrás do cérebro. por exemplo. A função do cerebelo é reduzir ou interromper alguns desses sinais. Como o cérebro. vindos do cérebro. fica na parte posterior do encéfalo. Os sinais processados pelo cerebelo são instruções para movimentos musculares. o cerebelo tem uma camada externa de massa cinzenta e seu interior é constituído de massa branca. e constitui cerca de 10% do volume do encéfalo. controlando assim a coordenação e o equilíbrio. não seremos capazes de fazer alguns movimentos precisos ou delicados. se não forem bem ajustados no cerebelo. Trabalha de uma única maneira. ou caminhar sem cambalear. . incapazes de pegar um copo de água sem derramar. Os sinais são muito fortes e.CEREBELO O cerebelo. O resto do cérebro produz sinais que provocam reacções nas outras partes do sistema nervoso.

Bolbo Raquidiano .Está localizado na parte anterior do cerebelo e estabelece a ligação com a medula espinal.Responsável pelas seguintes funções: ‡ Respiração ‡ Ritmo dos batimentos cardíacos ‡ Pressão Arterial .É constituído por substância branca (centro) e substância cinzenta (periferia) . .

Encontra-se protegida pela coluna vertebral -Apresenta-se como um cordão esbranquiçado com cerca de 50 cm de comprimento e 1 cm de diâmetro.MEDULA ESPINAL A medula Espinal ocupa grande parte do canal vertebral: desde a primeira vértebra cervical até a segunda vértebra lombar.Substância cinzenta na zona interna e substância branca na zona periférica. . . . recebendo mensagens de vários pontos e enviando-as para o cérebro e recebendo mensagens do cérebro e transmitindo-as para as várias partes do corpo.Da medula partem 31 pares de nervos que se ramificam. a medula se conecta com as várias partes do corpo. Por meio dessa rede de nervos. .

Gânglios . . Nervos eferentes conduzem sinais do sistema nervoso central para os órgãos efectores. que começam geralmente no corpo celular do neurónio e se propagam rapidamente.Sistema nervoso Periférico Os nervos fazem parte do sistema nervoso periférico. Estes sinais. como músculos e glândulas. também são conhecidos como potenciais de acção: impulsos eléctricos de condução rápida.são pequenos agregados do corpo celular das células nervosas. às vezes chamados de impulsos nervosos. Nervos aferentes conduzem sinais sensoriais da pele ou dos órgãos dos sentidos.

.

Estas mensagens designam-se impulsos ou influxos nervosos Os neurónios são constituídos por:  Corpo Celular onde se localiza o núcleo  Dendrites  Axónio .Neurónios  São unidades de estrutura e função de todos os órgãos do sistema nervoso. transmitir e responder às mensagens que lhes chegam.  Os neurónios têm como principal função receber.

Estrutura de um neurónio .

Fibra nervosa.Conjunto do axónio e da arborização terminal. . Recebe mensagens de outros neurónios. trata-as e emite mensagens. a bainha de mielina.  Dendrites ² prolongamentos celulares muito ramificados que recebem informações provenientes de outros neurónios.Corpo celular ² contém o núcleo. a maior parte do citoplasma celular e os seus prolongamentos: dendrites e axónio. Axónio ² prolongamento celular que termina com uma ramificação ² arborização terminal e alguns apresentam uma protecção. Transmite mensagens do neurónio a que pertence para outros neurónios.

é electricamente positiva. no sentido dendro. células sensoriais ou células glandulares). enquanto a face interna é electricamente negativa. células musculares. em repouso.axonio (das dendrites para o axónio. A face externa da membrana de uma fibra nervosa (neurónio) não estimulada. A passagem do impulso nervoso de um neurónio para outro faz-se através de sinapses (região de contacto muito próximo entre a extremidade de um neurónio e a superfície de outros neurónios.sinapse O impulso nervoso corresponde a uma série de modificações eléctricas e químicas que se vão propagando ao longo da fibra nervosa. A propagação do impulso nervoso faz-se por alterações electrostáticas e químicas. isto é. .

Trajecto do influxo nervoso .

.

Neurotransmissores Os neurotransmissores são moléculas pequenas que na sua maioria são derivados de precursores de proteínas. os neurotransmissores são conhecidos por promoverem respostas excitatórias ou inibitórias entre neurónios que se comunicam por sinapses químicas. . Os neurotransmissores são liberados na fenda sináptica e captados por terminais pós-sinápticos (por meio de receptores localizados na membrana póssináptica) quando da passagem do impulso nervoso de uma célula para outra. o que chamamos de transmissão sináptica De acordo com a propriedade funcional do neurotransmissor e do terminal pós-sináptico. eles são encontrados geralmente em vesículas pré-sinápticas neuronais.

por exemplo a pele paras o SNC.  Neurónios de associação ² encontram-se no SNC.  Neurónios motores ² conduzem os impulsos do SNC para os órgãos efectores. processando e coordenando a informação.Classificação dos neurónios conforme a sua função  Neurónios sensitivos ² Conduzem os impulsos dos órgãos receptores. por exemplo. músculos e glândulas. . Estabelecem a ligação entre os neurónios sensitivos e neurónios motores.

tacto e olfacto) e a capacidade de produzir e entender a linguagem. temporal e occipital) . processos de percepção sensorial (visão. raciocínio.Córtex cerebral O córtex é a parte mais desenvolvida do cérebro humano é responsável pelo pensamento. parietal. O córtex é dividido em dois hemisférios (esquerdo e direito) e subdividido em lobos (frontal. audição. funções cognitivas.

Córtex cerebral .

Áreas cerebrais .

. ela também poderá ser voluntariamente interrompida. Um acto voluntário é uma acção que é precedida por uma certa actividade mental. elas constituem actos voluntários.Actos voluntários O que é um acto voluntário? Quando as nossas acções resultam de movimentos comandados pela nossa vontade. Tal como essa acção é executada. quando é consciente uma intenção de a executar.

através da qual o impulso nervoso percorre um trajecto desde o córtex cerebral até aos órgãos efectores .via sensitiva. . .Uma outra via.os músculos . Este percurso é constituído por: -Uma via através da qual o impulso nervoso provocado pelo estímulo percorre um trajecto desde o órgão sensorial (órgãos dos sentidos) até ao cérebro. mais precisamente a área motora do córtex cerebral. que neste caso é um movimento voluntário .via motora. analisada e é preparada uma resposta . pois ela é a responsável pela coordenação dos movimentos voluntários. é o cérebro que comanda todo o percurso da mensagem nervosa.Quem comanda estes movimentos? Num acto voluntário.que desempenham a resposta. onde a mensagem é recebida.

Estas reacções ocorrem desde o nascimento.no primeiro caso a retracção dos músculos do braço permitem que a mão seja automaticamente removida e no segundo os músculos da perna permitem que o condutor imediatamente carregue no travão. que desencadeiam reacções que não controlamos. porque não são conscientes. Ambos os exemplos são casos de emergência. .Actos involuntários ou reflexos ‡ Actos reflexos ou involuntários em casos de emergência o sistema nervoso tem mecanismos de resposta muito rápidos. para que o carro pare. em que os estímulo (a temperatura excessivamente elevada e a visão do obstáculo) desencadeiam uma reacção efectuada por músculos .

Isto demoraria muito tempo. que poderia ser crucial para a sobrevivência. o estímulo que é recebido pelos nervos sensitivos não vai até ao cérebro para suscitar instruções que provoquem uma reacção do organismo. que pode ser um movimento ou a produção de uma secreção interna. que ocorre como uma resposta a um estímulo.‡ Em tais emergências. os nervos da medula espinal dão instruções aos músculos para que eles reajam imediatamente. . ‡ Isto chama-se um acto reflexo. ou seja. Em vez disso. uma reacção involuntária e imediata.

.

O neurónio pode ser considerado a unidade básica da estrutura do cérebro e do sistema nervoso. dendritos. e de uma estrutura a que se chama um axónio que envia sinais eléctricos a outros neurónios. O neurónio é constituído pelas seguintes partes: corpo celular (onde se encontra o núcleo celular). O espaço entre a dendrite de um neurónio e o axónio de outro é o que se chama uma sinapse. axônio e telodendro. É aí que as correntes atravessam a membrana celular para o espaço extra celular e que a diferença de voltagem que se forma na membrana determina se o neurónio dispara ou não. Os impulsos geram ondas de corrente eléctrica (excitatória ou inibitória. A membrana exterior de um neurónio toma a forma de vários ramos extensos chamados dendrites ou dendrites.Neurónios Neurónio é a célula do sistema nervoso responsável pela condução do impulso nervoso. Os neurónios recebem continuamente impulsos nas sinapses das suas dendrites vindos de milhares de outras células. no começo do axónio. que recebem sinais eléctricos de outros neurónios. O córtex cerebral é um tecido fino composto essencialmente por uma rede de neurónios densamente interligados tal que nenhum neurónio está a mais do que algumas sinapses de distância de qualquer outro neurónio. cada uma num sentido diferente) através do corpo da célula até a uma zona chamada a zona de disparo. Há cerca de 100 milhares de milhão de neurónios no sistema nervoso humano. .

O neurónio conector conduz os impulsos entre os neurónios sensitivos e os neurónios motores.Existem três tipos de neurónios: ‡ sensitivos. O neurónio motor transmite aos músculos ou glândulas a ordem do cérebro ou da medula. ‡ motores e ‡ conectores. O neurónio sensitivo leva a mensagem do receptor (órgão dos sentidos) até à medula espinal ou ao cérebro. .

Sinapse
O impulso nervoso corresponde a uma série de modificações eléctricas e químicas que se vão propagando ao longo da fibra nervosa, no sentido dendro-axónio (das dendrites para o axónio. A propagação do impulso nervoso faz-se por alterações electrostáticas e químicas. A face externa da membrana de uma fibra nervosa (neurónio) não estimulada, isto é, em repouso, é electricamente positiva, enquanto a face interna é electricamente negativa. A passagem do impulso nervoso de um neurónio para outro faz-se através de sinapses (região de contacto muito próximo entre a extremidade de um neurónio e a superfície de outros neurónios, células musculares, células sensoriais ou células glandulares).

Tipos de Sinapses
Existe uma fenda sináptica (pequeno espaço que separa a célula que transmite a informação - célula pré-sináptica - da célula que recebe a informação - célula pós-sináptica). Quando o impulso nervoso atinge as extremidades do axónio, libertam-se para a fenda sináptica os neurotransmissores, que se ligam a receptores da membrana da célula seguinte, desencadeando o impulso nervoso, que, assim, continua a sua propagação. Permitem que o impulso nervoso se propague muito rapidamente de um neurónio para o outro. Não há intervenção de neurotransmissores, porque nestas existem pontos de contacto entre as membranas das duas células (pré-sináptica e pós-sináptica), permitindo que a despolarização se propague de forma contínua.
SINAPSES ELÉCTRICAS SINAPSES QUÍMICAS

Neurotransmissores
Neurotransmissores são substâncias químicas produzidas pelos neurônios, as células nervosas, por meio das quais elas podem enviar informações a outras células. Os neurotransmissores agem nas sinapses, que são o ponto de junção do neurônio com outra célula.
Neurotransmissores importantes e suas funções: Dopamina- Controla a estimulação e os niveis do controle motor. Presume-se que o LSD e outras drogas alucinógenas ajam no sistema da dopamina. Serotonina- Este é um neurotransmissor que é incrementado por muitos antidepressivos tais com o Prozac, e assim tornou-se conhecido como o 'neurotransmissor do 'bem-estar'. Ela tem um profundo efeito no humor, na ansiedade e na agressão. Conhecido como "molécula da felicidade. Alceticonina- A acetilcolina controla a atividade de áreas cerebrais relaciondas à atenção, aprendizagem e memória. Pessoas que sofrem da doença de Alzheimer apresentam tipicamente baixos níveis de ACTH no córtex cerebral, e as drogas que aumentam sua ação podem melhorar a memória em tais pacientes. É liberada pelo sistema autônomo parassimpático.

Noradrenalina Principalmente uma substância química que induz a excitação física e mental e bom humor. A produção é centrada na área do cérebro chamada de locus coreuleus, que é um dos muitos candidatos ao chamado centro de "prazer" do cérebro. A medicina comprovou que a norepinefrina é uma mediadora dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea, a taxa de conversão de glicogênio (glucose) para energia, assim como outros benefícios físicos. Glutamato O principal neurotransmissor excitante do cérebro, vital para estabelecer os vínculos entre os neuroônios que são a base da aprendizagem e da memória a longo prazo. encefalinae endorfina Essas substâncias são opiáceos que, como as drogas heroína e morfina, modulam a dor, reduzem o estresse, etc. Elas podem estar envolvidas nos mecanismos de dependência física.

ela também poderá ser voluntariamente interrompida. . Um acto voluntário é uma acção que é precedida por uma certa actividade mental. Quem comanda estes movimentos? Num acto voluntário. elas constituem actos voluntários. através da qual o impulso nervoso percorre um trajecto desde o córtex cerebral até aos órgãos efectores .os músculos . . mais precisamente a área motora do córtex cerebral.que desempenham a resposta. que neste caso é um movimento voluntário .Uma via através da qual o impulso nervoso provocado pelo estímulo percorre um trajecto desde o órgão sensorial (órgãos dos sentidos) até ao cérebro.via sensitiva. analisada e é preparada uma resposta . é o cérebro que comanda todo o percurso da mensagem nervosa. onde a mensagem é recebida. quando é consciente uma intenção de a executar.via motora.Actos voluntários O que é um acto voluntário? Quando as nossas acções resultam de movimentos comandados pela nossa vontade. Este percurso é constituído por: . pois ela é a responsável pela coordenação dos movimentos voluntários. Tal como essa acção é executada.Uma outra via.

ou seja. da musculatura cardíaca e de inúmeras glândulas exócrinas. Dessa maneira é ele quem permite o aumento da pressão arterial. foram as principais responsáveis pela sobrevivência de espécies em condições que deveriam impedir o funcionamento de um organismo. pode-se perceber que o organismo realmente possui um mecanismo que permite ajustes corporais mantendo assim o equilíbrio do corpo. Dessa maneira. Apesar de se chamar sistema nervoso autônomo ele não é independente do restante do sistema nervoso. também chamado homeostasia. o sistema nervoso autônomo começa a agir tentando impedir um queda de temperatura corporal. Por exemplo. Na verdade. . a excreção de determinadas substância entre outras coisas. Ao mesmo tempo ocorre vasoconstrição nas extremidades para impedir a dissipação deste para o meio. que coordena a resposta comportamental para garantir a homeostasia. seus pêlos se arrepiam (devido a contração do músculo pilo-eretor) e começa a tremer para gerar calor. através de gânglios periféricos. controle de temperatura e digestão. Ele é o principal responsável pelo controle automático do corpo frente às diversidades do ambiente. aumento da freqüência respiratória. Essas medidas aliadas a sensação desagradável de frio. quando você entra em uma sala com um ar-condicionado que lhe dá frio. os movimentos peristálticos. Dessa maneira. ele não se restringem a isso. coordenam a atividade da musculatura lisa.Reflexos Sistema nervoso autônomo é a parte do Sistema nervoso que está relacionada ao controle da vida vegetativa. ele é interligado com o hipotálamo. a musculatura cardíaca e as glândulas exócrinas. O sistema nervoso autônomo ajuda muito nesse controle porque é o responsável pelas respostas reflexas de natureza automática e controla a musculatura lisa. No entanto. circulação do sangue. controla funções como a respiração. Sabe-se que o sistema nervoso autônomo é constituído por um conjunto de neurônios que se encontram na medula e no tronco encefálico. Estes.

Substâncias/hábitos que alteram o funcionamento do Sistema nervoso .quais são e como actuam .

nervos e outros órgãos. C) Danos ao fígado. . pâncreas. D) Acidente de trânsito (motorista bêbado) .Provoca a morte por intoxicação ao deprimir o centro do cérebro que controla a respiração e os movimentos cardíacos.: o antibiótico). C) Cria marginalizarão social. .Durante tratamento médico. B) Doenças mentais. . estômago. D) Causa dependência e leva ao alcoolismo.Outras consequências sociais: A) Diminui a produtividade do trabalho.Substâncias ÁLCOOL Consequências devidas ao excesso: A) Afecta o juízo e a memória. B) Causa mal desempenho escolar. o álcool altera ou anula o efeito dos remédios (ex.

pode provocar o desenvolvimento de tolerância. tontura. ou seja. quando usada ao longo do tempo. a nicotina é absorvida pelos pulmões. diurese. Tabaco . Os principais efeitos da nicotina no Sistema Nervoso Central são: elevação leve no humor (estimulação) e diminuição do apetite. A tolerância e a síndrome de abstinência são alguns dos sinais que caracterizam o quadro de dependência provocado pelo uso de tabaco. chegando ao cérebro geralmente em 9 segundos. Essa sensação de relaxamento é provocada pela diminuição do tônus muscular. Essa substância.Efeitos no cérebro: Quando o fumante dá uma tragada. dificuldade de concentração. desaparecendo dentro de uma ou duas semanas. apesar de um grande número de fumantes relatarem que se sentem relaxados quando fumam. Esses sintomas caracterizam a síndrome de abstinência. Alguns fumantes. podem sentir fissura (desejo incontrolável por cigarro). agitação. A nicotina é considerada um estimulante leve. insónia e dor de cabeça. prisão de ventre. a pessoa tende a consumir um número cada vez maior de cigarros para sentir os mesmos efeitos que originalmente eram produzidos por doses menores. irritabilidade. quando suspendem repentinamente o consumo de cigarros.

Este fato explica porque o café ajuda as pessoas a despertarem pela manhã. este solicitará outras doses. que por sua vez. ser dependente de cafeína não significa necessariamente um dano à saúde. bebidas a base de cola. e chocolate. De forma geral. quando seu consumo é elevado. Ela age no sistema nervoso autónomo como estimulante. a cafeína é uma droga psicotrópica (drogas psicotrópicas são substâncias que alteram o funcionamento do sistema nervoso). como já vimos acima. é o desencadeador de uma série de doenças. Age também sobre o metabolismo basal e aumenta a produção de suco gástrico. Entretanto. A cafeína é encontrada no café. e isso. reduzir a ingestão de cafeína é uma atitude bastante benéfica quando estamos atravessando um período stressante. pois muitas pessoas vivem uma vida perfeitamente saudável com pequenas doses diárias desta substância. . Ela age em diferentes partes do sistema nervoso. Mas assim como ela produz esta sensação de energia e disposição. eleva o nível de stress. pois. Mais prejudicial do que muitos imaginam. chá mate. ela actua como estimulante. produzindo um estado de excitação. chá preto. Porém. inevitavelmente.Cafeína e seus efeitos na saúde Entre o grupo das xantinas (que incluem a teofilina e a teobromina) a cafeína é a que mais atua sobre o sistema nervoso central. Como qualquer substância alcalóide (exemplo: nicotina) ela cria reacções agradáveis no cérebro e. ela pode aumentar seriamente o nível de stress diário. ela também pode provocar maior irritabilidade e ansiedade em seus usuários. consequentemente.

cocaína. narcóticos (morfina. a tensão emocional e a capacidade intelectual. sendo por essa razão denominadas psicoativas. elas são de três tipos: -Drogas que diminuem a actividade mental ± também chamadas de depressoras. Afectam o cérebro. anfetamina. fazendo com que ele passe a trabalhar de forma desordenada.Drogas As drogas actuam no cérebro afectando a atividade mental. inalantes (cola) . . Basicamente. fazendo com que funcione de forma mais acelerada. Exemplos: ansiolíticos (tranquilizantes). ecstasy. Afectam o cérebro. a concentração. maconha e outras substâncias derivadas de plantas. tabaco. Exemplos: LSD. heroína). e -Drogas que alteram a percepção ± são chamadas de substâncias alucinógenas e provocam distúrbios no funcionamento do cérebro. Essas drogas diminuem a atenção. crack. -Drogas que aumentam a actividade mental ± são chamadas de estimulantes. numa espécie de delírio. álcool. fazendo com que funcione de forma mais lenta. Exemplos: cafeína.

Em doses altas podem aparecer distúrbios psicológicos graves como paranóia (sensação de ser perseguido) e alucinações. ansiedade e agressividade. convulsões e coma. Alguns casos evoluem para complicações cardíacas e circulatórias (derrame cerebral e enfarto do miocárdio).As drogas e seus efeitos ‡ Drogas que aumentam a actividade mental: ‡ Anfetaminas -Estimulam actividade física e mental. insónia. aumento da pressão sanguínea. causando inibição do sono e diminuição do cansaço e da fome Podem causar taquicardia (aumento dos batimentos do coração). O uso prolongado pode levar à destruição de tecido cerebral. .

causando inibição do sono e diminuição do cansaço e da fome. algumas pessoas podem apresentar alucinações. . Palidez. quadros psicológicos graves (paranóia). excitação e euforia. pânico. O uso prolongado pode levar à destruição de tecido cerebral. problemas com o tempo e o espaço. Diminuição dos reflexos. aumentando o risco de acidentes Em altas doses. Muitas outras drogas produzem estes mesmos efeitos no cérebro.‡ Cocaína . ‡ Maconha (tetraidrocanabinol) -Excitação seguida de relaxamento. Estimulam a actividade física e mental. O uso contínuo prolongado pode levar a uma síndrome amotivacional (desânimo generalizado). circulatórias e cerebrais (derrame cerebral e enfarto do miocárdio). O usuário vê o mundo mais brilhante. pupilas dilatadas e boca seca. sobretudo visuais.Sensação de poder. casos podem aparecer complicações cardíacas. euforia. . olhos avermelhados. pode haver ansiedade intensa.Prejuízo da atenção e da memória para fatos recentes. falar em demasia e fome intensa. com mais intensidade Em alguns. taquicardia.

‡ Maus hábitos: .Não repousar .

Doenças de sistema nervoso .

Alzheimer .

. e são posteriormente acompanhados por défices visuo-espaciais e de linguagem. O início da doença pode muitas vezes dar-se com simples alterações de personalidade. Estes défices amnésicos agravam-se com a progressão da doença. manifestando-se inicialmente por alterações da memória episódica. com ideação paranóide.O que é o alzheimer? ‡ É uma doença degenerativa do cérebro caracterizada por uma perda das faculdades cognitivas superiores.

Existem várias teorias. .Causas A causa da doença de Alzheimer ainda não é conhecida. não necessariamente hereditária (transmissão entre familiares). porém. aceita-se que seja uma doença geneticamente determinada.

Cérebro de uma pessoa com alzheimer .

quando visto em necrópsia. muitas permanecendo sem finalização. já na fase adiantada não apresentam mais condições de perceber-se doentes. Um paciente com doença de Alzheimer pergunta a mesma coisa centenas de vezes. devido a dificuldades para reconhecer pessoas próximas e objectos. apresenta uma atrofia generalizada. O cérebro de um paciente com a doença de Alzheimer. mas sim de uma progressiva incapacidade para o trabalho e convívio social. com perda neuronal específica em certas áreas do hipocampo mas também em regiões parieto-occipitais e frontais.Sintomas Caracteriza-se clinicamente pela perda progressiva da memória. Palavras são esquecidas. Não se trata de uma simples falha na memória. mostrando sua incapacidade de fixar algo novo. por falha da auto-crítica. frases são truncadas. . pois tornam os sintomas mais agudos. A perda de memória causa a estes pacientes um grande desconforto em sua fase inicial e intermediária. Mudanças de domicílio são mal recebidas.

Esquizofrenia .

podendo causar um disfuncionamento social crónico. atingindo todas as classes sociais e grupos humanos.O que é a esquizofrenia? ‡ A esquizofrenia é uma doença mental grave que se caracteriza classicamente por uma colecção de sintomas. manifestando-se habitualmente entre os 15 e os 25 anos. entre os quais avultam alterações do pensamento. podendo igualmente ocorrer na infância ou na meia-idade. delírios e embotamento emocional com perda de contacto com a realidade. nos homens e nas mulheres. alucinações (sobretudo auditivas). A sua prevalência atinge 1% da população mundial. É hoje encarada não como uma doença única mas sim como um grupo de patologias. ‡ ‡ .

‡ Estes podem ser divididos em duas grandes categorias: sintomas positivos e negativos. podendo aparecer de forma insidiosa e gradual ou. pelo contrário. . manifestar-se de forma explosiva e instantânea. ‡ Os sintomas da esquizofrenia não são os mesmos de indivíduo para indivíduo.Sintomas A esquizofrenia é uma doença funcional do cérebro que se caracteriza essencialmente por uma fragmentação da estrutura básica dos processos de pensamento. Embora primariamente uma doença que afecta os processos cognitivos. os seus efeitos repercutem-se também no comportamento e nas emoções. acompanhada pela dificuldade em estabelecer a distinção entre experiências internas e externas.

impulsos. sendo mais frequente as alucinações auditivo-visuais. Entende-se como sintomas positivos os delírios ³ ideias delirantes. agressividade. . saborear. por exemplo. pensamento e discurso desorganizado. percepções irreais ² ouvir. e acha que é o responsável pelas guerras do mundo. elaborar frases sem qualquer sentido ou inventar palavras. ver. as alucinações. ansiedade. ´ideias individuais do doente que não são partilhadas por um grande grupoµ.Sintomas positivos Os sintomas positivos estão presentes com maior visibilidade na fase aguda da doença e são as perturbações mentais "muito fora" do normal. pensamentos irreais. um indivíduo que acha que está a ser perseguido pela polícia secreta. cheirar ou sentir algo irreal. como que ´acrescentadasµ às funções psicológicas do indivíduo. alterações do comportamento.

do discurso. como a falta de vontade ou de iniciativa. do pensamento e das relações interpessoaisµ.Sintomas negativos Os sintomas negativos são o resultado da perda ou diminuição das capacidades mentais. indiferença emocional. Algumas pessoas vêem-se mais afectadas do que outras. µacompanham a evolução da doença e reflectem um estado deficitário ao nível da motivação. pobreza do pensamento. . apatia. podendo muitas vezes ser incompatível com uma vida normal. isolamento social. das emoções. Estes sinais não se manifestam todos no indivíduo esquizofrénico. A doença pode aparecer e desaparecer em ciclos de recidivas e remissões.

Causas ‡ ‡ ‡ ‡ Teoria genética Teoria neurobiologica Teoria psicanalítica Teoria familiar .

Meningite .

vírus ou mesmo fungos).O que é a meningite? ‡ A meningite é uma inflamação das meninges. A meningite bacteriana é uma doença grave. ‡ . Pacientes que recebem o diagnóstico e o tratamento adequado têm um bom prognóstico (cerca de 90% de chance de cura). alguns agentes químicos e mesmo células tumorais poderão provocar meningite. que deve ser tratada como uma emergência clínica. Apesar de a causa mais comum ser infecciosa (através de bactérias.

Aparecimento de petéquias (geralmente nas pernas).Sintomas A princípio os sintomas resultam da infecção e a seguir do aumento na pressão intracraniana. . irritabilidade. podendo evoluir até grandes lesões equimóticas ou purpúricas. Cefaleia. delírio e convulsões. ombro ou das costas. dor de cabeça alta. febre alta e vómitos. Resistência à flexão do pescoço. Rigidez da nuca. confusão.

.

Parkinson .

mas com prevalência maior em pessoas acima de 60 anos de idade. . A Doença de Parkinson (DP) é dita idiopática. sem causa definida. acometendo pessoas de todas as idades e sexos. A mais importante forma de parkinsonismo é a Doença de Parkinson. mas outras formas de parkinsonismo. isto é.O que é o Parkinson? ‡ ‡ Parkinsonismo é uma síndrome específica causada por um conjunto de doenças neurodegenerativas ou não. e mesmo os chamados parkinsonismos atípicos podem existir. como os casos genéticos ou secundários a outras doenças ou exposição a substâncias.

e requer geralmente a examinação por um neurologista distinguir entre eles. .Causas ‡ Há muitas causas do tremor à excepção da doença de Parkinson.

Sintomas ‡ Os sintomas variam de paciente para paciente. Nalguns povos. a doença progride rapidamente. . em outros não.

.

.

Sistema Endócrino André Tam nº3 Beatriz Acabado nº5 .

enquanto que o sistema endócrino regula a resposta interna do organismo a esta informação. Dessa forma. .Função principal do Sistema Endócrino O sistema endócrino interage com o sistema nervoso frequentemente. o sistema endócrino em conjunto com o sistema nervoso actuam na coordenação e regulação das funções corporais. formando mecanismos reguladores bastante precisos. O sistema nervoso pode fornecer ao sistema endócrino informações sobre o meio externo.

Glândulas do Sistema Endócrino Legenda da figura: 1) 2) 3) 4) 5) 6) 7) 8) Glândula pineal Glândula pituitária Glândula tiróide Timo Glândula supra-renal supraPâncreas Ovário Testículo .

uma forma menos activa da hormona da tiróide ‡ Timo produz: ² Peptídeo natriurético atrial (ANP) ‡ Pâncreas produzem: ² Insulina .Hormonas produzidas pelas glândulas ‡ Glândula pineal produz: ² Dimetiltriptamina ² Melatonina ‡ Glândula pituitária (hipófise) produz: ² Somatotrópica ² Estimulinas ‡ Glândula tiróide produz: ² Tiroxina (T4).

uma forma menos activa da hormona da tiróide ‡ Timo produz: ² Peptídeo natriurético atrial (ANP) ‡ Pâncreas produzem: ² Insulina ² Glucagon ² Somatostatina ‡ Rim produz: ² Renina ² Eritropoietina (EPO) ² Calcitriol (a forma activa da vitamina D3) ‡ Testículos produz: ² Testosterona ‡ Ovário: ² Progesterona ² Estrogénios .‡ Glândula tiróide produz: ² Tiroxina (T4).

preparação do útero para implantação do embrião na gravidez. desejo sexual. Testículos que produzem Testosterona que actua nas características sexuais masculinas primárias (produção de espermatozóides) e secundárias (barba. voz grave. Ovários que produzem Estrogénio actuando nas características sexuais femininas. Tiróide que produz Tiroxina que actua sobre o ritmo metabólico.Órgão/Tecido alvo das hormonas Pituitária que produz Somatotrópica actuando no crescimento físico e Estimulinas para a regulação das glândulas. . força muscular). baixando o nível de açucares no sangue. Pâncreas que produz Insulina que actua na utilização da glicose. menstruação e capacidade de reprodução e Progesterona que actua no desenvolvimento dos órgãos sexuais.

Trabalho elaborado por: -Carla Candeias nº7 -Vanessa nº20 .

a faringe é um órgão comum ao sistema digestivo e respiratório.logo. intestino delgado e o intestino grosso. que atura como porta de entrada dos alimentos no tubo digestivo . boca.forrada por uma mucosa . O sistema digestivo humano é formado por um longo tubo musculoso.Sistema Digestivo O processo de digestão consiste que os alimentos como são ingeridos o corpo não pode aproveitá-los. Faringe É um tubo oco que liga a boca ao esófago e também as fossas nasais á laringe . ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão. então. faringe. estômago. é onde localizam-se os dentes . . Apresenta as seguintes regiões. Boca É uma cavidade natural . no sistema digestivo vão ser transformados em pequenas moléculas de nutrientes antes de serem absorvidos no sangue.a língua e desembocam as glândulas salivais . esófago.

o suco gástrico (solução rica em ácido clorídrico e em enzimas).o suco gástrico . que devem ser eliminadas do organismo. suco pancreático.formam-se então as fezes . No estômago. o alimento é misturado com a secreção estomacal.resta ainda no interior grosso um material não digestivo .é completada .actuam Na digestão dos alimentos . .Suas células estabelecem um muco . que empurram delicadamente o bolo para o estômago por meio de contracções e relaxamentos.O esófago É um tubo membranoso formado por músculos lisos e involuntários.nesse órgão .as moléculas alimentares são então absorvidas no sistema digestivo para o sistema circulatório . O estômago Intestino Delgado No intestino delgado a quebra das moléculas alimentares .iniciada na boca e continuada no estômago .pelo qual são enviadas ás células .o qual amolece a massa dos resíduos alimentares os quais vão perdendo água . O intestino grosso A principal função do intestino grosso é reabsorver água . É a parte mais dilatada do sistema digestivo.

.

.

etc. soja e derivados. como a queratina. aos ovos e aos lacticínios. Como são ingeridos: Os prótidos alimentares existem no reino animal e vegetal. às leguminosas. desempenhando funções tão diversas como a de catalizadores das reacções orgânicas (os enzimas). de reguladores da expressão dos genes ou ainda de transportadores de oxigénio. . de esqueleto de suporte das células e dos organismos. encontrando-se numa grande variedade de alimentos que vão da carne. aos cereais.Funções: Os prótidos são os constituintes mais essenciais dos organismos. como a hemoglobina. oleaginosas. ao peixe. sementes.

imunidade. desenvolvimento ósseo. nozes. metabolismo de corboidratos. ovo. gema de ovo. reprodução. Como são ingeridas: Através de carne de porco. espinafre. manteiga. gorduras e proteínas. Como são ingeridas: Através de óleo de fígado de peixe. presunto. leite. couve. levedo de cerveja. crescimento. cenoura. fígado. anticancerígeno. rim. germe de trigo. coração miúdos. fígado. VITAMINA B1 (ou TIAMINA) Funções: respiração tecidual.VITAMINA A Funções: visão. . desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial (pele).

Como são ingeridas: Através de frutas cítricas. fígado. Como são ingeridas: Através de leite. produção de corticosteróides. músculo de boi e aves. atum e luz solar. hortaliças de folhas verdes. cicatrização. coração. gliconeogenese e actividade reguladora das enzimas tiróideas.VITAMINA B2 (ou RIBOFLAVINA) Funções: crescimento. hortaliças de folhas verdes. batata. Como são ingeridas: Através de óleo de fígado de peixe. tomate. manteiga. VITAMINA C (ou ÁCIDO ASCÓRBICO) Funções: produção e manutenção do colágeno (integridade celular). levedo de cerveja. salmão. gema de ovo. mobilização e reabsorção de cálcio e fosfato. ovos. fígado. . absorção do ferro. pimentão. VITAMINA D Funções: absorção. leite. formação das células vermelhas do sangue.

vegetais de folhas verdes. ÁCIDO FÓLICO Funções: divisão celular e transmissão de traços hereditários. . sementes de algodão. gema de ovo. vegetais de folhas verdes. cenoura.VITAMINA E Funções: antioxidante. óleo de milho. Como é ingerido: Através de espinafre. levedo de cerveja. formação e maturação dos eritrócitos e leucócitos. girassol e soja. fígado. Como são ingeridas: Através de germe de trigo. gema de ovo.

Funções: Os glícidos têm função estrutural (construtora ou plástica) e armazenamento energético nos animais. avelã. nas féculas (batata. etc. nas nozes (oleoginosas: noz. Como são ingeridos: Através de frutas. trigo. nas hortaliças. milho. girassol. sob a forma de glicogénio. etc. sementes de abóbora. soja. cevada. aveia. sob a forma de polissacarídeos. etc.).). centeio. nas leguminosas (feijão. nos cereais (trigo.) e nos grãos (gergelim. e principalmente nos vegetais. .). amêndoa. lentilha. arroz. ervilha. pinhão. linho. etc.). mandioca. grão-de-bico. amendoim. etc. castanha de caju.

.

Há várias classes de lípidos: lípidos de reserva. vitaminas e pigmentos. como o álcool. benzina. nos fornece ácido graxoe álcool (Nos óleos e gorduras o álcool é sempre um glicerol e nas ceras um álcool de cadeia longa). Os lípidos possuem uma importância biológica a diversos níveis. podendo ser encontrado também dentro das células. A família de compostos designados por lípidos é muito vasta. éter e clorofórmio. os esfingolípidos e esteróides. A esta família pertence a gordura que quando hidrolisada. funcionando como reserva energética e tendo funções estruturais. protectoras. vitamínicase hormonais. e solúveis em solventes orgânicos. ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ . Por ser mais difícil de ser quebrada. lipídios ou lípidos são biomoléculasinsolúveis em água. triglicerídeos e ceras. Os lipídeos podem formar alguns hormônios. Dentro dos lípidos de membrana podem-se encontrar os fosfolípidos. o organismo armazena sob a forma de gordura. lípidos de membrana e esteróides. como substância de reserva nutritiva e fonte de energia.lipidos ‡ Lipídeos. Dentro dos lípidos de reserva podemos encontrar os ácidos graxos. Entra na formação das membranas celulares.

essencial a todas as formas de vida conhecidas. com fórmula química(H2O) . É uma substância abundante na Terra. lagos. sobre os continentes em rios.Água ‡ A água é uma substância líquida que parece incolora olho nu em pequenas quantidades. para além da que está contida nos organismos. encontrandose principalmente nos oceanos e calotas polares. inodora e insípida. e também na atmosfera sob a forma de nuvens. composta por hidrogénio e oxigénio. . glaciares e aquíferos. cobrindo cerca de três quartos da superfície do planeta.

actividade muscular e o balanço ácido-base do organismo. por exemplo. mas se encontram no organismo desempenhando diversas funções. Não fornecem calorias. Os minerais possuem papéis essenciais. como também as vitaminas. como constituintes estruturais dos tecidos corpóreos. não podem ser sintetizados pelo organismo e. como reguladores orgânicos que controlam os impulsos nervosos. . como componentes ou ativadores/reguladores de muitas enzimas. devem ser obtidos através da alimentação. por isso. o cálcio e o fósforo que formam os ossos e dentes.minerais ‡ Os minerais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful