Você está na página 1de 43

ROTEIRO PARA PROCESSAMENTO – ERDAS

(MÓDULO LPS)
Dados Necessários

 Imagens em meio DIGITAL (Bloco fotogramétrico);


 Escala das fotografias;
 Altitude média da região;
 Altitude média de voo;
 Distância focal calibrada, posição do ponto principal, valores para as distroções;
 Pontos de controle e Pontos de Verificação (coordenadas conhecidas);
 Projeção em que os produtos serão georreferenciados;
 Orientação aproximada da camera para cada imagem;
Fluxo de processamento
Criação do Bloco
Imagens Orientação interior (OI)
Fotogramétrico

Orientação Exterior (OE)

SIM Possui parâmetros de NÃO


Orientação Exterior
(INS/GNSS)?

Importação dos dados Medição de Pontos de


de OE Passagem
Medição de pontos de
controle
Aerotriangulação
SIM Avaliação da precisão NÃO

BLOCO AJUSTADO
Erdas 2014
Erdas 2014 – Iniciando o processamento

Barra de Menu
Erdas 2014 – Iniciando o processamento

 Para acessar o módulo de processamento de imagens fotogramétricas basta clicar


sobre o ícone Toolbox, localizado na barra de Menu (Destacado na imagem abaixo).
Erdas 2014 – Iniciando o processamento

 Para acessar o módulo de processamento de imagens fotogramétricas basta clicar sobre


o ícone Toolbox, localizado na barra de Menu (Destacado na imagem abaixo).

 Clique na ferramenta IMAGINE Photogrammetry (Destacado na imagem abaixo) e


acesse a interface do módulo de processamento.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Para iniciar um novo projeto, basta acessar File-New, ou clicar sobre o ícone destacado na
imagem abaixo.

 Deve-se abrir a caixa de diálagos Create New Block File;


 Deve-se determinar o local que o usuário deseja salvar o projeto;
 Deve-se definir um nome para o arquivo e salvá-lo na extenção Block File (*blk).
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Para iniciar um novo projeto, basta acessar File-New, ou clicar sobre o ícone
destacado na imagem abaixo.

 Deve-se abrir a caixa de diálagos Create New Block File;


 Deve-se determinar o local de o usuário deseja salvar o projeto;
 Deve-se definir um nome para o arquivo e salvá-lo na extenção Block File (*blk)
confirmando a opção de salvamento.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Ao se criar o projeto a caixa de dialógo Model Setup é aberta;

 Nessa etapa o usuário deve escolher o Modelo


Geométrico para o sensor de imageamento de
acordo com a categoria do mesmo.*

* Como trata-se de um camera digital, a opção que deve-se selecionar será camera – Digital Camera.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Ao se prosseguir com a criação do projeto a caixa de diálogo Block Property System é


aberta;

1 – Definição do Sistema de Projeção


criado pelo usuário;
2 – Unidade utilizada para as coordendas 1
(x, y); 2
6
3 – Datum horizontal a ser utilizado; 3
4 – Datum vertical a ser utilizado;
5 – Unidade utilizada para a coordenda
4
(z);
5
6 – Ao definir todos os campos acima,
basta clicar em NEXT para prosseguir para
a proxima etapa.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Ao se prosseguir com a criação do projeto a caixa de diálogo Block Property System é


aberta;

1 – Definição da matriz de rotação e suas unidades


angulares;
1
2 – Direção do eixo z;
2 4
3 – Altura de voo;
4 – Ao definir todos os campos acima, basta clicar em
3

NEXT para prosseguir para a proxima etapa.


Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Importação de imagens
As images poderão ser adicionadas ao projeto diretamente pelo icone Images,
localizado na parte esquerda da área de trabalho (figura abaixo), clicando sobre o mesmo
com o botão direito do mouse.

Clica-se com o botão direito do mouse


Adiciona-se as imagens

 Importação de imagens
Outra forma de se adicionar imagens ao projeto pode ser realizada através do
icone destacado na imagem abaixo.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Após as imagens importadas para o software, o usuário poderá visualizá-las na área de


trabalho, bem como as etapas do processo fotogramétrico;

Imagens Importadas

Etapas de processamento
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Após as imagens importadas para o software, o usuário poderá visualizá-las na área de


trabalho, bem como as etapas do processo fotogramétrico que foram concluídas;

Etapas de processamaento

 Construção de pirâmides (Pyr.), Orientação interior (Int.), Orientação Exterior (Ext.),


Construção do MDT (DTM), Construção da Ortofoto (Ortho).
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Após as imagens importadas para o software, o usuário poderá visualizá-las na área de


trabalho, bem como as etapas do processo fotogramétrico que forma concluídas;

Etapas de processamaento

 Construção de pirâmides (Pyr.), Orientação interior (Int.), Orientação Exterior (Ext.),


Construção do MDT (DTM), Construção da Ortofoto (Ortho).
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de pirâmides:
O primeiro passo recomendado para a realização do processamento de imagens
fotogramétricas é a construção de pirâmides. Esse processo permite aumentar a
velocidade de exibição das imagens, permitindo um processamento mais eficiênte.

Fonte: https://geobrainstorms.wordpress.com/2011/10/11/construcao-de-piramides-para-conjuntos-de-dados-raster-arcgis-9-3/
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de pirâmides:
Para a geração de pirâmides deve-se seguir o seguinte caminho: Edit – Compute
Pyramid Layers

 Observe que com a finalização do processo (caso não houver nenhum problema com
os dados inseridos no software) os icones referentes a construção de pirâmides ficará na
cor verde.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Orientação Interior (OI):


Para a realização do processo de orientação interior deve-se seguir o seguinte
caminho: Edit – Frame Editor;
Será aberta uma nova caixa de diálogo (Digital Camera Frame Editor), na qual
deve-se informar a distância focal (mm), ponto principal (x0, y0) e os coeficientes
referentes aos valores das distorções.

Editar camera
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))
 Orientação Interior (OI)*:
Informações mínimas para câmeras fotogramétricas!
(Informações adquiridas no certificado de calibração!)

Clicar em Ok
após
configuração!

Informações mínimas para se continuar o


processamento para uma camera digital !

* Esse processo estabelece a correlação entre a geometria interna da câmera e a imagem.


Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Orientação Exterior (OE)*:

Clicar em Ok
após
configuração!

Seis parâmetros de OE!

*Caso não se tenha os parâmetros de OE adquiridos no momento da aquisição das imagens, os mesmos deverão ser calculados a partir da medição dos
pontos de controle sobre as imagens e posteriormente o processo de aerotriangulação.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Inserção dos pontos de passgem e controle:


Para inciar o processo de medição dos pontos de passagem/controle, deve-se
acionar o seguinte ícone:

 Inserção dos pontos de passgem e controle:


Essa etapa também poderá ser realizada a partir do seguinte caminho: Edit – Point
Measuarement.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

MENU
AMPLIAÇÃO FOTO AMPLIAÇÃO FOTO

FOTO ESQUERDA ESQUERDA DIREITA


FOTO DIREITA
FOTO ESQUERDA

FOTO DIREITA

FOTO FOTO DIREITA


ESQUERDA
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Para inserir um ponto de passagem (Tie points) em uma imagem o usuário deverá
utilizar a ferramenta destaca na figura abaixo. Após identificá-lo (ponto), o usuário
deverá clicar sobre a opção Add. para que seja inserido o ponto sobre a imagem.*

Creat Point

* O usuário deve permanecer atento para a realização da identificação dos pontos de passagem em todas as imagens em que o mesmo estiver presente;
* Ao se inserir pontos de passagem por todo o bloco fotogramétrico, deve-se verificar se a distribuição dos mesmos esta adequada e se a quantidade será suficiente
para o processo;
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Uma etapa bastante importante do processamento de um bloco fotogramétrico é a


inserção de pontos de controle (control Point), essa denominação é utilizada para os
pontos passiveis de identificação sobre as imagens, possuindo posição e elevação
conhecidas. Podem ser adquiridos pelos métodos básicos de levantamento
topográfico e/ou pelo uso de receptores GNSS (GHILANI, WOLF; 2008).
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 A inserção dos pontos de controle (control point) e de checagem (check point) são
realizados da mesma forma que aos pontos de passagem, porém deve-se fornecer as
coordenadas de cada um destes no local destacado na figura abaixo.

Creat Point

Nesse espaço, deve-se inserir as coordenas


referentes aos pontos de controle e
checagem (forma manual).
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Aerotriangulação
Para se realizar a configuração do processo de aerotriangulação pode-se ativar
a opção destacada abaixo ou realizar o caminho Edit- Triangulation Properties (no painel
principal);

Aerotriangulação
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Aerotriangulação
Após o termino do processo de aerotriangulação, deve-se realizar análise dos
resultados obidos (resíduos nos pontos de controle, resíduos nos pontos de passagem e o
RMSE nos pontos de verificação (checagem). Esses resultdos podem ser acessados no
icone destcado abaixo.

Relatório de resultados
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Aerotriangulação
Caso os resultados estiverem dentro das tolerancias requeridas, o usuário poderá
aceitar (Accept ) o processo de aerotriangulação. Caso contrário o mesmo deverá
refinar os resultados, observando possíveis erros na medição dos pontos sobre as imagens
ou possíveis erros nas coordenadas inseridas no software. Nesse caso o processo de
aerotriangulação deverá ser novamente realizado.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de um Modelo Digital de Terreno (MDT)


Após o processo de aerotriangulação ser relalizado com sucesso é possível a
construção do MDT e posteriormente o processo de ortorretificação. Para a construção
do MDT no ERDAS, deve-se ativar a seguinte opção: Process-DTM Extration ou pelo ícone
destacado abaixo.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de um Modelo Digital de Terreno (MDT)

1
1 – Tipo de MDT (DTM/TIN);
2 – Saída em um único arquivo ou em 2 3
vários;
3 – Local de armazenamento do arquivo
final; 4
4 – Propriedades avançadas (próximo
slide).

5
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de um Modelo Digital de Terreno (MDT) – configurações avançadas

Definição da projeção,
zona, elipsoide e Datum.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de um Modelo Digital de Terreno (MDT) – configurações avançadas


Nesta mesma janela o usuário poderá visualizar informações referentes aos pares
de imagens para a geração do MDT (Image Pair). A acurácia do modelo gerado pode
ser definido com a inserção de pontos com coordenadas conhecidas (externos ao
processamento) na aba Accuracy.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de um Modelo Digital de Terreno (MDT) – configurações avançadas

Após todas as configurações realizadas, basta


pressionar a tecla RUN.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de Imagens Ortorretificadas: Utiliza-se o caminho Process-Rectification-


Resamplig ou a ferramenta destacada abaixo.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de Imagens Ortorretificadas


5

1 – Definição do diretório para o


salvamento das ortofotos; 1
2 –Inserção do MDT; 2
3 – Definição do tamanho da célula da
3
nova imagem;
4 – Inserindo as imagens a serem
ortorretificadas;
5 – Próximo Slide.

4
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Geração de Imagens Ortorretificadas


1

1 – Definição do método para


reamostragem (Vizinho mais próximo,
Bilinear ou convolução Cúbica); 2
2 – Definição da projeção, zona e
datum de saída.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Mosaico: Para a geração do mosaico com as imagens ortorretificadas utiliza-se Mosaic


Tools ou o ícone destacado abaixo.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Mosaico
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Mosaico:
1 2 3 4

1 – Definição das linhas de corte (seamline);


Existem 4 opções: ponderada, próximas ao nadir, com base na geometria e com base na área das imagens.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Mosaico:
1 2 3

1 – Definição das linhas de corte (seamline);


2 - Realizar o balanceamento das cores de todas as imagens;
3 – Comando para a realização do procedimento.
Erdas 2014 – IMAGINE Photogrammetry (LPS (versão 2010))

 Para visualizar o produto gerado basta que o usuário acesse a interface gráfica do
ERDAS IMAGE e importe os resultados.
 Após todos esses processos o usuário poderá realizar a construção de ortofotocartas
e/ou o processo de restituição fotogramétrica.