Você está na página 1de 12

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA –

RJ
DEPARTAMENTO DE ENSINO MÉDIO
COORDENAÇÃO DE CONSTRUÇÃO CIVIL
Disciplina: Computação Aplicada I
Prof.: Emilson Damasceno de Andrade
Aluno: Thácito Raboni

Simulado de
Informática - P2
A r C o m p rim id o e G e ra d o r

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Ar Comprimido

S o m e n te n a se g u n d a m e ta d e d o  sé cu lo X IX  é q u e o  a r co m p rim id o


a d q u iriu im p o rtâ n cia  in d u stria l. N o e n ta n to , su a u tiliza çã o é a n te rio r
a D a V in ci, q u e e m d ive rso s in ve n to s d o m in o u e u so u o a r.
N o  V e lh o Te sta m e n to , sã o e n co n tra d a s re fe rê n cia s a o e m p re g o d o
a r co m p rim id o : n a  fu n d içã o  d e  p ra ta ,  fe rro ,  ch u m b o  e  e sta n h o . A
h istó ria d e m o n stra q u e h á m a is d e 2 . 0 0 0 a n o s o s té cn ico s
co n stru ía m  m á q u in a s p n e u m á tica s,
p ro d u zin d o  e n e rg ia  p n e u m á tica  p o r m e io d e u m  p istã o . C o m o
in stru m e n to d e tra b a lh o u tiliza va m u m  cilin d ro  d e  m a d e ira  d o ta d o
d e  ê m b o lo .
Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010
Utilização na indústria
N a a u to m a çã o d e m o vim e n to s n a
in d ú stria , p o d e -se u tiliza r e n e rg ia d e
d ife re n te s fo rm a s, a
e n e rg ia  e lé trica  e m su a s fo rm a s
tra d icio n a is, a
e n e rg ia  h id rá u lica  q u a n d o a
n e ce ssid a d e d e g ra n d e s e sfo rço s e a
p n e u m á tica q u a n d o p re cisa m o s d e
e sfo rço m o d e ra d o e g ra n d e s
ve lo cid a d e s, q u a n d o
o  a m b ie n te  lim p o é d e fu n d a m e n ta l
im p o rtâ n cia , a exe m p lo d a  in d ú stria
a lim e n tícia , o u q u a n d o o a m b ie n te é
in fla m á ve l o u h o stil, n a p re se n ça d e
p ó o u  va p o r.

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Utilização na indústria

O a r co m p rim id o p o ssib ilita u m a rá p id a m o vim e n ta çã o d e  a tu a d o re s,


co m ve lo cid a d e co n tro la d a e u m a ra zo á ve l p re cisã o d e p o sicio n a m e n to
e a p e sa r d e n ã o te r a m e sm a ve lo cid a d e d e p ro ce ssa m e n to d e
in fo rm a çõ e s q u e a e lé trica o u a e le trô n ica p o d e , e m a m b ie n te s q u e
a ssim o p e rm ite m , re ce b e r e sta s fo rm a s d e co m a n d o , p e rm itin d o co m
isso u m a re d u çã o d e cu sto s e in cre m e n to n a ve rsa tilid a d e . Po d e
ta m b é m se r a sso cia d o a circu ito s h id rá u lico s d a n d o a e ste s m a io r
ve rsa tilid a d e , re d u zin d o -lh e o cu sto e a u m e n ta n d o o ca m p o d e
u tiliza çã o .

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Custo Elevado
M u ito e m b o ra o a r se ja
fa cilm e n te e n co n tra d o n a
n a tu re za , o a r co m p rim id o
é u m a fo n te d e e n e rg ia q u e
e sta lo n g e d e se r
e co n ô m ica . Já q u e p a ra
co m p rim i-lo é n e ce ssá rio
u m g ra n d e in ve stim e n to
in icia l e m  co m p re sso re s,
filtro s, se ca d o re s e o u tro s
e q u ip a m e n to s q u e lh e d ã o
a q u a lid a d e a d e q u a d a a o
u so .

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Custo Elevado

Embora seja muito mais barato que o petróleo como a patente de


um motor de carro que o império TATA comprou à MDI com representante Sebastien
Braud. Com esse motor ou semelhante é possível terminar a depência
do Petróleo para os atuais transportes têm.

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Gerador

Gerador  é
um dispositivo utilizado para a
conversão da energia
mecânica, química ou outra forma
de energia em energia elétrica.

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Tipos de geradores que convertem energia
mecânica em elétrica:

Gerador Síncrono
Gerador de indução ou Gerador Assíncrono
Gerador de Corrente contínua.

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Motores Elétricos

M o to re s e lé trico s d e se m p e n h a m
a fu n çã o in ve rsa , o u se ja ,
co n ve rte m  e n e rg ia
e lé trica  e m  e n e rg ia m e câ n ica  e
co n stru tiva m e n te sã o
se m e lh a n te s a o s g e ra d o re s, p o is
se b a se ia m n o m e sm o p rin cíp io
d e co n ve rsã o .

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Tipos de motores elétricos que convertem energia elétrica em energia
mecânica:

Motor Síncrono
Motor de indução ou Motor Assíncrono
Motor de corrente contínua

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


Gerador Elétrico

O tip o m a is co m u m d e g e ra d o r e lé trico , o  d ín a m o  ( g e ra d o r d e  co rre n te


co n tín u a ) d e u m a  b icicle ta , d e p e n d e d a  in d u çã o e le tro m a g n é tica  p a ra
co n ve rte r e n e rg ia m e câ n ica e m e n e rg ia e lé trica , a le ib á sica d e in d u çã o
e le tro m a g n é tica é b a se a d a n a  Le i d e Fa ra d a y d e in d u çã o  co m b in a d a co m
a  Le id e A m p è re  q u e sã o m a te m a tica m e n te exp re ssa s p e la 3 º e
4 º e q u a çõ e s d e M a xw e ll re sp e ctiva m e n te .
O d ín a m o fu n cio n a co n ve rte n d o a e n e rg ia m e câ n ica co n tid a n a ro ta çã o
d o e ixo d o m e sm o q u e fa z co m q u e a in te n sid a d e d e u m  ca m p o
m a g n é tico  p ro d u zid o p o r u m  Ím ã  p e rm a n e n te q u e a tra ve ssa u m co n ju n to
d e  e n ro la m e n to s va rie n o te m p o , o q u e p e la Le i d a in d u çã o d e Fa ra d a y
le va a in d u çã o d e  te n sõ e s n o s te rm in a is d o s m e sm o s.

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010


bibliografia

http://pt.wikipedia.org/

http://www.google.com.br/imghp?hl=pt-br&tab=wi

Rio de janeiro, 25 de novembro de 2010