Você está na página 1de 16

Estatística

Formadora: Sofia Clara


Estatística

Ciência que estuda uma ou várias


características ou propriedades de uma
população tendo por base a recolha,
classificação, apresentação e
interpretação dos dados sobre o fenómeno
em estudo.
Fases de um estudo estatístico

 Definição do problema
 Planificação do processo de resolução
 Recolha de dados
 Organização dos dados
 Apresentação dos dados
 Análise e interpretação dos dados
Estatística Descritiva

Estatística descritiva – diz respeito a


técnicas sistemáticas de organização,
classificação, sumarização, redução e
interpretação de dados.
Estatística Indutiva

Estatística Indutiva – (ou inferência


estatística) consiste no método científico de
tirar conclusões para um conjunto de
elementos – designado por população - com
base na análise de uma parte ou amostra
deste conjunto.
População

É um conjunto de unidades individuais


(pessoas, objetos, resultados
experimentais, etc.) com uma ou mais
características em comum e que vai ser
objeto de estudo.
Amostra

É um subconjunto finito da população. A


amostra deve ser o mais representativa
possível da população. A técnica de
obtenção da amostra é designada por
amostragem.
Censo ou Recenseamento

É um estudo estatístico de um universo de


pessoas, instituição ou objetos físicos com o
propósito de adquirir conhecimentos,
observando todos os seus elementos, e fazer
juízos quantitativos acerca de características
importantes desse universo.
Sondagem

É um estudo científico de uma parte da


população com o objetivo de melhor conhecer
atitudes, hábitos e preferências da população
relativamente a acontecimentos,
circunstâncias e assuntos de interesse comum.
Variáveis:
Qualitativa - é quando a variável em estudo expressa
uma característica (sexo, escolaridade, profissão, etc.).

 Nominais quando não existe nenhuma ordenação


subjacente (sexo, cor, grau de parentesco, etc…);

 Ordinais pressupõem uma determinada ordenação


possível (escolaridade, classe socioeconómica, escalas
de Likert, etc.).
Variáveis:

Quantitativas expressam a variável em termos


numéricos (comprimentos, áreas, volumes, nº
de baixas por mês, nº acidentes de trabalho,
etc.).

Estas podem ser divididas em variáveis


discretas ou contínuas.
Variáveis:

Discretas são aquelas em que a variável


assume valores isolados, normalmente
inteiros (nº acidentes/ano, nº peças
produzidas, nº de filhos, etc.).
Variáveis:

Contínuas são aquelas que podem tomar


qualquer valor dentro de um intervalo de
números reais (volume de um
equipamento, tempo de vida de uma
máquina,, taxas de juros, altura, peso,
IMC, distância, etc.).
Tabelas e Métodos Gráficos

Quando se tem uma coleção numerosa de dados


usualmente utilizam-se gráficos e tabelas para
simplificar e representar os mesmos, executando-se um
processo para a classificação das características, essas
tabelas denominam-se de frequências ou de dupla
entrada (contingência) e existem diversos tipos de
gráficos dependendo sempre da variável e do tipo de
estudo.
Tabelas de frequências