Você está na página 1de 15

Através da reprodução é garantida a conservação das espécies.

A reprodução pode ser sexuada ou assexuada.


acorre quando um individuo dá origem a outro igual,
sem ocorrer fecundação
E consiste na multiplicação de um ser vivo em dois
clones geneticamente idênticos ao progenitor
através da mitose.
Ao passo que, na reprodução sexuada é necessário
que ocorra fecundação para que se verifique a
multiplicação do organismo.
á R um processo de reprodução
assexuada através do qual uma
célula se divide em duas
semelhantes, que vão crescer
até atingirem o tamanho da
progenitora.

á R o processo de reprodução
mais comum entre os
organismos unicelulares
procariontes, mas podendo
também ocorrer em seres
unicelulares eucariontes.
á
este processo de reprodução o
núcleo da célula-mãe divide-se
em vários núcleos, cada um
deles vai estar rodeado por uma
porção de citoplasma e de uma
membrana. Dando origem ás
células-filhas que se vão soltar
quando a membrana da célula-
mãe for destruída.
Trypanossoma cruzi
á A divisão múltipla ocorre em
protistas.
á Da fragmentação obtêm-se
vários indivíduos provenientes
de fragmentos do progenitor
que se vão regenerar.
á Este tipo de reprodução ocorre
em algas, mas também em
planárias e em algumas estrelas
do mar.
á A partir deste processo
reprodutivo obtemos um novo
individuo geralmente menor
que o progenitor, sendo que
este provem de uma dilatação
na parede da célula nomeada
gomo ou gema, que acabam por
se separar.
á A gemulação ocorre em seres
unicelulares e pluricelulares.
á
este mecanismo de
reprodução dá-se o
desenvolvimento de um
oócito sem que haja
fecundação, que
originará um individuo.
á Algumas plantas, mas
também animais como
as abelhas, alguns
peixes, anfíbios e répteis
usam a partenogénese.
á R um tipo de reprodução
muito comum um
fungos e certas algas.
á Aqui dá-se a formação
de células especiais, os
esporos formados por
mitose Ȃ mitósporos,
estas estruturas são
formadas em
esporângios, que são
muito resistentes.
á as meristemas são tecidos
que tem uma grande
capacidade de divisão, e
podem ser encontrados em
várias estruturas das plantas.
á A partir deles podem se
originar plantas inteiras, o
Homem serviu-se dessa
característica de modo a
aumentar a sua
produtividade, sendo assim,
hoje em dia conhecemos
processos de multiplicação
vegetativa naturais e
artificiais.
á Dependendo das espécies, a nova planta pode ter
origem em diferentes partes da planta-mãe:
á De forma a aumentar a eficácia
do sector agro-florestal foram
implementados diversos
métodos artificiais de
multiplicação vegetativa. Tais
como: a estacaria, a mergulhia
( que tem como variante a
alporquia ) e a enxertia.
]   j]  
á arganismos isolados podem á Populações sujeitas a extinção
originar descendência. em condições ambientais
á Descendência numerosa, num desfavoráveis.
curto espaço de tempo, o que
permite a rápida colonização de á Diminui a variabilidade genética.
um habitat.
á Perpetua organismos bem á Menor capacidade evolutiva.
adaptados a ambientes
favoráveis e estáveis.
á Apresenta vantagens
económicas devido a
possibilidade de selecção e
quantidade de plantas
produzidas.
á Trabalho realizado por:
Ana Rafael nº1
Diogo Morgado nº8
Francisca Martins nº9

o âmbito da disciplina de Biologia e Geologia

(professor Rui Pedro Gama)