Você está na página 1de 18

EXAME PRÁTICO DOS NERVOS CRANIANOS

1ª AULA
ROTEIRO PARA EXAME DO 1º,2º 3º, 4º E 6º NERVOS CRANIANOS
 
1º NERVO – OLFATÓRIO
- Nervo pouco examinado na prática ambulatorial
- O exame consiste em testar em cada narina, separadamente, odores conhecidos, marcantes e
que não sejam irritantes da mucosa nasal. Ex: café, baunilha.
- Alterações encontradas: anosmia, hiposmia e cacosmia.
2º NERVO – ÓPTICO
- O exame do segundo nervo se faz através de 3 parâmetros e
funções:
1- ACUIDADE VISUAL – Melhor examinada no consultório do
oftalmologista. O neurologista utiliza um teste simples.- teste
de contar dedos ( registrar a distância onde o paciente
consegue definir ou não).
2- FUNDO DE OLHO – Uso do oftalmoscópio. Examinar cada
olho do paciente, com o examinador se posicionando em cada
lado do paciente, utilizando o olho correlato do examinador.
Registrar o que foi observado em relação à papila do nervo
óptico e vasos retinianos.
3- CAMPOS VISUAIS – Avaliar os campos visuais nasais e
temporais,, isoladamente ou em conjunto, com a visualização
dos dedos do examinador em várias direções. Registrar se há
normalidade ou as alterações encontradas nos campos visuais.
OBS: O 2º NERVO É A VIA AFERENTE DO REFLEXO
FOTOMOTOR .
3º, 4º e 6º NERVOS – ÓCULO-MOTOR, TROCLEAR E ABDUCENTE.
- Responsáveis pela motricidade ocular.

EXAME DOS MOVIMENTOS OCULARES – PEDE-SE AO PACIENTE PARA OLHAR NAS


DIVERSAS DIREÇÕES, ACOMPANHANDO O DEDO DO EXAMINADOR. PEDE-SE PARA
FAZER MOVIMENTOS CIRCULARES ( cada olho separadamente e os dois juntos).E
DEPOIS PEDE PARA CONVERGIR O OLHAR.

- São examinados, também, conjuntamente, pois funcionam com movimentos


conjugados.
ÓCULO-MOTOR- 3 NERVO
- Responsável pela inervação dos músculos reto medial, superior e inferior.
NO EXAME ENCONTRAREMOS DIFICULDADE NO OLHAR PARA
DENTRO, PARA CIMA E PARA BAIXO, sem houver comprometimento
do nervo
- Responsável pela contração pupilar aos estímulos luminosos.
OBS: ELE É A VIA EFERENTE DO REFLEXO FOTOMOTOR DIRETO E CONSENSUAL.
Pode-se evidenciar diminuição ou abolição deste reflexo.
Responsável pela elevação da pálpebra . Pode-se detectar ptose palpebral
parcial ou total
 
TROCLEAR – 4 NERVO
Sempre examinado conjuntamente. Podemos detectar
alteração no olhar oblíquo para baixo e para dentro.
 
ABDUCENTE – 6 NERVO
Responsável pelo movimento lateral do olho.
Se houver comprometimento teremos como alteração um
estrabismo convergente por conta de um olho apenas, ou
bilateral.
 
OBS: QUASE SEMPRE TEREMOS QUEIXA DE DIPLOPIA NA
PARESIA DESTES NERVOS POIS O FOCO VISUAL ACONTECERÁ
EM DOIS PONTOS.