Você está na página 1de 18

PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA


• A abordagem típica da Escola da Administração Científica é a ênfase nas tarefas;
• Objetivava a eliminação dos desperdícios e elevar os níveis de produtividade
• Frederick W. Taylor (1856-1915):
 Primeiro período de Taylor: Livro Shop Management (1903):
 Técnicas de racionalização do trabalho através do estudo de
tempos e movimentos (motion-time study);
 O objetivo da administração é pagar altos salários e reduzir
custos de produção;
 Para tal objetivo, a Administração deve aplicar métodos
científicos para estabelecer processos padronizados que
permitam o controle das operações;
Qual a  Os empregados devem ser selecionados e colocados em seus
melhor forma postos com condições de trabalho adequadas para que as
de fazer um normas possam ser cumpridas;
determinado
trabalho?

 Os empregados devem ser treinados para aperfeiçoar suas aptidões e


executaras tarefas, a fim de cumprir uma produção normal;
 Deve haver uma atmosfera de cooperação entre Administração e
1
trabalhadores, para garantir um ambiente psicológico adequado.
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Segundo período de Taylor: Livro The Principles of Scientific Management
(1911):
 O principal objetivo da Administração Científica é assegurar o máximo de
prosperidade para o patrão (lucros maiores) e para o empregado (salários
maiores);
 A estruturação geral da empresa como requisito para a aplicação dos
princípios;
 Os males de uma empresa:
 Vadiagem sistemática dos operários;
 Desconhecimento das rotinas de trabalho por parte da gerência;
 Falta de uniformidade das técnicas e métodos de trabalho.
 Os Princípios da Administração Científica de Taylor:
 Planejamento: Substituir a improvisação pela ciência, por meio do
planejamento;
 Preparo: Seleção científica e treinamento dos operários, preparo
também das máquinas tendo em vista seu uso racional;
 Controle: Controlar o trabalho para ver se está sendo executado
conforme o planejado 2
 Execução: Distribuir a execução das tarefas aos operários.
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Princípio da exceção:
 O Administrador não deve se preocupar com os padrões normais e sim
nos desvios que afastem do padrão;
 Os diretores devem receber somente relatórios condensados, mas
antes estes relatórios devem ser cuidadosamente analisados por
assistentes, que apontarão todas as exceções notórias;
As decisões dentro dos padrões (rotineiras) devem ser delegadas aos
subordinados, deixando os problemas mais sérios e importantes para os
superiores.
Exceções

Região da
Normalidade
ai c nêüqer F

Ocorrências
Q1 Q2 Q3

3
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
•Harrington Emerson (1864-1945):
 Precursor da Administração por objetivo;
 A visão organizacional para a Administração Científica;
 “A predeterminação dos resultados é a principal característica do novo
método”;
 “A aceitação do acaso é a principal característica do velho método”;
Os doze princípios da eficiência de Emerson (1912):
 Ideais: Objetivos claramente definidos por toda organização;
 Bom senso: Administrar é, antes de tudo, uma questão de bom senso;
 Competência: O sucesso da organização está veiculada à capacidade de
organizar a busca de conselhos competentes;
 Disciplina: A noção de responsabilidade de cada empregado;
 Justiça social no trabalho: Salários e condições de trabalho justos;
 Registros confiáveis, imediatos e permanentes: Definia um sistema de
informações que pudesse fornecer informações à nível gerencial de forma
eficaz (sem erros, rápidos e disponíveis a qualquer momento);
4
 Despacho: A empresa toda era suscetível de uma programação e controle;
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
 Padrões e prazos: A padronização levada à outras áreas (medicina,
administração, física, etc);
 Padronização de condições de trabalho, de operações e de instruções:
Padronização das peças resultantes de uma máquina e a padronização dos
desenhos técnicos (princípios 9, 10 e 11);
 Incentivo para a eficiência: Pagamento na base de hora com tabela
progressiva.
•Henry Laurence Gantt (1861-1919):
Ênfase no ser humano;
Democracia Industrial:
Igualdade de oportunidade
entre os empregados;
Identidade de interesses entre
empregadores e empregados;
Gráfico de Grantt para simbolizar a
produção ao longo do tempo:

5
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
•Frank Bunker Gilbret (1868-1924):
Ênfase na redução de custos de mão-de-obra;
Publicação do livro Estudo de Movimentos (1911):
Objetivava o aumento da eficiência do trabalhador através da
análise do trabalho;
Adoção de fotos e filmagens nas observações;

Discordâncias de Taylor:
O uso da cronoanálise;
Importância dos sindicatos;
Elemento humano.

•Administração como ciência:


A ciência no lugar do empirismo;
A improvisação deve ceder o lugar ao planejamento;
Identidade de interesses entre empregadores e empregados; 6
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
•Organização racional do trabalho:
Cada operário tinha sua maneira de executar uma atividade;
A busca da melhor forma de executar uma atividade;
O operário não tem capacidade, nem formação, nem meios para analisar
cientificamente o seu trabalho e estabelecer o método mais eficiente;
Repartição de responsabilidades:
Gerência – Planejamento;
Supervisão – Assistência contínua ao trabalhador;
Operário – Execução da operação.
A Organização racional do trabalho se baseia em:
Análise do trabalho e estudo de tempos e movimentos;
Estudo da fadiga humana;
Divisão do trabalho e especialização do operário;
Desenho de cargos e tarefas;
Incentivos salariais e prêmios de produção;
Conceito do Homo economicus; 7
Condições ambientais de trabalho (iluminação, conforto, etc);
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
 Padronização de métodos e de máquinas;
 Supervisão funcional.
Análise do trabalho e o estudo de tempos e movimentos:
 Objetivos do estudo de tempos e movimentos:
Eliminar todos os desperdícios de esforço humano;
Adaptar os operários às tarefas;
Treinar os operários para executar as tarefas de forma eficiente;
Tornar o operário especialista na sua operação;
Estabelecer normas de execução do trabalho;
Aumentar a eficiência do processo produtivo.
 A eficiência do trabalho estava relacionada à divisão de todas as tarefas ao
longo do processo de forma ordenada;
 Os movimentos inúteis eram eliminados e os úteis eram simplificados,
racionalizados ou fundidos com outros movimentos;
 Adoção da cronoanálise como ferramenta de medição dos tempos;
 Determinação do tempo médio ou padrão de execução da operação:
8
Tempo padrão = Tempos elementares + Tempos mortos
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Estudo da fadiga humana:
 A fadiga é o cansaço resultante de trabalho excessivo;
 A fadiga pressupõe o trabalhador a:
Diminuição da produtividade e da qualidade do trabalho;
Perda de tempo;
Aumento da rotatividade de pessoal;
Doenças e acidentes.
 Princípios da economia de movimentos: Adequação do uso do corpo
humano, o arranjo físico e as ferramentas de trabalho.
Divisão do trabalho e especialização do operário:
 Cada operário se responsabilizava por uma etapa do processo, ao qual se
especializava para proporcionar maior eficiência;
 Processos contínuos e repetitivos;
 O operário perdeu a liberdade e a iniciativa de estabelecer seu método de
trabalho;
Vários operários Vários operários
Um operário desempenham em
desempenham em
desempenha a uma série partes
paralelo partes da
tarefa total da tarefa total 9
tarefa
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Desenho de cargos e tarefas:
 Tarefa é toda e qualquer atividade executada por uma pessoa no seu
trabalho dentro da organização, é a menor unidade possível;
 Cargo é o conjunto de tarefas executadas de maneira cíclica ou repetitiva;
 Desenhar um cargo é especificar seu conteúdo (tarefas), os métodos de
executar as tarefas e as relações com os demais existentes;
 O objetivo era simplificar os cargos para obter o máximo de especialização;
Incentivos salariais e prêmios de produção:
 Objetivava conciliar os interesses dos operários com os da organização;
 Remuneração baseada no tempo para a remuneração baseada na produção
 O tempo padrão como 100% de eficiência;
Produção até o nível de 100% - remuneração por unidade produzida;
Produção acima do nível de 100% - remuneração por unidade produzida
+ prêmio de produção.
Prêmio de Produção

10
100% 110%
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Conceito de Homo Economicus:
 O homem é motivado somente pelos ganhos financeiros;
 O homem procura o trabalho como meio de ganhar a vida e não por gostar
dele;
 O homem é motivado a trabalhar pelo medo da fome e pela necessidade de
dinheiro.
Condições de trabalho:
 O melhoramento das condições de trabalho como base para atingir a
eficiência;
 As principais condições de trabalho são:
 Adequação dos instrumentos e ferramentas de trabalho para minimizar
o esforço;
 Arranjo físico das máquinas para racionalizar o fluxo da produção;
 Melhoria do ambiente físico de trabalho (iluminação, ventilação, etc);
 Equipamentos especiais (transportadores, seguidores, etc).
Padronização:
 A padronização é a aplicação de normas e procedimentos em uma 11
organização tendo em vista a eliminação do desperdício e aumento da
eficiência.
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
Supervisão funcional:
 A especialização do supervisor para acompanhar o operário especializado;
 Um operário não pode subordinar-se à dois chefes.
Apreciação crítica da Administração científica:
 Mecanismo da Administração científica:
 Ênfase nas tarefas;
 A organização como um conjunto de peças, uma máquina;
 Visão mecanicista (o homem deveria produzir como uma máquina);
 Ausência de participação dos operários nas decisões;
 Geração de insatisfações por parte dos operários;
 Execução dissociada do planejamento. Maiores lucros
e maiores
Seleção científica Plano de salários
do trabalhador incentivo salarial

Estudos dos Determinação do Padrão Máxima


Supervisão
tempos e método de eficiência
Funcional
movimentos de trabalho. Produção
Condições de 12
Lei da
trabalho
fadiga
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 03 - ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA
 Superespecialização do operário:
 A especialização do operário nem sempre redunda em um aumento de
eficiência.
 Visão microscópica do homem:
 Visão individualista do homem, desconsiderando o lado social;
 O homem como ser preguiçoso e ineficiente;
 O homem trabalhando como um apêndice da máquina.
 Ausência da comprovação científica:
 Método empírico baseado na evidência;
 Abordagem incompleta da organização:
 Restrição aos aspectos formais da organização;
 Limitação do campo de aplicação:
 Ênfase somente no chão de fábrica, omitindo-se das demais áreas.
 Abordagem prescritiva e normativa:
 Prescrever situações para padronizá-las.
 Abordagem de sistema fechado: 13
 A organização como instituição isolada do ambiente.
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 04 – TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
• A busca da eficiência através da ênfase na estrutura;

Tarefas Eficiência Estrutura


•Henri Fayol (1841-1925):
Funções básicas de uma empresa:
Técnicas: Produção de bens e serviços da empresa;
Comerciais: Compra, venda e permutação dos produtos e serviços;
Financeiras: Procura e gerência de capitais;
 Segurança: Proteção e preservação dos bens e das pessoas;
 Contábeis: Inventários, registros, balanços, custos, etc;
 Administrativas: Integração da cúpula com as outras cinco funções
(coordenação).
Funções
Administrativas

Funções Funções Funções Funções Funções


Técnicas Comerciais Financeiras Segurança Contábeis
14
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 04 – TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
Conceito de Administração:
 Prever: Visualizar o futuro e traçar o programa de ação;
 Organizar: Constituir a estrutura, material e humana;
 Comandar: Dirigir e orientar o pessoal;
 Coordenar: Ligar, unir, harmonizar todos os atos e esforços coletivos;
 Controlar: Verificar que tudo ocorra de acordo com as regras estabelecidas e
as ordens expressas.
Proporcionalidade das funções administrativas
 A função administrativa se reparte por todos os níveis hierárquico da
organização e não é privativo somente para a alta cúpula;
Níveis Hierárquicos
Mais altos
Funções Administrativas
•Prever
•Organizar
•Comandar
•Coordenar
•Controlar

Outras funções não


administrativas 15
Mais baixos
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 04 – TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
Diferenças entre Administração e Organização:
 Administração: Consiste no todo, ao qual a organização faz parte;
 Organização: Consiste somente no estabelecimento da forma e da estrutura.
Princípios gerais de Administração:
 Divisão do trabalho: Especialização do empregado para aumentar a
eficiência;
 Autoridade e responsabilidade:
Autoridade: Dar ordens e esperar obediência;
Responsabilidade: Dever de prestar contas.
 Disciplina:é o comportamento perante os acordos estabelecidos;
 Unidade de comando: Cada empregado deve receber ordens somente de
um superior;
 Unidade de direção: Uma cabeça e um plano para cada conjunto de
atividades que tenham um mesmo objetivo;
 Subordinação dos interesses individuais aos gerais: Os interesses gerais da
organização devem sobrepor aos do indivíduos;
 Remuneração do pessoal: Satisfação mútua (empregados e empregador);16
 Centralização: Concentração de autoridade no topo da hierarquia;
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 04 – TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
 Cadeia escalar: é a linha de autoridade no decorrer da estrutura;
 Ordem: Um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar;
 Equidade: Amabilidade e justiça para alcançar a lealdade do pessoal;
 Estabilidade do pessoal: A rotatividade é prejudicial para a eficiência;
 Iniciativa: A capacidade de visualizar um plano e assegurar pessoalmente
seu sucesso;
 Espírito de equipe: A união e harmonia entre as pessoas.
Quanto ao comando, preceitou algumas responsabilidades do chefe:
 Conhecer seu pessoal;
 Excluir os incapazes;
 Conhecer as relações de trabalho (contratos);
 Dar bons exemplos;
 Fazer inspeções periódicas no corpo social;
 Reunir seus principais colaboradores para obter unidade de direção e
convergência de esforços;
 Não se deixar absorver pelos detalhes;
 Incentivar o pessoal a atividade, iniciativa e devotamento. 17
PARTE III – ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
CAPÍTULO 04 – TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
•Oliver Sheldon (1894-1951):
Considerou a importância sobre a responsabilidade social;
Princípios de Administração:
 A indústria serve para oferecer bens e serviços para a sociedade;
 A administração industrial precisa ser governada por princípios baseados no
conceito de serviço à comunidade;
 Divisão da Administração:
Administração: Fixa políticas;
Gerência: Executa-as, desenvolvendo a eficiência;
Organização: Processo de combinação do trabalho individual do grupal.
 A eficiência é dependente da estrutura da organização;

18

Interesses relacionados