Você está na página 1de 29

|  



Prof.: Douglas Ribeiro


douglasdealmeidaribeiro@yahoo.com.br
r r
Podemos conceituar matemática financeira, de
maneira simplista, como o ramo da matemática
que tem como objeto de estudo o
comportamento do dinheiro ao longo do tempo.
Avalia-se a maneira como este dinheiro está
sendo ou será empregado de maneira a
maximizar o resultado, que se espera positivo.
Ä 
V REDOR: é a pessoa (física ou jurídica) que
empresta o recurso financeiro, ou algo que possa ser
mensurado monetariamente, na expectativa de
recebe-lo novamente acrescido de um prêmio (Juro),
após um período de tempo previamente acordado.

V DEVEDOR: é a pessoa (física ou jurídica) que toma


emprestado o recurso financeiro, ou algo que possa
ser mensurado monetariamente.
 rÄ Ä
PRINCIPAL (P): Valor adotado como referência na data
inicial do acordo entre credor e devedor.
| NTANTE (F): Valor a ser pago pelo devedor ao credor
no final do tempo acordado entre ambas as partes.
TAXA de JUR  (i ou r): É o índice previamente
acordado entre credor e devedor para atualizar o valor do
dinheiro no tempo, em outras palavras podemos dizer que
é o preço do empréstimo.
PRAZ : É o tempo total do empréstimo, não deve ser
confundido com o número de períodos de capitalização.
PERÍ  (n): Unidade de tempo em que a taxa, deve
incidir sobre o principal; é determinado pela taxa.

 
Um aposentado dispõe de R$ 4.000,00 e pretende
aplicar este capital em um produto financeiro do Banco
Tabajara durante um mês. Sabendo que o rendimento
será de 2,5% ao mês, podemos observar que o
aposentado receberá um juro de R$ 100,00 resultando
em um resgato de R$ 4.100,00.
Neste exemplo temos:

Principal = 4.000
|ontante = 4.100
Taxa de Juros: i = 2,5% a.m. ou r = 0,025 a.m.
Prazo = 1 mês
Período = 1
rÄ Ä Ä
Podemos conceituar capitalização como o ato
de gerar juro. No contexto financeiro a
capitalização é fundamental para atualizar o
valor do dinheiro no tempo.
Existem dois regimes de capitalização:

V REGI|E I|PLE

V REGI|E C |P T
   
No regime simples de capitalização o juro é gerado
em função do prazo acordado entre credor e devedor
e de uma taxa que incide sempre sobre o valor inicial
(Principal).

Portanto podemos afirmar que no regime simples


de capitalização os juros só pertencerão ao
credor no final do prazo total do empréstimo.
š  Ä     
ršr   Ä

 2È $ 2a
ršr  r Ä



È $ a2
ršr Ä Ä
Ä   

 
  R
 
a
ršr       

 
  R
a 
  r  
No regime composto de capitalização o juro é gerado
em função do prazo acordado entre credor e devedor
e de uma taxa que incide sempre sobre o saldo
devedor de cada período (Principal atualizado com
os juros de cada período).

Portanto podemos afirmar que no regime simples


de capitalização os juros pertencerão ao credor
no final de cada período de capitalização.
š  Ä    r  
ršr   Ä

 2È $
a
ršr  r Ä


È$ a
ršr Ä Ä
Ä   

 a 
ršr       



a 
È $
Ä   r
r  rr  r 

$ riada em 1981, a HP 12 é a calculadora


mais antiga e mais bem vendida de toda a
história da HP.
$ Duas de suas características principais são :
A lógica RPN
A pilha de operadores
LÓGr  
$ A soma dos números 4 e 5 pode ser feita em uma
operação algébrica da seguinte forma :
Lógica algébrica : 4 + 5 = Resp : 9
$ Na lógica RPN, os operandos (os números) devem
vir primeiro e os operadores (os sinais) depois
$ Não é necessário o sinal de igualdade (=)
$ Para separar os números usa-se a tecla ENTER
Lógica RPN : 4 ENTER 5 + Resp : 9
LH  G 

istr dor s d
Além do número exposto no visor, H 12C
a HP 12C possui um pilha de registradores
que facilita as operações. Last
 tr s
r istr r s
Y
is r
rr  H r

om o auxílio da HP12 calcule :

45 + 53
(45 + 4) x 2
80 / (15 +5)
  
 H r
ƒn] : Abastece ou calcula o número de períodos

ƒi] : Abastece ou calcula a taxa de juros

ƒPV] : Abastece ou calcula


o Valor Presente

ƒP|T] : Abastece ou calcula a Prestação

ƒFV] : Abastece ou calcula o Valor Futuro


  H r

r 
 r
Para desligar e travar a
calculadora, impossibilitando o
uso por terceiros pressione as
seguintes teclas :
45 Enter | N P|T (juntos) |
N P|T (juntos) | 1/x
Para ligar novamente :
N P|T
G   r |  

=  r

Nunca multiplique
ou divida a taxa de
juros !!!!

 H r

Embora algebricamente as operações com


juros compostos possam ser um pouco mais
difíceis do que as operações com juros
simples, na prática, a calculadora HP 12
permite uma simplificação muito grande das
operações.

$ Vide a figura seguinte.


rr  H r

$ A importância de $400,00 foi aplicada por 3


meses a taxa de 5% am, no regime de juros
compostos. Qual o valor de resgate?

Ë 5 400

Resposta no visor : $46Ë,05