TÓPICOS ESPECIAIS DE MATEMÁTICA

PROFESSOR MESTRE ricardofaganello@yahoo.com.br RICARDO DE SOUZA

EMENTA:
Fatoração e Produtos Notáveis. Trinômio de 2º grau. Triângulo Retângulo. Relações Trigonométricas no Triângulo Retângulo. Lei dos Senos. Lei dos Co-senos. O Ciclo Trigonométrico. Funções do 1º e 2º graus e Funções Trigonométricas. Vetores e Geometria Analítica.

‡ Vetores e Geometria Analítica Paulo Winterle E.d Makrom Introdução à Algebra Linear Paulo Watanabe Steimbruch Ed.Makrom.

Operações Algébricas com Vetores. Módulo: distância entre dois pontos. Equações da Reta. Produto Escalar, Vetorial e Misto. Equações da Elipse e Hipérbole.

0 ...Avaliações MT = P1+P2+PM+PS.Pn n PM= prova mensal sugerida pela escola.P2. P1..Pn= provas sugeridas pelo professor... PS= prova semestral sugerida pela escola.. MT 6.

0. As mesmas serão individuais com peso-1. Deste modo a nota máxima de uma prova será 9.ou seja a cada aula o professor passará uma lista a soma das listas terá valor igual a 1 . . na soma da nota.LISTAS DE EXERCÍCIOS Após certo número de aulas serão passadas aos alunos listas de exercícios.

com.vasconcelos@abril.com.com.br(mandar novamente) oliveiradeandre@yahoo. carlosjuca@ig.com.2 * 10) cópia .com Estatuto do CA da Fatec São Paulo Fabio.Primos São números divisíveis por um e por ele mesmo.br Listas de exercício. Fundamentos da matemática elementar. Lista = 10 (0.br miguelrock@terra.br lmberaldo@hotmail.

Fatoração A fatoração surge como um recurso da Matemática para facilitar os cálculos algébricos. através dela conseguimos resolver situações mais complexas. .

chamadas fatores.Fatoração Fatorar: É transformar equações algébricas em produtos de duas ou mais expressões. Ex: ax + ay = a(x+y) .

agrupamento. Diferença de dois cubos. . Soma de dois cubos. trinômio do quadrado perfeito. Diferença de dois quadrados.Existem vários casos de fatoração como: 1) 2) 3) 4) 5) 6) 7) Fator comum em evidência. trinômio do tipo x2 + Sx +P.

ao fatorar escrevemos a expressão na forma de produto de expressões mais simples.Fator Comum em Evidência Na fatoração por fator comum em evidência. utilizamos a idéia de fazer grupos de polinômios. .

veja: x² + 2x . então vamos colocá-lo em evidência e dividir cada termo do polinômio x² + 2x por x. Temos: x (x + 2) .: podemos dizer que o monômio x é comum a todos os termos.Fator Comum em Evidência O polinômio x² + 2x possui forma fatorada.

. podemos aplicar a distribuição na expressão x (x + 2) voltando ao polinômio x² + 2x.Fator Comum em Evidência Concluímos que x (x + 2) é a forma fatorada do polinômio x² + 2x. Para termos certeza dos cálculos.

2x² + 6x (fator comum: 2x) 2x (4x² .Fator Comum em Evidência Exemplos de fatoração utilizando fator comum em evidência: Exemplo 1 8x³ .x + 3) .

Fator Comum em Evidência ‡ Exemplo 2 a6 4a² (fator comum: a²) a² (a4 4) ‡ Exemplo 3 4x³ + 2x² + 6x ‡ (notamos que o monômio 2x é comum a todos os termos) 2x (2x² + x + 3) .

Fator Comum em Evidência ‡ Exemplo 4 6x³y³ 9x²y + 15xy² (fator comum: 3xy) 3xy (2x²y² 3x + 5y) ‡ Exemplo 5 8b4 16b² 24b (fator comum: 8b) 8b (b³ 2b 3) .

Fator Comum em Evidência ‡ Exemplo 6 8x² 32x 24 (fator comum: 8) 8 (x² 4x 3) ‡ Exemplo 7 3x² 9xy + 6x + 21x³ (fator comum: 3x) 3x (x 3y + 2 + 7x²) .

Fator Comum em Evidência Exemplo 8 5a²b³c4 + 15 abc + 50a4bc² (fator comum: 5abc) 5abc (ab²c³ + 3 + 10a³c) .

Exemplo 9 (3x 2) (x 5) = 0 Temos: 3x 2 = 0 3x = 2 x = 2/3 x 5=0 x =5 .Fator Comum em Evidência Aplicação do fator comum em evidência na resolução de uma equação produto (exemplo 9).

‡ Exemplo 10 2x² .Fator Comum em Evidência ‡ Aplicação do fator comum em evidência na resolução de uma equação incompleta do 2º grau (exemplo 10).200 = 0 ‡ Temos: 2x² = 200 x² = 200/2 x² = 100 x² = 100 x = 10 x = 10 .

. agrupando os termos semelhantes (termos em comum).Agrupamento Agrupamento é o método pelo qual simplificamos uma expressão algébrica.

Observe no exemplo a seguir: ax + ay + bx + by .Agrupamento ‡ Ao usarmos o método do agrupamento. necessitamos fazer uso da fatoração: termo comum em evidência.

Agrupamento ‡ ax + ay + bx + by Os dois primeiros termos possuem em comum o fator a . Colocando esses termos em evidência: a.(x+y) . os dois últimos termos possuem em comum o fator b.(x+y) + b.

(x+y) + b. ‡ Assim colocando-o em evidência: (x+y).(x+y) ‡ Este novo polinômio possui o termo (x+y) em comum.(a+b) .Agrupamento a.

(a+b) .Agrupamento Ou seja: ax + ay + bx + by = (x+y).

Agrupamento ‡ Observe mais alguns exemplos de fatoração por agrupamento: ‡ Exemplo 1 2xy 12x + 3by 18b 2x(y 6) + 3b(y 6) (2x + 3b)( (y 6) .

Agrupamento ‡ Exemplo 2 6x²b + 42x² y²b 7y² 6x²(b + 7) y²(b + 7) (6x² y²) (b + 7) ‡ Exemplo 3 x² 10x + xy 10y x(x 10) + y(x 10) (x + y) ( x 10) .

Agrupamento ‡ Exemplo 4 a³b + a² + 5ab³ + 5b² a²(ab + 1) + 5b²(ab + 1) (a² + 5b²) (ab + 1) ‡ Exemplo 5 2xy 4x + 3xy 6x + 4xy 8x 2x(y 2) + 3x(y 2) + 4x (y 2) (2x + 3x + 4x) (y 2) 9x (y 2) .

. ‡ Ele só pode ser utilizado quando a expressão algébrica for um trinômio (polinômio com três monômios) e esse trinômio formar um quadrado perfeito.Trinômio do quadrado perfeito ‡ Trinômio do quadrado perfeito é o 3º caso de fatoração de expressão algébrica.

.Trinômio do quadrado perfeito ‡ O que é trinômio ‡ Trinômio é um polinômio que tem três monômios sem termos semelhantes. veja exemplos: ‡ 3x2 + 2x + 1 20x3 + 5x 2x2 2ab +5b + 3c ‡ Nem todos os trinômios acima podem ser fatorados utilizando o quadrado perfeito.

por exemplo: 25 é um quadrado perfeito. .Trinômio do quadrado perfeito ‡ O que é quadrado perfeito ‡ Para melhor entender o que é quadrado perfeito. veja: ‡ Podemos considerar um número sendo quadrado perfeito? Sim. pois 52 = 25. basta que esse número seja o resultado de outro número elevado ao quadrado.

devemos aplicar isso em uma expressão algébrica.Trinômio do quadrado perfeito ‡ Agora. observe o quadrado ao lado com lados x + y. o valor desse lado é uma expressão algébrica. .

Trinômio do quadrado perfeito ‡ Para calcularmos a área desse quadrado podemos seguir duas formas diferentes: ‡ 1º forma: A fórmula para o cálculo da área do quadrado é A = Lado2 . A1 = (x + y)2 . então como o lado nesse quadrado é x + y. basta elevá-lo ao quadrado.

Trinômio do quadrado perfeito A1 = (x + y)2 O resultado dessa área A1 = (x + y)2 é um quadrado perfeito. .

então a soma de todas essas áreas é a área total do quadrado maior. como xy e xy são semelhantes podemos somá-los .Trinômio do quadrado perfeito ‡ 2º forma: Esse quadrado foi dividido em quatro retângulos onde cada um tem a sua própria área. ficando assim: ‡ A2 = x2 + xy + xy + y2.

. como xy e xy são semelhantes podemos somá-los . ‡ A2 = x2 +2xy + y2 ‡ O resultado da área A2 = x2 +2xy + y2 é um trinômio.‡ A2 = x2 + xy + xy + y2.

. então: A1 = A2 (x + y)2 = x2 +2xy + y2 Então.As duas áreas encontradas representam a área do mesmo quadrado. o trinômio x2 +2xy + y2 tem como quadrado perfeito (x + y)2.

veja: O trinômio x2 +2xy + y2 fatorado fica (x + y)2. .Quando tivermos uma expressão algébrica e ela for um trinômio do quadrado perfeito a sua forma fatorada é representada em forma de quadrado perfeito.

quando é dado um trinômio como iremos identificar que é quadrado perfeito ou não? . nem todo trinômio pode ser representado na forma de quadrado perfeito.Como identificar um trinômio do quadrado perfeito Como já foi dito. Agora.

.Para que um trinômio seja quadrado perfeito ele deve ter algumas características: Dois termos (monômios) do trinômio devem ser quadrados. Um termo (monômio) do trinômio deve ser o dobro das raízes quadradas dos dois outros termos.

Veja um exemplo: Veja se o trinômio 16x2 + 8x + 1 é um quadrado perfeito. para isso siga as regras abaixo: .

.Dois membros do trinômio têm raízes quadradas e o dobro delas é o termo do meio. então o trinômio 16x2 + 8x + 1 é quadrado perfeito.

a forma fatorada do trinômio é : 16x2 + 8x + 1 é (4x + 1)2.Então. pois é a soma das raízes ao quadrado. .

m . então esse trinômio não é quadrado perfeito. devemos tirar as raízes dos termos m2 e n2 . o dobro dessas raízes será 2. n que é diferente do termo m n (termos do meio).Veja alguns exemplos: Exemplo 1: Dado o trinômio m2 m n + n2 . . as raízes serão: m e n.

y = 4xy.‡ Exemplo 2: Dado o trinômio 4x2 8xy + y2. O dobro dessas raízes deve ser 2 . devemos tirar as raízes dos termos 4x2 e y2 . as raízes serão respectivamente 2x e y. 2x . . que é diferente do termo 8xy. então esse trinômio não poderá ser fatorado utilizando o quadrado perfeito.

Devemos. antes de usar as regras do quadrado perfeito. O dobro dessas raízes será 2 . . 1 = 6a. então concluímos que o trinômio é quadrado perfeito e a forma fatorada dele é : (3a 1)2. ficando assim: 9a2 6a + 1. que é igual ao termo do meio (6a).‡ Exemplo 3: Dado o trinômio 1 + 9a2 6a. 3a . Agora. tiramos a raiz dos termos 9a2 e 1. colocar o trinômio em ordem decrescente de expoentes. que serão respectivamente 3a e 1.

Trinômio do tipo x² + Sx + P

A fatoração do trinômio do tipo x2 + Sx + P é o 4° caso de fatoração que vem logo após o trinômio do quadrado perfeito, pois também é utilizado quando a expressão algébrica é um trinômio.

Trinômio do tipo x² + Sx + P
‡ Quando é necessário fatorar uma expressão algébrica e essa é um trinômio (três monômios), e verificamos que esse não forma um trinômio do quadrado perfeito, devemos então utilizar a fatoração do tipo x2 + Sx + P.

Trinômio do tipo x² + Sx + P
‡ Dada a expressão algébrica x2 + 12x + 20, sabemos que é um trinômio, mas os seus dois membros das extremidades não estão elevados ao quadrado, assim descarta a possibilidade de ser quadrado perfeito. Então, o único caso de fatoração que podemos utilizar para fatorar essa expressão algébrica é x2 + Sx + P. Mas, como iremos aplicar essa fatoração na expressão : x2 + 12x + 20? Veja a resolução abaixo:

‡ Sempre devemos observar os coeficientes dos dois últimos termos, veja: x2 + 12x + 20. Os números 12 e 20 são os coeficientes dos dois últimos termos, agora devemos achar dois números que quando somamos o valor será igual a + 12 e quando multiplicamos o resultado será igual a + 20, chegaremos a esses números através de tentativas.

respectivamente.Os números somados e multiplicados que dão como valor 12 e 20. é 2 e 10. 10 = 20 . 2 + 10 = 12 2 .

fatoramos utilizando os números encontrados que no exemplo é 2 e 10.‡ Então. portanto a forma fatorada de x2 + 12x + 20 será: (x + 2) (x + 10). .

Esses números serão -6 e -7.6 + (7) = -13 e 6 . Portanto. pois: .‡ Veja alguns exemplos que utilizam a mesma linha de raciocínio do exemplo acima: Exemplo 1 x2 13x +42. para fatorarmos essa expressão algébrica devemos achar dois números que a sua soma seja igual a -13 e seu produto igual a 42. (. . a fatoração ficará igual a: (x 6) (x 7).7) = 42.

Diferença de dois quadrados ‡ Diferença de dois quadrados é o 5º caso de fatoração. Para compreendermos melhor como e quando utilizarmos é necessário que saibamos que diferença na matemática é o mesmo que subtração e que quadrado é elevar um número. . letra ou termos ao quadrado.

A operação entre eles for de subtração.Os dois monômios sejam quadrados. . . .Diferença de dois quadrados A fatoração pela diferença de dois quadrados só poderá ser usada quando: .Tivermos uma expressão algébrica com dois monômios (sejam binômios).

1. 1 a2 9 4x2 y2 . os dois estão ao quadrado e entre eles há uma operação de subtração. a expressão algébrica tem apenas dois monômios.‡ Veja alguns exemplos de expressões algébricas que seguem esse modelo: a2 .

.Como escrever a forma fatorada dessas expressões algébricas. veja os passos que devemos tomar para chegarmos a forma fatorada utilizando o 5º caso de fatoração. Dada a expressão algébrica 16x2 25.

‡ A forma fatorada será (4x 5) (4x + 5). .

.‡ Veja alguns exemplos: ‡ Exemplo 1: A expressão algébrica x2 64 é uma expressão com dois monômios e as raízes quadradas são respectivamente x e 8. então a sua forma fatorada é (x 8) (x + 8).

. Então. a forma fatorada é (5x 9) (5x + 9). a raiz dos termos 25x2 e 81 é respectivamente 5x e 9.Exemplo 2: Dada a expressão algébrica 25x2 81.

a raiz dos termos 4x2 e 81y2 é respectivamente 2x e 9y. Então. a forma fatorada é (2x 9y) (2x + 9y).Exemplo 3: Dada a expressão algébrica 4x2 81y2. .

.

Soma de dois cubos A Soma de dois cubos é o 6º caso de fatoração de expressões algébricas. para que entenda como e quando devemos utilizá-lo observe a sua demonstração abaixo: .

se somarmos os dois obteremos x + y. agora devemos multiplicar as duas expressões encontradas. . se montarmos uma expressão algébrica com os dois números teremos x2 .xy + y2.Soma de dois cubos ‡ Dado dois números quaisquer x e y.

x2y + xy2 + x2y xy2 + y3 unir os termos semelhantes x3 + y3 é uma expressão algébrica de dois termos onde os dois estão elevados ao cubo e somados.xy + y2) utilize a propriedade distributiva x3 . .‡ (x + y) (x2 .

.xy + y2).Assim. A forma fatorada de x3 + y3 será: (x + y) (x2 . podemos concluir que x3 + y3 é uma forma geral da soma de dois cubos onde x e y poderão assumir qualquer valor real.

Podemos escrever essa expressão da seguinte forma: a3 + 103.‡ Exemplo1: a3 + 1000 é a soma de dois cubos. .xy + y2) (a + 10) (a2 a10 + 102) (a + 10) (a2 10a + 100) Portanto. a fatoração de a3 + 103 será: (a + 10) (a2 10a + 100). assim: x = a e y = 10 Agora basta usarmos a forma geral e fazermos as substituições. (x + y) (x2 .

1 + 12) (3x + 1) (9x2 3x + 1) ‡ 27x3-9x2+3x+9x2-3x+1 .‡ Exemplo 2: 27x3 + 1 é a soma de dois cubos.xy + y2) (3x + 1) ((3x)2 3x . (x + y) (x2 . Podemos escrever essa expressão da seguinte forma: (3x)3 + 1 assim: x = 3x e y = 1 Agora basta usarmos a forma gral e fazermos as substituições.

‡ Exemplo 3: 8x3 + y3 é a soma de dois cubos. (x + y) (x2 .xy + y2) (2x + y) ((2x)2 2xy + y2) (2x + y) (4x2 2xy + y2) ‡ 8x3-4x2y+2xy2+4x2y-2xy2+y3 . Podemos escrever essa expressão da seguinte forma: (2x)3 + y3 assim: x = 2x e y = y Agora basta usarmos a forma gral e fazermos as substituições.

observe a demonstração abaixo: .Diferença de dois cubos A DIFERENÇA de dois cubos é o 7º caso de fatoração de expressões algébricas. o seu raciocínio é o mesmo da soma de dois cubos. raciocínio esse que esclarece como e quando devemos utilizá-lo.

Diferença de dois cubos ‡ Dado dois números quaisquer x e y. se montarmos uma expressão algébrica com os dois números obteremos: x2 + xy + y2. assim. . devemos multiplicar as duas expressões encontradas. Se subtrairmos ficará: x y.

Diferença de dois cubos (x .x2y xy2 . .y3 unir os termos semelhantes. x3 + x2y + xy2 .y) (x2 + xy + y2) é necessário utilizar a propriedade distributiva.

Diferença de dois cubos ‡ x3 . os dois estão elevados ao cubo e subtraídos. podemos concluir que x3 . Assim. .y3 é uma forma geral da diferença de dois cubos onde x e y podem assumir qualquer valor real.y3 é uma expressão algébrica de dois termos.

y3 : Será (x .Diferença de dois cubos A forma fatorada de x3 . .y) (x2 + xy + y2).

soma de dois cubos e a diferença de dois cubos. devemos observar que ela tem dois termos. .Exemplo1 ‡ Veja alguns exemplos: ‡ Se tivermos que fatorar a seguinte expressão algébrica 8x3 27. Lembrando dos casos de fatoração. os únicos casos que fatoram dois termos são: a diferença de dois quadrados.

então devemos utilizar o 7º caso de fatoração (diferença de dois cubos). temos: 8x3 27 . para fatorarmos deveremos escrever a expressão algébrica: 8x3 27 da seguinte forma: (x . Ao tirar as raízes cúbicas dos dois termos.Exemplo1 ‡ No exemplo abaixo os dois termos estão ao cubo e entre eles há uma subtração.y) (x2 + xy + y2).

no lugar de x colocaremos 2x e no lugar de y colocaremos 3 na forma fatorada (x . Agora.y) (x2 + xy + y2) .Exemplo1 A raiz cúbica de 8x3 é 2x e a raiz cúbica de 27 é 3. ficando assim: . basta substituir valores.

3 + 32) (2x 3) (4x2 + 6x + 9) Então. (2x 3) (4x2 + 6x + 9) é a forma fatorada da expressão algébrica 8x3 27. .Exemplo1 (2x 3) ((2x)2 + 2x .

.Exemplo 2 Para resolvermos a fatoração utilizando a diferença de dois cubos devemos seguir os mesmos passos do exemplo anterior. Fatorando a expressão algébrica r3 64 temos: As raízes cúbicas de r3 é r e de 64 é 4. substituindo teremos no lugar de: x o r e no lugar de y o 4.

Exemplo 2 (r 4) (r2 + 4r + 16) é a forma fatorada de: r3 64. .

existem algumas fórmulas que convém serem memorizadas.Produtos Notáveis ‡ Produtos Notáveis são aqueles produtos que são freqüentemente usados e para evitar a multiplicação de termo a termo. .

Produtos Notáveis ‡ Antes de iniciarmos o estudo de produtos notáveis. . vamos recordar a propriedade distributiva.

(a-b) = a²-ab-ab+b² = a²-2ab+b² (a+b+c).(a+b) = a²+ab+ab+b² = a²+2ab+b² (a-b).(a+b+c)= a²+ab+ac+ab+b²+bc+ac+bc+c² ‡ Somando os termos semelhantes: a²+b²+c²+2ab+2bc+2ac .Produtos Notáveis ‡ ‡ ‡ ‡ (a+b).

. utilizamos os produtos notáveis.Produtos Notáveis ‡ Notem que na propriedade distributiva: multiplicamos todos os termos (não se esquecendo das regras dos sinais) e somamos os termos semelhantes. Afim de economizar tempo e não ter de multiplicar termo a termo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful