Você está na página 1de 1
RECTIFICAGAO Eleicoes na Escola Secundaria da Lourinha NA EDICAO DE 2 DE JANEIRO de 2009 do jornal "ALVORADA", na pagina 17, sob o titulo “Escola Secundéria da Lourinha gerida por uma Comissdo Administrativa" € referido pelo jornalista Paulo Ribeiro, na segunda coluna da dita caixa, que as “‘iltimas eleicdes nesta escola lourinhanense foram impugnadas judicialmente por wma das duas listas perdedoras, que acabou por perder quer na accdo, quer no recurso da decisio para o tribunal superior”. manifesto lapso por parte do autor do dito texto, é minha obrigacdo indeclinavel repor a verdade dos factos, cendo o seguinte: Por se tratar de esclare- 1. Foi o entao Presidente da Assembleia da Escola Secun- daria da Lourinha ¢ actual subscritor do presente esclare- cimento quem impugnou 0 acto eleitoral e nao “uma das duas listas perdedoras” 2, Na accdo inicial, o Tri- bunal deu razdo ao entao Pre- sidente da Assembleia e deter- minou a realizaczo de novas cleicdes. - 3. O Ministério da Educagao recorreu € o Tribunal deu-lhe rarao, considerando que 0 pro- cesso_ eleitoral desrespeitado a legislacio em ngotinha vigor. 4, Foi tal decisio objecto de recurso para o Supremo Tribu- nal Administrativo que, por decisto constante de seu Acér- dio de Agosto de 2008, insus ceptivel de recurso, deu razio a0 entao Presidente da Assem- bleia, ordenando que se reali- zasse, no prazo de 5 dias, a par- tir do inicio do ano lectivo de 2008/2009, uma 2* volta das cleicdes entre as duas listas mai votadas, tal como 0 entao Presi- dente da Assembleia entendera que deveria ter sido realizada. 5. Em Setembro de 2008, poucos dias depois do inicio do presente lectivo, foram ano convocades para reuniao na Direccao Regional de Educacao boa as professoras que encabecavam as referidas duas listas mais votadas e€ 0 entio Presidente da Assembleia, ten- donos sido superiormente co- municado que 0 Ministério da Edueacio nao iria cumprir a decisio do Supremo Tribunal Administrativo. Aproveita-se’o presente ense- jo para enderecar colega Flia Morais os votos do maior su- cesso na prossecucao das tarefas que ora lhe estao cometidas. Delfim Campos (anterior Presidente da Assem- bleia da Escola Secundaria da Lourinha) NOTA DA REDACCAO: pedimos desculpa pelo erro involuntério publicado na noticia em causa, justificado pelo facto de nao termos sido informados sobre o colocado ne Supremo Tribunal Administrative e da respectiva decisio, assim como do que foi depois decidido pela Direccao Regional de Educacdo de Lis- boa sobre © caso em apreco. Agradecemos, por isso, a rect ficagdo para que seja reposta a verdade sobre o desfecho deste processo na Escola Secundaria da Lourinha. = P.R. recurso eleitoral