Você está na página 1de 1
GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUBSECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUBSECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CARREIRAS E REMUNERAÇÃO

DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CARREIRAS E REMUNERAÇÃO CARREIRA AUDITORIA TRIBUTÁRIA - 40 HORAS TABELA DE

CARREIRA AUDITORIA TRIBUTÁRIA - 40 HORAS TABELA DE ESCALONAMENTO VERTICAL

LEI N.º 5.217/2013 - REAJUSTA A TABELA DE VENCIMENTOS

VIGÊNCIA: 01/01/2014

CARGO

CLASSE

PADRÃO

VENCIMENTO

   

V

20.188,33

IV

19.657,58

ESPECIAL

III

19.140,78

II

18.637,56

I

18.147,58

 

V

17.217,82

AUDITOR - FISCAL DA RECEITA DO DISTRITO FEDERAL

IV

16.765,16

PRIMEIRA

III

16.324,40

 

II

15.895,23

I

15.477,34

 

V

14.684,38

IV

14.298,33

SEGUNDA

III

13.922,42

II

13.556,40

I

13.200,00

LEGENDA:

criada pela Lei n.º 33/1989, alterada/reestruturadas pelas Leis n.º 795/1994, 2.774/2000, 2.594/2000,

2.774/2000, 3.436/2004, 3.751/2006, 4.066/2007, 4.355/2009, 4.470/2010, 4.717/2011 e 5.217/2013. Os valores dos vencimentos básicos da carreira Auditoria Tributária do Distrito Federal ficam estabelecidos na forma do Anexo Único, observadas as respectivas datas de vigências (Lei nº 5.217/2013).

A estrutura remuneratória prevista nesta Lei não impede a percepção de outras vantagens, gratificações e adicionais previstos em leis específicas, (art. 10 da Lei n.º 4.717/2011). Aos ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal da Receita do Distrito Federal será devida indenização pelo uso de veículo próprio para desempenho de suas funções, de acordo com critérios e formas a serem definidos em ato do Secretário de Estado de Fazenda, (art. 10 da Lei n.º 4.717/2011).

Carreira