Você está na página 1de 38

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

COLETIVA E INDIVIDUAL

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL PROFº ANDERSON ALENCAR

PROFº ANDERSON ALENCAR

INTRODUÇÃO

Para prevenir os acidentes e as doenças decorrentes do trabalho, a ciência e as tecnologias colocam à nossa disposição uma série de medidas

e equipamentos de proteção coletiva e individual.

e as tecnologias colocam à nossa disposição uma série de medidas e equipamentos de proteção coletiva

INTRODUÇÃO

As medidas e os equipamentos de proteção coletiva visam, além proteger muitos trabalhadores ao

mesmo tempo, à otimização dos ambientes de trabalho, destacando-se por serem mais rentáveis e duráveis para a empresa.

tempo, à otimização dos ambientes de trabalho, destacando-se por serem mais rentáveis e duráveis para a

INTRODUÇÃO

EXEMPLOS:

Limpeza e organização dos locais de trabalho.

Sistema de exaustão colocado em um ambiente de trabalho onde há poluição.

Isolamento ou afastamento de máquina muito ruidosa.

Colocação

de

equipamentos.

aterramento

elétrico

nas

máquinas

e

ou afastamento de máquina muito ruidosa.  Colocação de equipamentos. aterramento elétrico nas máquinas e

INTRODUÇÃO

EXEMPLOS:

Proteção

escadas

nas

pastilha antiderrapante.

através

de

corrimão,

rodapé

e

Instalação de avisos, alarmes e sensores nas máquinas, nos equipamentos e elevadores.

Limpeza ou substituição de filtros e tubulações de ar- condicionado.

Instalação de pára-raios.

 Limpeza ou substituição de filtros e tubulações de ar- condicionado.  Instalação de pára-raios.

INTRODUÇÃO

EXEMPLOS:

Iluminação adequada.

Colocação de plataforma de proteção em todo o perímetro da face externa dos prédios nas obras de construção, demolição e reparos.

Isolamento de áreas internas ou externas com sinalização vertical e horizontal.

demolição e reparos.  Isolamento de áreas internas ou externas com sinalização vertical e horizontal.

DEFINIÇÕES DE EPC E EPI

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO COLETIVA - EPC:

É

toda

medida

ou

dispositivo,

sinal,

imagem,

som,

instrumento ou equipamento destinado à proteção de uma ou mais pessoas.

toda medida ou dispositivo, sinal, imagem, som, instrumento ou equipamento destinado à proteção de uma ou

DEFINIÇÕES DE EPC E EPI

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI:

É todo dispositivo de uso individual, destinado à proteção

de uma pessoa.

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI: É todo dispositivo de uso individual, destinado à proteção de

QUANDO USAR O EPI?

Quando não for possível eliminar o risco por outras medidas ou equipamentos de proteção coletiva.

Quando coletiva.

for

necessário

complementar

a

proteção

Em trabalhos eventuais ou emergenciais.

Em exposição de curto período.

necessário complementar a proteção  Em trabalhos eventuais ou emergenciais.  Em exposição de curto período.

COMO ESCOLHER O EPI?

A escolha do EPI deve ser feita por pessoal

especializado, conhecedor não só do equipamento,

como também das condições em que o trabalho é executado.

É preciso conhecer também o tipo de risco, a parte do corpo atingida, as características e qualidades técnicas do EPI, se possui Certificado de Aprovação - CA do Ministério do Trabalho e Emprego e, principalmente, o grau de proteção que o equipamento deverá proporcionar.

- CA do Ministério do Trabalho e Emprego e, principalmente, o grau de proteção que o

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os equipamentos de proteção individual são classificados de conformidade com a parte do

corpo que deve ser protegida.

Os equipamentos de proteção individual são classificados de conformidade com a parte do corpo que deve

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

CABEÇA

Protetores para o crânio e para o rosto. Para o crânio, usam se diversos tipos de capacetes ou chapéus, e para o rosto utilizam-se protetores faciais;

o rosto. Para o crânio, usam se diversos tipos de capacetes ou chapéus, e para o
o rosto. Para o crânio, usam se diversos tipos de capacetes ou chapéus, e para o

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os protetores faciais são destinados à proteção dos olhos e da face contra lesões ocasionadas por partículas, respingos, vapores de produtos químicos e radiações luminosas intensas.

contra lesões ocasionadas por partículas, respingos, vapores de produtos químicos e radiações luminosas intensas.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Já os capacete de segurança são destinados a proteção do crânio nos trabalhadores sujeitos à:

a) Agentes meteorológicos;

b) Impactos provenientes de quedas ou projeções de

objetos;

c) Queimaduras ou choques elétricos.

meteorológicos; b) Impactos provenientes de quedas ou projeções de objetos; c) Queimaduras ou choques elétricos.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

OLHOS E NARIZ

Protetores para os

óculos e mascaras;

olhos e nariz usam

se

os

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  OLHOS E NARIZ Protetores para os óculos e mascaras; olhos e

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os óculos de segurança são destinados a trabalhos em que haja o risco de ferimentos nos olhos, provenientes de:

a)

Impacto de partículas;

b)

Respingos de líquidos agressivos e metais em fusão;

c)

Irritação por poeiras ou pela ação de radiações perigosas.

de líquidos agressivos e metais em fusão; c) Irritação por poeiras ou pela ação de radiações

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

máscaras

destinam-se

trabalhos

a ambientes agressivos, como por exemplo:

as

em

a) Lugares com muita poeira;

b) Lugares com odor altíssimo e;

c) Ambientes onde haja presença de uma atmosfera

tóxica.

a) Lugares com muita poeira; b) Lugares com odor altíssimo e; c) Ambientes onde haja presença

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

OUVIDOS

Protetores

auditivos

tipo

concha

ou

plugs

de

inserção;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  OUVIDOS Protetores auditivos tipo concha ou plugs de inserção;
CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  OUVIDOS Protetores auditivos tipo concha ou plugs de inserção;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Protetores auriculares e abafadores destinam-se a trabalhos realizados em locais onde o nível de

ruído seja superior à 85 dB (A), para oito horas de

exposição contínua.

realizados em locais onde o nível de ruído seja superior à 85 dB (A), para oito

LIMITES DE TOLERÂNCIA PARA RUÍDO CONTÍNUO OU INTERMITENTE

LIMITES DE TOLERÂNCIA PARA RUÍDO CONTÍNUO OU INTERMITENTE

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

BRAÇOS, MÃOS E DEDOS

Luvas, mangotes e pomadas protetoras;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  BRAÇOS, MÃOS E DEDOS Luvas, mangotes e pomadas protetoras;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

TRONCO

Aventais e vestimentas especiais;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  TRONCO Aventais e vestimentas especiais;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os aventais, jaquetas, capas e outras vestimentas especiais de proteção são utilizadas para trabalhos nos quais haja perigo de lesões provocadas por:

Riscos de origem térmica;

Riscos de origem radioativa;

Riscos de origem mecânica;

Agentes químicos;

Agentes meteorológicos e;

Umidade.

origem radioativa;  Riscos de origem mecânica;  Agentes químicos;  Agentes meteorológicos e;  Umidade.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

PERNAS E PÉS

Perneiras, botas ou sapatos de segurança;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  PERNAS E PÉS Perneiras, botas ou sapatos de segurança;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os calçados de proteção destinam-se ao combate contra:

a) Riscos de origem mecânica;

b) Impermeáveis, para trabalhos em locais úmidos,

lamacentos ou encharcados;

c) Agentes químicos agressivos;

mecânica; b) Impermeáveis, para trabalhos em locais úmidos, lamacentos ou encharcados; c) Agentes químicos agressivos;

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Os calçados de proteção destinam-se ao combate contra:

d)

Riscos de origem térmica;

e)

Radiações perigosas;

f)

Agentes biológicos e;

g)

Riscos de origem elétrica.

origem térmica; e) Radiações perigosas; f) Agentes biológicos e; g) Riscos de origem elétrica.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

as

perneiras

combate contra:

de

proteção

a) Riscos de origem mecânica;

b) Riscos de origem térmica e;

c) Radiações perigosas.

destinam-se

ao

de proteção a) Riscos de origem mecânica; b) Riscos de origem térmica e; c) Radiações perigosas.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

QUEDAS COM DIFERENÇA DE NÍVEL

Cintos de segurança contra quedas ou impactos.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’ S  QUEDAS COM DIFERENÇA DE NÍVEL Cintos de segurança contra quedas ou

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

Para a proteção contra quedas com diferença de nível usam se:

a) Cintos de segurança para trabalhos realizados em altura superior a 2 (dois) metros, onde haja risco de queda;

b) Trava-quedas de segurança acoplado ao cinto de segurança ligado a um cabo de segurança independente, para

trabalhos realizados com movimentação vertical em

andaimes suspensos de qualquer tipo;

c) Cadeiras suspensas para trabalhos em alturas em que haja necessidade de deslocamento vertical, quando a natureza

do trabalho assim o indicar.

para trabalhos em alturas em que haja necessidade de deslocamento vertical, quando a natureza do trabalho

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

PROTEÇÃO PARA O CORPO INTEIRO

Aparelhos de isolamento (autônomos ou de adução de ar) para locais de trabalho onde haja exposição a agentes químicos absorvíveis pela

pele, pelas vias respiratória e digestiva, ou

prejudiciais à saúde.

exposição a agentes químicos absorvíveis pela pele, pelas vias respiratória e digestiva, ou prejudiciais à saúde.

CLASSIFICAÇÃO DOS EPI’S

PROTEÇÃO PARA A PELE

Cremes protetores para prevenir contra riscos de agentes químicos absorvíveis pela pele.

S  PROTEÇÃO PARA A PELE Cremes protetores para prevenir contra riscos de agentes químicos absorvíveis

OBRIGAÇÕES LEGAIS

CABE AO EMPREGADOR:

a) Adquirir o tipo adequado de EPI à atividade do empregado;

b) Fornecer gratuitamente ao empregado somente EPI aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego através do Certificado de Aprovação - CA;

c) Orientar o trabalhador sobre o seu uso;

Ministério do Trabalho e Emprego através do Certificado de Aprovação - CA; c) Orientar o trabalhador

OBRIGAÇÕES LEGAIS

CABE AO EMPREGADOR:

d) Tornar obrigatório o uso;

e) Substituí-lo, imediatamente, quando danificado ou extraviado; e

f)

Responsabilizar-se

manutenção periódica.

pela

sua

higienização

e

imediatamente, quando danificado ou extraviado; e f) Responsabilizar-se manutenção periódica. pela sua higienização e

OBRIGAÇÕES LEGAIS

CABE AO EMPREGADO:

a)

Usá-lo apenas para a finalidade a que se destina;

b)

Responsabilizar-se por sua guarda e conservação; e

c)

Comunicar ao empregador qualquer alteração que o

torne impróprio para uso.

por sua guarda e conservação; e c) Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio

FIM

FIM