Você está na página 1de 7

A Bela e o Monstro

Era uma vez um comerciante que morava com sua filha,


uma moa to bonita que seu nome era Bela.













Voltando de uma viagem, o mercador viu
um castelo com um lindo jardim cheio de
flores. Resolveu levar uma rosa para Bela.

Quando ele colheu a rosa daquele jardim, uma Fera apareceu e disse:

- Voc no devia mexer no meu jardim, por isso vai ser meu prisioneiro!







O comerciante respondeu:

- Perdo senhor, era um presente para minha filha!






Mas a Fera no queria saber, estava furiosa.

O mercador ento pediu para a Fera deixar ele se
despedir de sua filha.


Chegando em sua casa chorou, porque sua filha ficaria sozinha no mundo.
Bela ento disse:
- Papai, deixe me ir com voc, quero falar com a fera.
- No adianta, minha filha! Disse o comerciante.






Mas Bela tanto insistiu que o pai levou-a
com ele.


Chegando no castelo, Bela disse para a Fera:

- Deixe meu pai ir embora, ele est velho e doente,
eu fico no lugar dele.
A Fera concordou e o pai de Bela muito triste foi embora.
Mais tarde . . .


Os dias passavam no castelo.
E a Fera, mesmo muito feia, era boa e gentil com Bela.








Liam livros juntos, almoavam e jantavam juntos
conversavam e brincavam no jardim,
E numa das noites bailaram no castelo
at os objetos do castelo se animavam tambm!


De to amigos, a Fera deixou Bela ir visitar seu pai.



Quando Bela voltou, encontrou a Fera muito doente.
Bela assustada disse:



- Fera, no morra, estou aqui! Eu te amo!



E beijou o rosto da Fera.


No mesmo instante, comeou na
Fera uma transformao.
A Fera deixou de existir e em seu
lugar surgiu um lindo prncipe.
O prncipe contou para Bela que uma
bruxa o enfeitiou e ele s voltaria ao
normal com um beijo de amor.






Quebrado o encanto,
o prncipe e a Bela se casaram
e foram felizes para sempre.