Você está na página 1de 2

NODO LUNAR NORTE EM AQUÁRIO

- De 14 de dezembro de 1914 a 2 de Julho de 1916


- De 26 de Julho de 1933 a 12 de Fevereiro de 1935
- De 8 de Março de 1952 a 2 de Outubro de 1953
- De 16 de Outubro de 1970 a 5 de Maio de 1972
- De 29 de Maio de 1989 a 15 de dezembro de 1990

Do alto da sua torre de orgulho, o velho conde avista a turba. Alguma coisa nele
se agita e se morde enquanto os simples mortais se dirigem a ele ignorando a
sua superioridade e nobreza...Pensa em virar as costas e voltar para a
corte...Mas alguma outra coisa nele sabe que aqueles são os seus verdadeiros
irmãos, e que sem eles, a sua vida não significa nada...

Lutando contra um ego gigantesco e esfomeado, que ameaça constantemente


engoli-lo, esse nosso irmão chega ao mundo imbuído de difícil missão: descer de
seu pedestal e usar todo o seu poder e sagacidade que no passado estiveram a
serviço de seu enriquecimento pessoal, para servir a uma causa coletiva e
humanitária. O rei veio servir o seu povo.

Ainda acostumado às cortes, nosso amigo pode perder algum tempo nessa vida
freqüentando rodas “bem freqüentadas”, e escolhendo seus “amigos” pela marca
do carro e localização da mansão. Discriminação racial,social, filosófica, religiosa,
intelectual , etcetera e tal, e outras coisinhas do gênero ainda podem ser
encontradas nos tipos menos evoluídos...

Poder e comando não são novidades para ele. Sabia manipular as pessoas com
uma habilidade digna de um sinhozinho Maltz (OPA!!! Malta!!) e o resultado foi
que à sua volta, ao invés de amigos e pessoas queridas, se cercou de um bando
de bajuladores, esnobes e lobistas, que ele “generosamente” protegia. Talvez, um
ou outro artista ou astrólogo quântico da moda também fizesse parte de seu
séqüito...Não que ele se interessasse por esse tipo de coisa, na verdade ele
achava tudo isso uma “viadagem”, mas era pras pessoas saberem que ele tinha,
além de dinheiro, “verniz”...

Porém, de tanto se preocupar com a fachada, seu palácio foi sendo comido por
dentro pelos cupins, e um belo dia, quando voltou de uma temporada em Miami
(as pessoas que se prezavam da época, tinham o seu palaciozinho em Miami) só
encontrou um montão de serragem, e uma foto sua, abraçado com a Adriana
Galisteu....

Mas isso foi há muito tempo...Outras Eras...Hoje ele está em outra


“encadernação”, essas coisas são ecos do passado...Voltou como diretor de uma
ONG que faz um trabalho bem legal nas cidades satélites...Um montão de gente
bem intencionada, com idéias geniais... E sem nenhuma habilidade prática para
lidar com dinheiro, pagamentos, investimentos, etc...E lá no meio, o nosso
“conde”, fazendo das tripas coração, pra conduzir a galera por esses territórios
tão seus conhecidos.

Naturalmente, o casamento também não costuma ser uma experiência fácil para
os nossos irmãos do Nodo em Leão (e é pra alguém?). O casamento é uma
instituição democrática demais.... A gente tem que OUVIR o outro, isso já é
demais!!...E essas mulheres de hoje que pensam que só porque o marido tem
umas namoradinhas por aí, elas também podem ter...AHH que saudades dos
bons tempos da fogueira...As bruxas viravam carvão...E lá se vai o conde,
sozinho e cheio de razão: “ A culpa foi toda dela”...

Mas o tempo, o velho mestre, sabe o que faz. O tempo não olha pra fachada, só
vê o Coração. Sabe todos, quem somos e a que viemos. E dá a cada um o que é
seu. Com a mão firme e o Coração imenso de Pai supremo.

Pela Luz ou pela Dor, nosso ex-sangue azul irá deixando o pedestal para trás, e
cada vez mais, se verá como parte de uma grande unidade, que é a humanidade.
Por mais excêntricas que possam parecer aos outros (e ele agora não tá “nem aí”
pros outros) suas novas idéias, ele caminhará firme na direção daquela grande
contribuição que pode dar aos seus irmãos menores, aprendendo que...” Lutar
pela felicidade do próximo, é a condição essencial para nos tornarmos felizes”...