Você está na página 1de 1

“A Ganância e a Competição não resultam de um temperamento

humano imutável...a ganância e o medo da escassez são de facto,


continuamente criados e amplificados como consequência directa
Mecanismo 2 do tipo de dinheiro que utilizamos... Podemos produzir mais do que
A Abundância da Escassez o suficiente para alimentar toda a gente...mas é evidente que não
existe dinheiro suficiente para pagar isso tudo. A escassez está nas
nossas moedas nacionais. Na realidade, o papel do banco central é
criar e manter a escassez monetária. A consequência directa é que
temos de lutar uns com os outros para sobreviver.”4

Todas as ramificações desta abundância de escassez são prejudiciais.


Em Economia Monetária, a noção de “Procura e Oferta” é uma ideia Se pode ser obtido lucro como consequência da escassez gerada
bem conhecida, definindo simplesmente que “quanto mais houver pela poluição ambiental, imediatamente é criado um reforço doen-
de algo, menor será o seu valor”. Por exemplo, a água potável tem tio de indiferença à preocupação ambiental. Se as empresas sabem
sido um recurso bastante abundante ao longo da história, que nor- que podem ganhar mais dinheiro mantendo escassos os seus recur-
malmente não requeria um pagamento para seu consumo numa sos ou produtos, como pode um mundo de abundância vir algum dia
perspectiva comercial. Contudo, com a poluição dos lençóis de água a existir? Não pode, pois as empresas estarão motivadas para, criar
e dos sistemas aquíferos urbanos, a água potável filtrada é agora a escassez, se for preciso. Por sua vez, a escassez criada pelos ban-
comercializada, muitas vezes por um preço por litro maior que o do cos centrais no próprio fornecimento de moeda, aumenta a motiva-
petróleo. Em outras palavras, é lucrativo que os recursos sejam es- ção para competirmos uns com os outros, gerando um tribalismo de
cassos. Se uma empresa puder convencer o público de que o produto “cada um por si”, anti-ético e primitivo, produzindo stress humano,
dela é “raro”, poderá cobrar mais por esse produto. Isto fornece uma conflito e mal-estar.
forte motivação a manter a escassez dos seus produtos. A outro nível,
deverá sublinhar-se o facto de que também os bancos centrais de
praticamente todos os países criam escassez dentro do próprio for-
necimento de dinheiro com o fim de manter o mercado sob pressão.
Bernard Lietaer, co-autor do sistema monetário da UE sublinha que:

4. Liataer, Bernard “Beyond Greed and Scarcity”, Yes Magazine, 1997

26 27