P. 1
Ebós Oriundos Do Candomblé(1)

Ebós Oriundos Do Candomblé(1)

|Views: 14.591|Likes:
Publicado porCrochetsurgeon

More info:

Published by: Crochetsurgeon on Oct 10, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/11/2014

pdf

text

original

Ebós

Esta parte do nosso Site é dedicada as pessoas que praticam o nosso culto com seriedade, amor e carinho, pois acredito que as consequências dessas virtudes sejam revertidas em Asé para os que a estas pessoas procuram e depositam confiança. Logo, se alguém ainda não tenha atingido a Maturidade Espiritual , não se aventure a executar os ebós aqui prescritos. Será de bom alvitre aos que passarem por estes ebós se a pessoa disposta a executá-los tenha segurança e tenha mãos de Ire (sorte), caso contrário ... Outro ponto importante é respeitar os EWÓS de cada divindade, as vezes o que é bom para uma pessoa não será para outra, não funciona como receita, temos que analisar os caminhos atráves do Jogo, e identificarmos junto a Orisá se aquele seria o ebó adequado ao caso desse ou daquele filho. Mas vejam bem, como saber não ocupa espaço, nada os impedem de anotar os ebós que constam nesta página.

EBÓ PARA OBTER BOAS OPORTUNIDADES E SER NOTADO NO TRABALHO OU NOS NEGÓCIOS 12 folhas de Iroko 01 Amalá completo (12 bolas de inhame, 12 akasás, 12 abarás, 12 bicos de papagaio,12 moedas, 12 orobos, 12 acarajés, 12 cocadas brancas, 12 quiabos inteiros, 12 pedaços de peito bovino, 12 pedaços de rabada, 12 folhas da fortuna.

01 quartinha com agua 03 velas de 12 horas 01 gamela redonda 01 tijela com ajebó (cortado em rodelas e cozido rapidamente com agua e banha de ori) Acender 12 pedras de carvão bem grandes, rodar todos os comodos com o carvão aceso, coloca-lo então no lugar onde será arriado o amalá, e por em cima das brasas muito incenso importado, daqueles usados pelos padres em missa. Trazer então o amalá, cantando louvando e pedidndo tudo o que se precisa, peça a Xango para elevar a sua vida, tirar empecilhos e inimigos ocultos e declarados. os orobos serão todos alafiados enquanto se pede as coisas a Xango, esse amalá é entregue a Oba Aganjú. As folhas de iroko serão postas embaixo da gamela, fazendo um circulo com as pontas para fora. Os outros ingredientes todos serão postos em cima do amalá. As moedas não serão despachadas, e sim guardadas no Xango da pessoa, ou em um pote onde se tenha favas de olho de boi e imã com uma figa. As velas serão acesas a casa 12 horas, completando assim 36 horas o amalá arriado dentro de casa, após esse tempo a pessoa retira as folhas de Iroko quina e toma banho da cabeça aos pés, e leva o amalá para uma pedreira. EBÓ PARA EXÚ ALAKETU TRAZER PARCEIRO DE VOLTA 1 cabaça, 1 miolo de boi, 1 ekodidé, 1 moeda, 1 pimenta dedo de moça, meio litro de dendê. Abrir a cabaça, por o nome da pessoa que se quer dentro, por o miolo por cima, enfincar o ekodidé no miolo, por a moeda por cima do miolo junto com a pimenta dedo de moça e despejar todo o dendê por cima, subir em uma arvore bem alta e por a cabaça na copa desta árvore, faça os pedidos ainda lá no alto, dizendo a alaketu que “assim como ele vigia sua cidade do alto, assim ele vigie a sua pessoa amada também, e a traga de volta para você.” EBÓ PARA AMARRAR UM HOMEM A QUEM SE QUER.

07 bananas d’água, palha da costa, cominho, azougue. Abrir cada banana ao comprido com casca e tudo, por o nome da pessoa que se quer junto ao seu dentro desta banana a comprido, fechar as bananas e amarra-las com a palha da costa. Por em um prato de barro, cobrir com o azougue, salpicar cominho por cima, entregar numa barreira que tenha barro bem vermelho a oxeturá, com uma vela cinza acesa.

EBÓ DE OYÁ FUNAN PARA REACENDER AMOR QUE SE ESFRIOU

9 carvões em brasa grandes, 9 acarajés, 9 abarás, 9 moedas de cobre, 9 orobos, 1 amalá bem quente. por cima deste amalá por 18 vezes o nome do casal bem juntos, por cima dos nomes os acarajés e os abarás, enfinque as moedas nos acarajés e os orobos nos abarás, entregue aos pés de xangô pedindo a oyá que em nome da pessoa que ela mais amou (xango) que aquela pessoa que está fria no amor reacenda como no inicio o amor. EBÓ PARA TRAZER BONS VENTOS DENTRO DE SEU ILÊ 1 quartinha de barro; 1 leque de palha; 3 cabaças pequenas cortadas ao meio (igual a um copo); água de poço ou de mina; azeite de dendê; terra de bambuzal. Num canto da porta de entrada da sua casa (do lado de dentro), coloque a quartinha sem nada dentro. Ao lado, ponha as três cabaças cortadas. A primeira, preenchida com a água de poço; a outra, com azeite de dendê; e a última, com terra. Com o leque, bata três vezes na boca da quartinha (que deve estar destampada), pronunciando seu nome três vezes. Neste momento, você deve abanar todo o ambiente com o leque, pedindo para que oyá traga bons ventos para seu lar; que a casa seja sempre positiva; que as pessoas mal intencionadas e espíritos desencarnados sejam afastados; e que todos os que ali habitam tenham prosperidade, fertilidade, harmonia, etc. Depois disso, coloque a terra, a água e o dendê dentro da quartinha, tampando-a.

Deixe essa quartinha, com as três cabaças, no mesmo local, para proteger sua casa.

Ebó de Osalá para tirar Ajé 10 fitas Brancas com 1m 4 m de Morim branco 1 preá branca 1 obi funfun 1 vela branca Ervas: poejo, cana do brejo, funcho, macaça, folha de goiaba Modo de Fazer: Dentro do mato, enrolar a pessoa toda no morim branco, jogar as fitas bancas por cima de seus ombros, sendo 5 de um lado e 5 de outro. Esfregar o obi na pessoa e abri-lo, sacrifique-o tirando o bruto, jogue-o na terra dizendo para ONILE que segure ali todo o ajé, todo o mal , toda a feitiçaria que se encontrava naquela pessoa. Esfregue a preá das cabeças aos pés, solte-a pedindo a Baba de Osalá que dê vida longa e caminhos abertos para essa pessoa. Passe a vela apagada e jogue longe dentro do mato dizendo “ Estou apagando a força do inimigo, apagando a feitiçaria e apagando Iku.”. Retire as fitas e balance-as ao vento e ponha esticada numa árvore, desenrole a pessoa do morim e balance o morim ao vento, deixe-o esticando em uma árvore e dê as costas. Retornando para o Ilê. Chegando na roça tomar banho cozido com as ervas acima citadas misturadas com efum africano. Tomar um chá de funcho adocicado. Comida a Sorte Uma galinha branca Um peixe vermelho ou sioba Camarão grando fresco Vinho Branco Vinho tinto Vinho moscatel

3 colobos de louça com mel / dendê / água 3 colobôs de louça com efum / osun / wají 7 pratos de louça 7 talhas de flores diferentes

Sacrifica-se a galinha para o Ogum do portão, corta-se em 6 partes tempera-se com cebola camarão e azeite doce e distribui cada parte em um prato, o peixe também é preparado com os mesmos temperos, assado na folha de bananeira ocupará o 7°prato. Chegando na praia, estende-se uma toalha branca e arruma-se a mesa como se fosse um banquete e oferece-se a sorte do Yawo. Chama-se Ajè Xaluga, neste momento de um banho no Yawo com a seguinte mistura: Sementes de girassol, arroz com casca, açúcar cristal e fava de imburana tudo em grande quantidade. Obs: Nos colobôs de dendê, mel e água servir um pouco de vinho branco, vinho tinto e vinho moscatel. Presente as Águas Uma talha Grande Colobôs com comidas de todos os orixás Brinquedos de crianças Espelhos Pentes Sabonetes Vinho branco Perfumes Doces Fitas de várias cores Flores 2 galinhas brancas que são sacrificadas na água na hora da entrega do presente.

Estando a talha pronta, coloca-se a mesma na cabeça da yawo, que deverá ficar de joelhos para recebe-la, e assim, a Yawo toda trajada de branco sai com a talha da cabeça. Antes de sair canta-se 3 cantigas para o orixá do yawo ao chegar na beira da praia, canta-se cantigas de Yemanja, Oxum e Nana. Por se tratarem de orixás Odo. Depois então faz-se a entrega do presente. Em seguida a entrega do presente, dá-se de comer a Sorte, tanto o presente as Águas como a comida a Sorte deve ser realizada num sábado ou quarta-feira de lua crescente ou lua Cheia.

EBÓ TÓYA KÓSÌ REMOVER DOENÇAS, PRAGAS, FEITIÇARIAS, BAKU E EGUN Material: 1 Vara de bambu que deverá ser partida, ao comprido, em 4, pega-se 1 parte destes 4 e confecciona-se na ponta deste uma espécie de ponta de flecha, lembre-se embora partida em 4 esta vara continuará com seu comprimento que normalmente chega a 2metros, as vezes até 3. Pinta-se 1 alguidar número 05 e 1 quartinha com tampa sem alça de Efun, Ossun e Wají. 1 Galinha D‘Angola 1 Ekuru 1 Acaçá 1 Acarajé 1 Aberém 1 Bola de Canjica 1 Bola de Feijão Preto 1 Bola de Arroz 1 Ovo 1 Bola de Farinha Tudo isso em Tamanho exagerado, E 1 Bacia de Pipocas.

1 Estoura Balão (Fogos) Modo de Fazer: Levar o Filho de Santo no mato, no pé de uma Árvore Frondosa. Entregar na mão direita dele a Galinha D’Angola que será segura pelas Patas. Na mão Esquerda a Vara de Bambu, o Alguidar pintado nos Pés da Árvore e Junto a Quartinha sem nada dentro apenas tampada, e pede-se ao Filho de Santo para mentalizar tudo que deseja que saia da Vida dele e do Corpo. E vai se passando todas as comidas começando pelas comidas escuras e terminando com as Pipocas. Ao terminar de passar todas as comidas, o Filho de Santo encosta a Lança de Bambu rente ao Tronco da Árvore, na mão esquerda então, ficará a quartinha. Tira-se a Tampa, pede-se ao Iyawo fale com a boca dentro da quartinha pedindo para sair tudo de ruim da vida dele,tampa-se a Quartinha e manda-se o Iyawo atira-la ao chão para que se quebre. O próprio Iyawo faz um Sarayê com a Galinha em seu Corpo e a Joga bem longe com toda a Força. Neste mometo, dá-se na mão do Filho de Santo o Estoura Balão que será apontado para bem longe botando para correr então todas as mazelas que estavam na vida daquela pessoa. Durante todo o processo deste ebó, canta-se para Omolu.

EBÓ ESÚ PARA TRAZER DE VOLTA PESSOA SEQUESTRADA OU PRESA Material: 1 gaiola sem uso; 3 passarinhos; 3 kilos de Canjica cozida 3 cabacinhas cortadas; mel; azeite de dendê; pinga; 1 peça de roupa da pessoa. Modo de fazer: Trate dos passarinhos em sua casa, por pelo menos 3 dias.

Faça essa oferenda na mata, num local onde tenha terra. Antes de entrar na mata, você deve oferecer a Exú as três cabaças (uma com mel, a outra com dendê e a última com pinga). Fale em voz alta, dizendo o que veio fazer, e peça agô, a Exú, para entrar na mata. Feito isso, limpe o local onde você vai fazer a oferenda. Faça um círculo no chão para colocar a gaiola com os passarinhos. Coloque em cima da gaiola a peça de roupa da pessoa. Solte o primeiro passarinho, pedindo para Exú encontrar fulano de tal (pronunciar o nome completo). Solte o segundo pássaro, pedindo que a pessoa seja libertada. Quando soltar o último pássaro, peça que a pessoa venha a salvo até sua casa (fale em voz alta o endereço). Quebre a gaiola totalmente e cubra com bastante ebô , deixando-a no local. Assim que a pessoa retornar, ela deve usar a peça de roupa que você utilizou na oferenda. Obs.: Em agradecimento pelo regresso do ente querido, deve ser copado um Cabrito calçado para Exú. EBÓ PARA TER ÊXITO E MOVIMENTO EM CASA COMERCIAL E ILE ASÉ MATERIAL 21 obi 21 orogbo 01 litro de gim 01 garraga de azeite de dendê Ewe Ireke (folha de cana de açúcar) Ewe Epa (folha de amendoim) Ero Osun (solanaceae) Epo Odu (erva moura) Ogede Omini (bananeira) Iyo (sal) MODO DE FAZER: Soque num pilão todas as folhas misturando-as aos outros materiais. Em seguida, abra uma fenda no meio da casa comercial e enterre esta massa, enrolada em um pano branco. Cubra a fenda. Esta oferenda deve ser direcionada a Esu, guardião dos templos, casas cidades e pessoas, e intermediário entre os homems e os deuses. EBÓ PARA ATRAIR FORÇAS DAS DIVINDADES AFRICANAS PARA ILÈ ASÉ MATERIAL

Uma vasilha branca 9 moedas (se for homem) 7 moedas (se for mulher) 20 gotas de azeite de dendê Sal grosso Gim MODO DE FAZER: Na vasilha coloque água e as moedas. Acrescente sal grosso, gim e o azeite de dendê. Deixe e vasilha no pé de Esu se o tiver assentado, caso contrário, coloque na sala e deixe de uma dia para o outro. Faça o pedido à Iyá mí entregando esta oferenda em troca de prosperidade para você e seus filhos de santo. Faça seu pedido saudando a Elá: Elá Boru! Elá Boye!! Elá Bosise!!! ÈBÓ PARA ARRUMAR EMPREGO MATERIAL 2 Inhame Da costa Dendê 1 Obi roxo 2 Pratos Danda da costa em pó 14 Folhas de fortuna 2 Favas de Èsú 1 Alguidar 7 Ovos Bastante moedas MODO DE FAZER:

Os dois inhames da costa devem ser bem cozidos, e sua água é para tomar um banho ao fim desta obrigação. Então pegue os dois pratos e coloque um do lado do outro, amasse cada inhame em cada prato, com suas próprias mãos e junte ao inhame, um pouco de dendê, os 2 obi roxo ralados, danda da costa em pó, folhas da fortuna 7 em cada prato triture bem, as 2 favas de Èsú raladas uma em cada prato, então após o banho, ou seja no outro dia de manhã em jejum, passe esta massa em todos os dois pés, entre os dedos enfim passe bem, coloque uma meia, e fique com este ebo nos pés no mínimo por 4 horas, fazendo seus pedidos a Èsú caminhos de emprego rapidamente, passado este período, retire tudo e coloque dentro do alguidar, cubra com bastante dendê e quebre dentro 7 ovos, leve e coloque em uma estrada de grande movimento e que você não veja seu final, jogue por cima de tudo bastante moedas, novamente peça a Èsú dinheiro, e caminhos de emprego. ÈBÓ P/TIRAR QUEIMAÇÃO MATERIAL Panela de barro 9 Ovos 9 Cebolas Dendê Peneira pequena Mel Morim branco MODO DE FAZER: Pegue uma panela de barro coloque em sua frente, passe em todo o corpo 9 ovos, e as 9 cebolas, coloque dentro desta panela e cubra com dendê, em seguida coloque a peneira na boca desta panela e derrame o mel, e peça as forças da Terra que tire tudo de ruim de sua vida, ebo, feitiços, olho grande e queimação, e que seus inimigos não possam lhe enxergar. Este ebo será feito em local de mato queimado e/ou seco, e que tenha formigueiro perto, então cubra com o morim branco, e ao chegar em casa tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco. Após o Ebó prescrito acima aconselha-se a fazer o seguinte banho abaixo --->>

BANHO FORTALECER ORI MODO DE FAZER: Pegue água de coco verde, quine dentro de uma vasilha com folhas de algodoeiro, elevante, e tome este banho varias vezes sempre ao amanhecer, antes tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco, após feito isto tome banho com as ervas, logo a seguir coloque um akasa em sua cabeça e amarre com um morim branco e fique pôr duas horas, depois leve em um jardim e coloque em baixo de uma arvore.

ebós/parte2

caracoles.gif RELAÇÃO DOS EBÓS A forma de despachar os ebós, anunciando os nomes dos mensageiros dos recados, falase: OÉ-TURA-WAGBATÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OGUN - DAGBE -DE WÀ GBA TÈTÈ - CHEGUE PARA RECEBER WORUN -OFUN -WÀ GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OWORUN SERE - O GBA - TÈTÈ - RECEBA DEPRESSA OTURÁ – AYKÓ WA GBA TÉTÉ - VENHA RECEBER DEPRESSA OTURUPON - OKARAN - WA GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OKARAN - OIERU - WA GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA " OMO ODUS DE EJIONILÊ " "OSOGUIA 1. OLAFIN 2. ODOLUÁ 3. KUDIRÉ 4. SAGRIN 5. EBUIM 6. AKANJI 7. YALANTE

8. EKIO 9. SILIN 10. KOKONISSE 11. IRO 12. SAKONAN 13. SOÍA DA 14. MOROSSE 15. GEA 16. DEJANISSÉ Observações Importantes: OSOGUIA foi o único Orixá que driblou a morte por isso ele é sempre chamado em caso de muita aflição. Os odús vieram primeiro que os Orixás, o n.° 06 se ele não quer presente faz a pessoa perder tudo. Todos comem com ele e ele come com todos, ao afastar ou tirar qualquer outro odú. também deve imediatamente lhe agradar para que o que esteja respondendo de forma negativa faça parir o bom. Para agradar Obara nunca se deve fazê-lo para uma só pessoa, sempre coletivo, o Tesmo para assentar, nunca para uma só pessoa. EBÓ OYA ONIRA 1 Abóbora moranga 4 búzios aberto 4 nós moscada 4 moedas 4 acarajés 4 metros de fita vermelha 4 metros de fita branca 1 saco de morim Fazer um buraco na ab ó bora, depois de passar no corpo da pessoa coloca-se dentro com as fitas, por num saco de morim. Entregar a Oya Onira, no alto do morro 18 horas ou 24 horas, acender velas e fazer os pedidos. EBÓ ENCANTAMENTO (AMARRAÇÃO) 1 mamão Fita rosa e branca Cravo Vela de 3 dias Partir o mamão no meio colocar os nomes regado a mel, em cima de um prato branco, amarrar com as fitas e enfeitar com os cravos após por num campo ou rio. EBÓ ENCANTAMENTO ( AMARRAÇÃO) 2 ilés (pombo) casal 1 punha 1 prato branco 2 metros de morim Mel Os nomes da pessoa por os nomes no prato, atravessar o punhal no pescoço do casal de pombo, ao mesmo tempo deixando o ej é (sangue) cair em cima dos nomes misturado ao mel, enrolar tudo

no morim e pendurar numa árvore bem frondosa. EBÓ ENCANTAMENTO ( AMARRAÇÃO) 1 Obi Mel 1 vaso de planta sem espinho Fita branca e amarela 3 vezes o nome um por cima do outro Açúcar Abrir o obi em duas partes, por os nomes, mel, açúcar, amarrar com as fitas por dentro do vaso e plantar, todo dia em jejum regar a planta e ir chamando o nome de fulano(a), quando conseguir a pessoa levar num rio ou na praia, entregar a Ogum.

PARA OGUM TRAZER UMA PESSOA DE VOLTA 1 oberó Farofa de mel Canjica por cima do padê 1 acará aberto no meio (em cada banda colocar 3 vezes o nome da pessoa) 1 miolo de boi (colocar por cima do acará) regar com azeite doce e a çúcar 3 velas 1 garrafa de vinho doce Oferecer a Ogun para que traga Fulano(a) de volta EBO UNIÃO 1 panela de barro 2 quilos de canjica Dendê Me! Azeite doce 1/2 It de leite de coco Camarão seco 9 velas Moedas correntes Pedidos a Yemonj á , Ogum, união , amor, saúde e paz. EB Ó AMARRAÇÃO 1 obi Mel 1 vaso de planta sem espinho Fita branca e amarela 3 vezes o nome um por cima do outro Açúcar Abrir o obi em duas partes, por os nomes, mel, a çú car, amarrar com as fitas por dentro do vaso e plantar, todo dia em jejum regar a planta e ir chamando o norne de fulano(a), quando conseguir a pessoa levar num rio ou na praia, entregar a Ogum.

EBÓ DE SEPARAÇÃO (2) 2 alguidás Pólvora 1 casal de bruxo 21 vezes o nome escrito (dos dois) Jogar a pólvora no alguidar com o casal no meio, tampar com outro alguidar, põe fogo e deixa queimar, põe e no bale (cemit é rio) ou encruzilhada. EBÓ DE SEPARAÇÃO (3) O nome da pessoa no coité, soca junto com pimenta malagueta, põe cachaça, após jogase café fervendo por trás de uma porta onde tenha bastante sujeira, só despache após ver o resultado. EBÓ DE SEPARAÇÃO (4) 1 garrafa de cachaça, 7 vezes o nome dentro , tampa-se, leva em uma encruzilhada ou num mato que não tenha bananeira. Ofereça a Exu Mularnbo e diz: " COMO ESSA GARRAFA ROLAR, QUE ROLE COM FULANO(A) DA VIDA DE .........(NOME), ROLAR DE MANEIRA QUEBRE A GARRAFA, E VIRE-SE DE COSTA E VAI EMBORA." EBÓ PARA TOMAR NOJO OU RAIVA DA PESSOA E SE AFASTAR 1 miolo de boi inteiro 1 ovo 1 boneco de pano ( com alguma coisa pessoal da pessoa ) 1 vela Procurar uma á rvore seca, fazer um buraco no p é da á rvore, por o boneco por cima do miolo ( o boneco sentado) e colocar o ovo e enterrar, acender uma vela e dizer assim: " COMO ESTA Á RVORE N Ã O GERMINA, ESTE MIOLO VAI APODRECER E ESTE OVO VAI GORAR ASSIM QUE O FULANO(A) SENTE POR MIM VAI SECAR."

ABERTURA DE CAMINHO ( CHAMAR CLIENTE ) 7 velas 7 folhas de mamona Padê de dendê e de mel akaçá Feijão fradinho torrado Milho Torrado Deburu Dar um frango ao exú da casa, só o ejé, por um pouco de padê de dendê, feijão fradinho, milho vermelho, deburú, akaçá em cada folha e por uma parte do frango em cada folha; cabeça, 1 pé, outra um rabo, a asa, outra 1 pedaço do pescoço, a cabeça na rua da casa virada para a rua principal e o resto ir distribuindo em cada encruzilhada, na volta vir jogando padê de mel na ma até a porta de cassa chamando cliente, dinheiro e etc.. Por no Ogum 1 prato de feijão fradinho 1 prato de milho vermelho EBO CLIENTE 7 folhas de mamona com; padê de mel, dendê, 7 akaçás vermelho 7 akaçás branco 7 moedas 1 obi roxo partido em 7, colocar em 7 encruzilhadas pedindo abertura de caminho. EBÓ OKARÃ ESU

7 padès diferente 3 akaçás 7 acarajés 7 punhados de deburú 7 velas Vá metro branco, preto e vermelho 1 frango EBÓ DE ESÚ NA RUA cartucho de pólvora garrafa de cachaça ou champanhe CHARUTOS, CIGARROS Ebó Para Fins Amorosos Tendo um coração de boi, parta-o em quatro pedaços. Regue-o generosamente com mel de abelha, tendo o nome da pessoa visada dentro. Coloque o coração assim preparado dentro de um alguidar e ofereça a Ogum, em um Terça-feira. Ebó Para Atrair Clientes Fumo de rolo e açúcar. Defume o local dentro para fora e de fora para dentro. Repita este processo e não tarda seus efeitos surpreendentes. Ebó Para Solucionar Problemas Torre feijão fradinho no azeite de dendê. Coloque-o na folha de mamona. Ebó Para Se Livrar De Pessoa Indesejável Cave um buraco, coloque o nome da pessoa ali dentro, e jogue sete punhados de terra por cima. Ebó Para Problemas Renais e Hérnia Coloque em uma quartinha, perfume, mel de abelha, e ao lado acenda uma vela branca. Toda Quinta-feira renove. Amalá de Oxalá Cabras, galinhas e pombos brancos. Canjica e acaçá de arroz com mel. Há também o "boi de Oxalá", espécie de caracol comestível. Suas bebidas: água, leite, mel e sumos de ervas. Amalá de Ogum Galos vermelhos, inhame assado acompanhado de feijão fradinho ou acarajé, ou ainda feijoada acompanhada de cerveja branca. Amalá de Oxóssi Porcos, galos e outros animais, de caça preferencialmente. Espigas de milho cozidas com mel, feijão preto, inhame, feijão fradinho torrado e milho cozido com coco raspado. Bebida: mel, aluá, garapa, vinho doce, licores de frutas, além de outras bebidas fermentadas. Amalá de Xangô Galos vermelhos e carneiros. Caruru de quiabo, acarajé comprido e feijão preto acompanhado de farofa e arroz. Aluá e cerveja preta.

Amalá de Omulu Bode, galo e porco. Aberém, o doburu e latipá. Bebida: sumo extraído de suas próprias ervas, vinho tinto, azeite de dendê e mel Amalá de Ibêji Frango(a) de leite. Caruru de quiabos, doces diversos, pirulitos, bolos, tortas doces, tudo isso enfeitado com fitas de cetim de cores bem vivas e diversificadas. Bebidas: refrigerantes, sucos, aluá, garapa e similares. Juntamente a tudo isso é bom que se coloque adequadamente, artigos de festas infantis, como: apito, chapéu de aniversário, brinquedinhos e outros. Amalá de Yemanjá Patas, galinhas e cabras brancas. Milho branco com mel, angu, manjares brancos, arroz e comidas brancas de um modo geral. Bebida: Sumo extraído de suas próprias ervas, champanha clara e a também a água mineral puríssima.

Ebó para o Amor Material: 07 Maçãs vermelhas 07 Botões de Rosas vermelhas 07 Velas Vermelha e Branca 04 galhos de pitangueira Mel 07 Papéis com os nomes escritos Coloque os nomes em cada maçã. Forme um círculo de maçãs numa bandeja. Ponha as velas e os galhos de pitangueira por fora do círculo de maçãs. Despeje mel por cima Despache no mato acendendo as velas e fazendo seus pedidos e oferecendo á Yansã. Ebó de Oxum para Prosperidade Numa tigela de vidro coloque os ingredientes, obedecendo a ordem a seguir: 08 Moedas; 01 Punhado de Farinha de Milho; Mel; Água até a proximidade da borda da tigela; Perfume; Pétalas de Flores Amarelas. Deixe em sua casa ou no local de trabalho durante 07 dias. Despache num verde, reaproveite as moedas e a tigela de vidro. Peça á Oxum properidade e fartura. Para Afastar Pessoas Indesejáveis Torre numa panela velha os seguintes ingredientes: 07 Grãos de Milho; 07 Grãos de Feijão;

07 Grãos de Amendoim: 03 Pimentas; Os nomes das pessoas indesejáveis escritos num papel. Chame pelas pessoas enquanto mexe na panela. Depois de torrado, triture até se transformar em pó. Assopre numa encruzilhada mandando as pessoas para longe de sua vida. Para Conseguir seus Objetivos Pegue uma tigela de vidro e coloque no fundo um papel com seus objetivos escritos. Coloque mel por cima. Encha a tigela com água e 08 flores brancas. Guarde por 08 dias. Despache no verde. Faça todos os seus pedido á Oxalá. Para Estreitar Laços de Amizade e Melhorar o Relacionamento Familiar Material Camjica Amarela cozida; 04 Quindins; 08 Balas de Mel; Os nomes escreitos num papel. Arrume tudo numa bandeja e despache na praia fazendo seus pedidos á Oxum. Banho para Yemanjá Ajudar a Conquistar as Coisas que Deseja Material Água morna FOlhas de Pata de Vaca; Folhas de Tapete de Oxalá (boldo); Mel Flores Brancas Lave as folhas uma a uma, coloque-as numa bacia com água e de frente para a bacia macere as folhas esfregando uma na outra, pensando positivamente em seu objetivos. Acrescente 08 gotas de perfume. Tome o bnaho do pescoço para baixo. Neutralizar Pessoas Fofoqueiras Escreva o nome da fofoqueira num papel, enrole-o e coloque dentro de uma pimenta dedo-de-moça. Numa quarta-feira, deixe a pimenta fora de casa (no sereno, mas onde ninguém veja). Na sexta-feira, torre a pimenta, e transforme-a em pó. Jogue um pouco de pó nas costas da fofoqueira. Separar a Rival de Seu Amado 01 Maçã vermelha; 01 Lâmina de barbear; 01 Pedaço de papel; 01 Vidro de boca larga e com tampa; Azeite de dendê. Faça na Lua Minguante. Crave a lâmina no lato da maçã. Em um dos lados do papel escreva o nome da rival e no outro do seu amado. Coloque o papel com os nomes na lâmina. Ponha a maçã dentro do vidro e encha-o com dendê. Feche o vidro, despache no verde ou quebre-o num cruzeiro. Saia sem olhar para trás.

EBÓ PARA OBTER BOAS OPORTUNIDADES E SER NOTADO NO TRABALHO OU NOS NEGÓCIOS 12 folhas de Iroko 01 Amalá completo (12 bolas de inhame, 12 akasás, 12 abarás, 12 bicos de papagaio,12 moedas, 12 orobos, 12 acarajés, 12 cocadas brancas, 12 quiabos inteiros, 12 pedaços de peito bovino, 12 pedaços de rabada, 12 folhas da fortuna. 01 quartinha com agua 03 velas de 12 horas 01 gamela redonda 01 tijela com ajebó (cortado em rodelas e cozido rapidamente com agua e banha de ori) Acender 12 pedras de carvão bem grandes, rodar todos os comodos com o carvão aceso, coloca-lo então no lugar onde será arriado o amalá, e por em cima das brasas muito incenso importado, daqueles usados pelos padres em missa. Trazer então o amalá, cantando louvando e pedidndo tudo o que se precisa, peça a Xango para elevar a sua vida, tirar empecilhos e inimigos ocultos e declarados. os orobos serão todos alafiados enquanto se pede as coisas a Xango, esse amalá é entregue a Oba Aganjú. As folhas de iroko serão postas embaixo da gamela, fazendo um circulo com as pontas para fora. Os outros ingredientes todos serão postos em cima do amalá. As moedas não serão despachadas, e sim guardadas no Xango da pessoa, ou em um pote onde se tenha favas de olho de boi e imã com uma figa. As velas serão acesas a casa 12 horas, completando assim 36 horas o amalá arriado dentro de casa, após esse tempo a pessoa retira as folhas de Iroko quina e toma banho da cabeça aos pés, e leva o amalá para uma pedreira. EBÓ PARA EXÚ ALAKETU TRAZER PARCEIRO DE VOLTA 1 cabaça, 1 miolo de boi, 1 ekodidé, 1 moeda, 1 pimenta dedo de moça, meio litro de dendê. Abrir a cabaça, por o nome da pessoa que se quer dentro, por o miolo por cima, enfincar o ekodidé no miolo, por a moeda por cima do miolo junto com a pimenta dedo de moça e despejar todo o dendê por cima, subir em uma arvore bem alta e por a cabaça na copa desta árvore, faça os pedidos ainda lá no alto, dizendo a alaketu que “assim como ele vigia sua cidade do alto, assim ele vigie a sua pessoa amada também, e a traga de volta para você.” EBÓ PARA AMARRAR UM HOMEM A QUEM SE QUER. 07 bananas d’água, palha da costa, cominho, azougue. Abrir cada banana ao comprido com casca e tudo, por o nome da pessoa que se quer junto ao seu dentro desta banana a comprido, fechar as bananas e amarra-las com a palha da costa. Por em um prato de barro, cobrir com o azougue, salpicar cominho por cima, entregar numa barreira que tenha barro bem vermelho a oxeturá, com uma vela cinza acesa. EBÓ DE OYÁ FUNAN PARA REACENDER AMOR QUE SE ESFRIOU 9 carvões em brasa grandes, 9 acarajés, 9 abarás, 9 moedas de cobre, 9 orobos, 1 amalá bem quente. por cima deste amalá por 18 vezes o nome do casal bem juntos, por cima dos nomes os

acarajés e os abarás, enfinque as moedas nos acarajés e os orobos nos abarás, entregue aos pés de xangô pedindo a oyá que em nome da pessoa que ela mais amou (xango) que aquela pessoa que está fria no amor reacenda como no inicio o amor. EBÓ PARA TRAZER BONS VENTOS DENTRO DE SEU ILÊ 1 quartinha de barro; 1 leque de palha; 3 cabaças pequenas cortadas ao meio (igual a um copo); água de poço ou de mina; azeite de dendê; terra de bambuzal. Num canto da porta de entrada da sua casa (do lado de dentro), coloque a quartinha sem nada dentro. Ao lado, ponha as três cabaças cortadas. A primeira, preenchida com a água de poço; a outra, com azeite de dendê; e a última, com terra. Com o leque, bata três vezes na boca da quartinha (que deve estar destampada), pronunciando seu nome três vezes. Neste momento, você deve abanar todo o ambiente com o leque, pedindo para que oyá traga bons ventos para seu lar; que a casa seja sempre positiva; que as pessoas mal intencionadas e espíritos desencarnados sejam afastados; e que todos os que ali habitam tenham prosperidade, fertilidade, harmonia, etc. Depois disso, coloque a terra, a água e o dendê dentro da quartinha, tampando-a. Deixe essa quartinha, com as três cabaças, no mesmo local, para proteger sua casa. Ebó de Osalá para tirar Ajé 10 fitas Brancas com 1m 4 m de Morim branco 1 preá branca 1 obi funfun 1 vela branca Ervas: poejo, cana do brejo, funcho, macaça, folha de goiaba Modo de Fazer: Dentro do mato, enrolar a pessoa toda no morim branco, jogar as fitas bancas por cima de seus ombros, sendo 5 de um lado e 5 de outro. Esfregar o obi na pessoa e abri-lo, sacrifique-o tirando o bruto, jogue-o na terra dizendo para ONILE que segure ali todo o ajé, todo o mal , toda a feitiçaria que se encontrava naquela pessoa. Esfregue a preá das cabeças aos pés, solte-a pedindo a Baba de Osalá que dê vida longa e caminhos abertos para essa pessoa. Passe a vela apagada e jogue longe dentro do mato dizendo “ Estou apagando a força do inimigo, apagando a feitiçaria e apagando Iku.”. Retire as fitas e balance-as ao vento e ponha esticada numa árvore, desenrole a pessoa do morim e balance o morim ao vento, deixe-o esticando em uma árvore e dê as costas. Retornando para o Ilê. Chegando na roça tomar banho cozido com as ervas acima citadas misturadas com efum africano. Tomar um chá de funcho adocicado. Comida a Sorte Uma galinha branca Um peixe vermelho ou sioba Camarão grando fresco Vinho Branco Vinho tinto Vinho moscatel 3 colobos de louça com mel / dendê / água 3 colobôs de louça com efum / osun / wají 7 pratos de louça

7 talhas de flores diferentes Sacrifica-se a galinha para o Ogum do portão, corta-se em 6 partes tempera-se com cebola camarão e azeite doce e distribui cada parte em um prato, o peixe também é preparado com os mesmos temperos, assado na folha de bananeira ocupará o 7°prato. Chegando na praia, estende-se uma toalha branca e arruma-se a mesa como se fosse um banquete e oferece-se a sorte do Yawo. Chama-se Ajè Xaluga, neste momento de um banho no Yawo com a seguinte mistura: Sementes de girassol, arroz com casca, açúcar cristal e fava de imburana tudo em grande quantidade. Obs: Nos colobôs de dendê, mel e água servir um pouco de vinho branco, vinho tinto e vinho moscatel. Presente as Águas Uma talha Grande Colobôs com comidas de todos os orixás Brinquedos de crianças Espelhos Pentes Sabonetes Vinho branco Perfumes Doces Fitas de várias cores Flores 2 galinhas brancas que são sacrificadas na água na hora da entrega do presente. Estando a talha pronta, coloca-se a mesma na cabeça da yawo, que deverá ficar de joelhos para recebe-la, e assim, a Yawo toda trajada de branco sai com a talha da cabeça. Antes de sair canta-se 3 cantigas para o orixá do yawo ao chegar na beira da praia, canta-se cantigas de Yemanja, Oxum e Nana. Por se tratarem de orixás Odo. Depois então faz-se a entrega do presente. Em seguida a entrega do presente, dá-se de comer a Sorte, tanto o presente as Águas como a comida a Sorte deve ser realizada num sábado ou quarta-feira de lua crescente ou lua Cheia. EBÓ TÓYA KÓSÌ REMOVER DOENÇAS, PRAGAS, FEITIÇARIAS, BAKU E EGUN Material: 1 Vara de bambu que deverá ser partida, ao comprido, em 4, pega-se 1 parte destes 4 e confecciona-se na ponta deste uma espécie de ponta de flecha, lembre-se embora partida em 4 esta vara continuará com seu comprimento que normalmente chega a 2metros, as vezes até 3. Pinta-se 1 alguidar número 05 e 1 quartinha com tampa sem alça de Efun, Ossun e Wají. 1 Galinha D‘Angola 1 Ekuru 1 Acaçá 1 Acarajé 1 Aberém 1 Bola de Canjica 1 Bola de Feijão Preto 1 Bola de Arroz 1 Ovo

1 Bola de Farinha Tudo isso em Tamanho exagerado, E 1 Bacia de Pipocas. 1 Estoura Balão (Fogos) Modo de Fazer: Levar o Filho de Santo no mato, no pé de uma Árvore Frondosa. Entregar na mão direita dele a Galinha D’Angola que será segura pelas Patas. Na mão Esquerda a Vara de Bambu, o Alguidar pintado nos Pés da Árvore e Junto a Quartinha sem nada dentro apenas tampada, e pede-se ao Filho de Santo para mentalizar tudo que deseja que saia da Vida dele e do Corpo. E vai se passando todas as comidas começando pelas comidas escuras e terminando com as Pipocas. Ao terminar de passar todas as comidas, o Filho de Santo encosta a Lança de Bambu rente ao Tronco da Árvore, na mão esquerda então, ficará a quartinha. Tira-se a Tampa, pede-se ao Iyawo fale com a boca dentro da quartinha pedindo para sair tudo de ruim da vida dele,tampa-se a Quartinha e manda-se o Iyawo atira-la ao chão para que se quebre. O próprio Iyawo faz um Sarayê com a Galinha em seu Corpo e a Joga bem longe com toda a Força. Neste mometo, dá-se na mão do Filho de Santo o Estoura Balão que será apontado para bem longe botando para correr então todas as mazelas que estavam na vida daquela pessoa. Durante todo o processo deste ebó, canta-se para Omolu. EBÓ ESÚ PARA TRAZER DE VOLTA PESSOA SEQUESTRADA OU PRESA Material: 1 gaiola sem uso; 3 passarinhos; 3 kilos de Canjica cozida 3 cabacinhas cortadas; mel; azeite de dendê; pinga; 1 peça de roupa da pessoa. Modo de fazer: Trate dos passarinhos em sua casa, por pelo menos 3 dias. Faça essa oferenda na mata, num local onde tenha terra. Antes de entrar na mata, você deve oferecer a Exú as três cabaças (uma com mel, a outra com dendê e a última com pinga). Fale em voz alta, dizendo o que veio fazer, e peça agô, a Exú, para entrar na mata. Feito isso, limpe o local onde você vai fazer a oferenda. Faça um círculo no chão para colocar a gaiola com os passarinhos. Coloque em cima da gaiola a peça de roupa da pessoa. Solte o primeiro passarinho, pedindo para Exú encontrar fulano de tal (pronunciar o nome completo). Solte o segundo pássaro, pedindo que a pessoa seja libertada. Quando soltar o último pássaro, peça que a pessoa venha a salvo até sua casa (fale em voz alta o endereço). Quebre a gaiola totalmente e cubra com bastante ebô , deixando-a no local. Assim que a pessoa retornar, ela deve usar a peça de roupa que você utilizou na oferenda. Obs.: Em agradecimento pelo regresso do ente querido, deve ser copado um Cabrito calçado para Exú. EBÓ PARA TER ÊXITO E MOVIMENTO EM CASA COMERCIAL E ILE ASÉ MATERIAL

21 obi 21 orogbo 01 litro de gim 01 garraga de azeite de dendê Ewe Ireke (folha de cana de açúcar) Ewe Epa (folha de amendoim) Ero Osun (solanaceae) Epo Odu (erva moura) Ogede Omini (bananeira) Iyo (sal) MODO DE FAZER: Soque num pilão todas as folhas misturando-as aos outros materiais. Em seguida, abra uma fenda no meio da casa comercial e enterre esta massa, enrolada em um pano branco. Cubra a fenda. Esta oferenda deve ser direcionada a Esu, guardião dos templos, casas cidades e pessoas, e intermediário entre os homems e os deuses. EBÓ PARA ATRAIR FORÇAS DAS DIVINDADES AFRICANAS PARA ILÈ ASÉ MATERIAL Uma vasilha branca 9 moedas (se for homem) 7 moedas (se for mulher) 20 gotas de azeite de dendê Sal grosso Gim MODO DE FAZER: Na vasilha coloque água e as moedas. Acrescente sal grosso, gim e o azeite de dendê. Deixe e vasilha no pé de Esu se o tiver assentado, caso contrário, coloque na sala e deixe de uma dia para o outro. Faça o pedido à Iyá mí entregando esta oferenda em troca de prosperidade para você e seus filhos de santo. Faça seu pedido saudando a Elá: Elá Boru! Elá Boye!! Elá Bosise!!! ÈBÓ PARA ARRUMAR EMPREGO MATERIAL 2 Inhame Da costa Dendê 1 Obi roxo 2 Pratos Danda da costa em pó 14 Folhas de fortuna

2 Favas de Èsú 1 Alguidar 7 Ovos Bastante moedas MODO DE FAZER: Os dois inhames da costa devem ser bem cozidos, e sua água é para tomar um banho ao fim desta obrigação. Então pegue os dois pratos e coloque um do lado do outro, amasse cada inhame em cada prato, com suas próprias mãos e junte ao inhame, um pouco de dendê, os 2 obi roxo ralados, danda da costa em pó, folhas da fortuna 7 em cada prato triture bem, as 2 favas de Èsú raladas uma em cada prato, então após o banho, ou seja no outro dia de manhã em jejum, passe esta massa em todos os dois pés, entre os dedos enfim passe bem, coloque uma meia, e fique com este ebo nos pés no mínimo por 4 horas, fazendo seus pedidos a Èsú caminhos de emprego rapidamente, passado este período, retire tudo e coloque dentro do alguidar, cubra com bastante dendê e quebre dentro 7 ovos, leve e coloque em uma estrada de grande movimento e que você não veja seu final, jogue por cima de tudo bastante moedas, novamente peça a Èsú dinheiro, e caminhos de emprego. ÈBÓ P/TIRAR QUEIMAÇÃO MATERIAL Panela de barro 9 Ovos 9 Cebolas Dendê Peneira pequena Mel Morim branco MODO DE FAZER: Pegue uma panela de barro coloque em sua frente, passe em todo o corpo 9 ovos, e as 9 cebolas, coloque dentro desta panela e cubra com dendê, em seguida coloque a peneira na boca desta panela e derrame o mel, e peça as forças da Terra que tire tudo de ruim de sua vida, ebo, feitiços, olho grande e queimação, e que seus inimigos não possam lhe enxergar. Este ebo será feito em local de mato queimado e/ou seco, e que tenha formigueiro perto, então cubra com o morim branco, e ao chegar em casa tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco. Após o Ebó prescrito acima aconselha-se a fazer o seguinte banho abaixo --->> BANHO FORTALECER ORI MODO DE FAZER: Pegue água de coco verde, quine dentro de uma vasilha com folhas de algodoeiro, elevante, e tome este banho varias vezes sempre ao amanhecer, antes tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco, após feito isto tome banho com as ervas, logo a seguir coloque um akasa em sua cabeça e amarre com um morim branco e fique pôr duas horas, depois leve em um jardim e coloque em baixo de uma arvore.

Apêlo as Almas Ciganas que morreram queimadas para obtêr Riquezas Panela de cobre velha 1 Punhado de Cinzas de fogueira Pétalas de 21 rosas brancas Essência de Nardo

Benjoim importado Turíbio 1 Vela na altura da pessoa na cor branca Em uma praça pública bem ao centro desta depositar a panela de cobre e preenche-la com as cinzas, acenda a vela, e o turíbio, ponha o benjoim para queimar no turíbio, e vai se fazendo pedidos. Comece a espalhar as pétalas sobre as cinzas, e por cima desta a essencia de Nardo, clamando nesta hora pelas Almas Ciganas que foram perseguidas e queimadas pela inquisição, pedindo sorte, saúde e prosperidade ! Durante todo o tempo bater palmas ... Restituição da Riqueza e Atração do Dinheiro 1 Bacia com água do Mar 1 Bacia com água de Mel 1 Bacia com leite de Cabra 1 Bacia com açucar Cristal 21 Favas de Jucá 21 Moedas de cobre correntes 1 Corrente de aço 1 Vidro de água de laranjeira 1 Vidro de água de sandalo Modo de Fazer: Embaixo de uma árvore sêca acender um fogareiro, pôr a corrente para esquentar, quando já estiver bem vermelha a corrente pelo fogo, joga-la na agua do mar que se encontra na bacia, tomar banho da cabeça aos pés com a água do mar, pedindo-se para livrar-se de todas as pragas e malefícios que impede a pessoa de Vencer na vida ! Procure uma árvore frondosa e antiga, acenda 2 velas dos 7 nós uma de cada lado da árvore, e comece a banhar-se com o leite de cabra, com a agua de mel misturada com flor de laranjeira, sandalo, moedas, favas de juca, da cabeça aos pés. Em seguida jogue todo o açucar cristal para o alto na copa frondosa da árvore, pedindo por emprego, sorte na vida e brilhantismo profissional. OBS: A Corrente que se encontrava na agua do mar, será enterrada aos pés da arvore seca após o banho de agua do mar.

Defumações e Banhos Defumação para descarregar casa ou comércio: Misturar mirra, incenso, bejoim, aniz estrelado, breu, alecrim e alfazema e colocar num defumador aceso com carvão. Defumar do fundo da casa para a frente; no final, despachar num verde e deitar um copo de água por cima. Defumação para abrir caminhos: Misturar num recipiente três colheres de açúcar, três colheres de café em pó, três colheres de canela moída e sete folhas de louro seco. Defumar a casa da frente para o fundo fazendo os seus pedidos. Aconselho a fazer a defumação para descarregar à noite e no dia seguinte, pela manhã, ao nascer do sol, fazer esta defumação para chamar dinheiro, freguesia e tudo que é bom. Banho para descarregar o corpo: Colher pela manhã: levante, manjericão, alecrim, guaco, malva cheirosa, espada de são

Jorge, espada de santa Catarina, orô, oito folhas de ameixa, um punhado de folhas de pitangueira, gervão, sete ramos de arruda, guiné, oito folhas de boldo e folhas de alfazema. Colocar numa panela grande e deixar a ferver por catorze minutos. Apague o lume e deixe arrefecer até ficar em boa temperatura para fazer o banho. Ponha o líquido sem as folhas num balde, entre na banheira ou no duche, colocando-se de pé dentro de uma bacia, vá despejando o conteúdo do balde por cima do corpo com uma caneca, faça os pedidos para os bons guias retirarem todos os males do vosso caminho etc. Peça a alguém para deitar a água do banho que ficou na bacia num verde ou em água corrente. Nota: Este mesmo preparado pode ser utilizado para lavar a casa (do fundos para a frente) para descarregar. Neste caso, em vez de ferver, as ervas também podem ser maceradas, piladas, com água, o efeito é melhor ainda. Também encontrará estas ervas em bons mercados ou ervanárias, caso você não tenha como colhê-las você mesmo. Banho para atrair bons fluidos: Misture dinheiro em penca, folhas de dólar, folhas de malva cheirosa, folhas de laranjeira, folhas de elefante, folhas de manjericão, folhas de fortuna, macere estas ervas com água e coe, misture um pouco de água quente para que a água fique numa boa temperatura para o banho. Coloque num balde entre na banheira ou no duche, colocando-se de pé dentro de uma bacia, vá despejando o conteúdo do balde por cima do corpo com uma caneca (nunca deite nenhum tipo de banho na cabeça). No final, despeje o conteúdo da bacia no seu quintal. Se quiser lavar a casa com este preparado deve lavar da frente para o fundo e despeje o resto no fundo do quintal. Nota: Como é um banho para atrair bons fluidos não deve ser despachado do lado de fora do pátio ou da porta de casa, caso você more num apartamento, sugiro que deixe um vaso grande com plantas verdes numa área onde possa despejar estes banhos. Banho para o amor: Cozinhar um quarto de quilo de canjica amarela com bastante água, após estar cozida, coar e colocar o líquido a ferver com folhas de pitangueira por mais dezasseis minutos. No final deste tempo, acrescente dezasseis gotas de um perfume a seu gosto, pétalas de uma rosa branca, uma vermelha e uma amarela. Tome o banho do pescoço para baixo. Ponha a canjica numa bandeja forrada com papel amarelo e leve a uma praça. Coloque debaixo de uma árvore e despeje o resto do banho em volta da bandeja, fazendo pedidos enquanto isso. Se puder , deixe um vela branca acesa. Nota: Este banho é indicado para fazer antes de sair para festas ou lugares onde você quer chamar a atenção para o amor. Faça-o antes de receber o companheiro(a). Mais Alguns Trabalhos Xangô Aganjú Para passar em concursos e provas: 01 gamela de madeira 06 bananas catarinas 01 vela vermelha 01 vela branca 01 vela marrom -mel -pedidos escritos 6 vezes Pegue a gamela, coloque as bananas descascadas dentro da gamela, em baixo de cada uma o papel com o seu pedido, leve a um verde de preferência onde tenha uma pedra grande para você colocar a gamela em cima, escreva o seu nome em cada uma das velas e depois de colocar a simpatia sobre a pedra ,ascenda as velas e peça muita protecção e auxílio quando você estiver prestando à prova.

Para Xangô Agodô - Justiça 01 gamela de madeira 12 bananas catarinas 03 maçãs (vermelhas) -fita branca -fita vermelha -mel -pedido escrito em uma folha de papel com caneta vermelha -1 vela de 7 dias branca e vermelha Escreva o seu pedido em uma folha de papel com a caneta vermelha ,enrole o papel com a escrita para dentro, amarre com as fitas e coloque no centro da gamela, descasque as bananas e coloque-as sobre o papel, arrume-as para que você possa colocar no centro as três maçãs, regue com um pouquinho de mel e leve a um verde onde haja uma pedra, coloque a gamela sobre a pedra e peça a Xangô que lhe ajude a vencer este processo. Para atrair um novo amor: Canela-em-pau Cravo-da-índia Noz-Moscada Flor de Laranjeira Folhas de Pitangueira Pétalas de 1 Rosa Vermelha Óleo de Amêndoas Água Ferva a canela, o cravo, a noz-moscada e as folhas de pitangueira. Apague o lume e acrescente as flores de laranjeira e as pétalas de rosas. Abafe e deixe arrefecer. Tome um banho higiénico, depois o banho atractivo do pescoço para baixo, mentalizando a pessoa que você deseja ter a seu lado; logo após, passe o óleo de amêndoas nas suas zonas erógenas, pedindo para que a pessoa amada permaneça sempre em seus braços. Para aproximar quem está distante: 01 abafador de barro 01 maçã 01 par de alianças 01 pedaço de favo de mel -fita vermelha -fita branca -algodão 01 vela vermelha Pegue o favo de mel, abra no meio com uma colher e escreva o nome do casal a lápis em um papel, dobre e coloque dentro do favo. Amarre as alianças com as fitas e amarre o favo também com estas fitas, faça um buraco na maçã com a colher, coloque o favo dentro, forre toda a maçã com bastante algodão, coloque dentro do abafador e regue com muito mel, tape o abafador, ascenda a vela ao lado, após a vela queimar plante esta simpatia em um vaso de folhagem, sem espinhos. Magia para o amor: 01 vidro de boca larga, pelo qual possa passar uma maça inteira sem ferir a fruta; Uma maça bem bonita e vermelha; Mel Sete fitas de cores variadas, excepto preto. Uma vela branca Nome do casal.

Corte o tampo da maça e esvazie o miolo. Escreva no papel o nome do seu amor, por cima, escreva o seu próprio nome, tornando o primeiro ilegível. Ponha o papel dentro da maça, depois de fazer com ele um rolinho, despeje por cima um pouquinho de mel. Ponha no lugar o tampo da fruta e prenda-o amarrado à maça com as sete fitas, dando sete nós bem apertados. Se não usar as fitas prenda a tampa na maçã atravessando as duas partes com o galho, como se ele fosse uma flecha. Ponha a fruta dentro do pote e encha-o com mel; feche-o a seguir com a tampa. Na noite de Lua crescente ou cheia, enterre o vidro junto ao pé de uma árvore florida, acendendo a vela ao lado. Se preferir, guarde o vidro no fundo do seu guarda-roupa (onde ninguém a ache) ou mesmo enterre-o na entrada de sua casa. Mais Ebós e Oferendas Os Ebós são oferendas feitas para Orixás, Odús e outras divindades para diversas finalidades, sejam elas feitas para apaziguar algum problema, sejam feitas em forma de agradecimento de alguma graça atingida, por alcançar algum objectivo ou simplesmente como forma de agradar às divindades que se cultuam. O princípio do Candomblé baseia-se no Ebó, nas oferendas propiciatórias obtendo a redistribuição do Axé e mantendo o seu equilíbrio vital. Abaixo seguem alguns Ebós que o poderão ajudar em algumas situações da sua vida, no entanto, sempre que possível, é preferível recorrer a alguém que tenha fundamento no Candomblé para os realizar de forma correcta. Ebó para Ògún Para abrir caminhos, trazer dinheiro, prosperidade 1 inhame assado, 1 alguidar médio, 21 moedas correntes, 21 taliscas de mariô (folha de palmeira), 1 acaçá branco (bolinho de milho branco misturado com água, envolto em folha de bananeira), 1 acaçá vermelho (igual a acaçá branco, porém com farinha de milho amarela), azeite de dendê e mel. Como Preparar: Asse o inhame na brasa. Se necessário, raspe um pouco para eliminar o excesso de negrume. Colocar dentro do alguidar. Vá enterrando os talos de mariô e chamando por Ogum, Faça o mesmo com as moedas. Coloque os acaçás, um em cada ponta do inhame. Regue com um pouco de dendê e mel, 1 pitada de sal. Acenda uma vela e faça os seus pedidos a Ogum. Deve-se colocar no muro, ao lado do portão, ou no chão, na entrada do portão. Se você morar num apartamento, coloque dentro da sua casa, atrás da porta de entrada. Deixe 7 dias e após, despachar aos pés de uma árvore frondosa. Presente para Oxum Para acalmar a pessoa amada 5 batatas inglesas, mel, azeite doce, açúcar mascavo, 2 velas. Como Preparar: Cozinhe as 5 batatas inglesas sem casca. Deixe esfriarem. Coloque um pouco de mel, azeite doce e açúcar mascavo em um prato de louça, vá amassando as batatas com as mãos e misturando tudo. Faça isso pensando na pessoa amada. Dê um formato de coração à massa. Acenda 2 velas amarelas de 30 cm ao lado. Ofereça a Oxum Aparà. Ebó para Exú Lonan Abrir Seus Caminhos, para tirar feitiço, olho-grande, inveja 1 metro de pano vermelho, 1 alguidar médio, 7 velas brancas, 1 bife de boi cru, 7 moedas actuais, 7 búzios abertos, 1 farofa de dendê, com uma pitada de sal, 7 limões, 7

acaçás vermelhos, 7 ovos vermelhos, 1 obi. Como Preparar: Abra o pano em sua frente. Acenda as velas. Passe o alguidar pelo seu corpo e coloque-o em cima do pano. Passe os ingredientes no corpo, pela ordem acima. Por último, abra o obi, e leve-o até a sua boca, fazendo seus pedidos. Deixe-o em cima do Ebó. Feche o pano. Este Ebó tem que ser despachado numa rua de muito movimento, onde tenha muitas casas comerciais. Oferenda a Exú Material: Farinha; Azeite de dendê; Mel de abelhas; Farinha de milho branco; Fígado, coração e bofe de boi; Cebola; Camarão seco socado; Um alguidar. Modo de fazer: Faça uma farofa com dendê, uma com mel e uma com água, separadamente. Faça o acaçá branco cozinhando a farinha de milho em água, deixe a massa bem consistente, depois coloque em um pedaço de folha de bananeira e enrole. Deixe esfriar. Corte os miúdos de boi em pedaços pequenos e coloque para refogar com dendê, cebola, um pouco de sal, o camarão e rodelas de cebolas. Coloque as farofas no alguidar sem misturar muito, ponha o refogado de miúdos sobre a farofa e coloque o acaçá no centro. Oferece-se para Exú pedindo o que se quer. Coloque numa praça bem movimentada. Ebó Para Iansã - Oyá Onirá Material Necessário:1 Abóbora moranga, 4 Búzios abertos, 4 Noz moscada, 4 Moedas, 4 Acarajés, 4 Metros de fitas vermelha / Branca, 1 Saco de pano. Modo de Fazer: Fazer um buraco na abóbora, colocar o resto das coisas, depois de passadas no corpo. Tapar a abóbora, amarrar com fitas. Entregar a OYÁ ONIRA no alto de um morro, às 18:00 ou 24:00 horas, acender e pedir tudo de bom. Ebó Para Resolver Problemas Difíceis Material Necessário:2 Acaçás Brancos, 2 Ovos Brancos, 2 Quiabos, 2 Moedas, 2 Conchas, 1 Oberó Maneira de Fazer: Passa-se tudo no corpo e coloca-se num Oberó, colocar bastante mel e arriar numa praça e pedir a MEGE ou MEGIOKO que traga tudo de bom e em dobro. Este Ebó tem que ser feito com 2 pessoas, acompanhadas de duas crianças. Nota: Este Ebó só pode ser feito nas terças-feiras. Ebó de União Amarrações Este é um dos temas mais polémicos de que podemos falar, não só no enquadramento do Candomblé, como de qualquer prática religiosa que utilize rituais de magia. Cabe em primeiro lugar salientar que a magia, como tudo na vida, tem o seu lado bom e o seu lado mau, ou se preferir-mos, o seu lado positivo e o seu lado negativo, e cabe a cada um de nós escolher a utilização que lhe queremos dar. Está na natureza humana a constante luta por conseguir tudo aquilo que pretende, desde os objectivos mais elevados, até àqueles que nem vale a pena descrever… de tão ignóbeis que podem ser. E uma vez mais, aqui, também é a nossa escolha que prevalece. Somos nós que escolhemos as nossas metas e os nossos objectivos, e por isso, cabe-nos a nós também escolher os meios. E se não é tão questionável que os fins justifiquem os

meios, devemos de facto preocupar-nos com os meios que escolhemos para atingir os nossos fins, porquanto, pelo caminho, estão quase sempre em jogo pessoas… e até vidas! Particularmente no Candomblé, e porque esta página a ele é dedicada, a prática de rituais de magia é uma constante, mas, vamos então analisar como ela é utilizada e como deveria ser utilizada. Os Ebós, as Oferendas e as Simpatias, são algumas das formas de magia que utilizamos, mas estes, todos eles sem excepção, foram criados originalmente com o intuito de corrigir alguma situação errada na vida de uma pessoa e para tal pode-se recorrer ao auxílio de diversas entidades; em primeira linha aos Orixás e depois, a outras entidades, que pelo seu estado evolutivo e pelas suas características, se assemelham mais a nós, humanos – aqui enquadram-se os Exús pagãos, as Pombagiras e os Caboclos – e estão de facto num plano mais próximo de nós. Qualquer destas entidades pode ser uma mais valia na vida de uma pessoa, pois o seu auxílio chega sempre, e se devidamente tratados são nossos aliados preciosos. Mas a magia, como já referi, também tem as duas faces da moeda, e a quem a pratica, é necessário, diria mesmo essencial, conhecer os dois lados, tornando-se mais uma vez necessário escolher o lado que se vai utilizar, e esse lado deve ser sempre o lado positivo e construtivo. Poderíamos aqui, a título de exemplo, encarar como um veneno, que pode ser utilizado e para o qual é necessário conhecer o antídoto: é do próprio veneno da cobra que se criam os antídotos que são utilizados para curar quem é picado por ela - na magia, grosso modo, também temos que conhecer tanto o veneno como o antídoto, porque para se tratar ou curar alguém que tenha sido atingido pela magia negativa, é necessário saber contrapor com a magia positiva. Obviamente, não vou aqui explicar - nem o poderia fazer - os detalhes desse conhecimento, o importante é que fique claro que quem mexe com um lado tem que conhecer o outro. Embora não pertencente ao Candomblé, m dos magos mais conhecidos de sempre - São Cipriano - começou por ser um dos melhores magos que já se conheceram a manejar a chamada Magia Branca, mas de igual modo, mais tarde na sua vida, virou, e tornou-se um dos mais temidos e eficientes magos da Magia Negra. Também para ele isto só foi possível porque tinha conhecimento verdadeiro e profundo de como os dois lados funcionam. Portanto, assim como se pode Amarrar, também se pode sem dúvida Desamarrar, mas isto só é possível a quem tenha verdadeiros e fundamentados conhecimentos. Convenhamos no entanto que não são muitos aqueles que estão verdadeiramente capacitados para isto, portanto, quando pensar em fazer ou solicitar uma Amarração, pense, não duas, não três vezes, mas muitas vezes naquilo que está a pedir, ou vai fazer, pois você jamais terá a garantia de que o seu pedido possa ser atendido devido a um conjunto de factores que podem estar envolvidos e que você certamente desconhecerá. Ao fazer uma Amarração, você não só estará a pedir algo para si, como estará a mexer com a vida de outra pessoa, e de alguma forma forçando-a a agir de uma maneira que ela muito provavelmente não quer, não de forma voluntária e consciente. Quando isso acontece, muita coisa se altera, e por vezes os resultados não são nada satisfatórios e são até perniciosos para a vida das pessoas envolvidas. Imagine uma situação em que você quer muito ficar com uma outra pessoa e faz uma Amarração para conseguir o seu intento. Imagine agora que uma segunda pessoa está interessada nessa mesma pessoa para quem você fez a Amarração e resolve também, para conseguir o seu intento, fazer também uma Amarração. Como é que fica essa pessoa que está pelo meio? E você, vai conseguir o seu intento? Ou é a outra pessoa que

vai conseguir? Este tipo de situação não é inédito, é até cada vez mais comum, dado que são cada vez em maior número as pessoas que recorrem a este tipo de magia (embora a maioria jamais vá admitir que o fez!), e garanto que daqui não sai nada de bom para nenhuma das partes envolvidas, só confusão e mais confusão e muita dor. Cria-se assim um ciclo vicioso, e nenhuma das partes vai sair a contento. Ainda que posteriormente seja feita a magia para Desamarrar, entretanto, já muita coisa aconteceu que não tem retorno e já nada voltará a ser como era antes, ainda que a Desamarração seja um sucesso. Amarração mexe com o destino da pessoa, e nós simplesmente não temos o direito de impor a nossa vontade na vida e no destino dos outros. Esta forma de utilizar a magia não é de todo uma forma positiva. Está na hora de todos perceber-mos isto e agir-mos em conformidade. Gostaria, de uma vez por todas, que os verdadeiros adeptos e/ou praticantes do Candomblé, independentemente do posto que ocupem, se negassem determinadamente a aceitar este tipo de trabalhos que constantemente nos pedem, ou sequer de pensar neles como uma solução para as nossas vidas, porque não é de facto uma solução; mais que não seja, pelas consequências kármicas que lhes são inerentes e que o nosso lado espiritual jamais deve esquecer - chama-se Lei do Retorno! Há sempre uma forma difrente de ajudar as pessoas… pelo lado positivo! Axé! Pequenos Trabalhos 26 04 2007 Hoje deixo aqui mais alguns trabalhos que lhe poderão ajudar a melhorar alguns aspectos da sua vida. Para afastar pessoas invejosas e indesejáveis: Você vai precisar de: 01 vassoura de carqueja ou de palha Varra a sua casa ou comércio dos fundos para a frente, mentalizando as pessoas que você gostaria que se afastassem de você, vá pedindo a São Roque:”eu não estou tirando a sujeira de dentro da minha casa e sim estas pessoas que me fazem mal”. Pegue o lixo e a vassoura, leve a um verde e despache. Para Afastar Doenças: 01 vassourinha de palha 07 dentes de alho 01 pedra de carvão 01 saquinho de tecido lilás 01 fita lilás 01 punhado de pipoca (em grão) 01 papel com os nomes de todos da família Coloque dentro do saquinho lilás: o papel com os nomes ,o alho, o carvão, e a pipoca, amarre o saquinho com a fita e amarre-o na vassourinha, guarde no alto e procure nunca mexer ,no próximo ano despache este em um verde e faça outro. Peça a Ossaim muita saúde e protecção para a sua família. Protecção da casa: 01 fita vermelha 01 chave 07 moedas 07 grãos de milho

01 saquinho de tecido vermelho Coloque dentro do saquinho: a chave, as moedas e os grãos de milho, amarre com a fita vermelha e pendure por cima da porta de entrada da sua residência ou comércio, pedindo protecção, fartura e bons negócios. Abertura profissional: 01 bandeja papelão pipoca estalada (sem sal e sem açúcar) 07 papéis com os pedidos escritos 07 velas vermelhas 07 chaves Forre a bandeja com a pipoca, escreva os pedidos referentes à parte profissional em 7 papéis, enrole cada papel em uma chave e coloque dentro da bandeja formando um círculo, sendo que a ponta da chave fica voltada para fora, leve a uma encruzilhada e peça a Exú Bará que abra os seus caminhos para que consiga um emprego ou uma promoção, etc.

Casamento Materiais necessários: Uma fotografia do casal; Uma tigela branca; 1 par de alianças; ½ kg de açúcar cristal; ½ kg de arroz com casca; ½ metro de fita cor de rosa; Duas velas, brancas. Maneira de fazer: No fundo da tigela colocar a fotografia e por cima as alianças. Cobrir com o açúcar cristal, cobrindo tudo com o arroz. Em seguida unir as duas velas e amarra-las com a fita. Acender as velas, pedindo a YEMONJA união e casamento. Amaração Materiais necessários: Uma Batata doce, grande; 1 Carretel de linha verde; 1 Carretel de linha branca; Uma tigelinha; mel; Água de Flor de Laranjeira; Açúcar Cristal; Duas Velas de Sete Dias. Maneira de fazer: Pegar a batata doce, cortar sem separar, longitudinalmente, e colocar dentro o seu nome escrito por cima do/da, outro/outra,a lápis, 8(oito)vezes. Amarrar com a linha verde e branca e colocar dentro de uma tigelinha, regando com mel, àgua de flor de laranjeira, açúcar cristal e acender duas velas de sete dias, colocando uma de cada lado da tigelinha e dizer:" OSÙMÀRÈ!, assim como o senhor não vive sem FREKEN, fulano/fulana não viver;a sem mim. OSÙMÀRÈ!, assim como as cobras se arrastam, fulano/fulana há de se arrastar para mim. Após sete dias enterrar. Acabar com briga em casa.

Materiais necessários: 1 Pombo branco; 1 Metro de fita branca; 1 Imã; Azogue; 7 Moedas correntes; Mel; Água mineral; 1 Obi Uma tesourinha. Maneira de fazer: Amarrar a fita no pé do pombo, passar, simbòlicamente na casa e solta-lo, afastado do portão. Após 7 dias, colocar atrás da porta, que é mais usada, uma quartinha de barro e dentro dela 1 imã, azogue, 7 moedas correntes, lavadas, mel, água mineral e uma tesourinha aberta. Pegar um OBI, abri-lo com a unha, tirar o broto com os dentes, jogar o OBI até que dê ÀLÁFIÀ. Para acalmar filhos. Materiais necessários: Uma canjica; 12 quiabos; Algodão; Água mineral; Mel; Açucar cristal; Duas velas. Maneira de fazer: Acender a vela e num papél liso escrever, a lápis, seu nome por cima do nome da criança. Cozinhe a canjica, escorra, e coloque, por cima, o papel com os nomes, pedindo..., por cima do papél coloque ,também, um Ajabó com os nomes escritos 8 vezes, cobrindo tudo com algodão, deixando no alto, com uma vela acesa, pedindo a XÀNGÓ para acalmar a cabeça de ..., o anjo da guarda de ... parar de perturbar, etc... . " Maneira de fazer o AJABÓ: 12 quiabos cortados em cruz, bem pequenas, água mineral, mel e açucar cristal. Bater bem, com a mão direita, pedindo a XÀNGÓ ". Saúde/Pronta Recuperação Materiais necessários: Uma tigela branca; Açúcar cristal; Milho de canjica; Algodão; Uma vela de 7 dias Maneira de fazer: Cozinhar uma canjica com açúcar cristal. Escrever, a lápis, 8 vezes o nome da pessoa doente, colocar na tigela e cobrindo com a canjica( fria ). Em seguida cobrir a canjica com algodão, acendendo ao lado a vela, pedindo a ÒÒSÀÀLÀ saúde e pronta recuperação. Salvar uma vida Materiais necessários: Um pedaço de pano branco, virgem;

Uma vela; Uma moeda,lavada; 1 quiabo; 1 ôvo branco. Procedimento: Com o pedaço de pano fazer uma trouxinha, colocando dentro a vela, a moeda o quiabo e o ôvo. Em seguida, passar a trouxinha na pessoa da cabeça para os pés, de uma só vez, não pode retornar. Colocar a trouxinha na porta de uma igreja cujo santo seja masculino. Ao chegar em casa, tomar um banho com água de flor de laranjeira. Para o marido ser fiél. Materiais necessários: Um pouco de leite de peito de mãe recém parida. Maneira de fazer: Despeje o leite em uma vasilha, fique de cócora sôbre uma mesa e lave suas partes íntimas. Após esta operação, derrame o líquido em um copo. Logo após coloque-o na geladeira.Quando surgir uma oportunidade dar ao seu marido para beber, adicionado ao café. O líquido restante dar a um animal que goste muito de você . Exemplo: gato ou cachorro. Marido sair de casa. Materiais nacessários: Um pouco do cabelo dêle; Um pouco de unha dêle; 1 saquinho de pano, virgem; Pimenta do reino. Maneira de fazer: Coloque no saquinho os cabelos , as unhas e misture com pimenta do reino. Enterre o saquinho num formigueiro. Pessoa sair da vida sem brigas ou confusão. Materiais necessários: Uma vela de 7 dias; 1 miolo de boi; Uma tigela; Mel; Água-de-flor de laranjeira; Vinho brando doce. Acender a vela e lavar o miolo de boi para tirar todo o sangue, colocar na tigela o nome da pessoa, escrito 9 vezes, a lápis, e o miolo por cima. Colocar por cima mel, água-deflor de laranjeira e o vinho branco. Passados sete dias, retirar o papél com o nome, desmancha-lo, bem, em baixo de uma bica e , despachar o miolo num mato limpo. Para fazer duas pessoas brigarem. Materiais necessários : 2 bifes; 1 Carretel de linha branca; 1 Carretel de linha preta; Pimenta malagueta.

Maneira de fazer : Escreva, a lápis, o nome da primeira pessoa em um papel branco sem pauta, estique o bife sôbre uma mesa ou pia da cozinha, colocando o papél com o nome sôbre o bife, e Enrolando o bife de maneira que o nome fique bem preso dentro dele, enrolando, bem apertado com alinha branca. Proceda da mesma maneira com o outro nome, enrolando com a linha preta. Despeje a pimenta e os dois enrolados de carne em uma bacia ou tigela, deixe por três dias, a contar do dia seguinte. Dar um dos enrolados de carne para um cachorro e o outro para um gato. A pimenta que ficar no recipiente, jogar em um lugar distante de sua casa. Para chamar clientes. Materiais necessários : Três galhos de alecrim; Pó de sândalo; Uma bacia de plástico; Um litro de água benta; Meio quilo de arroz. Maneira de fazer : Despejar a água benta dentro de uma bacia e em seguida o arroz. Com as mãos lave o arroz de maneira que a água fique com a cor branca. Com um o escorredor de arroz, separe a água em um outro recipiente. Adicione a água do arroz o pó de sândalo. Proceda da seguinte maneira: Salpique dentro do seu local de comércio a água preparada, da porta para dentro e em todos os cantos. Feche o local de comércio e, no outro dia, ao abri-lo, com galhos de Alecrim, varra o arroz da porta para dentro e para o centro,rezando: " Meu Santo Antônio caminhante ,que caminha o mundo inteiro, traga para o meu comércio gente que tenha muito dinheiro". Em seguida recolha o arroz e coloque na bacia anteriormente usada, levando para uma praça bem movimentada, lá deixando. Trazer fartura, dinheiro, sorte, etc... Materiais necessários: 1 Alguidar nº 5; 1 Par de mãos abertas, de cera; 7 Moedas; 1 Imã; Arroz com casca; Farinha de kibe; Semente de girasol. Maneira de fazer: Dentro do alguidar colocar o par de mãos voltadas para cima; na mão direita colocar as 7 moedas, na esquerda o imã e em volta o arroz com casca, a farinha de kibe e as sementes de girasol. Oferecer a ODÉ e OYÁ para ... . Trocar uma vez por ano na lua crescente ou cheia. Para reconquistar um amor. Materiais necessários: 1 côco;

1 litro de mel. Maneira de fazer: Abra o côco e retire toda a água. Coloque 21 vezes o nome, a lápis, da pessoa amada. Coloque 21 vezes o seu nome. Encha o côco com mel, fechando com uma rolha o orifício e enterre no fundo do quintal. Para prender a pessoa amada. Materiais necessários: 1 Pedaço de tecido suado; 1 Carretel de linha branca. Maneira de fazer: Pegue um pedaço de tecido suado da pessoa amada, meia, camisa ou cueca, e faça um boneco. A mesma coisa deve ser feita com uma peça de roupa da pessoa que está fazendo. Junte os dois bonecos e enrolando a linha reze a seguinte oração: "Minha beata Santa Catarina que sois bela como o sol, formosa como a lua e linda como as estrêlas, entraste na casa do Padre Santuário com 50 mil homens, ouvistes todos, vós os abrandastes, assim peço-vos Senhora, que abrandais o coração de fulano para mim. Fulano, quando tu me vires, esmerarás por mim. Se não me vires, por mim chorarás e suspirarás, assim como a Virgem Santíssima chorou por seu bendito filho. Fulano, debaixo do meu pé esquerdo eu te arremato, seja com duas seja com quatro, que parto o coração de fulano. Se estiveres dormindo não dormirás, se estiveres comendo não comerás, se estiveres conversando não conversarás; não sossegarás, enquanto comigo não vieres falar, contar o que souberes e dar o que tiveres. Me amarás entre todas as mulheres do mundo, e eu para ti parecerei uma rosa fresca e bela". Para marido voltar para casa. Materiais necessários: 1 Santo Antônio de madeira. Maneira de fazer: Se o seu marido foi embora há muito tempo, compre um Santo Antônio de madeira que o filho seja solto. O Santo você deixa em casa e o filho você leva numa igreja e deixa lá. Coloque a foto do marido embaixo do Santo e, até êle voltar, acenda uma vela fazendo a seguinte oração: "Meu beato Santo Antônio de Pádua, eu, Fulana, a vossos pés prostrada, vos peço pelo hábito que vestistes, pelo cordão que existes, pela coroa que abristes, pela religião que professastes, pela hóstia e cálice que contastes, pela obediência que tivestes ao Padre São Francisco, pelo sermão que pregastes, pela Ave Maria que pedistes, pelo gozo que tivestes quando livrastes vosso Pai da frondosa morte injusta. Assim vos peço meu beato e glorioso Santo Antônio, debaixo da obediência de meu Senhor Jesus Cristo, que este meu pedido seja feito o mais breve possível, que fulano não coma, não beba, não durma, não pare nem descanse, enquanto não fizer o meu pedido e vos peço, mais pelos três dias que andastes nas matas de bulhões em busca de vosso santo breviário. Vós, meu glorioso beato Santo Antônio, não parastes nem sossegastes enquanto não o haveis de parar nem sossegar enquanto não fizeste o meu pedido. Pela obediência que fizeram os peixes do mar ouvirem as vossas santas palavras, pela resistência que tivestes as tentações do demônio, pela suma devoção que tivestes a Conceição de Maria Santíssima, pela pureza da mesma Senhora, pela claridade que nesta vida obrastes, pelos

pobres, pelas almas de vossos pais, padrinhos, tutores, pelos muitos milagres que neste mundo fizestes, pela alma do purgatório, pela anjo no púlpito. Em vosso Santo lugar, pela glória que gozais em companhia das três pessoas, pelas chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela ressurreição gloriosa me queres favorecer em ouvir os meus rogos, vos prometo mandar dizer uma missa de vosso agrado, reparando pelo que vos tenho pedido e regado, pelo infinito amor do mesmo Deus de sua mãe Maria Santíssima, espero alcançar feliz despacho da vossa proteção o que vos peço e rogo. Amem". Quando o seu marido tiver voltado, vá na igreja que fez a novena, pegue o filho e de para Santo Antônio de volta, agradeça, assista a missa e peça para o Santo que o seu marido não se afaste de novo. Maneira de fazer: Escreva vinte e uma vezes, a lápis, o nome do marido e da amante, colocando dentro do repolho. Enrole o repolho com o pedaço de pano preto ou roxo e jogue em um lugar que tenha lama podre.

A magia para Amarrar um Amor ou Fortalecer um relacionamento que já está um pouco abalado, não é maldade. Deve-se corta-se em dois (ao meio) uma maçã vermelha; retira-se as sementes e um pouco da polpa, fazendo um buraco onde se introduz: Um papel com os nomes das pessoas; um pedacinho de folha de comigo-ninguém-pode; um pedacinho de abrecaminho; um pouquinho da poeira da frente das casas das duas pessoas. Fecha-se a maçã, amarra-se com fita vermelha dando nove voltas e, em cada volta, um nó. A maçã é colocada num prato e regada com mel de abelhas, depois do que, é oferecida ao Orixá com os pedidos correspondentes. Em caminha-se (Despacha-se) aos pés de um flamboayant depois de quatro dias. Lembre-se também “Unir duas pessoas ou um trabalho de Amarração” é para o bem nunca deve ser utilizado para o mau, pois quem planta o mau o mau colherá Não esqueça de estar com o corpo limpo e fazer a: Saudação de Oyá ou Iansã: Eparrei Oia, Oiá messan Oru Oriki de OYÁ/ IANSÃ Ela é grande o bastante para carrega o chifre do búfalo Oyà, que possui um marido poderoso Mulher guerreira Explicação: Oriki, Oriqui, Adura, Gbadura, Reza, Louvação, Louvar, Invocação, Saudação, Despertar, Acordar, etc..., normalmente utilizada no candomblé e no Culto Aos Orixás de nação (Keto, Alaketo, Engenho velho, Opojonjá, Nagô, Axé Oxumarê, Culto a Ifá, Santeria Cubana, (Los Orishas) etc... (santo, divindade, deuses, protetor, guardião, anjo da guarda, Pai de cabeça). Praticado na hora em quer for pedir, oferecer, fazer, cultuar, agradar etc.. . Vários são os termos utilizados dependendo e variando de

cada tipo de culto religioso, mas que não muda muito o sentido e sim muda o dialeto utilizado (a língua). Para maiores Informações de Como utilizar ao certo o oriki, procure seu pai de santo (Babalorixá, Yalorixá, Mameto, Tateto, Babalawo, etc..), ou estude um pouco sobre a pronuncia do dialeto yoruba que não é difícil, particularmente aprendi lendo e ouvindo sozinho, dai você pode tirar um exemplo que força de vontade é um dos principais pontos para que na hora de louvar, reverenciar o Candomblé, orixás, santos, Deuses, vodun, etc..., você pode sim fazer, e dar o melhor de si, mesmo não tendo o yoruba como uma língua nata de nosso país. Oyà A To Iwo Efòn Gbé Oyà Olókò Àra Obìnrin Ogun Obìnrin Ode Oya Òrírì Arójú Bá Oko Kú. Iru Èniyàn Wo Ni Oyà Yí N Se, Se? Ibi Oya Wà, Ló Gbiná Obìnrin Wóò Bi Eni Fó Igbá Oyà tí awon òtá rí Tí Won Torí Rè Da Igbá Nù Sì Igbó Héèpà Héè, Oya ò! Erù Re Nikan Ni Mo Nbà O Aféfé Ikú Obìnrin Ogun, Ti Ná Ibon Rè Ní À Ki Kún Oyà ò, Oyà Tótó Hun! Oyà, A P'Agbá, P'Àwo Mó Ni Kíákíá, Kíákíá, Wéré Wéré L' Oyà Nse Ti È A Rìn Dengbere Bíi Fúlàní O Titi Tí Nfi Gbogbo Ará Rìn Bí Esin Héèpà, Oya Olómo Mesan, Ibá Re Ò! clique abaixo em Leia mais para ver a tradução Ela é grande o bastante para carrega o chifre do búfalo Oyà, que possui um marido poderoso Mulher guerreira Mulher caçadora Oyà, a charmosa, que dispõe de coragem para morrer com seu marido. Que tipo de pessoa é Oyà? O local onde Oyà está, pega fogo Mulher que se quebra ao meio como se fosse uma cabaça Oyà foi vista por seus inimigos E eles, assustados, fugiram atirando as bagagens no mato Eeepa He! Oh, Oyà! És a única pessoa que temo Vendaval da Morte A mulher guerreira que carrega sua arma de fogo Oh, Oyà, à Oyà respeito e submissão! Ela arruma suas coisas sem demora Rapidamente Oyà faz suas coisas Ela vagueia com elegância, como se fosse uma nômade fulani

Quando anda, sua vitalidade é como a do cavalo que trota Eeepa Oya, que tem nove filhos, eu te saúdo!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->