Você está na página 1de 20

diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 1


Acompanhamento
em
Creche
e
Jardim
de
Infância
‐
Áreas
de
Conteúdo


orientações
curriculares
para
a

educação
pré‐escolar

–
intervenção
educativa
–



Diogo
Veríssimo
Guerreiro

Beja,
Junho
de
2010

objectivos

•  Compreender
a
importância
da
organização

do
ambiente
educativo;

•  conhecer
as
áreas
de
conteúdo;

•  compreender
os
princípios
da
continuidade

educativa;


•  compreender
os
princípios
da

intencionalidade
educativa.



diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 3

ambiente
educativo


•  suporte
do
trabalho
curricular;

•  ambiente 
 facilitador 
 do 
 desenvolvimento 
 e

da
aprendizagem
das
crianças;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 4

abordagem
sistémica
e
ecológica
do

ambiente
educativo

•  diferentes
níveis
de
interacção;

•  sistemas
restritos;

•  relações
entre
sistemas
restritos;

•  sistemas
alargados;

•  família;

•  estabelecimento;

•  relações
entre
famílias
e
estabelecimento;

•  meio
social
envolvente;

•  sociedade.

diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 5

contributos
da
abordagem
sistémica


a)  compreender
melhor
cada
criança;

b)  facilitar
a
relação
entre
o
contexto
de
educação
pré‐
escolar
e
o
meio
envolvente;

c)  perspectivar
o
processo
educativo
de
forma
integrada;

d)  permitir
a
utilização
e
gestão
integrada
de
recursos;

e)  acentuar
a
importância
das
interacções
e
relações
entre

os
sistemas.


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 6

organização
do
ambiente
educativo
(i)

o
grupo

•  composição
etária;

•  crianças
em
diferentes
momentos
de
desenvolvimento;

•  trabalho
entre
pares
e
pequenos
grupos;

•  aprendizagem
cooperada;

•  aprendizagem
da
vida
democrática;

•  a
atitude
do
educador;

•  participação
das
crianças
na
elaboração
de
normas
e

regras;

•  resolução
de
conflitos;

•  participação
das
crianças
no
planeamento
e
avaliação.

diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 7

organização
do
ambiente
educativo
(ii)

o
espaço


•  autonomia;

•  responsabilização;

•  equipamento
e
material;

•  critérios
de
qualidade;

•  espaço
exterior;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 8

organização
do
ambiente
educativo
(iii)

o
tempo


•  rotina
educativa;

•  referências
temporais;

•  adequação
espaço/tempo;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 9

organização
do
ambiente
educativo
(iv)

o
meio
institucional


•  trabalho
em
equipa;

•  apoio
de
diferentes
profissionais;

•  espaço
educativo
alargado;

•  participação
das
crianças
na
dinâmica

institucional;

•  articulação
componente
educativa
e

componente
de
apoio
à
família;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 10

organização
do
ambiente
educativo
(v)

relação
com
os
pais
e
com
outros
parceiros
educativos


•  níveis
de
relação
família/estabelecimento;

•  projecto
educativo
do
estabelecimento;

•  participação
de
outros
parceiros;

•  orientação
da
estratégia
educativa;

•  projecto
educativo/projecto
do
educador;

•  comunicação
com
os
pais;

•  contributo
dos
pais
para
o
trabalho
educativo;

•  gestão
democrática
do
estabelecimento;

•  desenvolvimento
e
educação
de
adultos;

•  participação
a
construir.

diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 11

áreas
de
conteúdo
(i)


•  interligação
desenvolvimento/
aprendizagem;

•  agir
para
pensar
e
compreender;

•  acesso
a
sistemas
simbólicos
codificados.


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 12

áreas
de
conteúdo
(ii)

articulação
de
conteúdos


•  perspectiva
globalizante;

•  organização
do
ambiente
educativo;

•  FORMAÇÃO
PESSOAL
E
SOCIAL;

•  EXPRESSÃO
E
COMUNICAÇÃO;

•  CONHECIMENTO
DO
MUNDO;

•  intervenção
do
educador;


adaptado
de
Orientações
Curriculares
para
a
Educação
Pré‐escolar
disponível
www.dgidc.min‐edu.pt/recursos/.../Orientacoes_curriculares.pdf


consultado
em
15
de
maio
de
2010


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 13

áreas
de
conteúdo
(iii)

formação
pessoal
e
social


•  área
transversal
e
integradora;

•  educação
para
os
valores;

•  valores
subjacentes
ao
contexto
relacional;

•  independência
autonomia
a
partilha
do
poder;

•  vivência
de
valores
democráticos;

•  consciência
de
diferentes
valores;

•  desenvolvimento
da
identidade;

•  educação
multicultural;

•  educação
estética;

•  educação
para
a
cidadania;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 14

áreas
de
conteúdo
(iii)

expressão
e
comunicação
(a)


•  área
básica;

•  apropriação
de
meios
de
expressão
e
comunicação;

•  EXPRESSÃO
MOTORA
(motricidade
global
e
fina,
jogos

de
movimento);

•  EXPRESSÃO
DRAMÁTICA
(jogo
simbólico
e
dramático);

•  EXPRESSÃO
PLÁSTICA
(meio
de
representação
e

comunicação,
qualidade,
diversidade
e
acessibilidade

dos
materiais,
acesso
à
arte
e
à
cultura);

•  EXPRESSÃO
MUSICAL
(escutar,
cantar,
dançar
e
tocar);


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 15

áreas
de
conteúdo
(iii)

expressão
e
comunicação
(b)


•  LINGUAGEM
ORAL
E
ABORDAGEM
À
ESCRITA

(emergência
da
escrita,
literacia,
novas

tecnologias);

•  MATEMÁTICA
(vivência
do
espaço
e
do
tempo,

princípios
lógicos,
utilização
de
materiais,

resolução
de
problemas);


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 16

áreas
de
conteúdo
(iii)

conhecimento
do
mundo

•  curiosidade
e
desejo
de
saber;

•  saberes
sobre
o
“mundo”;

•  sensibilização
às
ciências;

•  saberes
sociais;

•  biologia,
física/química,
meteorologia,
geografia,
geologia
e
história;

•  materiais
e
recursos;

•  método
científico;

•  construção
de
conceitos;

•  educação
para
a
saúde;

•  educação
ambiental;

•  negociação
das
questões
a
aprofundar;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 17

continuidade
educativa
(i)


início
da
educação
pré‐escolar


•  comunicação
com
os
pais;

•  estratégias
para
adaptação
das
crianças;


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 18

continuidade
educativa
(ii)


transição
para
a
escolaridade
obrigatória


•  relação
entre
educadores
e
professores;

•  ritmos
e
percursos
individuais;

•  condições
favoráveis
para
o
sucesso;

•  regras
de
convivência;

•  aprendizagens;

•  atitudes;

•  continuidade
do
processo;

•  colaboração
entre
adultos.

diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 19

intencionalidade
educativa



•  reflectir;

•  planear;

•  avaliar.


diogo
veríssimo
guerreiro,
junho2010
 20