Você está na página 1de 23

Princípios de Liderança

Organização de um encontro
ÍNDICE GERAL

1. Normas gerais do encontro


2. Autorização para o encontro
3. Alvos de Oração
4. Cardápio do Encontro
5. Compras
6. Programa do Encontro
7. Funções do Encontro
8. Orientações Básicas aos Coordenadores de Equipe
9. Orientações aos Encontristas
10. Lembretes
11. Orientações sobre cada ministração do Encontro
1. NORMAS GERAIS DO ENCONTRO

Tudo o que vai acontecer aqui, elaboramos com muito temor e debaixo de muita
oração.
Assim como todos nós da equipe tivemos nosso encontro com Deus, assim também
desejamos que cada um de vocês tenha um encontro maravilhoso com DEUS....Ele estava
esperando por você. Foi Ele, Deus, que providenciou sua vinda até aqui.
VOCÊ NÃO ESTÁ AQUI POR ACASO OU POR CAUSA DE UM CONVITE,
MAS PORQUE DEUS PLANEJOU ESTE ENCONTRO. NÃO SAIA DAQUI SEM
ENCONTRÁ-LO!
Cremos que, para todas as coisas funcionarem bem, precisarem de observar alguns
princípios e para isso precisamos da sua compreensão e cooperação, mantendo tudo dentro
da ordem e da decência.
Não estamos aqui para falar de religião, mas DAQUELE que as religiões falam mas
nunca conseguem mudar a vida das pessoas. Não aceite sair daqui sem que sua vida seja
transformada. Você sofreu muito até aqui, é hora de dar um basta. Jesus fará isso!
PEDIMOS SUA COLABORAÇÃO:
1. Evite: ir ao banheiro, beber água, ir nos quartos...Teremos os intervalos para
isto.
2. Teremos horário para tudo...(Descanso, lazer, conversa com amigos...)
3. Teremos varias ministrações e cada uma você poderá ter seu
encontro...Fique atento!
4. Esforce para não cochilar, se preciso levante e fique de pé, até o sono passar.
5. Os horários das refeições são: -Café: 9:30 / Almoço: 12:30 / Jantar: 19:30.
6. Use roupas confortavés, porém adequadas....
7. Se alguém trouxe: revista pornográfica, droga, bebida, .favor entregar. Deus
está aqui!
8. Os telefones celulares serão entregues aos líderes. Caso alguém precise falar
com você te avisaremos. Sua família sabe como nos localizar.....
9. Não é permitido fazer trabalhos extras.... DEUS cuidará de seus negócios....
10. Por favor evite de coisas lá de fora....fale de tudo que você está vendo
DEUS fazer....
11. Escreva tudo que puder....Talvez não seja importante agora, mas depois será.
12. Não pegue nada sem a permissão de seu colega.....
13. Respeite o descanso de seus colegas de quarto.....
14. Não será permitido fumar, beber ou usar qualquer tipo de droga neste
recinto.

SE VOCÊ FIZER SUA PARTE:


 Abrindo seu coração
 Decidindo ter um encontro com Deus..
 Colaborando com a organização
 Esforçando e aplicando seu coração,
 Sua vida poderá ser transformada.
HÁVERÁ MOMENTOS PARA TUDO, PREPARE O SEU CORAÇÃO PARA AS

MUITAS NOVIDADES E CADA UMA DELAS LHE PROPORCIONARÁ UM NOVO

ENCONTRO COM DEUS....

QUALQUER DÚVIDA PROCURE UM FACILITADOR!!!


2. AUTORIZAÇÂO PARA O ENCONTRO

Eu,______________________________________________________________________
CI nº _______________________________, residente em domiciliado (a) na cidade
de____________________, como responsável legal pelo menor
____________________________________________________________ nascido em
___/___/___, autorizo e declaro estar ciente para os devidos fins legais de que este
participará do encontro que será realizado pela Igreja Videira em uma de suas
chácaras, nos dias __, __ e __ do mês de novembro de 20__, com a saída programada
para as 19:30h na sexta-feira, e retorno no domingo as 18:00h. Declaro também estar
ciente de que existem normas e regras a serem respeitadas nesse evento, e que aqueles
que não estiverem dispostos a obedece-las não poderão permanecer nas dependências
da chácara, ficando sob minha total responsabilidade o transporte do menor à sua
residência, caso também queira retornar antes do termino do Encontro. Também
estou ciente que a equipe responsável pelo Encontro não se responsabilizará por
menores que evadirem o recinto da chácara, sem o conhecimento da mesma.

Fone para contato:_________________

Goiânia,____de__________________de 20__

______________________________________________
Responsável legal

Pastor: Paulo Albernaz 8563 - 9791

Discipulador: Paulo Henrique 8542-8075

Líder: Rubens Mamede 8559 - 9011


3. Alvos de Oração

A grande comissão: “Ide e fazei discípulos... batizando-os no nome do Pai, do Filho


e do Espírito Santo...ensinando-os a guardar o que vos tenho ensinado... e eu serei
convosco...”.
“O senhor nos comissionou para a maior missão desta Terra. O maior
empreendimento dos séculos: Pregar o Evangelho de Deus e fazer discípulos daqueles que
estão entre nós, tocando, assim, e influenciando nações...”

 Que o Senhor derrame do Espírito de Graça e Súplica entre nós naqueles


dias ( que haja genuíno arrependimento com base em uma visão dada por Deus aos
corações em trevas). At. 2:37-38 (leitura)

 Por Revelação de Cristo e Sua obra ( Amor- Morte – Ressurreição)


Ef.1:17-20

 Cremos por um mover do Espírito fluindo entre nós produzindo Cura e


Libertação poderosa do nosso Deus. Mt 4:23-25

 Pela Ministração da Palavra com vida, clareza e poder do Espírito


Santo.(demonstração do Espírito e de Poder) I Coríntios 2:4

 Resistimos a todo espírito que está comissionado para oprimir,


embaraçar, confundir, atrapalhar, pesar distrair. Mt 4:10 (espírito de faraó, operando
na vida dos pais dos adolescentes...nós não negociamos estes adolescentes: Satanás!!!

 Cremos por conversões genuínas como nos dias de Finney...queremos mais


do que 50% de CONSOLIDAÇÃO Senhor MAIS...MAIS...MAIS...MAIS... . Jo 15:16;

 PELOS GRUPOS PEQUENOS, para que seja formadas e plantadas


novas células [ e ou microcélulas ] a partir do Encontro;

 Oramos abençoando toda a organização do Encontro: Coordenação, Apoio


Administrativo, Cozinha , Som, Serviços Geral e Intercessão.

 INSCRIÇÕES, cremos por no mínimo 120 INSCRITOS, frutos que já estão


maduros... livra-nos ó Senhor dos frutos verdes – “Selecione ó Espírito”.
 QUE CADA CÉLULA ENVIE NO MÍNIMO 7 (duas) PESSOAS AO
ENCONTRO;
4. Cardápio do Encontro
Sexta-feira
Lanche - Caldo de mandioca com pão

Sábado
Café da manhã - pão com margarina, leite com café ou achocolatado e chá.
Almoço - Arroz, feijão, carne cozida, salada de tomate, alface e repolho.
Jantar - Arroz, feijão, carne moída e salada de alface e tomate.

Domingo
Café da manhã - pão com margarina, leite com café ou achocolatado e chá.
Almoço - Arroz, feijão, strogonof, macarrão e salada de tomate, alface e repolho.

5. COMPRAS

Quantidade para 100 encontristas e 20 equipantes


Mercearia
20 Litros de óleo
01 extrato de tomate grande
08 pacotes de macarrão
02 pacotes de açúcar de 5Kg
01 caixa grande de achocolatado
10 potes de margarina de 500g
01 Litro de azeite
60 Kg de arroz Cristal
18 Kg de feijão
1,5 Kg de café moído
04 pacotes de sal de cozinha

Açougue
30 Kg de peito de frango
30 Kg de músculo trazeiro em pedaços
35 Kg de músculo trazeiro moído
Verduras
10 Kg de cebola
01 de caixa de tomate
10 Kg de repolho
1 Litro de pimenta bode
250 g de pimenta de cheiro
250 g de açafrão
200 g de pimenta do reino
02 Kg de alho descascado
10 palitos de alface
05 pacotes de salsa

Produto de Limpeza
05 Veja multi Uso
16 detergentes
12 desinfetantes
01 pacote de esponjas sintéticas
01 fardo de papel higiênico
01 caixa de copos descartáveis de 200ml
30 pacotes de guardanapo
01 caixa de touca descartável
01 caixa de luvas cirúrgicas
05 pacotes de palha de aço
05 pacotes de esponjas de aço
05 Kg de sabão em pó
01 pacote de sabão em barra

Panificadora
300 pães
40 Lt. de leite
6. Programa do Encontro
6ª FEIRA
20:30 SAÍDA PARA O ENCONTRO.
21:30 LANCHE.
22:00 - 23:00 Peniel
23:00 ENCAMINHAR OS ENCONTRISTAS PARA OS QUARTOS.
23:30 DORMIR.
SÁBADO (15/03/2008)
07:20 ALVORADA.
08:00 - 08:40 Consequências do Pecado
09:20 - 10:00 Evangelismo
10:10 - 10:50 Cura da Alma
11:20 - 11:25 INTERVALO.
11:25 - 12:05 Restauração dos Sonhos
12:15 - 14:30 ALMOÇO E INTERVALO.
14:30 - 15:15 O que nos impede de ter um Encontro com Deus (TODA EQUIPE).
15:15 - 15:30 INTERVALO E RETORNO PARA CAPELA.
15:30 - 16:10 Libertação
17:30 - 18:45 BANHO, PREENCHIMENTO DOS ROTEIROS E DESCANSO.
18:45 - 19:30 JANTAR.
19:30 - 20:00 QUEBRA-GELO, LOUVOR E ADORAÇÃO.
20:00 - 20:40 Experimentando o Amor de Deus
21:30 - 22:00 A Cruz que Conclui o Passado
22:15 - 22:30 Curas e Milagres
00:00 DORMIR.
DOMINGO (16/03/2008)
06:20 ALVORADA.
07:00 - 07:50 Vencendo a Carne, o Diabo e o Mundo
08:10 - 08:40 CAFÉ DA MANHÃ.
08:40 - 09:20 A Nossa Herança em Cristo
09:30 - 10:10 A Unção da Multiplicação
10:10 - 10:30 10:30 - 10:40 INTERVALO.
10:40 – 12:00 O Batismo do Espírito Santo
12:00 - 15:00 ALMOÇO, DESCANSO, BANHO E ARRUMAR AS MALAS.
15:00 - 15:30 A Visão da Videira.
15:30 - 16:00 TESTEMUNHOS, OFERTA E ENTREGA DAS CARTAS.
HONRAR AS EQUIPES E AO SENHOR, RECOLHER OS CRACHÁS DOS ENCONTRISTAS E
ENCERRAMENTO.
16:00 RETORNO PARA O PRÉDIO DA IGREJA.
A Grande Comissão
“ Ide e fazei discípulos de todas as nações , batizando-os em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo.
Ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ensinado. Eu serei com vocês até a consumação dos
séculos.” Mt.28:19

7. FUNÇÕES
Pastor Responsável:
Coordenação Geral:
Membros da equipe:
Rede:

1. Coordenação Geral –
Responsável:

Funções:

a. Fazer a escala de pregação das reuniões {Junto ao pastor}. A lista com o horário e o tema de
cada ministração está em anexo.
b. Reunir com toda a equipe de Coordenadores que estará organizando o Encontro para jejum
e oração durante a semana anterior.
c. Definir as funções de cada Coordenador e de sua equipe. Eles serão os responsáveis por
cada área da organização do Encontro.
d. Coordenar a saídas dos ônibus –
e. Faça um cheque-list com o Coordenador de cada área, para saber se ele realmente está
ciente de todas as suas responsabilidades e sabe como desempenhá-las.
f. Repasse a cada Coordenador as orientações básicas. Veja as orientações básicas em anexo.
g. Manter alto o moral da equipe.
h. Checar todos os equipamentos do acampamento junto aos respectivos Coordenadores
responsáveis por cada área.
i. Definir se será gravado um CD como recordação das músicas do Encontro, para ser
entregue aos irmãos. Caso você se decida por fazer o CD, escolha as músicas junto com o Coordenador de
som.
j. Definir o tipo de decoração que será feita no Acampamento e repassar para o Coordenador
de Decoração.
k. Decidir juntamente com o Coordenador de som e vídeo, qual o tipo de projeção será usada
no Encontro. Você pode usar projetor multimídia, TV ou retroprojetor.
l. Durante o Encontro assuma a liderança de cada reunião tomando a responsabilidade pelo
fluir da unção.
q. Ler as normas do Encontro para os irmãos, no primeiro momento na capela, para que qualquer os
irmãos que queira desistir tenha oportunidade de sair. As normas do Encontro foram colocadas em anexo.
2. Coordenação da Cozinha
Responsável:

Funções:

a. Definir uma equipe de 5 Auxiliares de cozinha. Essa equipe será encarregada de ajudar a
cozinheira chefe e de fazer toda a limpeza da cozinha.
b. Fazer com que a equipe de cozinha chegue ao acampamento no máximo até às 16h. O
Coordenador de Transporte se encarregará de levá-las até o local.
c. Não permita que a equipe de cozinha fique na capela (salão) durante as ministrações. Durante o
Encontro, a equipe deverá permanecer na cozinha em todo o tempo, principalmente durante as ministrações.
d. Limite o acesso à cozinha apenas ao Coordenador do Encontro, à equipe de serviços gerais e,
ainda assim, se houver necessidade.
e. Providenciar para a equipe de Cozinha equipamentos de proteção como luvas, aventais e toucas,
caso o acampamento não forneça.
f. Zelar pela completa higiene durante o cozimento das refeições do Encontro.
g. Checar a qualidade de todos os alimentos frescos e observar o prazo de validade dos
industrializados.
h. Checar, com antecedência, os utensílios da cozinha como talheres, pratos, panelas, copos,
garrafas térmicas, panos de prato, jarras de água, etc.
i. Verificar se as facas de cozinhas estão devidamente afiadas.
j. Checar com antecedência o funcionamento de fogões, geladeiras e freezers. A manutenção
desses equipamentos é de responsabilidade do Acampamento.
k. Organizar o refeitório com as mesas e cadeiras antes de cada refeição.
l. Verificar os materiais de limpeza como detergente, sabão de quadro, esponja de aço, veja
multiuso, fósforos e comunicar ao Coordenador de Compras as quantidades necessárias para que ele tome as
providências.
m. Levar uma Farmacinha com remédios básicos como dipirona, Tylenol, antiácido, gases,
esparadrapo, soro fisiológico, absorvente higiênico, rifocina e um antiinflamatório.
n. Repassar todos os mantimentos que sobrarem ao Coordenador de Transporte no final do
Encontro para serem guardados (local a definir) para o próximo Encontro.

3. Coordenação de Decoração
Responsável:

Funções:

a. Confeccionar faixas, cartazes, cartões e balões, de acordo com o tipo de decoração mais apropriada e
definida pelo Coordenador Geral.
c. Organizar o púlpito ou o palanque para as ministrações.
d. Fazer placas com números para a identificação dos quartos.
e. Afixar placas nos banheiros com a distinção Feminino e Masculino. As placas serão feitas na
secretaria ou na sala do Pastor.
f. Fazer a decoração e afixar as placas com antecedência.
g. Comprar bombons e pôr sobre a cadeira para cada um.
4. Coordenação de louvor e som.
Responsável:
Funções

a. O Equipamento de som: faça uma checagem com antecedência para ver se está em condições
de uso.
b. Criar e gravar os Cds {Ter uma coletânea de cds e cânticos definidos pelos discipuladores }
com as músicas que serão ministradas durante o Encontro - as que fora ensaiadas pela equipe
de louvor.
c. Na falta de um equipamento de projeção, providenciar uma televisão de, no mínimo, 29
polegadas, para exibição dos filmes e ou projeção das musicas.
f. Providenciar um aparelho DVD.
g. Checar com antecedência todo o equipamento necessário, para a projeção como a televisão,
o vídeo cassete e os cabos de conexão, gravadores e etc.
h. Providencie um aviso sonoro para anunciar o começo de cada reunião e a hora de despertar.
Pode ser uma sirene, sino ou apito, caso não haja nada – use o microfone .
i. Faça transparências com a letra das músicas que serão cantadas, conforme orientação do
Coordenador geral..
j. Confeccionar placas indicativas de tempo para alertar os ministrantes sobre o tempo da
pregação. {Coordenar junto ao pastor a programação do encontro}
m. Caso haja um período de louvor, conduza, ou delegue junto ao pastor um responsável, a
ministração.
n. Motive os irmãos durante as ministrações de louvor a se expressarem livremente.
o. Equipamento de Som para gravação .

5. Coordenação de Cartas
Responsável:

Funções:

a. Providenciar os envelopes onde serão colocados as cartas que foram enviadas aos encontristas
pelos familiares.
b. Pegar a carta-padrão enviada normalmente aos encontristas nos encontros da.
c. Conforme orientação do Coordenador geral, grave um Cd de músicas para entregar, como
uma lembrança aos encontristas no final do encontro. A reprodução de Cds pode ser feita
no departamento de fitas da Videira, gratuitamente, Gravar cds das mensagens.
d. Pegar com o Coordenador de transporte as cartas que foram deixadas para os encontristas, no
Domingo - manhã.
e. Conforme a orientação do Coordenador Geral, crie lembrancinhas para serem entregues aos
encontristas no final do Encontro {Consiga ofertas, livretos, décima primeira questão, novo
testamento e etc.}.
f. Providenciar uma caneta para cada encontrista para o preenchimento de fichas durante o
Encontro.
g. Checar a cópia de todos os papéis a serem entregues aos encontristas: Arrependimento,
Quebra de Maldições, O que Impede de ter um Encontro com Deus. Pegar as Fichas de
Consolidação na Videira.
h. Fazer uma fotografia de todos os encontristas juntos e, se for possível, faça uma cópia
para cada um deles e entregue no momento das correspondências. O Coordenador Geral
decidirá se isso será possível.;
i. Pegar os crachás, distribuir e pegar de novo;
i. Cobrar insistentemente a entrega das correspondências dos respectivos líderes de célula e
ou ligar diretamente para os pais e familiares. {fazer as ligações para discipuladores}

6. Coordenação de Intercessão.
Responsável:

Funções:

a. É sua função dirigir a intercessão orientando todas as Equipes de coordenação do encontro.


b. Fazer intercessão durante cada ministração da Palavra {Escala com um discipulador e os
líderes} durante o Encontro.
c. Fazer uma escala de revezamento de intercessão com os Coordenadores durante as
ministrações.
d. Distribuir o roteiro com as áreas específicas a serem cobertas em oração pela equipe durante o
revezamento de intercessão. Veja o roteiro em anexo no final.
e. Ajudar a ministrar aos encontristas durante cada apelo.
f. Motivar cada encontrista e lideres a buscar a Deus. Não permita que ninguém durma
durante as reuniões ou fique passivo.

7. Coordenação de Serviços Gerais


Responsável:

Funções:

a. Checar as condições de chuveiros, torneiras, vasos sanitários, lâmpadas, tomadas, fornecimento de


água, reservatório de água, fossas sépticas, etc. Qualquer problema deve ser comunicado ao
administrador do acampamento o mais rápido possível para as devidas providências.
b. Providenciar extensões elétricas para todo equipamento necessário.
d. Fazer a limpeza durante todo o encontro, observando as exigências da Coordenação Geral.
e. Organize as cadeiras na capela (salão) de acordo com a quantidade fornecida pela equipe de
consolidação. O número de cadeiras deve ser exatamente igual ao número de encontristas para
facilitar o controle de alguém que se ausentar ;
f. Faça a limpeza da Capela (salão) e do refeitório após as reuniões. É suficiente apenas varrer e
organizar as cadeiras, mas é possível que após a libertação seja necessário lavar o piso.
g. Coordenar junto aos líderes de quartos a limpeza e ordem nos quartos;
h. Criar uma estratégia para o caso de faltar energia. Você pode usar velas, lampiões, nobreaks ou
pendentes de 12V, que se ligam na bateria do carro. Cabe ao Coordenador Geral decidir qual é
o mais apropriado.
i. Caso seja necessário, providenciar veneno para pernilongos, pulgas e piolhos.
j. Repassar todo o material de propriedade da Organização ao Coordenador de Transporte,
bem como a sobra de qualquer material de limpeza utilizado.

8. Coordenação de Recepção –
Responsável:
Funções:

a. Fazer a recepção calorosa, musica de boas vindas, foguetes, e etc;


b. Checar se a inscrição de cada encontrista está devidamente acompanhada do nome do líder.
c. Criar uma equipe de Coordenadores de quartos, depois que o Coordenador de Recepção tiver
feito a lista de cada quarto.
d. Definir os Coordenadores de cada quarto. Cada Coordenador de quarto será responsável pela
ordem deles durante a noite.
d. Os Coordenadores de quarto deverão manter os quartos trancados durante as ministrações.
e. Os Coordenadores são também responsáveis por despertar os encontristas a cada manhã
no horário determinado ou quando soar o sinal da sirene.
f. Musicas gospel {apoc 16, prov X, Oficina G3};

9. Coordenação de Ministérios de Apoio {Teatro e Dança} –


Responsável:

Funções:

a. Entrar em contato com as equipes de teatro da Videira para pegar o script das peças usadas nos
encontros.
b. Ensaiar as peças teatrais com os membros da equipe do Encontro.
c. Providenciar a sonoplastia necessária para cada peça.
d. Criar ou providenciar o figurino necessário para as peças.
e. Se vier a usar algum equipamento da igreja, devolva ao Coordenador de transporte para ser
levado de volta ao prédio da Igreja, no final do Encontro.

10. Coordenação de Consolidação


Responsável:
Funções:

a. Providenciar as Fichas de Acolhimento.


Obs 1. CADA DISCIPULADOR ACIMA JUNTO COM SUA EQUIPE SÃO RESPONSÁVEIS PELOS
GRUPOS PEQUENOS QUE FORAM FORMADOS COM SEUS LIDERES E PELA IMPLANTACAO
DAS RESPECTIVAS CELULAS QUE NASCERAO DO ENCONRO.
b. Ajudar os encontristas a preencherem as Fichas de Acolhimento. As fichas deverão ser
preenchidas logo na chegada do Acampamento, antes da primeira ministração.
c. Encaminhar as Fichas AOS LIDERES – PARA RESPECTIVA VISITA NA SEMANA
POSTERIOR - , mesmo que a pessoas ainda não tenham se decidido.
d. Contabilizar as fichas definindo a quantidade de homens e mulheres.
e. Com base nisso, o salão deverá ser arrumado com o número exato de cadeiras, para facilitar o
controle de qualquer encontrista que fique nos quartos ou que tenha ido embora sem comunicar.
f. Fazer o controle de quantas pessoas atenderam ao apelo para o Batismo.
g. É sua função convidar todos os decididos para fazerem o Curso das Águas { Colocar um
líder para fazer as ligações na segunda feira};
h. Pegar o livro do Curso das Águas durante a semana, na Editora, de acordo com a quantidade
necessária e entregar aos batizandos no início do Curso {Mediante a Lista}.
i. Programar a aula do Curso das Águas (Sab e Dom) na semana seguinte, (DIVULGAR E
ANUNCIAR NA PALAVRA DA VISAO) .
j. Fazer um controle de freqüência dos decididos no Curso das Águas e ligar para o batizando no
dia seguinte no caso de ausência.

8. Orientações Básicas aos Coordenadores de Equipe


1. Coloque na sua equipe somente líderes e discipuladores da rede.
2. Como membro da equipe do Encontro, você deverá jejuar na semana anterior, vindo orar no
prédio da Igreja, se possível. Caso haja uma impossibilidade de vir orar, a situação será avaliada
pelo Coordenador geral.
3. Você deverá participar da reunião de coordenação que será realizada na semana que antecederá
ao Encontro. Nessa reunião, o Coordenador Geral o orientará como proceder em todas as
situações durante o encontro.

Durante o Encontro
1. Programe-se para ficar no Encontro durante todo o final de semana. As situações de exceção
serão tratadas pelo Coordenador.
2. Evite conversas paralelas durante as reuniões. Seja padrão de intensidade e consagração.
3. Fique sempre dentro da capela (salão) durante as reuniões, a menos que a sua função exija sua
presença do lado de fora. Mesmo assim, evite conversas e movimentações desnecessárias
durante as ministrações.
4. Não sirva água durante as reuniões. Se for absolutamente necessário, conduza a pessoa até o
bebedouro e, depois, leve-a de volta.
5. Esteja atento e intenso durante as ministrações.

9. Orientações aos Encontristas


1. Você está indo para buscar a Deus, portanto, desde já, prepare o seu coração para receber o
poder de Deus.
2. Vamos investir muito tempo em oração e ministrações espirituais.
3. Os ônibus estarão retornando no domingo à tarde e não teremos carros disponíveis para
transportar pessoas nesse intervalo de tempo.
4. Não nos responsabilizamos por qualquer incidente que aconteça fora das dependências do
Acampamento, portanto, não será permitido sair da local durante o Encontro a não ser
acompanhado por um membro da equipe.
5. Os homens e as mulheres dormirão em alojamentos específicos e separados não sendo
permitido, em hipótese alguma, que homens durmam em alojamentos femininos e vice-versa.
6. Se você possui alguma enfermidade que exige cuidados especiais, por favor, comunique-se com
a equipe para tomarmos as devidas providências.

10. Lembretes :
1. É necessário levar roupa de cama como cobertor, lençol e travesseiros com fronhas.
2. Não se esqueça de levar também toalha, sabonete, escova de dente, creme dental, pentes e
desodorante.
3. As reuniões são muito dinâmicas e movimentadas, por isso leve roupas e sapatos confortáveis
como jeans, camisetas e tênis.
4. A sua inscrição inclui o alojamento e as refeições durante o Encontro.
5. Não nos responsabilizaremos por perda, roubo ou extravio de qualquer objeto de valor; por
isso, não os traga consigo.
6. Esteja na porta da igreja meia hora antes do horário.
7. Em caso de desistência, o dinheiro somente será devolvido se a inscrição for cancelada
com 48 horas de antecedência, na secretaria da Igreja.
8. Leve roupa para banho (maios para irmãs e calção longo para irmãos ) de piscinas e
para práticas desportivas e recreação.
9. Traga sua bíblia e manual da visão, se tiver. Uma caneta para anotações.
10. Os lanches e produtos extras (camisetas, livros e cds serão vendidos lá). Portanto, leve
dinheiro extra;

11. Orientações sobre cada ministração do Encontro


1. Peniel
Ore quebrando todas as resistências espirituais (espíritos de religiosidade, dureza de coração, orgulho,
incredulidade, sono, cansaço, enfermidades, vícios, prostituição, etc.)
Ore para que haja revelação da situação de pecado.
Ore para que o Espírito Santo convença do pecado e gere espírito de contrição e arrependimento.
Ore para que a vontade seja liberada, a fim de ter um verdadeiro encontro com Deus. Profetize que vai
haver confissão de pecados.

Orientações:
As pessoas sob convicção de pecado devem ser levadas a confessarem os seus pecados. Insista para
que a pessoa fale antes de orar por ela.
Há uma lista de pecados para ajudar na confissão. Pergunte a ela se há alguma palavra que ela
desconhece e explique a ela.
Mostre ao encontrista que é necessário confessar os pecados audivelmente.
Não tente diminuir a importância de nenhum pecado e nem passe a idéia de que há algum pecado
grande demais. Leve-a a crer que o perdão de Jesus é para todo e qualquer pecado.
Não chore com a pessoa, ouça-a e leve-a a pedir perdão a Deus.
Ore ministrando o perdão dos seus pecados.
Ministre de maneira amorosa. Jamais expresse qualquer sentimento de condenação ou rejeição por
causa do pecado confessado.
Seja discreto. Fale baixo durante a ministração. Não tente forçar a oração por alguém que ainda não
está aberto para receber.
Independente do tipo de apelo da reunião, lembre-se fr que o lugar mais apropriado para impor as
mãos sobre alguém numa oração é sobre a testa, na cabeça ou nas mãos.
Fale para o encontrista se livrar de tudo aquilo associado com os pecados que ele confessou como
drogas, seringas, revistas pornográficas, horóscopo, livros de magia, jóias, ídolos e imagens, símbolos de
maçonaria, Nova Era, etc.

2. Conseqüências do pecado
Ore quebrando as resistências (sono, indisposição, religiosidade, incredulidade, etc).
Ore para que seja gerado um ambiente espiritual para o Senhor agir .
Ore para que haja revelação da origem do pecado e quem o alimenta.
Ore para que os encontristas tenham revelação das conseqüências do pecado como:
Morte espiritual, independência, insegurança, afastamento de Deus, rebeldia, doenças, maldições,
morte física, insensibilidade, incredulidade, etc.
Ore para que haja reconhecimento, arrependimento e mudança de atitude.
Orientações:
A confissão de pecado e o arrependimento vão acontecer durante todo o Encontro e não somente no
Peniel. Pode ser que depois dessa ministração alguém queira confessar pecados dos quais não se lembrara no
dia anterior. Dê tempo para que isso aconteça.

3. Evangelismo
Ore contra toda a cegueira espiritual.
Ore amarrando os espíritos que seguram a revelação.
Ore para que o Evangelho seja proclamado com autoridade.
Declare um ambiente liberado para o agir do Espírito Santo, para gerar os filhos espirituais. “Clame
pelos filhos”.

Orientações:
Após o apelo para salvação e a oração de confissão geral, leve cada um a confessar individualmente
sua entrega e ore para que o Espírito Santo venha selar as vidas.
Pergunte ao encontrista se ele realmente entendeu o que ele está fazendo agora. Mostre a ele que o
Espírito Santo vai entrar dentro dele naquele momento.
Reafirme o nosso amor por ele. Diga-lhe que estivemos orando por ele por toda aquela semana e que
Deus fará grandes coisas na vida dele.
Não deixe que ela sente-se até que ela entenda que realmente está salva.
Faça a locação do Som se isso for necessário.
Explique ao encontrista que ele precisa confessar a Jesus em voz alta e não pode ser em silêncio.
Leia João 6:4 para o encontrista que tiver dúvida.
Preencha as fichas de consolidação.

4. Cura da alma
Ore para que tudo aquilo que causou a ferida se manifeste.
Ore para que o Espírito Santo conduza a pessoa até aquela situação que causou a ferida.
Ore para que um espírito de perdão seja liberado.
Ore para que a unção de cura flua com intensidade.
Ore para que seja liberado espírito de confissão, quebrantamento e muito choro.
Orientações
No momento da ministração, ouça a pessoa e conduza a confissão através de perguntas. Se perceber
que há falta de perdão, leve-a a se perdoar. Ministre com unção e compaixão para que a cura seja liberada.
Lembre-se de que ministramos por meio do Espírito e não por meio de técnicas de Psicologia.
O principal problema da alma é o ressentimento. Ele vem por causa de rejeição real ou percebida,
abuso físico, abuso emocional, situações de extrema pressão. Nesses casos, ministre o perdão.
Além do ressentimento, existem traumas físicos e psicológicos, causados por acidentes, amputações e
perdas de entes queridos. Essas situações produzem medo, pânico e frustrações. Ore pela restauração da alma.
Muitas pessoas nem se lembram de traumas e rejeições, mas pode ser que o Espírito queira tratar com
ela assim mesmo, por meio de palavra de conhecimento. Estimule a sua equipe a liberar palavra de
conhecimento. Quanto mais específica for a palavra, maior será a fé liberada.
Permita que a pessoa chore e até mesmo encoraje-a a chorar. Nesses momentos, o Espírito Santo vai
estar trabalhando dentro dela.
Não fique especulando de maneira curiosa sobre a intimidade de ninguém.
Depois da oração, coloque-se à disposição do encontrista para conversar com ele, caso ele deseje.
Ame! Ame! Ame!

5. Restauração dos sonhos


Ore amarrando todo espírito de incredulidade, de impossibilidade, de medo, passividade e de
motivações erradas.
Declare que eles sonharão os Sonhos de Deus e chame à existência o propósito eterno de Deus,
determinado para cada encontrista.
Ore para que cada um receba um espírito forte e tenha o seu vigor restaurado para lutar por novos
sonhos.

Orientações:
Nós sempre orientamos as pessoas a liberarem um grito de libertação no final da ministração. Observe
se algum encontrista se recusou a fazê-lo e procure ajudá-lo a liberar-se.

6. Libertação
Ore quebrando toda força dos demônios que prendem a mente, emoções e corpo. Mencione os espíritos
e declare a derrota destes demônios.
Ore cobrindo a vida de todos os membros da equipe que está ministrando.
Ore para que todo demônio alojado em forma de fortaleza seja manifesto e saia das vidas.
Invoque a presença do Senhor e de seus anjos ministradores.

Orientações
Guarde o ambiente, verifique a confissão. A ministração deve ser no máximo de 2 pessoas. Homens
ministram para homens e mulheres para mulheres.

Mantenha uma atitude de amor. Firmeza é necessária na hora de expulsar um demônio, mas nos outros
momentos, a pessoa precisa se sentir amada e aceita.
Seja encorajador. Aumente a fé da pessoa. Enfatize para a pessoa que Jesus pode libertá-la. Não
enfatize o poder do demônio; ele é sujeito à você, em nome de Jesus. Lembre-se de que a pessoa recebendo
oração pode ter sido aprisionada por anos e, talvez, ela tenha recebido muitas orações que não foram
completamente efetivas. Ela pode ter perdido a esperança de ser liberta. Aumentar a sua fé irá ajudar na
ministração.
Se um espírito se manifestar, durante a ministração, comande o espírito para que ele se cale e se
submeta a você, em nome de Jesus.
Tome autoridade sobre o espírito. Diga a ele, “Submeta-se, em nome de Jesus!”, ou “Cale-se, em nome
de Jesus!
Se você acha que a pessoa sabe o que está acontecendo, é bom avisá-la que você está falando ao
espírito que está manifestando e não a ela.
Não fique surpreso se isso levar tempo. Seja persistente. Você talvez tenha que comandar diversas
vezes o espírito ou mesmo vários espíritos, para se submeterem.
Se outros da equipe se ajuntarem ao redor de você, peça a eles que não toquem a pessoa recebendo
ministração e que não orem em voz alta enquanto você estiver calando o espírito.
Estabeleça comunicação com a pessoa que está recebendo ministração. Você precisa ser capaz de falar
com a pessoa, por que você precisa da sua cooperação para ter uma libertação com sucesso.
Se você não tem certeza de que ela pode escutar você, pergunte se ela pode, estando os seus olhos
fechados ou não.
Manter a comunicação pode requerer ordens adicionais para que o espírito se submeta, durante a
ministração. A pessoa pode deixar sua cabeça cair, pode fechar os seus olhos, ou seus olhos podem
perambular. Peça que ela segure a sua cabeça firmemente, abra seus olhos, olhe para você. Se você tiver
dúvidas, pergunte a ela se ela pode escutá-lo. Se ela não pode fazer nenhuma destas coisas, ordene que o
espírito se submeta.
Um espírito na pessoa pode falar com você, rosnar ou gemer. Ele pode ameaçar, discutir com você,
tentar dar ordens ou fazer perguntas. Pode fazer com que a pessoa faça caretas ou faça movimentos como se
suas mãos fossem garras. Não fale com ele, exceto quando lhe der ordens para ficar quieto, em nome de Jesus.
A não ser que você esteja se comunicando com a pessoa, você não terá a sua cooperação e a
ministração não terá sucesso.
Algumas dificuldades podem ser encontradas se o espírito falar com você na voz da pessoa. Você pode
ter que determinar se um espírito ou se a pessoa está falando, pela natureza da conversa. Se estiver discutindo,
questionando, sem cooperar, você pode concluir que é um espírito.
Se pessoas do seu lado ou outros membros da equipe estiverem orando em línguas em voz alta ou
dando ordens independentes ao espírito ou falando com a pessoa, isso tende a minar a sua autoridade e causar
que o espírito ou espíritos se manifestem ou com que a pessoa resista ministração.
Pergunte ao encontrista que está recebendo ministração de quê ele que ser liberto.
Se a pessoa indicar que não quer ministração, atenha-se a decisão dela. Se ela quiser ir embora, depois
de parte da ministração, deixe que vá.
Uma libertação de sucesso geralmente requer arrependimento sincero e renúncia da conduta ou atitude
e do espírito envolvido. Se ela não manifesta estas atitudes, provavelmente, logo estará presa novamente,
mesmo que aparentemente a libertação foi completa.
Aquele que receber a ministração irá precisar de ajuda do Espírito Santo para continuar livre. O
encontrista não se tornará um crente somente como resultado da sua libertação. Você precisa guiá-lo a Cristo.
A renúncia não é uma oração a Deus. É direcionada ao espírito envolvido, que é um inimigo. Deve ser
falada como um comando para um inimigo e não como uma petição a Deus. Observe se alguém resiste fazer a
oração de renúncia coletiva.
Se a pessoa fez qualquer tipo de pacto com Satanás, ou se ela fez algum tipo de promessa, ou se você
acha que ela está sob uma maldição, estes pactos e promessas devem ser renunciados, e qualquer maldição
deve ser quebrada, em nome de Jesus.
Pode ser de grande ajuda para a pessoa se você declarar que a porta está fechada para os espíritos
renunciados, para que os espíritos, quando expulsos, não retornem, a não ser que ela abra a porta novamente.
Expulse todo espírito imundo em nome de Jesus.
Simplesmente expulse-os. Não é necessário que você os mande a algum lugar.
A pessoa pode ou não mostrar alguma manifestação do espírito saindo. Ela pode tossir, bocejar,
arrotar, encolher-se, sacudir, etc. Muitas vezes, os espíritos parecem sair quando são renunciados, e pode ser
que haja pouca ou nenhuma manifestação quando expulsá-los. Entretanto, a pessoa geralmente se sentirá
liberta, mais leve, com vontade de rir, ou sentir uma paz profunda.
Lembre-se que, como servo de Senhor, tendo ajudado alguém a ficar liberto, você pode sofrer ataque
de Satanás. Você pode encontrar doença, desencorajamento, dificuldades no trabalho ou em casa, confusão ou
cansaço. Você pode mandar embora qualquer espírito que atacá-lo, por si mesmo, em nome de Jesus. Se você
não tiver vitória sozinho, peça para que seu discipulador ore por você.
Mantenha sua própria defesa: tenha cuidado em manter suas atividades espirituais. Ore em línguas.
Caminhe em constante perdão. Caminhe em amor, paz e alegria! Sempre preste constas a Deus e ande na luz
com seu discipulador.
Esteja sempre prestando contas ao seu cônjuge e discipulador.
Considere cada ataque de Satanás como uma oportunidade de demonstrar o grande poder de Deus!
Descanse em Deus. Peça que Ele lhe mostre como reagir ao ataque.
Mantenha os olhos sobre a sua família. Se Satanás não conseguir pegá-lo, ele poderá tentar atacar a sua
família.

7. O amor de Deus na cruz


Ore contra todo espírito religioso que impede a revelação.
Ore para que seja transferido para os encontristas o peso do pecado, do sofrimento de Jesus na Cruz.
Ore por um ambiente de fé para cura.
Ore para que haja revelação do amor de Deus.

Orientações:
Depois de queimar os pecados e maldições, na cruz, esse é o momento de se ministrar cura física.
Oriente a equipe para que esteja orando todo o tempo em línguas baixinho, sem chamar a atenção.

Oriente aos membros da equipe que liberem qualquer palavra de conhecimento que tenham recebido.
Muitas doenças vêm por causa de ressentimento, ansiedade, preocupação, ódio guardado, maldições e até
demônios. O Espírito Santo vai dar as direções, portanto, esteja sensível.
Convide as pessoas que estão doentes para que fiquem no centro da roda. Diga-lhes que a cura é
somente para aqueles que crêem.
Qualquer pessoa que for curada instantaneamente deve dar o seu testemunho no mesmo instante. Isto
vai levantar a fé dos outros para receberem também.
Lembre-se de que ministrar cura é ministrar o amor de Deus. Jesus sempre sentia compaixão antes de
orar pelas pessoas. Busque a compaixão de Deus antes de impor as mãos.
Esteja ciente de que a cura física pode tomar rotas diferentes. Pode ser instantânea, pode vir
gradualmente ou em estágios enquanto você ora. Pode também vir depois de repetidos momentos de oração
ou pode não acontecer. Deus é Soberano. Ele cura quando, como e quem ele escolhe. As pessoas também,
muitas vezes, são incrédulas ou crêem apenas com a mente. Não fique desanimado. A nossa tarefa é orar.
É necessário impor as mãos sobre os enfermos, mas lembre-se de impor as mãos apenas na cabeça, na
fronte ou nas mãos da pessoa.
Às vezes, é necessário haver alguma persistência. Se você sentir que algo já acontecendo com a
pessoa, continue orando por mais um pouco de tempo.
Não fique preocupado com o tom de voz. É a fé, e não voz, que é importante.
itas vezes, é útil orar com os olhos abertos. É bom observar se algo acontece com a pessoa enquanto
você ora, como choro, tremor, transpiração, pálpebras pulando ou qualquer outro sinal. Esses sinais podem
demonstrar que a sua oração está produzindo efeitos espirituais.
Todavia, lembre-se de que a cura pode acontecer sem nenhuma manifestação exterior e nem mesmo
alguma emoção especial.
Se a pessoa relatar que a dor mudou de lugar, isso é um sinal seguro de que aquela enfermidade é
causada por algum demônio.

8. Vencendo a carne, o diabo e o mundo


Ore para que a força da carne seja crucificada e o velho homem vá para a cruz Declare que o diabo
deve ser resistido pela fé
Ore para que o resplendor do mundo perca força e seja substituído pelo amor a Deus.

9. A nossa herança em Cristo


Ore pedindo revelação dos tesouros ocultos em Cristo (Cl. 2:1-3).
Ore para que o diabo não roube essas palavras do coração dos encontristas.

10. A unção da multiplicação


Ore pedindo ao Pai que os façam fecundos e que tenham encargo para gerar filhos para Deus. Declare
que todos eles serão multiplicadores do reino.

11. O Batismo com o Espírito Santo


Ore pedindo um ambiente propício para atuação do Espírito Santo. Convide o Espírito Santo para vir.
Veja pela fé e profetize para que o batismo no Espírito venha sobre os encontristas.

Dê liberdade para que os dons do Espírito fluam na vida dos membros da equipe, durante a
ministração. Ore para que os ministérios e propósitos sejam estabelecidos na vida dos irmãos.

Orientações:
É sempre apropriado começar a ministração com um tempo de louvor e adoração seguido de
testemunhos de pessoas que foram tocadas pelo poder de Deus. Imediatamente, depois de ouvir os
testemunhos, deve-se convidar o Espírito Santo para vir novamente sobre as pessoas que testemunharam. Isto
produz uma abertura e gera fé nos encontristas que estarão vendo o testemunho.
Quando começar a ministrar, comece por aqueles encontristas que demonstram maior abertura e
sensibilidade. Isto pode ser feito observando as manifestações como choro, tremor e maior intensidade de
clamor.
Se você não percebe nenhuma manifestação exterior do Espírito Santo, peça para aqueles que estão
sentindo o toque do Espírito fortemente nos seus corações para virem à frente.
Encorage os encontristas a buscarem ministração por iniciativa própria. Não há nada de errado em se
receber muitas ministrações de pessoas diferentes numa mesma reunião. Eu diria que é até necessário que as
pessoas recebam oração a cada apelo feito nas diferentes ministrações do Encontro. As pessoas parecem
receber mais depois de receberem várias ministrações. Quanto mais elas orarem e receberem oração, maior
será o impacto na vida delas.
Reafirme sempre para os encontristas que não há nada de errado com elas pelo fato de elas não
manifestarem nenhuma expressão exterior durante a ministração. Deus trabalha de forma diferente em
pessoas diferentes. Lembre-se de que não estamos buscando uma manifestação, estamos buscando o Espírito
Santo. A manifestação é apenas um sinal exterior.
Diga aos encontristas para não temerem o que Deus está fazendo. Muitos se sentem assustados quando
vêm pessoas caindo e por isso se fecham para não receberem por causa do medo.
Esteja aberto para você mesmo ser renovado durante a ministração do Espírito Santo. As pessoas se
interessam e se abrem quando elas vêm o líder recebendo de Deus.
Mantenha o ambiente livre e agradável. Evite longas exortações ou colocar culpa sobre aqueles que
parecem nada receber. Enfatize que é necessário apenas crer e abrir a boca para receber.
Nós cremos no falar em línguas como sinal do batismo do Espírito Santo, por isso espere que as
pessoas falem em línguas. Não pare de ministrar apenas porque elas caíram. Cair não é o sinal do enchimento.
Continue ministrando mesmo com ela deitada no chão.
Quando o número de pessoas esperando para receber oração é muito grande, parece que a qualidade e
o peso das orações começa a cair. O mesmo acontece quando a reunião se delonga demasiadamente. Por isso,
leve a sua equipe a orar pelas pessoas em vez das pessoas ficarem em filas para receberem oração.
Algumas pessoas se convertem radicalmente, outras vão se convertendo aos poucos. Não se desanime
se nem todas receberam. Estimule-as a voltar no próximo encontro. As pessoas podem participar de quantos
encontros desejarem ou julgarem necessário.
Quando orar por um encontrista, observe o que o Espírito está fazendo. Se nenhuma manifestações
exterior do Espírito ocorrer, depois de orar por alguns minutos, é melhor pedir ao encontrista que continue
buscando intensamente. Deixe que outros orem por ela e você mesmo pode voltar a orar por ela outras vezes,
no decorrer da reunião.
Se ao receber ministração o encontrista vier a cair no chão, não pare de orar por ele por causa disso,
nem insista para que ele se levante rapidamente. Deixe-o ficar no chão por mais tempo para receber mais de
Deus.
Alguns caem e ficam quietos outros começam a tremer. Seja como for, dê liberdade.
Em geral é melhor ministrar para as pessoas quando elas estão de pé. Se a unção tem feito com que
muitas caiam, coloque sempre alguém atrás para apoiá-las.
Não empurre as pessoas. Isto ofende a maioria das pessoas e as impede de receber algo genuíno de
Deus.
Não force qualquer manifestação do Espírito Santo no encontrista. Lembre-se de que Deus está no
controle e sabe o melhor momento para tocar alguém.
Algumas vezes, acontece de você começar a ministrar a um encontrista e, de repente ,você mesmo
começar a fluir na unção. Se isso acontecer, dê liberdade para o fluir da unção.
Se a pessoa parece ser alguém endurecido e resistente ao Espírito tente ajudá-lo. Pode ser que ele seja
muito racional, ou ainda pode ter medo da experiência. Há também aqueles que temem o ridículo e perder o
controle diante de pessoas estranhas. Remova esses bloqueios orando com ele numa parte mais isolada do
salão e dizendo-lhe exatamente o que vai acontecer, quando você orar por ele. Se ele tem receio de cair, ore
com ele sentado.
Não existe uma forma correta de orar pelo Espírito Santo, mas parece bíblico e apropriado invocar o
Espírito Santo chamando-o pelo nome como quem chama por um amigo.
Muitas vezes, o Espírito usará membros da equipe com palavras de conhecimento e outros dons.
Permita que eles tenham liberdade de exercitar seus dons.
É bom você continuar encorajando a pessoa a receber mais do Senhor mesmo percebendo que ela está
fluindo com lágrimas, risos, tremores ou línguas estranhas. Sempre estimule-as a continuar e receber mais de
Deus.
Quando você impuser as mãos sobre alguém para ministrar a ele, não fique alisando, pressionando ou
girando a cabeça da pessoa, isso pode bloqueá-la impedindo-a de receber de Deus.
Ministrar é algo que pode ser bastante cansativo. Procure estar na reunião limpo. Use desodorante e
mantenha o hálito agradável, tendo sempre consigo balas de menta.
É apropriado que a música que esteja tocando durante todo o tempo de ministração.
Evite chamar a atenção para si mesmo gritando, empurrando e balançando as mãos em volta da pessoa
enquanto ora.
Não é o momento de aconselhamento, por isso não prolongue demais nenhuma orientação, para não
distrair a pessoa do propósito de receber o Espírito Santo.

12. A Visão
Ore para que a visão seja implantada nos corações, para que eles não percam tempo e nem sejam
enganados com outros rumos.

Alguns caem e ficam quietos outros começam a tremer. Seja como for, dê liberdade.
Em geral é melhor ministrar para as pessoas quando elas estão de pé. Se a unção tem feito com que
muitas caiam, coloque sempre alguém atrás para apoiá-las.
Não empurre as pessoas. Isto ofende a maioria das pessoas e as impede de receber algo genuíno de
Deus.
Não force qualquer manifestação do Espírito Santo no encontrista. Lembre-se de que Deus está no
controle e sabe o melhor momento para tocar alguém.
Algumas vezes, acontece de você começar a ministrar a um encontrista e, de repente ,você mesmo
começar a fluir na unção. Se isso acontecer, dê liberdade para o fluir da unção.
Se as pessoas parece ser alguém endurecido e resistente ao Espírito tente ajudá-lo. Pode ser que ele
seja muito racional, ou ainda pode ter medo da experiência. Há também aqueles que temem o ridículo e
perder o controle diante de pessoas estranhas. Remova esses bloqueios orando com ele numa parte mais
isolada do salão e dizendo-lhe exatamente o que vai acontecer, quando você orar por ele. Se ele tem receio de
cair, ore com ele sentado.
Não existe uma forma correta de orar pelo Espírito Santo, mas parece bíblico e apropriado invocar o
Espírito Santo chamando-o pelo nome como quem chama por um amigo.
Muitas vezes, o Espírito usará membros da equipe com palavras de conhecimento e outros dons.
Permita que eles tenham liberdade de exercitar seus dons.
É bom você continuar encorajando a pessoa a receber mais do Senhor mesmo percebendo que ela está
fluindo com lágrimas, risos, tremores ou línguas estranhas. Sempre estimule-as a continuar e receber mais de
Deus.
Quando você impuser as mãos sobre alguém para ministrar a ele, não fique alisando, pressionando ou
girando a cabeça da pessoa, isso pode bloqueá-la impedindo-a de receber de Deus.
Ministrar é algo que pode ser bastante cansativo. Procure estar na reunião limpo. Use desodorante e
mantenha o hálito agradável, tendo sempre consigo balas de menta.
É apropriado que a música que esteja tocando durante todo o tempo de ministração.
Evite chamar a atenção para si mesmo gritando, empurrando e balançando as mãos em volta da pessoa
enquanto ora.
Não é o momento de aconselhamento, por isso não prolongue demais nenhuma orientação, para não
distrair a pessoa do propósito de receber o Espírito Santo.