P. 1
ORIENTAÇÃO SOBRE INJEÇÕES

ORIENTAÇÃO SOBRE INJEÇÕES

|Views: 11.206|Likes:
Publicado porgsuperti

More info:

Published by: gsuperti on Mar 08, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/03/2013

pdf

text

original

ORIENTAÇÃO SOBRE INJEÇ ÕES As seringas e agulhas são adequadas para injeção em animais de pequeno e grande porte.

Para isto, elas deverão ser previamente lavadas com sabão, esterilizados com água fervente ou com solução desinfetante. Antes e após a utilização. Além desses cuidados, os locais de aplicação dos medicamentos devem ser previamente desinfetados, para evitar infecções nos animais sadios. Em caso de doença, os animais devem ser tratados individualmente e as seringas e agulhas deverão ser desinfetadas após a aplicação, para o controle efetivo da doença. Para aplicar injeções, você deve escolher o método mais apropriado ao medicamento que será usado. Essa indicação está presente no rótulo do produto e deverá ser seguida rigorosamente. Siga sempre o método recomendado pelo fabricante. Existem três métodos mais utilizados 1 ± INJEÇÃO SUBCUTÂNEA Usadas para administração de vermífugos e vacinas. O local escolhido será aquele que a pele seja frouxa, para aplicar a injeção. Utilize agulhas curtas e calibrosas. Bovinos - Pele do pescoço Eqüinos - Pele do anti-peito Suínos - Pele atrás das orelhas Cães e gatos - Pele lateral do tórax Ovinos - Pele sem lã, na região da axila Aves - Sob a pele do peito a) Tracione a pele com uma das mãos. b) Desinfete o local e aplique a injeção introduzindo a agulha de cima para baixo de modo que o orifício fique acima do depósito de líquido injetado. c) Solte a pele após a injeção, para obstruir o orifício da agulha, evitando o refluxo do medicamento usado. 2 ± INJEÇÃO INTRAMUSCULAR Usada para introdução de antibióticos quimioterápicos e algumas vacinas. Essa injeção deve ser aplicada em áreas de grandes massas musculares, como os músculos do traseiro. Utilize agulhas longas e finas. GRANDES ANIMAIS a) Desinfete o local b) Crave primeiro a agulha com movimento rápido e firme (Batida). c) Acople a seringa e injete o medicamento. PEQUENOS ANIMAIS a) Desinfete o local b) Com a agulha acoplada na seringa, segure-a de forma que fique perpendicular ao dedo indicador médio e o polegar. c) Volte ligeiramente o êmbolo da seringa. d) Em caso de refluxo de sangue para dentro da seringa, mude a posição da agulha e injete o medicamento rápido ou lentamente, como recomenda o fabricante. 3 ± INJEÇÃO INTRAVENOSA Usadas para a aplicação de soros, transfusões sanguíneas e alguns medicamentos e vacinas. Essa injeção é feita em vasos calibrosos, como as veias jugulares de animais de grande e médio porte. Nos pequenos animais é feita nas veias safenas e cefálicas do antebraço. Nas vacas em lactação, a via é mamária. Utilize agulhas médias ou longas. Contenha o animal em local apropriado. BOVINOS a) Faça um garrote com uma corda na região do pescoço para impedir o retorno do sangue venoso que se avoluma no vaso, tornando visível e palpável o terço superior da veia jugular. b) Acople a seringa c) Aspire um pouco do sangue venoso. d) Afrouxe o garrote. e) Injete lentamente o medicamento. EQÜINOS a) Comprima a veia jugular com o dedo polegar. b) introduza a agulha, que deve estar acoplada à seringa sem a realização de movimentos bruscos. Essas informações são para o esclarecimento ao técnico. Em caso de dúvidas procure o veterinário de sua cidade e peça auxílio. Lembre-se que um profissional experiente pode evitar maiores problemas para os seus animais.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->