Você está na página 1de 1

Guia rápido para controle estatístico

do processo CEP

Controle de Qualidade (CQ) • Gráficos de Controle


Inspeção, análises e ação aplicados na operação de O gráfico de controle mostra a tendência central e a
fabricação, com o objetivo de executar e manter o dispersão da característica da medida. É utilizado
nível necessário de qualidade dos produtos e serviços. para implementação efetiva do controle de processo,
Controle Estatístico de Qualidade (SQC) aplicando determinando se a variação na qualidade é relevante
técnicas estatísticas para o controle de qualidade. para uma mudança nas condições do processo ou
• Subgrupos trata-se de causas aleatórias. O gráfico é composto
por uma linha central (CL) e limites de controle
Para verificar se a medição é estável ou não, são
superior e inferior (UCL e LCL), os quais são
retiradas amostras do conjunto de medições, as
determinados com base no desempenho no processo
quais são classificadas de acordo com o tempo,
de fabricação. Se os valores da característica
matéria-prima e outros fatores. Cada conjunto de
impressos no gráfico estiverem entre os limites de
amostras é denominado subgrupo.
controle superior e inferior, e livres das tendências
• Tendência anormais, o processo será considerado como
É a diferença entre a média (ou média estimada) sob controle.
das medições e o valor esperado.
Fora de tolerância
• Dispersão Run
Tendência
Uma medida da variação de medições. O grau de
Limite de controle superior
dispersão é normalmente quantificado em termos (LSC)
de desvio padrão. Linha central
(LC)
• Amostra
Limite de controle inferior
Um conjunto de dados retirados de uma população (LIC)
para investigar as características específicas.
• Tamanho da Amostra • Gráfico x-R
A quantidade de dados de uma amostra. O gráfico x-R é uma combinação de um gráfico x
(que indica a média de cada subgrupo) e um
• População gráfico R (que indica a amplitude de dispersão).
Todo o grupo de dados aos quais a análise O gráfico fornece informações muito úteis para
estatística é aplicada. checagem das condições anormais, com base na
tendência da média e na amplitude de subgrupos.
É utilizado freqüentemente para controlar o
Objetivo População Amostra processo em termos de dimensões, rendimento,
(a) Ação resistência à tração e outras características críticas
aplicada ao do produto.
processo
População
infinita Amostragem
• Histograma
Uma representação gráfica da distribuição de
Controle de freqüências dos resultados de medições, cuja largura
processo representa o intervalo em que a faixa dos valores
Análise de Processo Lote Amostra Dados
processo observados (máximo - mínimo) é dividida, e cuja
altura representa o número de observações
ocorridas em cada intervalo (freqüência). Fornece
uma visão geral da média e do grau de dispersão.
Ação Quando os pontos impressos são distribuídos
(b) Ação simetricamente em uma curva em forma de sino,
aplicada denominamos de distribuição normal.
aos lotes População
finita Amostragem
Limite com especificação superior (USL)
Limite com especificaçlão inferior (LSL)

Inspeção
Estimativa de Lote Amostra Dados
Valor-objeto

Qualidade
Média
Freqüência

Rejeições
Ação
• Capabilidade do Processo Medições
Bias
É a reprodutibilidade do produto quando o proces-
so está sob controle e qualquer causa determinan- Dispersão (±3s)

te de erro foi removida. Tolerância

16