P. 1
Apostila 26 - Conceitos Basicos de Economia e Indicadores cos

Apostila 26 - Conceitos Basicos de Economia e Indicadores cos

|Views: 699|Likes:
Publicado porJuliano Gomes

More info:

Published by: Juliano Gomes on Jul 30, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS

Economia Uma das definições que captura muito da ciência econômica moderna é a seguinte: Economia a ciência que estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação existente entre as ilimitadas necessidades a satisfazer e os recursos que, embora escassos, se prestam a usos alternativos. E o que é Escassez? Escassez significa que os recursos disponíveis são insuficientes para satisfazer todas as necessidades e desejos. Estando ausentes a escassez dos recursos e a possibilidade de fazer usos alternativos desses recursos, não haverá problema econômico. A disciplina assim definida envolve portanto o estudo das escolhas uma vez que são afetadas por incentivos e recursos.

Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos O que é Economia A palavra Economia, origina-se do grego, onde: “oikos” significa casa ou patrimônio e “momos” regra ou norma. Etmológicamente referia-se, pois, à administração doméstica ou também gerir, administrar as regras da casa ou administração do lar. Com o fim de dar-lhe sua conotação atual acrescentou-se a palavra economia o adjetivo política (do grego polis, cidade). Dessa forma deixava-se claro que a economia tinha como objetivo específico a sociedade e não o indivíduo ou a unidade familiar. Um tempo depois, surge a tendência de utilizar a denominação mais simples: Economia.

A economia tem vários tipos de definição Economia, ou Economia Política, é o estudo das atividades que, com ou sem dinheiro, envolvem transações de trocas entre pessoas Economia é o estudo da maneira pela qual os homens decidem utilizar os recursos produtivos escassos ou abundantes, para produzir varias mercadorias e distribuí-las a vários membros da sociedade, para o consumo. Economia é o estudo de homens em sua atividade comum, ganhando e desfrutando a vida. Economia é o estudo da maneira pela qual a humanidade realizada a tarefa de organizar suas atividades de consumo e produção. Economia é o estudo da riqueza e de como melhorar a sociedade

CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS
Enfim, qual é o conceito de Economia Economia é a ciência social que estuda a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Ela estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação entre as necessidades dos homens e os recursos disponíveis para satisfazê-las. Assim sendo, esta ciência está intimamente ligada à política das nações e à vida das pessoas, sendo que uma das suas principais funções é explicar como funcionam os sistemas econômicos e as relações dos agentes econômicos, propondo soluções para os problemas existentes. A ciência econômica está sempre analisando os principais problemas econômicos: o que produzir, quando produzir, em que quantidade produzir e para quem produzir. Cada vez mais, esta ciência é aplicada a campos que envolvem pessoas em decisões sociais, como os campos religioso, industrial, educação, política, saúde, instituições sociais, guerra, etc. As áreas da ciência econômica podem ser divididas e classificadas de várias formas e em vários tipos, embora a economia seja geralmente analisada através da microeconomia ou da macroeconomia. Microeconomia Macroeconomia Economia positiva (o que é) Economia normativa (o que deveria ser) Economia ortodoxa Economia heterodoxa Microeconomia A microeconomia examina o comportamento econômico dos agentes (inclusive indivíduos e firmas) e suas interações em mercados específicos, dadas a escassez e regulação governamental. Um determinado mercado pode ser para um produto, digamos, milho fresco, ou os serviços de um fator de produção, por exemplo, os serviços de um pedreiro. A teoria considera agregados de uma quantidade demandada por compradores e quantidade ofertada por vendedores para cada preço possível por unidade.

Economia Matemática A economia matemática se refere a aplicações de métodos matemáticos para representar a teoria econômica ou analisar problemas surgidos na economia. Esses métodos incluem cálculo e álgebra matricial. Autores citam suas vantagens na formulação e derivação de relações centrais em um modelo econômico com clareza, generalidade, rigor, e simplicidade. Econometria A econometria aplica métodos matemáticos e estatísticos para analisar dados relacionados com modelos econômicos. Por exemplo, uma teoria pode levantar a hipótese de que pessoas com mais educação irão ter renda mais alta, na média, do que uma pessoa com menos educação, mantido o resto constante. Estimativas econométricas podem delimitar a magnitude e a significância estatística da relação. A econometria pode ser usada para tecer generalizações quantitativas. Essas incluem testar ou refinar uma teoria, descrever uma relação de variáveis no passado e prever variáveis futuras.

Economia ortodoxa É aquela que lida com o entendimento dos conceitos de : Racionalidade Individualismo Equilíbrio Economia heterodoxa É aquela que lida com o entendimento dos conceitos de: Instituições História Estrutura social Contas Nacionais A contabilidade nacional é um método para listar a atividade econômica agregada de uma nação. tais como: concorrência perfeita e monopólio. também conhecida como "cross-section". Isso é geralmente referido como análise de oferta e demanda. e inflação dos preços e sub-agregados como o consumo todas e os gastos com investimento e seus componentes. examina a economia como um todo. e fluxos internacionais de capital. para explicar amplos agregados e suas interações. a taxa de desemprego. são examinadas como implicações para o comportamento e para a eficiência econômica. a macroeconomia tem sido caracterizada pela integração cada vez maior com a modelagem de base micro de setores. Tais fatores incluem a acumulação de capital. . As contas nacionais também incluem aferições do estoque de capital. Macroeconomia A macroeconomia. O PNB permite que se acompanhe a performance de uma economia e seus componentes ao longo de ciclos econômicos ou períodos históricos. Dados de preços podem permitir a distinção entre valores reais e nominais. Tais agregados incluem as medições do produto nacional bruto. As estruturas do mercado. riqueza de uma nação. corrigir totais monetários para refletir as variações nos preços ao longo do tempo. A análise macroeconômica também considera fatores que afetem o nível de crescimento da renda nacional no longo-prazo. o uso eficiente da informação no mercado. Ela também estuda os efeitos da política monetária e política fiscal. inclusive a racionalidade dos agentes. Desde pelo menos os anos 1960. As contas nacionais são sistemas contábeis de partidas dobradas que fornecem informações detalhadas sobre a atividade econômica de um país.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS A microeconomia une esses aspectos para descrever como o mercado pode atingir um equilíbrio em relação ao preço e a quantidade negociada ou responder a variações no mercado ao longo do tempo. isto é. mudança tecnológica e crescimento da força de trabalho. Essas incluem o produto nacional bruto (PNB). que fornece estimativas para o valor monetário da produção e da renda por ano ou por trimestre. "de cima para baixo". e a competição imperfeita. Isso tem abordado uma antiga preocupação sobre as inconsistências no desenvolvimento da disciplina.

Um contrato a termo pode ainda. com preços e prazos de exercícios pré-estabelecidos contratualmente. as quais são realizadas por telefone entre instituições financeiras. o titular de uma opção de compra paga um prêmio. O titular de uma opção de venda paga um prêmio e pode exercer sua opção apenas na data de vencimento. . A economia do trabalho observa os trabalhadores e seus demandantes (empregadores) e tenta entender os padrões resultantes de salários e outras rendas do trabalho. ser liquidado antes de seu vencimento. Economia gerencial A economia gerencial aplica análise microeconômica para especificar decisões nas organizações. Mercado a Termo É aquele que acontece operações com prazos de liquidação diferidos. em geral de 30. Mercado de Balcão Mercado de títulos sem lugar físico determinado para as transações. Para aplicações no mercado a termo. 60 ou 90 dias. ou pode revendê-la no mercado durante o período de validade da opção. são requeridos além do registro na BOVESPA. Por esses direitos. Um tema unificador é a tentativa de otimizar decisões de negócios. e somente mediante a efetiva liquidação física. São negociadas ações da empresa não registradas em bolsas de valores e outras espécies de títulos. tanto pelo vendedor como pelo comprador. inclusive minimização de custo por unidade e maximização de lucro.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS O que são Mercados Economia do trabalho A economia do trabalho procura entender o funcionamento do mercado e a sua dinâmica relacionada ao trabalho. Os mercados de trabalho funcionam através das interações entre trabalhadores e empregadores. utilizados com margem de garantia da operação. de emprego e desemprego. podendo exercê-los até a data de vencimento da mesma ou revendê-las no mercado. dados os objetivos da firma e limitações impostas pela tecnologia e condições de mercado. Mercado de Ações É o segmento do mercado de capitais. Ela se aproveita pesadamente de métodos quantitativos como pesquisa operacional e programação e também de métodos estatísticos como a regressão ausentes a certeza e informação perfeita. Mercado de Opções É aquele onde são negociados direitos de compra ou venda de um lote de valores mobiliários. Mercado à Vista É aquele no qual a liquidação física (entrega de títulos vendidos) se processa no segundo dia útil após a realização do negócio em bolsa e a liquidação financeira (pagamento e recebimento do valor da operação) se da no terceiro dia útil posterior à negociação. que compreende a colocação primária em mercado de ações novas emitidas pelas empresas e a negociação secundária (em bolsa de valores e no mercado de balcão) das ações já colocadas em circulação. um limite mínimo para a transação e de posse de valores.

modela o comportamento do setor público de forma análoga à microeconomia. geralmente o governo. Mercado Primário É onde ocorre a colocação de ações e outros títulos. envolvendo interações de eleitores. envolvendo lotes padronizados de commodities ou ativos financeiros. Mercado Futuro É aquele no qual são realizadas operações. Mercado de Capitais É o conjunto de operações de transferência de recursos financeiros de prazo médio. Mercado Financeiro É o mercado voltado para transferência de recursos entre os agentes econômicos. para liquidação em datas prefixadas. um aspecto da teoria da escolha pública. O campo aborda questões como incidência fiscal (quem realmente paga um imposto). longo e indeterminado. análise custobenefício de programas do governo. efeitos na eficiência econômica e distribuição de renda de diferentes tipos de gastos e impostos e políticas fiscais. políticos e burocratas interessados em si mesmos. longo ou indefinido. Economia do bem-estar A economia do bem-estar é um ramo da economia que usa técnicas microeconômicas para determinar simultaneamente eficiência de alocação dentro de uma economia e a distribuição de renda associada a ela. Finanças públicas Finanças públicas é o ramo da economia que lida com os gastos e receitas dos orçamentos das entidades do setor público.A economia do desenvolvimento estuda fatores que explicam o crescimento econômico e o aumento na produção per capita de um país ao longo de um extenso período de tempo. Ela tenta medir o bemestar social examinando as atividades econômicas dos indivíduos que compõem a sociedade. As empresas recorrem ao mercado primário para completar os recursos de que necessitam.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Mercado de Balcão Organizado É um sistema organizado de negociação de títulos e valores mobiliários de renda variável administrado por entidade autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM. Mercado Secundário É aquele no qual ocorrem a negociação dos títulos adquiridos no mercado primário. visando ao financiamento de seus projetos de expansão ou seu emprego em outras atividades. Crescimento e Economia do desenvolvimento O PNB (Produto Nacional Bruto) per capita é uma forma resumida de se medir o desenvolvimento econômico no longoprazo. Essa última. efetuadas entre agentes poupadores e investidores. No mercado financeiro. provenientes de novas emissões. geralmente dirigidas ao financiamento dos capitais de giro e fixo. por meio de intermediários financeiros. proporcionando a liquidez necessária. são efetuadas transações com títulos de prazos médios. .

várias formas de oligopólio e monopólio. e mudança tecnológica. As estruturas comuns do mercado incluem competição perfeita. graças à necessidade de se aplicar a teoria microeconômica a situações complexas do mundo real. a saber: Nacionalmente O Governo O Banco Central O Parlamento Internacionalmente por órgãos como. Abordagens em economia do desenvolvimento freqüentemente incorporam fatores políticos e sociais. também conhecida nos Estados Unidos como organização industrial. Estas ações são executadas pelos agentes de política econômica. Economia Agrícola A economia da agricultura é uma das mais antigas e mais bem estabelecidas áreas da economia. pobreza. uma região ou um conjunto de países. tem contribuído com avanços importantes de aplicação mais geral. pelo fato da economia da maioria dos países encontrar-se globalizada. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Política Econômica A política econômica consiste no conjunto de ações governamentais que são planejadas para atingir determinadas finalidades relacionadas com a situação econômica de um país. . estuda o comportamento estratégico das empresas. e crescimento econômico. Economia Industrial A economia industrial. Outros fatores muito estudados incluem a taxa de investimento. crescimento populacional. É uma área da economia que. competição monopolística. É o estudo das forças econômicas que afetam o setor agrícola e o impacto do setor agrícola no resto da economia. a estrutura dos mercados e suas interações. O campo distinto da economia do desenvolvimento examina aspectos econômicos do processo de desenvolvimento em países de baixa renda focando em mudanças estruturais.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Os mesmos fatores são usados para explicar diferenças no nível de produção per capita entre países. por exemplo: O FMI O Banco Mundial O Ex-Im Bank Cada vez mais há uma interação com entidades multinacionais.

A política externa subdivide-se em Política Cambial e Política Comercial.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Modalidades As políticas econômicas podem ser: De natureza estrutural Quando visa modificar a estrutura macro-econômica De natureza conjuntural Quando visa administrar uma situação como depressão. executado entre 1956 e 1960. Instrumentos de Política Econômica Política fiscal Conjunto de decisões e ações relacionadas com as despesas e receitas dos governos federal. um programa de política econômica No Brasil foi anunciado. Política de Rendas Conjunto de medidas visando a redistribuição de renda e justiça social. pelo Governo Federal um programa que se constitui numa das suas políticas econômicas. estadual e municipal. . estadual e municipal. Outro exemplo de política econômica no Brasil. Política de Rendas Conjunto de medidas visando a redistribuição de renda e justiça social. Política Monetária Conjunto de medidas objetivando controlar o volume de liquidez (quantidade de dinheiro circulante) a disposição dos agentes econômicos. do Presidente Juscelino. proteger determinados setores e desenvolver relações comerciais externas. Política externa Conjunto de medidas que tem por finalidade manter o equilíbrio do Balanço de Pagamentos. Política Monetária Conjunto de medidas objetivando controlar o volume de liquidez (quantidade de dinheiro circulante) a disposição dos agentes econômicos. proteger determinados setores e desenvolver relações comerciais externas. foi o famoso Plano de Metas. Denominado Programa de Aceleração de Crescimento (PAC). que originou Brasília Instrumentos de Política Econômica Política fiscal Conjunto de decisões e ações relacionadas com as despesas e receitas dos governos federal. A política externa subdivide-se em Política Cambial e Política Comercial. hiperinflação ou escassez de produtos De natureza expansionista Quando visa manutenção ou aceleração de crescimento econômico. No Brasil. em fevereiro de 2007. Política externa Conjunto de medidas que tem por finalidade manter o equilíbrio do Balanço de Pagamentos. engloba um conjunto de medidas que se destinam a tornar mais rápido o crescimento econômico do país.

Função Estabilizadora Os formuladores de políticas econômicas devem estar preocupados em estabilizar/controlar os grandes agregados macroeconômicos. transporte e justiça. Função Redistributiva As políticas econômicas devem atingir e vir a beneficiar os mais necessitados da sociedade. tais como. estaduais e municipais têm importante papel na economia de uma nação. educação. age provocando desemprego e deprimindo os preços dos que exercem menos controle sob seus rendimentos. monopólios e ações danosas ao direito do consumidor. Com isso. As principais funções do setor público são destacadas em quatro áreas de grande abrangência: Função Reguladora O Estado deve regular a atividade econômica mediante leis e disposições administrativas. Os cidadãos e agentes informados da sociedade brasileira sabem que essas quatro funções básicas do governo são vitais para o bom funcionamento de qualquer sistema econômico. torna-se possível o controle de alguns preços. Assim. Com isso. A política monetária. o fardo do controle da inflação sempre fica nas costas dos mais fracos e nas costas dos que perdem o emprego. taxa de desemprego e nível de produção. A política tributária é um pouco mais eqüitativa do que a monetária. modificam a distribuição de renda e riqueza entre pessoas e/ou regiões. segurança. Inflação e Pobreza Segundo o economista John Kenneth Galbraith.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Para que Existem as Políticas Econômicas? Os governos federais. deve prover ou facilitar o acesso a bens e serviços essenciais. . Função Provedora de Bens e Serviços O governo. de controle inflacionário. taxa de inflação. com o intuito de beneficiar a população. tais como. mas também restringe a produção e o nível de empregos. também. tanto a inflação quanto os recursos que geralmente se utilizam para combatêla prejudicam os mais fracos. saúde. defesa. principalmente àqueles que não são de interesse do setor privado. A igualdade social deve ser uma prioridade a ser buscada pelos órgãos públicos.

para valores mais baixos. é necessário que a política econômica se baseie em instrumentos que provoquem a redução da procura agregada. que podem ser bastante destrutiva. As causas mais comuns da inflação de custos são: os aumentos salariais fazem com que o custo unitário de um bem ou serviço aumente. e tendem a subir. O caso mais grave. Com o aumento dos custos ocorre uma retração da produção fazendo com que os preços de mercado também sofram aumento. que é o "descontrole" ou "descomando". lucros e empregos. esforços para manter uma estabilidade completa de preços podem também levar à deflação (queda constante de preços). de hiperinflação. o aumento do custo de matériaprima que provoca um super aumento nos custos da produção fazendo com que o custo final do bem ou serviço aumente e por fim. chamada de hiperinflação. A inflação pode ser dividida em: Inflação de Demanda É quando há excesso de demanda agregada em relação à produção disponível. nem mesmo por poucos dias. Trata-se do um aumento generalizado e persistente dos preços e envolve toda a economia de um país. conseqüentemente. Então. não é preciso ser economista para se ter uma correta noção intuitiva do que é a inflação. entre agosto de 1922 e novembro de 1923). concordatas e finalmente a recessão. ocorreu na Alemanha logo após a primeira guerra mundial. estimulando falências. As chances da inflação da demanda acontecer aumenta quando a economia produz próximo do emprego de recursos. (Um trilhão por cento. . A palavra "inflação" Na maioria dos países do mundo. os esforços para manter uma taxa zero de inflação. Inflação de Custos É associada à inflação de oferta. com o aumento geral de preços é mais fácil para que os preços relativos se ajustem. Por conta disso alguns economistas e executivos vêem essa inflação suave como um mecanismo de "lubrificação" do comércio. Em sua forma mais extrema. irão punir outros setores com queda de preços. e particularmente contratos e salários. Para a inflação de demanda ser combatida. Segundo algumas escolas de economia. a estrutura de mercado que algumas empresas aumentam seus lucros acima da elevação dos custos de produção. da economia. os preços aumentam tanto que as pessoas procuram não reter dinheiro consigo.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos O que é Inflação e Formas de Controle O papel da inflação na economia Um efeito da inflação de pequena escala é que se torna mais difícil renegociar alguns preços. resulta numa contínua perda do poder aquisitivo da moeda local. O nível da demanda permanece e os custos aumentam. especialmente no Brasil. logo. Isso. Muitos valores são bastante inelásticos para baixo. dada a rapidez com que o dinheiro diminui o seu poder de compra.

Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Distribuição de Renda Um dos temas que mais intriga os economistas é como medir o resultado das atividades econômicas. o PIB e de seu corolário. Índices de Inflação A inflação possui vários índices. muito imperfeita. pelo número de seus habitantes nos dá uma idéia. nos Estados Unidos. como avaliar corretamente a riqueza que é produzida. levou à criação de mais de trinta índices diferentes para medir a inflação e corrigir a desvalorização da moeda. causa encarecimento do produto nacional com relação ao importado o que provoca aumento nas importações e redução nas exportações. Nas escolas econômicas neoclássicas.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Distorções provocadas pela inflação A inflação é responsável por diversas distorções na economia Distribuição de Renda uma vez que os assalariados não tem a mesma capacidade de repassar os aumentos de seus custos. imóveis) A Ilusão Monetária interpretação errada da relação de ajuste do salário nominal com o salário real. o empresariado reduz seus investimentos. aritmeticamente. No Mercado de Capitais causa migração de aplicações monetárias para aplicações em bens de raiz (terra. entre eles: O IGP (Índice Geral de Preços) O IPA (Índice de Preços no Atacado) O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) O INCC (Índice Nacional do Custo da Construção) O CUB (Custo Unitário Básico) O ICV (Índice de Custo de Vida) A inflação ocorrida no Brasil. Na formação de Expectativas diante da imprevisibilidade da economia. . donos do capital e trabalhadores. O PIB nos diz qual é a riqueza total de um determinado país. Buscou-se colocar num mesmo conjunto os fatores de produção e o conceito de produtividade sob aspectos do equilíbrio de mercado. a renda per capita. os assuntos referentes a crescimento econômico ganharam destaque depois da crise de 1929. que nada mais é o que o valor do PIB dividido pelo número de habitantes. A forma mais tradicional de se medir o desempenho da economia de um país é pela análise de seu Produto Interno Bruto. Dividí-la. como fazem empresários e governos. do padrão de vida de sua população. Na Balança de Pagamentos uma vez que a inflação interna maior que a externa. O que é Distribuição de Renda A distribuição funcional de renda é a distribuição do produto nacional entre proprietários de terra. ou seja. ficando seus orçamentos cada vez mais reduzidos . no século passado. que gera percepção de maior renda e conseqüentemente provoca decisões erradas.

O governo pode distribuílo na forma de escolas ou hospitais. apresentam elevada desigualdade social e de distribuição de renda. Imposto direto É aquele que recai diretamente sobre a renda ou sobre a propriedade dos cidadãos. pois a concentração de renda gera o subemprego e limitações de consumo e acesso a educação de qualidade. Segundo o economista Celso Furtado. através da monocultura. No Brasil. enquanto nos desenvolvidos. sob o domínio de Espanha e Portugal. que podem ser diretos ou indiretos em um país. A inflação nunca é repassada integralmente aos salários. ocorreu concentração de terras e renda para manter a exportação açucareira colonial. A Distribuição de Renda na América do Sul Os países latino-americanos. Pode ser cobrado de maneira progressiva e quem tem pouca posse paga menos ou fica isento. Nos países subdesenvolvidos e em alguns emergentes.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Categorias de Impostos Os impostos podem ser diretos ou indiretos. É um imposto que pesa mais no bolso de quem ganha menos pois não há possibilidade alguma de aplicar a progressividade na arrecadação e. incluindo o Brasil. Esta. subsidiando setores econômicos geradores de empregos. como financiamento da aquisição da casa própria. portanto. já que é cobrado sempre o mesmo valor do consumidor. o qual demonstra as fontes de arrecadação e os gastos públicos a serem efetuados em um determinado período (exercício). a desigualdade na distribuição de renda inibe um crescimento econômico em todas as estruturas de investimentos de forma contínua no Brasil. não importando a sua faixa de renda. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Política Fiscal O principal instrumento de política econômica do setor público refere-se à política fiscal. Pode ser considerado injusto quando assume proporções elevadas. Se os preços das mercadorias subirem sem que esse índice seja repassado aos salários. com o constante processo de concentração de renda. . consiste na elaboração e organização do orçamento do governo. saneamento básico entre outros. Há basicamente dois fatores que explicam a concentração de renda: O sistema tributário e a inflação. Imposto indireto Estes já estão incluídos nos preços das mercadorias. por sua vez. que teriam como fatores de origem a formação sócio-econômica destes países em tempos de colônia. aumenta a taxa de lucro dos empresários e diminui o poder aquisitivo dos assalariados. a riqueza está mais bem distribuída. distribuir a renda. O sistema tributário constitui o modo como são arrecadados os impostos. É um poderoso mecanismo de distribuição de renda na forma de serviços públicos. há grande concentração de renda nacional em mãos de uma pequena parcela da população.

Subsídios São pagamentos feitos pelo governo a algumas empresas públicas ou privadas. portanto. Numa política fiscal expansionista. se for o caso. Em uma política fiscal restritiva temos diminuição dos gastos públicos e elevação dos impostos. Tal política afeta o nível de demanda ao influir na renda disponível que os indivíduos poderão destinar para consumo e poupança. com o objetivo aumentar a demanda agregada e o consumo privado. incidem indiretamente sobre o contribuinte. pontes. funcionalismo civil e militar. com objetivo de reduzir a demanda agregada e o consumo privado. sob a forma de aposentadorias. construção de estradas. Tal prática pode ser expansionista ou restritiva. No inverso temos déficit orçamental. Investimentos Gastos com aquisição de novas máquinas. O governo pode alterar o volume das receitas e gastos públicos através dos instrumentos fiscais. São incorporados ao processo produtivo e. COFINS e PIS. Exemplo: Imposto de Renda Impostos indiretos Que são tributos que oneram as transações intermediárias e finais. O financiamento do déficit do setor público. temos aumento nos gastos públicos e corte nos impostos. a elevada taxa de desemprego. infra-estrutura. . O que é Política Fiscal É administração das receitas e despesas do governo. Vejamos: A receita do Governo Os impostos. salário-escola. administração pública. também e um fator de preocupação da política fiscal. equipamentos. a saber: estimular a produção com conseqüente crescimento econômico e combater.m ISS. As despesas do Governo (gastos) As despesas do governo podem ser divididas em: Consumo Gastos com salários. que podem ser classificados em: Impostos diretos Que são aqueles que incidem diretamente sobre a renda das unidades familiares e das empresas. FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS A política fiscal visa atingir a atividade econômica e assim alcançar dois objetivos inter-relacionados. suas despesas e o seu orçamento. Se a receita é maior que a despesa. Transferências Benefícios pagos pelos institutos de previdência social. Estes instrumentos são suas receitas. Exemplo: ICMS. temos superávit orçamental. As políticas fiscais são ditadas pelo Presidente da República e pelo Congresso Nacional.

Políticas Fiscais Automáticas Estas agem imediatamente. Gastos aumentados para estabelecer novos empregos no governo Isto aumenta a demanda por trabalho. Este saldo pode ser classificado em três esferas: Orçamento equilibrado Ocorre quando o total das receitas em valores monetários de um determinado período for exatamente igual ao total dos gastos em valores monetários. as ações de política fiscal mais comuns são: Corte fiscal para negócios e indivíduos Isto dá às pessoas e corporações mais dinheiro. responsável pelas contas do setor público. Como funciona uma Política Fiscal Com as políticas fiscais. neste caso. O déficit do setor público pode ser financiado por duas principais fontes de recursos: Emissão de moeda . mudando a maneira que o governo gasta e coleta dinheiro. o resultado do setor público pode ser dividido em duas contas: Superávit ou Déficit primário ou fiscal É o saldo positivo (superávit) ou negativo (déficit) alcançado quando a receita do governo federal e estadual é superior ou inferior aos seus gastos. o governo deve determinar como será o financiamento ou o pagamento desse excesso de gastos. o governo influencia a economia. o que as motiva a comprar coisas e. cria moeda para financiar a dívida do Tesouro. Orçamento superavitário Quando as receitas superam os gastos em valores monetários em um determinado exercício do governo Orçamento deficitário Quando as receitas são inferiores aos gastos. acrescido do pagamento dos juros da dívida passada. registra um caso de déficit. Este sistema fornece uma receita para as pessoas que estão sem emprego.O BACEN. Uma das políticas fiscais automáticas mais importantes é o segurodesemprego. É a diferença entre os gastos públicos e a arrecadação tributária no exercício. aumentar a demanda.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS O orçamento do governo O resultado das operações de receitas menos os gastos do setor público representam o orçamento do governo. independente dos juros e da correção da dívida passada. Este procedimento é também conhecido como monetização da dívida. . Déficit operacional Trata-se da necessidade de Financiamento do Setor Público. Em uma recessão. assim. o que pode diminuir a taxa de desemprego. Economia Empresarial Quando o Tesouro Nacional. É calculado pelo resultado primário. Entretanto.

em seu art. Imposto É uma contribuição em dinheiro arrecadado pela União. IR. tais como: Educação Saúde Segurança publica Habitação Estradas Creches Saneamento básico. O governo oferta títulos em troca de moeda para financiar sua dívida atual.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Empréstimos . IPTU.Venda de títulos da dívida pública ao setor privado (interno ou externo). É vulgarmente chamado por imposto. Termos usados na tributação Tributo E toda contribuição em dinheiro. sem a obrigatoriedade de retribuição direta àquele que paga. Contribuição de Melhora É um tributo pago pelo proprietário que teve o seu imóvel valorizado pela construção de obras públicas. . Distrito Federal e Municípios. a licença para funcionamento. ou seja. Exemplos: ICMS. é necessário obter recursos financeiros. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Tributos Tributo é a obrigação imposta às pessoas físicas e pessoas jurídicas de recolher valores à União. dentre os principais. Quando nos referimos a tributo. taxas e contribuições de melhoria. O Código Tributário Nacional Brasileiro. Estados. que não constitua sanção de ato ilícito. A atuação do governo através da política fiscal. e outros. A função social dos tributos Para que o estado possa cumprir seu papel primordial. realizar o bem comum. Esse financiamento tende a aumentar o déficit operacional devido ao pagamento dos juros. estamos falando de impostos. da mesma forma que pela política monetária. Esses recursos vêm através do pagamento dos tributos pelas pessoas e são transformados em bens e serviços. dentre outros. paga pela a pessoa conforme a lei que o criou. Taxa É um tributo pago por um serviço que utilizamos ou esta à nossa disposição e que gera despesa para Poder Público. 3º preceitua que "tributo" é "toda prestação pecuniária compulsória. dos tributos arrecadados. instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada". embora tecnicamente este seja mera espécie dentre as modalidades de tributos. dentre outros. para prestar serviços que atendam às necessidades públicas. na sua maioria. para atender a necessidades públicas. em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir. busca alcançar alguns objetivos de política econômica. ao Estado e aos Municípios ou entidades equivalentes. provenientes. como a coleta de lixo. a estabilidade e o crescimento econômico. para atender às atividades próprias do Estado.

ou intermunicipal. Entenda melhor o ICMS ICMS Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços É um imposto de competência estadual. Imposto sobre Exportação (IE).CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Relacionamos abaixo como exemplo. Cada Estado da Federação tem liberdade para adotar regras próprias relativas à cobrança desse imposto. prestação de serviços de transporte. A evasão fiscal é um ato. além de ilegal. Imposto sobre Propriedade Territorial Rural (ITR). ocultar de maneira fraudulenta. Ele incide (base de cálculo) sobre a circulação de mercadorias. Imposto sobre Operação Financeiras (IOF). deixar de pagar. Evasão Fiscal é toda forma de desviar ou fugir dos pagamentos dos tributos aos cofres públicos. Sua receita fica toda com o estado. Imposto sobre Grandes Fortunas (IGF). Impostos do Município Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU). respeitados os requisitos mínimos fixados na Constituição Federal e pelo Código Tributário Nacional. é subtrair. injusto e prejudicial. a realização do bem comum logo reprovável por ser contra o interesse público. Impostos da União (Federal) Imposto sobre Renda e Proventos de Qualquer Natureza. Para combater a evasão dos tributos. fornecimento de refeições. Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobe prestação de serviços de transportes inter estadual e inter municipal e de comunicação (ICMS) e Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e doação de quaisquer bens e direitos (ITCD). alguns impostos nos âmbitos Federal. entre outros. Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). furtar. cobrado sobre as heranças e doações. Imposto sobre Importação (II). Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis Inter-vivos (ITBI) Sonegação e evasão fiscal Sonegar é ocultar à fiscalização legal. impedido o desenvolvimento e o Progresso dos Estados e Municípios. O fato gerador é a saída da mercadoria do estabelecimento do contribuinte. de energia elétrica. prestações de serviços de transporte interestadual. Quem paga este último é o herdeiro ou o donatário que também e responsáveis pelo seu reconhecimento. . compete a cada pessoa assumir de fato seu papel de cidadão. Estadual e Municipal. Imposto Residuais e Imposto Extraordinário Impostos do Estado Imposto sobre previdência de veículos automotores (IPVA). de comunicações. Incide também sobre a entrada de mercadorias importadas e serviços prestados no exterior.

moeda representa os meios de pagamento. a quantidade de dinheiro em circulação é diminuída. ou seja. o que provavelmente traria um efeito indesejado que é a elevação dos preços de forma generalizada. com o objetivo de aquecer a demanda e incentivar o crescimento econômico. Determinar a quantidade de moeda (dinheiro) na economia é função do Conselho Monetário Nacional (CMN). visando defender o poder de compra da moeda. Qual o motivo da taxa de juros da economia brasileira ser tão elevada. Tal prática pode ser expansionista ou restritiva. o governo teria que aumentar a liquidez do sistema. A Política Monetária age diretamente sobre o controle da quantidade de dinheiro em circulação. com o objetivo de desaquecer a economia e evitar o aumento dos preços. na sua forma mais líquida. Mas isto só virá a acontecer se por algum motivo (dificuldades na rolagem da dívida. ao controlar os meios de pagamento. com participação do Banco Central do Brasil (BACEN). está visando estabilizar o nível de preços geral da economia. o Banco Central. Cabe ressaltar que a política monetária expansionista visa criar condições para o crescimento econômico. Estes. Os governos que necessitam diminuir a taxa de inflação reduzem a oferta monetária e aumentam a taxa de juros. . a inflação pode retornar a patamares mais altos? Sim. ou mantida estável. eleva a taxa de juros (“preço do dinheiro”). colocar mais moeda em circulação. Tanto as cédulas/moedas metálicas quanto os valores existentes nas contas bancárias representam os meios de pagamento. Nesse sentido. a quantidade de dinheiro em circulação é aumentada. Esse mecanismo controla o nível de preços. definida em economia como inflação. tem-se a formação da taxa de juros. e a reduz atuando de forma inversa. podem ser representados pelo papel-moeda e pelos depósitos à vista nos bancos comerciais. respondendo a uma questão de anseio popular. seja qual for o país. Assim. porém não o determina. a economia pode deixar de elevar o crescimento econômico. Em uma política monetária expansionista. enxugando (diminuindo) a oferta monetária. ou seja. Mas. Ao determinar a quantidade de dinheiro. Em uma política monetária restritiva. e. de crédito e das taxas de juros controlando a liquidez global do sistema econômico. A lógica da política monetária consiste em controlar a oferta de moeda (liquidez) para determinar a taxa de juros de referência do mercado. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Política Monetária A política monetária tem como objetivo controlar a oferta de moeda na economia.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Política Monetária Política monetária é a atuação de autoridades monetárias sobre a quantidade de moeda em circulação. A política monetária. para baixar o mesmo. a taxa de juros pode ser simplificadamente interpretada como sendo o “preço do dinheiro”. Cabe destacar que em um sistema econômico. por exemplo) o governo tiver que colocar em circulação uma grande quantidade de moeda para financiar a dívida. e o que poderia ser feito para reduzir a mesma? Os juros estão altos com o intuito de controlar a estabilidade de preços da economia. se as taxas de juros permanecerem elevadas por um período longo.

no caso. Ao contrário. recebendo o pagamento em reais. Exemplo 2 O Banco Central vende títulos públicos ao mercado.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS O BACEN pode alterar os meios de pagamento (oferta de moeda) utilizando-se de quatro instrumentos: Operações de mercado aberto (Open Market) As operações de mercado aberto são caracterizadas pela compra e venda de títulos públicos do BACEN no mercado. Depósito compulsório São depósitos sob a forma de reservas bancárias que cada banco comercial é obrigado legalmente a manter junto ao Banco Central. tem como objetivo aumentar a oferta de moeda e conseqüentemente diminuir a taxa de juros do mercado. . o Real. Essa operação. Ocorre o caso inverso do exemplo anterior. influenciando o custo do capital. É calculado como um percentual sobre os depósitos à vista nos bancos comerciais. as taxas de juros devem ser mais baixas. tem como finalidade diminuir a oferta monetária e conseqüentemente aumentar a taxa de A lógica da política monetária consiste em controlar a oferta de moeda (liquidez) para determinar a taxa de juros de referência do mercado juros e com isso controlar o nível de preços. sendo o inverso também verdadeiro. maior o nível de reservas obrigatórias dos bancos junto ao Banco Central. para estimular o consumo e os investimentos. influenciando a remuneração do capital. A Taxa de Juros como ferramenta Na teoria. a oferta de moeda aumenta. Essa operação. fazendo o pagamento em reais.A taxa de juros sofreria um aumento. ao estimular a poupança e elevar os custos dos investimentos. Os recursos destinados aos empréstimos sofrerão uma diminuição e provocando com isso a criação de moeda bancária (valores depositados nos bancos). a elevação da taxa de juros irá diminuir a quantidade de dinheiro em circulação. O BACEN está ofertando um ativo menos líquido (títulos) e retirando do mercado (economia) um ativo mais líquido (moeda). pois o BACEN está retirando um ativo (título) que não é meio de pagamento e fornecendo ao mercado um ativo líquido (moeda). realizada em grande escala. o governo dispõe de cinco instrumentos básicos: Emissão de papel-moeda Depósito compulsório (percentual sobre os depósitos que os bancos comerciais devem reter junto ao Banco Central) Compra e venda de títulos da dívida pública Redescontos (Empréstimos do Banco Central aos bancos comerciais) Regulamentação sobre crédito e taxas de juros. Política Monetária Para fazer política monetária. realizada em grande quantidade. Nesse caso. Quanto maiores os depósitos compulsórios. a taxa de juros tem efeito direto sobre a poupança. Esses títulos podem ser de emissão própria ou em geral do Tesouro. se o objetivo é uma política monetária restritiva. Assim. e sobre os investimentos. Seu impacto sobre a liquidez na economia pode ser resumido em dois simples exemplos: Exemplo 1 O Banco Central compra títulos públicos do mercado.

que é tirado de circulação. aumentando o custo para se obter meios de pagamento. mas às vezes utilizado pelo Banco Central.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Para diminuir a liquidez do sistema financeiro. Ao contrário. entregando papéis e recebendo dinheiro. caso tenham problema de liquidez. A taxa cobrada sobre esses empréstimos é chamada de taxa de redesconto. Sobre Depósitos Compulsórios Parte dos depósitos efetuados pelos clientes não bancários nos bancos comerciais deve ser recolhido ao Banco Central. Sobre a Compra e Venda de Títulos Públicos Através da compra e da venda de títulos públicos. as instituições irão aumentar suas reservas e diminuir o crédito. Em outras palavras. O redesconto é o empréstimo que os bancos comerciais recebem do BACEN para cobrir eventuais problemas de liquidez. possibilitando ao Banco Central manter o controle da quantidade de dinheiro em circulação. o Banco Central afeta diretamente a quantidade de dinheiro em circulação. e até desestimular a atividade de intermediação financeira. o Banco Central eleva a taxa de compulsório. mais liquidez esse bem terá. pois entrega dinheiro em troca dos títulos. Ao comprar títulos do público. o banco central promove política monetária expansionista. . Neste caso. Um aumento da taxa de redesconto indica que os bancos sofrerão maiores custos. para enxugar a liquidez do sistema. Esse instrumento tem o objetivo de diminuir o poder que os bancos comerciais possuem de multiplicar o dinheiro em circulação através dos empréstimos. a taxa de juros. ou seja. o banco central pode vender títulos de sua carteira própria. refere-se ao controle direto sobre o crédito. compulsoriamente. Este instrumento pode gerar distorções no livre funcionamento do mercado de crédito. O grau de agilidade de conversão de um investimento sem perda significativa de seu valor mede sua liquidez. é a capacidade de transformar um ativo (bens ou investimentos) em dinheiro. Com menos recursos para emprestar dos bancos comerciais. Este pode estar relacionado ao volume de crédito. Redesconto bancário A assistência financeira de liquidez ou redesconto é o mecanismo pelo qual o BACEN socorre instituições financeiras com problemas de liquidez. Controle e seleção de crédito Um instrumento não muito convencional. ou seja. é a facilidade com que ele pode ser convertido em dinheiro. o crescimento da economia como um todo e afetado. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Liquidez da Moeda no Mercado Liquidez é um conceito econômico que considera a facilidade com que um ativo pode ser convertido no meio de troca da economia. Quanto mais rápida for essa conversão. ao prazo e destinação do crédito.

O ato de trocar um ativo menos líquido por um mais líquido chama-se "liquidação". onde as ordens não podem afetar os preços fortemente. Já em papéis pouquíssimo negociados. Fundos de investimentos De alta para média liquidez. Quando o papel é muito negociado. mesmo assim. segue alguns exemplos de investimentos. Um mercado é profundamente líquido se existem compradores prontos e disponíveis em grandes quantidades. não é garantido que você conseguirá vender. muitas vezes pode-se investir já sabendo que não precisará daquele dinheiro por um determinado período de tempo. Liquidez também se refere à capacidade de um negócio cumprir as suas obrigações. Para facilitar ainda mais o entendimento. em termos de possuir suficientes ativos líquidos. é necessário entre um a quatro dias úteis para o dinheiro estar disponível em sua conta. e deve-se considerar a rentabilidade que esse investimento pode trazer. a venda é praticamente instantânea e. dependendo do fundo. como as ações da Petrobras e da Vale do Rio Doce. Títulos públicos De média para baixa liquidez. Basta solicitar o resgate e o dinheiro está na sua conta. Sendo assim. faz-se necessário baixar a pedida para conseguir vendê-lo. a liquidez é um fator que deve ser levado em consideração no momento de escolher um investimento. . Um ativo líquido pode ser vendido rapidamente e com nenhuma ou perda mínima de valor e a qualquer momento. Ações Depende do ativo. De nada adianta um produto possuir alta rentabilidade. informando a liquidez de cada um seguido da justificativa: Poupança Alta liquidez. pois muitas vezes demora dias ou meses para vender um imóvel pelo preço que ele realmente vale. Liquidez É um termo que em negócios se refere à capacidade de converter facilmente um ativo para dinheiro. é difícil vender pelo preço sugerido com facilidade. pois as vendas só ocorrem uma vez por semana e. pelo preço que você sugere. mas geralmente a liquidez é alta. se. a liquidez do investimento fica em segundo plano.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Além da rentabilidade. Imóveis Baixa liquidez. na maioria das vezes. Existe uma data final para o resgate. Em contrapartida. A característica essencial de um "mercado líquido" é existirem compradores e vendedores prontos e disponíveis a qualquer hora. via compra e venda. pois. Muitas vezes. Isto é relacionado com a profundidade do mercado. no momento que se precisar do dinheiro. pois o resgate do dinheiro é feito quase que instantaneamente. não for possível vendê-lo ou só conseguirá reduzindo o valor desse ativo. sem causar um movimento significativo do seu preço.

bancos.). Se uma empresa não consegue cumprir as suas obrigações. o termo refere-se à capacidade da empresa cumprir as suas obrigações quando estas se geram. comerciais e financeiras dos agentes de determinado sistema econômico. Nele. Este preço é chamado de taxa de câmbio (R$/US$).CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Liquidez nas Empresas Numa empresa. de acordo com o contrato firmado e na data correta. é a capacidade de pagamento de um cliente. Eventuais déficits no Balanço de Pagamentos são decorrentes do fato de a entrada de divisas (dólares) ser inferior a saída de divisas. Já no mercado secundário. com os agentes de outro sistema econômico (normalmente país). Assim. O que é política cambial? Chama-se política cambial o conjunto de ações do Governo que influem no comportamento do mercado de câmbio e da taxa de câmbio. indústria. Neste sentido. Esse é o caso das operações com exportadores. a tesouraria procurará obter liquidez para supri-la. são registradas na Balança de Pagamentos. Se existe uma possível falha. O que é mercado primário e mercado secundário? A operação de mercado primário implica a entrada ou a saída efetiva de moeda estrangeira do País. Cabe explicar que as relações econômicas. o preço da moeda estrangeira em relação à moeda nacional é determinado neste mercado. a moeda estrangeira simplesmente migra do ativo de um banco para o de outro e são denominadas operações interbancárias. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Política Cambial O mercado de câmbio (divisas) é formado pelos diversos agentes econômicos que compram e vendem moeda estrangeira. viajantes etc. importadores. demonstra que não tem boa liquidez. conforme suas necessidades. O que é contrato de câmbio? Para que serve? O contrato de câmbio é o documento que formaliza a operação de câmbio. . Ou seja. Empresas que compram bens ou ações do exterior estão demandando moeda estrangeira (Dólar). etc. pois sua receita ocorre em moeda estrangeira. é colocada bastante ênfase no planejamento da tesouraria de forma a apurar todas as possíveis faltas de fundos. Em análise de crédito. nas quais os estoques existentes são vendidos com descontos para se obter liquidez. ao valor correspondente em moeda nacional e aos nomes do comprador e do vendedor. Empresas que vendem mercadorias ou ações no exterior estão aumentando a oferta de moeda estrangeira. à taxa contratada. As empresas fazem muitas vezes vendas de liquidação. pois seus gastos ocorrem em dólares. O cliente que depende de um outro credor para quitar seu débito junto a um primeiro credor. a liquidez se refere à probabilidade de um cliente honrar o seu compromisso com seus credores (comércio. constam informações relativas à moeda estrangeira que uma pessoa está comprando ou vendendo. ela estará em risco de insolvência. em particular o Dólar.

50 reais para comprar um dólar. Se o preço desce devido a um aumento da oferta de dólares. Precisa-se de mais reais para comprar a mesma quantidade de dólares. Por exemplo. ocorreu uma desvalorização da moeda local em relação à moeda estrangeira. Eles podem funcionar de 3 maneiras diferentes: Regime de câmbio flutuante Neste caso não há intervenção do Banco Central no mercado. o País adotou um regime híbrido de câmbio. O preço da moeda estrangeira. Para tanto. Se este subir para R$ 3. o Banco Central pode atuar diretamente no mercado. mediante multas.50. Após a desvalorização do Real frente ao Dólar em 1999. dizemos que ocorreu uma valorização do Real frente ao Dólar. resultando em uma saída de divisas maior do que a entrada. Também compete ao Banco Central fiscalizar o referido mercado. entre o dólar e o Real. podendo punir dirigentes e instituições. suspensões e outras sanções previstas em lei. comprando e vendendo moeda estrangeira de forma ocasional e limitada. O preço da moeda estrangeira elevou-se. O que é "Spread"? A diferença entre a taxa de compra (a menor) e a de venda (a maior) representa o ganho do banco com a negociação da moeda e é conhecido como "spread". Além disso. que mais se aproxima do cambio flutuante. O primeiro é que se exportam bens e serviços menos do que se conseguem importar. Menos reais serão necessários para comprar a mesma quantidade de dólares. Esse procedimento é adotado nos principais países desenvolvidos. O segundo desequilíbrio é causado pelo lado financeiro.00 por dólar. As empresas brasileiras que participam do comércio internacional dependem substancialmente da taxa de câmbio e entender o funcionamento desse mercado é fundamental. significa que são necessários R$ 2.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Este fato é resultado de dois desequilíbrios: Qual é o papel do Banco Central no mercado de câmbio? O Banco Central executa a política cambial definida pelo Conselho Monetário Nacional. Se o preço sobe devido a um aumento da demanda por dólares. Caso o câmbio esteja a R$ 2. regulamenta o mercado de câmbio e autoriza as instituições que nele operam. . é determinado exclusivamente pela interação entre oferta e demanda. onde não se conseguem atrair recursos (dólares) em quantidade suficiente para pagar as contas em dólar. Falando de Paridade Paridade é a relação existente entre duas moedas diferentes. com o objetivo de conter movimentos desordenados da taxa de câmbio. dizemos que ocorreu uma desvalorização do Real frente ao Dólar. O BACEN não compra e não vende dólares. ou a taxa de câmbio.

por exemplo). À margem da lei. o mercado de câmbio é dividido em dois segmentos. o BACEN ira perder muitas reservas e conseqüentemente pode desvalorizar a moeda local. o Banco Central deve comprar o excesso para que o câmbio não se valorize. O que é mercado de câmbio? Chama-se mercado de câmbio o ambiente abstrato onde se realizam as operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo Banco Central do Brasil (bancos. Existem inúmeras maneiras intermediárias entre o câmbio fixo e o câmbio livre de se atuar sobre o câmbio.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Regime de câmbio fixo Este regime representa um caso extremo de controle do mercado. mercado negro. A moeda estrangeira mais negociada é o dólar dos Estados Unidos. enquanto a taxa de compra reflete o preço que o banco aceita pagar pela moeda estrangeira que lhe é ofertada (por um exportador. agências de turismo e meios de hospedagem) e entre estes e seus clientes. Caso haja um excesso de procura/demanda por dólares. Dessa forma. são ilegais e sujeitam o cidadão ou a empresa às penas da lei. funciona um segmento denominado mercado paralelo. corretoras. É uma mistura entre o câmbio fixo e o câmbio livre ou flutuante. O Banco Central deve estar constantemente regulando o mercado. por exemplo). A taxa de câmbio reflete.40 significa que um dólar dos Estados Unidos custa R$ 2. por exemplo. a taxa de venda é o preço que o banco cobra para vender a moeda estrangeira (a um importador. que a taxa de câmbio brasileira é 2. quando dizemos. que são regulamentados e fiscalizados pelo Banco Central. assim. livre e flutuante. fazendo com que a cotação mais comumente utilizada seja a dessa moeda. Controlar o mercado de câmbio exige do Banco Central um certo nível de reservas internacionais (cambiais). distribuidoras. como "turismo". Se esse regime sofrer uma fuga significativa de capitais (dólares). Todos os negócios realizados no mercado paralelo. Pensando sempre do ponto de vista do banco (ou outro agente autorizado a operar pelo BC). . este deve vender dólares ao mercado para que o câmbio não se desvalorize. Formas híbridas de câmbio Formas híbridas de câmbio são maneiras de atuar sobre o câmbio. Caso ocorra um excesso de oferta de dólares no mercado. o custo de uma moeda em relação a outra. O que é taxa de câmbio? Taxa de câmbio é o preço de uma moeda estrangeira medido em unidades ou frações (centavos) da moeda nacional. sem origem justificada. O mercado livre é também conhecido como "comercial" e o mercado flutuante. ou câmbio negro. dividindo-se em taxa de venda e taxa de compra.40. No Brasil. bem como a posse de moeda estrangeira.

assim conceituadas na legislação tributária. com base no disposto no Decreto-lei 1. por conseqüência.000. No entanto. os meios de hospedagem de turismo e as corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários. o Sisbacen é o principal elemento de que dispõe o Banco Central para monitorar e fiscalizar o mercado. o pressuposto da norma é que a compra tenha por fim custear viagem de turismo ao exterior. na grande maioria dos casos os clientes não têm acesso à moeda estrangeira em espécie. uma pessoa entrega reais (R$) ao banco em troca do direito sobre o equivalente em moeda estrangeira. anualmente. Quem compra moeda estrangeira fica obrigado a viajar ao exterior? Não há menção específica da regulamentação a esse assunto. a existência de norma editada no País regulando tal evento.060. além desses dois. que podem ter a moeda estrangeira entregue em espécie no País. para a realização das operações de câmbio. . É possível ter conta em dólares no exterior? A regulamentação brasileira não alcança o exterior.224. domiciliadas ou com sede no País. deve ser ressaltado que a regulamentação cambial não prevê a remessa de moeda estrangeira para alimentação de contas da espécie. No segmento flutuante. não sendo possível. estão obrigadas a informar ao Banco Central do Brasil.00 por operação. armazenagem e troca de informações que liga o Banco Central aos agentes do sistema financeiro nacional. por exemplo. Finalmente.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Qualquer pessoa pode comprar e vender moeda estrangeira? Qualquer pessoa física ou jurídica pode ir a uma instituição autorizada a operar em câmbio para comprar ou vender moeda estrangeira. e na Medida Provisória 2. Quais são as instituições que podem operar no mercado de câmbio? Podem operar no mercado de câmbio apenas as instituições autorizadas pelo Banco Central. os ativos mantidos no exterior. Qual é a função do Sisbacen no mercado de câmbio? O Sisbacen .Sistema de Informações Banco Central é um sistema eletrônico de coleta. de 2001. sendo ainda vedada a guarda de moeda estrangeira como forma de poupança. Como regra geral. Excetuam-se as operações relativas à viagens internacionais. Visto ser obrigatório o registro de todas as operações de câmbio realizadas no País. é necessário respaldo documental. Visto que nas operações de câmbio são negociados direitos sobre a moeda estrangeira. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos também é autorizada pelo Banco Central a realizar operações com vales postais internacionais. podem ter permissão para operar as agências de turismo. limitados a US$ 3. de 1969. Na importação. as pessoas físicas e jurídicas residentes. O segmento livre é restrito aos bancos e ao Banco Central. que é entregue ao exportador estrangeiro ou a um terceiro interessado (normalmente um banco) no exterior. No entanto.

porque envolve todos os países do terceiro mundo e ainda.). os grupos para-militares. Muitas vezes. socorrer os países filiados que estivessem em dificuldades. Os países industrializados também recorrem a este órgão. Conseqüências negativas para a economia de uma país Uma dívida externa elevada pode ser prejudicial para um país. o FMI. Dívida externa do Brasil O Brasil é um exemplo de país com elevada dívida externa. de rompimento com os países ricos que provocaram esta nefasta subordinação. principalmente se este for pobre ou em desenvolvimento. mas sempre conceituado que este problema seja resolvido num espaço de tempo curto. resultantes de empréstimos e financiamentos contraídos no exterior pelo próprio governo. O Fundo funcionava da seguinte maneira: muitos países se associaram num agrupamento conhecido como FMI. Entretanto. quer dizer que muitos países estão em situação difícil. Esta dependência gera os famigerados terroristas. o país com alta dívida externa não consegue saldar toda a dívida e compromete boa parte de seus recursos para pagar os juros. fez um empréstimo à Inglaterra e efetuou o pagamento em 1824. tais como o Japão. em 1822. A dívida externa é um dos assuntos mais polêmicos da atualidade. só subsidia qualquer nação. para que o dinheiro empregado tenha o devido retorno. ou de seu grupo. A busca ao FMI. participando com uma cota paga anualmente para suprir os problemas que qualquer país enfrente. entidades financeiras internacionais (Fundo Monetário Internacional . as associações de chanceleres e muitos outros mecanismos que procuram a satisfação de sua nação. a partir das relações internacionais de compra e venda de produtos. Banco Mundial. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Dívida Externa Dívida externa é a somatória dos débitos de um país. todavia. O mundo inteiro está perplexo com a situação da dívida global. Assim tinha início nossa dívida externa. Como o Brasil não possuía tantos recursos. a dívida começa a existir. não é só feita pelos países do terceiro mundo. porém. Esses recursos podem ser provenientes de governos. bancos ou empresas privadas. Para reconhecer a Independência do Brasil. a Inglaterra e muitos outros também recorreram ao Fundo para suprimirem seus problemas de imediato. . etc. Portugal exigiu o pagamento de 3 milhões de libras esterlinas. para os casos de longo prazo. os Estados Unidos. por empresas estatais ou privadas. Este empréstimo externo do Brasil ficou conhecido como "empréstimo português".CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Fundo Monetário Internacional FMI Este órgão tinha como objetivo principal. uma grande parte do primeiro. determinando os caminhos que esse país deva seguir. a França. levando a nação ao desespero incontrolável. As diversas guerras que o mundo presencia tem origem no desejo de independência. que essa dificuldade fosse de curto prazo. pois cria uma dependência com relação aos credores. Nossa dívida externa começou logo após o processo de independência.FMI.

mas por causa dos juros. baseados em variáveis conhecidas. O PIB pode ser aferido a preços correntes (nominais ou monetários) e constantes (reais). região ou estado. tais como o consumo industrial de energia elétrica. com base em metodologia recomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU). os indicadores econômicos são fundamentais tanto para propiciar uma melhor compreensão da situação presente e o delineamento das tendências de curto prazo da economia. superando o valor de sua dívida externa. O que é o PIB Produto Interno Bruto O PIB corresponde ao valor de mercado do fluxo de bens e serviços finais disponibilizados por uma economia em um determinado período de tempo (normalmente um ano). são construídos. descontadas as transações intermediárias. os indicadores econômicos (IEs) representam essencialmente dados e/ou informações sinalizadoras ou apontadoras do comportamento (individual ou integrado) das diferentes variáveis e fenômenos componentes de um sistema econômico de um país. propiciando o acompanhamento de suas modificações estruturais e de seu curso conjuntural. venda de eletrodomésticos e de automóveis. quanto mais se paga. Alguns indicadores econômicos. A previsão orçamentária de recursos requer a construção ou adoção de indicadores que possibilitem acompanhar oscilações de curto prazo das variáveis que afetam o comportamento das receitas. a partir de minucioso levantamento e sistematização de informações primárias e secundárias apuradas ou apropriadas por aquela instituição. o elemento que permite o acompanhamento de um fenômeno em observação. quanto para subsidiar o processo de tomada de decisões estratégicas dos agentes públicos (governo) e privados (empresas e consumidores). no primeiro ano do segundo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A continuidade do pagamento da dívida externa foi muito questionada no Brasil por alguns grupos e estudiosos. Fazendo uma analogia com os dedos das mãos. mais ela aumenta. Em 2007. Os valores monetários servem para dar uma idéia da dimensão do sistema. pois resultam da agregação da produção física de todos os bens e serviços pelos respectivos preços. Conceitos Básicos de Economia e Indicadores Econômicos Definição e Interpretação dos principais Indicadores Econômicos Entende-se por indicador econômico. OPIB é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). . O seu comportamento passa a identificar o comportamento provável da atividade econômica. etc. Por isso. Evidências desse tipo são utilizadas como "termômetros" pelos mentores da política econômica para mudança e redirecionamento dos instrumentos de política. Ambos representam importantes medidas de desempenho. o Brasil conseguiu acumular capital. que denunciam o fato de que a dívida "já foi paga várias vezes".CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Depois disso o Brasil passou a ter mais e mais dívidas.

pelo IBGE e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE-USP). OPIB é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). descontadas as transações intermediárias. Os valores monetários servem para dar uma idéia da dimensão do sistema.Disponibilidade Interna (IGP-DI) Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) Índices do IBGE Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) Índice da FIPE Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Indicadores do setor externo Exportações Importações Saldo da balança comercial Saldo em transações correntes Dívida externa Indicadores agregados monetários Juros – Taxa do Over e Taxa Selic Poupança Indicadores do Setor Público Dívida líquida Necessidades de financiamento . Os indicadores econômicos podem ser classificados em cinco subconjuntos de variáveis macroeconômicas relevantes: Indicadores de nível de atividade Produto interno bruto (PIB) Produção industrial Desemprego Indicadores de nível de preços Os índices de preços mais importantes do país são aqueles produzidos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). com base em metodologia recomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU). a partir de minucioso levantamento e sistematização de informações primárias e secundárias apuradas ou apropriadas por aquela instituição. propiciando o acompanhamento de suas modificações estruturais e de seu curso conjuntural. O PIB pode ser aferido a preços correntes (nominais ou monetários) e constantes (reais).CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS O que é o PIB Produto Interno Bruto O PIB corresponde ao valor de mercado do fluxo de bens e serviços finais disponibilizados por uma economia em um determinado período de tempo (normalmente um ano). Ambos representam importantes medidas de desempenho. pois resultam da agregação da produção física de todos os bens e serviços pelos respectivos preços. Índices da FGV Índice Geral de Preços .

As principais fontes de dados são as pesquisas do próprio IBGE. políticos em geral e a sociedade organizada (sindicatos. retratam o estado social dessa nação e permitem conhecer o seu nível de desenvolvimento social. justiça e segurança pública. associações de moradores. o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é o órgão oficial responsável pela produção das estatísticas que compõem o sistema de Indicadores Sociais. Os Indicadores Sociais constituem um sistema . grupos religiosos. como elementos de um mesmo conjunto. Sudeste. educação e condições de vida das famílias. outro pode ter incentivado a criação de novas indústrias . No Brasil. Que tipo de informação os Indicadores podem dar sobre o Brasil? A comparação entre as regiões Norte. dentre outros) sobre os critérios mais importantes para se fazer esta escolha. Ao mesmo tempo. já se pode falar de um conjunto mínimo de Indicadores Sociais. Hoje em dia. Comparando-se os Indicadores Sociais do Nordeste com os do Sudeste (por exemplo. Tal conjunto é composto por informações sobre as características da população. para que tenham sentido. em conjunto. como as pesquisas censitárias (Censo Demográfico e Contagem Populacional) e por amostra de domicílios (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. é preciso que sejam vistos uns em relação aos outros. Sul e Centro-Oeste é muito útil para que você conheça melhor o país. sobre a dinâmica demográfica. fica claro que no Nordeste as famílias vivem em piores condições de vida do que no Sudeste. associações de classe. sobre saúde. porém.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Indicadores Sociais São estatísticas sobre aspectos da vida de uma nação que. Indicadores Sociais A escolha dos aspectos que retratam o estado social de uma nação é uma tarefa difícil.os números mostram o que realmente foi realizado! Quem são os responsáveis pela produção das informações que integram o sistema de Indicadores Sociais? Na grande maioria dos países. você pode achar que o mais importante para se dizer que um país está se desenvolvendo é a quantidade de exportações que ele realiza. PNAD). como já existe um consenso sobre os critérios de seleção dos aspectos que melhor retratam o estado social de uma nação. Um governo conseguiu melhorar os índices de educação em várias regiões. porque depende de acordo entre o governo. Nordeste. isto é. número de pessoas que têm em casa esgoto ligado à rede geral. . um amigo seu pode achar que o aumento do número de trabalhadores é que indica o progresso da nação. Por exemplo. sobre trabalho e rendimento. água tratada e coleta de lixo). são os órgãos oficiais do governo. os Indicadores permitem que você avalie com mais cuidado as ações dos governos no que se refere à administração da vida das pessoas.

desemprego. O PIB real per capita indica o nível de ganho por pessoa e é medido em dólares internacionais. em uma determinada sociedade. Trata-se de um indicador do nível de atendimento. nutrição. saúde. que. das necessidades humanas básicas. crescem com a melhoria das condições econômicas (pobreza. educação e moradia). desigualdade.Índice de desenvolvimento humano Este indicador determina o nível de atendimento das necessidades humanas básicas.CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA E INDICADORES ECONÔMICOS Vamos ver alguns exemplos de Indicadores Sociais: IDH Índice de Desenvolvimento Humano O conceito de desenvolvimento econômico amplia o conceito de crescimento econômico. pobreza. envolvendo 3 aspectos de relevância para o bem-estar de um indivíduo: Vida longa e saudável Acesso ao conhecimento Padrão de vida digno Indicadores de Mortalidade Mortalidade infantil x expectativa de vida trata da esperança de vida ao nascer Indicadores de causas de morte são relacionados aos índices de saúde. não necessariamente. Bibliografia Portal Wikipédia Portal Educação Portal Brasil Escola Portal Financenter Portal Sua Pesquisa Projeto Renasce Brasil Faculdade de Economia e Administração – USP Carlos Ilton Cleto e Lucas Dezordi – Economistas Antonio Luiz Monteiro Coelho da Costa – Economista Elmo Nélio Moreira – Economista Gilmar Mendes Lourenço e Mario Romero . moradia.Economistas Fernando Rebouças – Economista Thayse Ribeiro Belfort Rafael Seabra Jussara Faustino . Indicadores de Alfabetização Taxa de Alfabetização Infantil Taxa de Alfabetização Adulta IDH . etc. ao incluir na análise dos índices ou indicadores aqueles que contemplam a melhoria das condições de vida da população. Um dos principais índices capazes de determinar com precisão os estágios de desenvolvimento humano e de condições de vida é o IDH.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->