P. 1
Máquinas Térmicas

Máquinas Térmicas

|Views: 328|Likes:

More info:

Published by: Rúben Oliveira Lopes on May 27, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/08/2012

pdf

text

original

Máquinas Térmicas

Evolução Histórica – Motor Diesel – 1880-1900

. 1898 – Comercialização dos primeiros motores Diesel (M.N e Krupp). aquando do seu estudo sobre máquinas a vapor.A. 1892 – Diesel regista a sua primeira patente (combustão a temperatura constante).2% “motor térmico racional”. 1890 – Herbert Stuart fornece também o seu contributo para os primeiros motores de queima de óleo. 1897 – Protótipo com rendimento de 26. 1900 • • • • • • EVOLUÇÕES PROSSEGUEM ATÉ AOS DIAS QUE CORREM ! . 1895 – Funcionamento do primeiro protótipo com rendimento de 16%.Cronologia • • • 1880 1885 – William Priestman e Emil Capitaine dão o primeiro impulso para a utilização de motores que queimam óleo. 1893 – Diesel propõe o ciclo para combustão a pressão constante. Rudolf Diesel consegue provar o funcionamento de um motor de combustão interna sem vela de ignição.

26 . de modo a que a combustão se dê sem aumento significativo de temperatura ou de pressão e que após a interrupção de injecção do combustível a massa de gás seja seguidamente expandida no cilindro… Pag. e sendo o combustível injectado gradualmente deste o PMS.. tendo em conta a descida do pistão e a consequente expansão do ar. DIESEL ..Ciclo Diesel • Patente (1892) – R. O método de funcionamento de um motor de combustão em que ar puro é comprimido num cilindro por um pistão até que a sua temperatura seja superior à de combustão ou de ignição do combustível empregue.

Motor Diesel 4 tempos • 1º curso – o pistão comprime o ar durante o curso ascendente. No final dessa compressão o combustível diesel é injectado directamente no cilindro. 4º curso – o pistão desce admitindo ar fresco no cilindro – fase de admissão. • • • . 3º curso – o pistão sobe para permitir a exaustão dos gases queimados – fase de escape. após um certo atraso na inflamação – fase de compressão. inflamando-se sob o efeito do calor libertado pela compressão. 2º curso – o pistão desce sob a impulsão dos gases queimados – fase de expansão.

MOTOR DIESEL VS MOTOR GASOLINA • A combustão do combustível (Diesel) faz-se pelo aumento da temperatura provocado pela compressão. bem como mais ruído de funcionamento. Motor a Gasolina funciona com a taxa de compressão que varia a 8:1 a 12:1. • • . Motor Diesel apresenta indicies de poluição mais elevados. existem apenas velas de incandescência. • • No Motor a Gasolina existe aspiração de mistura (ar – combustível). enquanto no Motor Diesel. enquanto no Motor Diesel esta varia de 14:1 a 25:1 (daí a robustez de um relativamente a outro). no Motor Diesel existe injecção de combustível. e a alta temperatura do oxigénio comprimido provoca a sua combustão. No Motor a Gasolina existem velas de ignição.

EVOLUÇÕES… • Onde se tem feito mais evolução neste tipo de motorização mais eficiente que o seu congénere a gasolina é no campo da injecção directa. que possibilitam a obtenção de mais potência. nomeadamente nas de alta pressão como o injector-bomba e o "common-rail". menor consumo e menos ruído de funcionamento… Tecnologia Multiair da Fiat .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->