Você está na página 1de 2

Saiba o que muda na ortografia

HÍFEN
Prefixos Novas Regras COMO ERA COMO FICA

PASSA A SER USADO: quando o segundo elemento se


microondas micro-ondas
TERMINADOS EM VOGAIS E inicia por vogal idêntica à vogal final do prefixo ou por H
anti-semita antissemita
FALSOS PREFIXOS

DESAPARECE: nos outros casos infra-estrutura infraestrutura

É USADO: quando o segundo elemento é iniciado por B, H


ou R
TERMINADOS EM B subepático sub-hepático
DÚVIDA: O acordo não deixa claro se “subumano” passará a
ser grafado como “sub-humano”

É USADO: quando o segundo elemento é iniciado por H


DÚVIDA: O acordo não deixa claro se “coabitar” passará a NÃO MUDA: co-herdar
CO(M) ser grafado como “co-habitar”

co-edição coedição
DESAPARECE: nos outros casos
co-autor coautor
É USADO: quando o segundo elemento é iniciado por D, H
ou R
AD NÃO MUDA: ad-digital
DÚVIDA: “Adrenalina” deve continuar igual, mas não está
claro se “adrenal” se torna “ad-renal”

PASSA A SER USADO: quando o segundo elemento é


CIRCUM circumurado circum-murado
iniciado por vogal, H, M ou N

bem-feito benfeito
DESAPARECE: nas palavras citadas no acordo e nas suas
BEM bem-querer benquerer
correlatas, provocando a aglutinação
bem-querido benquerido

NÃO MUDA
CONTINUA: quando o segundo elemento é iniciado por H ou
TERMINADOS EM R
R, super-homem; inter-relação

pára-quedas paraquedas
Algumas palavras compostas perderam o hífen
manda-chuva mandachuva

TREMA
COMO ERA COMO FICA
lingüiça linguiça
DESAPARECE: em quase todas as palavras
conseqüência consequência
pingüim pinguim

NÃO MUDA
CONTINUA: em palavras de línguas estrangeiras e derivados
mülleriano, Bündchen
ACENTOS Novas Regras COMO ERA COMO FICA
eles vêem eles veem
DESAPARECE: nas paroxítonas terminadas em “-eem” e “-
CIRCUNFLEXO eles lêem eles leem
oo”
vôo; enjôo voo; enjoo

pára O trânsito sempre para


pêlo O pelo do animal caiu
DESAPARECE: em quase todas as palavras pólo Faz frio no polo Norte
pêra Comi uma pera doce
pára-brisa O para-brisa está sujo
DIFERENCIAL

CONTINUA: no infinitivo do verbo “pôr” e no pretérito perfeito NÃO MUDA


de “poder” (“pôde”) É preciso pôr a mesa
FACULTATIVO: para distinguir “forma” de “fôrma” Ontem ele não pôde sair

DESAPARECE: nas paroxítonas (acento tônico na penúltima


sílaba) assembléia assembleia
AGUDO NOS DITONGOS ABERTOS
CONTINUA: nas palavras oxítonas (acento na última sílaba) idéia ideia
EI e OI
e nos monossílabos tônicos (palavras de uma só sílaba, heróico heroico
sendo ela tônica)

DESAPARECE: nas paroxítonas, quando a sílaba tônica é feiúra feiura


antecedida de ditongo bocaiúva bocaiuva

AGUDO NO I e NO U EM HIATO
CONTINUA: em todos os outros casos determinados pela NÃO MUDA
regra anterior Piauí; tuiuiú; saúde

DESAPARECE: o acento agudo desaparece na letra U em apazigúe apazigue


AGUDO EM ALGUNS VERBOS algumas formas de verbos como apaziguar, arguir, averiguar, averigúe averigue
obliquar argúi argui