Você está na página 1de 10

Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone

DICAS DIREITO AMBIENTAL
Dica n.º1. Nesta dica abordaremos o conceito de Meio Ambiente. Como sempre digo em sala de aula, antes de iniciarmos os estudos de fato e de direito sobre determinado ramo do Direito, necessário se faz analisarmos os principais assuntos e ramos do mesmo. Com o Direito Ambiental a coisa não é diferente, antes de estudarmos os principais assuntos desse ramo, mister que apresentemos o conceito de Meio Ambiente. Pois bem, o instituto Meio Ambiente pode ser conceituado de duas formas diferentes: uma constitucional, uma legal. Para a atual Constituição Federal, temos que Meio Ambiente é um bem de uso comum do povo, como bem salienta o art. 225 caput da CRFB/1988. Já para a lei, segundo o art. 3º, inciso I da Lei 6938/81 Meio Ambiente é “o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas”. Por fim, temos que a doutrina dente a seguir o segundo conceito, uma vez que Meio Ambiente não pode ser visto como um bem de uso comum, mas sim um bem de caráter difuso. Dica n.º 2. Agora veremos as classificações doutrinárias de Meio Ambiente. Após a conceituação de meio ambiente, mister que saibamos as quatro classificações doutrinárias de Meio Ambientem, posto que é um tema muito explorado em nosso Exame e passível de ser cobrado mais uma vez. Pelo acima exposto, meio ambiente pode ser classificado em: natural, artificial, cultural e do trabalho. Meio Ambiente natural pode ser conceituado como o conjunto de recursos naturais, como a água, a flora, a fauna, o solo etc. Já o artificial, pode ser considerado pelas edificações, as construções, os prédios urbanos e etc. O meio ambiente cultura é representado pelo patrimônio histórico, artístico, cultural etc. Por fim, temos o meio ambiente do trabalho que é representado pelo local e salubridade do ambiente de trabalho. Por tudo acima exposto, fica claro que o tema é rico em assunto e passível de ser cobrado no presente Exame. Dica n.º 3. Passemos a analise das nomenclaturas de Direito Ambiental. Mais uma das dicas que dou em sala de aula! É importantíssimo sabermos as principais conceituações e nomenclaturas que fazem parte do Direito Ambiental. Mesmo sabendo que o tema é quase infinito, no quadro abaixo estão as principais nomenclaturas do Direito Ambiental. Lembramos que essa dica pode ser cobrada tanto em questões correntes, como também, pode ser essencial para responder as demais questões. - Meio Ambiente: “o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas” - Degradação da Qualidade Ambiental: “a alteração adversa das características do meio ambiente”

TV Exame de Ordem | www.tvexamedeordem.com.br |Prof. Filipe Picone

Página 1

” . necessária ou uso sustentável dos recursos naturais. para só após na próxima dica passarmos a legislação ambiental pertinente ao nosso Exame. e III. d). 5º.” . 225 (inteiro): trata especificamente dos assuntos mais importantes do direito ambiental.” . vamos primeiro expor o rol constitucional. Seu tamanho é determinado por lei e varia conforme a cobertura vegetal e a região do país. é necessário saber que os incisos I. por atividade causadora de degradação ambiental. solo. a estabilidade geológica. direta ou indiretamente.br |Prof. 20: bens da União. com a função ambiental de preservar os recursos hídricos. d). é necessário saber que os incisos III. Após os avisos e considerações vejamos:  art. LXXIII: Trata da ação popular que em dos seus objetivos é cuidar de anular os atos lesivos ao meio ambiente. b). c). a paisagem.º 4.com. tão importante como saber todos os pontos e assuntos da doutrina na ponta da língua é saber onde os mesmos estão na lei e na Constituição. por isso resolvemos trazer as principais normas constitucionais e infraconstitucionais envolvidas em nosso Exame. responsável. V e VI.Poluição: “A degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente: a)prejudiquem a saúde. Como falo aos meus alunos e alunas.Área de Preservação Permanente: Área protegida nos termos do Código Florestal.  art.tvexamedeordem. Filipe Picone Página 2 . de direito público ou privado. recursos hídricos e outros organismos.  art.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone . à conservação e reabilitação dos processos ecológicos.Poluidor: “a pessoa física ou jurídica. posto que no mesmo encontram-se resumido os principais assuntos do Direito Ambiental. excetuada a de preservação permanente. II. IV. à conservação da biodiversidade e ao abrigo de proteção de fauna e flora nativas.afetem as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente. a segurança e o bem-estar de população.  art. 26: bens dos Estados membros. coberta ou não por vegetação nativa.Ambiente: “Conjunto de condições que envolvem e sustentam os seres vivos no interior da biosfera.criam condições adversas às atividades sociais e econômicas. Analise das normas constitucionais. como proposto pelo constituinte.Reserva Legal: área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural. TV Exame de Ordem | www. Por motivos acadêmicos e para facilitar a memorização. Dica n.afetem desfavoravelmente a biota. o fluxo gênico da fauna e flora. proteger o solo e assegurar o bem estar das populações humanas” . Lembramos que esse rol é muito cobrado em nosso Exame. incluindo clima. representem os bens da União de valor ambiental.lancem matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos. representem os bens da União de valor ambiental. a biodiversidade.

735. de 22/02/1989) . IX. Filipe Picone Página 3 .  Crimes Ambientais (Lei 9. IV. Analise das normas infraconstitucionais (Leis e Res.º 5. independentemente de culpa. que trata da ação civil pública de responsabilidades por danos causados ao meio ambiente. 22: I. 216. 21: IX. V: integrante do patrimônio cultural. VII e XI). Também esta lei criou os Estudos e respectivos Relatórios de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). VII e VIII).  art. III: atribuições do Conselho de Defesa Nacional em matéria de Direito Ambiental. CONAMA). incorporando a Secretaria Especial do Meio Ambiente (antes subordinada ao Ministério do Interior) e as agências federais na área de pesca.Criou o IBAMA. § 1º: terras ocupadas pelos índios. regulamentados em 1986 pela Resolução 001/86 do CONAMA. de 12/02/1998) – trata dos crimes e infrações administrativas em matéria ambiental. VI: a função ambiental como um princípio da ordem econômica.  art. III: função do Ministério Público pertinente a defesa do meio ambiente. VI. Distrito Federal e Município em matéria de Direito Ambiental.com. 186. 170.br |Prof.  art. XII.  Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SUNC) Lei nº 9985/2000: definiu critérios e normas para a criação e funcionamento das Unidades de Conservação Ambiental. XXIII e XXV: nesses incisos estão as competências administrativas da União que têm haver com Direito Ambiental.  Política Nacional do Meio Ambiente (Lei 6. 23: competência comum: nesses incisos estão as competências administrativas comuns entre a União. XXVI: representam as matérias de competência legislativa da União sobre Direito Ambiental ou meio ambiente. 231. de 17/01/1981) – A mais importante lei ambiental. passemos agora a analise sobre das principais leis e atos normativos relativos ao Direto Ambiental. Lembra a primeira vez que caiu Unidade de Conservação?  Ação Civil Pública (Lei 7.  art.Lei de Interesses Difusos.tvexamedeordem. Essas normas são as mais cobradas por isso não podem ser negligenciadas. (incisos III.  IBAMA (Lei 7.347 de 24/07/1985) .  art.  art. Estados. 91. § 1º. desenvolvimento florestal e borracha. TV Exame de Ordem | www. Seguindo a ordem acima.  art. Define que o poluidor é obrigado a indenizar danos ambientais que causar. XX.  art. II: a função social da propriedade rural em matéria de Direito Ambiental. XXI.605.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone  art. 24: competência concorrente: nesses incisos estão as competências legislativas concorrentes em matéria de Direito Ambiental (VI.  art. 129. Dica n.938. XIX.

Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente.tvexamedeordem. Licenciamento e licenças ambiental. Mesmo apontado as principais leis sobre meio ambiente. sobre a existência de um perigo concreto. A idéia de prevenção é formalizada na medida que os danos ambientais são quase que irreparáveis. considerando as disposições legais e regulamentares e as normas técnicas aplicáveis ao caso. I da RC 237/97.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone Obs.º 237/97 e 1/86. é bom estudar a composição de cada órgão ou entidade pública. De pronto somos obrigados a consignar que esse ponto deve ser estudo por duas normas que poucos têm conhecimento. determina que o Estado deve adotar todas as medidas necessárias a evitar ou mitigar os danos ambientais. caso que incidira as penalidades legais em prol de reparar o dano.º 6. tanto na pronúncia. instalação. Da mesma forma. 1º. Essas são as Resoluções CONAMA n. Por fim apresentemos os dois últimos princípios campeões em nosso Exame. Dica n. 9º da lei 6938/81 que apresenta os instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente.com. Desses podemos destacar quatro que são campeões no Exame da Ordem: princípios da prevenção. Filipe Picone Página 4 . consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou daquelas que.° 7. mister consignar nesse momento o artigo de maior cobrança no nosso Exame. precaução. na medida que a incerteza cientifica sobre determinada atividade ambiental não pode servir como justifica para não adoção de medidas para evitar ou minorar danos. Complementando.  Já o principio da precaução está ligada a idéia de um dano em tese. O pagamento pelo poluidor não lhe confere o direito de poluir. fato que passaremos aos três pontos preferidos em nosso Exame: c onceito de licenciamento e de licença. Como fazemos em sala de aula.º 8. afirmamos e reafirmamos que sem essas é impossível respondermos os questionamentos sobre o presente assunto. mas principalmente as competências dos agentes públicos e dos órgãos ou entidades públicas. Licenciamento Ambiental é procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização.br |Prof.  O principio do poluidor pagador é o determina a idéia de que o poluidor. Na forma do art. Dica n.  O principio da prevenção. quanto no conteúdo. possam causar degradação ambiental. independente de poluição. espécies de licença e seus prazos. sob qualquer forma. poluidor-pagador e usuário-pagador. o inciso II do mesmo firma que TV Exame de Ordem | www. pess oa física ou jurídica. ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais . qual seja: o art. é o que determina que a utilização do meio ambiente. O Direito Ambiental apresenta um rol de princípios essenciais ao exercício das atividades e empreendimentos ambientais. está obrigado a pagar pela poluição causada (ou que provavelmente será causada). Dica n. Iniciamos com os dois que mais causam confusão em sala de aula.: essas leis devem ser estudadas no total.  Já o princípio do usuário pagador. Princípios em matéria de Direito ambiental.

18 da RC 237/97 traz os prazos das licenças antes firmadas: o prazo de validade da Licença Prévia (LP) não pode ser superior a 5 (cinco) anos. I). Relatório de Impacto ao Meio Ambiente.tvexamedeordem.  são essenciais aplicação dos princípios do desenvolvimento sustentável e da prevenção. (c) não tem prazo para sua elaboração. Obs. pessoa física ou jurídica. IV da Constituição Federal (CRFB/1988). necessário para a realização de qualquer obra ou atividade que possam causar lesão ao meio ambiente. da Licença de Instalação (LI) não pode ser superior a 6 (seis) anos e o da Licença de Operação (LO) deverá considerar os planos de controle ambiental e será de. sociais.  O RIMA é realizado posteriormente ao EIA.8º. 8º.com. Filipe Picone Página 5 . 10 (dez) anos. instalar. no mínimo. estabelece as condições. a não exigência do mesmo dá ensejo a Ação Civil Pública e (d) é pautado no principio da publicidade. ampliar e operar empreendimentos ou atividades utilizadoras dos recursos ambientais consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou aquelas que. sobre esse cabem as seguintes observações: (a) é compost o por estudos técnicos.art. III).  estão previstos no artigo 225. para localizar. 10 da RC 237/97. Dica n. (f) quando necessário se não elaborado gera responsabilidade do particular e da Administração Pública. possam causar degradação ambiental.  O EIA é uma avaliação. Em razão do objetivo desse trabalho e da grandiosidade de perguntas que podem ser feitas sobre esses dois prontos. Por fim. EIA significa Estudo de Impacto Ambiental e o RIMA. passemos a analise direta do que pode ser objeto de indagação.: é bom ainda dar uma lida nos atos do procedimento de licenciamento previstos no art. 8º. (b) serve como instrumento de comunicação entre a equipe que elaborou o EIA. sob qualquer forma. econômicos e outros que possam aferir o impacto ambiental. com as seguintes observações: (a) é um detalhamento e completa o Estudo. restrições e medidas de controle ambiental que deverão ser obedec idas pelo empreendedor. (b) a sua exigência é de competência da autoridade administrativa responsável pelo licenciamento. licença de instalação (LI . 4 (quatro) anos e.br |Prof. científicos. § 1º. no máximo. (d) deve ser apresentado ao órgão responsável pelo licenciamento. TV Exame de Ordem | www. é bom consignar que o art.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone Licença Ambiental é o ato administrativo pelo qual o órgão ambiental competente.º 9. EIA/ RIMA.  representam Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente. à administração pública e ao cidadão (por isso é que deve ter uma linguagem mais acessível). um estudo preliminar. (c) quando necessário. é necessário que se diga que existem três espécies de Licenças Ambientais: licença prévia (LI – art. Esclarecido os conceitos acima. II) e a licença de operação (LO – art.

Obs. QUESTÕES DE DIREITO AMBIENTAL 1.  a responsabilidade penal é subjetiva (é necessário provar que houve dolo ou culpa). B As criações científicas e tecnológicas integram o patrimônio cultural brasileiro. Da pratica de um ilícito ambiental.70 ao 76. ou seja. Das opções abaixo assinale a que representa a classificação doutrinária de meio ambiente cultural. Obs. o inventário. pode ser subjetiva ou objetiva.605/98. culpa exclusiva ou concorrente da vitima). § 1º da lei 6938/81 de acordo com a teoria do risco integral (não cabe aqui caso fortuito. Essa modalidade de responsabilidade é firmada nos moldes da lei 9605/98 do art. 4º da lei 9605/98). penal e administrativa. de ofício ou a requerimento de entidade civil. c) controle judicial. TV Exame de Ordem | www. A regra é que seja subjetiva.  a responsabilidade administrativa. Responsabilidade ambiental. A A Constituição Federal admite formas específicas de proteção do patrimônio cultural.  são independentes. Dica n.  a responsabilidade civil é objetiva (independente de dolo ou culpa). tais como o tombamento.tvexamedeordem. Obs. cada julgador é livre para decidir.10. força maior. por um único ato o agente responde três vezes. a responsabilidade civil. 14. em razão da relevância nacional dos bens que o integram. do Ministério Público ou de 50 ou mais cidadãos. e em regra está pautada nos rigores da lei 9.com. e em regra está pautada nos rigores do art. só com a restritivas de direito e multa. pois a lei só menciona um caso onde a responsabilidade administrativa será subjetiva (no caso de multa simples). 6º ao 24).: com base no EIA/RIMA pode ser solicitada audiência pública.: vale estudar as regras de aplicação penal expressas na lei 9605/98 (art.: lembre-se que cabe desconsideração da pessoa jurídica em Direito Ambiental (art.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone Obs. b) controle administrativo. o registro. Obs. a retrocessão e a desapropriação. nasce para pessoa física ou jurídica.br |Prof. Sobre essas cabem as seguintes considerações:  são cumulativas. Filipe Picone Página 6 . mas não pode ser penalizada com a pena privativa de liberdade. C Os municípios não detêm competência para proteger o patrimônio cultural. sendo elas objeto de especial proteção pelo poder público.: lembre-se que a pessoa jurídica responde por crimes ambientais.: o EIA/RIMA sujeita-se a três formas de controle: a) controle da sociedade.

análises de laboratório e a própria redação do relatório. D O EIA e o RIMA são fruto da discricionariedade administrativa. a falta de certeza científica não pode ser invocada como motivo para se adiarem medidas destinadas a prevenir a degradação ambiental. D O princípio da função sócio-ambiental da propriedade autoriza o poder público a impor limites ao uso da propriedade. o empreendedor deve apresentar ao poder público estudo prévio de impacto ambiental referente a qualquer atividade que implique a utilização ou transformação de recursos naturais. A De acordo com o princípio da precaução. contudo. TV Exame de Ordem | www. a falta de certeza científica não pode ser invocada como motivo para se adiarem medidas destinadas a prevenir a degradação ambiental. embargar obras ou atividades. (OAB/CESPE – 2007. 4 . o tombamento de um mesmo bem por mais de uma pessoa política. A Uma das modalidades de licença ambiental é a licença de operação. Assinale a opção incorreta no que diz respeito aos princípios de Direito Ambiental. A De acordo com o princípio da precaução. União. sob pena de cometimento de infração administrativa ambiental. uma das características centrais do EIA é a publicidade. estados. a definição dos custos de produção de determinada empresa poluidora devem levar em consideração os custos sociais externos decorrentes de sua atividade poluente. diante de ameaças de danos sérios e irreversíveis. não se admitindo. 2. embargar obras ou atividades. assinale a opção incorreta. DF e municípios podem instituir tombamento de bens imóveis dotados de valor histórico-cultural. B Consoante o princípio do poluidor-pagador. em razão da proibição do bis in idem.3. podendo a administração pública. 3. porém.com. C O EIA e o RIMA apresentam algumas diferenças: o primeiro compreende o levantamento da literatura científica e legal pertinente.com base no poder de polícia.tvexamedeordem.Quanto ao licenciamento ambiental. que é concedida após a apresentação dos documentos referentes a determinado empreendimento e de seu projeto de implementação e após da licença de instalação. podendo a administração pública. assinale a opção incorreta. portanto. B Em respeito as regras inscritas na Constituição Federal de 1988 (CF).br |Prof. com base no poder de polícia. diante de ameaças de danos sérios e irreversíveis. Filipe Picone Página 7 . É. trabalhos de campo. desde que o licenciamento prévio tenha sido autorizado pelo órgão ambiental competente.PR) Quanto ao Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e sua relação com o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA). C Em decorrência do princípio da prevenção.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone D Sendo comum a competência material para a proteção do patrimônio cultural. esse limite pode ser relativizado por interesses individuais. mais abrangente que o segundo e o engloba em si mesmo. A O EIA deve ser elaborado antes da autorização da obra ou atividade potencialmente poluidora.

pessoas físicas ou jurídicas. sendo expressamente vedada a autorização de empreendimentos desaconselhados por este. considerando as disposições legais e regulamentares e as normas técnicas aplicáveis ao caso. consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou daquelas que. D As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores.com. A É um processo judicial. a Serra do Mar.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone B O órgão licenciador tem não tem sua decisão vinculada aos resultados do estudo de impacto ambiental e ao seu respectivo relatório de impacto ambiental. possam causar degradação ambiental. D Procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização. que sejam apresentados como subsídios para a análise de razões para a concessão da licença. A A Floresta Amazônica brasileira. na lei 9095/95. independentemente da obrigação de reparar os danos causados. B O responsabilidade civil em matéria ambiental é objetiva.tvexamedeordem. ampliar e operar empreendimentos ou atividades utilizadoras dos recursos ambientais consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou aquelas que. 5 – Sobre o tema responsabilidade ambiental. B É um fato administrativo discricionário. operação e ampliação de uma atividade ou empreendimento. restrições e medidas de controle ambiental que deverão ser obedecidas pelo empreendedor. o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira TV Exame de Ordem | www. seja qual for a modalidade ou espécie de infração será sempre subjetiva. sendo dispensável para sua caracterização a comprovação do elemento culpa e o nexo de causalidade. a sanções penais e administrativas. sob qualquer forma. 6 – Marque abaixo a alternativa que aponta o conceito correto de licença ambiental. sob qualquer forma. possam causar degradação ambiental. 7 – Representam patrimônio nacional em matéria ambiental. para localizar. instalação. C Ato administrativo pelo qual o órgão ambiental competente. marque a alternativa correta. enquanto que o licenciamento representa um procedimento administrativo. civil e administrativamente pelo ilícito ambiental.br |Prof. D O CONAMA definiu. pessoa física ou jurídica. instalação. a Mata Atlântica. C A responsabilidade administrativa em matéria ambiental. C A licença ambiental representa um ato administrativo. em todos os casos de forma objetiva. A A pessoa jurídica responde penal. ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais . estudos ambientais como sendo todos e quaisquer estudos relativos aos aspectos ambientais relacionados à localização. instalar. Filipe Picone Página 8 . estabelece as condições.

TV Exame de Ordem | www. 10 . Pantanal. CA Floresta Amazônica brasileira. marque a questão correta. B Não é admitida no Direito Ambiental. assinale a opção correta.br |Prof. contudo.São instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente I o estabelecimento de padrões de qualidade ambiental e o zoneamento ambiental. b) As usinas que operem com reator nuclear devem ter sua localização definida em lei estadual. a Caatinga.Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone B A Floresta Amazônica brasileira. o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira. que se refere aos direitos e garantias fundamentais. a Serra do Mar. estadual e municipal. 9 . a Mata Atlântica. c) Apenas os itens II e III estão certos. b) Apenas os itens I e III estão certos. a Serra do Mar. III os incentivos à produção e instalação de equipamentos e a criação ou absorção de tecnologia. é necessário a comprovação de dolo ou culpa. Filipe Picone Página 9 . a Serra do Mar. 8 – Sobre o tema desconsideração da pessoa jurídica em matéria ambiental. o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira. o Pantanal Mato-Grossense e a Zona da Mata. Assinale a opção correta. II a avaliação de impacto ambiental e o licenciamento e a revisão de atividades efetivamente ou potencialmente poluidoras.tvexamedeordem. tais como áreas de proteção ambiental de relevante interesse ecológico e reservas extrativistas. a Mata Atlântica. voltados para a melhoria da qualidade ambiental e a criação de espaços territoriais especialmente protegidos pelo poder público federal. a) A Constituição consagra o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado fora do Título II. D A Floresta Amazônica brasileira. d) Todos os itens estão certos. D Poderá ser desconsiderada a pessoa jurídica sempre que sua personalidade for obstáculo ao ressarcimento de prejuízos causados à qualidade do meio ambiente. a) Apenas os itens I e II estão certos.Com relação à disciplina constitucional no âmbito do meio ambiente. C Só acontece em sede de responsabilidade civil. A Poderá ser desconsiderada a pessoa jurídica sempre que sua personalidad e for obstáculo ao ressarcimento de prejuízos causados à qualidade do meio ambiente.com.

Filipe Picone Página 10 .Disciplina: Direito Ambiental Assunto: Gabaritando a OAB Coordenação do material: Professores Luis Eduardo e Filipe Picone c) O estudo prévio de impacto ambiental para instalação de obra potencialmente lesiva ao meio ambiente. embora não tenha sido expressamente consagrado na Constituição. d) Por disposição constitucional. devendo sua utilização obedecer às condições de preservação do meio ambiente.br |Prof. tornou-se obrigatório em virtude da jurisprudência pacífica do Supremo Tribunal Federal (STF).com. o Atol das Rocas é considerado patrimônio nacional.tvexamedeordem. TV Exame de Ordem | www.