Código Tributário Nacional T7TULO II LEI Nº 5.172, DE 25 DE OUTU !O DE 1"##.

$ Di%&'( %obr( o )i%t(*a Tributário Nacional ( in%titui nor*a% g(rai% d( dir(ito tributário a&licá+(i% , Uni-o, E%tado% ( .unic/&io%. O 0!E)IDENTE D1 !E02 LIC1 Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: DI)0O)I34O 0!ELI.IN1! 1rt. 1º Esta Lei regula, com fundamento na Emenda Constitucional n. 18, de 1º de dezembro de 1 !", o sistema tribut#rio nacional e estabelece, com fundamento no artigo "º, inciso $%, al&nea b, da Constituiç'o Federal, as normas gerais de direito tribut#rio a(lic#)eis * +ni'o, aos Estados, ao ,istrito Federal e aos -unic&(ios, sem (re.u&zo da res(ecti)a legislaç'o com(lementar, su(leti)a ou regulamentar. LI5!O 0!I.EI!O )I)TE.1 T!I UT6!IO N1CION1L T7TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. 2º / sistema tribut#rio nacional 0 regido (elo dis(osto na Emenda Constitucional n. 18, de 1º de dezembro de 1 !", em leis com(lementares, em resoluç1es do 2enado Federal e, nos limites das res(ecti)as com(et3ncias, em leis federais, nas Constituiç1es e em leis estaduais, e em leis munici(ais. 1rt. :º 4ributo 0 toda (restaç'o (ecuni#ria com(uls5ria, em moeda ou cu.o )alor nela se (ossa e6(rimir, que n'o constitua sanç'o de ato il&cito, institu&da em lei e cobrada mediante ati)idade administrati)a (lenamente )inculada. 1rt. ;º 7 natureza .ur&dica es(ec&fica do tributo 0 determinada (elo fato gerador da res(ecti)a obrigaç'o, sendo irrele)antes (ara qualific#8la: I $ a denominaç'o e demais caracter&sticas formais adotadas (ela lei9 II $ a destinaç'o legal do (roduto da sua arrecadaç'o. 1rt. 5º /s tributos s'o im(ostos, ta6as e contribuiç1es de mel:oria. Co*&(t<ncia Tributária C107TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. #º 7 atribuiç'o constitucional de com(et3ncia tribut#ria com(reende a com(et3ncia legislati)a (lena, ressal)adas as limitaç1es contidas na Constituiç'o Federal, nas Constituiç1es dos Estados e nas Leis /rg;nicas do ,istrito Federal e dos -unic&(ios, e obser)ado o dis(osto nesta Lei. 0arágra=o >nico. /s tributos cu.a receita se.a distribu&da, no todo ou em (arte, a outras (essoas .ur&dicas de direito (<blico (ertencer# * com(et3ncia legislati)a daquela a que ten:am sido atribu&dos. 1rt. 7º 7 com(et3ncia tribut#ria 0 indeleg#)el, sal)o atribuiç'o das funç1es de arrecadar ou fiscalizar tributos, ou de e6ecutar leis, ser)iços, atos ou decis1es administrati)as em mat0ria tribut#ria, conferida (or uma (essoa .ur&dica de direito (<blico a outra, nos termos do = >º do artigo 18 da Constituiç'o. ? 1º 7 atribuiç'o com(reende as garantias e os (ri)il0gios (rocessuais que com(etem * (essoa .ur&dica de direito (<blico que a conferir. ? 2º 7 atribuiç'o (ode ser re)ogada, a qualquer tem(o, (or ato unilateral da (essoa .ur&dica de direito (<blico que a ten:a conferido. ? :º N'o constitui delegaç'o de com(et3ncia o cometimento, a (essoas de direito (ri)ado, do encargo ou da funç'o de arrecadar tributos. 1rt. @º / n'o8e6erc&cio da com(et3ncia tribut#ria n'o a defere a (essoa .ur&dica de direito (<blico di)ersa daquela a que a Constituiç'o a ten:a atribu&do. C107TULO II Li*ita8'(% da Co*&(t<ncia Tributária )E34O I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. "º ? )edado * +ni'o, aos Estados, ao ,istrito Federal e aos -unic&(ios: I $ instituir ou ma.orar tributos sem que a lei o estabeleça, ressal)ado, quanto * ma.oraç'o, o dis(osto nos artigos @1, @! e !"9

1

Código Tributário Nacional II $ cobrar im(osto sobre o (atrimAnio e a renda com base em lei (osterior * data inicial do e6erc&cio financeiro a que corres(onda9 III $ estabelecer limitaç1es ao tr#fego, no territ5rio nacional, de (essoas ou mercadorias, (or meio de tributos interestaduais ou intermunici(ais9 I5 $ cobrar im(osto sobre: aA o (atrimAnio, a renda ou os ser)iços uns dos outros9 bA tem(los de qualquer culto9 cA o (atrimAnio, a renda ou ser)iços dos (artidos (ol&ticos, inclusi)e suas fundaç1es, das entidades sindicais dos trabal:adores, das instituiç1es de educaç'o e de assist3ncia social, sem fins lucrati)os, obser)ados os requisitos fi6ados na 2eç'o BB deste Ca(&tulo9 CDedaç'o dada (ela Lc( nº 1EF, de 1E.1.@EE1G dA (a(el destinado e6clusi)amente * im(ress'o de .ornais, (eri5dicos e li)ros. ? 1º / dis(osto no inciso B% n'o e6clui a atribuiç'o, (or lei, *s entidades nele referidas, da condiç'o de res(ons#)eis (elos tributos que l:es caiba reter na fonte, e n'o as dis(ensa da (r#tica de atos, (re)istos em lei, assecurat5rios do cum(rimento de obrigaç1es tribut#rias (or terceiros. ? 2º / dis(osto na al&nea a do inciso B% a(lica8 se, e6clusi)amente, aos ser)iços (r5(rios das (essoas .ur&dicas de direito (<blico a que se refere este artigo, e inerentes aos seus ob.eti)os. 1rt. 1B. ? )edado * +ni'o instituir tributo que n'o se.a uniforme em todo o territ5rio nacional, ou que im(orte distinç'o ou (refer3ncia em fa)or de determinado Estado ou -unic&(io. 1rt. 11. ? )edado aos Estados, ao ,istrito Federal e aos -unic&(ios estabelecer diferença tribut#ria entre bens de qualquer natureza, em raz'o da sua (roced3ncia ou do seu destino. 2EHI/ BB ,is(osiç1es Es(eciais 1rt. 12. / dis(osto na al&nea a do inciso B% do artigo º, obser)ado o dis(osto nos seus == 1º e @º, 0 e6tensi)o *s autarquias criadas (ela +ni'o, (elos Estados, (elo ,istrito Federal ou (elos -unic&(ios, t'o8somente no que se refere ao (atrimAnio, * renda ou aos ser)iços )inculados *s suas finalidades essenciais, ou delas decorrentes.

1rt. 1:. / dis(osto na al&nea a do inciso B% do artigo º n'o se a(lica aos ser)iços (<blicos concedidos, cu.o tratamento tribut#rio 0 estabelecido (elo (oder concedente, no que se refere aos tributos de sua com(et3ncia, ressal)ado o que dis(1e o (ar#grafo <nico. 0arágra=o >nico. -ediante lei es(ecial e tendo em )ista o interesse comum, a +ni'o (ode instituir isenç'o de tributos federais, estaduais e munici(ais (ara os ser)iços (<blicos que conceder, obser)ado o dis(osto no = 1º do artigo º. 1rt. 1;. / dis(osto na al&nea c do inciso B% do artigo º 0 subordinado * obser);ncia dos seguintes requisitos (elas entidades nele referidas: I C n'o distribu&rem qualquer (arcela de seu (atrimAnio ou de suas rendas, a qualquer t&tulo9 CDedaç'o dada (ela Lc( nº 1EF, de 1E.1.@EE1G II $ a(licarem integralmente, no Ja&s, os seus recursos na manutenç'o dos seus ob.eti)os institucionais9 III $ manterem escrituraç'o de suas receitas e des(esas em li)ros re)estidos de formalidades ca(azes de assegurar sua e6atid'o. ? 1º Na falta de cum(rimento do dis(osto neste artigo, ou no = 1º do artigo º, a autoridade com(etente (ode sus(ender a a(licaç'o do benef&cio. ? 2º /s ser)iços a que se refere a al&nea c do inciso B% do artigo º s'o e6clusi)amente, os diretamente relacionados com os ob.eti)os institucionais das entidades de que trata este artigo, (re)istos nos res(ecti)os estatutos ou atos constituti)os. 1rt. 15. 2omente a +ni'o, nos seguintes casos e6ce(cionais, (ode instituir em(r0stimos com(uls5rios: I $ guerra e6terna, ou sua imin3ncia9 II $ calamidade (<blica que e6i.a au6&lio federal im(oss&)el de atender com os recursos orçament#rios dis(on&)eis9 III $ con.untura que e6i.a a absorç'o tem(or#ria de (oder aquisiti)o. 0arágra=o >nico. 7 lei fi6ar# obrigatoriamente o (razo do em(r0stimo e as condiç1es de seu resgate, obser)ando, no que for a(lic#)el, o dis(osto nesta Lei.

2

Código Tributário Nacional T7TULO III I*&o%to%

aos ob.eti)os da (ol&tica cambial e do com0rcio e6terior. 1rt. 22. Contribuinte do im(osto 0:

C107TULO I I $ o im(ortador ou quem a lei a ele equi(arar9 Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. 1#. Bm(osto 0 o tributo cu.a obrigaç'o tem (or fato gerador uma situaç'o inde(endente de qualquer ati)idade estatal es(ec&fica, relati)a ao contribuinte. 1rt. 17. /s im(ostos com(onentes do sistema tribut#rio nacional s'o e6clusi)amente os que constam deste 4&tulo, com as com(et3ncias e limitaç1es nele (re)istas. 1rt. 1@. Com(ete: 1rt. 2;. 7 base de c#lculo do im(osto 0: I $ * +ni'o, instituir, nos 4errit5rios Federais, os im(ostos atribu&dos aos Estados e, se aqueles n'o forem di)ididos em -unic&(ios, cumulati)amente, os atribu&dos a estes9 II $ ao ,istrito Federal e aos Estados n'o di)ididos em -unic&(ios, instituir, cumulati)amente, os im(ostos atribu&dos aos Estados e aos -unic&(ios. C107TULO II I*&o%to% %obr( o Co*Drcio EEt(rior )E34O I I*&o%to% %obr( a I*&orta8-o 1rt. 1". / im(osto, de com(et3ncia da +ni'o, sobre a im(ortaç'o de (rodutos estrangeiros tem como fato gerador a entrada destes no territ5rio nacional. 1rt. 2B. 7 base de c#lculo do im(osto 0: I $ quando a al&quota se.a es(ec&fica, a unidade de medida adotada (ela lei tribut#ria9 II $ quando a al&quota se.a ad )alorem, o (reço normal que o (roduto, ou seu similar, alcançaria, ao tem(o da im(ortaç'o, em uma )enda em condiç1es de li)re concorr3ncia, (ara entrega no (orto ou lugar de entrada do (roduto no Ja&s9 III $ quando se trate de (roduto a(reendido ou abandonado, le)ado a leil'o, o (reço da arremataç'o. 1rt. 21. / Joder E6ecuti)o (ode, nas condiç1es e nos limites estabelecidos em lei, alterar as al&quotas ou as bases de c#lculo do im(osto, a fim de a.ust#8lo I $ quando a al&quota se.a es(ec&fica, a unidade de medida adotada (ela lei tribut#ria9 II $ quando a al&quota se.a ad )alorem, o (reço normal que o (roduto, ou seu similar, alcançaria, ao tem(o da e6(ortaç'o, em uma )enda em condiç1es de li)re concorr3ncia. 0arágra=o >nico. Jara os efeitos do inciso BB, considera8se a entrega como efetuada no (orto ou lugar da sa&da do (roduto, deduzidos os tributos diretamente incidentes sobre a o(eraç'o de e6(ortaç'o e, nas )endas efetuadas a (razo su(erior aos correntes no mercado internacional o custo do financiamento. 1rt. 25. 7 lei (ode adotar como base de c#lculo a (arcela do )alor ou do (reço, referidos no artigo anterior, e6cedente de )alor b#sico, fi6ado de acordo com os crit0rios e dentro dos limites (or ela estabelecidos. 1rt. 2#. / Joder E6ecuti)o (ode, nas condiç1es e nos limites estabelecidos em lei, alterar as al&quotas ou as bases de c#lculo do im(osto, a fim de a.ust#8los aos ob.eti)os da (ol&tica cambial e do com0rcio e6terior. 1rt. 27. Contribuinte do im(osto 0 o e6(ortador ou quem a lei a ele equi(arar. 1rt. 2@. 7 receita l&quida do im(osto destina8se * formaç'o de reser)as monet#rias, na forma da lei. II $ o arrematante de (rodutos a(reendidos ou abandonados. )E34O II I*&o%to %obr( a EE&orta8-o 1rt. 2:. / im(osto, de com(et3ncia da +ni'o, sobre a e6(ortaç'o, (ara o estrangeiro, de (rodutos nacionais ou nacionalizados tem como fato gerador a sa&da destes do territ5rio nacional.

3

Código Tributário Nacional C107TULO III I*&o%to% %obr( o 0atri*Fnio ( a !(nda )E34O I I*&o%to %obr( a 0ro&ri(dad( T(rritorial !ural 1rt. 2". / im(osto, de com(et3ncia da +ni'o, sobre a (ro(riedade territorial rural tem como fato gerador a (ro(riedade, o dom&nio <til ou a (osse de im5)el (or natureza, como definido na lei ci)il, localizaç'o fora da zona urbana do -unic&(io. 1rt. :B. 7 base do c#lculo do im(osto 0 o )alor fundi#rio. 1rt. :1. Contribuinte do im(osto 0 o (ro(riet#rio do im5)el, o titular de seu dom&nio <til, ou o seu (ossuidor a qualquer t&tulo. )E34O II I*&o%to %obr( a 0ro&ri(dad( 0r(dial ( T(rritorial Urbana 1rt. :2. / im(osto, de com(et3ncia dos -unic&(ios, sobre a (ro(riedade (redial e territorial urbana tem como fato gerador a (ro(riedade, o dom&nio <til ou a (osse de bem im5)el (or natureza ou (or acess'o f&sica, como definido na lei ci)il, localizado na zona urbana do -unic&(io. ? 1º Jara os efeitos deste im(osto, entende8se como zona urbana a definida em lei munici(al9 obser)ado o requisito m&nimo da e6ist3ncia de mel:oramentos indicados em (elo menos @ CdoisG dos incisos seguintes, constru&dos ou mantidos (elo Joder J<blico: I $ meio8fio ou calçamento, com canalizaç'o de #guas (lu)iais9 II $ abastecimento de #gua9 BII $ sistema de esgotos sanit#rios9 I5 $ rede de iluminaç'o (<blica, com ou sem (osteamento (ara distribuiç'o domiciliar9 5 $ escola (rim#ria ou (osto de sa<de a uma dist;ncia m#6ima de > Ctr3sG quilAmetros do im5)el considerado. ? 2º 7 lei munici(al (ode considerar urbanas as #reas urbaniz#)eis, ou de e6(ans'o urbana, constantes de loteamentos a(ro)ados (elos 5rg'os com(etentes, destinados * :abitaç'o, * ind<stria ou ao com0rcio, mesmo que localizados fora das zonas definidas nos termos do (ar#grafo anterior.

1rt. ::. 7 base do c#lculo do im(osto 0 o )alor )enal do im5)el. 0arágra=o >nico. Na determinaç'o da base de c#lculo, n'o se considera o )alor dos bens m5)eis mantidos, em car#ter (ermanente ou tem(or#rio, no im5)el, (ara efeito de sua utilizaç'o, e6(loraç'o, aformoseamento ou comodidade. 1rt. :;. Contribuinte do im(osto 0 o (ro(riet#rio do im5)el, o titular do seu dom&nio <til, ou o seu (ossuidor a qualquer t&tulo. )E34O III I*&o%to %obr( a Tran%*i%%-o d( (n% I*ó+(i% ( d( Dir(ito% a (l(% !(lati+o% 1rt. :5. / im(osto, de com(et3ncia dos Estados, sobre a transmiss'o de bens im5)eis e de direitos a eles relati)os tem como fato gerador: I $ a transmiss'o, a qualquer t&tulo, da (ro(riedade ou do dom&nio <til de bens im5)eis (or natureza ou (or acess'o f&sica, como definidos na lei ci)il9 II $ a transmiss'o, a qualquer t&tulo, de direitos reais sobre im5)eis, e6ceto os direitos reais de garantia9 III $ a cess'o de direitos relati)os transmiss1es referidas nos incisos B e BB. *s

0arágra=o >nico. Nas transmiss1es causa mortis, ocorrem tantos fatos geradores distintos quantos se.am os :erdeiros ou legat#rios. 1rt. :#. Dessal)ado o dis(osto no artigo seguinte, o im(osto n'o incide sobre a transmiss'o dos bens ou direitos referidos no artigo anterior: I $ quando efetuada (ara sua incor(oraç'o ao (atrimAnio de (essoa .ur&dica em (agamento de ca(ital nela subscrito9 II $ quando decorrente da incor(oraç'o ou da fus'o de uma (essoa .ur&dica (or outra ou com outra. 0arágra=o >nico. / im(osto n'o incide sobre a transmiss'o aos mesmos alienantes, dos bens e direitos adquiridos na forma do inciso B deste artigo, em decorr3ncia da sua desincor(oraç'o do (atrimAnio da (essoa .ur&dica a que foram conferidos. 1rt. :7. / dis(osto no artigo anterior n'o se a(lica quando a (essoa .ur&dica adquirente ten:a como ati)idade (re(onderante a )enda ou locaç'o de (ro(riedade imobili#ria ou a cess'o de direitos relati)os * sua aquisiç'o.

4

:". . ? :º %erificada a (re(onder. )E34O I5 I*&o%to %obr( a !(nda ( 0ro+(nto% d( GualHu(r Natur(Ia 1rt.. 1rt. 7 lei (ode atribuir * fonte (agadora da renda ou dos (ro)entos tribut#)eis a condiç'o de res(ons#)el (elo im(osto cu. ? 2º 2e a (essoa . ? . Contribuinte do im(osto 0 qualquer das (artes na o(eraç'o tributada. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.B. tornar8se8# de)ido o im(osto.7.1. que distinguir#.ur&dica: I $ de renda.ur&dica adquirente.:. 1rt.º / dis(osto neste artigo n'o se a(lica * transmiss'o de bens ou direitos.2. as transmiss1es que atendam * (ol&tica nacional de :abitaç'o. 7 al&quota do im(osto n'o e6ceder# os limites fi6ados em resoluç'o do 2enado Federal. sobre o (ro)ento decorrente da mesma transmiss'o. C107TULO I5 I*&o%to% %obr( a 0rodu8-o ( a Circula8-o )E34O I I*&o%to %obr( 0roduto% Indu%trialiIado% 1rt. . de 1E. 7 base de c#lculo do im(osto 0 o )alor )enal dos bens ou direitos transmitidos. sobre a renda e (ro)entos de qualquer natureza tem como fato gerador a aquisiç'o da dis(onibilidade econAmica ou . arbitrado ou (resumido.unto com a da totalidade do (atrimAnio da (essoa . 0arágra=o >nico.u&zo de atribuir a lei essa condiç'o ao (ossuidor.a retenç'o e recol:imento l:e caibam. . (ara efeito de a(licaç'o de al&quota mais bai6a. a qualquer t&tulo. da localizaç'o. a lei estabelecer# as condiç1es e o momento em que se dar# sua dis(onibilidade. a t&tulo do im(osto de que trata o artigo F>. Jara os efeitos deste im(osto. real. assim entendido o (roduto do ca(ital. ou o a(erfeiçoe (ara o consumo. dos bens (rodutores de renda ou dos (ro)entos tribut#)eis.1.ncia referida no (ar#grafo anterior le)ando em conta os > Ctr3sG (rimeiros anos seguintes * data da aquisiç'o. / im(osto com(ete ao Estado da situaç'o do im5)el transmitido.@EE1G 1rt. 1rt. da renda ou dos (ro)entos tribut#)eis.#. nos termos da lei )igente * data da aquisiç'o. ? 1o 7 incid3ncia do im(osto inde(ende da denominaç'o da receita ou do rendimento. .ur&dica adquirente iniciar suas ati)idades a(5s a aquisiç'o. da origem e da forma de (erce(ç'o. de com(et3ncia da +ni'o. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. de com(et3ncia da +ni'o. considera8se industrializado o (roduto que ten:a sido submetido a qualquer o(eraç'o que l:e modifique a natureza ou a finalidade. 1rt. . do trabal:o ou da combinaç'o de ambos9 II $ de (ro)entos de qualquer natureza. sem (re. quando realizada em con. sobre o )alor do bem ou direito nessa data. de 1E. como dis(user a lei.Código Tributário Nacional ? 1º Considera8se caracterizada a ati)idade (re(onderante referida neste artigo quando mais de "EK CcinqLenta (or centoG da receita o(eracional da (essoa . / montante do im(osto 0 dedut&)el do de)ido * +ni'o. (ara fins de incid3ncia do im(osto referido neste artigo. nos @ CdoisG anos anteriores e nos @ CdoisG anos subseqLentes * aquisiç'o. condiç'o . . 1rt. quando de (roced3ncia estrangeira9 II $ a sua sa&da dos estabelecimentos a que se refere o (ar#grafo <nico do artigo "19 III $ a sua arremataç'o.. ou sobre que )ersarem os direitos cedidos. a(urar8se8# a (re(onder. 0arágra=o >nico. decorrer de transaç1es mencionadas neste artigo.ur&dica ou nacionalidade da fonte. :@.1. sobre (rodutos industrializados tem como fato gerador: I $ o seu desembaraço aduaneiro. quando a(reendido ou abandonado e le)ado a leil'o. assim entendidos os acr0scimos (atrimoniais n'o com(reendidos no inciso anterior. / im(osto.ur&dica alienante. mesmo que a mutaç'o (atrimonial decorra de sucess'o aberta no estrangeiro.ncia referida neste artigo. ou menos de @ CdoisG anos antes dela. 1rt. / im(osto.5. 7 base de c#lculo do im(osto 0 o montante. . . 1rt.@EE1G ? 2o Na :i(5tese de receita ou de rendimento oriundos do e6terior. Contribuinte do im(osto 0 o titular da dis(onibilidade a que se refere o artigo F>. 7 base de c#lculo do im(osto 0: 5 .

industrial. #:.@. em fa)or do contribuinte transfere8se (ara o (er&odo ou (er&odos seguintes.mbio. o montante da obrigaç'o. c. 5B. Circula8-o d( . ao (agamento ou resgate do t&tulo re(resentati)o de uma mesma o(eraç'o de cr0dito. considera8se contribuinte autAnomo qualquer estabelecimento de im(ortador. Contribuinte do im(osto 0: I $ o im(ortador ou quem a lei a ele equi(arar9 II $ o industrial ou quem a lei a ele equi(arar9 III $ o comerciante de (rodutos su.eto da obrigaç'o. a sua efeti)aç'o (ela emiss'o da a(5lice ou do documento equi)alente. recebido.uros9 II $ quanto *s o(eraç1es de c. a emiss'o. na forma da lei a(lic#)el9 I5 $ quanto *s o(eraç1es relati)as a t&tulos e )alores mobili#rios. entre o im(osto referente aos (rodutos sa&dos do estabelecimento e o (ago relati)amente aos (rodutos nele entrados. 0arágra=o >nico. .unici&al %obr( O&(ra8'(% !(lati+a% . 1rt. .istrito Federal. ou sua colocaç'o * dis(osiç'o do interessado9 II $ quanto *s o(eraç1es de c. al0m dos elementos necess#rios ao controle fiscal.(rcadoria% )E34O III I*&o%to . transmiss'o. 1rt. ou do ou (ara o . ou sua similar. com(reendendo o (rinci(al e os . em determinado (er&odo. e reci(rocamente..eitos ao im(osto. (agamento ou resgate destes. na forma da lei a(lic#)el. sobre o(eraç1es de cr0dito. quando remetidos de um (ara outro Estado. em determinado (er&odo. 1rt. ou sua colocaç'o * dis(osiç'o do interessado em montante equi)alente * moeda estrangeira ou nacional entregue ou (osta * dis(osiç'o (or este9 III $ quanto *s o(eraç1es de seguro. que os forneça aos contribuintes definidos no inciso anterior9 I5 $ o arrematante de (rodutos a(reendidos ou abandonados. e sobre o(eraç1es relati)as a t&tulos e )alores mobili#rios tem como fato gerador: I $ quanto *s o(eraç1es de cr0dito. acrescido do montante: aA do im(osto sobre a im(ortaç'o9 0arágra=o >nico. le)ados a leil'o. 51. o res(ecti)o montante em moeda nacional. o (reço da arremataç'o. I*&o%to E%tadual %obr( O&(ra8'(% !(lati+a% . / im(osto 0 seleti)o em funç'o da essencialidade dos (rodutos.mbio.obiliário% 1rt.Código Tributário Nacional I $ no caso do inciso B do artigo anterior.eitos ao im(osto. #. ou de documento que a re(resente. ( %obr( O&(ra8'(% !(lati+a% a T/tulo% ( 5alor(% . no mercado atacadista da (raça do remetente9 III $ no caso do inciso BBB do artigo anterior. entregue ou (osto * dis(osiç'o9 6 . / saldo )erificado. ou recebimento do (r3mio. / im(osto. de com(et3ncia da +ni'o. a sua efeti)aç'o (ela entrega total ou (arcial do montante ou do )alor que constitua o ob. emitida em s0ries (r5(rias e contendo. Circula8-o d( . quanto * emiss'o. )E34O II bA das ta6as e6igidas (ara entrada do (roduto no Ja&s9 cA dos encargos cambiais efeti)amente (agos (elo im(ortador ou dele e6ig&)eis9 II $ no caso do inciso BB do artigo anterior: aA o )alor da o(eraç'o de que decorrer a sa&da da mercadoria9 bA na falta do )alor a que se refere a al&nea anterior. 0arágra=o >nico. 7 incid3ncia definida no inciso B e6clui a definida no inciso B%. o (reço corrente da mercadoria. CJ*bio ( )(guro. os dados indis(ens#)eis * elaboraç'o da estat&stica do com0rcio (or cabotagem e demais )ias internas. dis(ondo a lei de forma que o montante de)ido resulte da diferença a maior. / im(osto 0 n'o8cumulati)o. /s (rodutos su. ser'o acom(an:ados de nota fiscal de modelo es(ecial. 1rt. Jara os efeitos deste im(osto. a sua efeti)aç'o (ela entrega de moeda nacional ou estrangeira. o (reço normal.". 1rt. 7 base de c#lculo do im(osto 0: I $ quanto *s o(eraç1es de cr0dito. comerciante ou arrematante. como definido no inciso BB do artigo @E.(rcadoria% )E34O I5 I*&o%to %obr( O&(ra8'(% d( CrDdito.mbio e seguro.

na forma da lei. como definida no artigo F! e seu (ar#grafo <nico9 II $ a im(ortaç'o. lubrificantes. sal)o quando o tra. 1rt. Lubri=icant(%. se :ou)er9 bA na transmiss'o. quando a incid3ncia se. (or qualquer (rocesso. 1rt. o (reço ou o )alor nominal. ou o )alor da cotaç'o em Molsa. ? 2º / im(osto incide. )E34O 5I I*&o%to %obr( )(r+i8o% d( GualHu(r Natur(Ia C107TULO 5 I*&o%to% E%&(ciai% )E34O I I*&o%to %obr( O&(ra8'(% !(lati+a% a Co*bu%t/+(i%. o )alor nominal mais o #gio. como definida no artigo 1 9 III $ a circulaç'o. 1rt. 1rt. de com(et3ncia da +ni'o.eti)os da (ol&tica monet#ria. nas condiç1es e nos limites estabelecidos em lei. )E34O 5 I*&o%to %obr( )(r+i8o% d( Tran%&ort(% ( Co*unica8'(% 1rt. 1rt. 7 lei obser)ar# o dis(osto neste 4&tulo relati)amente: I $ ao im(osto sobre (rodutos industrializados. o montante do (r3mio9 I5 $ quanto *s o(eraç1es relati)as a t&tulos e )alores mobili#rios: aA na emiss'o. mercadorias ou )alores. bens. Contribuinte do im(osto 0 qualquer das (artes na o(eraç'o tributada. faladas ou )isuais. ##. de mensagens escritas.. e e6clui quaisquer outros tributos.am quais forem sua natureza ou com(et3ncia.ust#8lo aos ob. 7 base de c#lculo do im(osto 0 o (reço do ser)iço. En(rgia ElDtrica ( .in(rai% do 0a/% 1rt.Código Tributário Nacional III $ quanto *s o(eraç1es de seguro. 75. sobre ser)iços de trans(ortes e comunicaç1es tem como fato gerador: I $ a (restaç'o do ser)iço de trans(orte. a fim de a. ? 1º Jara os efeitos deste im(osto a energia el0trica considera8se (roduto industrializado. de com(et3ncia da +ni'o.eto se conten:a inteiramente no territ5rio de um mesmo -unic&(io9 II $ a (restaç'o do ser)iço de comunicaç1es. de (essoas. Contribuinte do im(osto 0 o (restador do ser)iço. o (reço. 7. assim entendida a colocaç'o do (roduto no estabelecimento consumidor ou em local de )enda ao (<blico9 5 $ o consumo. incidentes sobre aquelas o(eraç1es. como dis(user a lei. / Joder E6ecuti)o (ode. assim se entendendo a transmiss'o e o recebimento. #@. / im(osto. alterar as al&quotas ou as bases de c#lculo do im(osto. como definida no artigo "@9 B5 $ a distribuiç'o. / im(osto. 1rt. quando a incid3ncia se. como determinar a lei9 cA no (agamento ou resgate. assim entendida a )enda do (roduto ao (<blico. se. quando a incid3ncia se. #". 7 receita l&quida do im(osto destina8se a formaç'o de reser)as monet#rias.a sobre a distribuiç'o. #7. (or qualquer )ia. 7B. sobre o(eraç1es relati)as a combust&)eis. 7 . uma s5 )ez sobre uma das o(eraç1es (re)istas em cada inciso deste artigo. como dis(user a lei. energia el0trica e minerais do Ja&s tem como fato gerador: I $ a (roduç'o.a sobre a (roduç'o ou sobre o consumo9 II $ ao im(osto sobre a im(ortaç'o. sal)o quando os (ontos de transmiss'o e de recebimento se situem no territ5rio de um mesmo -unic&(io e a mensagem em curso n'o (ossa ser ca(tada fora desse territ5rio. #5.a sobre essa o(eraç'o9 III $ ao im(osto sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias.

77. /s ser)iços (<blicos a que se refere o artigo NN consideram8se: I $ utilizados (elo contribuinte: aA efeti)amente. sem (re. a +ni'o (ode instituir. 0arágra=o >nico. sendo de utilizaç'o com(uls5ria. de unidade. de ser)iço (<blico es(ec&fico e di)is&)el. de qualquer dos elementos referidos no inciso anterior9 III $ regulamentaç'o do (rocesso administrati)o de instruç'o e . (elos im5)eis 8 . (elo . as Leis /rg.mbito de suas res(ecti)as atribuiç1es. (elos Estados. su(rimidos. 7@. 7 contribuiç'o de mel:oria cobrada (ela +ni'o. ou de necessidades (<blicas9 III $ di)is&)eis. quando (ossam ser destacados em unidades autAnomas de inter)enç'o. limitando ou disci(linando direito. dos Estados. as Constituiç1es dos Estados. t3m como fato gerador o e6erc&cio regular do (oder de (ol&cia. @2. (elos Estados.istrito Federal ou (elos -unic&(ios.1 !!G 0arágra=o >nico. do inciso B. 7". no (razo m#6imo de cinco anos.istrito Federal ou dos -unic&(ios. nela contidas9 II $ fi6aç'o de (razo n'o inferior a >E CtrintaG dias. segundo a Constituiç'o Federal.u&zo da sua a(reciaç'o .(lKoria 1rt. Considera8se regular o e6erc&cio do (oder de (ol&cia quando desem(en:ado (elo 5rg'o com(etente nos limites da lei a(lic#)el. Jara efeito de instituiç'o e cobrança de ta6as. gradati)amente. ao e6erc&cio de ati)idades econAmicas de(endentes de concess'o ou autorizaç'o do Joder J<blico. * ordem.istrito Federal e dos -unic&(ios e a legislaç'o com elas com(at&)el.eto9 bA orçamento do custo da obra9 cA determinaç'o da (arcela do custo da obra a ser financiada (ela contribuiç'o9 dA delimitaç'o da zona beneficiada9 (A determinaç'o do fator de absorç'o do benef&cio da )alorizaç'o (ara toda a zona ou (ara cada uma das #reas diferenciadas.1 !NG 1rt.mbito das atribuiç1es da +ni'o. CDedaç'o dada (elo 7to Com(lementar nº >1. 7 ta6a n'o (ode ter base de c#lculo ou fato gerador id3nticos aos que corres(ondam a im(Asto nem ser calculada em funç'o do ca(ital das em(r3sas. 0 institu&da (ara fazer face ao custo de obras (<blicas de que decorra )alorizaç'o imobili#ria.1@. (elo . 1rt. 1rt.istrito Federal ou (elos -unic&(ios. aquelas que. quando. tem(orariamente. ou a utilizaç'o. @B. * tranqLilidade (<blica ou ao res(eito * (ro(riedade e aos direitos indi)iduais ou coleti)os. (restado ao contribuinte ou (osto * sua dis(osiç'o. no . * disci(lina da (roduç'o e do mercado. 7#.nicas do .udicial. de @8. se(aradamente. consideram8se com(reendidas no . sem abuso ou des)io de (oder. quando (or ele usufru&dos a qualquer t&tulo9 bA (otencialmente. 7 lei relati)a * contribuiç'o de mel:oria obser)ar# os seguintes requisitos m&nimos: I $ (ublicaç'o (r0)ia dos seguintes elementos: aA memorial descriti)o do (ro. 7s ta6as cobradas (ela +ni'o. com obser). @1. no . quando suscet&)eis de utilizaç'o. de >E. em raz'o de int3resse (<blico concernente * segurança. se.ncia do (rocesso legal e. regula a (r#tica de ato ou abstenç'o de fato. ? 1º 7 contribuiç'o relati)a a cada im5)el ser# determinada (elo rateio da (arcela do custo da obra a que se refere a al&nea c. tratando8se de ati)idade que a lei ten:a como discricion#ria. * :igiene.ulgamento da im(ugnaç'o a que se refere o inciso anterior. aos costumes.mbito de suas res(ecti)as atribuiç1es.Código Tributário Nacional )E34O II I*&o%to% EEtraordinário% 1rt. Na imin3ncia ou no caso de guerra e6terna. Considera8se (oder de (ol&cia ati)idade da administraç'o (<blica que.am (ostos * sua dis(osiç'o mediante ati)idade administrati)a em efeti)o funcionamento9 II $ es(ec&ficos. T7TULO I5 TaEa% 1rt. tendo como limite total a des(esa realizada e como limite indi)idual o acr0scimo de )alor que da obra resultar (ara cada im5)el beneficiado. inter3sse ou liberdade. (ara im(ugnaç'o (elos interessados. efeti)a ou (otencial. im(ostos e6traordin#rios com(reendidos ou n'o entre os referidos nesta Lei. contados da celebraç'o da (az. com(etem a cada uma dessas (essoas de direito (<blico. do . T7TULO 5 Contribui8-o d( .1. C%ide 7to Com(lementar nº >F. 1rt. (or (arte de cada um dos seus usu#rios.

ser'o comunicados (elo Manco do Mrasil 2. ? :º 7 lei (oder# dis(or que uma (arcela. 2em (re. 9 .. es(ecialmente no cam(o da (ol&tica tribut#ria.a destinada ao custeio do res(ecti)o ser)iço de lançamento e arrecadaç'o. 7 lei federal (ode cometer aos Estados. . * medida em que for recebendo as comunicaç1es do recol:imento dos im(ostos a que se refere o artigo anterior. a(lica8se * arrecadaç'o dos im(ostos de com(et3ncia dos Estados. C107TULO III Lundo% d( 0artici&a8-o do% E%tado% ( do% . 0arágra=o >nico. @5. em (artes iguais. nos res(ecti)os territ5rios.unic/&io% )E34O I Con%titui8-o do% Lundo% 1rt. no todo ou em (arte. e6clu&do o incidente sobre o fumo e bebidas alco5licas.istrito Federal e 1E K Cdez (or centoG ao Fundo de Jartici(aç'o dos -unic&(ios. T7TULO 5I Di%tribui8'(% d( !(c(ita% Tributária% C107TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. (ara escrituraç'o na conta ODeceita da +ni'oO.u&zo das demais dis(osiç1es deste 4&tulo.istrito Federal e os -unic&(ios a incor(orar definiti)amente * sua receita o (roduto da arrecadaç'o do im(osto a que se refere o inciso BB.7.istrito Federal e ao Fundo de Jartici(aç'o dos -unic&(ios.istrito Federal e aos -unic&(ios. 0arágra=o >nico.istrito Federal e aos -unic&(ios. @7.7. / (rocesso das distribuiç1es (re)istas neste artigo ser# regulado nos con)3nios nele referidos. ? 2º Jor ocasi'o do res(ecti)o lançamento. 2er'o distribu&dos (ela +ni'o: I $ aos -unic&(ios da localizaç'o dos im5)eis.o (roduto da arrecadaç'o dos im(ostos a que se referem os artigos F> e F!. ? 1º Bnde(endentemente de ordem das autoridades su(eriores e sob (ena de demiss'o. * medida que forem sendo arrecadadas. o (roduto da arrecadaç'o do im(osto a que se refere o artigo @ 9 II $ aos Estados. / Manco do Mrasil 2. o (roduto da arrecadaç'o. ao 4ribunal de Contas da +ni'o at0 o <ltimo dia <til do m3s subseqLente. Jara c#lculo da (ercentagem destinada aos Fundos de Jartici(aç'o. o . ao Fundo de Jartici(aç'o dos Estados e do .. incidente sobre a renda das obrigaç1es de sua d&)ida (<blica e sobre os (ro)entos dos seus ser)idores e dos de suas autarquias. esti(ulando as obrigaç1es acess5rias a serem cum(ridas (or aqueles no interesse da arrecadaç'o. as autoridades arrecadadoras dos im(ostos a que se refere este artigo far'o entrega. na fonte. em (razo n'o su(erior a >E CtrintaG dias. 0arágra=o >nico. efetuar# automaticamente o destaque de @EK C)inte (or centoG.a distribu&do no todo ou em (arte. ? 2º 7 lei (oder# autorizar os Estados. cada contribuinte de)er# ser notificado do montante da contribuiç'o. @:. C107TULO II I*&o%to %obr( a 0ro&ri(dad( T(rritorial !ural ( %obr( a !(nda ( 0ro+(nto% d( HualHu(r natur(Ia 1rt. os Estados e -unic&(ios que celebrem com a +ni'o con)3nios destinados a assegurar am(la e eficiente coordenaç'o dos res(ecti)os (rogramas de in)estimentos e ser)iços (<blicos. (oder'o (artici(ar de at0 1EK Cdez (or centoG da arrecadaç'o efetuada. do im(osto a ela de)ido (elos titulares da renda ou dos (ro)entos tributados. ao . e6clui8se do (roduto da arrecadaç'o do im(osto a que se refere o artigo F> a (arcela distribu&da nos termos do inciso BB do artigo anterior. a contar da data de cada recol:imento. creditados mensalmente a cada um dos Fundos. aos res(ecti)os -unic&(ios. ao . do im(osto a que se refere o artigo F>. 1rt.istrito Federal ou aos -unic&(ios o encargo de arrecadar os im(ostos de com(et3ncia da +ni'o cu.ncias recebidas. da forma e dos (razos de seu (agamento e dos elementos que integram o res(ecti)o c#lculo. cu. ao . n'o su(erior a @EK C)inte (or centoG.o (roduto l:es se. aos Estados. das im(ort.Código Tributário Nacional situados na zona beneficiada em funç'o dos res(ecti)os fatores indi)iduais de )alorizaç'o. @. 8EK Coitenta (or centoG constituem a receita da +ni'o e o restante ser# distribu&do * raz'o de 1EK Cdez (or centoG ao Fundo de Jartici(aç'o dos Estados e do . (ela +ni'o. @#. /s totais relati)os a cada im(osto. incidente sobre o rendimento das (essoas f&sicas. 0arágra=o >nico. 1rt.o (roduto estes )en:am a distribuir. do im(osto de que trata o inciso B se. (ro)eniente do im(osto referido no artigo F>. / dis(osto neste artigo. e no artigo F!. que creditar#.

........ re(resentati)o da (o(ulaç'o (elo fator re(resentati)o do in)erso da renda (er ca(ita.istrito Federal. como definidos nos artigos seguintes.... @... resultante do (roduto dos seguintes fatAres: CDedaç'o dada (elo 7to Com(lementar nº >"... . ser'o atribu&dos: CDedaç'o dada (elo 7to Com(lementar nº >"........................ de 8 7t0 @K .......... 8!..."K ou fraç'o e6cedente..... ? 1º 7 (arcela de que trata o inciso B ser# distribu&da (ro(orcionalmente a um coeficiente indi)idual de (artici(aç'o....... assim estabelecido: Jercentual da Jo(ulaç'o de cada -unic&(io em relaç'o * do con..............." 1E..... .... mais .. .......... determina8se o &ndice relati)o * renda (er ca(ita de cada entidade (artici(ante............E@@E .. ...... % 8 acima de 1EK .... neste artigo......... quanto * cada entidade (artici(ante..... bG (ara cada E.. (artici(aç'o.......... resultante do (roduto do fator 7cima de E.................. bG (ara cada E........................EE " .....EE " at0 E....... de 1 !NG aA fator re(resentati)o da (o(ulaç'o.. 1rt................................. Jara os efeitos do dis(osto 7cima de E.....................8 E......... no <ltimo ano (ara o qual e6istam estimati)as efetuadas (ela Fundaç'o OPet<lio %argasO................>K ou fraç'o e6cedente.. 1rt........... E.E1NE at0 E.......EE!" at0 E." 7cima de E.... relati)a a cada entidade (artici(ante........ Bnstituto Mrasileiro de Peografia e Estat&stica9 II $ a renda (er ca(ita...........E E.....................................................E1>E .. su(erf&cie de cada entidade (artici(ante9 7cima de E....unic/&io% ercentagem que a (o(ulaç'o da entidade (artici(ante Fator 1rt.......F 1...... mais ..8 @..E1 E at0 E. ser# estabelecido da seguinte forma: 0arágra=o >nico.................. tomando8se como 1EE CcemG a renda (er ca(ita m0dia do Ja&s. de cada entidade 7cima de E.......E1"E at0 E..... / fator re(resentati)o da (o(ulaç'o a que se refere o inciso BB do artigo anterior.........E @." E.E 1............ 1...! E.....N E.... 7cima de E...... Jara os efeitos deste artigo........ I $ a su(erf&cie territorial a(urada e a (o(ulaç'o 7cima estimada.....EE!" ..........! 1.EEN" ..EE"" at0 E.....E 1 !NG Q 7cima de @K at0 "K: @.......E aG (elos (rimeiros "K . B 8 acima de "K at0 1EK: ".EEF" ........unto das Ca(itais: Fator: aG (elos (rimeiros @K . ......... @@........... a que se refere o inciso BB do artigo 88.................................. 7cima (ro(orcionalmente ao coeficiente indi)idual dede E............... "B......................... (elode E...... 7cima distribu&do da seguinte forma: 7cima de E......E1 E ........E E............... "1...E1>E at0 E................EEN" at0 E........@ 1.............@@E . (ro(orcionalmente * 7cima de E.Código Tributário Nacional )E34O II Bn)erso do &ndice relati)o * renda (er ca(ita da entidade Fator (artici(ante: CritDrio d( Di%tribui8-o do Lundo d( 0artici&a8-o do% E%tado% 7t0 E.EE8" ..> I $ 1EK Cdez (or centoG aos -unic&(ios das Ca(itais dos Estados9 II $ EK Cno)enta (or centoG aos demais -unic&(ios do Ja&s.....EEF" at0 E. I $ "K Ccinco (or centoG....E1"E .EE8" at0 E. a que se refere o artigo 8!.F E.......................... ser# estabelecido da seguinte forma: 10 ............. 1rt......... considera8se como (o(ulaç'o total do Ja&s a soma das (o(ulaç1es estimadas a que se refere o inciso B do (ar#grafo <nico do artigo anterior......E11E at0 E.............. consideram8se: 7cima de E.................... (artici(ante....... 0arágra=o >nico.... ser#de E............ II $ "K Cno)enta e cinco (or centoG........ / Fundo de Jartici(aç'o dos Estados e do ........ 0arágra=o >nico......... / fator re(resentati)o do in)erso da renda (er ca(ita.....................E11E . @".......o Fundo de Jartici(aç'o dos e(resenta da (o(ulaç'o total do Ja&s: -unic&(ios a que se refere o art.......E1NE ..... Jara os efeitos deste artigo..... )E34O III CritDrio d( Di%tribui8-o do Lundo d( 0artici&a8-o do% ...EE"" ...

... 2EHI/ % Com(ro)aç'o da 7(licaç'o das Ruotas Estaduais e -unici(ais 1rt................... . 1rt.... segundo seuCoeficiente n<mero de :abitantes aG 7t0 1!. o Manco do Mrasil 2..... ............E Jara cada !.... relati)amente ao orçamento e aos balanços do e6erc&cio anterior. far8se8# atribuindo8se a cada -unic&(io um coeficiente indi)idual de (artici(aç'o determinado na forma seguinte: CDedaç'o dada (elo .istrito Federal....... relati)as ao e6erc&cio anterior9 II $ c5(ia aut3ntica do ato de a(ro)aç'o.......... ... (elo Joder Legislati)o. ao ......E.........E...... ou..E ? :º Jara os efeitos deste artigo..........." -ais de "K . ? 1º Jara com(ro)aç'o do cum(rimento do dis(osto neste artigo. at0 o <ltimo dia <til do m3s subseqLente.... as (essoas .......... os Estados..@ mais bG 7cima de 1!. FE Jelos (rimeiros 1!............. 7t0 o <ltimo dia <til de cada e6erc&cio.@ mais cG 7cima de "E....! Jara cada >....... consideram8se os munic&(ios regularmente instalados.. ? 2º 8 7 distribuiç'o da (arcela a que se refere o item BB deste artigo.. de conformidade com o dis(osto no art.. E. (re)istos. CDedaç'o dada (ela Lei Com(lementar nº " .......... 8E Jelos (rimeiros 1E.... FE @.ncia dos requisitos a(lic#)eis. (elo menos....88E >. ao seu orçamento de des(esas de ca(ital como definidas em lei da normas gerais de direito financeiro.......... calculadas com base nos totais creditados ao Fundo corres(ondente.......... ao 4ribunal de Contas da +ni'o. calculados na forma do dis(osto no artigo 1..."8F ou fraç'o e6cedente............@ mais dG 7cima de 1E1....@1! Jelos (rimeiros 1E1..... a (artir de 1 8 . @ Cada E... em sua falta na ag3ncia mais (r56ima. o ..... 11 .. em lei de normas gerais de direito financeiro. calculados na forma do dis(osto no artigo 88.... em sua ag3ncia na Ca(ital de cada Estado. de 1 NG Categoria do -unic&(io..7.... 8E at0 "E.. no m3s anterior. discriminadamente........... de 1 88G 2EHI/ B% C#lculo e Jagamento das Ruotas Estaduais e -unici(ais 1rt..... com base em dados oficiais de (o(ulaç'o (roduzidos (ela Fundaç'o Bnstituto Mrasileiro de Peografia e Estat&stica 8 BMPE..... os coeficientes indi)iduais de (artici(aç'o de cada Estado e do . que (re)alecer'o (ara todo o e6erc&cio subseqLente.... mais......E Jara cada 1E........... . o 4ribunal de Contas da +ni'o comunicar# ao Manco do Mrasil 2..E Jara cada 1>. 7t0 o <ltimo dia <til de cada m3s......... 8E 1.. ........... ? 1º /s cr0ditos determinados (or este artigo ser'o efetuados em contas es(eciais..88E at0 1"!...E......@ mais eG 7cima de 1"!......188 E....o total recebido nos termos deste Ca(&tulo.. ":.. "2.7. ou fraç'o e6cedente. nele referidas remeter'o ao 4ribunal de Contas da +ni'o: I $ c5(ia aut3ntica da (arte (ermanente das contas do Joder E6ecuti)o..... fazendo8se a re)is'o das quotas anualmente....... no .E.7.7....188 ou fraç'o e6cedente............. e de cada -unic&(io............... "....ecreto8lei que estabelece a redaç'o deste (ar#grafo.... ? 2º / cum(rimento do dis(osto neste artigo ser# comunicado (elo Manco do Mrasil 2.... E.N @ ou fraç'o e6cedente.... em (arcelas distintas (ara cada um dos im(ostos a que se refere o artigo 8!. de 1 81G C%ide Lei Com(lementar nº 1. deduzido o (ercentual referido no artigo >º do ...Código Tributário Nacional 7t0 @K ....@1! F.....istrito Federal e os -unic&(ios destinar'o obrigatoriamente "EK CcinqLenta (or centoG... abertas automaticamente (elo Manco do Mrasil 2.88E Jelos (rimeiros "E.......................istrito Federal e a cada -unic&(io as quotas a eles de)idas...istrito Federal e na sede de cada -unic&(io."K ou fraç'o e6cedente...........> !....... " bA Fator re(resentati)o do in)erso da renda per capita do res(ecti)o Estado.ecreto Lei nº 1.881. FE at0 1E1. das contas a que se refere o inciso anterior9 III $ (ro)a da obser)...ur&dicas de direito (<blico. @ -ais de @K at0 "K: Jelos (rimeiros @K...... creditar# a cada Estado..

@!. LI5!O )E9UNDO NO!. 1rt. mesmo que ten:a sido a(resentada a com(ro)aç'o a que se refere o (ar#grafo anterior. os decretos e as normas com(lementares que )ersem.istrito Federal e aos -unic&(ios !EK Csessenta (or centoG do que incidir sobre o(eraç1es relati)as a combust&)eis lubrificantes e energia el0trica. Tratado% ( Con+(n8'(% Int(rnacionai% ( D(cr(to% 1rt. "7. > . determinados com obser). > .u&zo do 4ribunal. nos casos: I $ de aus3ncia ou )&cio da com(ro)aç'o a que se refere o (ar#grafo anterior9 II $ de falta de cum(rimento ou cum(rimento incorreto do dis(osto neste artigo.ur&dicas a eles (ertinentes. 2omente a lei (ode estabelecer: I $ a instituiç'o de tributos. / conte<do e o alcance dos decretos restringem8se aos das leis em funç'o das quais se. ? 2º N'o constitui ma. e ser'o obser)ados (ela que l:es sobre)en:a. ou a sua e6tinç'o9 II $ a ma. e do seu su. a .1) 9E!1I) DE DI!EITO T!I UT6!IO T7TULO I L(gi%la8-o Tributária C107TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% )E34O I Di%&o%i8-o 0r(li*inar 1rt. ou (ara outras infraç1es nela definidas9 5I $ as :i(5teses de e6clus'o. Lubri=icant(%. os tratados e as con)enç1es internacionais. "#. 7 e6(ress'o Olegislaç'o tribut#riaO com(reende as leis. ressal)ado o dis(osto nos artigos @1. ? :º 7 sanç'o (re)ista no (ar#grafo anterior subsistir# at0 com(ro)aç'o.elegaç1es nos Estados. En(rgia ElDtrica ( . e EK Cno)enta (or centoG do que incidir sobre o(eraç1es relati)as a minerais do Ja&s. a atualizaç'o do )alor monet#rio da res(ecti)a base de c#lculo.o (roduto da arrecadaç'o do im(osto a que se refere o artigo NF ser'o distribu&das aos Estados. ressal)ado o dis(osto no inciso B do = >º do artigo "@. ressal)ado o dis(osto nos artigos @1. . 1BB. dos tratados e das con)enç1es internacionais e dos decretos: I $ os atos normati)os e6(edidos (elas autoridades administrati)as9 II $ as decis1es dos 5rg'os singulares ou coleti)os de . a(urados diretamente ou (or dilig3ncia determinada *s suas . sus(ens'o e e6tinç'o de cr0ditos tribut#rios.ncia das regras de inter(retaç'o estabelecidas nesta Lei.eito (assi)o9 I5 $ a fi6aç'o de al&quota do tributo e da sua base de c#lculo.oraç'o de tributo. a que a lei atribua efic#cia normati)a9 12 . @!. )E34O II L(i%.Código Tributário Nacional ? 2º / 4ribunal de Contas da +ni'o (oder# sus(ender o (agamento das distribuiç1es (re)istas no artigo 8!. ao . 2'o normas com(lementares das leis. C107TULO I5 I*&o%to %obr( O&(ra8'(% !(lati+a% a Co*bu%t/+(i%. ou sua reduç'o. "". /s tratados e as con)enç1es internacionais re)ogam ou modificam a legislaç'o tribut#ria interna.oraç'o de tributos. sobre tributos e relaç1es . de ter sido sanada a falta que determinou sua im(osiç'o. no todo ou em (arte.in(rai% do 0a/% 1rt. "@.oraç'o do tributo a modificaç'o da sua base de c#lculo. "N e !"9 III $ a definiç'o do fato gerador da obrigaç'o tribut#ria (rinci(al. "N e !"9 5 $ a cominaç'o de (enalidades (ara as aç1es ou omiss1es contr#rias a seus dis(ositi)os. e n'o (roduzir# efeitos quanto * res(onsabilidade ci)il. que im(orte em torn#8lo mais oneroso.urisdiç'o administrati)a. ou de dis(ensa ou reduç'o de (enalidades. )E34O III Nor*a% Co*&l(*(ntar(% 1rt. ? 1º Equi(ara8se * ma. (ara os fins do dis(osto no inciso BB deste artigo. (enal ou administrati)a do Po)ernador ou Jrefeito.am e6(edidos. 1rt. "5.

utilizados. a cobrança de .istrito Federal e dos -unic&(ios )igora. do . 7 lei tribut#ria n'o (ode alterar a definiç'o. 11B.ncia das normas referidas neste artigo e6clui a im(osiç'o de (enalidades.a ocorr3ncia ten:a tido in&cio mas n'o este.ulgado: aA quando dei6e de defini8lo como infraç'o9 bA quando dei6e de trat#8lo como contr#rio a qualquer e6ig3ncia de aç'o ou omiss'o. 1B#. da legislaç'o tribut#ria rege8se (elas dis(osiç1es legais a(lic#)eis *s normas . sal)o se a lei dis(user de maneira mais fa)or#)el ao contribuinte. Na aus3ncia de dis(osiç'o e6(ressa. 1rt. C107TULO I5 Int(r&r(ta8-o ( Int(gra8-o da L(gi%la8-o Tributária 1rt. (ela Constituiç'o Federal. nos limites em que l:e recon:eçam e6traterritorialidade os con)3nios de que (artici(em.oram tais im(ostos9 II $ que definem no)as :i(5teses de incid3ncia9 III $ que e6tinguem ou reduzem isenç1es. 7 lei a(lica8se a ato ou fato (ret0rito: I $ em qualquer caso. ? 2º / em(rego da eqLidade n'o (oder# resultar na dis(ensa do (agamento de tributo de)ido. 7 legislaç'o tribut#ria a(lica8se imediatamente aos fatos geradores futuros e aos (endentes. e6clu&da a a(licaç'o de (enalidade * infraç'o dos dis(ositi)os inter(retados9 II $ tratando8se de ato n'o definiti)amente . 0arágra=o >nico. referentes a im(ostos sobre o (atrimAnio ou a renda: I $ que instituem ou ma. 1EF. quanto a seus efeitos normati)os. assim entendidos aqueles cu. 7 obser). ? 1º / em(rego da analogia n'o (oder# resultar na e6ig3ncia de tributo n'o (re)isto em lei. 7rt. ressal)ado o (re)isto neste Ca(&tulo. 1rt. 7 )ig3ncia. 2al)o dis(osiç'o em contr#rio. os Estados. no Ja&s. 1B:. 1B7. no es(aço e no tem(o. >E CtrintaG dias a(5s a data da sua (ublicaç'o9 III $ os con)3nios a que se refere o inciso B% do artigo 1EE. 7 legislaç'o tribut#ria dos Estados.uros de mora e a atualizaç'o do )alor monet#rio da base de c#lculo do tributo.a e6(ressamente inter(retati)a. o conte<do e o alcance de institutos. 1rt. 1B2. ou do que dis(on:am esta ou outras leis de normas gerais e6(edidas (ela +ni'o. a autoridade com(etente (ara a(licar a legislaç'o tribut#ria utilizar# sucessi)amente. 7 legislaç'o tribut#ria ser# inter(retada conforme o dis(osto neste Ca(&tulo. o . C107TULO III 1&lica8-o da L(gi%la8-o Tributária 1rt. C107TULO II 5ig<ncia da L(gi%la8-o Tributária 1rt. 1B". conceitos e formas de direito (ri)ado. 1B5. na data neles (re)ista. 1B@. desde que n'o ten:a sido fraudulento e n'o ten:a im(licado em falta de (agamento de tributo9 cA quando l:e comine (enalidade menos se)era que a (re)ista na lei )igente ao tem(o da sua (r#tica. entram em )igor: I $ os atos administrati)os a que se refere o inciso B do artigo 1EE. fora dos res(ecti)os territ5rios. 1rt. /s (rinc&(ios gerais de direito (ri)ado utilizam8se (ara (esquisa da definiç'o. (elas Constituiç1es dos Estados. 1B1. mas n'o (ara definiç'o dos res(ecti)os efeitos tribut#rios.a com(leta nos termos do artigo 11!. conceitos e formas. na ordem indicada: I $ a analogia9 II $ os (rinc&(ios gerais de direito tribut#rio9 III $ os (rinc&(ios gerais de direito (<blico9 I5 $ a eqLidade. 1rt. quando se. 1rt. do conte<do e do alcance de seus institutos.istrito Federal e os -unic&(ios. Entram em )igor no (rimeiro dia do e6erc&cio seguinte *quele em que ocorra a sua (ublicaç'o os dis(ositi)os de lei. na data da sua (ublicaç'o9 II $ as decis1es a que se refere o inciso BB do artigo 1EE. ou (elas 13 . e6(ressa ou im(licitamente. e obser)ado o dis(osto no artigo 1N8.ur&dicas em geral.Código Tributário Nacional III $ as (r#ticas reiteradamente obser)adas (elas autoridades administrati)as9 I5 $ os con)3nios que entre si celebrem a +ni'o.

em caso de d<)ida quanto: I $ * ca(itulaç'o legal do fato9 II $ * natureza ou *s circunst. inter(reta8se da maneira mais fa)or#)el ao acusado. considera8se ocorrido o fato gerador e e6istentes os seus efeitos: I $ tratando8se de situaç'o de fato.eto o (agamento de tributo ou (enalidade (ecuni#ria e e6tingue8se . (ositi)as ou negati)as. 112. 0arágra=o >nico. ou * natureza ou e6tens'o dos seus efeitos9 III $ * autoria. ou l:e comina (enalidades. ou terceiros. con)erte8se em obrigaç'o (rinci(al relati)amente * (enalidade (ecuni#ria. ou * sua graduaç'o. ? :º 7 obrigaç'o acess5ria. 11. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.a definiti)amente constitu&da. im(1e a (r#tica ou a abstenç'o de ato que n'o configure obrigaç'o (rinci(al. C107TULO II Lato 9(rador 1rt. 1rt.1. nos termos de direito a(lic#)el.ncias materiais necess#rias a que (roduza os efeitos que normalmente l:e s'o (r5(rios9 II $ tratando8se de situaç'o . 7 lei tribut#ria que define infraç1es. 1rt.ur&dica dos atos efeti)amente (raticados (elos contribuintes. bem como da natureza do seu ob. 117. os atos ou neg5cios . im(utabilidade. res(ons#)eis. Fato gerador da obrigaç'o (rinci(al 0 a situaç'o definida em lei como necess#ria e suficiente * sua ocorr3ncia.ncias materiais do fato. desde o momento de seu im(lemento9 II $ sendo resolut5ria a condiç'o. tem (or ob. (ara definir ou limitar com(et3ncias tribut#rias.eto ou dos seus efeitos9 II $ dos efeitos dos fatos efeti)amente ocorridos. ? 2º 7 obrigaç'o acess5ria decorre da legislaç'o tribut#ria e tem (or ob. ? 1º 7 obrigaç'o (rinci(al surge com a ocorr3ncia do fato gerador. na forma da legislaç'o a(lic#)el.eto as (restaç1es. nela (re)istas no interesse da arrecadaç'o ou da fiscalizaç'o dos tributos. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. 11:. desde o momento da (r#tica do ato ou da celebraç'o do neg5cio. desde o momento em que este. 111. desde o momento em que o se )erifiquem as circunst. 11#.ur&dicos (raticados com a finalidade de dissimular a ocorr3ncia do fato gerador do tributo ou a natureza dos elementos constituti)os da obrigaç'o tribut#ria. (elo sim(les fato da sua inobser).Código Tributário Nacional Leis /rg.@EE1G 1rt.istrito Federal ou dos -unic&(ios. 1rt.nicas do . T7TULO II Obriga8-o Tributária C107TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. 14 . Fato gerador da obrigaç'o acess5ria 0 qualquer situaç'o que. obser)ados os (rocedimentos a serem estabelecidos em lei ordin#ria.ncia. 11@. 7 definiç'o legal do fato gerador 0 inter(retada abstraindo8se: I $ da )alidade . ou (unibilidade9 I5 $ * natureza da (enalidade a(lic#)el.ur&dica.ur&dicos condicionais re(utam8se (erfeitos e acabados: I $ sendo sus(ensi)a a condiç'o. 115.. Bnter(reta8se literalmente a legislaç'o tribut#ria que dis(on:a sobre: I $ sus(ens'o ou e6clus'o do cr0dito tribut#rio9 II $ outorga de isenç'o9 III $ dis(ensa do cum(rimento de obrigaç1es tribut#rias acess5rias. Jara os efeitos do inciso BB do artigo anterior e sal)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. 1rt.untamente com o cr0dito dela decorrente. de 1E. 7 obrigaç'o tribut#ria 0 (rinci(al ou acess5ria. 1rt. 7 autoridade administrati)a (oder# desconsiderar atos ou neg5cios .

11". 12#.ur&dicas de direito (ri)ado ou *s firmas indi)iduais. 2u. 12B. titular da com(et3ncia (ara e6igir o seu cum(rimento. 2u. considera8se como tal: I $ quanto *s (essoas naturais. considerar8se8# como domic&lio tribut#rio do 15 . )E34O III Ca&acidad( Tributária 1rt.udica aos demais. sendo esta incerta ou descon:ecida. o de cada estabelecimento9 III $ quanto *s (essoas . n'o (odem ser o(ostas * Fazenda J<blica. )E34O I5 Do*ic/lio Tributário 1rt.Código Tributário Nacional C107TULO III )uM(ito 1ti+o 1rt. 122. o lugar da sua sede.eito (assi)o da obrigaç'o acess5ria 0 a (essoa obrigada *s (restaç1es que constituam o seu ob. comerciais ou (rofissionais. C107TULO I5 )uM(ito 0a%%i+o )E34O I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. 7 ca(acidade tribut#ria (assi)a inde(ende: I $ da ca(acidade ci)il das (essoas naturais9 II $ de ac:ar8se a (essoa natural su. ou.ur&dica regularmente constitu&da. 2'o solidariamente obrigadas: I $ as (essoas que ten:am interesse comum na situaç'o que constitua o fato gerador da obrigaç'o (rinci(al9 II $ as (essoas e6(ressamente designadas (or lei. (elo contribuinte ou res(ons#)el. 1rt. 2al)o dis(osiç1es de lei em contr#rio. Na falta de eleiç'o. fa)orece ou (re. nesse caso. (ara modificar a definiç'o legal do su. 7 solidariedade referida neste artigo n'o com(orta benef&cio de ordem. ? 1º Ruando n'o couber a a(licaç'o das regras fi6adas em qualquer dos incisos deste artigo. 0arágra=o >nico.ur&dicas de direito (<blico.eto.eito ati)o da obrigaç'o 0 a (essoa . 12.eito (assi)o da obrigaç'o (rinci(al diz8se: I $ contribuinte. 0arágra=o >nico. subsistindo. bastando que configure uma unidade econAmica ou (rofissional. 12:. em fa)or ou contra um dos obrigados. sal)o se outorgada (essoalmente a um deles. 1rt. 1rt. quando. 121.eita a medidas que im(ortem (ri)aç'o ou limitaç'o do e6erc&cio de ati)idades ci)is. subroga8se nos direitos desta. a sua resid3ncia :abitual. que se constituir (elo desmembramento territorial de outra. as con)enç1es (articulares. em relaç'o aos atos ou fatos que derem origem * obrigaç'o. sua obrigaç'o decorra de dis(osiç'o e6(ressa de lei.. / su. a solidariedade quanto aos demais (elo saldo9 III $ a interru(ç'o da (rescriç'o. qualquer de suas re(artiç1es no territ5rio da entidade tributante.eito (assi)o da obrigaç'o (rinci(al 0 a (essoa obrigada ao (agamento de tributo ou (enalidade (ecuni#ria. 2u.a legislaç'o tribut#ria a(licar# at0 que entre em )igor a sua (r5(ria. de domic&lio tribut#rio.ur&dica de direito (<blico. 125. s'o os seguintes os efeitos da solidariedade: I $ o (agamento efetuado (or um dos obrigados a(ro)eita aos demais9 II $ a isenç'o ou remiss'o de cr0dito e6onera todos os obrigados. 127. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio.ur&dica de direito (<blico. relati)as * res(onsabilidade (elo (agamento de tributos. ou. a (essoa . sem re)estir a condiç'o de contribuinte. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. o centro :abitual de sua ati)idade9 II $ quanto *s (essoas . cu. 1rt. 2EHI/ BB 2olidariedade 1rt.eito (assi)o das obrigaç1es tribut#rias corres(ondentes. ou da administraç'o direta de seus bens ou neg5cios9 III $ de estar a (essoa . na forma da legislaç'o a(lic#)el. quando ten:a relaç'o (essoal e direta com a situaç'o que constitua o res(ecti)o fato gerador9 II $ res(ons#)el.

udicial: CJar#grafo inclu&do (ela Lc( nº 118. de @EE"G BI C de filial ou unidade (roduti)a isolada. transformadas ou incor(oradas. 1rt. a lei (ode atribuir de modo e6(resso a res(onsabilidade (elo cr0dito tribut#rio a terceira (essoa. e aos constitu&dos (osteriormente aos mesmos atos. limitada esta res(onsabilidade ao montante do quin:'o do legado ou da meaç'o9 III $ o es(5lio. ind<stria ou (rofiss'o.CBnciso inclu&do (ela Lc( nº 118.ecreto Lei nº @8. / dis(osto neste artigo a(lica8 se aos casos de e6tinç'o de (essoas . de @EE"G ? 2o N'o se a(lica o dis(osto no = 1o deste artigo quando o adquirente for: CJar#grafo inclu&do (ela Lc( nº 118.a a (ro(riedade. a(licando8se ent'o a regra do (ar#grafo anterior. 1::. ou a contribuiç1es de mel:oria. em (rocesso de recu(eraç'o . 0arágra=o >nico.ur&dicas de direito (ri)ado fusionadas. res(onde (elos tributos.us at0 a data da abertura da sucess'o. ou sob firma indi)idual. 2'o (essoalmente res(ons#)eis: I $ o adquirente ou remitente. 0arágra=o >nico. 7 (essoa natural ou .udicial. industrial ou (rofissional.ur&dica de direito (ri)ado que resultar de fus'o. (elos tributos de)idos (elo de cu. e6cluindo a res(onsabilidade do contribuinte ou atribuindo8a a este em car#ter su(leti)o do cum(rimento total ou (arcial da referida obrigaç'o. de @EE"G 16 . 1rt. ? 1o / dis(osto no ca&ut deste artigo n'o se a(lica na :i(5tese de alienaç'o . / dis(osto nesta 2eç'o a(lica8se (or igual aos cr0ditos tribut#rios definiti)amente constitu&dos ou em curso de constituiç'o * data dos atos nela referidos.udicaç'o. quando a e6(loraç'o da res(ecti)a ati)idade se. subrogam8se na (essoa dos res(ecti)os adquirentes. 12@.u&zo do dis(osto neste ca(&tulo.a continuada (or qualquer s5cio remanescente. C107TULO 5 !(%&on%abilidad( Tributária )E34O I Di%&o%i8-o 9(ral 1rt. 7 (essoa . /s cr0ditos tribut#rios relati)os a im(ostos cu. fundo de com0rcio ou estabelecimento comercial. ind<stria ou ati)idade9 II $ subsidiariamente com o alienante. 1rt. a sub8rogaç'o ocorre sobre o res(ecti)o (reço. (or qualquer t&tulo. sob a mesma ou outra raz'o social ou sob firma ou nome indi)idual. sob a mesma ou outra raz'o social.ur&dica de direito (ri)ado que adquirir de outra. ou seu es(5lio. ou sociedade controlada (elo de)edor falido ou em recu(eraç'o . de 1 !!G II $ o sucessor a qualquer t&tulo e o cAn. 1:1. desde que relati)os a obrigaç1es tribut#rias surgidas at0 a referida data.uge meeiro. transformaç'o ou incor(oraç'o de outra ou em outra 0 res(ons#)el (elos tributos de)idos at0 * data do ato (elas (essoas . do de)edor falido ou em recu(eraç'o .udicial9CBnciso inclu&do (ela Lc( nº 118.udicial ou de qualquer de seus s5cios9 ou CBnciso inclu&do (ela Lc( nº 118. no)a ati)idade no mesmo ou em outro ramo de com0rcio. de @EE"G II C (arente. No caso de arremataç'o em :asta (<blica. (elos tributos relati)os aos bens adquiridos ou remidos9 C%ide . (elos tributos de)idos (elo de cu.udicial. em lin:a reta ou colateral at0 o F o CquartoG grau. quando im(ossibilite ou dificulte a arrecadaç'o ou a fiscalizaç'o do tributo. 2em (re. relati)os ao fundo ou estabelecimento adquirido. de @EE"G I C s5cio da sociedade falida ou em recu(eraç'o . de)idos at0 * data do ato: I $ integralmente. 1rt. o dom&nio <til ou a (osse de bens im5)eis. e continuar a res(ecti)a e6(loraç'o. 1:B. consangL&neo ou afim. )inculada ao fato gerador da res(ecti)a obrigaç'o.Código Tributário Nacional contribuinte ou res(ons#)el o lugar da situaç'o dos bens ou da ocorr3ncia dos atos ou fatos que deram origem * obrigaç'o.o fato gerador se. ? 2º 7 autoridade administrati)a (ode recusar o domic&lio eleito. e bem assim os relati)os a ta6as (ela (restaç'o de ser)iços referentes a tais bens. se o alienante cessar a e6(loraç'o do com0rcio. de @EE"G I C em (rocesso de fal3ncia9 CBnciso inclu&do (ela Lc( nº 118.ur&dicas de direito (ri)ado.us at0 a data da (artil:a ou ad. sal)o quando conste do t&tulo a (ro)a de sua quitaç'o. se este (rosseguir na e6(loraç'o ou iniciar dentro de seis meses a contar da data da alienaç'o. 12". 1:2. )E34O II !(%&on%abilidad( do% )uc(%%or(% 1rt.

1:. (elos tributos de)idos (elo es(5lio9 5 $ o s&ndico e o comiss#rio. de @EE"G ? :o Em (rocesso da fal3ncia. ou (erante eles. *s de car#ter morat5rio. ou no cum(rimento de ordem e6(ressa emitida (or quem de direito9 II $ quanto *s infraç1es em cu. funç'o. sal)o quando (raticadas no e6erc&cio regular de administraç'o. 0arágra=o >nico. / cr0dito tribut#rio decorre da obrigaç'o (rinci(al e tem a mesma natureza desta.a definiç'o o dolo es(ec&fico do agente se. (elos tributos de)idos (or seus tutelados ou curatelados9 III $ os administradores de bens de terceiros.ur&dicas de direito (ri)ado. N'o se considera es(ont. natureza e e6tens'o dos efeitos do ato. 1:#. o (roduto da alienaç'o . 1:@. CJar#grafo inclu&do (ela Lc( nº 118. somente (odendo ser utilizado (ara o (agamento de cr0ditos e6traconcursais ou de cr0ditos que (referem ao tribut#rio.nea da infraç'o. )E34O I5 !(%&on%abilidad( &or In=ra8'(% 1rt.u&zo de fal3ncia (elo (razo de 1 CumG ano. escri)'es e demais ser)entu#rios de of&cio. contrato social ou estatutos: I $ as (essoas referidas no artigo anterior9 II $ os mandat#rios.a elementar9 III $ quanto *s infraç1es que decorram direta e e6clusi)amente de dolo es(ec&fico: aA das (essoas referidas no artigo 1>F. (re(ostos e em(regados9 III $ os diretores. quando o montante do tributo de(enda de a(uraç'o. 1rt. (re(ostos ou em(regados. relacionados com a infraç'o. acom(an:ada.CBnciso inclu&do (ela Lc( nº 118.. filial ou unidade (roduti)a isolada (ermanecer# em conta de de(5sito * dis(osiç'o do . 1:7. 1:". (elos tributos de)idos (or seus fil:os menores9 II $ os tutores e curadores. se for o caso.udicial com o ob. res(ondem solidariamente com este nos atos em que inter)ierem ou (elas omiss1es de que forem res(ons#)eis: I $ os (ais.ur&dicas de direito (ri)ado.Código Tributário Nacional III C identificado como agente do falido ou do de)edor em recu(eraç'o . (elos tributos de)idos (or estes9 I5 $ o in)entariante. contra seus mandantes. no caso de liquidaç'o de sociedade de (essoas.udicial de em(resa. 1rt. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio.eti)o de fraudar a sucess'o tribut#ria. contra aquelas (or quem res(ondem9 bA dos mandat#rios. (re(onentes ou em(regadores9 cA dos diretores. mandato. 1:5.uros de mora. contra estas. (elos tributos de)idos (ela massa falida ou (elo concordat#rio9 5I $ os tabeli'es.ncia arbitrada (ela autoridade administrati)a. gerentes ou re(resentantes de (essoas . (elos tributos de)idos sobre os atos (raticados (or eles.nea a den<ncia a(resentada a(5s o in&cio de qualquer (rocedimento administrati)o ou medida de fiscalizaç'o. de @EE"G )E34O III !(%&on%abilidad( d( T(rc(iro% 1rt. do (agamento do tributo de)ido e dos . T7TULO III CrDdito Tributário C107TULO I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. em mat0ria de (enalidades. 2'o (essoalmente res(ons#)eis (elos cr0ditos corres(ondentes a obrigaç1es tribut#rias resultantes de atos (raticados com e6cesso de (oderes ou infraç'o de lei. contado da data de alienaç'o. 0arágra=o >nico. 7 res(onsabilidade 0 (essoal ao agente: I $ quanto *s infraç1es conceituadas (or lei como crimes ou contra)enç1es. / dis(osto neste artigo s5 se a(lica. ou do de(5sito da im(ort. 1rt. em raz'o do seu of&cio9 5II $ os s5cios. gerentes ou re(resentantes de (essoas . cargo ou em(rego. Nos casos de im(ossibilidade de e6ig3ncia do cum(rimento da obrigaç'o (rinci(al (elo contribuinte. 7 res(onsabilidade 0 e6clu&da (ela den<ncia es(ont. 17 . a res(onsabilidade (or infraç1es da legislaç'o tribut#ria inde(ende da intenç'o do agente ou do res(ons#)el e da efeti)idade.

ou que e6cluem sua e6igibilidade n'o afetam a obrigaç'o tribut#ria que l:e deu origem. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. 7s circunst. (osteriormente * ocorr3ncia do fato gerador da obrigaç'o. identificar o su. nos casos (re)istos nesta Lei. 1. no (razo e na forma da legislaç'o tribut#ria9 18 . de of&cio ou em conseqL3ncia de decis'o administrati)a ou . (or quem de direito. (ara o efeito de atribuir res(onsabilidade tribut#ria a terceiros. / cr0dito tribut#rio regularmente constitu&do somente se modifica ou e6tingue.mbio do dia da ocorr3ncia do fato gerador da obrigaç'o.udicial.ur&dicos adotados (ela autoridade administrati)a no e6erc&cio do lançamento somente (ode ser efeti)ada.#. ? 2º / dis(osto neste artigo n'o se a(lica aos im(ostos lançados (or (er&odos certos de tem(o. a)aliaç'o contradit5ria.. quanto a fato gerador ocorrido (osteriormente * sua introduç'o. sem(re que se. Com(ete (ri)ati)amente * autoridade administrati)a constituir o cr0dito tribut#rio (elo lançamento.a (restada. direitos. / lançamento 0 efetuado com base na declaraç'o do su. 1. ou os documentos e6(edidos (elo su. ten:a institu&do no)os crit0rios de a(uraç'o ou (rocessos de fiscalizaç'o. sendo caso.a e6(resso em moeda estrangeira. Ruando o c#lculo do tributo ten:a (or base.eito (assi)o. 1rt. administrati)a ou .eito (assi)o ou (elo terceiro legalmente obrigado. quando )ise a reduzir ou a e6cluir tributo. em relaç'o a um mesmo su. 1rt. neste <ltimo caso. a sua efeti)aç'o ou as res(ecti)as garantias. a autoridade lançadora.7. )E34O II . (resta * autoridade administrati)a informaç1es sobre mat0ria de fato. / lançamento 0 efetuado e re)isto de of&cio (ela autoridade administrati)a nos seguintes casos: I $ quando a lei assim o determine9 II $ quando a declaraç'o n'o se. mediante (rocesso regular. ? 1º 7(lica8se ao lançamento a legislaç'o que.2. 1rt.am omissos ou n'o mereçam f0 as declaraç1es ou os esclarecimentos (restados.ur&dicos.eito (assi)o s5 (ode ser alterado em )irtude de: I $ im(ugnaç'o do su.@. am(liado os (oderes de in)estigaç'o das autoridades administrati)as. arbitrar# aquele )alor ou (reço. determinar a mat0ria tribut#)el. 1rt.eito (assi)o e. calcular o montante do tributo de)ido. 1.". 1. em caso de contestaç'o.eito (assi)o ou de terceiro. e antes de notificado o lançamento. ou tome em consideraç'o. e6ceto. C107TULO II Con%titui8-o d( CrDdito Tributário )E34O I Lan8a*(nto 1rt.udicial. 1. 1. fora dos quais n'o (odem ser dis(ensadas. ? 2º /s erros contidos na declaraç'o e a(ur#)eis (elo seu e6ame ser'o retificados de of&cio (ela autoridade administrati)a a que com(etir a re)is'o daquela. nos casos (re)istos no artigo 1F . quando o )alor tribut#rio este.. sua e6tens'o ou seus efeitos. sob (ena de res(onsabilidade funcional na forma da lei. 7 ati)idade administrati)a de lançamento 0 )inculada e obrigat5ria. 1. 1. 0arágra=o >nico. / lançamento regularmente notificado ao su.eito (assi)o9 II $ recurso de of&cio9 III $ iniciati)a de of&cio da autoridade administrati)a. s5 0 admiss&)el mediante com(ro)aç'o do erro em que se funde. ser)iços ou atos .ncias que modificam o cr0dito tribut#rio. / lançamento re(orta8se * data da ocorr3ncia do fato gerador da obrigaç'o e rege8se (ela lei ent'o )igente. sob (ena de res(onsabilidade funcional. 1. quando um ou outro. ou as garantias ou os (ri)il0gios a ele atribu&dos. 1rt. o )alor ou o (reço de bens. na forma da legislaç'o tribut#ria. 1rt. 1. desde que a res(ecti)a lei fi6e e6(ressamente a data em que o fato gerador se considera ocorrido. ou outorgado ao cr0dito maiores garantias ou (ri)il0gios. assim entendido o (rocedimento administrati)o tendente a )erificar a ocorr3ncia do fato gerador da obrigaç'o corres(ondente.1. no lançamento far8se8# sua con)ers'o em moeda nacional ao c.B. (ro(or a a(licaç'o da (enalidade cab&)el. indis(ens#)eis * sua efeti)aç'o. nos crit0rios . 7 modificaç'o introduzida.5. ? 1º 7 retificaç'o da declaraç'o (or iniciati)a do (r5(rio declarante. ressal)ada. 1rt.odalidad(% d( Lan8a*(nto 1rt. ou tem sua e6igibilidade sus(ensa ou e6clu&da.:. ainda que (osteriormente modificada ou re)ogada.Código Tributário Nacional 1rt.

eito (assi)o ou (or terceiro. considerados na a(uraç'o do saldo (or)entura de)ido e. a contar da ocorr3ncia do fato gerador9 e6(irado esse (razo sem que a Fazenda J<blica se ten:a (ronunciado. / dis(osto neste artigo n'o dis(ensa o cum(rimento das obrigaç1es assess5rios de(endentes da obrigaç'o (rinci(al cu. ? 2º N'o influem sobre a obrigaç'o tribut#ria quaisquer atos anteriores * :omologaç'o. que d3 lugar * a(licaç'o de (enalidade (ecuni#ria9 5II $ quando se com(ro)e que o su. tomando con:ecimento da ati)idade assim e6ercida (elo obrigado. ou de terceiro legalmente obrigado.@EE1G 5I C o (arcelamento. no e6erc&cio da ati)idade a que se refere o artigo seguinte9 5I $ quando se com(ro)e aç'o ou omiss'o do su. 7 re)is'o do lançamento s5 (ode ser iniciada enquanto n'o e6tinto o direito da Fazenda J<blica.1. ? .eito (assi)o o de)er de anteci(ar o (agamento sem (r0)io e6ame da autoridade administrati)a. ou dela conseqLentes. sendo o caso. 152. erro ou omiss'o quanto a qualquer elemento definido na legislaç'o tribut#ria como sendo de declaraç'o obrigat5ria9 5 $ quando se com(ro)e omiss'o ou ine6atid'o. (or (arte da (essoa legalmente obrigada. fraude ou simulaç'o9 5III $ quando de)a ser a(reciado fato n'o con:ecido ou n'o (ro)ado (or ocasi'o do lançamento anterior9 IN $ quando se com(ro)e que.oratória 1rt.istrito Federal ou dos -unic&(ios. em outras es(0cies de aç'o . / lançamento (or :omologaç'o. 15B.eito (assi)o. 0arágra=o >nico. ? :º /s atos a que se refere o (ar#grafo anterior ser'o.udicial9 CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.@EE1G 0arágra=o >nico. dei6e de atender. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. 2us(endem a e6igibilidade do cr0dito tribut#rio: I $ morat5ria9 II $ o de(5sito do seu montante integral9 III $ as reclamaç1es e os recursos. (ela mesma autoridade. ? 1º / (agamento anteci(ado (elo obrigado nos termos deste artigo e6tingue o cr0dito. considera8se :omologado o lançamento e definiti)amente e6tinto o cr0dito. e6(ressamente a :omologa. ou omiss'o. recuse8se a (rest#8lo ou n'o o (reste satisfatoriamente. do . a (edido de esclarecimento formulado (ela autoridade administrati)a. o(era8se (elo ato em que a referida autoridade.eito (assi)o.1. (raticados (elo su. 7 morat5ria somente (ode ser concedida: I $ em car#ter geral: aA (ela (essoa . ser# ele de cinco anos. ocorreu fraude ou falta funcional da autoridade que o efetuou. nos termos das leis reguladoras do (rocesso tribut#rio administrati)o9 I5 $ a concess'o de medida liminar em mandado de segurança. que ocorre quanto aos tributos cu. ou terceiro em benef&cio daquele. ou sua graduaç'o.u&zo daquela autoridade9 I5 $ quando se com(ro)e falsidade.º 2e a lei n'o fi6ar (razo a :omologaç'o. sob condiç'o resolut5ria da ulterior :omologaç'o ao lançamento. no lançamento anterior. quanto a tributos de com(et3ncia dos Estados.a sus(enso. no (razo e na forma da legislaç'o tribut#ria. )isando * e6tinç'o total ou (arcial do cr0dito. na im(osiç'o de (enalidade. 151. 1rt.o cr0dito se. embora ten:a (restado declaraç'o nos termos do inciso anterior. sal)o se com(ro)ada a ocorr3ncia de dolo.Código Tributário Nacional BII $ quando a (essoa legalmente obrigada. )E34O II .ur&dica de direito (<blico com(etente (ara instituir o tributo a que se refira9 bA (ela +ni'o. fraude ou simulaç'o. (or0m. a . quando simultaneamente concedida quanto aos tributos de com(et3ncia federal e *s obrigaç1es de direito (ri)ado9 19 . C107TULO III )u%&(n%-o do CrDdito Tributário )E34O I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. de 1E. agiu com dolo. de ato ou formalidade es(ecial. de 1E.a legislaç'o atribua ao su. 5 C a concess'o de medida liminar ou de tutela anteci(ada.

dentro do (razo a que se refere o inciso B. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio.ur&dica de direito (<blico que a e6(edir. E6tinguem o cr0dito tribut#rio: I $ o (agamento9 II $ a com(ensaç'o9 III $ a transaç'o9 I5 $ remiss'o9 5 $ a (rescriç'o e a decad3ncia9 5I $ a con)ers'o de de(5sito em renda9 5II $ o (agamento anteci(ado e a :omologaç'o do lançamento nos termos do dis(osto no artigo 1"E e seus == 1º e Fº9 5III $ a consignaç'o em (agamento. relati)as * morat5ria. de 1E. nos termos do dis(osto no = @º do artigo 1!F9 20 .odalidad(% d( EEtin8-o 1rt. desde que autorizada (or lei nas condiç1es do inciso anterior.o 7 ine6ist3ncia da lei es(ec&fica a que se refere o = >o deste artigo im(orta na a(licaç'o das leis gerais de (arcelamento do ente da Federaç'o ao de)edor em recu(eraç'o . 7 lei concessi)a de morat5ria (ode circunscre)er e6(ressamente a sua a(licabilidade * determinada regi'o do territ5rio da (essoa . 1rt. (or des(ac:o da autoridade administrati)a.o lançamento .eitos (assi)os. subsidiariamente. / (arcelamento ser# concedido na forma e condiç'o estabelecidas em lei es(ec&fica. ou cu. 7 concess'o da morat5ria em car#ter indi)idual n'o gera direito adquirido e ser# re)ogado de of&cio. ou de terceiro em benef&cio daquele9 II $ sem im(osiç'o de (enalidade. (ara cada caso de concess'o em car#ter indi)idual9 cA as garantias que de)em ser fornecidas (elo beneficiado no caso de concess'o em car#ter indi)idual. 155$1. nos demais casos. de @EE"G ? . ou a determinada classe ou categoria de su.1. 15#. o (arcelamento do cr0dito tribut#rio n'o e6clui a incid3ncia de . n'o (odendo. 7 morat5ria n'o a(ro)eita aos casos de dolo. 1rt.eito (assi)o. de @EE"G C107TULO I5 EEtin8-o do CrDdito Tributário )E34O I . sem (re. No caso do inciso B deste artigo. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. 15:. a re)ogaç'o s5 (ode ocorrer antes de (rescrito o referido direito. cobrando8se o cr0dito acrescido de .@EE1G ? 1o 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. 155. 1rt.uros de mora: I $ com im(osiç'o da (enalidade cab&)el. ser o (razo de (arcelamento inferior ao concedido (ela lei federal es(ec&fica. o tem(o decorrido entre a concess'o da morat5ria e sua re)ogaç'o n'o se com(uta (ara efeito da (rescriç'o do direito * cobrança do cr0dito9 no caso do inciso BB deste artigo. de 1E. a morat5ria somente abrange os cr0ditos definiti)amente constitu&dos * data da lei ou do des(ac:o que a conceder.# ten:a sido iniciado *quela data (or ato regularmente notificado ao su. de 1E. CBnclu&do (ela Lc( nº 118. fraude ou simulaç'o do su.udicial.@EE1G ? :o Lei es(ec&fica dis(or# sobre as condiç1es de (arcelamento dos cr0ditos tribut#rios do de)edor em recu(eraç'o . CBnclu&do (ela Lc( nº 118. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. ao (arcelamento as dis(osiç1es desta Lei.u&zo de outros requisitos: I $ o (razo de duraç'o do fa)or9 II $ as condiç1es da concess'o do fa)or em car#ter indi)idual9 III $ sendo caso: aA os tributos a que se a(lica9 bA o n<mero de (restaç1es e seus )encimentos. neste caso. (odendo atribuir a fi6aç'o de uns e de outros * autoridade administrati)a.udicial. 0arágra=o >nico.1. 7 lei que conceda morat5ria em car#ter geral ou autorize sua concess'o em car#ter indi)idual es(ecificar#. 0arágra=o >nico. sem(re que se a(ure que o beneficiado n'o satisfazia ou dei6ou de satisfazer as condiç1es ou n'o cum(rira ou dei6ou de cum(rir os requisitos (ara a concess'o do fa)or. 0arágra=o >nico.@EE1G ? 2o 7(licam8se. 1rt.eito (assi)o ou do terceiro em benef&cio daquele. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.1. nos casos de dolo ou simulaç'o do beneficiado.uros e multas. 15.Código Tributário Nacional II $ em car#ter indi)idual..

a qual for o moti)o determinante da falta. e em segundo lugar aos decorrentes de res(onsabilidade tribut#ria9 II $ (rimeiramente.eito (assi)o notificado do lançamento. ressal)ado o dis(osto no artigo 1"E. 1#:.udicialmente (elo su. relati)os ao mesmo ou a diferentes tributos ou (ro)enientes de (enalidade (ecuni#ria ou . sal)o nos casos e6(ressamente (re)istos na legislaç'o tribut#ria. na ordem em que enumeradas: I $ em (rimeiro lugar. ou ao cum(rimento de obrigaç'o acess5ria9 II $ de subordinaç'o do recebimento ao cum(rimento de e6ig3ncias administrati)as sem fundamento legal9 21 . o )encimento do cr0dito ocorre trinta dias de(ois da data em que se considera o su. a autoridade administrati)a com(etente (ara receber o (agamento determinar# a res(ecti)a im(utaç'o. se. ? 2º / dis(osto neste artigo n'o se a(lica na (end3ncia de consulta formulada (elo de)edor dentro do (razo legal (ara (agamento do cr0dito. 1rt.uros de mora.nico equi(ara8se ao (agamento em estam(il:a. ou naquelas em que o erro se. 15".uros de mora.ncia de cr0dito tribut#rio (ode ser consignada . ou (or (rocesso mec. nos casos: I $ de recusa de recebimento. 1#.uros de mora s'o calculados * ta6a de um (or cento ao m3s. na forma e condiç1es estabelecidas em lei. E6istindo simultaneamente dois ou mais d0bitos )encidos do mesmo su. c:eque ou )ale (ostal9 II $ nos casos (re)istos em lei. ? 1º 7 legislaç'o tribut#ria (ode determinar as garantias e6igidas (ara o (agamento (or c:eque ou )ale (ostal. 1rt.@EE1G 0arágra=o >nico.udicial (assada em . sem (re. *s contribuiç1es de mel:oria. em (a(el selado. / (agamento de um cr0dito n'o im(orta em (resunç'o de (agamento: I $ quando (arcial. 1rt. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. nas condiç1es que estabeleça. / cr0dito n'o integralmente (ago no )encimento 0 acrescido de . 7 lei dis(or# quanto aos efeitos da e6tinç'o total ou (arcial do cr0dito sobre a ulterior )erificaç'o da irregularidade da sua constituiç'o. 1#2. de(ois *s ta6as e (or fim aos im(ostos9 III $ na ordem crescente dos (razos de (rescriç'o9 I5 $ na ordem decrescente dos montantes. 1rt. os . Ruando a legislaç'o tribut#ria n'o fi6ar o tem(o do (agamento. 7 im(ort. ou subordinaç'o deste ao (agamento de outro tributo ou de (enalidade. ? 2º / cr0dito (ago (or c:eque somente se considera e6tinto com o resgate deste (elo sacado. 1rt. ? 1º 2e a lei n'o dis(user de modo di)erso.eito (assi)o.eto de aç'o anulat5ria9 N $ a decis'o . o (agamento 0 efetuado na re(artiç'o com(etente do domic&lio do su. ou o erro no (agamento (or esta modalidade. obedecidas as seguintes regras. ? .a im(ut#)el * autoridade administrati)a. 15@. ? 5º / (agamento em (a(el selado ou (or (rocesso mec.Código Tributário Nacional IN $ a decis'o administrati)a irreform#)el. aos d0bitos (or obrigaç'o (r5(ria. Ruando a legislaç'o tribut#ria n'o dis(user a res(eito. 0arágra=o >nico. / (agamento 0 efetuado: I $ em moeda corrente. em estam(il:a.º 7 (erda ou destruiç'o da estam(il:a. 7 im(osiç'o de (enalidade n'o ilide o (agamento integral do cr0dito tribut#rio.1.eito (assi)o (ara com a mesma (essoa . )E34O II 0aga*(nto 1rt. 1rt. das (restaç1es em que se decom(on:a9 II $ quando total. desde que n'o o torne im(oss&)el ou mais oneroso que o (agamento em moeda corrente.eito (assi)o. de 1E. assim entendida a definiti)a na 5rbita administrati)a. que n'o mais (ossa ser ob. 1#B.u&zo da im(osiç'o das (enalidades cab&)eis e da a(licaç'o de quaisquer medidas de garantia (re)istas nesta Lei ou em lei tribut#ria. NI C a daç'o em (agamento em bens im5)eis. obser)ado o dis(osto nos artigos 1FF e 1F . de outros cr0ditos referentes ao mesmo ou a outros tributos. 7 legislaç'o tribut#ria (ode conceder desconto (ela anteci(aç'o do (agamento. ? :º / cr0dito (ag#)el em estam(il:a considera8 se e6tinto com a inutilizaç'o regular daquela. 1#1..ulgado. 1rt.ur&dica de direito (<blico. 157.nico. n'o d'o direito a restituiç'o.

? 1º 7 consignaç'o s5 (ode )ersar sobre o cr0dito que o consignante se (ro(1e (agar.eito (assi)o. re)ogaç'o ou rescis'o de decis'o condenat5ria. 172. 7 lei (ode autorizar a autoridade administrati)a a conceder. a (artir do tr.eito (assi)o. ressal)ado o dis(osto no = Fº do artigo 1!@.udicial (elo su. (or sua natureza. de tributo id3ntico sobre um mesmo fato gerador. ou. 17B$1. 7 lei (ode facultar.ulgada im(rocedente a consignaç'o no todo ou em (arte.ncia consignada 0 con)ertida em renda9 . ? )edada a com(ensaç'o mediante o a(ro)eitamento de tributo. 1rt. do su. cobra8se o cr0dito acrescido de . (or mais de uma (essoa . autorizar a com(ensaç'o de cr0ditos tribut#rios com cr0ditos l&quidos e certos. recomeçando o seu curso. da data em que se tornar definiti)a a decis'o administrati)a ou (assar em . 7 restituiç'o )ence . estar (or este e6(ressamente autorizado a receb38la. 1#5.eito (assi)o tem direito. 7 restituiç'o de tributos que com(ortem. ob.a esti(ulaç'o em cada caso atribuir * autoridade administrati)a. 7 restituiç'o total ou (arcial do tributo d# lugar * restituiç'o. de @EE"G II $ na :i(5tese do inciso BBB do artigo 1!". * restituiç'o total ou (arcial do tributo. mediante concess1es m<tuas. )E34O III 0aga*(nto Ind(+ido 1rt. n'o (odendo.eito (assi)o9 22 . 1rt. nos seguintes casos: I $ cobrança ou (agamento es(ont.eitos ati)o e (assi)o da obrigaç'o tribut#ria celebrar transaç'o que. se.nsito em . a lei determinar#. / direito de (leitear a restituiç'o e6tingue8se com o decurso do (razo de " CcincoG anos. Jrescre)e em dois anos a aç'o anulat5ria da decis'o administrati)a que denegar a restituiç'o. no c#lculo do montante do d0bito ou na elaboraç'o ou confer3ncia de qualquer documento relati)o ao (agamento9 III $ reforma. o (agamento se re(uta efetuado e a im(ort. ou cu. na determinaç'o da al&quota a(lic#)el.Código Tributário Nacional III $ de e6ig3ncia. (or0m.@EE1G 1rt. re)ogado ou rescindido a decis'o condenat5ria.neo de tributo inde)ido ou maior que o de)ido em face da legislaç'o tribut#ria a(lic#)el.odalidad(% d( EEtin8-o 1rt. de 1E.uros n'o ca(italiz#)eis.udicadas (ela causa da restituiç'o.eito (assi)o contra a Fazenda (<blica. cominar reduç'o maior que a corres(ondente ao .udicial. 1rt. nas condiç1es que estabeleça. sem (re. contados: I $ nas :i(5tese dos incisos B e BB do artigo 1!".uro de 1K Cum (or centoG ao m3s (elo tem(o a decorrer entre a data da com(ensaç'o e a do )encimento. 1##. 2endo )incendo o cr0dito do su. da data da e6tinç'o do cr0dito tribut#rio9 C%ide art > da LC( nº 118. anulado.ncias materiais do fato gerador efeti)amente ocorrido9 II $ erro na edificaç'o do su. transfer3ncia do res(ecti)o encargo financeiro somente ser# feita a quem (ro)e :a)er assumido o referido encargo. 1#". no caso de t38lo transferido a terceiro. 0arágra=o >nico. nas condiç1es e sob as garantias que esti(ular. (or metade.ulgado a decis'o .uros de mora. 0arágra=o >nico.u&zo das (enalidades cab&)eis. na mesma (ro(orç'o. 1#7. a (artir da data da intimaç'o )alidamente feita ao re(resentante . 1rt.1. 0arágra=o >nico.uros de mora e das (enalidades (ecuni#rias. 7 lei indicar# a autoridade com(etente (ara autorizar a transaç'o em cada caso.nsito em . 171. / (razo de (rescriç'o 0 interrom(ido (elo in&cio da aç'o . C7rtigo inclu&do (ela Lc( nº 1EF.udicial. sal)o as referentes a infraç1es de car#ter formal n'o (re. inde(endentemente de (r0)io (rotesto. anulaç'o.ulgado da decis'o definiti)a que a determinar. aos su.udicial da Fazenda J<blica interessada. a a(uraç'o do seu montante. 1rt. (or des(ac:o fundamentado.eito (assi)o. / su. 1rt.udicial que ten:a reformado.ulgado da res(ecti)a decis'o . ou da natureza ou circunst.ur&dica de direito (<blico. 7 lei (ode.a qual for a modalidade do seu (agamento.eto de contestaç'o . 0arágra=o >nico. ? 2º Sulgada (rocedente a consignaç'o. dos . antes do tr. )E34O I5 D(*ai% . atendendo: I $ * situaç'o econAmica do su. im(orte em determinaç'o de lit&gio e conseqLente e6tinç'o de cr0dito tribut#rio. remiss'o total ou (arcial do cr0dito tribut#rio. 17B. )encidos ou )incendos. (ara os efeitos deste artigo. 1#@.

Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. 7 isenç'o (ode ser restrita a determinada regi'o do territ5rio da entidade tributante. a qualquer tem(o. a(licando8se. de N.udicial.1 N"G 1rt. 0arágra=o >nico. o dis(osto no artigo 1"". 0arágra=o >nico. obser)ado o dis(osto no inciso BBB do art.uiz que ordenar a citaç'o em e6ecuç'o fiscal9 CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. CDedaç'o dada (ela Lei Com(lementar nº @F. 1rt.ncia do cr0dito tribut#rio9 C107TULO 5 EEclu%-o d( CrDdito Tributário )E34O I I5 $ a consideraç1es de eqLidade. 1EF.ncia e6cus#)eis do su. em cada caso. )E34O II I%(n8-o 1rt. 7 aç'o (ara a cobrança do cr0dito tribut#rio (rescre)e em cinco anos. em funç'o de condiç1es a ela (eculiares. 17@ $ 7 isenç'o. a isenç'o n'o 0 e6tensi)a: I $ *s ta6as e *s contribuiç1es de mel:oria9 II $ aos tributos institu&dos (osteriormente * sua concess'o. o des(ac:o referido neste artigo ser# reno)ado antes da e6(iraç'o de cada (er&odo.o cr0dito se. 0arágra=o >nico. cessando automaticamente os seus efeitos a (artir do (rimeiro dia do (er&odo (ara o qual o interessado 23 . 1rt. 7 isenç'o.1. os tributos a que se a(lica e. / direito a que se refere este artigo e6tingue8se definiti)amente com o decurso do (razo nele (re)isto.Código Tributário Nacional II $ ao erro ou ignor. E6cluem o cr0dito tribut#rio: I $ a isenç'o9 II $ a anistia. quanto a mat0ria de fato9 III $ * diminuta im(ort.udicial que constitua em mora o de)edor9 I5 $ (or qualquer ato inequ&)oco ainda que e6tra. 2al)o dis(osiç'o de lei em contr#rio. ao su. 7 (rescriç'o se interrom(e: I C (elo des(ac:o do . 17". em relaç'o com as caracter&sticas (essoais ou materiais do caso9 5 $ a condiç1es (eculiares a determinada regi'o do territ5rio da entidade tributante. ? 1º 4ratando8se de tributo lançado (or (er&odo certo de tem(o. sal)o se concedida (or (razo certo e em funç'o de determinadas condiç1es. que im(orte em recon:ecimento do d0bito (elo de)edor. ou dela conseqLente. / des(ac:o referido neste artigo n'o gera direito adquirido. ainda quando (re)ista em contrato. em requerimento com o qual o interessado faça (ro)a do (reenc:imento das condiç1es e do cum(rimento dos requisitos (re)istos em lei ou contrato (ara concess'o. 1rt. de qualquer medida (re(arat5ria indis(ens#)el ao lançamento. 17. de @EE"G II $ (elo (rotesto . 1rt.eito (assi)o. 0arágra=o >nico.eito (assi)o. 17#. quando cab&)el. contado da data em que ten:a sido iniciada a constituiç'o do cr0dito tribut#rio (ela notificaç'o. o lançamento anteriormente efetuado. contados da data da sua constituiç'o definiti)a. o (razo de sua duraç'o.udicial9 III $ (or qualquer ato . / direito de a Fazenda J<blica constituir o cr0dito tribut#rio e6tingue8se a(5s " CcincoG anos. 177. 175. contados: I $ do (rimeiro dia do e6erc&cio seguinte *quele em que o lançamento (oderia ter sido efetuado9 II $ da data em que se tornar definiti)a a decis'o que :ou)er anulado. 0 efeti)ada. 0 sem(re decorrente de lei que es(ecifique as condiç1es e requisitos e6igidos (ara a sua concess'o. 7 isenç'o. 7 e6clus'o do cr0dito tribut#rio n'o dis(ensa o cum(rimento das obrigaç1es acess5rias de(endentes da obrigaç'o (rinci(al cu. 17:. 0arágra=o >nico. sendo caso.a e6clu&do.. (or des(ac:o da autoridade administrati)a. (ode ser re)ogada ou modificada (or lei. quando n'o concedida em car#ter geral. (or )&cio formal.

7 anistia (ode ser concedida: I $ em car#ter geral9 II $ limitadamente: aA *s infraç1es da legislaç'o relati)a a determinado tributo9 bA *s infraç1es (unidas com (enalidades (ecuni#rias at0 determinado montante. res(onde (elo (agamento do cr0dito tribut#rio a totalidade dos bens e das rendas.a atribu&da (ela mesma lei * autoridade administrati)a. 1@:. (or su. Jresume8se fraudulenta a alienaç'o ou oneraç'o de bens ou rendas. de)idamente citado.am (re)istos em lei. 1rt. o dis(osto no artigo 1"". o .CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. CBnclu&do (ela Lc( nº 118. 2em (re. quando cab&)el. ou cu. a(licando8se. 7 anistia. 1@1. em funç'o de condiç1es a ela (eculiares9 dA sob condiç'o do (agamento de tributo no (razo fi6ado (ela lei que a conceder. aos 5rg'os e entidades que (romo)em registros de transfer3ncia de bens. es(ecialmente ao registro (<blico de im5)eis e *s autoridades su(er)isoras do mercado banc#rio e do mercado de ca(itais. comunicando a decis'o.mbito de suas atribuiç1es. de @EE"G 1rt. 0arágra=o >nico. o dis(osto no artigo 1"".uiz determinar o imediato le)antamento da indis(onibilidade dos bens ou )alores que e6cederem esse limite. 0 efeti)ada.u&zo dos (ri)il0gios es(eciais sobre determinados bens.uiz determinar# a indis(onibilidade de seus bens e direitos. ou seu começo. 7 natureza das garantias atribu&das ao cr0dito tribut#rio n'o altera a natureza deste nem a da obrigaç'o tribut#ria a que corres(onda. Na :i(5tese de o de)edor tribut#rio..eito (assi)o em d0bito (ara com a Fazenda J<blica. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. CBnclu&do (ela Lc( nº 118. 0arágra=o >nico. n'o (agar nem a(resentar bens * (en:ora no (razo legal e n'o forem encontrados bens (en:or#)eis. e6cetuados unicamente os bens e rendas que a lei declare absolutamente im(en:or#)eis. / des(ac:o referido neste artigo n'o gera direito adquirido. inclusi)e os gra)ados (or Anus real ou cl#usula de inalienabilidade ou im(en:orabilidade. fraude ou simulaç'o (elo su. quando cab&)el. )E34O I Di%&o%i8'(% 9(rai% 1rt. quando n'o concedida em car#ter geral.a fi6aç'o se. de qualquer origem ou natureza. bens ou rendas suficientes ao total (agamento da d&)ida inscrita. de @EE"G ? 1o 7 indis(onibilidade de que trata o ca&ut deste artigo limitar8se8# ao )alor total e6ig&)el.Código Tributário Nacional dei6ar de (romo)er a recon:ecimento da isenç'o.eito (assi)o ou (or terceiro em benef&cio daquele9 II $ sal)o dis(osiç'o em contr#rio. 1@. em cada caso. (referencialmente (or meio eletrAnico. se. (or des(ac:o da autoridade administrati)a. em requerimento com a qual o interessado faça (ro)a do (reenc:imento das condiç1es e do cum(rimento dos requisitos (re)istos em lei (ara sua concess'o.a qual for a data da constituiç'o do Anus ou da cl#usula.ugadas ou n'o com (enalidades de outra natureza9 cA a determinada regi'o do territ5rio da entidade tributante. 1@B. con. 1@5$1. a fim de que. que se. de @EE"G 24 . 7 anistia abrange e6clusi)amente as infraç1es cometidas anteriormente * )ig3ncia da lei que a concede. 1rt. 1rt. de @EE"G 0arágra=o >nico. mesmo sem essa qualificaç'o. 1rt.am e6(ressamente (re)istas em lei.ur&dicas. seu es(5lio ou sua massa falida. 7 enumeraç'o das garantias atribu&das neste Ca(&tulo ao cr0dito tribut#rio n'o e6clui outras que se. 1@5. façam cum(rir a ordem .eito (assi)o. no . (elo de)edor. se.am (raticados com dolo. 1@2. em funç'o da natureza ou das caracter&sticas do tributo a que se refiram. )E34O III 1ni%tia 1rt. de)endo o . continuidade do C107TULO 5I 9arantia% ( 0ri+ilDgio% do CrDdito Tributário ? 2º / des(ac:o referido neste artigo n'o gera direito adquirido. / dis(osto neste artigo n'o se a(lica na :i(5tese de terem sido reser)ados. a(licando8se. (or cr0dito tribut#rio regularmente inscrito como d&)ida ati)a.udicial. *s infraç1es resultantes de conluio entre duas ou mais (essoas naturais ou . n'o se a(licando: I $ aos atos qualificados em lei como crimes ou contra)enç1es e aos que. do su.

ou 25 .ur&dicas de direito (ri)ado em liquidaç'o . de @EE"G 1rt. de @EE"G )E34O II 0r(=(r<ncia% 1rt. a cargo de cu. / concurso de (refer3ncia somente se )erifica entre (essoas .istrito Federal e 4errit5rios. recu(eraç'o . 7 cobrança . CBnclu&do (ela Lc( nº 118. ressal)ados os cr0ditos decorrentes da legislaç'o do trabal:o ou do acidente de trabal:o.ncias (ass&)eis de restituiç'o. 1@".udicial do cr0dito tribut#rio n'o 0 su. 7 concess'o de recu(eraç'o .a qual for sua natureza ou o tem(o de sua constituiç'o. 2al)o quando e6(ressamente autorizado (or lei. nem aos cr0ditos com garantia real. 7 legislaç'o tribut#ria. a cargo de (essoas . 1rt. regular#. obser)ado o dis(osto nesta Lei. 1"1. relati)os * ati)idade em cu. T7TULO I5 1d*ini%tra8-o Tributária C107TULO I Li%caliIa8-o 1rt. de @EE"G 1rt.udicial de(ende da a(resentaç'o da (ro)a de quitaç'o de todos os tributos. 1". ou sua autarquia. CBnclu&do (ela Lc( nº 118. 1rt. de @EE"G III C a multa tribut#ria (refere a(enas aos cr0ditos subordinados. na seguinte ordem: I $ +ni'o9 II $ Estados. de @EE"G 0arágra=o >nico. (roceder8se8# na forma do dis(osto no = 1º do artigo anterior.. Contestado o cr0dito tribut#rio. se. 1@@. de @EE"G 1rt. no limite do )alor do bem gra)ado9 CBnclu&do (ela Lc( nº 118.u&zo a relaç'o discriminada dos bens e direitos cu. 1rt.udicial ou )olunt#ria. o . in)ent#rio ou arrolamento. nos termos da lei falimentar. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118.us ou de seu es(5lio.a indis(onibilidade :ou)erem (romo)ido. 2'o (agos (referencialmente a quaisquer outros os cr0ditos tribut#rios )encidos ou )incendos. obser)ado o dis(osto nos arts. ou a outros encargos do monte.eita a concurso de credores ou :abilitaç'o em fal3ncia. e6ig&)eis no decurso da liquidaç'o. nen:um de(artamento da administraç'o (<blica da +ni'o. de @EE"G II C a lei (oder# estabelecer limites e condiç1es (ara a (refer3ncia dos cr0ditos decorrentes da legislaç'o do trabal:o9 e CBnclu&do (ela Lc( nº 118. 1"2. Nen:uma sentença de . / cr0dito tribut#rio (refere a qualquer outro.ncia (or outra forma.untamente e (r5 rata.untamente e (r5 rata9 III $ -unic&(ios. a ou os do do 0arágra=o >nico. ou *s suas rendas. se a massa n'o (uder efetuar a garantia da inst. cr0ditos tribut#rios )encidos ou )incendos. quanto * natureza e )alor dos bens reser)ados. o re(resentante da Fazenda J<blica interessada. em car#ter geral. Na fal3ncia: CBnclu&do (ela Lc( nº 118.istrito Federal. ou)ido.Código Tributário Nacional = @o /s 5rg'os e entidades aos quais se fizer a comunicaç'o de que trata o ca&ut deste artigo en)iar'o imediatamente ao .udicial. 1@7. dos Estados. mandando reser)ar bens suficientes * e6tinç'o total do cr0dito e seus acrescidos.ulgamento de (artil:a ou ad. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. 2'o (agos (referencialmente quaisquer cr0ditos :abilitados em in)ent#rio arrolamento.udicaç'o ser# (roferida sem (ro)a da quitaç'o de todos os tributos relati)os aos bens do es(5lio.ur&dicas de direito (<blico. 1rt. con. @E" e @E! desta Lei. 1"1$1.uiz remeter# as (artes ao (rocesso com(etente. 1"1. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. concordata. de @EE"G 0arágra=o >nico. 1":. celebrar# contrato ou aceitar# (ro(osta em concorr3ncia (<blica sem que o contratante ou (ro(onente faça (ro)a da quitaç'o de todos os tributos de)idos * Fazenda J<blica interessada. ? 2º / dis(osto neste artigo a(lica8se aos (rocessos de concordata. . do . ou dos -unic&(ios. con. 7 e6tinç'o das obrigaç1es do falido requer (ro)a de quitaç'o de todos os tributos. de @EE"G ? 1º Contestado o cr0dito tribut#rio. 1"B. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 118. CBnclu&do (ela Lc( nº 118.o e6erc&cio contrata ou concorre. 1rt. 1@#. de @EE"G I C o cr0dito tribut#rio n'o (refere aos cr0ditos e6traconcursais ou *s im(ort. 2'o e6traconcursais os cr0ditos tribut#rios decorrentes de fatos geradores ocorridos no curso do (rocesso de fal3ncia. e6ig&)eis no decurso (rocesso de in)ent#rio ou arrolamento.

ser)entu#rios de of&cio9 escri)'es e demais 0arágra=o >nico. na forma da legislaç'o a(lic#)el. de 1E. 2em (re. inclusi)e *s que gozem de imunidade tribut#ria ou de isenç'o de car#ter (essoal. dos comerciantes industriais ou (rodutores. 1 . of&cio. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. s'o obrigados a (restar * autoridade administrati)a todas as informaç1es de que dis(on:am com relaç'o aos bens. 0arágra=o >nico. de 1E. de 1E. 1rt. minist0rio. funç'o.@EE1G I C requisiç'o de autoridade . no . ati)idade ou (rofiss'o. n'o t3m a(licaç'o quaisquer dis(osiç1es legais e6cludentes ou limitati)as do direito de e6aminar mercadorias. 7 Fazenda J<blica da +ni'o.udici#ria no interesse da .1. em raz'o de seu cargo. de informaç'o obtida em raz'o do of&cio sobre a situaç'o econAmica ou financeira do su. de 1E. em um dos li)ros fiscais e6ibidos9 quando la)rados em se(arado deles se entregar#.1. do . 7 Fazenda J<blica da +ni'o e as dos Estados.@EE1G II C solicitaç1es de autoridade administrati)a no interesse da 7dministraç'o J<blica. 1rt. 0arágra=o >nico.mbio de informaç'o sigilosa.eti)o de in)estigar o su. mediante recibo.u&zo do dis(osto na legislaç'o criminal. 1"". de 1E. contribuintes ou n'o. casas banc#rias. no 5rg'o ou na entidade res(ecti)a. 1"#.Código Tributário Nacional es(ecificamente em funç'o da natureza do tributo de que se tratar.1. a com(et3ncia e os (oderes das autoridades administrati)as em mat0ria de fiscalizaç'o da sua a(licaç'o. ati)idade ou (rofiss'o. documentos. Jara os efeitos da legislaç'o tribut#ria.@EE1G II C inscriç1es na . acordos ou II $ os bancos. Cai6as EconAmicas e demais instituiç1es financeiras9 III $ as em(resas de administraç'o de bens9 I5 $ os corretores. funç'o. os seguintes: CDedaç'o dada (ela Lc( nº 1EF. 1"7.eito (assi)o ou de terceiros e sobre a natureza e o estado de seus neg5cios ou ati)idades. de 1E. c5(ia autenticada (ela autoridade a que se refere este artigo. /s termos a que se refere este artigo ser'o la)rados.mbito da 7dministraç'o J<blica. ser# realizado mediante (rocesso regularmente instaurado. 7 autoridade administrati)a que (roceder ou (residir a quaisquer dilig3ncias de fiscalizaç'o la)rar# os termos necess#rios (ara que se documente o in&cio do (rocedimento.ur&dicas. 26 . (a(0is e efeitos comerciais ou fiscais. que fi6ar# (razo m#6imo (ara a conclus'o daquelas.istrito Federal e dos -unic&(ios (restar8 se8'o mutuamente assist3ncia (ara a fiscalizaç'o dos tributos res(ecti)os e (ermuta de informaç1es. 1rt. em car#ter geral ou es(ec&fico. (or (arte da Fazenda J<blica ou de seus ser)idores. arqui)os. ou da obrigaç'o destes de e6ibi8los.1. sem(re que (oss&)el. (or (r#tica de infraç'o administrati)a.ustiça9 CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. leiloeiros e des(ac:antes oficiais9 5 $ os in)entariantes9 5I $ os s&ndicos.1.@EE1G III C (arcelamento ou morat5ria. de 1E. com o ob. na forma estabelecida.a legalmente obrigado a obser)ar segredo em raz'o de cargo.@EE1G ? :o N'o 0 )edada a di)ulgaç'o de informaç1es relati)as a: CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. al0m dos casos (re)istos no art. 7 legislaç'o a que se refere este artigo a(lica8se *s (essoas naturais ou . de 1E.a com(ro)ada a instauraç'o regular de (rocesso administrati)o. * (essoa su. li)ros.eita * fiscalizaç'o.@EE1G I C re(resentaç1es fiscais (ara fins (enais9 CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. e a entrega ser# feita (essoalmente * autoridade solicitante. 0arágra=o >nico. na forma estabelecida em tratados. 1"5. (or lei ou con)3nio. neg5cios ou ati)idades de terceiros: I $ os tabeli'es. minist0rio. 0 )edada a di)ulgaç'o. desde que se.1. /s li)ros obrigat5rios de escrituraç'o comercial e fiscal e os com(ro)antes dos lançamentos neles efetuados ser'o conser)ados at0 que ocorra a (rescriç'o dos cr0ditos tribut#rios decorrentes das o(eraç1es a que se refiram.&)ida 7ti)a da Fazenda J<blica9 CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.@EE1G ? 1o E6cetuam8se do dis(osto neste artigo.1. CDedaç'o dada (ela Lc( nº 1EF.@EE1G 1rt. of&cio. comiss#rios e liquidat#rios9 5II $ quaisquer outras entidades ou (essoas que a lei designe.eito (assi)o a que se refere a informaç'o. 0arágra=o >nico.1. -ediante intimaç'o escrita. de 1E. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. 1"@. que formalize a transfer3ncia e assegure a (reser)aç'o do sigilo.@EE1G ? 2o / interc. 1rt. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF.1. 7 obrigaç'o (re)ista neste artigo n'o abrange a (restaç'o de informaç1es quanto a fatos sobre os quais o informante este.

(ela lei ou (or decis'o final (roferida em (rocesso regular. (oder# (ermutar informaç1es com Estados estrangeiros no interesse da arrecadaç'o e da fiscalizaç'o de tributos. 7 (resunç'o a que se refere este artigo 0 relati)a e (ode ser ilidida (or (ro)a inequ&)oca.eito (assi)o ou do terceiro a que a(ro)eite. de 1E. 2B#. C107TULO II D/+ida 1ti+a 1rt.@EE1G 1rt. (elo cr0dito tribut#rio e . 7 certid'o negati)a e6(edida com dolo ou fraude. 4em os mesmos efeitos (re)istos no artigo anterior a certid'o de que conste a e6ist3ncia de cr0ditos n'o )encidos. 2B.a (essoal ao infrator. Bnde(endentemente de dis(osiç'o legal (ermissi)a. todos os (artici(antes no ato (elo tributo (or)entura de)ido. 1rt. ou o erro a eles relati)o.uros de mora n'o e6clui.1. 21B. 2B2. Di%&o%i8'(% Linai% ( Tran%itória% 1rt.a sus(ensa.uros de mora e (enalidades cab&)eis. 1rt. dos Estados. 7 flu3ncia de . quando em(regada nesta Lei sem qualificaç'o. 1rt. 0arágra=o >nico. a cargo do su.a e6igibilidade este. res(onsabiliza (essoalmente o funcion#rio que a e6(edir.istrito Federal e dos -unic&(ios. que conten:a todas as informaç1es necess#rias * identificaç'o de sua (essoa. ser# dis(ensada a (ro)a de quitaç'o de tributos. ou o seu su(rimento.eito (assi)o. (ara os efeitos deste artigo. 2B". . 2BB. 2B5. 2B7. 7 omiss'o de quaisquer dos requisitos (re)istos no artigo anterior. autenticado (ela autoridade com(etente. sem(re que (oss&)el. estadual ou munici(al. que conten:a erro contra a Fazenda J<blica. 0arágra=o >nico. 0arágra=o >nico. a liquidez do cr0dito. se. 1rt. regularmente inscrita na re(artiç'o administrati)a com(etente.. de)ol)ido ao su. indicar# obrigatoriamente: I $ o nome do de)edor e. 7 lei (oder# e6igir que a (ro)a da quitaç'o de determinado tributo. abrange a Fazenda J<blica da +ni'o. mencionada es(ecificamente a dis(osiç'o da lei em que se. a indicaç'o do li)ro e da fol:a da inscriç'o. /s (razos fi6ados nesta Lei ou legislaç'o tribut#ria ser'o cont&nuos. 7 d&)ida regularmente inscrita goza da (resunç'o de certeza e liquidez e tem o efeito de (ro)a (r08constitu&da. o domic&lio ou a resid3ncia de um e de outros9 II $ a quantia de)ida e a maneira de calcular os . (or0m. ou quando necess#rio * efeti)aç'o d3 medida (re)ista na legislaç'o tribut#ria.a fundado9 I5 $ a data em que foi inscrita9 5 $ sendo caso. s'o causas de nulidade da inscriç'o e do (rocesso de cobrança dela decorrente. que somente (oder# )ersar sobre a (arte modificada.uros de mora acrescidos9 III $ a origem e natureza do cr0dito. res(ondendo. mas a nulidade (oder# ser sanada at0 a decis'o de (rimeira inst. 0arágra=o >nico. al0m dos requisitos deste artigo. CBnclu&do (ela Lc( nº 1EF. C107TULO III C(rtid'(% N(gati+a% 1rt. / dis(osto neste artigo n'o e6clui a res(onsabilidade criminal e funcional que no caso couber.a feita (or certid'o negati)a. e6ceto as relati)as a infraç1es cu. e6cluindo8se na 27 . 1rt. e6(edida * )ista de requerimento do interessado. ou cu. e reci(rocamente. ainda que n'o se configure fato definido em lei como crime ou contra)enç'o. 1rt.Código Tributário Nacional con)3nios.a res(onsabilidade se. 7 certid'o conter#. 1rt. 7s autoridades administrati)as federais (oder'o requisitar o au6&lio da força (<blica federal. bem como.uros de mora acrescidos. domic&lio fiscal e ramo de neg5cio ou ati)idade e indique o (er&odo a que se refere o (edido. sendo caso. mediante substituiç'o da certid'o nula. 2B:. Constitui d&)ida ati)a tribut#ria a (ro)eniente de cr0dito dessa natureza. 7 e6(ress'o OFazenda J<blicaO. de(ois de esgotado o (razo fi6ado.ncia. 2B@. do . quando e6ig&)el. / termo de inscriç'o da d&)ida ati)a. quando )&timas de embaraço ou desacato no e6erc&cio de suas funç1es. acusado ou interessado o (razo (ara defesa. quando se tratar de (r#tica de ato indis(ens#)el (ara e)itar a caducidade de direito. (ara (agamento. o n<mero do (rocesso administrati)o de que se originar o cr0dito. 0arágra=o >nico. em curso de cobrança e6ecuti)a em que ten:a sido efeti)ada a (en:ora. 2B1. o dos co8 res(ons#)eis. 7 certid'o negati)a ser# sem(re e6(edida nos termos em que ten:a sido requerida e ser# fornecida dentro de 1E CdezG dias da data da entrada do requerimento na re(artiç'o.

e outras de fins sociais criadas (or lei. "F da Lei ".11.ecreto8lei nº @N.11. dentro de E Cno)entaG dias da entrada em )igor desta Lei. de 1F. 1! da Lei F. re)ogadas as dis(osiç1es em contr#rio./. de @ de no)embro de 1 !". notadamente as dos arts 1N. C724ELL/ MD7NC/ Octavio Bulhões Carlos Medeiros Silva Este te6to n'o substitui o (ublicado no . Bncumbe ao Consel:o 40cnico de Economia e Finanças.u&zo do dis(osto no art.ustar. @1N (elo . >F da Lei F. 1rt. /s Estados (ertencentes a uma mesma regi'o geo8econAmica celebrar'o entre si con)3nios (ara o estabelecimento de al&quota uniforme (ara o im(osto a que se refere o artigo "@. da legislaç'o )igente. 1"8 da Lei F. @º da Lei ". de 1 !".1 !!G III $ da contribuiç'o destinada a constituir o OFundo de 7ssist3nciaO e OJre)id3ncia do 4rabal:ador DuralO. bem como a do art. Esta Lei entrar# em )igor. /s Joderes E6ecuti)os federal. 211. de 1> de setembro de 1 !!9 CBnclu&do (elo .1 !!G I $ da Ocontribuiç'o sindicalO. de 1F. da Constituiç'o Federal9 CBnclu&do (elo . de 1F. item $%B. 21@.1 !!G C%ide 7to Com(lementar nº @N. em todo o territ5rio nacional.1 !!G II $ das denominadas Oquotas de (re)id3nciaO a que aludem os arts N1 e NF da Lei >. que integram a contribuiç'o da +ni'o (ara a (re)id3ncia social.1EN..+..@1F. de 1> de setembro de 1 !!. no caso de e6(ortaç'o (ara o e6terior. a consolidaç'o. 215. no dia 1º de . de @ de no)embro de 1 !". com as alteraç1es decorrentes do dis(osto nos arts @@ e @> da Lei ".1 !!G I5 $ da contribuiç'o destinada ao Fundo de Parantia do 4em(o de 2er)iço. de 1E de outubro de 1 F .eti)o de assegurar a uniforme a(licaç'o da (resente Lei. 212. 1rt. 7 lei estadual (ode autorizar o Joder E6ecuti)o a rea.1 !!G 5 $ das contribuiç1es enumeradas no = @º do art. de 1F. no e6erc&cio de 1 !N.1@. 1rt. 8"F. / Joder E6ecuti)o (ro(or# as medidas legislati)as adequadas a (ossibilitar. 1rt.ecreto8lei nº @N. 1rt.1EN. = @º e NN. @" de outubro de 1 !!9 1F"º da Bnde(end3ncia e N8º da De(<blica. da Consolidaç'o das Leis do 4rabal:o. 1"N. a al&quota de im(osto a que se refere o artigo "@. 0arágra=o >nico."8 .Código Tributário Nacional sua contagem o dia de in&cio e incluindo8se o de )encimento. de 1E de .1 !!G Mras&lia. relati)a a cada um dos tributos. CBnclu&do (elo . criada (elo art.8!>. de 11 de dezembro de 1 !F9 CBnclu&do (elo . dentro de limites e segundo crit0rios (or ela estabelecidos. 7s dis(osiç1es desta Lei. 0arágra=o >nico. 21.ecreto8lei nº @N.11. de E8.11. de @ de março de 1 !>9 CBnclu&do (elo . CDenumerado do art. T.ecreto8lei nº @N. (ara e6cluir ou limitar a incid3ncia do im(osto sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias.11. / Joder E6ecuti)o (romo)er# a realizaç'o de con)3nios com os Estados.E@". sem com(ress'o dos in)estimentos (re)istos na (ro(osta orçament#ria de 1 !N. (restar assist3ncia t0cnica aos go)ernos estaduais e munici(ais. o cum(rimento do dis(osto no artigo @1 da Emenda Constitucional nº 18.8!>. de que trata o art.11. de @! de agosto de 1 !E com as alteraç1es determinadas (elo art. de @N de outubro de 1 !! 28 .ecreto8lei nº @N. 21:. denominaç'o que (assa a ter o im(osto sindical de que tratam os arts "N8 e seguintes.ecreto8lei nº @N. NF.aneiro de 1 !N. n'o e6cluem a incid3ncia e a e6igibilidade: CBnclu&do (elo . de que trata o art.1 !!G 1rt. es(ecialmente a Lei n. (ar#grafo <nico. 1rt. 217. 21#. /s -unic&(ios de um mesmo Estado (roceder'o igualmente. sem (re. no que se refere * fi6aç'o da al&quota de que trata o artigo !E. >F da Lei F. com o ob.aneiro de cada ano. de 1F. estaduais e munici(ais e6(edir'o. /s (razos s5 se iniciam ou )encem em dia de e6(ediente normal na re(artiç'o em que corra o (rocesso ou de)a ser (raticado o ato. do -inist0rio da Fazenda. 1rt. de 1F. de 1F. (or decreto.11.8EN.un:o de 1 !!. em te6to <nico. re(etindo8se esta (ro)id3ncia at0 o dia >1 de .ecreto8lei nº @N.

@> .1@. os im(ostos munici(ais9 ao . BB.@EE>G B% 8 a arrecadaç'o.Código Tributário Nacional Con%titui8-o L(d(ral 1"@@ (equeno (orte. de 1 . os im(ostos ter'o car#ter (essoal e ser'o graduados segundo a ca(acidade econAmica do contribuinte.eti)o. das contribuiç1es (re)istas no art. obser)ado que: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. (rescriç'o e decad3ncia tribut#rios9 cG adequado tratamento tribut#rio ao ato coo(erati)o (raticado (elas sociedades coo(erati)as. e da contribuiç'o a que se refere o art.1@. em mat0ria tribut#ria. de 1 . adotado cadastro nacional <nico de contribuintes. de 1 . do . os Estados.eti)os.1@. obser)ado o dis(osto no art. de 1 . o (atrimAnio. 7 lei com(lementar de que trata o inciso BBB. em raz'o do e6erc&cio do (oder de (ol&cia ou (ela utilizaç'o.u&zo da com(et3ncia de a +ni'o. B e == 1@ e 1>. inclusi)e regimes es(eciais ou sim(lificados no caso do im(osto (re)isto no art. tamb0m (oder# instituir um regime <nico de arrecadaç'o dos im(ostos e contribuiç1es da +ni'o. com o ob. entre a +ni'o. 1"E. ObO.1 T!I UT6!IO N1CION1L )(8-o I DO) 0!INC70IO) 9E!1I) 7rt. )edada qualquer retenç'o ou condicionamento9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. (or lei. de 1 . 7 a(licaç'o dos recursos (ro)enientes de em(r0stimo com(uls5rio ser# )inculada * des(esa que fundamentou sua instituiç'o. decorrentes de calamidade (<blica. es(ecialmente (ara conferir efeti)idade a esses ob. os rendimentos e as ati)idades econAmicas do contribuinte.@EE>G BBB 8 o recol:imento ser# unificado e centralizado e a distribuiç'o da (arcela de recursos (ertencentes aos res(ecti)os entes federados ser# imediata. em relaç'o aos im(ostos discriminados nesta Constituiç'o.1@. cr0dito. 1F!87. de 1 . 1F8. 1 ". 7 +ni'o. de guerra e6terna ou sua imin3ncia9 BB 8 no caso de in)estimento (<blico de car#ter urgente e de rele)ante interesse nacional. T7TULO 5I Da Tributa8-o ( do Or8a*(nto C107TULO I DO )I)TE. cumulati)amente. 7rt. bem como. os Estados.1@. se o 4errit5rio n'o for di)idido em -unic&(ios. 1F!. mediante lei com(lementar. bases de c#lculo e contribuintes9 bG obrigaç'o. (restados ao contribuinte ou (ostos a sua dis(osiç'o9 BBB 8 contribuiç'o de mel:oria. = 1º 8 2em(re que (oss&)el. BBB. 7rt.@EE>G 7rt. (oder# instituir em(r0stimos com(uls5rios: B 8 (ara atender a des(esas e6traordin#rias. Cabe * lei com(lementar: B 8 dis(or sobre conflitos de com(et3ncia. lançamento. 7 +ni'o. em 4errit5rio Federal.@EE>G BB 8 (oder'o ser estabelecidas condiç1es de enquadramento diferenciadas (or Estado9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. o . efeti)a ou (otencial. = @º 8 7s ta6as n'o (oder'o ter base de c#lculo (r5(ria de im(ostos. 1FN.@EE>G B 8 ser# o(cional (ara o contribuinte9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. dos Estados. os im(ostos estaduais e. es(ecialmente sobre: aG definiç'o de tributos e de suas es(0cies. identificar.istrito Federal e os -unic&(ios (oder'o instituir os seguintes tributos: B 8 im(ostos9 BB 8 ta6as. a fiscalizaç'o e a cobrança (oder'o ser com(artil:adas (elos entes federados. o . sem (re. Com(etem * +ni'o. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. Jar#grafo <nico. res(eitados os direitos indi)iduais e nos termos da lei.istrito Federal e os -unic&(ios9 BB 8 regular as limitaç1es constitucionais ao (oder de tributar9 BBB 8 estabelecer normas gerais em mat0ria de legislaç'o tribut#ria. 1"".@EE>G Jar#grafo <nico.1@. dG definiç'o de tratamento diferenciado e fa)orecido (ara as microem(resas e (ara as em(resas de 29 . CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. decorrente de obras (<blicas. facultado * administraç'o tribut#ria. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@.eti)o de (re)enir desequil&brios da concorr3ncia.@EE>G 7rt. d. a dos res(ecti)os fatos geradores.istrito Federal cabem os im(ostos munici(ais.istrito Federal e dos -unic&(ios. de ser)iços (<blicos es(ec&ficos e di)is&)eis. estabelecer normas de igual ob.1@. de 1 . 1F". Lei com(lementar (oder# estabelecer crit0rios es(eciais de tributaç'o.

de 1 . = !º. BBB e %9 e 1"F.a al&quota n'o ser# inferior * da contribuiç'o dos ser)idores titulares de cargos efeti)os da +ni'o.u&zo do (re)isto no art. na forma das res(ecti)as leis.1@. em benef&cio destes.istrito Federal e aos -unic&(ios: B 8 e6igir ou aumentar tributo sem lei que o estabeleça9 BB 8 instituir tratamento desigual entre contribuintes que se encontrem em situaç'o equi)alente. 1">. ressal)ada a cobrança de (ed#gio (ela utilizaç'o de )ias conser)adas (elo Joder J<blico9 %B 8 instituir im(ostos sobre: aG (atrimAnio. 1"E.1@. de @EE1G = Fº 7 lei definir# as :i(5teses em que as contribuiç1es incidir'o uma <nica )ez. das entidades sindicais dos trabal:adores. tendo (or base o faturamento. (ara o custeio. na forma da lei. FE. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. 0 )edado * +ni'o. obser)ado o dis(osto na al&nea b9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@.istrito Federal e os -unic&(ios instituir'o contribuiç'o. uns dos outros9 bG tem(los de qualquer culto9 cG (atrimAnio. B. 1F8. (eri5dicos e o (a(el destinado a sua im(ress'o. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. atendidos os requisitos da lei9 dG li)ros. (or meio de tributos interestaduais ou intermunici(ais. 1"". Com(ete e6clusi)amente * +ni'o instituir contribuiç1es sociais.a sido (ublicada a lei que os instituiu ou aumentou. 30 . das instituiç1es de educaç'o e de assist3ncia social. BBB.istrito Federal (oder'o instituir contribuiç'o. = 1º 7 )edaç'o do inciso BBB. b.@EE>G B% 8 utilizar tributo com efeito de confisco9 % 8 estabelecer limitaç1es ao tr#fego de (essoas ou bens. BB. de @EE1G aG ad valorem. 1F . ? facultada a cobrança da contribuiç'o a que se refere o ca(ut.ur&dica. sem fins lucrati)os. BB9 e a )edaç'o do inciso BBB. obser)ado o dis(osto nos arts. 1F 87 /s -unic&(ios e o . de @EE1G BB 8 incidir'o tamb0m sobre a im(ortaç'o de (rodutos estrangeiros ou ser)iços9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. B. de 1 . B% e %9 e 1"F. de @EE@G )(8-o II D1) LI.ur&dica dos rendimentos. nem * fi6aç'o da base de c#lculo dos im(ostos (re)istos nos arts. . de @EE1G bG es(ec&fica.Código Tributário Nacional 7rt. 1 ".1@. 1F!. (ara o custeio do ser)iço de iluminaç'o (<blica. a receita bruta ou o )alor da o(eraç'o e. renda ou ser)iços dos (artidos (ol&ticos. o )alor aduaneiro9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. = 1º /s Estados. no caso de im(ortaç'o. BB. BBB. B. e 1"E. na fatura de consumo de energia el0trica. n'o se a(lica aos tributos (re)istos nos arts.@EE>G U= @º 7s contribuiç1es sociais e de inter)enç'o no dom&nio econAmico de que trata o caput deste artigo: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. BB. inde(endentemente da denominaç'o . do regime (re)idenci#rio de que trata o art. 1">. o . de inter)enç'o no dom&nio econAmico e de interesse das categorias (rofissionais ou econAmicas. 1"E. como instrumento de sua atuaç'o nas res(ecti)as #reas. 1 . (roibida qualquer distinç'o em raz'o de ocu(aç'o (rofissional ou funç'o (or eles e6ercida.@EE>G BBB 8 (oder'o ter al&quotas: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. tendo (or base a unidade de medida adotada. n'o se a(lica aos tributos (re)istos nos arts. cu. de @EE1G 7rt. 1F8. B e BBB.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº > . c. renda ou ser)iços. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. obser)ado o dis(osto no art. cobrada de seus ser)idores. de @EE1G = >º 7 (essoa natural destinat#ria das o(eraç1es de im(ortaç'o (oder# ser equi(arada a (essoa . 2em (re. inclusi)e suas fundaç1es. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº > .u&zo de outras garantias asseguradas ao contribuinte. relati)amente *s contribuiç1es a que alude o dis(ositi)o.IT13OE) DO 0ODE! DE T!I UT1! 7rt. e 1"!. B.a sido (ublicada a lei que os instituiu ou aumentou9 cG antes de decorridos no)enta dias da data em que :a.ornais. de @EE@G Jar#grafo <nico. e sem (re. ao . aos Estados. B e BBB. de @EE1G B 8 n'o incidir'o sobre as receitas decorrentes de e6(ortaç'o9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. B. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F1. t&tulos ou direitos9 BBB 8 cobrar tributos: aG em relaç'o a fatos geradores ocorridos antes do in&cio da )ig3ncia da lei que os :ou)er institu&do ou aumentado9 bG no mesmo e6erc&cio financeiro em que :a.

que regule e6clusi)amente as mat0rias acima enumeradas ou o corres(ondente tributo ou contribuiç'o.1@.º Rualquer subs&dio ou isenç'o. B% 8 ter# reduzido seu im(acto sobre a aquisiç'o de bens de ca(ital (elo contribuinte do im(osto. relacionados com as finalidades essenciais das entidades nelas mencionadas. bem como a remuneraç'o e os (ro)entos dos res(ecti)os agentes (<blicos. no que se refere ao (atrimAnio.Código Tributário Nacional CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. = "º 8 7 lei determinar# medidas (ara que os consumidores se.mbio e seguro.0O)TO) D1 UNI4O 7rt. al&neas ObO e OcO. de 1 . do . = >º 8 7s )edaç1es do inciso %B. $BB. ao .u&zo do dis(osto no art. de 1 . concess'o de cr0dito (resumido. anistia ou remiss'o. = @º 8 / im(osto (re)isto no inciso BBB: B 8 ser# informado (elos crit0rios da generalidade. ? )edado aos Estados.a contra(restaç'o ou (agamento de (reços ou tarifas (elo usu#rio. ou em que :a. com(reendem somente o (atrimAnio. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >. reduç'o de base de c#lculo. 1"@.@EE>G = Fº / im(osto (re)isto no inciso %B do caput: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. c.1@. atendidas as condiç1es e os limites estabelecidos em lei. 1"1. assegurada a imediata e (referencial restituiç'o da quantia (aga. OaO. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >. da uni)ersalidade e da (rogressi)idade. ta6as ou contribuiç1es. nem e6onera o (romitente com(rador da obrigaç'o de (agar im(osto relati)amente ao bem im5)el. ou relati)as a t&tulos ou )alores mobili#rios9 %B 8 (ro(riedade territorial rural9 %BB 8 grandes com(lementar. ? )edado * +ni'o: B 8 instituir tributo que n'o se. ao .eito (assi)o de obrigaç'o tribut#ria a condiç'o de res(ons#)el (elo (agamento de im(osto ou contribuiç'o. estadual ou munici(al. em detrimento de outro. federal. alterar as al&quotas dos im(ostos enumerados nos incisos B. BB. * renda e aos ser)iços. de 1 .º. sem (re. fortunas.@EE>G 31 . em raz'o de sua (roced3ncia ou destino. 7rt. do . na forma da lei9 = >º 8 / im(osto (re)isto no inciso B%: B 8 ser# seleti)o. com(ensando8se o que for de)ido em cada o(eraç'o com o montante cobrado nas anteriores9 BBB 8 n'o incidir# sobre (rodutos industrializados destinados ao e6terior. e do (ar#grafo anterior n'o se a(licam ao (atrimAnio. admitida a concess'o de incenti)os fiscais destinados a (romo)er o equil&brio do desen)ol)imento s5cio8 econAmico entre as diferentes regi1es do Ja&s9 BB 8 tributar a renda das obrigaç1es da d&)ida (<blica dos Estados. = @.istrito Federal ou a -unic&(io. de (rodutos nacionais ou nacionalizados9 BBB 8 renda e (ro)entos de qualquer natureza9 B% 8 (rodutos industrializados9 % 8 o(eraç1es de cr0dito. de 1 >G = N. = !. de 1 >G 7rt. g.@EE>G = @º 8 7 )edaç'o do inciso %B. a renda e os ser)iços.istrito Federal e aos -unic&(ios estabelecer diferença tribut#ria entre bens e ser)iços. na forma da lei. 1"". nos termos de lei = 1º 8 ? facultado ao Joder E6ecuti)o.º 7 lei (oder# atribuir a su. Com(ete * +ni'o instituir im(ostos sobre: B 8 im(ortaç'o de (rodutos estrangeiros9 BB 8 e6(ortaç'o.am esclarecidos acerca dos im(ostos que incidam sobre mercadorias e ser)iços. relacionados com e6(loraç'o de ati)idades econAmicas regidas (elas normas a(lic#)eis a em(reendimentos (ri)ados. em funç'o da essencialidade do (roduto9 BB 8 ser# n'o8cumulati)o. = Fº 8 7s )edaç1es e6(ressas no inciso %B.o fato gerador de)a ocorrer (osteriormente. de qualquer natureza. OaO. B% e %. cu. caso n'o se realize o fato gerador (resumido. )(8-o III DO) I. * renda e aos ser)iços. (ara o e6terior.istrito Federal ou dos -unic&(ios. )inculados a suas finalidades essenciais ou *s delas decorrentes. 0 e6tensi)a *s autarquias e *s fundaç1es institu&das e mantidas (elo Joder J<blico. s5 (oder# ser concedido mediante lei es(ec&fica. relati)os a im(ostos. 1">. em n&)eis su(eriores aos que fi6ar (ara suas obrigaç1es e (ara seus agentes9 BBB 8 instituir isenç1es de tributos da com(et3ncia dos Estados.istrito Federal e dos -unic&(ios. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@.1@.a uniforme em todo o territ5rio nacional ou que im(lique distinç'o ou (refer3ncia em relaç'o a Estado.

istrito Federal BB 8 relati)amente a bens m5)eis. de)ido na o(eraç'o de origem9 a al&quota m&nima ser# de um (or cento. 7rt. ainda que as o(eraç1es e as (restaç1es se iniciem no e6terior9CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >.0O)TO) DO) E)T1DO) E DO DI)T!ITO LEDE!1L 7rt.1@. de 1 .@EE>G CDegulamentoG = "º 8 / ouro. 1"F. im(ostos e6traordin#rios. de 1 >G B 8 relati)amente a bens im5)eis e res(ecti)os direitos.Código Tributário Nacional B 8 ser# (rogressi)o e ter# suas al&quotas fi6adas de forma a desestimular a manutenç'o de (ro(riedades im(roduti)as9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. ou ao .istrito Federal ou o 4errit5rio. Com(ete aos Estados e ao . 7 +ni'o (oder# instituir: B 8 mediante lei com(lementar. interestaduais e de e6(ortaç'o9 % 8 0 facultado ao 2enado Federal: 32 . com(ete ao Estado onde se (rocessar o in)ent#rio ou arrolamento. desde que n'o im(lique reduç'o do im(osto ou qualquer outra forma de ren<ncia fiscal. su.@EE>G BBB 8 ser# fiscalizado e cobrado (elos -unic&(ios que assim o(tarem. de 1 >G B 8 ser# n'o8cumulati)o. de 1 >G BBB 8 (ro(riedade de )e&culos automotores. t&tulos e cr0ditos. quando definido em lei como ati)o financeiro ou instrumento cambial. de 1 >G = 1.istrito Federal9 for de o ou BB 8 a isenç'o ou n'o8incid3ncia. na forma da lei. sal)o determinaç'o em contr#rio da legislaç'o: aG n'o im(licar# cr0dito (ara com(ensaç'o com o montante de)ido nas o(eraç1es ou (restaç1es seguintes9 bG acarretar# a anulaç'o do cr0dito relati)o *s o(eraç1es anteriores9 BBB 8 (oder# ser seleti)o. quando as e6(lore o (ro(riet#rio que n'o (ossua outro im5)el9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. cessadas as causas de sua criaç'o. em funç'o da essencialidade das mercadorias e dos ser)iços9 B% 8 resoluç'o do 2enado Federal. de iniciati)a do Jresidente da De(<blica ou de um terço dos 2enadores.º / im(osto (re)isto no inciso BB atender# ao seguinte: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >.eita8se e6clusi)amente * incid3ncia do im(osto de que trata o inciso % do Oca(utO deste artigo. ou ti)er domic&lio o doador.istrito Federal instituir im(ostos sobre: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. de 1 . era residente ou domiciliado ou te)e o seu in)ent#rio (rocessado no e6terior9 B% 8 ter# suas al&quotas m#6imas fi6adas (elo 2enado Federal9 = @. de 1 >G BB 8 o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. a(ro)ada (ela maioria absoluta de seus membros. de 1 >G B 8 transmiss'o causa mortis e doaç'o. )(8-o I5 DO) I. com(ete ao Estado da situaç'o do bem. de quaisquer bens ou direitos9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >.istrito Federal9 BBB 8 ter# com(et3ncia (ara sua instituiç'o regulada (or lei com(lementar: aG se o doador ti)er domicilio ou resid3ncia no e6terior9 bG se o de cu. ou ao . 1"". com(reendidos ou n'o em sua com(et3ncia tribut#ria.º / im(osto (re)isto no inciso B: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >. desde que se. de 1 . os quais ser'o su(rimidos.us (ossu&a bens.am n'o8cumulati)os e n'o ten:am fato gerador ou base de c#lculo (r5(rios dos discriminados nesta Constituiç'o9 BB 8 na imin3ncia ou no caso de guerra e6terna. im(ostos n'o (re)istos no artigo anterior. o . gradati)amente. estabelecer# as al&quotas a(lic#)eis *s o(eraç1es e (restaç1es. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >. conforme a origem9 BB 8 setenta (or cento (ara o -unic&(io de origem.1@.@EE>G BB 8 n'o incidir# sobre (equenas glebas rurais. assegurada a transfer3ncia do montante da arrecadaç'o nos seguintes termos: B 8 trinta (or cento (ara o Estado.1@. definidas em lei. com(ensando8se o que de)ido em cada o(eraç'o relati)a * circulaç'o mercadorias ou (restaç'o de ser)iços com montante cobrado nas anteriores (elo mesmo outro Estado ou (elo .

ser)iços e outros (rodutos al0m dos mencionados no inciso $. inclusi)e lubrificantes. quando mercadorias forem fornecidas com ser)iços n'o com(reendidos na com(et3ncia tribut#ria dos -unic&(ios9 $ 8 n'o incidir#: aG sobre o(eraç1es que destinem mercadorias (ara o e6terior. n'o (oder'o ser inferiores *s (re)istas (ara as o(eraç1es interestaduais9 %BB 8 em relaç'o *s o(eraç1es e (restaç1es que destinem bens e ser)iços a consumidor final localizado em outro Estado. as al&quotas internas. nos termos do dis(osto no inciso $BB. realizada entre contribuintes e relati)a a (roduto destinado * industrializaç'o ou * comercializaç'o. isenç1es. ainda que n'o se. qualquer que se. deri)ados de (etr5leo. B e BB. o montante do im(osto sobre (rodutos industrializados. nas :i(5teses definidas no art. assim como sobre o ser)iço (restado no e6terior. de @EE1G iG fi6ar a base de c#lculo. assegurada a manutenç'o e o a(ro)eitamento do montante do im(osto cobrado nas o(eraç1es e (restaç1es anteriores9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. tamb0m na im(ortaç'o do e6terior de bem. de modo que o montante do im(osto a integre. nem sobre ser)iços (restados a destinat#rios no e6terior. 1">. CBnclu&da (ela Emenda Constitucional nº >>. nas e6(ortaç1es (ara o e6terior.1@. :G definir os combust&)eis e lubrificantes sobre os quais o im(osto incidir# uma <nica )ez. de ser)iços e de mercadorias9 gG regular a forma como. quando o destinat#rio n'o for contribuinte dele9 %BBB 8 na :i(5tese da al&nea OaO do inciso anterior. de @EE1G bG sobre o )alor total da o(eraç'o. combust&)eis e minerais do Ja&s.1@. OgO. em sua base de c#lculo. o local das o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e das (restaç1es de ser)iços9 eG e6cluir da incid3ncia do im(osto. adotar8se8#: aG a al&quota interestadual. quando a o(eraç'o. e energia el0trica9 cG sobre o ouro.@EE>G bG sobre o(eraç1es que destinem a outros Estados (etr5leo. mediante resoluç'o de iniciati)a de um terço e a(ro)ada (ela maioria absoluta de seus membros9 bG fi6ar al&quotas m#6imas nas mesmas o(eraç1es (ara resol)er conflito es(ec&fico que en)ol)a interesse de Estados. mediante deliberaç'o dos Estados e do .istrito Federal.a a sua finalidade. mediante resoluç'o de iniciati)a da maioria absoluta e a(ro)ada (or dois terços de seus membros9 %B 8 sal)o deliberaç'o em contr#rio dos Estados e do . OaO fG (re)er casos de manutenç'o de cr0dito.istrito Federal.ur&dica. incenti)os e benef&cios fiscais ser'o concedidos e re)ogados. cabendo o im(osto ao Estado onde esti)er situado o domic&lio ou o estabelecimento do destinat#rio da mercadoria. relati)amente * remessa (ara outro Estado e e6(ortaç'o (ara o e6terior. bem ou ser)iço9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >>. = "º9 dG nas (restaç1es de ser)iço de comunicaç'o nas modalidades de radiodifus'o sonora e de sons e imagens de rece(ç'o li)re e gratuita9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. nen:um outro im(osto (oder# incidir sobre o(eraç1es relati)as a energia el0trica.CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >>. 1">. b9 CBnclu&da (ela Emenda Constitucional nº >>.@EE>G $B 8 n'o com(reender#.Código Tributário Nacional aG estabelecer al&quotas m&nimas nas o(eraç1es internas. de 1 . ser)iços de telecomunicaç1es.a contribuinte :abitual do im(osto. quando o destinat#rio for contribuinte do im(osto9 bG a al&quota interna. caber# ao Estado da localizaç'o do destinat#rio o im(osto corres(ondente * diferença entre a al&quota interna e a interestadual9 B$ 8 incidir# tamb0m: aG sobre a entrada de bem ou mercadoria im(ortados do e6terior (or (essoa f&sica ou . combust&)eis l&quidos e gasosos dele deri)ados. de @EE1G = >º V e6ceç'o dos im(ostos de que tratam o inciso BB do caput deste artigo e o art. qualquer que se.a a sua finalidade. nas o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e nas (restaç1es de ser)iços. (ara efeito de sua cobrança e definiç'o do estabelecimento res(ons#)el. de 1 . :i(5tese em que n'o se a(licar# o dis(osto no inciso $. configure fato gerador dos dois im(ostos9 $BB 8 cabe * lei com(lementar: aG definir seus contribuintes9 bG dis(or sobre substituiç'o tribut#ria9 cG disci(linar o regime de com(ensaç'o do im(osto9 dG fi6ar. mercadoria ou ser)iço. de @EE1G 33 .

BBB. g. (or ato oneroso. ser'o estabelecidas mediante deliberaç'o dos Estados e do . de @EE@G 34 . obser)ar8se8# o seguinte: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. locaç'o de bens im5)eis ou arrendamento mercantil9 BB 8 com(ete ao -unic&(io da situaç'o do bem. 18@. = Fº. incor(oraç'o. cabe * lei com(lementar:CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >N. (odendo ser diferenciadas (or (roduto9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. sal)o se.UNIC70IO) 7rt. de @EE1G bG (oder'o ser es(ec&ficas.CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >. obser)ando8se o seguinte: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>.@EE>G B 8 ter# al&quotas m&nimas fi6adas (elo 2enado Federal9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. o im(osto caber# ao Estado de origem9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. de @EEEG B 8 ser (rogressi)o em raz'o do )alor do im5)el9 e CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº @ . a ati)idade (re(onderante do adquirente for a com(ra e )enda desses bens ou direitos. o im(osto caber# ao Estado onde ocorrer o consumo9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. Com(ete aos -unic&(ios instituir im(ostos sobre: B 8 (ro(riedade (redial e territorial urbana9 BB 8 transmiss'o Ointer )i)osO. n'o se l:es a(licando o dis(osto no art. 1"". destinadas a n'o contribuinte. de @EE1G = !º / im(osto (re)isto no inciso BBB: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@. b. nesses casos. nos termos do = @º. de 1 >G = 1º 2em (re. de 1 . de @EEEG = @º 8 / im(osto (re)isto no inciso BB: B 8 n'o incide sobre a transmiss'o de bens ou direitos incor(orados ao (atrimAnio de (essoa .Código Tributário Nacional = Fº Na :i(5tese do inciso $BB. de @EE1G B% 8 as al&quotas do im(osto ser'o definidas mediante deliberaç'o dos Estados e . de @EEEG BB 8 ter al&quotas diferentes de acordo com a localizaç'o e o uso do im5)el.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº @ . de 1 . a qualquer t&tulo.1@. h. e de direitos reais sobre im5)eis. g. 1"E. (or natureza ou acess'o f&sica. e6ceto os de garantia. mantendo8se a mesma (ro(orcionalidade que ocorre nas o(eraç1es com as demais mercadorias9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>.istrito Federal. ou ad valorem. $BB. entre contribuintes.ur&dica em realizaç'o de ca(ital.istrito Federal. o im(osto (re)isto no inciso B (oder#:CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº @ . BB. de @EE1G aG ser'o uniformes em todo o territ5rio nacional.u&zo da (rogressi)idade no tem(o a que se refere o art. incenti)os e benef&cios fiscais ser'o concedidos e re)ogados. $BB. nem sobre a transmiss'o de bens ou direitos decorrente de fus'o.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@.@EE>G )(8-o 5 DO) I. bem como cess'o de direitos a sua aquisiç'o9 BBB 8 ser)iços de qualquer natureza. inciso BB. de @EE1G BBB 8 nas o(eraç1es interestaduais com g#s natural e seus deri)ados. de 1 >G BBB 8 regular a forma e as condiç1es como isenç1es. cis'o ou e6tinç'o de (essoa .1@. de @EE1G cG (oder'o ser reduzidas e restabelecidas.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >N. incidindo sobre o )alor da o(eraç'o ou sobre o (reço que o (roduto ou seu similar alcançaria em uma )enda em condiç1es de li)re concorr3ncia9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. nos termos do = @º. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. inclusi)e as relati)as * a(uraç'o e * destinaç'o do im(osto. de @EE@G BB 8 e6cluir da sua incid3ncia e6(ortaç1es de ser)iços (ara o e6terior. de @EE@G B 8 fi6ar as suas al&quotas m#6imas e m&nimas9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº >N.ur&dica.0O)TO) DO) . n'o com(reendidos no art.1@. de @EE1G BB 8 nas o(eraç1es interestaduais. 1"!. com g#s natural e seus deri)ados. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >. de 1 .@EE>G BB 8 (oder# ter al&quotas diferenciadas em funç'o do ti(o e utilizaç'o. de @EE1G = "º 7s regras necess#rias * a(licaç'o do dis(osto no = Fº. de @EE1G B 8 nas o(eraç1es com os lubrificantes e combust&)eis deri)ados de (etr5leo.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. (or unidade de medida adotada. e lubrificantes e combust&)eis n'o inclu&dos no inciso B deste (ar#grafo. de bens im5)eis. e lubrificantes e combust&)eis n'o inclu&dos no inciso B deste (ar#grafo. definidos em lei com(lementar. o im(osto ser# re(artido entre os Estados de origem e de destino. = >º Em relaç'o ao im(osto (re)isto no inciso BBB do caput deste artigo.

(ro(orcionalmente ao )alor das res(ecti)as e6(ortaç1es de (rodutos industrializados. na (ro(orç'o do )alor adicionado nas o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e nas (restaç1es de ser)iços. sobre rendimentos (agos. de @EENG aG )inte e um inteiros e cinco d0cimos (or cento ao Fundo de Jartici(aç'o dos Estados e do . e6cluir8se8# a (arcela da arrecadaç'o do im(osto de renda e (ro)entos de qualquer natureza (ertencente aos Estados. a qualquer t&tulo. distribu&dos na forma da lei.istrito Federal9 bG )inte e dois inteiros e cinco d0cimos (or cento ao Fundo de Jartici(aç'o dos -unic&(ios9 cG tr3s (or cento. incidente na fonte. 1">.@EE>G BBB 8 cinqLenta (or cento do (roduto da arrecadaç'o do im(osto do Estado sobre a (ro(riedade de )e&culos automotores licenciados em seus territ5rios9 B% 8 )inte e cinco (or cento do (roduto da arrecadaç'o do im(osto do Estado sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. de acordo com o que dis(user lei estadual ou. de 1 . no caso dos 4errit5rios.@EE>G 7rt. 1!E. B. de @EEFG = 1º 8 Jara efeito de c#lculo da entrega a ser efetuada de acordo com o (re)isto no inciso B. = Fº.Código Tributário Nacional )(8-o 5I D1 !E01!TI34O D1) !ECEIT1) T!I UT6!I1) 7rt. (ar#grafo <nico. na forma que a lei estabelecer9 dG um (or cento ao Fundo de Jartici(aç'o dos -unic&(ios. nos termos do dis(osto nos arts. relati)amente aos im5)eis neles situados. 1"8.istrito Federal.o montante de recursos de que trata o inciso BBB que cabe a cada Estado. de @EENG BB 8 do (roduto da arrecadaç'o do im(osto sobre (rodutos industrializados.istrito Federal e aos -unic&(ios.CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº FF. B. (or eles. (or eles. de 1 . 1"N. obser)ados os crit0rios estabelecidos no art. 7rt. lei federal. 7 +ni'o entregar#: B 8 do (roduto da arrecadaç'o dos im(ostos sobre renda e (ro)entos de qualquer natureza e sobre (rodutos industrializados quarenta e oito (or cento na seguinte forma: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº "". BBB 8 do (roduto da arrecadaç'o da contribuiç'o de inter)enç'o no dom&nio econAmico (re)ista no art. atra)0s de suas instituiç1es financeiras de car#ter regional.istrito Federal. B. 7s (arcelas de receita (ertencentes aos -unic&(ios. = Fº . cabendo a totalidade na :i(5tese da o(ç'o a que se refere o art. suas autarquias e (elas fundaç1es que institu&rem e manti)erem9 BB 8 cinqLenta (or cento do (roduto da arrecadaç'o do im(osto da +ni'o sobre a (ro(riedade territorial rural. Jertencem aos Estados e ao . no m&nimo. ? )edada a retenç'o ou qualquer restriç'o * entrega e ao em(rego dos recursos atribu&dos. ao . do referido (ar#grafo. 1"8. e 1"8. 1" . na forma da lei a que se refere o mencionado inciso. mantido. = Fº. Nordeste e Centro8/este. obser)ada a destinaç'o a que se refere o inciso BB. (ara a(licaç'o em (rogramas de financiamento ao setor (roduti)o das Degi1es Norte. 1NN. dez (or cento aos Estados e ao . BBB9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. 7rt. de acordo com os (lanos regionais de desen)ol)imento. ficando assegurada ao semi8#rido do Nordeste a metade dos recursos destinados * Degi'o. c. Jar#grafo <nico. = @º 8 7 nen:uma unidade federada (oder# ser destinada (arcela su(erior a )inte (or cento do montante a que se refere o inciso BB.istrito Federal: B 8 o (roduto da arrecadaç'o do im(osto da +ni'o sobre renda e (ro)entos de qualquer natureza. = >º 8 /s Estados entregar'o aos res(ecti)os -unic&(ios )inte e cinco (or cento dos recursos que receberem nos termos do inciso BB. realizadas em seus territ5rios9 BB 8 at0 um quarto. incidente na fonte. 1"F. a qualquer t&tulo. @ K C)inte e no)e (or centoG (ara os Estados e o . o crit0rio de (artil:a nele estabelecido. suas autarquias e (elas fundaç1es que institu&rem e manti)erem9 BB 8 )inte (or cento do (roduto da arrecadaç'o do im(osto que a +ni'o instituir no e6erc&cio da com(et3ncia que l:e 0 atribu&da (elo art. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº F@.1@. 1"N. ser'o creditadas conforme os seguintes crit0rios: B 8 tr3s quartos. B e BB. nesta 35 . que ser# entregue no (rimeiro dec3ndio do m3s de dezembro de cada ano9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº "". )inte e cinco (or cento ser'o destinados aos seus -unic&(ios. sobre rendimentos (agos. de)endo o e)entual e6cedente ser distribu&do entre os demais (artici(antes. em relaç'o a esses.1@. mencionadas no inciso B%. Jertencem aos -unic&(ios: B 8 o (roduto da arrecadaç'o do im(osto da +ni'o sobre renda e (ro)entos de qualquer natureza.

Código Tributário Nacional seç'o. Jar#grafo <nico. resguardadas as caracter&sticas e condiç1es o(eracionais (lenas das )oltadas ao desen)ol)imento regional.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº @ .eti)o de regular a oferta de moeda ou a ta6a de . dos Estados. fundaç1es e demais entidades controladas (elo Joder J<blico9 BBB 8 concess'o de garantias (elas entidades (<blicas9 B% 8 emiss'o e resgate de t&tulos da d&)ida (<blica9 % 8 fiscalizaç'o financeira da administraç'o (<blica direta e indireta9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº FE. = @º 8 7 lei de diretrizes orçament#rias com(reender# as metas e (rioridades da administraç'o (<blica federal. (elos benefici#rios. 7 )edaç'o (re)ista neste artigo n'o im(ede a +ni'o e os Estados de condicionarem a entrega de recursos:CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº @ . Leis de iniciati)a do Joder E6ecuti)o estabelecer'o: B 8 o (lano (lurianual9 BB 8 as diretrizes orçament#rias9 BBB 8 os orçamentos anuais. de @EEEG 7rt.1) 9E!1I) 7rt. ressal)ados os casos (re)istos em lei. 7rt. de forma regionalizada. em(r0stimos ao 4esouro Nacional e a qualquer 5rg'o ou entidade que n'o se. (or -unic&(io. dos -unic&(ios e dos 5rg'os ou entidades do Joder J<blico e das em(resas (or ele controladas. 7rt. ob. 1!F. 1"8 e 1" . de @EEEG B 8 ao (agamento de seus cr0ditos. os montantes de cada um dos tributos arrecadados. os )alores de origem tribut#ria entregues e a entregar e a e6(ress'o num0rica dos crit0rios de rateio. 1" . ob. B9 BB 8 estabelecer normas sobre a entrega dos recursos de que trata o art. orientar# a elaboraç'o da lei orçament#ria anual. de @EEEG BB 8 ao cum(rimento do dis(osto no art. do .istrito Federal e aos -unic&(ios.uros. aos Estados. = 1º 8 ? )edado ao banco central conceder. Jar#grafo <nico.mbio realizadas (or 5rg'os e entidades da +ni'o.istrito Federal e os -unic&(ios di)ulgar'o. 1!1. 1"N. do c#lculo das quotas e da liberaç'o das (artici(aç1es (re)istas nos arts. com o ob.ENTO) 7rt.eti)ando (romo)er o equil&brio s5cio8econAmico entre Estados e entre -unic&(ios9 BBB 8 dis(or sobre o acom(an:amento. / 4ribunal de Contas da +ni'o efetuar# o c#lculo das quotas referentes aos fundos de (artici(aç'o a que alude o inciso BB.istrito Federal. 1!". es(ecialmente sobre os crit0rios de rateio dos fundos (re)istos em seu inciso B. os Estados.eti)os e metas da administraç'o (<blica federal (ara as des(esas de ca(ital e outras delas decorrentes e (ara as relati)as aos (rogramas de duraç'o continuada. incisos BB e BBB. 1"8. /s dados di)ulgados (ela +ni'o ser'o discriminados (or Estado e (or -unic&(io9 os dos Estados. at0 o <ltimo dia do m3s subseqLente ao da arrecadaç'o. dis(or# sobre 36 . Jar#grafo <nico.istrito Federal e dos -unic&(ios9 %BB 8 com(atibilizaç'o das funç1es das instituiç1es oficiais de cr0dito da +ni'o. incluindo as des(esas de ca(ital (ara o e6erc&cio financeiro subseqLente. = >º 8 7s dis(onibilidades de cai6a da +ni'o ser'o de(ositadas no banco central9 as dos Estados. o . Cabe * lei com(lementar: B 8 definir )alor adicionado (ara fins do dis(osto no art. de @EE>G %B 8 o(eraç1es de c. = @º. inclu&da a das autarquias. ao . as diretrizes. C107TULO II D1) LIN1N31) 02 LIC1) )(8-o I NO!. Lei com(lementar dis(or# sobre: B 8 finanças (<blicas9 BB 8 d&)ida (<blica e6terna e interna.a instituiç'o financeira. 1 8. neles com(reendidos adicionais e acr0scimos relati)os a im(ostos. 1!>. 1!@. (ar#grafo <nico. = @º 8 / banco central (oder# com(rar e )ender t&tulos de emiss'o do 4esouro Nacional. = 1º 8 7 lei que instituir o (lano (lurianual estabelecer#. 7 +ni'o. 7 com(et3ncia da +ni'o (ara emitir moeda ser# e6ercida e6clusi)amente (elo banco central. )(8-o II DO) O!31. direta ou indiretamente. em instituiç1es financeiras oficiais. inclusi)e de suas autarquias9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº @ . os recursos recebidos. do .

ao orçamento anual e aos cr0ditos adicionais ser'o a(reciados (elas duas Casas do Congresso Nacional. direta ou indiretamente.eto de lei orçament#ria ser# acom(an:ado de demonstrati)o regionalizado do efeito. = º 8 Cabe * lei com(lementar: B 8 dis(or sobre o e6erc&cio financeiro. segundo crit0rio (o(ulacional. inclusi)e fundaç1es institu&das e mantidas (elo Joder J<blico9 BB 8 o orçamento de in)estimento das em(resas em que a +ni'o. na forma do regimento comum. ainda que (or anteci(aç'o de receita. bem como os fundos e fundaç1es institu&dos e mantidos (elo Joder J<blico. na forma regimental.etos referidos neste artigo e sobre as contas a(resentadas anualmente (elo Jresidente da De(<blica9 BB 8 e6aminar e emitir (arecer sobre os (lanos e (rogramas nacionais.istrito Federal9 ou BBB 8 se. = @º 8 7s emendas ser'o a(resentadas na Comiss'o mista. regionais e setoriais (re)istos nesta Constituiç'o ser'o elaborados em conson. at0 trinta dias a(5s o encerramento de cada bimestre. da lei de diretrizes orçament#rias e da lei orçament#ria anual9 BB 8 estabelecer normas de gest'o financeira e (atrimonial da administraç'o direta e indireta bem como condiç1es (ara a instituiç'o e funcionamento de fundos.ncia com o (lano (lurianual e a(reciados (elo Congresso Nacional. das diretrizes orçament#rias e do orçamento anual ser'o (ara 37 .u&zo da atuaç'o das demais comiss1es do Congresso Nacional e de suas Casas.am relacionadas: aG com a correç'o de erros ou omiss1es9 ou bG com os dis(ositi)os do te6to do (ro. tribut#ria e credit&cia.eto de lei. = Nº 8 /s orçamentos (re)istos no = "º. = Fº 8 /s (lanos e (rogramas nacionais. remiss1es. seus fundos.etos que o modifiquem somente (odem ser a(ro)adas caso: B 8 se. relat5rio resumido da e6ecuç'o orçament#ria. ter'o entre suas funç1es a de reduzir desigualdades inter8 regionais. = >º 8 7s emendas ao (ro. da administraç'o direta ou indireta. na Comiss'o mista. = 8º 8 7 lei orçament#ria anual n'o conter# dis(ositi)o estran:o * (re)is'o da receita e * fi6aç'o da des(esa. deten:a a maioria do ca(ital social com direito a )oto9 BBB 8 o orçamento da seguridade social. e6clu&das as que incidam sobre: aG dotaç1es (ara (essoal e seus encargos9 bG ser)iço da d&)ida9 cG transfer3ncias tribut#rias constitucionais Estados. -unic&(ios e .eto de lei do orçamento anual ou aos (ro. = !º 8 /s (ro. e a(reciadas. sem (re. subs&dios e benef&cios de natureza financeira. n'o se incluindo na (roibiç'o a autorizaç'o (ara abertura de cr0ditos su(lementares e contrataç'o de o(eraç1es de cr0dito. os (razos.Código Tributário Nacional as alteraç1es na legislaç'o tribut#ria e estabelecer# a (ol&tica de a(licaç'o das ag3ncias financeiras oficiais de fomento. = "º 8 / Jresidente da De(<blica (oder# en)iar mensagem ao Congresso Nacional (ara (ro(or modificaç'o nos (ro. *s diretrizes orçament#rias. 7rt. (elo Jlen#rio das duas Casas do Congresso Nacional. = Fº 8 7s emendas ao (ro.etos de lei do (lano (lurianual. 1!!. deste artigo. B e BB. = >º 8 / Joder E6ecuti)o (ublicar#. a )ig3ncia. nos termos da lei.etos de lei relati)os ao (lano (lurianual.am com(at&)eis com o (lano (lurianual e com a lei de diretrizes orçament#rias9 BB 8 indiquem os recursos necess#rios. regionais e setoriais (re)istos nesta Constituiç'o e e6ercer o acom(an:amento e a fiscalizaç'o orçament#ria. decorrente de isenç1es.eto de lei de diretrizes orçament#rias n'o (oder'o ser a(ro)adas quando incom(at&)eis com o (lano (lurianual.a alteraç'o 0 (ro(osta. que sobre elas emitir# (arecer. = !º 8 / (ro. sobre as receitas e des(esas. da (arte cu. "8. /s (ro. = "º 8 7 lei orçament#ria anual com(reender#: B 8 o orçamento fiscal referente aos Joderes da +ni'o. 5rg'os e entidades da administraç'o direta e indireta. abrangendo todas as entidades e 5rg'os a ela )inculados. = 1º 8 Caber# a uma Comiss'o mista (ermanente de 2enadores e . com(atibilizados com o (lano (lurianual.etos a que se refere este artigo enquanto n'o iniciada a )otaç'o.e(utados: B 8 e6aminar e emitir (arecer sobre os (ro. admitidos a(enas os (ro)enientes de anulaç'o de des(esa. criadas de acordo com o art. a elaboraç'o e a organizaç'o do (lano (lurianual. anistias.

(ara (agamento de des(esas com (essoal ati)o. 1"8 e 1" . mediante cr0ditos es(eciais ou su(lementares.1@. 1! . ressal)adas a re(artiç'o do (roduto da arrecadaç'o dos im(ostos a que se referem os arts. 1!8. (ara manutenç'o e desen)ol)imento do ensino e (ara realizaç'o de ati)idades da administraç'o tribut#ria. bem como o dis(osto no = Fº deste artigo9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. em duod0cimos.amento ou a transfer3ncia de recursos de uma categoria de (rogramaç'o (ara outra ou de um 5rg'o (ara outro. de 1 8G $B 8 a utilizaç'o dos recursos (ro)enientes das contribuiç1es sociais de que trata o art. 1!N. Dedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F". e BB. (ara a realizaç'o de des(esas distintas do (agamento de benef&cios do regime geral de (re)id3ncia social de que trata o art. a. caso em que. ser8l:es8'o entregues at0 o dia @E de cada m3s. 1"N. @E1. como as decorrentes de guerra. de @EEFG 7rt. e dos recursos de que tratam os arts. 1!". 1!". = º. 1 ". emenda ou re. B. /s recursos corres(ondentes *s dotaç1es orçament#rias. nos termos da lei com(lementar a que se refere o art. $ 8 a transfer3ncia )olunt#ria de recursos e a concess'o de em(r0stimos. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . sob (ena de crime de res(onsabilidade. 1!". 1"8 e 1" .a e6ecuç'o ultra(asse um e6erc&cio financeiro (oder# ser iniciado sem (r0)ia inclus'o no (lano (lurianual. (elos Po)ernos Federal e Estaduais e suas instituiç1es financeiras. ressal)adas as autorizadas mediante cr0ditos su(lementares ou es(eciais com finalidade (recisa.istrito Federal e dos -unic&(ios n'o (oder# e6ceder os limites estabelecidos em lei com(lementar. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >. as demais normas relati)as ao (rocesso legislati)o. 7 des(esa com (essoal ati)o e inati)o da +ni'o. (elos arts. res(ecti)amente. do -inist0rio J<blico e da . fundo ou des(esa. = 8º 8 /s recursos que. sem (r0)ia autorizaç'o legislati)a9 %BB 8 a concess'o ou utilizaç'o de cr0ditos ilimitados9 %BBB 8 a utilizaç'o. fundaç1es e fundos. sal)o se o ato de autorizaç'o for (romulgado nos <ltimos quatro meses daquele e6erc&cio. o remane. = F. com(reendidos os cr0ditos su(lementares e es(eciais. na forma da lei com(lementar a que se refere o art. = @º 8 /s cr0ditos es(eciais e e6traordin#rios ter'o )ig3ncia no e6erc&cio financeiro em que forem autorizados. sem autorizaç'o legislati)a es(ec&fica. como determinado. dos Estados.efensoria J<blica.eiç'o do (ro. = @º.@EE>G % 8 a abertura de cr0dito su(lementar ou es(ecial sem (r0)ia autorizaç'o legislati)a e sem indicaç'o dos recursos corres(ondentes9 %B 8 a trans(osiç'o.etos n'o inclu&dos na lei orçament#ria anual9 BB 8 a realizaç'o de des(esas ou a assunç'o de obrigaç1es diretas que e6cedam os cr0ditos orçament#rios ou adicionais9 BBB 8 a realizaç'o de o(eraç1es de cr0ditos que e6cedam o montante das des(esas de ca(ital.etos mencionados neste artigo. de recursos dos orçamentos fiscal e da seguridade social (ara su(rir necessidade ou cobrir d0ficit de em(resas. B. 7rt. dos Estados. @1@ e >N. a destinaç'o de recursos (ara as aç1es e ser)iços (<blicos de sa<de. de 1 8G = 1º 8 Nen:um in)estimento cu. comoç'o interna ou calamidade (<blica. ficarem sem des(esas corres(ondentes (oder'o ser utilizados. 1"" e 1"!. a e b. do . inati)o e (ensionista.º ? (ermitida a )inculaç'o de receitas (r5(rias geradas (elos im(ostos a que se referem os arts. 1!". conforme o caso. = >º 8 7 abertura de cr0dito e6traordin#rio somente ser# admitida (ara atender a des(esas im(re)is&)eis e urgentes. em decorr3ncia de )eto. a(ro)ados (elo Joder Legislati)o (or maioria absoluta9 B% 8 a )inculaç'o de receita de im(ostos a 5rg'o. inclusi)e (or anteci(aç'o de receita. = Nº 8 7(licam8se aos (ro. destinados aos 5rg'os dos Joderes Legislati)o e Sudici#rio. (ara a (restaç'o de garantia ou contragarantia * +ni'o e (ara (agamento de d0bitos (ara com esta. reabertos nos limites de seus saldos. ser'o incor(orados ao orçamento do e6erc&cio financeiro subseqLente. = º. e a (restaç'o de garantias *s o(eraç1es de cr0dito (or anteci(aç'o de receita. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº @E. e BB. sem (r0)ia autorizaç'o legislati)a.istrito Federal e dos -unic&(ios.eto de lei orçament#ria anual. no que n'o contrariar o dis(osto nesta seç'o. com (r0)ia e es(ec&fica autorizaç'o legislati)a. (re)istas no art. do . obser)ado o dis(osto no art. !@.Código Tributário Nacional en)iados (elo Jresidente da De(<blica ao Congresso Nacional. de 1 . de 1 >G 7rt. = "º9 B$ 8 a instituiç'o de fundos de qualquer natureza. = 8º. ou sem lei que autorize a inclus'o. inclusi)e dos mencionados no art. $$BB. 2'o )edados: B 8 o in&cio de (rogramas ou (ro. 1 8. 38 .

us a indenizaç'o corres(ondente a um m3s de remuneraç'o (or ano de ser)iço. os Estados.metros ali (re)istos.1@. sal)o nos casos (re)istos em lei. a +ni'o. 7rt.Código Tributário Nacional = 1º 7 concess'o de qualquer )antagem ou aumento de remuneraç'o. ser'o imediatamente sus(ensos todos os re(asses de )erbas federais ou estaduais aos Estados. a e6(loraç'o direta de ati)idade econAmica (elo Estado s5 ser# (ermitida quando necess#ria aos im(erati)os da segurança nacional ou 39 . de 1 8G = !º / cargo ob.ustiça social. )edada a criaç'o de cargo. de 1 8G = Fº 2e as medidas adotadas com base no (ar#grafo anterior n'o forem suficientes (ara assegurar o cum(rimento da determinaç'o da lei com(lementar referida neste artigo. de 1 8G BB 8 e6oneraç'o dos ser)idores n'o est#)eis. 1N@. de 1 8G = >º Jara o cum(rimento dos limites estabelecidos com base neste artigo. incenti)ar# os rein)estimentos e regular# a remessa de lucros. conforme os ditames da . o 5rg'o ou unidade administrati)a ob.ecorrido o (razo estabelecido na lei com(lementar referida neste artigo (ara a ada(taç'o aos (ar. durante o (razo fi6ado na lei com(lementar referida no ca(ut. de 1 8G BB 8 se :ou)er autorizaç'o es(ec&fica na lei de diretrizes orçament#rias. 7 ordem econAmica. inclusi)e fundaç1es institu&das e mantidas (elo (oder (<blico. a criaç'o de cargos. de 1 8G = @º . ao . CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . inde(endentemente de autorizaç'o de 5rg'os (<blicos. o ser)idor est#)el (oder# (erder o cargo. 7 lei disci(linar#. os in)estimentos de ca(ital estrangeiro.istrito Federal e aos -unic&(ios que n'o obser)arem os referidos limites.@EE>G %BB 8 reduç'o das desigualdades regionais e sociais9 %BBB 8 busca do (leno em(rego9 B$ 8 tratamento fa)orecido (ara as em(resas de (equeno (orte constitu&das sob as leis brasileiras e que ten:am sua sede e administraç'o no Ja&s. obser)ados os seguintes (rinc&(ios: B 8 soberania nacional9 BB 8 (ro(riedade (ri)ada9 BBB 8 funç'o social da (ro(riedade9 B% 8 li)re concorr3ncia9 % 8 defesa do consumidor9 %B 8 defesa do meio ambiente. fundada na )alorizaç'o do trabal:o :umano e na li)re iniciati)a. de 1 8G = "º / ser)idor que (erder o cargo na forma do (ar#grafo anterior far# . 1NE. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . Dessal)ados os casos (re)istos nesta Constituiç'o. ? assegurado a todos o li)re e6erc&cio de qualquer ati)idade econAmica. desde que ato normati)o moti)ado de cada um dos Joderes es(ecifique a ati)idade funcional. 1N>. tem (or fim assegurar a todos e6ist3ncia digna. com base no interesse nacional. em(regos e funç1es ou alteraç'o de estrutura de carreiras. ressal)adas as em(resas (<blicas e as sociedades de economia mista. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . de 1 "G Jar#grafo <nico. de 1 . em(rego ou funç'o com atribuiç1es iguais ou assemel:adas (elo (razo de quatro anos. bem como a admiss'o ou contrataç'o de (essoal. (elos 5rg'os e entidades da administraç'o direta ou indireta.eç1es de des(esa de (essoal e aos acr0scimos dela decorrentes9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . a qualquer t&tulo. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . de 1 8G B 8 se :ou)er (r0)ia dotaç'o orçament#ria suficiente (ara atender *s (ro. s5 (oder'o ser feitas: CDenumerado do (ar#grafo <nico.istrito Federal e os -unic&(ios adotar'o as seguintes (ro)id3ncias: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 .eto da reduç'o de (essoal.IC1 7rt. (ela Emenda Constitucional nº 1 . CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . o . de 1 8G B 8 reduç'o em (elo menos )inte (or cento das des(esas com cargos em comiss'o e funç1es de confiança9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . de 1 8G T7TULO 5II Da Ord(* EconF*ica ( Linanc(ira C107TULO I DO) 0!INC70IO) 9E!1I) D1 1TI5ID1DE ECONP. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº !. inclusi)e mediante tratamento diferenciado conforme o im(acto ambiental dos (rodutos e ser)iços e de seus (rocessos de elaboraç'o e (restaç'o9 CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F@. 7rt.eto da reduç'o (re)ista nos (ar#grafos anteriores ser# considerado e6tinto. de 1 8G = Nº Lei federal dis(or# sobre as normas gerais a serem obedecidas na efeti)aç'o do dis(osto no = Fº.

dis(ondo sobre: CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº 1 . na forma da lei. * eliminaç'o da concorr3ncia e ao aumento arbitr#rio dos lucros. = "º 8 7 lei. = >º 8 / Estado fa)orecer# a organizaç'o da ati)idade garim(eira em coo(erati)as. que estabelecer# as condiç1es es(ec&ficas quando essas ati)idades se desen)ol)erem em fai6a de fronteira ou terras ind&genas. e as autorizaç1es e concess1es (re)istas neste artigo n'o (oder'o ser cedidas ou transferidas. 7rt. nos atos (raticados contra a ordem econAmica e financeira e contra a economia (o(ular. de 1 8G % 8 os mandatos. = @º 8 7 lei a(oiar# e estimular# o coo(erati)ismo e outras formas de associati)ismo. na forma da lei. = >º 8 7 lei regulamentar# as relaç1es da em(resa (<blica com o Estado e a sociedade. obser)ados os (rinc&(ios da administraç'o (<blica9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . = 1º 7 lei estabelecer# o estatuto . na forma da lei.ur&dica. $$%. nas #reas onde este. garantida ao concession#rio a (ro(riedade do (roduto da la)ra. e (ertencem * +ni'o. = 1º 7 (esquisa e a la)ra de recursos minerais e o a(ro)eitamento dos (otenciais a que se refere o Oca(utO deste artigo somente (oder'o ser efetuados mediante autorizaç'o ou concess'o da +ni'o. bem como as condiç1es de caducidade. trabal:istas e tribut#rios9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . e demais recursos minerais e os (otenciais de energia :idr#ulica constituem (ro(riedade distinta da do solo. 1N!.Código Tributário Nacional a rele)ante interesse coleti)o. a a)aliaç'o de desem(en:o e a res(onsabilidade dos administradores. de 1 8G B 8 sua funç'o social e formas de fiscalizaç'o (elo Estado e (ela sociedade9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 .eitando8a *s (uniç1es com(at&)eis com sua natureza. 40 . (or brasileiros ou em(resa constitu&da sob as leis brasileiras e que ten:a sua sede e administraç'o no Ja&s. sem(re atra)0s de licitaç'o. (ara efeito de e6(loraç'o ou a(ro)eitamento. diretamente ou sob regime de concess'o ou (ermiss'o.azidas. Como agente normati)o e regulador da ati)idade econAmica. em la)ra ou n'o. 7rt. sem (re. no interesse nacional. 7s . = Fº 8 7 lei re(rimir# o abuso do (oder econAmico que )ise * dominaç'o dos mercados. sem (r0)ia anu3ncia do (oder concedente.ur&dico da em(resa (<blica. de 1 8G BBB 8 licitaç'o e contrataç'o de obras. Bncumbe ao Joder J<blico. = 1º 8 7 lei estabelecer# as diretrizes e bases do (lane. e naquelas fi6adas de acordo com o art. Jar#grafo <nico. = Fº 8 7s coo(erati)as a que se refere o (ar#grafo anterior ter'o (rioridade na autorizaç'o ou concess'o (ara (esquisa e la)ra dos recursos e . 7rt. o qual incor(orar# e com(atibilizar# os (lanos nacionais e regionais de desen)ol)imento.azidas de minerais garim(#)eis. a (restaç'o de ser)iços (<blicos. inclusi)e quanto aos direitos e obrigaç1es ci)is. da sociedade de economia mista e de suas subsidi#rias que e6(lorem ati)idade econAmica de (roduç'o ou comercializaç'o de bens ou de (restaç'o de ser)iços. o Estado e6ercer#.u&zo da res(onsabilidade indi)idual dos dirigentes da (essoa . com(ras e alienaç1es. na forma da lei. com a (artici(aç'o de acionistas minorit#rios9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 . sendo este determinante (ara o setor (<blico e indicati)o (ara o setor (ri)ado.CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº 1 .amento do desen)ol)imento nacional equilibrado.am atuando. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº !. 1N". conforme definidos em lei. comerciais. de 1 "G = @º 8 ? assegurada (artici(aç'o ao (ro(riet#rio do solo nos resultados da la)ra. de 1 8G = @º 8 7s em(resas (<blicas e as sociedades de economia mista n'o (oder'o gozar de (ri)il0gios fiscais n'o e6tensi)os *s do setor (ri)ado. fiscalizaç'o e rescis'o da concess'o ou (ermiss'o9 BB 8 os direitos dos usu#rios9 BBB 8 (ol&tica tarif#ria9 B% 8 a obrigaç'o de manter ser)iço adequado.ur&dico (r5(rio das em(resas (ri)adas. 7 lei dis(or# sobre: B 8 o regime das em(resas concession#rias e (ermission#rias de ser)iços (<blicos. o car#ter es(ecial de seu contrato e de sua (rorrogaç'o.amento. na forma e no )alor que dis(user a lei. 1NF. ser)iços. estabelecer# a res(onsabilidade desta.eiç'o ao regime . total ou (arcialmente. @1. as funç1es de fiscalizaç'o. de 1 8G BB 8 a su. incenti)o e (lane. su. = >º 8 7 autorizaç'o de (esquisa ser# sem(re (or (razo determinado. de 1 8G B% 8 a constituiç'o e o funcionamento dos consel:os de administraç'o e fiscal. le)ando em conta a (roteç'o do meio ambiente e a (romoç'o econAmico8 social dos garim(eiros.

de @EE1G BB 8 os recursos arrecadados ser'o destinados: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>.istrito Federal e os -unic&(ios (romo)er'o e incenti)ar'o o turismo como fator de desen)ol)imento social e econAmico.etos ambientais relacionados com a ind<stria do (etr5leo e do g#s9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>.ur&dico diferenciado. g#s natural e seus deri)ados e deri)ados de (etr5leo9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>.a (roduç'o. @1 desta Constituiç'o Federal. 7rt. de (etr5leo bruto. de 1 "G BB 8 as condiç1es de contrataç'o9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº . o .udici#ria estrangeira. g#s natural e seus deri)ados e #lcool combust&)el de)er# atender aos seguintes requisitos: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº F . o . de 1 "G = >º 7 lei dis(or# sobre o trans(orte e a utilizaç'o de materiais radioati)os no territ5rio nacional. b9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. 1"E. / atendimento de requisiç'o de documento ou informaç'o de natureza comercial. de 1 "G B 8 a garantia do fornecimento dos deri)ados de (etr5leo em todo o territ5rio nacional9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº . 181. a lei estabelecer# as condiç1es em que o trans(orte de mercadorias na cabotagem e a na)egaç'o interior (oder'o ser feitos (or embarcaç1es estrangeiras. 7rt. 41 . de @EE1G aG diferenciada (or (roduto ou uso9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. de @EE1G cG ao financiamento de (rogramas de infra8estrutura de trans(ortes. Na ordenaç'o do trans(orte aqu#tico. 1N8. tribut#rias. 1N . de @EE1G bGreduzida e restabelecida (or ato do Joder E6ecuti)o. atendido o (rinc&(io da reci(rocidade. a la)ra. com e6ceç'o dos radiois5to(os cu. comercializaç'o e utilizaç'o (oder'o ser autorizadas sob regime de (ermiss'o. de @EE1G B 8 a al&quota da contribuiç'o (oder# ser: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. 7 +ni'o. o enriquecimento. os Estados. de @EE1G bG ao financiamento de (ro. CDenumerado de = @º (ara >º (ela Emenda Constitucional nº . 7 lei dis(or# sobre a ordenaç'o dos trans(ortes a0reo. ou (ela eliminaç'o ou reduç'o destas (or meio de lei. conforme as al&neas b e c do inciso $$BBB do ca&ut do art. bem assim o trans(orte. de @EE!G = 1º 7 +ni'o (oder# contratar com em(resas estatais ou (ri)adas a realizaç'o das ati)idades (re)istas nos incisos B a B% deste artigo obser)adas as condiç1es estabelecidas em lei. os Estados. (or meio de conduto. 7 +ni'o. (re)idenci#rias e credit&cias. quanto * ordenaç'o do trans(orte internacional. n'o se l:e a(licando o dis(osto no art. 18E.BBB. CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº N. de 1 "G 7rt.azidas de (etr5leo e g#s natural e outros :idrocarbonetos fluidos9 BB 8 a refinaç'o do (etr5leo nacional ou estrangeiro9 BBB 8 a im(ortaç'o e e6(ortaç'o dos (rodutos e deri)ados b#sicos resultantes das ati)idades (re)istas nos incisos anteriores9 B% 8 o trans(orte mar&timo do (etr5leo bruto de origem nacional ou de deri)ados b#sicos de (etr5leo (roduzidos no Ja&s. feita (or autoridade administrati)a ou . obser)ar os acordos firmados (ela +ni'o. Constituem mono(5lio da +ni'o: B 8 a (esquisa e a la)ra das . de 1 "G Jar#grafo <nico.ur&dica residente ou domiciliada no Ja&s de(ender# de autorizaç'o do Joder com(etente. tratamento . de 1 "G = Fº 7 lei que instituir contribuiç'o de inter)enç'o no dom&nio econAmico relati)a *s ati)idades de im(ortaç'o ou comercializaç'o de (etr5leo e seus deri)ados. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº N. de 1 "G = @º 7 lei a que se refere o = 1º dis(or# sobre: CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº . de)endo. CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº >>. de 1 "G BBB 8 a estrutura e atribuiç1es do 5rg'o regulador do mono(5lio da +ni'o9 CBnclu&do (ela Emenda Constitucional nº . de @EE1G aG ao (agamento de subs&dios a (reços ou trans(orte de #lcool combust&)el. o re(rocessamento. aqu#tico e terrestre. seus deri)ados e g#s natural de qualquer origem9 % 8 a (esquisa. de @EE1G 7rt. assim definidas em lei.Código Tributário Nacional = Fº 8 N'o de(ender# de autorizaç'o ou concess'o o a(ro)eitamento do (otencial de energia reno)#)el de ca(acidade reduzida.istrito Federal e os -unic&(ios dis(ensar'o *s microem(resas e *s em(resas de (equeno (orte.CDedaç'o dada (ela Emenda Constitucional nº . 1NN. 7rt. a (essoa f&sica ou . a industrializaç'o e o com0rcio de min0rios e minerais nucleares e seus deri)ados. )isando a incenti)#8 las (ela sim(lificaç'o de suas obrigaç1es administrati)as.

d( 12. >> da Lei Com(lementar no 8N.2BB2 Jublicada no . d( :1.@1@ e 8.2BB7 Jublicada no .ul:o de 1 1.2BB: Jublicada no .@EE> . 1!8 da mesma Lei.8. 12B.2BB5 Jublicada no . de " de outubro de 1 .ecreto8Lei no ". e . da Lei no 1E./+ de 1".@. de 1F de fe)ereiro de @EE1. d( 2#. da Lei Com(lementar no !>.12.@EE1 7ltera dis(ositi)os da Lei no ".istrito Federal sobre /(eraç1es Delati)as a Circulaç'o de -ercadorias e sobre Jrestaç1es de 2er)iços de 4rans(orte Bnterestadual e Bntermunici(al e de Comunicaç'o. que dis(1e sobre o im(osto dos Estados e do .>1N. que dis(1e sobre o im(osto dos Estados e do .12.istrito Federal.2BB5 Jublicada no . e dis(1e sobre a inter(retaç'o do inciso B do art. de com(et3ncia dos -unic&(ios e do . de " de dezembro de 1 !.1@..12. de @" de outubro de 1 !! 8 C5digo 4ribut#rio Nacional.12./+ de 1N. e d# outras (ro)id3ncias.1@./+ de @.@EE" Detificada no ..1N@.2BB# Jublicada no . e d# outras (ro)id3ncias. 11@.is(1e sobre o Bm(osto 2obre 2er)iços de Rualquer Natureza.aneiro de 1 E9 e re)oga as Leis n os .@EEN 7ltera a Lei Com(lementar no 1@>./+ de 1>.@. de 11 de .1. de 1> de setembro de 1 !. de 11 de .istrito Federal sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. da Consolidaç'o das Leis do 4rabal:o Q CL4.1@./+ de >E. d( 1.. de 1o de maio de 1 F>. 11#.F"@.1@. d( 2".@EE@ 7ltera dis(ositi)os da Lei Com(lementar no 8N.@EE! 7ltera o art./+ de 1".12. 42 .Código Tributário Nacional 12:. a(ro)ada (elo .@1>.1@./+ de 11.7.8. L(i% Co*&l(*(ntar(% 127. d( 1B. 122.@EE@ 7ltera as Leis Com(lementares nos 8N. d( 1#. d( 1..@EE! 7ltera dis(ositi)os da Lei Com(lementar no 8N. e d# outras (ro)id3ncias.18 .1./+ de .2BB2 Jublicada no . (ara (rorrogar os (razos (re)istos em relaç'o * a(ro(riaç'o dos cr0ditos do BC-2. de 1> de setembro de 1 !./+ de @N./+ de 1º. de 1> de setembro de 1 !. que dis(1e sobre o im(osto dos Estados e do .@EE! Bnstitui o Estatuto Nacional da -icroem(resa e da Em(resa de Jequeno Jorte9 altera dis(ositi)os das Leis nos 8.1.8F1. 1B. e 1E@.2.@EE" CEdiç'o e6traG 7ltera e acrescenta dis(ositi)os * Lei no ".istrito Federal sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. -ensagem de )eto 115.1N@. d( ".2BB1 Jublicada no .ul:o de @EEE.2BB# Jublicada no . 11. ambas de @F de . de 1> de setembro de 1 !. de @" de outubro de 1 !! Q C5digo 4ribut#rio Nacional. de 1F de dezembro de @EE!.

Código Tributário Nacional 1B2./+ de @1. que estabelece a Contribuiç'o (ara Financiamento da 2eguridade 2ocial 8 C/FBN2.br 43 . d( 15./+ de @>.@EEE 7ltera dis(ositi)os da Lei Com(lementar no 8N. .# no)a redaç'o ao inciso B do art. 7B./+ de 1@.1 ! Jublicada no . que dis(1e sobre o im(osto dos Estados e do ./+ de 1!. 8N. de 1> de setembro de 1 !. 1BB.&lanalto. de 1" de dezembro de 1 8N.12./+ de 1!.ecreto8 Lei no FE!. e d# outras (ro)id3ncias.1@.12.1 .1""" Jublicada no .1 ! 7ltera o art. de 1>.eito ao Bm(osto sobre 2er)iços de Rualquer Natureza.istrito Federal sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. .@.1@. >> da Lei Com(lementar no 8N. d( 11. e d# outras (ro)id3ncias.go+. d( 22.N. que Odis(1e sobre o im(osto dos Estados e do .1""" Jublicada no . Lont( da l(gi%la8-oQ Ktt&QRRSSS.istrito Federal sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. @5. de >1 de dezembro de 1 !8.2.1 7ltera o .1""# Jublicada no . Nº da Lei Com(lementar nº NE. d( 2B.12.2BBB Jublicada no .is(1e sobre o im(osto dos Estados e do . de 1> de setembro de 1 !.1""1 Jublicada no . e d# outras (ro)id3nciasO. "".istrito Federal sobre o(eraç1es relati)as * circulaç'o de mercadorias e sobre (restaç1es de ser)iços de trans(orte interestadual e intermunici(al e de comunicaç'o. e a Lei Com(lementar no "!.1@./+ de >1. de >E de dezembro de 1 1.1 1 Bnstitui contribuiç'o (ara financiamento da 2eguridade 2ocial. d( :B.7.1 ! . ele)a a al&quota da contribuiç'o social sobre o lucro das instituiç1es financeiras e d# outras (ro)id3ncias. (ara acrescentar ser)iço su.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful