Você está na página 1de 5

8.

Anexos
Objectivos Gerais, Objectivos Operacionais
A - Dimensão Pedagógica
OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS OPERACIONAIS
Pessoal Docente
Promover e dinamizar a implementação de Programas Nacionais de Formação, no âmbito das áreas curriculares
e/ou outras.
Promover um percurso educativo sequencial e articulado para os alunos do Agrupamento.
Implementar estratégias diversificadas e pedagogias diferenciadas, estabelecidas pelos Departamentos e pelos
Conselhos de Turma, referidas no Projecto Curricular de Turma.
1. Promover melhorias nas práticas e nos contextos da relação
ensino/aprendizagem, assegurando o desenvolvimento das Promover actividades adequadas às características das turmas, as quais visem o desenvolvimento das
competências fundamentais do currículo, nas suas diversas diferentes competências e abranjam diferentes graus de dificuldade.
vertentes e domínios, de forma equilibrada e eficaz. Utilizar as diferentes modalidades de avaliação, operacionalizadas nas suas diferentes formas, diversificando os
instrumentos de avaliação.
Proporcionar respostas educativas diferenciadas e adequadas a todos alunos, incluindo os que têm
necessidades educativas de carácter permanente.
Implementar metodologias activas e diversificadas, tendo por referência os estilos de aprendizagem dos alunos.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os docentes, diligenciando de modo a facilitar a concretização de actividades lectivas que
promovam um ensino aprendizagem de qualidade.
Pessoal Docente
Despistar as situações de alunos que integrem um quadro de desmotivação, insucesso, elevada taxa de
absentismo e em risco de abandono escolar precoce.
2. Proporcionar percursos escolares de sucesso, garantindo a Promover percursos escolares alternativos ao sistema regular de ensino, que possam motivar e proporcionar o
qualidade das aprendizagens realizadas, na perspectiva do desenvolvimento de competências, no âmbito dos interesses e capacidades dos alunos, visando um encaminhamento
prosseguimento de estudos e na perspectiva da inserção na profissional ou o prosseguimento de estudos.
vida activa, quer no ensino regular, quer no de segunda Fomentar cursos de formação, no âmbito das novas oportunidades, indo ao encontro dos interesses,
oportunidade. capacidades e reais necessidades dos alunos. (CEF, EFA’s e PCA).
Desenvolver estratégias de responsabilização e participação de todos os intervenientes no processo educativo.
Consciencializar a Comunidade Educativa para a importância da Escola como meio de inserção na vida activa.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os docentes e discentes em situações de aprendizagem em diferentes contextos.

Pessoal Docente
Dinamizar reuniões entre docentes que leccionem os anos de transição de ciclo, de modo a facilitar a
sequencialidade do processo de ensino e aprendizagem dos alunos assim como a sua caracterização no domínio sócio-
3. Aprofundar práticas/processos de gestão e articulação afectivo.
curricular, adequadas à promoção do sucesso escolar, na Dinamizar reuniões trimestrais que proporcionem um trabalho articulado e de cooperação entre docentes dos
perspectiva de uma Escola de qualidade e rigor. diferentes níveis de ensino.
Promover a articulação curricular entre os diferentes ciclos de ensino (Pré-escolar, 1º, 2º e 3º)
Promover a divisão de tarefas e a partilha de experiência entre os agentes educativos, através da discussão nas
estruturas de orientação educativa.
Promover actividades que proporcionem uma visão integradora do currículo, o desenvolvimento da autonomia,

PDF created with pdfFactory Pro trial version www.pdffactory.com


da cooperação e de espírito crítico.
Pessoal Não Docente
Realizar todas as actividades conducentes à conservação e higiene dos espaços físicos e equipamentos.

Pessoal Docente
Analisar os resultados escolares dos alunos.
Identificar as suas dificuldades.
Definir estratégias para a sua superação.
4. Promover a melhoria dos resultados escolares dos alunos. Responsabilizar e incentivar os Encarregados de Educação, relativamente ao acompanhamento e orientação da
vida escolar e das aprendizagens dos seus educandos.
Aumentar a responsabilidade, o esforço, a perseverança e o empenho nas tarefas escolares.
Frequentar formação que identifique como necessária.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os docentes na organização de actividades que promovam o sucesso escolar dos alunos.
Frequentar formação que identifique como necessária.

Pessoal Docente
Desenvolver formas de identificação de alunos em risco.
5. Reduzir as taxas de abandono escolar. Articular com a família e outros parceiros estratégias de acompanhamento de alunos em risco de abandono.
Sensibilizar os alunos e a família para as vantagens da permanência no meio escolar.
Estimular os alunos a expressarem as suas motivações e áreas vocacionais.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os docentes no despiste de alunos em situação de risco de abandono escolar.

B - Dimensão Organizacional
OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS OPERACIONAIS
Pessoal Docente
Planear e gerir adequadamente a aquisição e manutenção de equipamentos e instalações, rentabilizando os
recursos de forma consciente, racional e equilibrada.
Proporcionar uma oferta diversificada de serviços de apoio à comunidade educativa, tais como: biblioteca/centro
de recursos, papelaria, reprografia, refeitório, bar, secretaria, acção social escolar, salas de estudo, actividades de
enriquecimento curricular, clubes e ateliers, entre outros.
Promover a dinamização dos serviços referidos, no sentido de melhorar o seu funcionamento.
1. Promover a melhoria contínua da qualidade nos serviços e
valências da Escola, na perspectiva da satisfação do Organizar e equipar adequadamente espaços para as várias valências educativas, proporcionando percursos
beneficiário. escolares diferenciados, de modo a responder a todos os alunos, numa perspectiva de escola inclusiva.
Acolher, valorizar e implementar as iniciativas da comunidade educativa que enriqueçam a organização escolar.
Promover a formação do pessoal docente e não docente, de acordo com as necessidades definidas
internamente.
Pessoal Não Docente
Prestar aos superiores hierárquicos todas as informações necessárias que visem a qualidade de todos os
serviços e valências da escola à sua responsabilidade.
Solicitar acções de formação de curta duração, destinadas a não docentes, visando a reflexão sobre
problemáticas relevantes (relações humanas, dinâmica de grupos, segurança na escola, novas tecnologias…).

PDF created with pdfFactory Pro trial version www.pdffactory.com


Pessoal Docente
Desenvolver e instituir formas de comunicação e padrões de relação formais e informais.
Constituir um grupo de trabalho com o objectivo de proceder à recolha, selecção e divulgação de todas as
actividades/projectos mais significativos, desenvolvidos pelos diferentes estabelecimentos de ensino.
2. Desenvolver a qualidade da comunicação entre a Escola e a Melhorar a qualidade do sítio/página do Agrupamento, de modo a permitir uma maior visibilidade de todas as
Comunidade, facilitando a circulação de informação entre estas actividades/projectos mais significativos, desenvolvidos nas Escolas do Agrupamento, a fim de motivar a participação e
e aprofundando o seu conhecimento mútuo. intervenção da Comunidade Educativa.
Dar a conhecer o endereço electrónico do sítio do Agrupamento aos alunos e encarregados de educação, na
reunião geral de encarregados de educação e, sempre que necessário, via directores de turma.
Pessoal Não docente
Receber informação, facilitando a circulação da mesma, dentro do seu quadro de competências e preservando o
sigilo profissional.

Pessoal Docente
Inventariar as necessidades sócio-familiares, vocacionais e pré-profissionais de alunos, articulando-as com as
necessidades e potencialidades da comunidade educativa.
3. Aprofundar a integração da Escola e da sua acção educativa na Reforçar os níveis de colaboração/participação das parcerias já existentes com Entidades/Instituições que
vida, necessidades e objectivos de desenvolvimento da possam dar resposta às situações identificadas.
Comunidade Local, alargando e/ou solidificando as parcerias Estabelecer novas parcerias e protocolos, sempre que as situações diagnosticadas o justifiquem.
com as mais diversas entidades e instituições públicas e
Atrair o interesse e participação humana e financeira da comunidade educativa.
privadas.
Estabelecer protocolos e parcerias com empresas e instituições do meio envolvente, com vista a intercâmbios
culturais e desportivos.
Pessoal Não Docente
Colaborar, com os docentes, sempre que necessário, no estabelecimento de contactos com comunidade
Educativa.
Pessoal Docente
Organizar estruturas de apoio psicossocial e comportamental com técnicos especializados, de forma a minimizar
os conflitos e situações de indisciplina, dentro e fora da sala de aula.
Organizar programas específicos de competências sociais, no âmbito da formação cívica, para alunos com
comportamentos disruptivos.
Organizar programas de sensibilização e formação para encarregados de educação, em áreas educativas e
sócio-afectivas que promovam valores morais e sociais.
4. Organizar de forma articulada e eficaz o conjunto das ofertas Criar estruturas físicas, humanas e tecnológicas de apoio aos alunos, fornecendo-lhes aconselhamento,
sócio-educativas de apoio a alunos e famílias, tendo em conta a acompanhamento e controle, inexistentes, por vezes, no contexto familiar.
sua acção de enriquecimento e complemento curricular e de
atendimento e estrutura social. Melhorar o funcionamento das salas de estudo, equipando--as com uma maior diversidade de materiais
didácticos e tecnológicos, de maneira a motivar os alunos para o estudo e para a criação de hábitos e métodos de
trabalho.
Oferecer, organizar e supervisionar actividades de apoio sócio-educativo, de enriquecimento curricular e de
ocupação de tempos escolares, que dêem resposta às necessidades dos alunos e das famílias.
Pessoal Não Docente
Sugerir formas de organização, no âmbito das suas competências, de modo a proporcionar uma melhor
qualidade dos serviços.
Colaboarar com os docentes nas actividades de ocupação de tempos livres nas áreas das TIC, do Desporto e da
Expressão Artística.

PDF created with pdfFactory Pro trial version www.pdffactory.com


C - Dimensão Social
OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS OPERACIONAIS
Pessoal Docente
Desenvolver actividades que promovam a educação para a saúde: alimentação equilibrada, prática de exercício
físico, prevenção de comportamentos de risco (drogas lícitas e ilícitas), educação sexual, cumprimento do plano nacional
1. Alargar a acção da Escola no campo da promoção da Educação de vacinação, rastreios regulares (obesidade, visuais, auditivos e orais) e outros considerados pertinentes.
para a Saúde e da prática de actividades desportivas, fazendo a Sensibilizar para os hábitos de higiene corporal, indispensáveis a uma vida saudável e socialmente aceitável.
divulgação de estilos de vida saudáveis, promovendo a Alertar para a necessidade de hábitos de higiene psico - emocionais, tais como o respeito pelo cumprimento de
qualidade de vida e a prevenção da doença, despistando os horários de sono e de descanso, adequados ao respectivo nível etário.
comportamentos de risco, incentivando diversas modalidades, Pessoal Não Docente
na perspectiva do valor educativo do Desporto e da actividade Prestar atenção a situações de saúde dos alunos, perceptíveis no contexto escolar, e participá-las ao órgão de
física e do seu impacto na qualidade de vida. gestão de escola.
Colaborar no desenvolvimento de campanhas de promoção da saúde.
Colaborar na dinamização de colóquios com profissionais de saúde sobre os riscos do sedentarismo e incorrecta
alimentação.
Colaborar com os docentes na dinamização da diversas actividades realizadas no agrupamento.

Pessoal Docente
Fomentar actividades que desenvolvam a Educação Ambiental (reciclagem, aquecimento global e
comportamentos cívicos preventivos dos vários tipos de poluição e outros).
Estabelecer parcerias com a comunidade local, no sentido da responsabilização na dinamização de actividades
2. Promover a qualidade ambiental dentro e fora da Escola, relacionadas com estas temáticas.
incentivando atitudes de preservação da Natureza, a Desenvolver actividades que sensibilizem para o conhecimento e respeito pelos direitos dos animais.
consciência cívica para a sustentabilidade e o desenvolvimento
de hábitos ecologicamente responsáveis. Sensibilizar para a protecção e conservação de espécies animais e vegetais, nomeadamente as que se
encontram em vias de extinção.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os docentes na educação ambiental e para a cidadania.

Sensibilizar os alunos para a importância da recolha/separação eficaz dos lixos/resíduos da e na escola,


zelando pela natureza.

Pessoal Docente
Desenvolver projectos transversais, no âmbito do currículo, que sensibilizem e responsabilizem para a
conservação dos espaços físicos e equipamentos, assegurando o bem-estar de toda a comunidade escolar.
3. Promover a segurança, a qualidade e a conservação dos Promover comportamentos, atitudes e acções que visem a prevenção de situações que possam pôr em risco a
espaços físicos (interiores e exteriores) e equipamentos, integridade física da comunidade escolar.
assegurando o bem-estar dos alunos e a higiene e segurança
no trabalho aos seus profissionais, bem como o Elaborar planos de acção/actividades, no âmbito da segurança e higiene.
desenvolvimento de comportamentos cívicos face aos bens Dinamizar actividades de formação, informação e experimentação desses planos.
comuns. Pessoal Não Docente
Conservar o espaço físico, de forma a evitar a sua degradação e segurança.
Respeitar e fazer respeitar regras de segurança, tendo em vista o bem-estar da comunidade escolar e a
preservação do espaço físico.
Promover e ser eficiente na limpeza das salas e espaços exteriores.

PDF created with pdfFactory Pro trial version www.pdffactory.com


D - Dimensão Relacional
OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS OPERACIONAIS
Pessoal Docente
Promover a articulação de horários e de espaços que possibilitem o trabalho cooperativo na realização das
tarefas profissionais.
1. Estimular o desenvolvimento de uma cultura organizacional,
fundada no trabalho colaborativo e na cooperação na realização Promover a divisão de tarefas e a partilha de experiência entre os agentes educativos, através da discussão nas
das tarefas profissionais. estruturas de orientação educativa.
Pessoal Não Docente
Colaborar com os colegas na realização das tarefas profissionais.
Promover o trabalho de equipa entre o pessoal Não Docente.
Fazer reflectir na avaliação dos profissionais o grau de partilha e de colaboração dos diferentes pares;

Pessoal Docente
Desenvolver, no âmbito da formação pessoal e social, comportamentos de respeito mútuo nas relações
2. Promover a civilidade nas relações interpessoais, incentivando interpessoais.
uma cultura de Escola marcada pela qualidade nas interacções Promover a aquisição de valores sociais fundamentais (tolerância, solidariedade, entreajuda, honestidade).
sociais e do clima relacional. Pessoal Não Docente
Estabelecer com todos os membros da comunidade escolar uma relação de respeito e empatia.
Informar, no exercício das suas funções os pais/encarregados de educação, a autarquia e os outros parceiros da
comunidade sobre as políticas e práticas da escola no exercício das suas funções.

Pessoal Docente
Desenvolver actividades que promovam a partilha e facilitem a integração/inclusão de alunos portadores de
deficiência e de culturas diferentes.
3. Favorecer relações interculturais, caracterizadas pelo respeito Solicitar o apoio de técnicos especializados e/ou mediadores, no sentido de facilitar a comunicação e
das diferenças e apreço pela diversidade, promovendo a integração/inclusão de alunos portadores de deficiência e de culturas diferentes.
integração de alunos estrangeiros e portadores de deficiência Promover a igualdade de oportunidades que possibilite o sucesso escolar e educativo de todos os alunos.
na perspectiva da igualdade de oportunidades de sucesso
Sensibilizar a comunidade escolar para a importância do respeito pela diferença, visando a integração de todos.
escolar e educativo
Promover o interesse na procura de soluções das problemáticas actuais e na participação social e cultural
(responsabilidade, solidariedade, tolerância, respeito pelo outro e consciencialização da diferença).
Pessoal Não Docente .
Respeitar e fazer respeitar as diferenças a nível pessoal, social e cultural pelas diferenças entre aluno, em
contexto escola.

PDF created with pdfFactory Pro trial version www.pdffactory.com