Você está na página 1de 3

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO

PROCESSUAL CIVIL
A U L A 1 – 14/02/2008
PROCESSO E EMPRESA
Prof. Ronaldo Cramer

Aluno: Thiago Graça Couto


Matrícula: 081.250.004

I – Direito Falimentar – Lei 11.101/2005

O Direito Falimentar está intimamente ligado ao Processo, sendo isto uma


singularidade do Brasil.

Objetivos da Lei Falimentar: Recuperação e Liquidação

• Lei 11.101/2005

Recuperação Extrajudicial;

Recuperaçào Judicial;

Requerimento de Falência;

Processo de Falência.

• Princípios específicos do Direito Falimentar

Princípio da par condicio creditorum;

Princípio da preservação da empresa viável.

II – Processo de Falência

• Requerimento de falência e Falência

Processos distintos ou fases? Para a doutrina do direito material, são dois


processo distintos.

Visão Processualista: Temos um Processo sincrético:

a) Duas fases, como qualquer processo condenatório

b) Processo coletivo de conhecimento condenatório, que segue o


procedimento especial previsto pela Lei 11.101/2005.

Consequências

a) Processo coletivo sincrético;

b) Processo que tem por objetivo direito coletivo (de requerer a falência) e
direitos individuais homogêneos (de cobrar o crédito);

c) Legitimidade extraordinária do requerente;

d) Impossibilidade de acordo na primeira fase;

e) Entre outras.

Thiago Graça Couto


thiago@advtecno.com
PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO
PROCESSUAL CIVIL
A U L A 1 – 14/02/2008
PROCESSO E EMPRESA
Prof. Ronaldo Cramer

III – Fundamento para requerer a falência

• Sistema de Impontualidade: Art. 94 I LRE - caso o devedor não pague no


vencimento um título executivo superior a 40 salários mínimos. Atente-se ao
parágrafo primeiro do Art. 94 e ao fato de ser admitido litisconsórcio para
alcance do valor mínimo, bem como requerimento por terceiros. É
necessário o protesto do título, sendo este a prova da impontualidade Art.
94 pár. terceiro;

• Sistema da Execução Frustrada: Art. 94 II LRE – No entendimento de Cramer,


praticamente revogado pelas Leis 11.232/2005 e 11.382/2006.

• Sistema dos Atos de Falência: Art. 94 III LRE.

III – Procedimento

• Inicial;

• Contestação (Art. 98 LRE / 10 dias, Par. Único / depósito elisivo, Art. 95 LRE /
pedido de recuperação judicial / Art. 96 VII no prazo de contestação, pode-se
apresentar pedido de recuperação judicial, onde suspende-se o pedido de
falência, até julgamento do pedido de recuperação);

• Réplica: não está prevista na Lei de Falências, mas aplica-se o CPC


supletivamente;

• Manifestação do MP;

• Instrução;

• Sentença: desafio via AI;

• Nomeação do administrador judicial;

• Efeitos da Falência

Efeitos Principais;

Efeitos sobre os Credores;

Efeitos sobre os Contratos do Falido;

Efeitos sobre o falido.

• Arrecadação de bens;

• Verificação de créditos;

Thiago Graça Couto


thiago@advtecno.com
PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO
PROCESSUAL CIVIL
A U L A 1 – 14/02/2008
PROCESSO E EMPRESA
Prof. Ronaldo Cramer

• Qaudro Geral de Credores;

• Realização do ativo

IV – Recuperação Extrajudicial

Acordo extrajudicial com alguns ou todos os credores, para recuperação da


empresa, que, para ter eficácia e evitar a falência, depende de homologação pelo
Poder Judiciário.

Natureza Jurídica: Processo coletivo de conhecimento constitutivo, com


procedimento especial, previsto pela nova Lei de Falência.

V – Recuperação Judicial

Acordo judicial com aprovação de plano de recuperação pelos credores, para


recuperação da empresa.

Natureza Jurídica: processo coletivo de conhecimento constitutivo, com


procedimento especial, previsto pela nova lei de falências.

A diferenca no tocante à abrangência entre recuperação extrajudicial e judicial está


nos credores trabalhistas, presentas na última modalidade.

Thiago Graça Couto


thiago@advtecno.com