Você está na página 1de 8

EXERCÍCIOS DE DIREITO ADMINISTRATIVO 18.

A executoriedade difere da exigibilidade quanto aos


meios de coerção. Aquela não existe em todos os atos
administrativos; esta tem como coercitibilidade meios
1. A acessibilidade a cargo público é condicionada ao indiretos de execução, mesmo sem homologação
preenchimento dos requisitos definidos em lei, dentre os judicial.
quais avulta a da aptidão física e mental, devendo ser 19. A exigibilidade é a qualidade, ou seja, é o atributo do ato
procedida de prévia inspeção médica. administrativo que impele o destinatário à obediência
2. A acessibilidade aos cargos, empregos e funções das obrigações por ele impostas, sem necessidade de
públicas diz respeito aos brasileiros, mas a Constituição qualquer apoio judicial.
Federal impõe inacessibilidade aos estrangeiros, uma 20. A exoneração é a dispensa de servidor em caráter de
vez que não possuem direitos políticos. sanção.
3. A Administração não pode anular seus próprios atos, 21. A finalidade, como elemento essencial à validade dos
quando eivados de vícios que os tornem ilegais, porque atos administrativos, é aquele reconhecido como o mais
deles podem se originar direitos. condizente com a observância pela Administração do
4. A administração pode anular seus próprios atos, quando princípio fundamental da impessoalidade.
eivados de vícios que os tornem ilegais, porque deles 22. A função pública consiste no conjunto de deveres e
não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de atribuições cometidos sempre de forma precária a
conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos determinada categoria profissional ou a determinados
adquiridos e ressalvada, em todos os casos, a servidores, para a execução de serviços públicos
eventuais.
apreciação judicial.
5. A Administração Pública deve recusar proposta que não 23. A idade mínima de dezoito anos é um dos requisitos
se apresenta a mais vantajosa, declarando como básicos para a investidura em cargo público. Isso quer
dizer que uma pessoa para tomar posse no cargo
vencedora a que atenda com maior proveito as
público tem que ser absolutamente capaz para os atos
finalidades da contratação, não se justificando que
da vida civil.
excessivo rigor à forma de disposição de custos e de
encargos sociais alije do certame a melhor oferta, em 24. A imperatividade corresponde ao atributo do ato
administrativo por meio do qual os administrados devem
harmonia com os princípios licitatórios.
cumprir as obrigações impostas pela Administração
6. A aprovação em concurso público dá direito à posse no Pública, independentemente da jurisdição.
cargo público efetivo.
25. A imperatividade é atributo pelo qual o ato administrativo
7. A ascensão é uma das formas de provimento de cargo pode ser posto em execução pela própria Administração
público. Pública, sem necessidade de intervenção do Poder
8. A auto-executoriedade é a qualidade, ou seja, é o Judiciário.
atributo do ato administrativo que impele o destinatário à 26. A imperatividade é um atributo do ato administrativo por
obediência das obrigações por ele impostas, sem meio do qual a Administração Pública possui a
necessidade de qualquer apoio judicial. prerrogativa de impor aos administrados, de forma
9. A auto-executoriedade é um atributo do ato unilateral, suas determinações, desde que válidas e
administrativo por meio do qual a Administração Pública legais.
possui a prerrogativa de impor aos administrados, de 27. A imperatividade envolve análise sobre a adequação
forma unilateral, suas determinações, desde que válidas entre meios e fins do ato administrativo, bem como
e legais. adequação o binômio “necessidade versus utilidade” do
10. A avaliação de candidato em exame psicotécnico deve ato administrativo.
ter um grau mínimo de objetividade e critérios revelados, 28. A impessoalidade é a base jurídica que dá o necessário
a fim de que se possa permitir o acesso ao Poder apoio à vedação de aplicação retroativa de nova
Judiciário para a verificação de eventual lesão a direito. interpretação de norma administrativa.
11. A Carta Magna reservou ao Presidente da República a 29. A incompetência do agente que pratica o ato
iniciativa privativa para projetos de lei que disponham administrativo, quando há interesse público evidenciado,
sobre a criação de cargos, empregos e funções pública é sempre irrelevante.
da administração pública direta e autárquica.
30. A investidura em cargo público ocorrerá com a
12. A Constituição do Brasil autoriza contratações, mesmo
nomeação.
que sem concurso público, desde que indispensáveis ao
atendimento de necessidade temporária de excepcional 31. A licitação deverá atender exclusivamente aos princípios
interesse público. da vinculação ao edital, da publicidade e da probidade
administrativa dos licitantes.
13. A Constituição Federal não assegura, durante o prazo
previsto no edital do concurso, prioridade na 32. A licitação é obrigatória para a administração direta e
convocação dos aprovados, isso em relação a novos facultativa para a indireta, sendo incabível para os
concursados. particulares.
14. A demissão não é uma hipótese de vacância do cargo 33. A motivação é um princípio do direito administrativo que
público. justifica a vedação de aplicação retroativa de nova
interpretação de norma administrativa.
15. A estabilidade e o vitaliciamente vêm depois de
aprovação em estágio probatório. 34. A nacionalidade brasileira não é um dos requisitos
básicos para a investidura em cargo público, uma vez
16. A estabilidade, após três anos de efetivo exercício, é
que o estrangeiro também pode fazer concurso público,
regra aplicável aos servidores públicos, mas somente
conforme previsão constitucional.
para os ocupantes de cargos vitalícios.
35. A nomeação é ato de provimento de cargo e independe
17. A execução da executoriedade, como um dos atributos
da posse e do exercício para se completar.
do ato administrativo, depende de expressa previsão em
lei. 36. A partir de quatro anos da homologação do resultado,
cessa a eficácia do concurso público, não mais podendo
ser nomeados os candidatos remanescentes, à vista da cumprir as obrigações impostas pela Administração
ordem de classificação. Pública, independentemente da jurisdição.
37. A presunção de legitimidade é um atributo do ato 57. A tipicidade é um atributo do ato administrativo por meio
administrativo por meio do qual a Administração Pública do qual a Administração Pública possui a prerrogativa
possui a prerrogativa de impor aos administrados, de de impor aos administrados, de forma unilateral, suas
forma unilateral, suas determinações, desde que válidas determinações, desde que válidas e legais.
e legais. 58. A transferência é uma das formas de provimento de
38. A promoção é uma das formas de provimento de cargo cargo público.
público. 59. Absolvido em virtude de sentença judicial transitada em
39. A publicidade é um princípio do direito administrativo e julgado, o servidor público estável poderá perder o
que informa o princípio da proibição de aplicação cargo.
retroativa de nova interpretação de norma 60. Administrativamente, o Poder Público pode revogar os
administrativa. seus próprios atos por motivo de conveniência ou
40. A publicidade é um requisito de forma do ato oportunidade, respeitados os direitos adquiridos e
administrativo, e não, de moralidade. ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
41. A publicidade não é elemento formativo do ato; é 61. Agente Penitenciário é demitido do cargo público, em
requisito de eficácia e moralidade. processo administrativo disciplinar, sob alegação de que
42. A quitação com as obrigações militares, eleitorais e ele teria afrontado normas estatutárias, ao introduzir
fiscais é um dos requisitos básicos para a investidura em telefone celular no presídio. No processo penal
cargo público. instaurado pelas mesmas razões, o agente penitenciário
43. A readaptação é o retorno à atividade de servidor foi absolvido por ausência de provas. Pleiteou então, o
aposentado por invalidez, quando, por junta médica agente, reintegração no cargo público, o que foi negado
oficial, forem declarados insubsistentes os motivos da pela Administração Pública, sob alegação de que a
aposentadoria. interdependência entre as esferas penal e administrativa
resulta que nenhuma decisão penal absolutória possa
44. A readaptação é uma das formas de provimento de influir na esfera administrativa, a não ser que a
cargo público. Administração Pública seja parte em ambos os
45. A recondução é a reinvestidura do servidor estável no processos.
cargo anteriormente ocupado, ou no cargo resultante de 62. Apenas a culpa exclusiva da vítima é causa excludente
sua transformação, quando invalidada a sua demissão da responsabilidade civil do Estado.
por decisão administrativa ou judicial, com
ressarcimento de todas as vantagens. 63. Apenas a primeira investidura em cargo ou emprego
público depende de aprovação prévia em concurso
46. A recondução não é uma das formas de provimento de público de provas ou de provas e títulos.
cargo público.
64. Aposentadoria; é uma hipótese de vacância do cargo
47. A reintegração é a reinvestidura do servidor estável no público.
cargo anteriormente ocupado, ou no cargo resultante de
sua transformação, quando invalidada a sua demissão 65. Aptidão física e cognitiva é um dos requisitos básicos
por decisão administrativa ou judicial, com para a investidura em cargo público, exigível também
ressarcimento de todas as vantagens. para o emprego público.
48. A reintegração é uma das formas de provimento de 66. As empresas estatais não estão submetidas à
cargo público. responsabilização objetiva.
49. A remuneração dos cargos do Poder Legislativo e do 67. As funções de confiança não têm natureza indenizatória,
Poder Judiciário não poderão ser superiores aos pagos mas, sim, retributiva.
pelo Poder Executivo. 68. As funções de confiança, exercidas exclusivamente por
50. A reversão é a investidura do servidor em cargo de servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em
atribuições e responsabilidades compatíveis com a comissão, a serem preenchidos por servidores de
limitação que tenha sofrido em sua capacidade física ou carreira nos casos, condições e percentuais mínimos
mental verificada em inspeção médica. previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de
51. A reversão não é uma das formas de provimento de direção, chefia e assessoramento. Isso equivale a dizer
cargo público. que todas as funções comissionadas são de chefia.
52. A revisão geral da remuneração dos servidores públicos 69. As leis e os atos administrativos em geral gozam, no
far-se-á sempre na mesma data, admitindo-se índices ordenamento jurídico brasileiro, da presunção de
diferenciados para os servidores civis e militares. legalidade, a qual nenhum julgador pode,
monocraticamente, afastar.
53. A segurança jurídica é um dos princípios de direito que
se aplica à atividade administrativa e que dá sentido à 70. As licenças para trato de interesses particulares
proibição de aplicação retroativa de nova interpretação inserem-se no chamado poder discricionário do
de norma administrativa. administrador público, ou seja, a autoridade não está
obrigada a concedê-la quando a necessidade do serviço
54. A seguridade social compreende um conjunto integrado assim o justificar.
de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da
sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à 71. As modalidades da licitação se restringem à
saúde, à previdência e à assistência social. concorrência, tomada de preços e convite.
55. A supremacia do interesse público é um dos princípios 72. Ascensão é forma ilegítima de provimento em cargo
fundamentais do direito administrativo, sendo base público.
essencial que impede a Administração Pública de 73. Ato administrativo é sinônimo de ato material.
retroagir para aplicar a uma norma administrativa nova 74. Ato administrativo é toda prescrição, juízo ou
hermenêutica. conhecimento, que se predispõe à produção de efeitos
56. A tipicidade corresponde ao atributo do ato jurídicos, expedida pelo Estado ou por quem lhe faça as
administrativo por meio do qual os administrados devem vezes, no exercício de suas prerrogativas e como parte
interessada numa relação, estabelecida na
conformidade ou compatibilidade da lei, sob o 95. Em virtude de sentença judicial condenatória e
fundamento de cumprir finalidades assinaladas no transitada em julgado, o servidor público estável poderá
sistema normativo, sindicável pelo Judiciário. perder o cargo.
75. Cargo público depende de prévia aprovação em 96. Enquanto os atos administrativos são passíveis de
concurso público para que haja a investidura do agente anulação e revogação, de acordo com a ordem jurídica,
público. os fatos da administração gozam de presunção de
76. Caso o readaptando se mostre incapaz para o serviço legitimidade e se enquadram nos ditames da
público, a readaptação não pode se convolar em direito discricionariedade.
à aposentadoria. 97. Estabilidade e efetividade são conceitos jurídicos
77. Cite um exemplo de cláusula exorbitante. idênticos, correspondendo à situação do servidor
78. Como se chama o atributo do ato administrativo por aprovado em estágio probatório.
meio do qual se verifica a existência de figurações ou 98. Estabilidade se dá no cargo público efetivo.
padrões definidos previamente na lei como aptas a 99. Exemplo de um ato jurídico-material: dar aula.
produzir determinados resultados?
100. Exoneração é uma hipótese de vacância do cargo
79. Compete exclusivamente à União legislar sobre público.
previdência social, proteção e defesa da saúde.
101. Fato administrativo é conceito mais amplo do que o de
80. Competência, forma, finalidade, motivo e objeto ato administrativo. É uma atividade material no exercício
constituem análise ontológica do ato administrativo. da função administrativa que visa efeitos práticos para a
81. Concurso é a modalidade de licitação entre interessados Administração.
do ramo pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não. 102. Faz parte do contrato administrativo as cláusulas
82. Constitui forma de provimento derivado de cargo exorbitantes.
público, não recepcionada pela Constituição Federal: a 103. Frustrar a licitude de processo licitatório ou dispensa-lo
ascensão. indevidamente constitui ato de improbidade
83. Correto e legal é o ato da administração que, administrativa.
classificando e contratando quem comprova 104. Função pública depende de prévia aprovação em
preenchimento dos requisitos do edital, apresenta a concurso público para que haja a investidura do agente
proposta mais vantajosa. público.
84. De maneira geral, eficiência significa fazer acontecer 105. Invalidada por sentença judicial a demissão do servidor
com racionalidade, o que implica medir os custos que a estável, será ele reintegrado, e o eventual ocupante da
satisfação das necessidades públicas importam em vaga, se estável, reconduzido ao cargo de origem, sem
relação ao grau de utilidade alcançado. Assim, o direito a indenização, aproveitado em outro cargo ou
princípio da eficiência orienta a atividade administrativa posto em disponibilidade com remuneração proporcional
no sentido de se conseguirem os melhores resultados ao tempo de serviço.
com os meios escassos de que se dispõe e a menor 106. Investido no mandato de Vereador, havendo
custo. Rege-se, pois, pela regra de consecução do compatibilidade de horários, o servidor público da
maior benefício com o menor custo possível. administração direta, autárquica e fundacional perceberá
85. Demissão é a exclusão do servidor como medida as vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem
sancionatória. prejuízo da remuneração do cargo eletivo.
86. Diante da substância dos contratos administrativos, 107. Leilão é a modalidade de licitação entre quaisquer
deve-se observar a equação econômico-financeira do interessados para a venda de bens móveis inservíveis
ajuste. para a administração ou de produtos legalmente
87. É assegurada a participação dos trabalhadores e apreendidos ou penhorados, ou para a alienação de
empregadores nos colegiados dos órgãos públicos em bens imóveis.
que seus interesses profissionais, previdenciários ou 108. Mediante processo administrativo em que lhe seja
fiscais sejam objeto de discussão e deliberação. assegurada ampla defesa o servidor público estável
88. É ato ilícito, contra a Administração, dispensar ou inexigir poderá perder o cargo.
licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de 109. Motivo é o pressuposto de fato e de direito que
observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à fundamenta a produção do ato administrativo.
inexigibilidade.
110. Na executoriedade do ato administrativo o meio
89. É autorizada a criação de outras modalidades de coercitivo é direto, podendo-se utilizar, caso necessário,
licitação ou a combinação das referidas na respectiva a força para que se possa observar a obrigação imposta
lei. pela Administração. Na exigibilidade, o meio coercitivo é
90. É correto dizer que a ascensão é uma hipótese de indireto, tais como, por exemplo, multa ou outras
vacância do cargo público. penalidades administrativas impostas em caso do
91. É correto dizer que a readaptação é uma hipótese de descumprimento do ato.
vacância do cargo público. 111. Na tomada de preços, dentre outros requisitos, é
92. É um atributo por meio do qual o ato administrativo pode permitida a participação de qualquer interessado e a
ser posto em execução pela própria administração sem presença de contratos de grande vulto.
a necessidade de intervenção do Estado-juiz... 112. Não há razoabilidade para se fixar limitação de idade
93. Em qualquer caso que exija o afastamento para o para o cargo público de professor.
exercício de mandato eletivo, seu tempo de serviço será 113. Não pode ser invocado o princípio da isonomia com o
contado para todos os efeitos legais, sem exceção. pretexto de se obter benefício ilegalmente concedido a
94. Em razão das peculiaridades do contrato administrativo, outros servidores.
deve ele ser celebrado com os particulares, os quais 114. Negar publicidade aos atos oficiais constitui ato de
poderão ser pessoas físicas ou jurídicas. improbidade administrativa.
115. No sistema jurídico brasileiro, a responsabilidade civil da
Administração Pública é predominantemente objetiva.
116. O agente público é uma pessoa física a quem se pode 135. O motivo, em direito administrativo, deve sempre vir
atribuir responsabilidades, deveres, obrigações. Dessa especificado em lei.
noção é que se pode extrair a noção de cargo público. 136. O nível de escolaridade exigido para o exercício do
117. O aproveitamento é uma das formas de provimento de cargo é um dos requisitos básicos para a investidura em
cargo público. cargo público, em face da aplicação do princípio da
118. O ato administrativo corresponde à manifestação proporcionalidade e da razoabilidade.
unilateral da vontade da Administração Pública que, 137. O objeto do contrato administrativo pode ser, dentre
agindo nessa qualidade, tenha por fim imediato adquirir, outros, o uso de bem público ou a prestação de serviços
resguardar, transferir, modificar, extinguir e declarar públicos.
direitos, ou impor obrigações aos administrados ou a si 138. O Poder Judiciário, conquanto esteja, via de regra,
própria. impedido de adentrar no mérito do ato administrativo,
119. O ato administrativo é uma manifestação unilateral da pode examinar a pretensão deduzida na impetração no
volição da Administração. sentido de se discutir a sua legalidade.
120. O ato administrativo, para que seja válido, deve 139. O pressuposto de direito é a previsão abstrata dos
observar, entre outros, o princípio da impessoabilidade, motivos para a produção do ato administrativo.
licitude e publicidade, fundindo-se na chamada 140. O Princípio da Eficiência impõe ao servidor público
motivação dos atos administrativos, que é o conjunto conduta diligente, competente, econômica, com
das razões fáticas ou jurídicas determinantes da qualidade e sem burocracia.
expedição do ato. 141. O princípio da legalidade está definido na Constituição
121. O ato emanado da autoridade administrativa reveste-se Federal quando esta declara que ninguém será
de presunção de legalidade, e assim permanece obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão
enquanto não demonstrada a desconformidade com o em virtude de lei.
ordenamento jurídico. 142. O princípio da legalidade, aplicado à Administração
122. O ato jurídico é manifestação de vontade. Essa noção é Pública, significa que ao Agente Público é permitido
mais ampla do que negócio jurídico e, nesse ensejo, fazer tudo o que a lei não proíba.
pode-se afirmar que todo ato administrativo é ato 143. O princípio da moralidade consta expressamente das
jurídico. Constituições brasileiras, desde o império.
123. O atributo do ato administrativo consistente na 144. O princípio ou regra de moralidade da administração
prerrogativa da Administração Pública de impor pública pode ser definido como aquele que determina
unilateralmente suas determinações válidas e dentro da que os atos realizados pela administração pública, ou
legalidade é conhecido por exigibilidade. por ela delegados, são imputáveis não ao funcionário
124. O cargo em comissão depende de prévia aprovação em que os pratica, mas ao órgão ou entidade administrativa
concurso público para que haja a investidura do agente em nome do qual age o funcionário.
público. 145. O provimento de cargos públicos, a remuneração e a
125. O cargo público é o conjunto de atribuições e estruturação dos cargos em carreiras no serviço público
responsabilidades previstas ou não na estrutura são matérias reservadas à lei, mas o edital pode dispor
organizacional que devem ser cometidas a um agente de maneira diversa, por cuidar-se de ato vinculado.
público. 146. O provimento do cargo público de professor titular
126. O cargo público é uma incumbência que o Estado atribui depende de aprovação em concurso de provas e títulos,
a uma pessoa física, que é o órgão público. ser preenchido somente por pessoa de congênita
127. O contrato administrativo, em face de sua natureza, nacionalidade brasileira.
deve observar em tudo o regime jurídico das leis civis, 147. O que difere o ato administrativo do ato jurídico?
objeto do direito privado. 148. O servidor público efetivo e estável pode ser exonerado
128. O convite, entre outras características, é destinado a “ad nutum”.
contratos de pequeno vulto e a facultar a participação de 149. O servidor público estável só perde o cargo mediante
cadastrados, que manifestem interesse com processo administrativo.
antecedência de até 24 horas da apresentação das 150. O sistema público de previdência social é fundamentado
propostas. no princípio da solidariedade, contribuindo os ativos para
129. O direito administrativo tem por objeto o estudo do financiar os benefícios pagos aos inativos.
conjunto das normas e dos princípios que regulam os 151. O valor da pensão por morte corresponderá à totalidade
atos editados somente no âmbito do Poder Executivo. dos vencimentos ou proventos do servidor falecido,
130. O efeito jurídico produzido pelo ato é um atributo (por podendo ultrapassar o teto constitucional.
exemplo, objeto ou forma) e um requisito (por exemplo, 152. Os atos administrativos compreendem apenas os atos
imperatividade), independentemente da concordância jurídicos de direito público.
dos administrados. 153. Os atos administrativos gozam de presunção de
131. O emprego público depende de prévia aprovação em legitimidade, veracidade e de legalidade, não sendo
concurso público para que haja a investidura do agente possível, de forma alguma, seu eventual afastamento
público. por antecipação de tutela, com flagrante ofensa ao
132. O gozo dos direitos políticos é um dos requisitos básicos princípio do devido processo legal.
para a investidura em cargo público, tanto para 154. Os atos discricionários da Administração Pública não
brasileiros natos quanto para os brasileiros precisam ser motivados, não se lhes aplicando o
naturalizados. princípio face à liberdade concedida aos
133. O motivo do ato administrativo corresponde aos fatos Administradores.
concretos que deram ensejo à prática do referido ato. 155. Os cargos públicos, acessíveis a todos os brasileiros e a
134. O motivo e a motivação do ato administrativo alguns estrangeiros, são criados por lei, com
correspondem ao móvel ou à intenção do agente que denominação própria e vencimentos pagos pelo erário,
praticou o referido ato. para provimento em caráter efetivo ou em comissão.
156. Os débitos de natureza alimentícia compreendem em estágio probatório relativo a outro cargo; b)
aqueles decorrentes de salários, vencimentos, reintegração do anterior ocupante.
proventos, pensões e suas complementações, 176. Remoção é o deslocamento do servidor, a pedido ou de
benefícios previdenciários e indenizações por morte ou ofício, no âmbito do mesmo quadro, com ou sem
invalidez, fundadas na responsabilidade civil, em virtude mudança de sede.
de sentença transitada em julgado. 177. Reversão é o retorno à atividade de servidor
157. Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios instituirão aposentado por invalidez, quando, por junta médica
contribuição, cobrada de seus servidores, para o oficial, forem declarados insubsistentes os motivos da
custeio, em benefício destes, do regime previdenciário, aposentadoria.
cuja alíquota poderá ser inferior à da contribuição dos 178. São fases da licitação: abertura – habilitação –
servidores titulares de cargos efetivos da União. julgamento – classificação – homologação –
158. Os fatos administrativos não se preordenam à produção adjudicação.
de qualquer efeito jurídico, traduzem mero trabalho ou 179. São fases do ato de provimento originário: aprovação
operação técnica do agente público. em concurso público, nomeação, investidura, exercício.
159. Os servidores de empresas públicas e sociedades de 180. São próprios da concorrência pública, entre outros, os
economia mista enquadram-se genericamente como contratos de vulto médio e a participação de
servidores públicos, considerando-se que prestam interessados previamente cadastrados.
concurso público e lhes é vedado acumular cargos ou 181. Somente as universidades e instituições de pesquisa
empregos público, submetendo-se, ainda, à científica e tecnológica federais poderão prover seus
responsabilidade por atos de improbidade administrativa cargos com professores, técnicos e cientistas
e a responderem a ação popular. estrangeiros, de acordo com a Lei 8.112, de 1990.
160. Para efeito de benefício previdenciário, no caso de 182. Tendo a inspeção médica constatado as limitações
afastamento do servidor público para exercer cargo laborativas de servidor, configura-se, em concreto, a
eletivo, os valores serão determinados como se no hipótese legal da readaptação, direito do funcionário
exercício estivesse. público civil da União.
161. Para o primeiro período aquisitivo de férias serão 183. Tomada de preços é a modalidade de licitação entre
exigidos 12 (doze) meses de exercício. interessados devidamente cadastrados ou que
162. Perceber vantagem econômica para intermediar a atenderem a todas as condições exigidas para
liberação ou aplicação de verba pública de qualquer cadastramento até o terceiro dia anterior à data do
natureza constitui ato de improbidade administrativa. recebimento das propostas, observada a necessária
163. Permitir ou facilitar a aquisição, permuta ou locação de qualificação.
bem ou serviço por preço superior ao de mercado 184. Tomada de preços é a modalidade de licitação entre
constitui ato de improbidade administrativa. quaisquer interessados que, na fase inicial de
164. Pode-se dizer que o motivo legal corresponde à habilitação preliminar, comprovem possuir os requisitos
previsão abstrata dos fatos concretos que deram ensejo mínimos de qualificação exigidos no edital para
à prática do ato administrativo. execução de seu objeto.
165. Pode-se dizer que, no Brasil, existe o contencioso 185. Transferência é a passagem do servidor estável de
administrativo. cargo efetivo para outro de igual denominação,
166. Por procedimento de avaliação periódica de pertencente a quadro de pessoal diverso, de órgão ou
desempenho insuficiente, assegurada ampla defesa, o instituição do mesmo Poder.
servidor público estável poderá perder o cargo. 186. Transferência é uma hipótese de vacância do cargo
167. Prescreve, em cinco anos, o próprio direito de se insurgir público.
quanto à legalidade do ato de reversão ao serviço 187. Tratando-se de mandato eletivo federal, estadual ou
público, ao fundamento de não haver o servidor distrital, o servidor público da administração direta,
reassumido cargo de igual natureza. autárquica e fundacional, bem assim das empresas
168. Presunção de legitimidade corresponde a um dos públicas ficará afastado de seu cargo, emprego ou
atributos do ato administrativo por meio do qual os atos função.
administrativos se impõem a terceiros, 188. Uma Prefeitura realizou concurso público para
independentemente de sua concordância. provimento dos cargos públicos de escriturário. O edital
169. Promoção é uma hipótese de vacância do cargo do concurso exigia que o candidato tivesse o 2.º Grau
público. completo. Após 10 anos da nomeação dos candidatos
aprovados, necessitando a Prefeitura prover,
170. Quais são os requisitos do ato administrativo?
urgentemente, cargos de advogado, realizou concurso
171. Qual o princípio da Administração Pública não pode interno entre os escriturários que tivessem completado o
conceder direitos, criar obrigações ou impor vedações curso de direito. Esse procedimento não está correto
por meio de ato administrativo, senão por lei? porque isso caracterizaria readaptação de cargo,
172. Qualquer servidor público investido no mandato de possível apenas se previsto no edital do primeiro
Prefeito, será afastado do cargo, emprego ou função, concurso.
sendo-lhe facultado optar pela sua remuneração. 189. Vencimento é a retribuição pecuniária pelo exercício de
173. Quando se fala que o administrador não deve apenas cargo público, com valor fixado em lei.
cumprir a lei formalmente, mas substancialmente,
estamos diante de qual princípio da Administração
Pública?
174. Readaptação é a investidura do servidor em cargo de
atribuições e responsabilidades compatíveis com a
limitação que tenha sofrido em sua capacidade física ou
mental verificada em inspeção médica.
175. Recondução é o retorno do servidor estável ao cargo
anteriormente ocupado e decorrerá de: a) inabilitação
GABARITO impessoalidade, expresso no caput do art. 37 da
Constituição. Muitos autores, inclusive, aludem ao
fato de que existe um princípio administrativo da
1. CERTO. finalidade implícito no próprio texto constitucional, e
2. ERRADO, pois os portugueses equiparados e que ele seria nada mais do que um dos
estrangeiros possuem acessibilidade, na forma da desdobramentos do princípio expresso da
lei. Ademais, é possível um estrangeiro ter um cargo impessoalidade. Ambos - finalidade e
público no Brasil... impessoalidade – estabelecem a exigência de que
3. ERRADO. toda e qualquer atuação dos agentes públicos vise
4. CERTO. exclusivamente à tutela do interesse público,
5. CERTO. decorrente das disposições da lei, e não de suas
opiniões ou paixões.
6. ERRADO.
22. ERRADO, pois não se pode dizer que a
7. ERRADO. Tal hipótese diz respeito, por exemplo, à
precariedade, ou seja, a temporalidade é sempre.
nomeação.
23. ERRADO.
8. ERRADO. A auto-executoriedade não possui esse
enfoque de impelir os administrados de imputar 24. ERRADO, pois na imperatividade a obrigação de
obediência. A auto-executoriedade diz respeito cumprir o ato administrativo independe da vontade
somente à autorização dada por lei por meio da qual dos administrados.
a Administração põe em execução um ato 25. ERRADO. Não se trata de imperatividade, mas de
administrativo, independentemente de autorização AUTO-EXECUTORIEDADE.
judicial. Assim sendo, fala-se apenas em execução 26. CERTO.
do ato administrativo. A resposta certa da questão é 27. ERRADO, pois tais elementos pertencem ao
exigibilidade, pois fala-se em “compelir”, ou seja, conceito de RAZOABILIDADE, o que Suzana de
em coagir o destinatário do ato administrativo à Toledo Barros também chama de
obediência em relação à obrigação imposta pelo ato PROPORCIONALIDADE.
administrativo. 28. ERRADO.
9. ERRADO, pois tal atributo corresponde à
29. ERRADO.
imperatividade.
10. CERTO. 30. ERRADO, pois ocorrerá com a posse.
11. CERTO. 31. ERRADO, pois não existem somente esses
princípios das licitações. Além disso cabem
12. CERTO. também a probidade administrativa aos
13. ERRADO, pois assegura sim... administradores públicos.
14. ERRADO. 32. ERRADO, vide Lei 8.666, de 1993, art. 1º, parágrafo
15. ERRADO. único.
16. ERRADO, pois é somente para os ocupantes de 33. ERRADO.
cargos efetivos. 34. ERRADO.
17. CERTO. Inclusive tal característica do ato 35. ERRADO.
administrativo corresponde a um dos seus 36. CERTO.
atributos.
37. ERRADO, pois tal atributo corresponde à
18. CERTO. imperatividade.
19. CERTO. Inclusive é exatamente esse o conceito de 38. CERTO.
exigibilidade como um dos atributos do ato
administrativo. 39. ERRADO.
20. ERRADO. 40. ERRADO.
21. CERTO. Devemos reconhecer que a redação do 41. ERRADO.
enunciado está um pouco truncada. Apesar disso, é 42. ERRADO.
bastante claro que a questão exige que o candidato 43. ERRADO. Trata-se de reversão.
faça uma relação lógica entre um requisito dos atos 44. CERTO.
administrativos – a finalidade – e um princípio 45. ERRADO. Trata-se de reintegração.
fundamental da Administração Pública. Como
46. ERRADO.
sabemos, os atos administrativos apresentam cinco
elementos, ou requisitos de validade, básicos: (1) 47. CERTO.
competência; (2) finalidade; (3) forma; (4) motivo; e 48. CERTO.
(5) objeto.O requisito finalidade determina que todo 49. ERRADO, pois tal regra trata dos vencimentos e não
ato administrativo, para ser válido, deve ter por fim o da remuneração.
interesse público. A finalidade dos atos 50. ERRADO. Trata-se de readaptação.
administrativos – tutela do interesse público – é 51. ERRADO.
requisito sempre vinculado, encontrando-se
explícito ou implícito (o que é mais comum) na lei 52. ERRADO.
que determina ou autoriza sua prática. Aí está a 53. CERTO.
ligação entre o requisito e o princípio: a finalidade 54. CERTO.
está sempre prevista na lei, ou seja, são irrelevantes 55. ERRADO.
as opiniões, preferências ou vontades da pessoa do 56. ERRADO. Tal atributo do ato administrativo
agente público. Em poucas palavras, a atuação do corresponde à EXIGIBILIDADE, a qual corresponde
agente público deve ser impessoal, sem o escopo à criação de obrigações aos administrados
de favorecer, prejudicar, beneficiar ou perseguir independentemente de coerção judicial ou legal.
quem quer que seja. O requisito finalidade, portanto,
vincula-se intimamente ao princípio da 57. ERRADO, pois tal atributo corresponde à
imperatividade.
58. ERRADO. 99. ERRADO. Dar aula não produz qualquer efeito
59. ERRADO. jurídico imediato. Por isso não é ato jurídico, mas
60. CERTO. sim fato civil.
61. ERRADO. São independentes as esferas 100. CERTO.
administrativa e penal e a absolvição penal não 101. CERTO. OBS: efeitos práticos e não efeitos
reconhecera a inexistência do fato ou a negativa de jurídicos.
autoria. 102. CERTO. Inclusive é exatamente isso que difere os
62. ERRADO. contratos administrativos dos privados.
63. ERRADO. 103. ERRADO.
64. CERTO. 104. ERRADO.
65. CERTO. 105. CERTO.
66. ERRADO. Mesmo que de forma supletiva, existe sim 106. CERTO.
a responsabilidade civil objetiva do Estado aplicável 107. CERTO.
às empresas estatais. 108. CERTO.
67. CERTO. 109. CERTO.
68. ERRADO.
110. CERTO.
69. CERTO.
111. ERRADO. Veja a Lei 8.666, de 1993, art. 22.
70. CERTO.
112. CERTO.
71. ERRADO, vide Lei 8.666, de 1993, art. 22. São
113. CERTO.
modalidades de licitação: concorrência, tomada de
preços, convite, concurso e leilão. 114. CERTO.
72. CERTO. 115. CERTO.
116. CERTO.
73. ERRADO. O ato adm é matéria de direito adm. O ato
material é matéria de direito civil. 117. CERTO.
74. CERTO. 118. CERTO.
75. CERTO. 119. CERTO.
76. ERRADO. Readaptação é a investidura do servidor 120. CERTO.
em cargo de atribuições e responsabilidades 121. CERTO.
compatíveis com a limitação que tenha sofrido em 122. CERTO.
sua capacidade física ou mental verificada em
123. ERRADO, pois tal atributo corresponde à
inspeção médica..
imperatividade.
77. Alteração unilateral ou controle do contrato ou
124. ERRADO.
imposição de penalidades ou impossibilidade de o
particular não poder invocar a exceção do contrato 125. ERRADO.
não cumprido. 126. ERRADO, pois não se confundem os conceitos de
78. Tipicidade. pessoa física (agente público) com órgão público
(centro de competências).
79. ERRADO. A competência é privativa.
127. ERRADO, pois o art. 1º da Lei 8.666, de 1993, diz que
80. ERRADO, análise axiológica. a natureza jurídica do contrato administrativo é de
81. ERRADO, pois se trata de convite, nos termos da direito público, aplicando-se, SUPLETIVAMENTE, se
Lei 8.666, de 1993, art. 22, §3º. for caso e quando puder, as normas e princípios da
82. CERTO. teoria geral dos contratos conforme as disposições
83. CERTO. do direito privado.
84. CERTO. 128. CERTO. Veja a Lei 8.666, de 1993, art. 22.
85. CERTO. 129. ERRADO. O direito administrativo é muito mais
86. CERTO. abrangente do que isso. Pode-se encontrar a
atividade adm em todos os poderes republicanos e
87. ERRADO. “Fiscais” não entra... em todos os níveis federativos.
88. ERRADO, pois a Lei 8.666, de 1993, define tal
130. ERRADO. Objeto e forma não são requisitos, mas
conduta como crime, no seu art. 89.
sim elementos (requisitos) do ato adm.
89. ERRADO. Tal hipótese é VEDADA na Lei de
Licitações e Contratos (vide art. 22, §8º). 131. CERTO.
90. ERRADO, pois não se trata mais de tal tema na lei. 132. CERTO.
91. CERTO. 133. CERTO.
134. ERRADO. Móvel ou intenção dizem respeito
92. Auto-executoriedade.
somente à motivação.
93. ERRADO, pois exceto para promoção por
merecimento. 135. ERRADO. O motivo não tem como base a lei, mas o
fato social específico, onde se encontra a
94. CERTO.
necessidade social.
95. CERTO.
136. CERTO.
96. ERRADO. Os fatos da administração não geram
137. CERTO.
quaisquer efeitos jurídicos.
138. CERTO.
97. ERRADO. A efetividade é o tipo de vínculo que o
agente público estabelece com a Administração 139. CERTO.
Pública.
98. ERRADO, pois se dá no serviço público.
140. ERRADO, pois o gabarito considerou que a 178. CERTO. Inclusive a Fundação Carlos Chagas
burocracia é necessária, o que não se pode ter é considera a homologação anterior à adjudicação.
excesso de burocracia. 179. ERRADO. Note que a questão não disse que tipo de
141. CERTO. provimento originário. O provimento originário para
142. ERRADO. juiz, pelo quinto constitucional, independe de
143. CERTO. concurso.
144. ERRADO. 180. ERRADO. Veja a Lei 8.666, de 1993, art. 22.
145. ERRADO, pois o edital não pode dispor sobre tais 181. CERTO.
temáticas. 182. CERTO.
146. ERRADO. 183. CERTO, conforme o art. 22, §2º, da Lei 8.666, de
147. Os atributos do ato administrativo, pois tais 1993.
características não aparecem nos atos jurídicos de 184. ERRADO, pois trata-se da concorrência.
direito privado. Lembrem-se: os atributos do ato 185. ERRADO, pois tal instituto não existe mais no
administrativo são os seguintes: PRESUNÇÃO DE ordenamento jurídico.
LEGITIMIDADE, AUTO-EXECUTORIEDADE e 186. ERRADO, pois não se trata mais de tal tema na lei.
IMPERATIVIDADE. 187. ERRADO.
148. CERTO, pois a banca examinadora considerou a 188. ERRADO, o procedimento de fato não está correto,
hipótese de o servidor ocupar uma função mas a análise não é essa, pois não existe concurso
comissionada, hipótese que se aplica ao caso. interno.
149. ERRADO. 189. CERTO.
150. CERTO.
151. ERRADO.
152. ERRADO. Compreendem também os atos jurídicos
do direito privado.
153. ERRADO, pois o Judiciário pode afastar a
presunção de legalidade e veracidade diante de
evidências concretas e inequívocas de plena
ilicitude.
154. CERTO.
155. CERTO.
156. CERTO.
157. ERRADO, pois a alíquota não será inferior à da
contribuição dos servidores titulares de cargos
efetivos da União.
158. CERTO.
159. CERTO.
160. CERTO.
161. CERTO.
162. ERRADO.
163. ERRADO.
164. CERTO.
165. ERRADO.
166. CERTO.
167. CERTO. Reversão é o retorno à atividade de
servidor aposentado por invalidez, quando, por
junta médica oficial, forem declarados
insubsistentes os motivos da aposentadoria.
168. ERRADO, pois é a IMPERATIVIDADE que
corresponde a um dos atributos do ato
administrativo por meio do qual “os atos
administrativos se impõem a terceiros,
independentemente de sua concordância”.
169. CERTO.
170. Competência, finalidade, forma, motivo e objeto.
171. Princípio da Legalidade.
172. ERRADO. A CF, no seu art. 38, assim diz: Ao
servidor público da administração direta, autárquica
e fundacional, no exercício de mandato eletivo...
173. Princípio da Moralidade.
174. CERTO.
175. CERTO.
176. CERTO.
177. CERTO.