Você está na página 1de 5

RELATÓRIO TÉCNICO

BANCO DO LIVRO - CURVELO/MG


FEVEREIRO A ABRIL
2009

INTRODUÇÃO

O Banco do Livro é um projeto realizado pelo Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD),
em parceria com a Prefeitura Municipal de Curvelo, que cede o espaço e um educador. Hoje, o Banco
do Livro conta com um acervo de quinze mil exemplares, abrangendo uma vasta coleção de
conteúdos.

Atualmente, o Banco tem-se voltado exclusivamente para ações destinadas à ampliação do acervo por
meio de mobilização comunitária, atendimento para a realização de trocas de livros e realização de
exposições, visando estimular a leitura.

PERFIL DA EQUIPE

O Banco do Livro conta hoje com a coordenação e um educador do CPCD, além de uma educadora
cedida pela Prefeitura Municipal de Curvelo. Infelizmente, a educadora cedida não domina a
informática, o que dificulta o desenvolvimento das atividades. Visando contribuir com as ações do
Banco do Livro, contamos com a participação de um segundo funcionário público, que tem contribuído
para manter o acervo em ordem e o sistema digital atualizado.

Banco do Livro - Curvelo/MG 1


ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

 Troca de livros

Neste primeiro trimestre, realizamos diversas trocas, principalmente para alunos da Rede Pública de
Ensino e para professores. Além desse público, temos recebido a visita de pessoas da comunidade que
gostam de ler romances e de autônomos que oferecem serviços para o reforço escolar. Também temos
tido a visita de pais que trazem seus filhos para trocar livros, com o objetivo de estimular a leitura.
Paralelamente às trocas, temos recebido ainda diversas doações de pessoas que conheceram o
trabalho e desejam contribuir para o seu sucesso.

 Exposições

Finalizamos no mês de março a exposição sobre Paulo Freire, que contou com mais de duzentos
visitantes, entre professores e alunos da rede particular e privada. Para o primeiro trimestre, estamos
montando uma exposição sobre os autores curvelanos. O objetivo é valorizar a cultura local e
estimular a leitura de livros da região. Estamos mobilizando todos os escritores e a Academia de Letras
do município para que o evento atinja a todos.

 Mobilização Comunitária

Por intermédio da mídia e de visitantes do Banco do Livro, estamos mobilizando a comunidade local
para ampliar o acervo do Banco. Neste ano, só no primeiro trimestre, conseguimos a doação de 780
livros, revistas e apostilas. Com a mobilização da comunidade, objetivamos ampliar o acervo,
possibilitando que a população tenha um espaço de boa qualidade para subsidiar estudos, pesquisas
e momentos de lazer.

Banco do Livro - Curvelo/MG 2


AVANÇOS OBTIDOS

 Índices quantitativos
Durante este trimestre alcançamos os seguintes resultados:

Doações recebidas - livros, revistas e apostilas


fevereiro a abril - 2009

350
320

300

247
250 239

200

150

100

50

0
fevereiro março abril maio junho julho

Trocas efetuadas - livros, revistas e apostilas


fevereiro a abril - 2009

400
378

350

300

247
250

200
168

150

100

50

0
fevereiro março abril maio junho julho

Banco do Livro - Curvelo/MG 3


 Índices qualitativos

Mediante as ações desenvolvidas, alcançamos os seguintes resultados qualitativos:

 Inclusão social possibilitada pelo acesso a livros.


 Incentivo à leitura.
 Apropriação da cultura local.
 Subsídio a pesquisas da literatura local.
 Valorização dos autores regionais.
 Dinamização da circulação de livros.

DIFICULDADES ENCONTRADAS

Neste início de ano, não encontramos grandes dificuldades. Estamos preocupados em estimular a
leitura a partir de ações de mobilização da população e de órgãos de educação. Ainda não obtivemos
grandes resultados com as escolas, mas esse é o objetivo do próximo trimestre.

BREVE SÍNTESE

A inclusão social a partir da leitura tem sido o grande objetivo do Banco do Livro. A valorização do
livro, dos escritores locais, de textos e poetas que traduzem o sentimento do homem do sertão, em
prosa e verso, tem sido o instrumento para driblar a marginalização do cidadão, que muitas vezes está
no centro geográfico do município e até mesmo no topo das classes econômicas mais favoráveis.
Acreditamos que ter acesso à cultura e à educação é direito de todos.

Alexandre Rodrigues de Morais - Coordenador

Banco do Livro - Curvelo/MG 4


www.cpcd.org.br

Banco do Livro - Curvelo/MG 5