Você está na página 1de 6

CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ

ATA Nº 30/2009
SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES
DO CHUI, aos vinte e oito dias do mês de julho do ano de dois mil e nove,
presente os senhores vereadores: Hugo David Gonzáles Borges, Presidente,
Carlos Henrique Segóvia, Elisangela Caetano Martinez e Luis Alberto
Soares, PP; Alencar Rocha Borges, PT; José Eduardo Oliveira Lima, Paulo
Gustavo Zandonai e Valdaci Padão Garcia Campos, DEM e Vera Regina
Ramires Flores, PR. Havendo número legal foram abertos os trabalhos.
Lida a ata da sessão anterior. Aprovada por unanimidade.
EXPEDIENTE
Convite do Rotary Clube do Chui, Portal Brasil, para solenidade de
oficialização da fundação do clube e posse da diretoria, no dia 31 de julho do
corrente ano no Parador Chui, BR 471, a partir das 20 horas.
Relatório de Gestão Municipal em Saúde, composto das planilhas de
execução da receita e despesa, receita proveniente de impostos, demonstrativo
consolidado das despesas, conciliação bancária, demonstrativo das despesas e
extratos bancários referentes ao primeiro trimestre de dois mil e nove. O mesmo
já foi aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, conforme ata em anexo.
Oficio Nº 073/09 da Poder Executivo, em resposta ao Pedido de Informação Nº
017/2009 e Oficio Nº 060/2009, onde informa que o prazo de validade do último
concurso realizado pela Prefeitura do Chui é vinte e seis de junho de dois mil e
dez, além da relação dos aprovados, respectivas notas e classificação. Também
consta relação dos classificados para o cargo de motorista que foi alterada pelo
edital de re-ratificação Nº 001/2009.
Processo Nº 100/2009, Projeto de Lei Nº 050/2009, concede aumento de 5,58 %
nos vencimentos dos servidores municipais a titulo de revisão geral anual,
apresentado em 13 de julho do corrente ano.
Processo Nº 105/2009, Projeto de Lei Nº 055/2009, altera Artigo da Lei
Municipal Nº 422/2001, apresentado em 27 de julho do corrente ano. Comissão
de Constituição e Justiça.
Solicita 30 dias de licença, o Vereador Paulo Gustavo Zandonai, DEM, nos
termos do Regimento Interno, requer licença por interesse particular, pelo prazo
de 30 dias, a contar de 1º de agosto de 2009.
ORDEM DO DIA
Processo Nº 098/2009, Projeto de Lei 048/2009, autoriza o município do Chui a
repassar recursos para Azonasul para pagamento de contrapartida do projeto
regional de sinalização turística, aprovado na consulta popular do Corede-Sul
em 2008 e apresentado em 13 de julho do corrente ano. Parecer favorável.
Vereador Luis: Qual a verba da contrapartida e do município e quanto será
aplicado em nossa cidade?
Vereador Eduardo: O município do Chui entrará com R$ 4.000,00 e será
aplicado entre Santa Vitória do Palmar e Chui R$ 87.000,00.
Vereador Hugo: Sou favorável ao projeto bem como a todo e qualquer projeto
que possa beneficiar nossa cidade e nossa gente. E todo projeto que traga
CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ
recurso para o município será incluído na pauta de votação da casa em regime de
urgência.
Vereadora Elisangela: Sou favorável ao projeto, porém gostaria de saber qual é o
prazo para implantação da sinalização turística?
Vereador Eduardo: Já foi aprovado, só falta nossa contrapartida. Não tem data
certa para inicio da implantação, até porque as placas têm de ser confeccionadas
para depois serem instaladas. Mas acredito que não deva demorar.
Decisão: Aprovado por unanimidade.
Processo Nº 099/2009, Projeto de Lei Nº 049/2009, abre um crédito especial no
valor de R$ 4.000,00. Apresentado em 13 de julho do corrente ano. Parecer
favorável.
Decisão: Aprovado por unanimidade.
Processo Nº 100/2009, Projeto de Lei Nº 050/2009, concede aumento de 5,58 %
nos vencimentos dos servidores municipais a titulo de revisão geral anual,
apresentado em 13 de julho do corrente ano.
Vereador Carlos: Eu tinha cobrado em todas minhas entrevistas. Na verdade não
é aumento, é uma pequena reposição salarial. O prefeito, nas conversas que teve
conosco disse que não tem como dar um índice maior. Eu gostaria que fosse um
aumento de 15 ou 20 %, mas segundo nos passaram não tem orçamento. Então
só nos resta aprovar.
Vereador Alencar: Eu também gostaria que fosse um índice bem maior, mais
elevado, mas a Maria, da contabilidade da Prefeitura esteve na Câmara
conversando com os vereadores e explicou que não tem orçamento suficiente.
Inclusive eu já tinha recebido um oficio do executivo em resposta a minha
solicitação de informações.
Vereadora Elisangela: Fico triste por um lado, por ser só 5,58 %, pois lutei,
batalhei que fosse mais, não só para os conselheiros tutelares, mas também para
os servidores municipais. Gostaria que tivesse um aumento mais digno. Eu sei
que não é aumento e sim reposição, mas que tivessem aumento no seu salário
básico inicial. E sei que tenho de votar nesse projeto, pois talvez seja o único
que entre este ano de reposição salarial. Mas deixo aqui um pedido para que o
Prefeito veja no orçamento municipal se tem como repor o salário do
funcionalismo público e dos conselheiros tutelares. Coloco-me a disposição dos
conselheiros tutelares e dos servidores municipais para continuar tentando
pacificamente um entendimento com o executivo.
Vereador Hugo: 5,58 % foi o que conseguiu o executivo para seus servidores
públicos e para o Conselho Tutelar. E deve-se agradecer a Câmara de Vereadores
que conseguiram esse índice de reposição, pois impedimos que se fizessem
contratações indiscriminadas e criação de cargos e secretarias. Hoje o executivo
diz que não dispõe de recurso orçamentário para conceder uma reposição maior,
então imaginem se permitíssemos que contratassem? Certamente não teriam
como conceder reposição. E esse reajuste fica bem aquém da previsão inicial. O
executivo informa que teve queda de 10 % no seu orçamento. Se a reposição
prevista para os servidores era de 10 %, então deveria ficar em 9 % o reajuste,
CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ
haja vista a alegada queda na receita. 10 % de 10 são um. E não 3,42. A
justificativa não se justifica. Sobre o Conselho Tutelar, o mesmo é diferenciado
e possui orçamento próprio. Aproximadamente R$ 80.000,00. Nada impede que
seja dado aumento real como foi prometido. Aquela história de que viria a
reformulação, a reestruturação dos servidores municipais, para auxiliar aqueles
que recebem menos, não passou de conversa. Aquele trabalho, aquele estudo
aprofundado durante meses e meses, resultou num reajuste de apenas 5,58 %.
Vereador Carlos: O executivo levou meses estudando e acabou por oferecer
apenas 5,58 %. Isso beneficia apenas os que recebem mais.
Vereador Eduardo: Também gostaria que fosse um percentual maior e que fosse
aumentado o salário básico. Que o básico passasse para R$ 465,00. Hoje
estamos discutindo salário e em janeiro estaremos discutindo salário, pois o
salário mínimo vai subir para R$ 506,00. Mas é a reposição salarial que nos
permite o orçamento atual.
Vereador Hugo: Eu acho que houve um inchaço de cargos no executivo do Chui.
E nosso prefeito deveria se espelhar no exemplo de uma cidade pequena como a
nossa, onde o prefeito exonerou todos os secretários municipais, que eram os
que recebiam mais, e ficou somente com os diretores. Assim regularizou
rapidamente o problema do município. Aqui não precisa exonerar os secretários,
mas que elimine 20 % dos cargos de confiança e certamente poderá pagar
dignamente os servidores municipais. Ou faça a reestruturação do quadro
funcional. O que não podemos aceitar é que sempre estoure a corda no lado dos
mais fracos. Enquanto nós trabalhamos poucas horas por dia, os secretários
ficam passeando para cima e para baixo, o prefeito passa cada vez menos dias na
cidade, sem falar na vice-prefeita que não vemos fazer nada. Nós ganhamos
mais de R$ 2.000,00, o prefeito passou de R$ 5.800,00 para R$ 7.500,00 e não
resolve o problema dos servidores municipais cujo salário básico é de apenas R$
350,00. Nós devemos apresentar soluções. E dar aumento maior para quem
ganha menos.
Vereador Zandonai: Nós trabalhamos sério. A vontade do prefeito era dar 20 ou
30 %%, ele é político, não seria louco de dar 5% porque ele quer. Ele não iria
querer judiar dos funcionários por gosto. Ele tem responsabilidade de gestão,
não pode dar um salário que não poderá pagar no final do mês. E isso não é um
problema municipal, e sim estadual, federal. Que bom que o salário mínimo hoje
fosse R$ 700,00. Mas tenho consciência que o governo federal não pode pagar
R$ 700,00. E hoje o prefeito não pode dar o salário que ele tinha vontade de dar,
porque ele tem responsabilidade de gestão. Mas o prefeito está estudando a
possibilidade de aumentar o Refeisul. Até para repor essa defasagem.
Vereador Hugo: O problema é essa política diferenciada, onde para o servidor
público dá-se apenas 5,58% e o salário básico é apenas R$ 350,00. Já para os
cargos de confiança criam-se cargos com salário inicial de R$ 1.200,00.
Vereador Carlos: Fica ai o lembrete. Na época de votar avalie bem os que
prometem e não cumprem. Abram o olho e pensem na possibilidade de uma
mudança.
CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ
Vereadora Elisangela: Recentemente teve um vereador que ao passar um projeto
disse que se sentia impotente. E eu me sinto impotente neste momento, pois
fizemos reunião com membros do executivo e até com o próprio prefeito sobre o
aumento dos servidores e dos conselheiros tutelares e não conseguimos um
índice digno. Sinto-me impotente porque realmente não conseguimos mudar
esse quadro. Mas peço que continuem na luta, na batalha por melhores salários e
espero que o prefeito seja sensível aos apelos dos conselheiros tutelares e
servidores municipais.
Vereador Luis: É indignante que os servidores municipais recebam apenas 5,58
% de aumento. È uma vergonha darem apenas isso de reposição. O vereador
Zandonai disse que o prefeito está estudando a possibilidade de aumentar o
Refeisul. Faz horas que ele vem estudando. Só que nunca bota em prática esse
estudo.
Vereadora Elisangela: Ele estuda, estuda e não faz a prova!
Vereador Hugo: E se fizesse não passava!
Vereador Alencar: Para aprovar o aumento do prefeito, vereadores e secretários,
eles foram rápidos e ágeis. Eu não fazia parte desta casa o ano passado quando
decidiram isso. E aumentaram muito se comparado ao que estão oferecendo
agora. E essa reposição o prefeito e secretários também ganham.
Vereador Luis: Eu fazia parte da casa e votei contra esse aumento.
Vereadora Vera: Eu sou funcionária pública e sou do governo. Mas acredito em
responsabilidade fiscal. Porém acho que poderia ser definida uma data-base para
o funcionalismo municipal. Ai chega à data e os servidores municipais terão
aumento. Ou reposição. Eu disse que me sentia impotente porque não compete a
nós vereadores determinar aumento. E sei que o prefeito queria dar mais, porém
ele está limitado à queda no orçamento.
Vereador Carlos: O prefeito vai receber mais de R$ 400,00 de aumento,
enquanto o pessoal de serviços gerais receberá menos de R$ 20,00. Como ficou
presidente aquela promessa de fazer uma reestruturação para beneficiar os que
ganham menos?
Vereador Hugo: Ficou na conversa. Não veio nada do executivo. Nem plano do
magistério.
Vereador Luis: É que ele está estudando ainda!
Vereador Hugo: O prefeito não está sendo capaz de resolver os problemas do
município. Nem de apontar alternativas viáveis.
Decisão: Aprovado por unanimidade.
Processo Nº 104/2009, Projeto de Lei Nº 054/2009, altera parágrafo 1º do
Artigo 2º da Lei Nº 682 de 20 de abril de 2004, apresentado em 20 de julho do
corrente ano.
Decisão: Aprovado por unanimidade.

EXPLICAÇÕES PESSOAIS
Vereador Carlos: Deixo aqui meu repúdio a essa baixa reposição salarial. E faço
uma critica construtiva ao senhor prefeito. Se ele tinha como meta uma
CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ
reposição maior para os funcionários, como disse que tinha, então deveria ter
evitado mandar projetos para criação de cargos como vinha fazendo
sistematicamente. Se ele quer valorizar os servidores, então diminua os cargos
de confiança. Também pode diminuir os gastos com telefone, combustíveis e
diárias. Ele não deu reposição maior por pura incapacidade.
Vereador Eduardo: Gostaria que fosse mais. Mas infelizmente o orçamento não
permite. Podemos começar pensar em definir uma data-base. Queria que fosse
R$ 465,00 o salário básico. Mas em função da queda no orçamento é o que pode
ser dado.
Vereador Alencar: Se cortassem gastos nas secretarias e diminuíssem os cargos
em comissão poderiam dar uma reposição maior, próxima á 10 %.
Vereadora Elisangela: Fico chateada com essa pequena reposição. Mas
continuarei buscando um diálogo com o prefeito, uma pessoa capacitada para
administrar nosso município, um administrador, e tenho certeza que ele estudará
uma forma de conceder uma reposição nos salários básicos dos conselheiros
tutelares e servidores municipais. Meus parabéns ao Comdica pelo encontro
municipal dos Direitos da Criança e Adolescente que foi realizado aqui na
Câmara de Vereadores. Em especial a Patrícia, a Renata e a Marilim. E aos
palestrantes Flávio e Fernando.
Vereadora Valda: Fico triste com o índice de 5,58 % de reposição salarial. Mas
ele está dentro da realidade do município. Quero aproveitar para felicitar o
Comdica, a Patricia, a Renata e a Marilin pelo grande sucesso alcançado com o
Encontro Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.
Vereadora Vera: Parabenizo o Comdica pelo encontro municipal realizado hoje
aqui na casa. Parabéns a Patrícia, a Renata e a Marilim pelo sucesso do evento.
Quanto ao aumento de salário dos vereadores, prefeito e secretários, nós não
temos culpa. Assim como os vereadores que aqui estavam votaram esse
aumento, nós votaremos os salários para os próximos legisladores e
administradores do município. E não é só no Chui a insatisfação com a
reposição salarial. Inclusive em relação ao salário mínimo nacional, é só
perguntarem para quem recebe.
Vereador Luis: Parabenizo também o Comdica, a Patrícia, a Renata e a Marilim.
Eu fazia parte da legislatura passada e votei contra o famoso aumento. Sobre o
aumento dos servidores, foi falado no inicio da conversação com o executivo
que seria dado R$ 120,00 para os que ganhavam menos. Mas ficou só na
conversa. Com essa reposição de pouco mais de 5 %, o prefeito vai ganhar mais
de R$ 400,00, a vice mais de R$ 200,00 e os secretários mais de R$ 100,00,
então sugiro que eles dêem R$ 50,00 ou R$ 60,00 para todos os servidores,
desde o cargo com menor remuneração até o prefeito, ao invés desse índice que
acaba penalizando os que ganham menos.
Vereador Hugo: Nós aqui na casa fizemos uma reestruturação administrativa e
não enchemos as bancadas de assessores como em Santa Vitória do Palmar.
Estamos sem assessor jurídico e isso é uma opção que permite uma economia. O
impacto financeiro diz que a Câmara pode gastar 6 % do orçamento, mas nada
CÂMARA MUNICIPAL DO CHUÍ
nos impede de gastarmos menos. É o que está sendo feito nesta casa; isso se
chama administração progressista. Estamos dando aumento real aos
funcionários. Mas se começássemos a encher de cargos em comissão iria
acontecer à mesma coisa que acontece na prefeitura. É uma questão de
administração responsável.
Vereadora Vera: Senhor presidente, se na reestruturação administrativa da
Câmara houve erros, imagina na prefeitura que tem mais de 200 funcionários.
Temos de dar um voto de confiança ao prefeito. Convido-lhe para irmos juntos
cobrar a reestruturação dos servidores municipais.
Vereador Alencar: Só que a administração dos democratas faz 13 anos e a do
senhor Hamilton mais de quatro anos.
Vereador Eduardo: Nós devemos ser mais coerentes e pensar também no plano
de carreira do magistério e dos servidores municipais. Não apenas ficar
criticando a reposição salarial. Um funcionário com 13 anos de casa ganha à
mesma coisa que um que ingresse hoje no serviço público. Devemos fazer um
plano de carreira e definir uma data-base para os servidores.
Vereador Hugo: Faz 13 anos que os democratas administram o Chui e recém
agora parece que começam a pensar nos servidores públicos. Estão meio
atrasados me parece. Eu fiz uma reestruturação aqui na casa e não tenho medo
de errar. O que não podemos é continuarmos numa inércia administrativa. O
executivo está perdendo verbas porque não faz projetos. Isso tem de ser
solucionado também.
Vereador Luis: Quero dar os parabéns a equipe de obras e ao secretário Chico.
Alguns munícipes me solicitaram que fosse acionada a secretaria de obras e fui
prontamente atendido.
Vereador Carlos: Também quero dar os parabéns ao Chico e seus funcionários
pela rapidez com que atendem as solicitações da comunidade.
Vereador Hugo: Informo aos colegas que este ano será feita a reformulação da
Lei Orgânica e do Regimento Interno. Além da criação da comissão de
orçamento, porque este ano temos o PPA e também a criação da comissão de
saúde.
Como mais nada foi tratado, foi encerrada a sessão, da qual se lavrou a presente
ata.

Secretário Presidente