Você está na página 1de 4

Clínica de Estimulação Magnética Transcraniana

R. Vergueiro, 1855, Cj 42b Vila Mariana, São Paulo 04101-000, SP


p: (11) 50830342
http://www.neuroestimulacao.com.br

1. O que é Estimulação magnética? É um procedimento médico, que surgiu


em 1975 e utiliza estimulos elétrico e magnético para reestabelecer o
funcionamento cerebral. Em Outubro de 2008, o seu uso foi aprovado pelo
FDA (Food and Drug Administration ) para o tratamento da depressão.
Atualmente vem sendo amplamente estudada em diversas outras doenças
doenças, tais como: esquizofrenia, síndrome do pânico, transtorno obsessivo
compulsivo (TOC), transtorno do stress pós-traumático (TSPT), síndrome de
Tourette, epilepsia, zumbido doença de Parkinson, demências.

2. Quais são as indicações para Estimulação magnética? A Estimulação


magnética é utilizada com sucesso em depressões leve e moderada. Pode
ser realizada para quadros refratarios e intolerantes aos efeitos colaterais
das medicações. Esta indicada também na esquizofrenia, TOC, sindrome do
pânico, transtorno do stress pós-traumático, quadros ansiosos e demenciais.

3. Quais são as contra-indicações para Estimulação magnética?. A


Estimulação magnética esta contra-indicado para pessoas que usam algum
tipo de de clip metálico localizado proximo ao local da região a ser
estimulada. Em epilepsia não tratada caso seja realizada a estimulação de
alta frequencia.

4. Quais são os efeitos colaterais da Estimulação magnética? A Estimulação


magnética é praticamente isenta de efeitos colaterais, sendo bem tolerada
pelos pacientes. Algumas pessoas podem ter dor de cabeça, mas ela
melhora com analgésicos comuns. Desconforto no ouvido pode surgir em
decorrência do barulho produzido pelo estimulador. Isto pode ser evitado
com a utilização de protetores auriculares.

5. Quem realiza as aplicações de Estimulação magnética? A estimulação


magnética é um tratamento médico por diversos fatores: influenciar as
atividades neuronais, gerar alterações metabólicas e ocasionar alterações
comportamentais. Ou seja é um procedimento que trata doenças, gera
efeitos terapêuticos, efeitos colaterais e alguns riscos. Por isso é
fundamental que as aplicações sejam realizadas por médicos e estes devem
ser devidamente treinados em Estimulação magnética. Desta forma, esta
técnica é bem utilizada, tendo melhores resultados , minimizando os riscos e
os efeitos colaterais. Todos os profissionais desta Clinica, são médicos
psiquiatras e a maioria realizou cursos nas Universidades de Harvard e
Columbia.

6. Como são as aplicações de Estimulação magnética? Antes de iniciar e ao


longo do tratamento com estimulação magnética, o paciente é devidamente
avaliado pelo psiquiatra. Todas as aplicações são realizadas por psiquiatras
especialistas em estimulação magnética. A Estimulação magnética é
realizada no consultorio médico e o paciente fica acordado e
cofortavelmente sentado em uma poltrona.

7. Quantas sessões são necessarias para Estimulação magnética? O número


de aplicações não é padronizado. Há um certo consenso de que não deve ser
previamente fixado, pois depende de vários fatores como: diagnóstico,
gravidade, refratariedade e cronicidade. A maioria dos pacientes requer
entre 10 a 20 sessões. Geralmente, 15 aplicações são suficientes para
alcançar o resultado desejado na maioria dos casos.

8. Qual é a frequência das aplicações da Estimulação magnética? As


aplicações de estimulação magnética são realizadas diariamente até se
atingir o efeito terapêutico. Após este, as sessões podem ser espassadas
gradativamente e ser realizado o tratamento de manutenção.
9. Qual é a duração das sessões de Estimulação magnética? Cada sessão de
estimulação magnética dura, aproximadamente, 30 minutos.

10. Existe algum tipo de cuidado especial com Estimulação magnética? Não
existe. Durante o tratamento com a com Estimulação magnética, as
atividades podem ser seguidas normalmente (por ex: trabalhar, estudar).

11. Qual é a eficácia da Estimulação magnética? A eficáciada Estimulação


magnética está diretamente relacionada com diversos fatores, tais como:
indicação correta, diagnostico, gravidade, cronicidade, refrataridade de cada
caso entre outros. A taxa de eficácia esta, em torno, de 60 a 70 %.

12. Como é o tratamento de manutenção, após a melhora? O tratamento de


manutenção está indicado quando ha uma melhora clínica, indicação do
psiquiatra e vontade do paciente de continuar. Após ao término do
tratamento, recomenda-se a redução gradativa das aplicações (por ex:
semanal, quinzenal ou mensal, conforme a avaliação e indicação).

13. Posso tomar minhas mediçãoes durante as aplicações de Estimulação


magnética? Sim em geral, a maioria das medicações pode ser continuada ao
longo das sessões de estimulação magnética. Tratamentos para hipertensão,
diabetes e outras doenças, a principio, devem ser mantidos.

14. A Estimulação magnética é um tratamento seguro? A Estimulação


magnética é extremamente segura. Porém é importante ter em mente que
deve ser realizada por médicos especialistas nesta técnica para que seja
evitado qualquer tipo de risco.

15. Existem complicações com o uso da Estimulação magnéticaa? A maior


preocupação é o risco da indução de convulsões Porém, quando realizada
por médicos especialistas e com o uso criterioso este risco foi pratiamente
zerado.

Clínica de Estimulação Magnética Transcraniana


R. Vergueiro, 1855, Cj 42b Vila Mariana, São Paulo 04101-000, SP
p: (11) 50830342 (11) 50830342 f: (11) 38544176
http://www.neuroestimulacao.com.br