Você está na página 1de 6

Tarefa nº4

Domínio seleccionado e respectivos indicadores

Domínio Indicadores

B. Leitura e Literacia Processo

B1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da

leitura na escola/agrupamento

Impacto

B3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e

competências dos alunos, no âmbito da leitura

e da literacia.

Diagnóstico

Os alunos evidenciam problemas no domínio da leitura e

compreensão de textos.

Identificação do objecto de avaliação


Para avaliar o domínio B. Leitura e Literacia, serão avaliados os

subdomínios B1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura

na escola/agrupamento e o B3 Impacto do trabalho da BE nas

atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da

literacia.
Métodos e instrumentos a utilizar
B1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na

escola/agrupamento.

Factores críticos de sucesso Instrumentos/métodos de


recolha de evidências

A BE disponobiliza uma colecção variada e adequada aos gostos,


Estatísticas de requisição,
interesses e necessidades dos utilizadores.
circulação no agrupamento e uso
A BE identifica os públicos e adequa a colecção e as práticas às
de recursos relacionados com a
necessidades desses públicos (CEF,EFA, CNO, outros).
leitura.

A BE promove acções formativas que ajudem a desenvolver as Estatísticas de utilização informal

competências na área da leitura. da BE.

A BE incentiva o empréstimo domiciliário.


Estatísticas de utilização da BE
A BE está informada relativamente às linhas de orientação e
para actividades de leitura
actividades propostas pelo PNL e desenvolve as acções implicadas
programada/articulada com outros
na sua implementação.
docentes.
A BE incentiva a leitura informativa, articulando com os
Plano de Actividades da BE
departamentos curriculares no desenvolvimento de actividades de
Projecto Educativo e Curricular do
ensino e aprendizagem ou em projectos e acções que incentivem
Agrupamento
a leitura.
Projectos Curriculares das

Turmas

Registos de reuniões/ contactos.

Outros registos- blog da Be,

registos fotográficos.

Grelhas de registo ao longo do

ano.

Questionários

Relatórios de actividades.
B3. Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos
alunos, no âmbito da leitura e da literacia.

Factores críticos de sucesso Instrumentos/métodos de


recolha de evidências

Os alunos usam o livro e a BE para ler de


Estatísticas de utilização da BE
forma recreativa, para se informar ou para
para actividades de leitura.
realizar trabalhos escolares.

Os alunos, de acordo com o seu ano/ciclo de Estatísticas de requisição

escolaridade, manifestam progressos nas domiciliária.

competências de leitura, lendo mais e com


Observação da utilização da BE.
maior profundidade.

Trabalhos realizados pelos alunos.

Os alunos desenvolvem trabalhos onde


Análise diacrónica das avaliações
interagem com equipamentos e ambientes
dos alunos.
informacionais variados, manifestando

progressos nas suas competências no âmbito Questionário aos docentes.

da leitura e da literacia
Questionário aos alunos.
Os alunos participam activamente em

diferentes actividades associadas à promoção

da leitura: clubes de leitura, fóruns de

discussão, jornais, blogs, outros.


Intervenientes no processo de auto-avaliação

Os intervenientes no processo de auto-avaliação da BE serão:

Professora bibliotecária;

Equipa da BE;

Director;

Conselho Pedagógico;

Professores;

Alunos.
Fases do processo

Fases do processo Calendarização


(Ano 09/10)
Reunião da Equipa BE para avaliação Outubro

diagnóstica

Sensibilização e envolvimento do Orgão de Outubro

Gestão

Elaboração do Cronograma e preparação

dos instrumentos.

Apresentação do Modelo de Auto Avaliação Novembro

ao Conselho Pedagógico

Divulgação do Plano de Acção Novembro

Recolha de dados (checklists, questionários, Janeiro a Maio

grelhas de observação, estatísticas de

utilização)

Tratamento e análise dos dados: Janeiro a Junho

identificação dos pontos fortes e fracos.

Elaboração do relatório. Julho

Reunião com o a Gestão para avaliação dos Julho

resultados obtidos e definição de acções

para a melhoria

Apresentação dos resultados ao Conselho Julho

Pedagógico e definição de acções para a

melhoria
Planificação da recolha e tratamento dos dados

Selecção do grupo de alunos a observar;

Recolha de evidências;

Observação da utilização da BE;

Aplicação de questionários,

Entrevistas;

Reuniões;

Tratamento de dados.

Análise e comunicação da informação

Após a análise dos resultados, serão identificados os pontos fortes

e fracos da BE. Seguidamente feita a sua apresentação no Conselho

Pedagógico, no Conselho Geral e enviado relatório para a RBE.

Constrangimentos

O maior constrangimento em todo o processo de auto- avaliação da

BE poderá ser a falta de colaboração de alguns membros da

comunidade educativa. No entanto penso que atitude do professor

poderá fazer a diferença.

A Formanda

Paula Coelho