Você está na página 1de 8

www.fariasbrito.com.br

Participe e ganhe prêmios. Estas questões serão resolvidas nos programas do dia 25/05/2015 ao dia
Participe e ganhe prêmios.
Estas questões serão resolvidas nos programas do dia
25/05/2015 ao dia 29/05/2015, das 20h às 21h.
Os programas serão transmitidos ao vivo pela FBTV:
www.fbtv.com.br
Participe: E-mail: vestibularnoar@fariasbrito.com.br
WhatsApp: 9707-3587
2. Grandes nomes da MPB utilizaram
a)
a China vive hoje uma economia
Dia 25/05/2015
a
HISTÓRIA Prof. Hermano melo
HISTÓRIA
Prof. Hermano melo

1. Leia os versos do baião intitulado Vozes da seca (1953), de Luiz Gonzaga e Zé Dantas. Seu doutor os nordestinos Têm muita gratidão, Pelo auxílio dos sulistas Nessa seca do sertão. Mas doutor uma esmola, A um homem que é são, Ou lhe mata de vergonha ou

Vicia o cidadão, [

Dê serviço ao nosso povo Encha os rios de barragens, Dê comida a preço bom Não esqueça a açudagem. [ Se o doutor fizer assim,

Salva o povo do sertão Quando um dia a chuva vim, Tem riqueza prá nação. Nunca mais nós pensa em seca,

Vai dar tudo nesse chão [

Os versos expressam uma realidade nordestina, fazendo alusão ao com-

bate à seca. Com base nesses versos, é correto afirmar que a:

a) solidariedade da população do sul do País, com o apoio governamental, tem conseguido mobilizar recursos financeiros e socorros que possibilitam aos nordestinos, vítimas da seca, sobreviverem dignamente.

b) improvisação das políticas governa- mentais não solucionam o problema, propiciando o desenvolvimento da indústria da seca, que prospera na proporção em que são favorecidos poderosos grupos políticos locais.

c) Sudene e o Dnocs foram ineficientes no combate aos efeitos da seca, pois não construíram açudes e barragens no sertão, mas apenas no litoral e agreste nordestinos.

d) realidade do Nordeste, na seca de 1953, teve efeitos diferentes da ocor- rida em 1998, pois as obras realiza- das contra a seca possibilitaram que a agricultura do semiárido não sofresse

]

]

]

redução da produção.

história contemporânea do país como tema. Algumas músicas

ficaram associadas a determinados momentos políticos ou sociais da vida brasileira. A que fatos da vida brasileira ficaram associadas ou fazem referência estas três composições:

Pra não dizer que não falei de flores (Geraldo Vandré);

O bêbado e o equilibrista (Elis Regina – Letra: João Bosco/Aldir Blanc);

Coração de Estudante (Milton Nascimento – Letra: Milton/ Wagner Tiso).

a) A primeira trata do período militar, as outras duas da década de 50 – período desenvolvimentista.

b) As três são composições da década de 80 e marcam o fim do período militar.

c) A ditadura militar, questão racial, movimento estudantil.

d) A ditadura militar, movimento pela Anistia, Diretas Já.

3. “O Oriente é vermelho, como proclamava um hino revolucionário que os chineses foram obrigados a berrar milhões de vezes. Vermelho Coca-Cola, vermelho Mac Donald’s, que se instalou na praça da Paz Celestial, do lado oposto de Mao, e de lá se alastrou por toda a China.” “Tudo é bom para ganhar dinheiro. O templo Shaolin, famoso no mundo inteiro por ter criado o Kung-fu, oferece cursos e estágios pagos em dólar e está se preparando para abrir franquias.” “A minha geração, que cresceu depois da Revolução Cultural, só acreditava em Mao. Hoje a gente não acredita mais em nada. O único Deus e líder é o dinheiro” define Wang, 20 anos, estudante de economia.

IstoÉ, 2/6/99.

Sobre o processo de abertura iniciado há 20 anos na China, por Deng Xiaoping, que mudou a palavra de ordem “fazer revolução” para “aprender a ganhar dinheiro”, é incorreto afirmar que:

socialista de mercado, ou seja, uma combinação do sistema socialista com

a manutenção da ditadura do Partido

Comunista e o sistema capitalista, com

a abertura do mercado à tecnologia e

aos investimentos estrangeiros.

b)

para controlar o capitalismo, o gover- no chinês criou as Zonas Econômicas Especiais, com infraestrutura mon- tada, isenção de impostos durante dois anos e garantia de remessa controlada de lucros, mas que devem pagar salários mais altos do que os vigentes no restante da China.

c)

a

China está hoje entre as maiores

economias do planeta e seu crescimento é recorde em um mundo em recessão. O mercado mundial é invadido, cada vez mais, por produtos

made in China. Só não cresceu mais porque foi atrapalhada pelo gigantismo e a ineficiência do Estado

e pela corrupção da burocracia.

d)

a abertura econômica promoveu uma

maior conscientização e elevação

do nível de consumo e de vida da população, que mora cada vez melhor, descobre a sociedade de consumo

e lazer e já enfrenta problemas de

desemprego; por isso, apesar da repressão inicial, foi impossível conter as reformas democráticas, levando o país à abertura política atual.

4. Nunca antes conseguiu o capital, como agora, no início do século XXI, exerce um poder tão completo, absoluto, integral, universal e ilimitado sobre o mundo inteiro. Nunca antes pôde impor, como atualmente, suas regras, suas políticas, seus dogmas e seus interesses a todas as nações do globo. Nunca antes existiu uma tão densa rede de instituições internacionais – como o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial e a Organização Mundial do Comércio – destinada a controlar, governar e administrar a vida da humanidade segundo as regras estritas do livre mercado capitalista e do livre lucro capitalista. A ditadura internacional

capitalista e do livre lucro capitalista. A ditadura internacional vestibularnoar@fariasbrito.com.br Vestibular no Ar

vestibularnoar@fariasbrito.com.br

capitalista e do livre lucro capitalista. A ditadura internacional vestibularnoar@fariasbrito.com.br Vestibular no Ar

Vestibular no Ar

www.fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar
Vestibular no Ar

que exercem as multinacionais e o capital financeiro mundial é sem precedente na história.

LÔWY, Michael. A luta contra o capital global não tem fronteiras. Porto Alegre: Fórum Social Mundial, 2001.

Segundo a análise do autor, pode-se dizer que a globalização:

a) corresponde a um período em que as fronteiras políticas e econômicas não existem mais.

b) aprofunda, em escala mundial e sob a predominância do capital financeiro,

a lógica do capitalismo, intensificando

a desigualdade entre as nações e no

interior delas.

c) significa o fim de qualquer hegemonia nacional, já que há um equilíbrio entre os Estados Nacionais.

d) permite a toda a humanidade o livre acesso aos bens, serviços e à tecnologia produzidos na economia capitalista.

GEOGRAFIA – ATUALIDADES Prof. olavo Colares
GEOGRAFIA – ATUALIDADES
Prof. olavo Colares

5. Um conjunto de direitos sociais conquistados pelos trabalhadores brasileiros, no decorrer do século XX, vem sendo, desde a década de 1990, objeto de debates e questionamentos por parte das organizações empresariais, especialmente através da chamada grande imprensa, em decorrência da hegemonia das ideias neoliberais. Um dos principais alvos dessas críticas é a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que assegura, entre outros direitos, carteira assinada, valetransporte, férias, adicional noturno, 13º salário, FGTS.

Sobre a CLT, é correto afirmar que sua aprovação ocorreu:

a) em 1850, junto com a Lei de Terras, para assegurar os direitos dos trabalhadores imigrantes e nordestinos.

b) em 1888, logo após a Lei Áurea, para garantir os direitos dos escravos libertos e seus filhos.

c) em 1943, para reafirmar um conjunto de leis de proteção ao trabalho, já implantadas na década anterior, no governo Vargas.

d) em 1973, para impedir o aumento da influência do Partido Comunista sobre os sindicatos, então, uma grande preocupação dos militares no poder.

6. O Sertão, conhecido como o “terri- tório do curral”, enquanto espaço de produção no período colonial brasileiro, compreendia grandes extensões de terras interioranas.

Sobre o papel e as características da pecuária no desenvolvimento deste espaço da economia colonial,

é incorreto afirmar que:

a) as relações de trabalho escravo foram dominantes na pecuária sertaneja, com maioria negra da população.

b) a pecuária extensiva constituía a prin- cipal atividade econômica do espaço sertanejo.

c) a pecuária teve importante papel his- tórico na ocupação do território, atra- vés dos rios.

d) a pecuária definia a economia da caa- tinga nordestina.

7.

“Com surpresa e espanto o

mundo viu a queda do império soviético. O colosso caiu rápido e desastrado, em 1991. Após 1985, uma onda de mudanças empolgou Moscou e todo o bloco socialista europeu. Gorbatchov, jovem liderança

do partido comunista soviético

assumiu o governo e iniciou a abertura política (Glasnost) e a

abertura econômica (Perestroika), restabelecendo de forma contida

a liberdade de expressão e de

manifestação, a propriedade privada

e as negociações com empresas

estrangeiras. As ditaduras no leste

europeu caíram, restauraram o pluripartidarismo e encaminharam

a economia ao capitalismo.

A desintegração foi violenta como

na Iugoslávia, com a cruel Guerra da

Bósnia (1992-1995) e as intervenções sérvias, com brutalidades. O fim da URSS gerou o surgi- mento de 15 repúblicas independen-

tes, cuja principal e mais importante

é a Federação Russa. Usbequistão, Belarus, Ucrânia, Letônia, Lituânia, Estônia, Casaquistão, Geórgia e Armênia são nações independentes e renasceram após o longo período de domínio do governo soviético centralizado em Moscou. A ex-Iugoslávia deu origem,

com o seu esfacelamento sangrento

a seis nações de etnias e de religiões

distintas e conflitantes. Kosovo se anunciou independente e luta pelo reconhecimento internacional.”

Veja, Editora Abril. Dezembro de 2011.

Os

fatos relatados no texto anterior

se

referem aos momentos finais da:

a)

Globalização na Ásia.

b)

Política do “Big Stick” (EUA).

c)

Guerra Fria.

d)

Expansão do Império Russo.

8. A epidemia de ebola atingiu países

da África Ocidental, no ano de 2014,

com grande intensidade e provocou

milhares de mortes. Indique os países

de maiores registros da doença.

a) Moçambique e Etiópia.

b) Congo, Líbia e Tunísia.

c) Serra Leoa, Guiné e Libéria.

d) Costa do Marfim, Gana e Somália.

Dia 26/05/2015 HISTÓRIA Prof. samPaio
Dia 26/05/2015
HISTÓRIA
Prof. samPaio

1.

“O grande patriarca da Bíblia

Hebraica é também o antepassado espiritual do Novo Testamento e

o grande arquiteto sagrado do

Alcorão. Abraão é o ancestral co- mum do judaísmo, do cristianismo e

do islamismo. É a chave do conflito

árabe-israelense. É a peça central da batalha entre o Ocidente e os extremistas islâmicos. É o pai – e,

em muitos casos, o suposto pai bio- lógico – de doze milhões de judeus, dois bilhões de cristãos e um bilhão

de muçulmanos em todo o mundo. É

o primeiro monoteísta da história”.

FEILER, Bruce. Abraão. Rio de Janeiro: Sextante, 2003. p. 19.

Com base no texto e nos seus conhe- cimentos sobre os assuntos a que ele se refere, marque a opção incorreta.

a) Podemos encontrar, entre as muitas causas do conflito árabe-israelense, elementos relacionados à religião, como, por exemplo, a disputa por Jerusalém, cidade sagrada para ju- deus, muçulmanos e cristãos.

b) Embora os judeus e os cristãos encon- trem na Bíblia muitas das suas cren- ças, os cristãos, por meio dos evange- lhos, no chamado Novo Testamento, anunciam Jesus como o Messias.

c) O ideal de salvação para os judeus é um projeto de Iavé exclusivo para o povo hebreu enquanto que a salvação para cristãos e muçulmanos tem alcan- ce universal por meio da conversão.

d) A aproximação dos muçulmanos com os judeus se dá pela espera de um Messias anunciado a Maomé pelo Anjo Gabriel, já a aproximação com os cristãos se dá pela crença na Santíssima Trindade.

2. Foi uma forma de governo estranha

duas

principais polis ou cidades-estados

a

Atenas

e

a

Esparta,

as

da civilização grega:

a) Monarquia-diarquia.

b) Tirania.

c) Teocracia.

d) Democracia.

2
2
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br
a) Monarquia-diarquia. b) Tirania. c) Teocracia. d) Democracia. 2 Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar www.fariasbrito.com.br 3. Leia atentamente o texto a seguir: “Os clérigos devem por todos

www.fariasbrito.com.br

3. Leia atentamente o texto a seguir:

“Os clérigos devem por todos orar Os cavaleiros sem demora Devem defender e honrar

E os camponeses sofrer

Cavaleiros e clérigos sem falha Vivem de quem trabalha Têm grande canseira e dor

Pagam princípios, corveias, orações ou talha

E com coisas costumeiras

Estevão de Fourieges, in: COTRIM, Gilberto. História global – Brasil e geral. Vol. Único. São Paulo: Saraiva, 2002.

Sobre o período histórico e as rela-

ções sociais a que o texto se refere, pode-se afirmar corretamente que:

a)

os

servos, além de não serem escravos,

 

podiam se deslocar livremente entre os feudos e domínios medievais. Escolhiam para qual senhor feudal iriam trabalhar e eram remunerados com salários mensais. Além disso,

podiam utilizar as terras do senhor cultivando suas próprias lavouras.

b)

a

atuação da Igreja pouco contribuiu

para a manutenção dessas relações, uma vez que desde a Idade Média,

a

Igreja Católica fez a opção prefe-

rencial pelos pobres.

c)

a divisão social na sociedade medieval efetivava uma profunda desigualdade, tendo como elemento mais importante a exploração da mão de obra escrava.

d)

foi caracterizado essencialmente pelas relações servis de produção e pelo poder político descentralizado, uma vez que cada um dos senhores se comportava como rei em suas terras, exercendo funções políticas, jurídicas e administrativas.

4. Analise as seguintes afirmativas a respeito da democracia ao longo da

História.

I. O sistema representativo é um conceito moderno de democracia;

II. O povo sempre foi o agente cotidiano democrático, tan- to nas atividades políticas da Antiguidade como nas da época Contemporânea;

III. A representatividade da demo- cracia foi uma vitória exclusiva da Revolução Francesa.

Marque a opção verdadeira.

a) I e III são certas.

b) I e II são erradas.

c) I e III são erradas.

d) II e III são erradas.

BIOLOGIA Prof. riCardo Jorge
BIOLOGIA
Prof. riCardo Jorge

5. Atletas utilizam seus membros anteriores para a realização de lançamentos. As figuras a seguir representam membros anteriores de diferentes espécies animais.

membros anteriores de diferentes espécies animais. De acordo com as figuras e os conhecimentos sobre

De acordo com as figuras e os

conhecimentos sobre características evolutivas dos animais, considere as afirmativas a seguir.

I. Por terem funções distintas, os membros anteriores de humanos e de aves apresentam esqueletos com estrutura diferente;

II. Os membros anteriores de morcegos e de humanos são estruturas que surgiram de forma independente, com origem embrionária diferente;

III. As estruturas ósseas das asas de morcegos e de aves são homólogas, pois são derivadas de um ancestral comum;

IV. No processo de adaptação para o voo, asas de aves e de morcegos evoluíram independentemente, fenômeno conhecido como evo- lução convergente.

Assinale a alternativa correta.

a) as afirmativas I

Somente

e

II

são

corretas.

b) as

Somente

afirmativas II

e

IV

são

corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

6. Os organismos orquídeas, bromélias, cipó-chumbo e leguminosas são encontrados, geralmente, envolvidos nas relações ecológicas a seguir, respectivamente:

a) parasitismo, parasitismo, mutualismo, mutualismo.

b) epifitismo, parasitismo, parasitismo, mutualismo.

c) parasitismo, epifitismo, parasitismo, epifitismo.

d) epifitismo, epifitismo, parasitismo, mutualismo.

7. Os vírus são minúsculos “piratas”

biológicos porque invadem as células, saqueiam seus nutrientes e utilizam as reações químicas das mesmas para se reproduzir. Logo em seguida, os descendentes dos invasores transmitem-se a outras células, provocando danos devastadores.

A estes danos dá-se o nome de virose,

como a raiva, a dengue hemorrágica,

o sarampo, a gripe, etc.

Texto modificado do livro Piratas da Célula, de Andrew Scott.

De acordo com o texto, é correto

afirmar:

a) Os vírus utilizam o seu próprio meta- bolismo para destruir células, causan- do viroses.

b) As viroses são transcrições genéticas induzidas pelos vírus que degeneram a cromatina na célula hospedeira.

c) Os vírus não têm metabolismo próprio.

d) As viroses resultam sempre das modificações genéticas da célula hospedeira.

8. Os carrapatos são insetos geral- mente pequenos, com cabeça, tórax

e abdome fundidos. Na maioria

das espécies desses artrópodes, a eclosão do ovo origina uma larva que se transforma em ninfa e, posteriormente, em adulto com quatro pares de patas. Quando adultos, são ectoparasitas e alimentam-se de sangue. Este texto

sobre o carrapato apresenta erro ao:

a) descrever seu hábito alimentar.

b) referir-se aos seus estágios de desenvolvimento.

c) referir-se à sua classe taxonômica.

d) descrever a sua divisão do corpo.

Dia 27/05/2015 MATEMÁTICA Prof. TáCiTo vieira
Dia 27/05/2015
MATEMÁTICA
Prof. TáCiTo vieira

1. Uma construtora vende um

imóvel por R$ 1.320.000,00 à vista.

O

comprador tem a opção de fechar

o

negócio mediante o pagamento

de duas parcelas iguais; a primeira

no ato da compra e a segunda após

um ano. Sabendo que, neste caso,

a construtora paga 20% de juros

sobre o saldo devedor, pode-se

afirmar que o valor de cada parcela paga corresponde a:

a) R$ 700.000,00

b) R$ 710.000,00

c) R$ 720.000,00

d) R$ 730.000,00

www.fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar
Vestibular no Ar

2. Simplificando a potência (1 + i) 2015 , onde i 2 = –1, obtem-se:

a) 2 1007 · (–1 – i)

b) 2 1007 · (1 + i)

c) 2 1007 · (–1 + i)

d) 2 1007 · (1 – i)

3. Sendo x 1 , x 2 e x 3 as raízes da equação 2x 3 – 2x 2 + 4x + 1 = 0, podemos afirmar

corresponde

1

1

1

que

+

+

a:

x x

12

x x

13

x x

2

3

a) – 2

c) 1

b) – 1

d) 2

4. Considere uma função f: R R satisfazendo as condições:

f(5) = 3 e f(x+5) = f(x) · f(5)

Então, o valor de f(–5) é igual a:

1 a ) 5 1 b ) 3 c ) 3 d ) 5 QUÍMICA
1
a )
5
1
b )
3
c ) 3
d ) 5
QUÍMICA
Prof. mariano oliveira

5. Do repolho roxo pode-se extrair, por fervura com água, uma substância

responsável pela sua coloração característica. Verifica-se alteração na cor do extrato do repolho roxo ao se adicionar gotas de suco de limão. Isso acontece porque o repolho roxo deve conter alguma substância que atua como indicador de pH. Para retornar à cor original do extrato, qual das substâncias abaixo poderá ser adicionada?

a) Sal de cozinha

b) Bicarbonato de sódio

c) Açúcar

d) Vinagre

6. Quando duas moléculas se apro- ximam, há uma interação de seus

campos magnéticos, o que faz surgir uma força entre eles. Isso é o que chamamos de força intermolecular. Essas forças variam de intensidade, dependendo do tipo da molécula polar ou apolar. As interações intermoleculares são importantes para as propriedades de várias substâncias. Com relação entre as moléculas de água e sulfeto de hidrogênio, podemos afirmar que:

a) as interações dipolo-dipolo entre moléculas de sulfeto de hidrogênio são mais intensas que entre moléculas de água, por causa do maior número atômico do enxofre.

b) a molécula de água é polar e a de sulfeto de hidrogênio é apolar.

c) entre moléculas de água, as ligações de hidrogênio são mais fracas que entre moléculas de sulfeto de hidrogênio.

d) as moléculas de água e sulfeto de hi- drogênio têm geometria semelhante.

7. Adenominaçãoalbuminarefere-sede forma genérica a qualquer proteína solúvel em água, moderadamente solúvel em soluções salinas e que sofre desnaturação com o calor. Substâncias que contêm albuminas, como clara do ovo, são designadas por albuminóides. Pode-se dizer que a molécula de albumina é um polímero, pois é uma macromolécula

formada pela reação entre:

a) aminoácidos

b) aminas

c) aldeídos

d) amidas

8. Para diagnóstico de anomalia de glândulas tireoide, por cintilografia, deve ser introduzido no paciente iodeto de sódio, em que o ânion iodeto é proveniente de um radioisótopo do iodo. O 131 I, usado na identificação de distúrbios da tireoide tem período de meia-vida de 8 dias. Uma amostra apresenta, inicialmente, 2,0 g desse radioisótopo. Com base nesses dados, podemos afirmar que:

a) passados 16 dias, restará 0,5 g de 131 I.

b) ao emitir uma partícula beta, o 131 I se transforma num radioisótopo com dois prótons a menos.

c) depois de 24 dias, restará 0,5 g de 131 I.

d) ao emitir uma partícula beta, o 131 I se transforma num isótopo de iodo mais

estável.

Dia 28/05/2015 LÍNGUA PORTUGUESA Prof. sousa nunes
Dia 28/05/2015
LÍNGUA PORTUGUESA
Prof. sousa nunes

• Leia o conto de Clarice Lispector para responder às questões de números 1 e 2.

NÃO SOLTAR CAVALOS

Como em tudo, no escrever

também tenho uma espécie de receio de ir longe demais. Que será isso?

? Retenho-me, como se

as rédeas de um cavalo

que poderia galopar e me levar Deus sabe onde. Eu me guardo. Por que e para quê? para o que estou eu me pou- pando? Eu já tive clara consciência disso quando uma vez escrevi: “é preciso não

ter medo de criar”. Por que o medo? Medo de conhecer os limites de minha

capacidade? ou medo do aprendiz de feiticeiro que não sabia como parar? Quem sabe, assim como uma mulher que se guarda intocada para dar-se um

dia ao amor, talvez eu queira morrer toda inteira para que Deus me tenha toda.

1. Os

ser

espaços

do

texto

devem

preenchidos, respectivamente, com

a) Por que

retivesse

b) Porque

retesse

c) Porquê

retinha

d) Porquê

retivesse

2. A frase final do texto está redigida em 3ª pessoa do singular (uma mulher) e 1ª pessoa do singular (eu). Alternando ambas as ocorrências para o plural, obtém-se:

a) Quem sabe, assim como mulheres que se guarda intocadas para darem-se um dia ao amor, talvez nós queremos morrer todas inteiras para que Deus nos tenha toda.

b) Quem sabe, assim como mulheres que se guardam intocada para dar-se um dia ao amor, talvez nós queiramos morrer inteiras para que Deus nos te- nham todas.

c) Quem sabe, assim como mulheres que se guardam intocadas para da- rem-se um dia ao amor, talvez nós queiramos morrer todas inteiras para que Deus nos tenha todas.

d) Quem sabe, assim como mulheres que se guardam intocada para da- rem-se um dia ao amor, talvez nós queiramos morrermos inteiras para que Deus nos tenham todas.

3. A campanha publicitária “Heróis pela Democracia” lançada, em março de 2008, pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) provocou uma “polêmica linguística”. Para conscientizar os jovens sobre a importância do voto, foi produzida uma série de filmes que apresentava o seguinte texto:

Heróis existem. Não desperdice o direito que eles tanto lutaram e conquistaram para você.

Professores apontaram erro de português na propaganda. Para a W/Brasil (agência responsável pela criação dos filmes), o texto não apre- senta erro algum.

Analise atentamente a frase da pro-

paganda e assinale a alternativa que contém a afirmação correta.

a) Na frase da propaganda, há um erro no emprego da preposição “para”, que deveria ser substituída pela preposição “por”.

4
4
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br
que deveria ser substituída pela preposição “por”. 4 Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar www.fariasbrito.com.br b) Admitindo que a frase esteja incorreta, seria possível propor a seguinte

www.fariasbrito.com.br

b) Admitindo que a frase esteja incorreta, seria possível propor a seguinte correção: Heróis existem. Não desperdice o direito por que eles tanto lutaram e que conquistaram para você.

c) Não há propriamente um erro gramatical, pois pode-se entender que a palavra “direito” não tem relação sintática com o verbo “lutar”, mas sim com o infinitivo “conquistaram”, do qual é objeto direto.

d) Na frase da propaganda, há um erro porque ”lutar” e ”conquistar ”apresentam regências diferentes, mas foram empregados com o mesmo complemento: o objeto indireto “para você”.

• Utilize o texto abaixo para responder à questão 4.

O DIMINUTIVO QUE AUMENTA

O diminutivo virou uma espécie de divisor de águas para o brasileiro. Em Portugal, onde a ambiguidade linguística tem menor voltagem e toda conversa arrisca-se a seguir o pé da

letra, as pessoas tendem a flexionar o grau do substantivo com a consciência de que pão é pão, queijo é queijo

– posto que um diminutivo serve é

para diminuir e um aumentativo, para aumentar. Além-mar, a ênfase é

outra. Quando convém, o diminutivo funciona como aumentativo no Brasil, porque exploramos, como ninguém,

o uso dos adjetivos com flexão típica

do diminutivo, mas com função superlativa. ( )

Disponível no nosso armazém de secos e molhados que é a língua,

o adjetivo superlativo ficou reservado

para ocasiões propícias. Comparado ao

brasileiro, o português usa o recurso com imenso recato.

Revista Língua, nº 1. (Adaptado)

4. Segundo o texto, o diminutivo com função superlativa é uma construção tipicamente brasileira, diferentemente do que ocorre em Portugal.

Identifique a alternativa que apresenta essa construção.

a) Aguarde só mais um minutinho, por favor.

b) Para as moças, esconder a verdade era apenas uma brincadeirinha.

c) Nada melhor do que um café quentinho no meio de uma tarde fria.

d) É apenas um presentinho, você merece muito mais.

MATEMÁTICA Prof. João mendes 5. Admita que os pneus dianteiro
MATEMÁTICA
Prof. João mendes
5. Admita que os pneus dianteiro

e traseiro de uma moto, quando

novos, tenham vida útil de 18000 km

e 12000 km, respectivamente. Com

dois pneus novos, fazendo rodízio

adequado e respeitando a vida útil citada, é possível uma moto rodar,

em km, até:

a) 14800

b) 15000

6. Para divulgar a venda de um galpão retangular de 5000 m 2 uma imobiliária elaborou um anúncio em que constava a planta simplificada do galpão, em escala, conforme mostra a figura.

c) 14400

d) 15500

em escala, conforme mostra a figura. c) 14400 d) 15500 O maior lado do galpão mede,

O maior lado do galpão mede, em

metros,

a) 25

c) 80

b) 50

d) 100

7. Um estudante de engenharia

faz trabalhos de digitação para complementar seu ganho mensal.

Ele estabelece que a relação entre o

preço P e a quantidade q de páginas

de cada trabalho é dada pela função

P(q) = aq + b, sendo a e b números reais positivos, e q pertencente ao intervalo 1 q 100. Sabendo-se que o conjunto imagem dessa

função é o intervalo 6 P(q) 105,

o

estudante calcula os valores de a

e

b. Desse modo, a média aritmética

entre a e b igual a

a) 1,5

c) 2,5

b) 2,0

d) 3,0

8. Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B,

M e C. De segunda a sábado, a

criança consome um único picolé

por dia, formando uma sequência

de consumo dos sabores. Observe

estas sequências, que correspondem

a diferentes modos de consumo:

(B, B, M, C, M, C) ou (B, M, M, C, B, C)

ou

(C, M, M, B, B, C)

O

número total de modos distintos

de

consumir os picolés equivale a:

a)

6

c) 180

b)

90

d) 720

Dia 29/05/2015 HISTÓRIA Prof. marCus anTônio
Dia 29/05/2015
HISTÓRIA
Prof. marCus anTônio

1. As pinturas rupestres são evidências materiais do desenvolvimento inte- lectual dos seres humanos. Embora tradicionalmente estudadas pela Arqueologia, elas ajudaram a rede- finir a concepção de que a História se inicia com a escrita, pois:

a) funcionam como códices velados de uma comunidade à espera de decifração.

b) expressam uma concepção de tempo marcada pela cronologia.

c) indicam o predomínio da técnica so- bre as forças da natureza.

d) atestam as relações entre registros gráficos e mitos de origem.

2. “Na cidade grega antiga, ser cidadão não significava apenas fazer parte de uma entidade ‘nacional’, mas também participar numa vida comum.”

MOSSÉ, Claude. O cidadão na Grécia Antiga. Lisboa: Edições 70, 1999, p. 51.

Tomando por base a afirmativa aci- ma, pode-se compreender correta- mente que a vida na polis, para o cidadão, significava:

a) romper com a religião e os mitos e adotar o modo de vida proposto pe- los filósofos, o de disseminar a filo- sofia e a democracia para todas as cidades-estado gregas.

b) realizar o ideal grego de unificação política, militar, geográfica, econô- mica, religiosa e cultural de todas as cidades-estados e assim suprimir as tiranias e as oligarquias.

c) exercer obrigatoriamente uma ma- gistratura ao longo da vida, pois o aprendizado político por todos repre- sentava a garantia do bem-estar so- cial e da manutenção da democracia.

d) integrar uma comunidade que visa- va ao seu bem comum por meio de decisões políticas, da adoção de uma defesa militar e de práticas religiosas que buscavam benefícios e proteção dos deuses da cidade.

3. ArespeitodotrabalhonaIdadeMédia, analise os itens abaixo observando os verdadeiros e os falsos.

( ) A partir do século XI, o trabalho no Ocidente Europeu caracteri- zou-se predominantemente pela servidão, o que implicou várias taxas e obrigações devidas pelo camponês ao senhor, a exemplo da corveia ou trabalho gratuito nas terras senhoriais.

093597/15 - 1ª Semana (Vest no Ar 2015.2) naldo/Rev.: AK

www.fariasbrito.com.br Vestibular no Ar ( ) O trabalho não era uma ativida- de condizente com
www.fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar
(
) O trabalho não era uma ativida-
de condizente com a formação
sociocultural da nobreza, já que
sua riqueza provinha principal-
mente da exploração das terras
herdadas e da pilhagem resul-
tante das guerras.
d) a “Primavera dos Povos” está rela-
cionada à publicação do Manifesto
Comunista em fevereiro de 1848 e
com a organização de ações políticas
revolucionárias de cunho anarquista,
republicano e secular.
7. Uma pessoa lança uma bola vertical-
mente para cima. Sejam v o módulo
da velocidade e a o módulo da acele-
ração da bola no ponto mais alto de
sua trajetória. Assim sendo, é correto
afirmar que, nesse ponto,
a) v = 0 e a ≠ 0.
c) v = 0 e a = 0.
(
) O pensamento cristão, uma das
heranças culturais que forma-
ram a Idade Média, atribuía alto
valor positivo ao trabalho, uma
vez que o identificava com o res-
gate do pecado original.
b) v ≠ 0 e a ≠ 0.
d) v ≠ 0 e a = 0.
FÍSICA
8. A imagem, obtida em um labora-
Prof. arTur Henrique
(
) A partir do século XVI, período
em que o feudalismo entrou
em sua fase de plenitude no
Ocidente Europeu, o trabalho
caracterizou-se predominante-
mente pela escravidão, o que
implicou várias taxas e obriga-
ções devidas pelo camponês ao
senhor, a exemplo da banalida-
de ou trabalho gratuito nas ter-
ras senhoriais.
5. A figura mostra uma pequena
esfera em repouso sobre a barra
horizontal, sustentada por dois fios
metálicos de materiais diferentes 1 e
2, de comprimentos desiguais L 1 e L 2 ,
a 0 °C.
tório didático, representa ondas
circulares produzidas na superfície
da água em uma cuba de ondas e,
em destaque, três cristas dessas
ondas. O centro gerador das ondas
é o ponto P, perturbado periodica-
mente por uma haste vibratória.
(
) A ascensão da burguesia, ao fi-
nal da Idade Média, intensificou
a rejeição ao trabalho, o que
se evidencia no crescimento de
movimentos anarquistas nos
meios urbanos, como exemplo,
a Jacquerie.
Marque a opção correta:
Sendo α 1 e α 2 os respectivos coefi-
cientes de dilatação lineares dos fios
(1) e (2), qual das relações a seguir
representa a condição para que a
bola continue equilibrada sobre a
barra, ao variar a temperatura?
Considerando as informacões da fi-
gura e sabendo que a velocidade de
a) VVFFF
a) α 1 = α 2
b) FVVVF
b) α 1 L 1 = α 2 L 2
c) FFVVV
c) α 1 L 2 = α 2 L 1
propagação dessas ondas na super-
fície da água é 13,5 cm/s, é correto
afirmar que o número de vezes que
d) VFFFV
d) L 1 L 2 = α 1 α 2
4. Ao longo do ano de 1848, o
continente europeu passou por uma
série de revoluções, configurando um
momento que muitos historiadores
vieram a denominar de “Primavera
dos Povos”.
6. Uma formiga F sobe com velocidade
escalar constante a “rosca” de um
grande parafuso, colocado de pé
sobre um solo plano e horizontal,
como indica a figura. Em relação a
um referencial no solo, podemos
afirmar que:
a haste toca a superfície da água, a
cada segundo, é igual a:
a) 4,5
c) 1,5
b) 3,0
d) 9,0
ANOTAÇÕES
Sobre esses movimentos, é correto
afirmar que:
a) as revoluções de 1848 foram movi-
mentos em defesa do retorno dos re-
gimes monárquicos, uma vez que as
tentativas de reformas políticas e eco-
nômicas de caráter burguês tinham
fracassado e produzido uma grave
crise econômica e social.
b) este conjunto de revoluções, de cará-
ter liberal e nacionalista, foi iniciado
com demandas por governos cons-
titucionais e, ao longo do processo,
trabalhadores e camponeses se mani-
festaram contra os excessos da explo-
ração capitalista.
a) as energias cinética e potencial de
gravidade da formiga permanecem
constantes.
b) a energia cinética e a quantidade de
movimento da formiga permanecem
constantes.
c) o movimento de 1848 deu prosse-
guimento às reformas religiosas,
estendendo o protestantismo
para a Europa centro-oriental e
enfraquecendo a posição dos regimes
autocráticos católicos em países da
região como a Áustria e a Polônia.
c) a energia cinética da formiga perma-
nece constante, mas sua energia
potencial de gravidade aumenta.
d) a quantidade de movimento da
formiga permanece constante, mas
sua energia potencial de gravidade
aumenta.
6
6
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br
Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br

vestibularnoar@fariasbrito.com.br
constante, mas sua energia potencial de gravidade aumenta. 6 Vestibular no Ar vestibularnoar@fariasbrito.com.br

Vestibular no Ar

Vestibular no Ar www.fariasbrito.com.br ANOTAÇÕES PRÉ-VESTIBULAR FARIAS BRITO CENTRAL Rua Barão do Rio Branco, 2424

www.fariasbrito.com.br

ANOTAÇÕES

Vestibular no Ar www.fariasbrito.com.br ANOTAÇÕES PRÉ-VESTIBULAR FARIAS BRITO CENTRAL Rua Barão do Rio Branco, 2424

PRÉ-VESTIBULAR FARIAS BRITO CENTRAL Rua Barão do Rio Branco, 2424 PABX: 3464.7744 FAX: 3464.7736

FB SOBRALENSE Praça Quirino Rodrigues, 326 Centro – Sobral – CE PABX: (88)3677.8000 FAX: (88)3677.8010

PRÉ-VESTIBULAR FARIAS BRITO ALDEOTA Av. Júlio Abreu, 284 (cont. da Av. Dom Luís) PABX: 3486.9000 FAX: 3267.6222

Abreu, 284 (cont. da Av. Dom Luís) PABX: 3486.9000 FAX: 3267.6222 7 vestibularnoar@fariasbrito.com.br Vestibular no Ar