Caso Prático

Energia Solar Fotovoltaica

Caso Prático

1

Os dados de potência (células D15:D264) são apenas o produto das duas anteriores. ENUNCIADO PARTE 1 No arquivo “Curvas IV e Sol. A parte 6 permite familiarizar-se com os conceitos de irradiação e produção energética a distintas inclinações. na primeira pretende-se que o aluno identifique os parâmetros elétricos da curva característica intensidade-tensão e potência-tensão de um módulo fotovoltaico. que para cada tensão entrega o módulo fotovoltaico. Impp1 e Vmpp1) estão ligados ao Caso Prático 2 . A parte 3 aplica correções aos parâmetros do módulo que está sendo analisado. a curva i-v representada é uma medida realizada em um simulador solar tipo flash. ao mesmo tempo que uma carga eletrônica impõe valores de tensão de trabalho crescentes (250 valores).xls” folha “exercício 1_proposto”. Os valores de potência máxima.Caso Prático Título do Módulo OBJETIVOS O objetivo do presente caso prático é revisar os conteúdos do módulo de Energia Solar Fotovoltaica. na parte 4 são determinados os ângulos de inclinação ideais para obter uma incidência da radiação solar normal ou perpendicular ao módulo (depreende-se de seu componente direto). a tensão de circuito aberto (beta) e a potência máxima (gamma).) o módulo FV mediante o disparo de um único flash. intensidade e tensão no ponto de máxima potência (Pmpp1. a parte 7 propõe o dimensionamento de um pequeno hospital rural a fim de que o aluno se familiarize com os conceitos expostos no módulo. Obtém-se duas colunas de dados: os valores de tensão sucessivamente impostos pela carga eletrônica ao módulo (células B15:B264) e os correspondentes valores de corrente (C15:C264). de categoria AAA (IEC 60904-9). O objetivo da parte 2 é calcular os coeficientes de temperatura para a intensidade de corrente de curto-circuito (alfa). O aluno deve introduzir os dados de Isc e Voc manualmente (células B3 e B4). A seguir. Está realizada iluminando momentaneamente (10 ms aprox. O cálculo será realizado a partir dos dados de três curvas características intensidade tensão (a curva em Condições Padrão de Medida do exercício 1 e duas curvas adicionais). A evolução do Sol no céu de acordo com a localização do observador na superfície da Terra é descrita de modo interativo na parte 5. Dividiu-se o caso prático em 7 partes. em Condições Padrão de Medida. Finalmente.

Conforme as fórmulas estudadas. as células B8 de Fator de Forma (FF. Comprove todos os parâmetros. Posteriormente verifique (calcule e compare) os resultados obtidos nas células H4:H10. e Voc_corr. preencha manualmente Isc2 e Voc2. porque não saem exatamente os mesmos resultados em todas as curvas? Em todo processo de medida existem vários fatores que geram erro. PARTE 4 Na folha “exercício 4_proposto” escolha o ano desejado para a observação e estabeleça o número de dias do ano de seus solstícios e equinócios nas células (i5:L5). Complete os dados de Isc_corr. preencha os dados de Isc e Voc e posicione o mouse no ponto de máxima potência. Encontre este ponto. Tente realizar você mesmo os cálculos com os dados das curvas 2 e 3. O coeficiente será a pendente da regressão linear efetuada em cada uno destes gráficos. Uma vez ali. Preste especial atenção para expressar o resultado obtido como % com relação à curva medida em Condições Padrão de Medida. A partir Caso Prático 3 . Posteriormente. 10) de curvas na mesma irradiância e com distintas temperaturas. representando posteriormente em gráficos separados a Isc. Compare os novos valores com os obtidos previamente e recalcule os valores médios. Preste especial atenção para expressar o resultado obtido como % com relação à curva medida em Condições Padrão de Medida. Estabeleça a Irradiância e Temperatura da curva corrigida. verifique (calcule e compare) os resultados obtidos nas células D4:D10.ponto apresentado pelo mouse (células A12:D12). PARTE 3 Na curva original. para o cálculo dos coeficientes de temperatura mede-se um amplo conjunto (aprox. Tente realizar você mesmo os cálculos com os dados das curvas 2 e 3. PARTE 2 No arquivo “Curvas IV e Sol. a Voc e a Pmpp com relação à Temperatura. determine para os dias considerados. A fim de aprender mais. preencha manualmente Isc3 e Voc3. Tente introduzir você mesmo as fórmulas das células de tensão (F15:F264) e intensidade (G15:G264) da curva corrigida. Posicione o mouse no ponto de máxima potência para obter os valores corretos em F5:F10). Já foram realizados os cálculos dos coeficientes. "Fill Factor"). Posicione o mouse no ponto de máxima potência para obter os valores corretos em B5:B10). tomando como dados os das curvas 1-2 (nas células D4:D10) e das curvas 1-3 (em células H4:H10). o ângulo diário (i6:L6) e o ângulo de declinação (i7:L8).xls” na folha “exercício 2_proposto”. conforme as equações mostradas. Na mesma folha. Os cálculos dos coeficientes já foram realizados. de modo que apenas serão corretos quando este esteja localizado sobre o verdadeiro ponto de potência máxima. de modo que o resultado costuma ser expressado como um valor médio e um intervalo de incerteza. com base nos dados das curvas 1-2 (nas células D4:D10) e das curvas 1-3 (nas células H4:H10). Compare os novos valores com os obtidos previamente e recalcule os valores médios. B9 de Eficiência relativa à área do módulo e B10 relativa à área das células tomarão os valores reais correspondentes à máxima potência do módulo fotovoltaico. Na prática.

Sugere-se que os exercícios sejam realizados nas células em verde que aparecem em cada folha do arquivo. A partir da latitude das cidades escolhidas (para o exemplo utilizaram-se as capitais das Nações da Área ALC. O arquivo incorpora para cada uma das folhas de cálculo com dados. PARTE 6 Fornece-se o arquivo Excel “Irradiação Santiago do Chile. baterias e cabos. Calcule também as energias mensais em kWh. Uma vez realizado o cálculo. o número de horas diárias estimadas de conexão de cada equipamento e se funcionam conectadas ao inversor ou regulador. calcule o ângulo horário (células i10:L10). utilize a fórmula do ângulo de elevação solar para determinar os valores para cada dia e cidade (células i12:L24). como ferramenta de cálculo. uma folha de cálculo como nome idêntico. é possível que estes dados genéricos não coincidam plenamente com os dos dispositivos reais. uma sala comunitária multiusos (para visitas. PARTE 7 Pretendemos estimar o tamanho dos componentes do sistema fotovoltaico de um pequeno hospital rural com fez quartos. etc. Um módulo FV com orientação Norte no Hemisfério Sul e orientação Sul no Hemisfério Norte. A partir dos dados anteriores. A janela “solução” mostra a energia gerada para cada mês e anual. versão 6. a potência que consumem. quanto a resolução de cada problema. O comprimento é fornecido apenas a efeito informativo. Utilizando os dados contidos no arquivo. que incorpora a palavra “solução” contendo tanto os dados. Ademais. Na tabela formada pelas células (i27:L39).de um valor horário qualquer (entre 0 e 24 horas. usando como fonte Google Earth. anote os ângulos complementários (ângulo zenital). incluem-se neste arquivo os dados característicos de um módulo tipo em condições padrão de medida. Na pagina "carga e bateria” figuram os dados dos componentes do sistema fotovoltaico: São sugeridos dados iniciais para os inversores. relaxamento de os pacientes e pessoal do hospital. Além disso. No arquivo “Hospital Rural DADOS+SOLUCION. e convertendo as coordenadas mediante o conversor fornecido nas células A1:D5). recebe a radiação direta com uma direção normal ou perpendicular a seu plano. uma sala de curas.). um escritório médico. em que são apresentados os dados de irradiação horários e a distintas inclinações para a cidade de Santiago do Chile. uma utilidade de localização da posição solar.1. Caso Prático 4 .xls” folha “Consumos diários” detalham-se os equipamentos (cargas) que serão instaladas. as janelas “Graf energia” e “graf temps” mostram alguns gráficos interessantes. e com elevação igual ao ângulo zenital.xls”. reguladores. PARTE 5 No arquivo de exercícios na folha “saber mais_posição solar” se adiciona. supondo que estivesse colocado na horizontal e em alguma das inclinações para as que se fornecem dados de radiação. Estes dados foram obtidos com o programa Meteonorm. A janela “dados cálculos” fornece os cálculos horários para cada inclinação. NOTA: No mesmo arquivo está a solução. escolha 12 para obter a máxima elevação solar do dia). na janela da folha Excel “irradiação Santiago do Chile”. calcule a energia anual (em kWh) gerada pelo módulo tipo indicado nessa mesma folha.

Resolva o caso e o compare com a resposta que lhe será entregue . cerca de Santiago do Chile. Considere que neste sistema o regulador precede o inversor e. Calcule o tamanho e inclinação ideais do gerador solar. A partir desse cálculo e seguindo o método proposto neste curso. Considere que na tabela de consumos são considerados consumos diários e na tabela de radiação são dados valores médios mensais. calcule a tabela de Horas Solares Pico diárias para cada mês (ignorar meses bissextos). bem como as cargas de CC. que potência nominal você propõe? Anteriormente foram calculadas as energias médias mensais por metro quadrado a diferentes inclinações (horizontal. quanto o inversor e as cargas de CA. considerando os valores de inclinação apresentados na tabela. calcule o valor da energia diária requerida e da capacidade da bateria. 330 e 430). Com relação ao inversor. DURAÇÃO ESTIMADA Duração 4 h Caso Prático 5 . funcionam a 24 V. 230. a eficiência do regulador afeta tanto a as cargas de CC.Supondo que sejam necessários 7 dias de autonomia e que as baterias instaladas. portanto.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful