Você está na página 1de 5
SENADO FEDERAL SF-1 SECRETARIA-GERAL DA MESA ‘SECRETARIA DE REGISTRO E REDAGAO PARLAMENTAR ~ SERERP COORDENACAO DE REDACAO E MONTAGEM - COREM. 30/11/2016, 0 SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP. Como Lider.) — Sr. Presidente, Srs. Senadores, um dos livros mais citados da histéria do pensamento politico é um livro de Karl Marx, em que ele analisa 0 golpe de Estado na Franca, em 1848, que levou ao poder Luis Napoledo, também conhecido depois como Napoledo Ill. Em um determinado momento do seu texto, Marx refere-se a um fendmeno que, diz ele, ja naquela época ocorria em muitas Casas Legislativas, casas representativas. "E uma espécie de doenga” dizia ele, “uma doenca que esta varrendo a Europa." ‘A doenca consistia em os Parlamentares, que representam a sociedade, nao enxergarem que existe uma sociedade Ia fora, fora das casas representativas, confundirem 0 mundo deles ~ que é uma representacéo do mundo - com o mundo em si. Ele chamava essa doenga de cretinismo parlamentar. A Camara dos Deputados, ontem, sucumbiu a essa doenga, a doenca do cretinismo parlamentar, que consiste em votar, elaborar leis, que nao apenas desconhecem o que acontece ld fora deste prédio que é fechado, destes plendrios onde praticamente nao entram a luz do Sol... Nao apenas desconhecendo, mas fazendo algo inteiramente contrario 4quilo que qualquer um sabe, com um minimo de responsabilidade que tenha: qual é o sentimento médio da sociedade brasileira, Seré que ndo entendem que existe hoje um sentimento que jé nao se identifica com nenhum partido, com nenhuma corrente de opinido, que supera as clivagens ideolégicas, religiosas e que é um sentimento de uma sociedade que desperta, que jé ndo se representa mais nas formas tradicionais de agregacao de acio politica, de sentimento politico, uma sociedade atomizada, e que rejeita frontalmente determinados vicios, determinados _privilégios, determinados corporativismos das representacdes parlamentares e também do e da Justica, de todas essas grandes corporacdes que dominam a vida estatal? Estao desconhecendo que existe sociedade Ié fora, Pouco tempo atrés, dois milhdes de brasileiros assinaram uma lei de iniciativa popular, as. chamadas 10 Medidas contra a Corrupcao. Essas dez medidas viraram um adjetivo. As pessoas falam das dez medidas como se isso significasse uma coisa s6. Ela nao significa uma coisa s6. Evidentemente, nessas dez medidas hi muitas propostas que devem ser rejeitadas. Eu, pelo menos, nao aceito todas Eu, pelo menos, nao aceito o tal teste de integridade; eu nao aceito 0 recebimento, como boas, de provas ilicitas; e outra medidas que foram elaboradas por procuradores do Ministério Publico Federal e subscritas por mais de dois milhoes de cidadaos. Mas, sendo varias coisas, as dez medidas representam uma coisa, um sentimento, 0 sentimento de que ¢ preciso criar mecanismos mais eficazes para controlar e para reprimir a corrupcao. Esse é o sentido. Ora, a Camara dos Deputados, ontem, trabalhou na contramao desse sentimento. Hoje, quando acordei, recebi um telefonema...E acordei tarde, contratiando os meus habitos, Senador Cristovam, Senador Raupp, porque tinhamos ficado até tarde ontem, aqui, votando uma emenda constitucional da maior importancia para o futuro do Pais. Foram 61 votos, que correspondem exatamente @ votacao préimpeachment. Foram votos contra a Presidente Dilma que se transformaram em votos a favor das reformas. Algo a ser celebrado! No entanto, me veio um gosto amargo na boca, quando lio teor daquilo que foi aprovado na Camara. E bem verdade que ainda nao tenho a redacao completa, mas 0 fato, Sr. Presidente, é que de Id tiraram algumas medidas. Foram rejeitadas medidas importantes e eficazes. Uma delas, inclusive, jé tinha sido aprovada na Comissao de Justica do Senado: uma proposta do Senador Alvaro Dias, relatada por mim - V. Ex?, seguramente, se lembra dela -, que trata da prescrigao. € uma proposta que determina que a interrupcao da prescrigao se dé quando o promotor oferecer a dentincia, e no quando o juiz a receber, porque todos nds sabemos que existem casos em que, entre o oferecimento da deniincia e 0 inicio da ago penal, passam-se meses, em alguns casos DAUSERS moherdauiDocument8NOV 30 Vortaco CD 10 medidas corrupgdo.doc08/12/16 1015, SENADO FEDERAL SF-2 SECRETARIA-GERAL DA MESA ‘SECRETARIA DE REGISTRO E REDAGAO PARLAMENTAR ~ SERERP COORDENACAO DE REDACAO E MONTAGEM - COREM. 30/11/2016, anos até Isso facilta a prescrigao, que é 0 passaporte para a impunidade. Uma das medidas é a interrupcao da prescricdo no momento em que o Ministério Puiblico, que é o titular da aco penal, oferece a dentincia, € uma forma de acelerar 0 processo, de evitar que o julgamento se distancie das provas e evitar a ocorréncia da prescrigao e, portanto, da impunidade. Outra medida interessante era aquela que determinava, que exigia o ressarcimento do Erério em crimes de corrupcao, de desvio de dinheiros publicos... Melhor dizendo, condicionava a progresséo do regime de cumprimento de pena - do fechado para o semiaberto e do semiaberto para o aberto— ao ressarcimento do Erario. Lembrem-se do caso daquela mulher que era procuradora, se ndo me engano, da Previdéncia, Jorgina de Freitas, que desviou fortunas. Ela cumpriu sua pena e hoje esté ai gozando 0 dinheiro que roubou. Essas sao algumas medidas propostas. Outras, como eu ja disse, devem ser aceitas. Mas essas duas, por exemplo, foram extraidas do contexto. Com que motivo? Com que razéo? Mas foram extraidas da proposta. Nao digo que as dez medidas tivessem o mesmo status de intocabilidade das tabuas da lei, mas era preciso respeitar 0 espirito delas, o espirito que as animou. Em vez de serem medidas, na versio dada pela Camara, que facilitassem a persecugao penal, a punicao da corrupcao, elas se voltaram contra aqueles que tém por misao constitucional propor as acdes penais e julgélas: 0 Ministério Publico e a magistratura. Mediante formulacdes absolutamente subjetivas, que, alias, encontramos semelhantes em alguns dos itens das propostas de abuso de autoridade, inalizaram desvios que ou ja estdo previstos em outras leis, em outros estatutos, em estatutos disciplinares, medidas que podem ser combatidas ao longo do processo, com medidas processuais, e as transformaram em crimes, crimes autdnomos. Evidentemente, quem exerce uma autoridade tem que exercéla com responsabilidade. Mas nao é possivel colocar na lei disposicdes que inibam o livre convencimento do juiz, dizendo que ele estaria agindo por motivacdes ideolégicas. O que é isso? O que so motivacdes ideolégicas? Ainda ndo se inventou um aparelhinho chamado “sincerémetro", para medir a sinceridade das pessoas. Isso se mede objetivamente, no curso do processo, arguindo suspeicao, por exemplo. Um promotor que oferece uma dentincia sem justa causa...Ora, imaginem os senhores que alguém é denunciado pelo Ministério PUiblico. (Soa campainha.) © SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) - € proposta a acao penal, e essa pessoa é condenada. E, na apelacao, ela é absolvida. Quer dizer que o propositor da primeira ago penal, 0 promotor publico, deve ser apenado? O juiz que julgou, que deu provimento a acusagao, que recebeu a acusa¢ao e a julgou procedente, deve ser condenado? Nés estamos mexendo com coisas muito perigosas, com coisas muito delicadas e num ambiente explosivo, onde o povo brasileiro olha para nés, seus representantes, dizendo: "Vocés nao nos representam." Nés queremos jogar agua nesse moinho? Jogar pélvora nessa fogueira? Fazer com que, no dia 4, em vez de 200 mil, 300 mil, haja 2 ou 3 milhdes de pessoas na rua, contra 0s representantes politicos, contra a democracia? Digo isso porque nao se fazem mudancas, no se muda o Brasil, ndo se reforma o Bre se mudam as leis civis, tampouco as leis penais, se nao for pelo exercicio da acéo dos pol gio do Congresso Nacional! E nés estamos trabalhando para deslegitimar essa miso que nds temos, essa missio que nos foi conferida pelo voto popular e que é a esséncia da democracia representativa Por isso, St. Presidente, venho a tribuna hoje de supetéo, porque estou com isso por aqui! Venho dizer que, no que depender de mim, isso ndo passa no Senado Federal. Nao passal Eu vou DAUSERS moherdauiDocument8NOV 30 Vortaco CD 10 medidas corrupgdo.doc08/12/16 1015, SENADO FEDERAL SF-3 SECRETARIA-GERAL DA MESA ‘SECRETARIA DE REGISTRO E REDAGAO PARLAMENTAR ~ SERERP COORDENACAO DE REDACAO E MONTAGEM - COREM. 30/11/2016, votar contra, eu vou denunciar, eu vou me bater contra isso, porque ndo ha nada que me faca votar contra aquilo que eu considero a esséncia do regime democratico e do Estado de direito. 0 Sr. Cristovam Buarque (Bloco Socialismo e Democracia/PPS - DF) - Permite-me um aparte, Senador? O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) - Nao sei se posso. Estou falando como Lider, mas se o Presidente. ‘0 SR. PRESIDENTE (Eduardo Amorim. Bloco Moderador/PSC-SE) - Permitido Sr. Cristovam Buarque (8l0co Socialismo e Democracia/PPS - DF) - Senador, primeiro, eu fico muito satisfeito de vélo na tribuna, Nao sei se algum outro Senador jé tomou a iniciativa de vir falar desse assunto hoje. Eu quero dizer que, ao ver a noticia, hoje de manha, eu senti como se a Camara estivesse dando um tapa na cara da opinido publica, da populacao. E nem a Cémara, nem 0 Senado, 0 Congresso brasileiro, nem os politicos em geral... Nés - endo vamos exclui ninguém disso -, hoje, ndo temos gordura de credibilidade. E, quando nao se tem gordura, é melhor nao fazer coisas que emagrecam ainda mais. ‘0 SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB -SP) - Ou refletir antes de fazer. 0 Sr. Cristovam Buarque (Bloco Socialismo e Democracia/PPS - DF) - Ou refletir! Dedicar sea debater, ouvir pessoas... Eu creio que a Camara cometeu um crime contra a politica. (Soa campainha.) 0 Sr. Cristovam Buarque (Bloco Socialismo e Democracia/PPS - DF) ~ ..contra a historia, e um tapa na cara do povo, neste momento, é algo muito grave. Faz jé algum tempo que a gente vem brincando com fogo. Faz tempo. Mesmo desta tribuna, muitos de nds jé alertamos, mas isso vai crescendo, crescendo, e um dia estoura. Um dia, estoura. Um dia, arrebenta. Alguns dizem que ja arrebentou, e a gente no esta vendo. J4 arrebentou, talvez, e ontem eles acirraram. Eu fico satisfeito de ver 0 Lider do Governo, aqui, dizendo que vai fazer todo o possivel para impedir que isso seja aprovado. Eu gostaria que fosse quase que uma unanimidade, nesta Casa, impedir que aquilo que foi aprovado ontem, na Camara, passe no Senado. Que o Senado venha a se transformar num bastido que nao deixe passar esse tipo de coisa. E, quem sabe, até poderiamos elaborar um outro projeto ainda melhor, ou retomarmos o original ‘0 SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bl0co Social Democrata/PSDB -SP) ~ Claro. 0 Sr. Cristovam Buarque (Bloco Socialismo e Democracia/PPS - DF) -.. ou trazer aqui 0 parecer do Deputado Onyx e fazermos um projeto que esteja de acordo com aquilo que é nao sé a sugestio de procuradores, mas também, hoje, é a vontade da opiniao publica. Dito isso, quero dizer 0 seguinte: até é possivel que algumas dessas coisas merecam reflexdo nossa também, mas ha coisas que sdo boas dependendo do momento, dependendo da hora. Hoje, ainda que possa ser correto tentar-se impedir comportamentos equivocados de Ministério Publico e policia, neste momento é um equivoco, porque 0 povo esté contra. Entao fico feliz de vé-o na vanguarda, na lideranga da luta para que aquilo que foi aprovado ontem, na Camara, nao passe aqui. Eu estou do seu lado, © SR, ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) ~ Muito obrigado, meu velho amigo... O SR. MAGNO MALTA (Bloco Moderador/PR-ES) —V. Ex* me concede um aparte, Senador? © SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) -.. amigo velho de guerra. £ bom saber que estamos juntos também em mais esta batalha. Mas apenas queria, antes de dar 0 aparte ao Senador Magno Malta, dizer aqueles que estao nos assistindo e nos ouvindo que, aqui no Senado, nés estamos engajados num proceso de reflexdo sobre esse tema, que ja passou por uma audiéncia publica realizada aqui, no plenério do DAUSERS moherdauiDocument8NOV 30 Vortaco CD 10 medidas corrupgdo.doc08/12/16 1015, SENADO FEDERAL SF-4 SECRETARIA-GERAL DA MESA ‘SECRETARIA DE REGISTRO E REDAGAO PARLAMENTAR ~ SERERP COORDENACAO DE REDACAO E MONTAGEM - COREM. 30/11/2016, Senado, e vai se completar, vai continuar no préximo dia 5, no plendrio do Senado, onde, entre outros, estard presente 0 Juiz Sérgio Moro. E vou repetir a ele a indagacao que fiz na ultima audigncia publica: que aponte, no projeto que esta sendo elaborado pelo Senador Requido, a partir de uma proposi¢ao elaborada inicialmente por Raul Jungmann, precisamente quais so os pontos que, no entender dele, e no entender do Ministério PUblico, podem, de alguma forma, prejudicar o livre exercicio da atividade do Ministério Publico e da magistratura. Assim como ha também, nesse projeto, algumas medidas que, no meu entender, devem ser refletidas melhor, porque elas afetam a atividade, por exemplo, das policias, do sistema penitencidrio, da prépria Receita Federal e das receitas estaduais...Enfim, precisamos refletir, pensar, medir varias vezes antes de cortar. £ 0 que nés estamos fazendo aquino Senado e o que faremos. Senador Magno Malta Eu posso, Presidente? Eu acho que estou abusando, aqui, da. 0 Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR - ES) - Senador Aloysio, quero parabenizéo pela coragem. O SR. PRESIDENTE (Eduardo Amorim. Bloco Moderador/PSC - SE) - O proximo orador é 0 Senador Raupp. 0 Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR- ES) —.. até porque quem acompanha V. Ex® sabe da sua historia de luta pela democracia. Eu, quando vejo alguns lideres politicos dizendo que lutaram pela democracia do Pais, tenho vontade de rir, porque nés conhecemos a historia e sabemos para que foi a luta que eles fizeram, Mas V. Ex® tem uma histéria de vida, uma histéria de luta, uma historia de coeréncia, acima de tudo. E 0 Senador Cristovam muito bem se referiu a V. Ee, dizendo que nao o estranhou, e estranhou 0 fato de muitos terem se calado. Hoje, na CCJ, eu disse ao Senador Lasier que a Camara pegou. (Soa campainha.) Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR - ES) - .. as dez medidas e fez delas uma mula sem cabeca. O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) ~ E verdade. © Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR - ES) - Criou uma anomalia, sabe? Com perna para todo lado. Criou o monstro da madrugada. £ como se um cidado normal entrasse no centro cindrgico para fazer uma cirurgia plastica com a proposta de melhorar e fizessern um monstro, colocassem o nariz nas costas, a boca na sola dos pés. A Cémara fez 0 monstro das dez medidas. Cabe-nos aqui colocar o pingo nos is. Essa emenda que foi feita pelo PDT, com todo respeito aos Deputados, que est discutindo 0 abuso de autoridade, no com um texto tao draconiano, em que um juiz nao pode nem falar sobre o processo que esté na mao dele... Essas coisas todas, Senador, nés nao podemos permitir de maneira nenhuma. Como diz 0 Senador Cristovam, nds nao temos gordura para queimar. O povo ja chegou ao limite, nao com politicos, mas com politiqueiros, com politicagem, com quem faz jogo, com quem se utiliza do mandato para buscar beneficios pessoais para si e para suas familias, € verdade que existe abuso no Judiciario? €, Ha abuso na policia? Ha. Ha abuso na politica? Ha, porque, onde ha trigo, ha joio. Mas quem é trigo tem de se manifestar contra 0 joio. E é assim que temos de nos portar, Sr. Presidente, como trigo, fazendo 0 enfrentamento ao joio neste momento. Agora, quem quiser pagar 0 seu preco que pague, mas nés nao podemos deixar que essa anomalia, que esse monstro da madrugada chegue 20 Senado e nés, cheios de glamour, coloquemos essa mula sem cabeg na passarela e digamos: "Olha que coisa linda. N3o podemos nem mexer, porque, sendo, nao vai diteto para a sangao do Presidente.” Nao. (Soa campainha.) DAUSERS moherdauiDocument8NOV 30 Vortaco CD 10 medidas corrupgdo.doc08/12/16 1015, SENADO FEDERAL SF-5 SECRETARIA-GERAL DA MESA ‘SECRETARIA DE REGISTRO E REDAGAO PARLAMENTAR ~ SERERP COORDENACAO DE REDACAO E MONTAGEM - COREM. 30/11/2016, Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR - ES) - € preciso que nés coloquemos o nariz no lugar certo, que tiremos a boca da sola dos pés e as orelhas onde tém de estar, porque a anatomia uma 56: dois bracos, duas orelhas, um nariz, uma boca. Isso nem é teoria do Mao Santa, qualquer menino sabe disso. Entao, fizeram 0 monstro. Cabe-nos agora refazer a anatomia dessas dez medidas aqui. Parabéns a V. Ex’. Parabéns de um amigo que 0 admira e conhece o carater de V. Ex, como Lider do Governo, pela ousadia de trazer isso tribuna. Registro, agradecido, que trago do meu lado 0 Pastor Marcio Valadao, da Igreja da Lagoinha, em Belo Horizonte, desse grande musical Diante do Trono, que o Pais todo conhece, e 0s filhos, André Valadao, Ana Paula Valadao, esse Ministério maravilhoso que esta aqui nos visitando hoje, com esse aspecto, e é de fato, com essa fisionomia de profeta, com essa barba branca, num momento... (nterrupgao do som) Sr. Magno Malta (Bloco Moderador/PR - ES) - ... em que 0 Brasil, 0 Senado e a Camara dos Deputados precisam de oracao, precisam de Deus. Encerro dizendo que, quando aconteceu 0 11 de setembro, nos Estados Unidos, Senador Cristovam, 0 Bush chamou oito personalidades para se reunir com ele, naquele momento de angustia, para poder ouvilos. Ele convidou o pregador do século, chamado Billy Graham, que passava dos 90 anos e tinha mal de Parkinson. Ele nao pode ir, mas mandou a filha. Ele ouviu todo mundo e perguntou: "Seu pai ndo péde vir, mandou vocé no lugar dele?" Ela disse: "Meu pai mandou um bilhete." Ele pegou 0 bilhete, onde estava escrito: a América se esqueceu de Deus. Nés temos um drama moral neste Pais, mas 0 nosso maior drama é espiritual. O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) ~ Obrigado, Senador Magno Malta, pelo seu aparte. Bem-vindo, Pastor, que est ao lado de um dos maiores, mais eficazes, mais eloquentes oradores do Senado, meu querido amigo Magno Malta. Obrigado pelo seu aparte. (Soa campainha.) O SR. PRESIDENTE (Eduardo Amorim. Bloco Moderador/PSC - SE) - Lider, vou pedir que V. Ext encerre. © Sr. Ataides Oliveira (Bloco Social Democrata/PSDB - TO) - Vou ser bem rapido, Sr. Presidente. Permite-me um aparte bem rapido? © SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco Social Democrata/PSDB - SP) ~ Eu ndo quero cometer uma descortesia com 0 Senador Raupp, que esta esperando hé um bom tempo. Eu atalhei a fila, pedindo para falar como Lider. Lamento, mas teremos ocasiao seguramente de discutir essa matéria, e 0 seu conselho e a sua palavra serao sempre muito bem-vindos. DAUSERS moherdauiDocument8NOV 30 Vortaco CD 10 medidas corrupgdo.doc08/12/16 1015,