Você está na página 1de 4

Sara Viana Torres 160018072

Wildemberg Ribeiro 160042011


Joo Victor S. Gasparotto - 150132514

Estudo dirigido 1

Lei de Ohm e Lei das Malhas (Lei dos Ns)

1 Parte: Lei de Ohm

A primeira parte da simulao visa avaliar o comportamento da corrente (i) sob tenso
(U) constante e valores de resistncia (R) variveis.

A tenso escolhida para simulao foi de 10,0 volts e a resistncia foi de 1 10 ohms.
Os dados obtidos foram organizados na tabela abaixo.

Tenso = 10 V
Resistncia
() Corrente (i)
1 9,99
2 5
3 3,33
4 2,5
5 2
6 1,67
7 1,43
8 1,25
9 1,11
10 1

A relao entre a corrente, a tenso e a resistncia d-se pela funo geomtrica:


, onde U = 10 volts. O grfico encontrado foi:
O segundo procedimento da simulao visa avaliar o comportamento da corrente (i)
sob resistncia (R) constante e valores de tenso (U) variveis.

A resistncia escolhida para simulao foi de 5 e a voltagem foi de 1 10 volts. Os


dados obtidos foram organizados na tabela abaixo.

Resistncia = 5 ohms
Voltagem
(volts) Corrente ()
1 0,2
2 0,4
3 0,6
4 0,8
5 1
6 1,2
7 1,4
8 1,6
9 1,8
10 2

A relao entre os valores continua a mesma , onde R = 5 e o grfico


obtido foi:
2 Parte: Lei de Ohm:

A B

D E
A lei das malhas afirma que a soma de todas as tenses em qualquer malha igual a
soma das quedas de potencial ou da soma do produto de ixR presentes.

No circuito montado a bateria tem 10 volts e cada resistncia 4,5 , a corrente entre
os pontos D-E, D-A e B-E 1,33, entre os pontos A-B 0,67. J a voltagem entre os
pontos D-E 10V, entre os pontos D-A -6,67V, entre A-B -3,33V.

A resistncia equivalente deste sistema 7,5. Usando a resistncia equivalente e a


mesma voltagem obtm-se um circuito com a mesma corrente do anterior, provando a
equivalncia das resistncias.