Você está na página 1de 2

Compreenso do oral Entrevista

Lusa Ducla Soares, em Fafe, nas Stimas Jornadas


Literrias

Eu tenho um princpio. Eu gosto de uma certa aventura.


Quando estou a escrever, gosto de no saber aonde que vou ter...
de pegar num lpis e pensar que vai ser o lpis que me vai conduzir,
como se eu me embrenhasse numa floresta. E depois no sei sobre o
que que vou escrever, no sei aonde que vou parar. Gosto de me
deixar levar pela inspirao.

Claro, estamos sempre a aprender com as crianas, e elas so,


para ns, uma fonte de inspirao. Elas pensam que esto com o
escritor e que vo aprender muita coisa com o escritor. Ns estamos
a dialogar.

Eu pretendo que os encontros no sejam monocrdicos, eu


estar ali a... Acho que muito melhor quando a coisa se transforma
em dilogo, quando h reciprocidade. E tiro muitas ideias dos
encontros que tenho com as crianas, mesmo muitas. No vou l de
propsito para chupar as ideias s crianas, como um vampiro, mas...
acho que, estando com elas, tambm se aprende muito.

E quer que eu lhe diga uma coisa? O stio onde menos se liga
leitura, onde menos se liga ao encontro com os escritores, Lisboa.
Essa a realidade.

O primeiro encontro que eu fiz com crianas foi, talvez, um


pouco antes do 25 de Abril, quando havia aqueles manuais antigos,
com escritores j bastante antigos e tal. Ento, quando eu cheguei
para o encontro, as crianas comearam-me a fazer assim... [Toca no
brao.]

O que que isto significa? O que que vocs querem?


PALAVRAS, PARA QUE VOS QUERO Portugus 5. o ano Material fotocopivel
Santillana 1
Estamos a ver se verdadeira.

Ento no havia de ser verdadeira?!

que ns pensvamos que os escritores eram pessoas


mortas.

Isto foi uma coisa que me impressionou horrivelmente. Hoje,


impossvel ir a uma escola e pensar que os escritores so pessoas
mortas, porque eles esto justamente habituados a conviver com
eles, de maneira que so pessoas vivas, e h um intercmbio
permanente entre elas e os escritores.

At ao prximo livro digital... E quero dar os parabns a Fafe


pelas suas iniciativas, por este auditrio magnfico que aqui tem... E
quero agradecer autarquia e aos professores que nos convidaram
para aqui estarmos. E deixar aqui um bocadinho do meu corao.

PALAVRAS, PARA QUE VOS QUERO Portugus 5. o ano Material fotocopivel


Santillana 2