Você está na página 1de 2

Conceito e Evoluo da Teoria do Crime (04/02/13)

Livro Greco Vol. I

1. Noes Fundamentais.

a parte do direito penal que se preocupa em estudar o que o crime: suas


caractersticas ou elementos fundamentais, isto , fato tpico, antijuridicidade e
culpabilidade.

2. Composio do Crime:

CRIME

Fato Tpico Antijurdico Culpvel


Conduta: - Culposa Obs. Quando o agente no Imputabilidade
- Dolosa atua em:
Resultado Estado de Necessidade Potencial conscincia sobre
a ilicitude do fato
Nexo de causalidade Legtima Defesa Exigibilidade de conduta
diversa
Tipicidade: - formal Estrito Cumprimento do
- Conglobante dever legal
Exerccio regular do direito
Quando no houver
consentimento do ofendido
como causa supralegal de
excluso da ilicitude

3. Conceito analtico:

O crime composto pela ao tpica, ilcita e culpvel.

O FATO TPICO, segundo a viso finalista, composto de:

a) Conduta dolosa ou culposa, comissiva ou omissiva;


b) Resultado (nos crimes onde exige-se um resultado naturalstico);
c) Nexo de causalidade entre a conduta e o resultado;
d) Tipicidade formal ou conglobante.

A ILICITUDE, expresso sinnima de ANTIJURIDICIDADE, a relao de


contrariedade entre a conduta do agente e o ordenamento jurdico. A licitude ou
juricidade da conduta ser encontrada somente se o agente tiver agido segundo as
causas de excluso da ilicitude presente no art. 23 do CP (estado de necessidade,
legitima defesa, estrito cumprimento do dever legal ou exerccio regular do direito) ou
diante da causa supralegal de consentimento do ofendido, mas para isso so necessrios
algumas variveis:

a) Que o ofendido tenha capacidade para consentir;


b) Que o bem sobre o qual recaia a conduta do agente seja disponvel;
c) Que o consentimento tenha sido dado anteriormente ou simultaneamente
conduta do agente.

A CULPABILIDADE o juzo de reprovao pessoal que se faz sobre a conduta do


agente. Segundo a concepo finalista, so elementos integrantes da culpabilidade:

a) Imputabilidade;
b) Potencial conscincia da ilicitude do fato;
c) Exigibilidade de conduta diversa.

4. CONCEITO DE CRIME ADOTADO POR DAMSIO, DOTTI, MIRABETE E


DELMATO.

Segundo Damsio, Mirabete, Dotti e Delmanto acreditam que o conceito formal de


crime composto somente pelo fato tpico e ilcito. A culpabilidade seria condio para
aplicao de pena. Porm, em caso de no haver fato tpico ou o agente agir respaldado
por uma das excludentes de ilicitude, no haver a aplicao de pena da mesma forma.