Você está na página 1de 9

Laudo Técnico – Instalações Elétricas de Baixa Tensão

1. DADOS DO CONTRATANTE
1.1 Razão Social Prefeitura Municipal de Carazinho
1.2 CNPJ 87.613.535/0001-16
1.3 Endereço Av. Flores da Cunha, 1264
1.4 Município Carazinho
1.5 CEP 99500-000

2. DADOS DO RESPONSÁVEL TÉCNICO


2.1 Nome Joel Rodrigues da Silva
2.2 Título Profissional Engenheiro Eletricista
2.3 Registro Profissional CREA/RS 204756
2.4 Endereço Av. Flores da Cunha, 1061 apto 802
2.5 Município Carazinho-RS
2.6 Telefone (54) 9917-2335
2.7 E-mail joelrodriguess@hotmail.com

3. OBJETIVO
O presente laudo tem por finalidade a verificação das instalações elétricas no
interior do Ginásio Esportivo ACAPESU, de propriedade do Município de Carazinho,
localizado na Av. Flores da Cunha, bairro Boa Vista.

4. DESCRIÇÃO
Conforme vistoria realizada no dia 08 de julho de 2015, nas propriedades do
Ginásio Esportivo ACAPESU, foi possível verificar e analisar as instalações elétricas,
incluindo fiações, eletrodutos e disjuntores do ponto de entrega da concessionária de
energia, cito ELETROCAR, até as cargas.
Foi possível constatar que diversos itens encontram-se em desconformidade
com as Normas Técnicas brasileiras, desta forma foi realizado um levantamento de
todas os itens que devem ser corrigidos para garantir a conformidade com as normas e
a segurança do Ginásio ACAPESU. Todos os itens abaixo descritos estão localizados em
planta baixa do ginásio, folha nomeada “LAUD1”, que segue em anexo a este Laudo
Técnico.
Seguem os itens a serem corrigidos:
1) Caixa de entrada de rede junto ao limite do terreno com a calçada. A medição é
feita em caixa metálica, porém está sem a fechadura padrão da concessionária.
Deve ser instalada uma fechadura padrão e Instalado quatro dispositivos
protetores de surto (DPS) de 40 kA, um para cada fase mais neutro.
Foto 1 - Caixa de Medição

2) Junto ao quadro geral de distribuição são necessárias as seguintes alterações:


- Utilizar lacres plásticos para fechar a caixa metálica grande, onde há a ligação
das fases.
- Retirar a caixa metálica pequena da antiga medição, pois não está sendo
utilizada.
- Disponibilizar um condutor de terra, em cabo de cobre flexível, na cor verde,
de bitola 1#16mm² até a futura malha de aterramento do SPDA.
- Aterrar as partes metálicas deste quadro.
- Substituir barramentos aparentes por quadro de distribuição para 36
disjuntores, trifásico, com barramento de 150 A.
- Instalar cadeado para limitar a abertura do quadro geral de distribuição.
- Instalar eletrodutos nos circuitos que saem do quadro.
- Retirar fiação que não está sendo utilizada, saindo pela parede logo acima do
quadro geral de medição.
- Substituição da fiação tipo cabo paralelo por cabo flexível com isolação de 750
V.
- Substituir tomadas trifásicas por tomadas com tampa e pino de terra 3P+T.
- Adequar disjuntores conforme bitola da fiação. Fiação de 1,5mm² utiliza
disjuntor de 10A, e de 2,5mm² utiliza disjuntor de 20A.
Foto 2 - Quadro geral de distribuição

Foto 3 - Barramento exposto no quadro geral de medição


3) Nos eletrodutos utilizados para a distribuição dos circuitos é possível verificar
que seis (8) caixas de passagem estão sem tampa, deixando a fiação exposta.
Desta forma se faz necessária a instalação das tampas nestas caixas de
passagem.
Foto 4 - Detalhe das caixas de passagem sem tampa

4) As tomadas utilizadas na instalação não possuem aterramento, desta forma


devem ser substituídas pelo modelo de tomadas novo com 3 pinos e ligação do
aterramento em todas as tomadas do Ginásio, em um total de 39 tomadas.
Na sala ao lada da secretaria, há duas tomadas médias na parede com eletroduto
sistema X em mal estado de conservação, conforme foto 5. Nestas duas tomadas
deve ser substituído o eletroduto pelo tipo de PVC de 3/4".

Foto 5 - Tomadas no padrão antigo, sem aterramento


5) Em cinco salas do ginásio a fiação utilizada na iluminação é do tipo cabo paralelo
que não se enquadra na NBR 5410. Deve ser substituído por cabo flexível de
isolação 750 V, com bitola de 1,5 mm², na cor preta para fase e azul para neutro,
instalado em eletroduto.
6) Nas abas externas do prédio, existem 15 luminárias que devem ser substituídas
por modelo resistente a água, como o modelo tartaruga. A fiação utilizada para
estas luminárias nas duas laterais do ginásio é do tipo cabo paralelo e deve ser
substituída por cabos flexíveis de isolação 750 V instalado em eletroduto.
Foto 6 - Luminária Exposta ao tempo
7) Em cada um dos vestiários (Masculino e Feminino) existe um circuito de chuveiro
elétrico desativado com fiação exposta, esta fiação deve ser retirada.
8) Na entrada dos vestiários, há um Caixa para Disjuntores CD com a fiação de
ligação do disjuntor exposta e apenas um disjuntor instalado. Esta caixa deve ser
substituída por uma nova.
9) Na entrada dos vestiários, há uma fiação desativada e exposta, esta fiação deve
ser retirada.
10) No vestiário masculino, existem duas luminárias que devem ser fixadas ao teto,
pois estão penduradas pela fiação.
11) Existem 7 chuveiros instalados nos diversos banheiros, eles devem possuir
disjuntor residual (DR) individual, e condutor de aterramento individual, de
bitola 2,5 mm², ligado ao DR.
12) Na secretaria do ginásio, há uma Caixa para disjuntores com apenas um
disjuntor, referente ao circuito do ar condicionado em desuso. Este CD deve ser
retirado.
13) Nos fundos do ginásio, há uma caixa de medição de madeira que não está sendo
utilizada. Ela deve ser retirada juntamente com sua fiação.

Foto 7 - Caixa de medição desativada


14) Na sala utilizada pela banda municipal, todas as fiações utilizadas são do tipo
paralela, sem dupla isolação. Esta fiação deve ser substituída por cabos de PVC,
750 V, flexível, 1,5 mm² para iluminação e 2,5 mm² para tomadas. Toda a fiação
deve ser instalada em eletrodutos de PVC rígido, sem roscas. As luminárias
devem ser substituídas e fixadas no forro. Os interruptores não utilizados devem
ser retirados.

Foto 8- Interruptores em desuso da sala da banda a serem retirados

Foto 9 - Tomadas da Sala da banda a serem substituídas


Foto 10 - Fiação exposta da sala da banda

15) Devem ser inclusos as tomadas altas, do tipo 2P + T, para energização do sistema
de iluminação de emergência. Sendo 15 tomadas para as luminárias de LED a
uma altura de 2,3 m do solo e 4 tomadas para os refletores de emergência a uma
altura de 3,7 m do solo. A localização de cada uma das tomadas está na planta
LAUD2.
16) Instalar o Quadro “CD Iluminação e Ventiladores” e seus respectivos circuitos,
conforme a planta LAUD2. Estes circuitos irão atender as luminárias de
emergência, ventiladores de parede e tomada trifásica para o palco.
17) Instalar os quadros “CD Copa 1” e “CD Copa 2”, e seus respectivos circuitos,
conforme planta LAUD1.

5. CONCLUSÃO
Concluo, portanto, que as instalações elétricas do Ginásio ACAPESU acima
descritas não estão em condições seguras de uso, apresentando riscos de acidentes a
seus usuários e riscos de sinistros a estrutura física.
As normais técnicas observadas para a conclusão deste laudo são as seguintes:
- NR-10
- NBR5410:2004 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão
Este laudo técnico é acompanhado de sua Anotação de Responsabilidade Técnica
– ART, de número 8084803.

Carazinho, 13 de julho de 2015.

________________________________
Joel Rodrigues da Silva
Engenheiro Eletricista
CREA/RS 204657

________________________________
Prefeito Municipal de Carazinho

____________________________________________________________________________
Joel Rodrigues da Silva - Engenheiro Eletricista - CREA-RS 204657
Avenida Flores da Cunha, 1061, apto 802 - Bairro Centro – Carazinho – RS
CEP-99500-000 - Fone (54) 9917-2335 E-mail: joelrodriguess@hotmail.com