Você está na página 1de 42

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica CST em Sistemas Eletrônicos

Departamento Acadêmico de Eletrônica

CST em Sistemas Eletrônicos

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica CST em Sistemas Eletrônicos

Placas de Ci

Pl

acas de Circu

rcuiitoto IImpresso

mpresso

ee

OOuuttras

ras Di

Dicas

cas IImpor

mporttananttes

es

Projeto Integrador II

Projeto Integrador

Prof. Clóvis Antônio Petry.

Florianópolis, junho de 2008.

Florianópolis, junho de 2008.

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 1º Passo: Impressão do layout. 2º

1º Passo:

Impressão do layout.

2º Passo:

Limpeza da placa.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 1º Passo: Impressão do layout. 2º
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 1º Passo: Impressão do layout. 2º

Passo:

Transferência do layout.

http://www2.eletronica.org/Members/FB/dicas-tabelas/pci_metodo_termico.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo térmico:

Processo

térmico:

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 4º

4º Passo:

Colocação da placa em água.

5º Passo:

Retirada do papel.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 4º
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 4º

6º Passo:

Retirada completa do papel.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 4º

http://www2.eletronica.org/Members/FB/dicas-tabelas/pci_metodo_termico.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 7º Passo: Retoque nas falhas das

7º Passo:

Retoque nas falhas das trilhas.

8º Passo:

Corrosão da placa.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 7º Passo: Retoque nas falhas das
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 7º Passo: Retoque nas falhas das

9º Passo:

Retirada e limpeza.

http://www2.eletronica.org/Members/FB/dicas-tabelas/pci_metodo_termico.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo térmico:

Processo

térmico:

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 11º

11º Passo:

Furação da placa.

10º Passo:

Placa corroída e limpa.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 11º
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo térmico: Processo térmico : 11º

12º Passo:

Aplicação da máscara de componentes.

http://www2.eletronica.org/Members/FB/dicas-tabelas/pci_metodo_termico.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo de

Processo

de corrosão

corrosão química:

química:

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão

Integrantes:

• Água; • Ácido muriático; Água oxigenada.

http://www2.eletronica.org/Members/FB/dicas-tabelas/pci_metodo_termico.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo de

Processo

de corrosão

corrosão química:

química:

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão

Integrantes:

Percloreto de ferro.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão

Cuidado: produto corrosivo.

http://www.overdance.com.br/audio_list/Fazendo%20suas%20placas%20de%20circuito%20impresso.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo de

Processo

de corrosão

corrosão química:

química:

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão

http://www.sabermarketing.com.br

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo de Processo de corrosão corrosão

Integrantes:

• Percloreto de ferro; • Cortador de placa; Pl aca d e • Caneta; • Perfurador de placa; • Vasilhame; • Suporte para placa; • Estojo de madeira.

f

eno

lit

e;

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Aplicação do PRP Aplicação do PRP

Aplicação do PRP

Aplicação do PRP

(tinta fotosensível

(tinta

fotosensível))

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Aplicação do PRP Aplicação do PRP
Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Aplicação do PRP Aplicação do PRP

Seca emem

Seca gg

www.pcifacil.com.br

www.pcifacil.com.br

Processo fotográfico

Processo

fotográfico::

Limpe Limpezzaa
Limpe
Limpezzaa
GG eraç eraç oo ãã dd aa mm scara áá scara
GG
eraç
eraç oo
ãã
dd
aa mm scara
áá scara

Revelação

Revelação

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Aplicação do PRP Aplicação do PRP

Sensibilização

Sensibilização

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Aplicação do PRP Aplicação do PRP

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Processo serigráfico

Processo

serigráfico (silkscreen)

(silkscreen)::

Partes do processo:

• Serigrafia;

• Tela;

Quadro;

• Preparação da matriz;

• Gravação da tela;

• Impressão;

• Outras.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Processo serigráfico Processo serigráfico (silkscreen) (silkscreen)::

http://esslee.home.sapo.pt/10-E%20-%202000/Pagina6.htm

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 3º Passo: Fresagem: : Fresagem 2º

3º Passo:

Fresagem::

Fresagem

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 3º Passo: Fresagem: : Fresagem 2º

2º Passo:

Preparação da PCI

para fresagem.

1º Passo:

Desenho da PCI.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 3º Passo: Fresagem: : Fresagem 2º

Arquivo em formato CAM.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI 3º Passo: Fresagem: : Fresagem 2º

http://www.ivobarbi.com/download/GuiaTango_Fresa.pdf

Método de obtenção da PCI

Método de obtenção da PCI

Fresagem::

Fresagem

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Fresagem: : Fresagem 5º Passo: Fresagem

5º Passo:

Fresagem da PCI.

4º Passo:

Preparação da fresadora.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Fresagem: : Fresagem 5º Passo: Fresagem

http://www.ivobarbi.com/download/GuiaTango_Fresa.pdf

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Fresagem: : Fresagem 5º Passo: Fresagem

6º Passo:

Furação da placa.

Método de obtenção da PCI Método de obtenção da PCI Fresagem: : Fresagem 5º Passo: Fresagem

Dimensões reais dos componentes

Dimensões reais dos componentes

Tabela de

Tabela

de conversão:

conversão:

1 polegada = 2,54 centímetros

1 in = 2,54 cm

2,54 cm = 25,4 mm

1 mil = 0,025 mm

10 mil = 0,25 mm

  • 20 mil = 0,50 mm

  • 30 mil = 0,75 mm

40 mil = 1,0 mm

  • 50 mil = 1,25 mm

http://www.cirvale.com.br

Dimensões reais dos componentes Dimensões reais dos componentes Tabela de Tabela de conversão: conversão : 1

Dimensões reais dos componentes

Dimensões reais dos componentes

Dimensões reais dos componentes Dimensões reais dos componentes Terminais axiais Terminais radiais K ra ig Mit

Terminais axiais

Dimensões reais dos componentes Dimensões reais dos componentes Terminais axiais Terminais radiais K ra ig Mit

Terminais radiais

Kraig Mitzner

Dimensões reais dos componentes Dimensões reais dos componentes Terminais axiais Terminais radiais K ra ig Mit

http://www.cirvale.com.br/pdf/Dicas%20para%20clientes.pdf

Correntes ee tensões no circuito

Correntes

tensões no circuito

l
l

Largura das trilhas:

0,75 mm 30 mils
0,75 mm
30 mils

http://www.cirvale.com.br/

Correntes ee tensões no circuito Correntes tensões no circuito l L argura d as trilh as:

Correntes ee tensões no circuito

Correntes

tensões no circuito

Correntes ee tensões no circuito Correntes tensões no circuito http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Correntes ee tensões no circuito Correntes tensões no circuito http://www.alternatezone.com/

Número de camadas da PCI

Número de camadas da PCI

Número de camadas da PCI Número de camadas da PCI Múltiplas camadas Duas camadas
Múltiplas camadas
Múltiplas camadas
Número de camadas da PCI Número de camadas da PCI Múltiplas camadas Duas camadas

Duas camadas

Número de camadas da PCI Número de camadas da PCI Múltiplas camadas Duas camadas

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes Kraig Mitzner
Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes Kraig Mitzner

Kraig Mitzner

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes Kraig Mitzner

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/
Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/
Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Tecnologia de soldagem dos componentes Tecnologia de soldagem dos componentes http://www.alternatezone.com/

Uso de polígonos

Uso de polígonos

Uso de polígonos Uso de polígonos htt p: // www.c i rva l e.com. br/ http://www.alternatezone.com/
Uso de polígonos Uso de polígonos htt p: // www.c i rva l e.com. br/ http://www.alternatezone.com/

http://www.cirvale.com.br/

Uso de polígonos Uso de polígonos htt p: // www.c i rva l e.com. br/ http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Uso de polígonos Uso de polígonos htt p: // www.c i rva l e.com. br/ http://www.alternatezone.com/

Isolação entre trilhas

Isolação entre trilhas

Isolação entre trilhas Isolação entre trilhas http://www.alternatezone.com/
Isolação entre trilhas Isolação entre trilhas http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Isolação entre trilhas

Isolação entre trilhas

Cuidados com

Cuidados

com trilhas

trilhas próximas

próximas::

Isolação entre trilhas Isolação entre trilhas Cuidados com Cuidados com trilhas trilhas próximas próximas: : Problemas
Problemas durante aa transferência Problemas durante transferência ouou corrosão! corrosão!
Problemas durante aa transferência
Problemas durante
transferência ouou corrosão!
corrosão!

http://www.alternatezone.com/

Isolação entre trilhas Isolação entre trilhas Cuidados com Cuidados com trilhas trilhas próximas próximas: : Problemas

Roteamento bom xx ruim

Roteamento bom

ruim

Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/

Roteamento bom

Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/
Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/
Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/

Roteamento ruim

Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/
Roteamento bom xx ruim Roteamento bom ruim Roteamento bom Roteamento ruim http://www.alternatezone.com/

http://www.alternatezone.com/

Finalização de ilhas ee curvas

Finalização de ilhas

curvas

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne
Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne
Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne

Furo simples

Furo metalizado

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne

Kraig Mitzner

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne

http://www.alternatezone.com/

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Furo metalizado K ra ig Mit zne

Finalização de ilhas ee curvas

Finalização de ilhas

curvas

Dimensões dos furos: 2 mm x 2 mm 80 mils x 80 mils
Dimensões dos furos:
2 mm x 2 mm
80 mils x 80 mils

Furos: a) correto e b) errado.

Dimensões dos furos:

1,3 mm x 1,3 mm

50 mils x 50 mils

Kraig Mitzner

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Dimensões dos furos: 2 mm x 2
Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Dimensões dos furos: 2 mm x 2

Finalização de ilhas ee curvas

Finalização de ilhas

curvas

Passagem

pelo terminal

do componente

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Passagem pelo terminal do componente Passagem usando

Passagem

usando uma via

especifica

Finalização de ilhas ee curvas Finalização de ilhas curvas Passagem pelo terminal do componente Passagem usando

Kraig Mitzner

Distâncias importantes

Distâncias importantes

Distâncias importantes Distâncias importantes http://www.cirvale.com.br/

http://www.cirvale.com.br/

Distâncias importantes Distâncias importantes http://www.cirvale.com.br/

Distâncias importantes

Distâncias importantes

Distâncias importantes Distâncias importantes http://www.cirvale.com.br/
Distâncias importantes Distâncias importantes http://www.cirvale.com.br/

http://www.cirvale.com.br/

Planos de alimentação ee terra

Planos de alimentação

terra

Kraig Mitzner
Kraig Mitzner

Planos de alimentação ee terra

Planos de alimentação

terra

Planos de alimentação ee terra Planos de alimentação terra Kraig Mitzner

Kraig Mitzner

Planos de alimentação ee terra Planos de alimentação terra Kraig Mitzner

Planos de alimentação ee terra

Planos de alimentação

terra

Planos de alimentação ee terra Planos de alimentação terra
Planos de alimentação ee terra Planos de alimentação terra

Diminuindo distância entre trilhas

Diminuindo distância entre trilhas

Diminuindo distância entre trilhas Diminuindo distância entre trilhas

Cuidado com cabos soltos

Cuidado com cabos soltos

Cuidado com cabos soltos Cuidado com cabos soltos

Uso de capacitores próximo aa circuitos integrados

Uso de capacitores próximo

circuitos integrados

+15V C1 100nF U1 2 1 3 7 LM311 C2 100nF -15V 4 8 6 5
+15V
C1
100nF
U1
2
1
3
7
LM311
C2
100nF
-15V
4
8
6
5
Errado Errado
Errado
Errado
Correto Correto
Correto
Correto

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Sem parasitas Sem parasitas ideal:: +VDC R27 55V C12 100 R1 0.1uF C4 R14 120 100
Sem parasitas
Sem
parasitas
ideal::
+VDC
R27
55V
C12
100
R1
0.1uF
C4
R14
120
100
Q16
Q4
R31
220uF
0
R7
Q2N5401
470
0
IRFP9240
1k
C5
R23
47uF
Q15
Q3
Q8
R32
15k
Q2N5401
FZT955/ZTX
470
0
IRFP9240
R27
R8
R15
100
10k
15
R16
Q11
100
ZTX1055A/ZTX
R9
Q16
10k
D2
R31
D1N4148
R17
1k
Q13
R33
0
470
IRFP9240
270
C8
Q2N5551
R2
R3
47uF
R37
R38
100
100
R10
L1
0.22
0.22
R24
R28
1
2
Q15
150
10
10k
1uH
Q1
Q2
R32
C1
C2
Q2N5401
Q2N5401
R11
C6
Q7
R42
Vo
22uF
22uF
330
15pF
10
ZTX1055A/ZTX
V
470
R12
R43
R25
R29
R41
330
R18
1Meg
150
10
10
R39
R40
Carga
220
IRFP9240
0.22
0.22
8
0
W
C7
D1
Q14
R34
C10
220uF
D1N4148
Q2N5401
P1
0.1uF
270
1K
R4
10k
0
0
0
SET = 0.50
D3
D1N4148
Q12
R19
FZT955/ZTX
100
C13
C9
100pF
500pF
0
Q5
470
Q17
Q9
Q10
ZTX1055A/ZTX
0
1k
Q6
IRFP240
R26
Q2N5551
Q2N5551
15k
R13
Q19
ZTX1055A/ZTX
R36
Q18
R20
1k
C3
470
220uF
IRFP240
1k
0
Q2N5551
R5
R6
R21
R22
0
-VDC
33
33
1k
47
R30
C11
55V
100
0.1uF
Title
<Title>
Size
Document Number
Rev
Custom <Doc>
<Rev Code>
Date:
Thursday , April 17, 2008
Sheet
1
of
1

Situação ideal

Situação

Equivalências de transistores: 2SB649 >>> FZT955 2SD669 >>> ZTX1055 2SK1058 >>> IRFP240 2SB649 >>> FZT958
Equivalências de transistores:
2SB649 >>> FZT955
2SD669 >>> ZTX1055
2SK1058 >>> IRFP240
2SB649 >>> FZT958

PARAMETERS:

Fin = 1k

Para 120 W na saída a entrada deve ser de 1.4 V Vin V V1 VOFF
Para 120 W na saída
a entrada deve ser
de 1.4 V
Vin
V
V1
VOFF = 0
VAMPL = 1.4
FREQ = {Fin}
W
0
Distorção na saída
para entrada a
partir de 1.57 V

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Situação ideal

Situação

ideal::

Tensão Tensão dreno- dreno-source source
Tensão
Tensão dreno-
dreno-source
source
SSemem sosobbrerettens ensããoo
SSemem sosobbrerettens
ensããoo

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Situação real: Situação real: Com indutâncias Com indutâncias parasitas parasitas 2 L2 10uH Equivalências de transistores:
Situação real:
Situação
real:
Com indutâncias
Com
indutâncias parasitas
parasitas
2
L2
10uH
Equivalências de transistores:
2SB649 >>> FZT955
2SD669 >>> ZTX1055
2SK1058 >>> IRFP240
2SB649 >>> FZT958
+VDC
R27
55V
C12
C12
100
R1
0.1uF
1
C4
R14
120
0.1uF
100
Q16
Q4
R31
220uF
0
R7
Q2N5401
470
0
PARAMETERS:
IRFP9240
Q16
1k
C5
Fin = 1k
R23
47uF
Q15
Q3
Q8
R31
R32
15k
Q2N5401
FZT955/ZTX
0
470
0
IRFP9240
470
IRFP9240
R8
R15
10k
15
R16
Q11
Q15
100
ZTX1055A/ZTX
R32
R9
10k
D2
D1N4148
470
R17
1k
Q13
R33
0
IRFP9240
270
C8
Q2N5551
R2
R3
47uF
R37
R38
100
100
R10
L1
0.22
0.22
R24
R28
1
2
150
10
10k
1uH
Para 120 W na saída
a entrada deve ser
de 1.4 V
Q1
Q2
C1
C2
Q2N5401
Q2N5401
R11
C6
Q7
R42
Vin
Vo
22uF
22uF
330
15pF
10
ZTX1055A/ZTX
V
V
V1
VOFF = 0
VAMPL = 1.4
FREQ = {Fin}
R12
R43
R25
R29
R41
330
R18
1Meg
150
10
10
W
R39
R40
Carga
220
0.22
0.22
8
0
W
C7
D1
Q14
R34
0
C10
220uF
D1N4148
Q2N5401
P1
0.1uF
270
1K
Distorção na saída
para entrada a
partir de 1.57 V
R4
10k
0
0
0
SET = 0.50
D3
D1N4148
Q12
R19
FZT955/ZTX
100
C13
C9
100pF
500pF
0
Q5
470
Q17
Q9
Q10
ZTX1055A/ZTX
0
1k
Q6
IRFP240
R26
Q2N5551
Q2N5551
15k
R13
Q19
ZTX1055A/ZTX
R36
Q18
R20
1k
C3
470
220uF
IRFP240
1k
0
Q2N5551
R5
R6
R21
R22
0
-VDC
33
33
1k
47
R30
C11
55V
100
0.1uF
Title
<Title>
Size
Document Number
Rev
Custom <Doc>
<Rev Code>
Date:
Thursday , April 17, 2008
Sheet
1
of
1

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

Semicondutores de potência (evitar trilhas longas)

real: Tensão Tensão dreno- dreno-source source CComom sosobbrerettens ensããoo
real:
Tensão
Tensão dreno-
dreno-source
source
CComom sosobbrerettens
ensããoo

Situação real:

Situação

Proteção do

Proteção

do gatilho

gatilho de

de MOSFETs

MOSFETs

Posicionar oo mais

Posicionar

mais próximo

próximo possível

possível dodo MOSFET:

MOSFET:

Para Para circuito circuito com com tensão tensão de de gatilho gatilho apenas apenas positiva. positiva.
Para
Para circuito
circuito com
com tensão
tensão de
de gatilho
gatilho apenas
apenas positiva.
positiva.

Proteção do

Proteção

do gatilho

gatilho de

de MOSFETs

MOSFETs

Posicionar oo mais

Posicionar

mais próximo

próximo possível

possível dodo MOSFET:

MOSFET:

Proteção do Proteção do gatilho gatilho de de MOSFETs MOSFETs Posicionar o o mais Posicionar mais

Para circuito

Para

circuito com

com tensão

tensão de

de gatilho

gatilho positiva

positiva ee negativa

negativa ..