Você está na página 1de 5

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

Temática Interdisciplinar: “ A escolarização de Jovens e Adultos”

Curso Pedagogia Semestre: 2ºflex/3ºsemetre


Disciplinas Metodologia Científica
integradoras Educação de Jovens e Adultos
História da Educação
Educação Formal e não Formal
Didática
Práticas Pedagógicas: Gestão da Sala de Aula
Professores Thiago Viana Camata
Vilze Vidotte Costa
Mari Clair Moro Nascimento
Jacqueline Rodrigues Gonçalves
Natália Gomes dos Santos
Okçana Battini/ Renata de Souza F. D. Almeida
Conteúdos Aspectos históricos, sociais e pedagógicos da Educação de
interdisciplinares Jovens e Adultos.

Competência Compreender como se configurou a Educação de Jovens e


Adultos ao longo da história e refletir sobre práticas
pedagógicas com esse público.
Habilidades Analisar o papel da educação frente ao direito à escolarização
de Jovens e Adultos.
Objetivos de • Compreender de que maneira o pedagogo pode
aprendizagem contribuir para a efetivação da função social da escola,
analisando as relações que se estabelecem entre o
contexto social e político.
• Compreender o processo histórico da Educação de
Jovens e Adultos.
• Identificar os fatores que interferem na prática
pedagógica realizada com esse público.

Prezados alunos,

Sejam bem-vindos a este semestre!

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá


como temática “A escolarização de Jovens e Adultos”. Escolhemos esta
temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos
desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.

Por meio das discussões que perpassam este semestre, vocês irão
observar que a história da Educação de Jovens e Adultos é marcada por
precariedades e descasos, no entanto inúmeras reinvindicações foram
realizadas para que essa modalidade fosse compreendida atualmente como
um direito social. Nesta lógica refletir sobre práticas pedagógicas que
vislumbrem a concretização de uma escolarização de qualidade, que propicie a
apropriação do conhecimento científico, é fundamental para que esse direito se
concretize na realidade.

Sendo assim, este momento é relevante para vocês pensarem sobre


estas questões e articularem os principais conhecimentos que permeiam este
semestre, deste modo, vocês ampliarão ainda mais seus saberes.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. Formação dos grupos

Organizem grupos de 2 (dois) a 7 (sete) alunos (as) do mesmo curso e turma.

Para realizar a atividade de portfólio em grupo, vocês deverão criar um


texto de própria autoria, tendo como base todo o material disponibilizado. Além
disso, o grupo deve elaborar uma proposta de trabalho tendo como elemento
principal a didática para o atendimento de Jovens e Adultos. O trabalho deve
ser realizado de acordo com as normas da ABNT. Para isso, acesse:
http://www.unoparead.com.br/sites/bibliotecadigital/ . Ao acessar a Biblioteca
Digital na parte inferior direita da página inicial clique em “Padronização” e
escolha a opção “Modelo para elaboração de Trabalho Acadêmico” e siga a
estrutura e orientações que se encontram descritas.

2. O que deve ser realizado

a) Ler, refletir e discutir em grupo a Situação Geradora de Aprendizagem e


a Situação Problema.
b) Ler o texto intitulado “Breve história sobre a Educação de Jovens e
Adultos no Brasil” (disponível em:
http://www.histedbr.fe.unicamp.br/revista/edicoes/38/art05_38.pdf
Acesso em: 16.dez.2017).
c) Ler o texto intitulado “Trajetória da escolarização de jovens e adultos no
Brasil: de plataformas de governo a propostas pedagógicas esvaziadas”
(disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v18n67/a11v1867.
Acesso em 16.dez.2017).
d) Elaborar a produção textual em grupo, com fundamentação teórica e
com a proposta de trabalho docente (essa proposta é fictícia, não
precisa realizar nos espaços não formais) tendo como base os
elementos da Situação Problema, considerando os itens apresentados
nas normas para elaboração e entrega da produção textual.

3. Leitura e interpretação da SGA

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

No início do ano letivo a Escola Municipal “João Guimarães Rosa”,


ofertará turmas de Educação de Jovens e Adultos para atender a comunidade
no período noturno. No processo de abertura das turmas, a pedagoga Lúcia
verificou a necessidade de conversar com os professores para esclarecer a
importância do trabalho que será realizado com esse público e refletir as
especificidades do processo de ensino e aprendizagem desses alunos. Após o
anúncio desta nova demanda alguns professores foram conversar com Lúcia,
alegando que compreendem a importância dessas turmas para a população,
no entanto não se acham preparados para atuar com elas, como pode ser
observado na fala da professora Rafaela:

“- Lúcia, sei que a educação é um direito, mas não entendo porque esses
adultos procuraram a escola somente agora, outra questão é a forma como
iremos lidar com as diferenças, qual metodologia iremos adotar? As mesmas
utilizadas com as crianças?

A partir destas indagações, Lúcia conversou com a equipe pedagógica


sobre a possibilidade de organizar uma semana de formação de profissionais
na escola, tendo como tema a Educação de Jovens e Adultos.

Situação-problema:

Na organização da semana pedagógica, Lúcia e a diretora Silvana


estruturaram algumas atividades que propiciam para os professores
enriquecimento e reflexões sobre o trabalho que será desenvolvido com os
professores que irão atuar com o público da EJA. Desta forma, elas
convidaram a professora Maria Luiza, que é pesquisadora na área de
alfabetização de adultos, para discutir a escolarização de Jovens e Adultos na
Educação Brasileira. A professora ficou feliz com o convite e pediu para que
Lúcia e Silvana elencassem alguns pontos para que ela elaborasse um texto
com objetivo de nortear a fala com os professores. Dessa forma, Lúcia e
Silvana levantaram alguns questionamentos:

- Quais são os fatores sociais e históricos que perpassam a Educação de


Jovens e Adultos na educação brasileira?

- Qual a função social da escola diante do processo de escolarização desse


público?

- Quais são as contribuições de Paulo Freire, a partir da educação libertadora,


que poderão ser utilizadas pelos professores em seu planejamento; com vistas
a alcançar êxito no trabalho em sala de aula?

Com base no exposto, suponha que vocês irão auxiliar Maria Luiza
nos debates da semana pedagógica. Sendo assim, elaborem um texto,
tomando como base os questionamentos que Maria Luiza deverá levar
para a discussão a ser realizada com os professores na semana
pedagógica na escola. Para isso o grupo poderá utilizar-se dos artigos
acima indicados e dos materiais das disciplinas. Lembre-se que o texto
deve ser elaborado com base nos questionamentos que Lúcia e Silvana
solicitaram para Maria Luiza.
NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL

A produção textual deve ser organizada por meio dos seguintes itens, à
serem considerados pelo grupo:

1º ) Realização da leitura dos textos (STRELHOW, Thyeles Borcarte, intitulado


“Breve história sobre a Educação de Jovens e Adultos no Brasil” e
Friedrich, M. et all intitulado “Trajetória da escolarização de jovens e adultos
no Brasil: de plataformas de governo a propostas pedagógicas
esvaziadas”). Além dos artigos indicados, os acadêmicos também poderão
utilizar para a elaboração do texto os materiais disponibilizados pelas
disciplinas do semestre (em especial a unidade 2 do livro de Didática, que
apresenta uma discussão sobre o trabalho de Paulo Freire enquanto tendência
pedagógica), bem como, o documento da Lei de Diretrizes e Bases da
Educação Nacional – LDB n. 9394/96, na Seção V intitulada “Da Educação de
Jovens e Adultos”. Para a utilização da LDB n. 9394/96, acesse:
(http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm)

Durante a leitura dos materiais disponibilizados, sugere-se que sejam


realizados “fichamentos”, conforme orientações indicadas pela disciplina de
Metodologia Científica, pois isso irá contribuir de maneira mais efetiva para a
elaboração do texto central.

2º) Elaborar a Introdução da produção textual tratando sobre: A importância


da história da educação na formação do pedagogo.

3º ) Para o Desenvolvimento do trabalho, o grupo deve elaborar um texto


entre 3 a 4 páginas, como fundamentação teórica que atenda a proposta
solicitada e permita reflexão sobre a Situação Problema. No sentido de
contribuir com Maria Luiza, o grupo deverá envolver na discussão, os
questionamentos indicados por Lúcia e Silvana:

- Quais são os fatores sociais e históricos que perpassam a Educação de


Jovens e Adultos na educação brasileira?

- Qual a função social da escola diante do processo de escolarização desse


público?

- Quais são as contribuições de Paulo Freire, a partir da educação libertadora,


que poderão ser utilizadas pelos professores em seu planejamento; com vistas
a alcançar êxito no trabalho em sala de aula?

4º) Depois da fundamentação teórica os alunos deverão apresentar uma


proposta de trabalho a ser desenvolvida em um espaço não formal de ensino
como por exemplo, ONG’s, Associação de Bairro, Sindicato, que atenda o
aluno da EJA. A proposta de trabalho deve seguir os itens abaixo:

PROPOSTA DE TRABALHO DOCENTE


Identificação do local: A equipe deverá colocar o local fictício
Disciplinas: as disciplinas envolvidas na proposta.
Período de realização: meses em que a proposta será realizada.
Professores: nome dos integrantes do grupo.

Objetivo geral: objetivo que se pretende atingir ao longo do


desenvolvimento das propostas, colocar um ou dois objetivos gerais.

Objetivos específicos: objetivos que se pretende atingir em cada etapa da


proposta, colocar de 2 a 5 objetivos.

Conteúdos: apresentar os conteúdos desenvolvidos

Cronograma de atividades: período de realização de cada proposta. Se


preferir poderá colocar em forma de tabela.

Percurso metodológico:
Descreva aqui cada uma das atividades a serem realizadas de forma
detalhada. (De 3 a 5 atividades).

Recursos:
Apresente os recursos materiais e didáticos necessários (Datashow,
cartolina, tesoura, revistas, textos, vídeos, entre outros).
Se optar por utilizar textos, vídeos ou imagens deverá colocá-los em anexos
na íntegra ou a indicação do link para acesso.

Avaliação:
Descreva como as propostas serão avaliadas.

Bibliografia:
Apresentar todas as fontes utilizadas para consulta na elaboração das
propostas.

5º) Durante as Considerações Finais o grupo deve tratar sobre a relevância


da realização do trabalho para a futura prática docente.

6º) Ao concluir a atividade, o grupo não deve se esquecer de incluir todas as


Referências Bibliográficas, utilizadas durante a elaboração do trabalho e
apresentadas de acordo com as regras da ABNT.

Um ótimo trabalho!

Equipe de professores