Você está na página 1de 18

Empreendedorismo – Profa.

Cristina Laureano Flor da Rosa

PLANO DE NEGÓCIO SIMPLIFICADO

Plano de Negócio Página 1


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Sumário

1. SUMÁRIO EXECUTIVO .................................................................................................................................... 3


2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ....................................................................................................................... 4
2.1. DADOS DO FUTURO EMPREENDIMENTO ............................................................................................... 4
2.2. SETORES DE ATIVIDADE .......................................................................................................................... 4
2.3. FORMA JURÍDICA .................................................................................................................................... 4
2.4. ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO ............................................................................................................ 5
2.4.1. Âmbito federal ................................................................................................................................. 5
2.4.2. Âmbito estadual .............................................................................................................................. 5
2.5 CAPITAL SOCIAL ....................................................................................................................................... 5
2.6. DADOS DOS EMPREENDEDORES, EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL E ATRIBUIÇÕES ................................... 5
3. Plano de Marketing e Aspectos Mercadológicos .......................................................................................... 8
3.1. MERCADO CONSUMIDOR ....................................................................................................................... 8
3.2. MERCADO FORNECEDOR........................................................................................................................ 8
3.3. MERCADO CONCORRENTE ..................................................................................................................... 9
3.4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING .............................................................................................................. 10
3.4.1 Estratégias promocionais ............................................................................................................... 10
3.4.2 Estrutura de comercialização ......................................................................................................... 11
4. ANÁLISE ESTRATÉGICA ................................................................................................................................ 12
5. PLANO OPERACIONAL E DE RECURSOS HUMANOS .................................................................................... 13
5.1. PROCESSOS OPERACIONAIS ................................................................................................................. 13
5.2. Necessidade de pessoal ........................................................................................................................ 13
6. PLANO FINANCEIRO ..................................................................................................................................... 14
6.1 CUSTOS FIXOS OPERACIONAIS MENSAIS DA FUTURA EMPRESA .......................................................... 15
7. ANEXOS ........................................................................................................................................................ 16

Plano de Negócio Página 2


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

1. SUMÁRIO EXECUTIVO

Localizada a uma quadra e meia do portão da Universidade Tecnológica Federal


do Paraná na Avenida Alberto Carazzai, o Café “Energy = more coffe²” está situado em
uma posição estratégica visando oferecer aos seus clientes, em sua maioria estudantes
da Universidade, um ambiente confortável de estudo e rapidez de atendimento para os
produtos vendidos, que incluem mas não se limitam a várias opções de: bebidas quentes,
como café e achocolatado, refrigerantes, e salgados.
A presença de uma grande quantidade de estudantes que se desloca de outras
cidades para Cornélio Procópio com o objetivo de obter uma formação na Universidade
Federal, cria um nicho de clientes que poderia beneficiar-se da existência de um lugar pra
tomar café, uma vez que a grande maioria dos estudantes não tem tempo para preparar
um café da manhã, ou praticamente qualquer outra refeição. A “Energy = more coffe²”
pode ainda oferecer uma opção de ambiente para os alunos e outros clientes se reunirem
a fim de efetuarem seus estudos e trabalhos tendo disponível os serviços de Internet
gratuitamente.
O investimento inicial de RS50000 foi feito pelos 5 sócios em partes iguais, sendo
que a cada um cabe a parcela de 20% das quotas da empresa. Para esta empresa
apenas capital próprio foi utilizado uma vez que todo o montante necessário, é formado
pela soma da quantia de cada um dos sócios.
Os fatores que favorecem a “Energy = more coffe²” em relação aos
estabelecimentos existentes próximo ao local são: nenhum deles tem um atendimento
muito bom, e um deles não aceita cartões dando “Energy = more coffe²” uma vantagem
competitiva. Uma vez que os bancos são longe da faculdade.
O a meta é tornar-se o melhor café da universidade, uma vez que os concorrentes
não prestam um serviço muito bom, e deixam muito a desejar, e a “Energy = more coffe²”
pode sim futuramente conquistar esta parcela de mercado.

Plano de Negócio Página 3


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA

2.1. DADOS DO FUTURO EMPREENDIMENTO

Nome Fantasia da Empresa: Energy = more coffe²


Razão Social: YMGD² cia LTDA
CNPJ/CPF 2345678

E=mc², até o Einstein aprova.

2.2. SETORES DE ATIVIDADE

O setor de atividade é Comercio e o Ramo será uma Cafeteria.

Optamos por este ramo porque não existe concorrência. O negócio é baseado nas
cafeterias norte-americanas e europeias na qual os clientes podem pegar o café e
continuar suas atividades ou usufruir das instalações do estabelecimento para estudos e
ou trabalho. O estabelecimento venderá bebidas quentes como chás, cafés e diversos
tipos de salgados e lanches rápidos. A criação de um serviço carecido na região a um
preço acessível. Facilidade, comodidade e rapidez.

2.3. FORMA JURÍDICA

Sociedade Empresarial Limitada.

Plano de Negócio Página 4


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

2.4. ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO

2.4.1. Âmbito federal

REGIME NORMAL
 IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica
 PIS – Contribuição para os Programas de Integração Social
 COFINS – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social
 CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido
 IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados (apenas para indústria)

2.4.2. Âmbito estadual

ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (SISTEMA


DÉBITO E CRÉDITO)

2.5 CAPITAL SOCIAL

% de
Sócios Nome do sócio Valor (R$)
participação
1 Daniel 10.000,00 20
2 Yuri 10.000,00 20
3 Diego 10.000,00 20
4 Michael 10.000,00 20
5 Gustavo 10.000,00 20
6

Total 50.000,00 100

2.6. DADOS DOS EMPREENDEDORES, EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL E


ATRIBUIÇÕES

Sócio 1
Nome Daniel Westerman Spier
Endereço Rua: Emilia Gomes, 139
Cidade: Cornélio Procópio Estado: Paraná

Plano de Negócio Página 5


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Telefone: (43) 9911-3968 Telefone 2

Experiência no exterior como “research assistant” na Universidade da Columbia


Britânica no Canadá e observador de tendências de mercado na China.

Sócio 2
Nome: Yuri Andrade Silva
Endereço: Rua Paraíba, 59 – Centro
Cidade: Cornélio Procópio Estado: Paraná
Telefone 1: (43) 9830-5887 Telefone 2

Experiência no exterior com vivência na Alemanha, estágio de 6 meses na Faber


Castell da Alemanha.

Sócio 3
Nome: Michael Douglas Costa Marques
Endereço: Rua Espirito Santo, 1115
–Centro
Cidade: Cornélio Procópio Estado: Paraná
Telefone (43)99125086 Telefone 2

Experiência em marcenaria e ambientes.

Sócio 4
Nome: Diego Vinícius Ventura Braga
Endereço: Rua dos Bandeirantes,
331 Ap. 02-Centro
Cidade: Cornélio Procópio Estado: Paraná
Telefone (44)98646710 Telefone 2

Experiência em manutenção eletromecânica, estágio de 6 meses na área.

Sócio 5
Nome: Luiz Gustavo Castilho Machado

Plano de Negócio Página 6


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Endereço: Rua Marechal Deodoro


da Fonseca, Nº728, Centro
Cidade: Cornélio Procópio Estado: Paraná
Telefone (43) 9828-6963 Telefone 2

Experiência no exterior (Estados Unidos) por 17 meses


Experiência no setor de entretenimento social (garçom)

Responsáveis pela gestão do empreendimento (por área)


Área Responsável
Administração Diego
Financeira Gustavo
Mercadoria Daniel
Qualidade Michael
Funcionários Yuri

Plano de Negócio Página 7


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

3. Plano de Marketing e Aspectos Mercadológicos

3.1. MERCADO CONSUMIDOR

Os consumidores alvo são estudantes da UTFPR, com um nível médio de renda de


ambos os sexos com idade variando dos 17 a 25 anos. Esse público necessita de um
melhor ambiente para estudos e rapidez no atendimento.
Nossos clientes serão Consumidor final.
As necessidades estão localizados próximo a universidade e que necessitem de
um ambiente confortável de estudo e rapidez de atendimento para os produtos vendidos.
De quem compram atualmente?
Da cantina da universidade, que é de baixa qualidade.
O que compram atualmente?
Salgados, café, refrigerante.
Qual é a frequência de compra do consumidor?
No mínimo diariamente
Que fatores influenciam na decisão de compra de seus clientes
Preço e qualidade
Como compram?
Venda direta
Existe sazonalidade no consumo, já que nas férias o consumo cai.

3.2. MERCADO FORNECEDOR

Os Fornecedores para o café podemos procurar produtores locais; Para os


salgados e doces procuramos empresas familiares locais; Para refrigerante e outras
bebidas podemos contatar distribuidoras.
Não existe sazonalidade de fornecimento.
Existe a necessidade de realizar parcerias para a fabricação dos salgados e doces.

Plano de Negócio Página 8


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Descrição
dos itens a
serem
Condições
adquiridos: Nome de Prazo de
Ordem Preço de Localização
matéria Fornecedor pagamento
pagamento
prima,
insumos,
etc
1 Café Produtor H R$10,00/kg A vista 5 dias CP
Empresa R$
2 Salgados A vista 5 dias CP
XYZ 1,00/unidade
Empresa R$0,50-
3 Doces A vista 5 dias CP
XYZ R$1,50
Distribuidora
4 Bebidas R$ 1,00/lata A vista 0 dias CP
de bebidas
Leite e
5 Mercados - A vista 0 dias CP
derivados

3.3. MERCADO CONCORRENTE

Quem são seus principais concorrentes e o porte deles?


Barbosa – porte pequeno, que ficaria em frente a nossa loja;
Restaurante da universidade – médio porte, e fica dentro da universidade.
Qual o preço de venda mínimo e máximo praticado pelos concorrentes, por
produto/serviço?

BARBOSA RU da universidade E=mc²


Salgado R$ 3,25 R$ 3,30 R$2,50
Bebida R$2,50 R$ 4,50. R$2,00
Doce R$2,00 R$3,00 a R$ 5,00. R$2,00

Qual é o sistema de vendas utilizado


Varejo

Plano de Negócio Página 9


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

O que estão oferecendo em termos de: qualidade, atendimento, garantias, prazo de


pagamento, assistência técnica e outros serviços?
Nenhuma garantia de qualidade e atendimento
Quais são os pontos fortes?
Localização e Nome.
Quais são os pontos fracos?
Preço, qualidade e ambiente.
Qual a divulgação utilizada pelos concorrentes?
Nenhuma.

Condições Serviços
Qualid Garantias
Preço de Localização Atendimento aos
ade oferecidas
Pagamento clientes
Aceita
Sua Empresa 9 10 8 10 10 10
cartão
Não aceita
Concorrente 1: 7 5 8 5 5 3
cartão
Aceita
Concorrente 2: 5 5 10 5 5 3
cartão

Pretendemos buscar a qualidade total nos nossos serviços por um preço mais acessível
Conclusões
que a concorrência.

LEGENDA: Escala de 0-10.

3.4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING

3.4.1 Estratégias promocionais

A promoção será feita por meio de folhetos, carros de som e redes sociais,
no começo da operação, e a partir do segundo ou terceiro mês, somente panfletos e
redes sociais, já que a loja será conhecida pelo público. Além disso, terá promoções
especiais, ao menos, 1 vez ao mês.

Plano de Negócio Página 10


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

3.4.2 Estrutura de comercialização

A comercialização será feita por vendedores internos. Caso a demanda


cresça de maneira satisfatória, poderá ser criado um aplicativo para android que facilitará
os pedidos.

Plano de Negócio Página 11


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

4. ANÁLISE ESTRATÉGICA

Missão: Produzir e comercializar cafés e salgados que proporcionem satisfação ao


cliente, garantindo a continuidade da loja, além de servir um espaço agradável para que
as pessoas possam relaxar e conversar.
Visão: Ser referência de excelência em produtos e serviços relacionados a
cafeteria.
A futura empresa terá como sede uma loja de esquina, a uma quadra da
Universidade Tecnológica Federal do Paraná, onde a um fluxo intenso de pessoas
durante o dia.

Plano de Negócio Página 12


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

5. PLANO OPERACIONAL E DE RECURSOS HUMANOS

5.1. PROCESSOS OPERACIONAIS

Obtenção da matéria-prima: O café e os salgados serão obtidos diretamente dos


produtores para garantir que os produtos estejam com a qualidade desejada.

Estocagem: Assim que o café e/ou os salgados chegarem à loja, estes serão
estocados de maneira adequada e organizada, de modo a ter controle do processo de
produção.

Preparação: Todas as vezes que for necessário fazer mais bebidas ou salgados, o
tempo no fogão e a quantidade de café serão mantidos constantes, de modo a obter um
padrão.

Armazenagem: Essa etapa será só para os salgados, e estes serão guardados em


um mini forno, de modo a mantê-los quentes. Já o café, sempre será feito na hora do
pedido.

Venda: O cliente primeiramente irá ao caixa fazer o pedido e pagar. Assim que a
comanda for gerada, o processo será iniciado e ao seu término o cliente receberá o
pedido de um atendente.

5.2. Necessidade de pessoal

Cargo/Cargo/função Qualificações necessárias


Vendedor Comunicativo, bom humor.
Comunicativo, experiência com
Comprador da matéria-prima
administração.
Conhecimento de finanças e administração,
Sócios
além de liderança

Plano de Negócio Página 13


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

6. PLANO FINANCEIRO

Máquinas e Equipamentos
Descrição Quantidade Valor Total
Unitário(R$)

Cafeteira industrial 2 500 1000

Refrigerador 2 2000 4000

Ventiladores 4 200 200

Leitor de cartões de 1 400 400


crédito

Estufa para salgados 1 800 800

Microondas 1 350 350

Total: R$6750

Móveis e utensílios
Descrição Quantidade Valor Unitário(R$) Total(R$)

Conjunto mesa + 4 cadeiras 6 200 1200

Balcão 1 3000 3000

Porta-guardanapos 10 5 50

Porta-canudos 5 5 25

Pratos 20 3 60

Talheres 60 2 120

Total: R$4455
A empresa não necessitará de veículos.

Plano de Negócio Página 14


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

6.1 CUSTOS FIXOS OPERACIONAIS MENSAIS DA FUTURA EMPRESA

Custos fixos operacionais mensais da futura:


Discriminação Valor-R$
Mão-de-obra + Encargos 1500
Pró-labore + Encargos 1000
Água (Incluso no condomínio)
Energia Elétrica 200
Telefone e Internet 200
Honorários contábeis 0
Despesas com veículos 0
Material de expediente e consumo 50
Juros e despesas bancárias 0
Seguros 0
Propaganda e publicidade 100
Depreciação 0
Manutenção 0
Condomínio 150
Aluguel 3000
Despesas de viagem 0
Serviços de terceiros 0
Ônibus, táxi e selos 0
Treinamento 0
Consultoria 0
Outros 100
Total 6300

Plano de Negócio Página 15


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

7. ANEXOS

CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE (YMGD² cia LTDA)


1. Daniel Westerman Spier, brasileiro, solteiro, 28/05/1992, estudante, CPF:
xxx , morador de Cornélio Procópio.
Yuri Andrade Silva, brasileiro, solteiro, 05/08/1991, estudante, CPF: xxx ,
morador de Cornélio Procópio.

Luiz Gustavo Castilho Machado, brasileiro, solteiro, 26/11/1992, estudante,


CPF: xxx , morador de Cornélio Procópio.
Michael Douglas Costa Marques, brasileiro, solteiro, 12/05/1991, estudante,
CPF: xxx , morador de Cornélio Procópio.
Diego Vinícius Ventura Braga, brasileiro, solteiro, 16/01/1993, estudante,
CPF: xxx , morador de Cornélio Procópio.

Cláusula Primeira - A sociedade adota o nome empresarial “Energy = more coffe²”


e tem sede e domicilio na Esquina da UTFPR.
Cláusula Segunda - A sociedade tem por objeto o Comércio de cafés e lanches.
Cláusula Terceira - A sociedade iniciará suas atividades em 9/08/2016 e seu
prazo de duração é indeterminado.
Cláusula Quarta - O capital social é R$ 50,000,00 (cinquenta mil reais) dividido em
5 quotas de valor nominal R$ 10.000,00 (dez mil reais), integralizadas, neste ato, em
moeda corrente do País, pelos sócios:

NOME Nº DE VALOR
QUOTAS R$
Daniel 20% 10.000,00
Yuri 20% 10.000,00
Diego 20% 10.000,00
Michael 20% 10.000,00
Gustavo 20% 10.000,00
Cláusula Quinta - As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou
transferidas a terceiros sem o consentimento do(s) outro(s) sócio(s), a quem fica
assegurado, em igualdade de condições e preço direito de preferência para a sua
aquisição se postas à venda.

Plano de Negócio Página 16


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Cláusula Sexta - A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas


quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social.
Cláusula Sétima - A administração da sociedade caberá a Diego com todos os
poderes e atribuições necessários à administração e representação da sociedade,
autorizado o uso do nome empresarial, vedado, no entanto, fazê-lo em atividades
estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos
quotistas ou de terceiros, bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade, sem
autorização do(s) outro(s) sócio(s).
Cláusula Oitava - Ao término de cada exercício social, em 31 de dezembro, o(s)
administrador(es) prestará(rão) contas justificadas de sua(s) administração(ões),
procedendo à elaboração do inventário, do balanço patrimonial e do balanço de resultado
econômico, cabendo aos sócios, na proporção de suas quotas, os lucros ou perdas
apurados.
Cláusula Nona - Nos quatro meses seguintes ao término do exercício social, os
sócios deliberarão sobre as contas e designarão administrador(es) quando for o caso.
Cláusula Décima - A sociedade poderá a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou
outra dependência, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios.
Cláusula Décima Primeira - Os sócios poderão, de comum acordo, fixar uma
retirada mensal, a titulo de "pro labore" para o(s) sócio(s) administrador(es), observadas
as disposições regulamentares pertinentes.
Cláusula Décima Segunda - Falecendo ou sendo interditado qualquer sócio, a
sociedade continuará suas atividades com os herdeiros, sucessores e o incapaz. Não
sendo possível ou inexistindo interesse destes ou do(s) sócio(s) remanescente(s), o valor
de seus haveres será apurado e liquidado com base na situação patrimonial da
sociedade, à data da resolução, verificada em balanço especialmente levantado.
Parágrafo único - O mesmo procedimento será adotado em outros casos em que
a sociedade se resolva em relação a seu sócio.
Cláusula Décima Terceira - O(s) Administrador (es) declara(m), sob as penas da
lei, que não está(ão) impedido(s) de exercer a administração da sociedade, por lei
especial, ou em virtude de condenação criminal, ou por se encontrar(em) sob os efeitos
dela, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por
crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, ou contra a
economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra normas de defesa da
concorrência, contra as relações de consumo, fé pública, ou a propriedade.

Plano de Negócio Página 17


Empreendedorismo – Profa. Cristina Laureano Flor da Rosa

Cláusula Décima Quarta - Fica eleito o foro de Cornélio Procópio para o exercício
e o cumprimento dos direitos e obrigações resultantes deste contrato.
E, por estarem assim justos e contratados, assinam este instrumento em 5 via(s).
Cornélio Procópio, PR, 11 de Maio de 2016.

____________________________________________________
Daniel
____________________________________________________
Diego
____________________________________________________
Gustavo
____________________________________________________
Michael
____________________________________________________
Yuri

Plano de Negócio Página 18