Você está na página 1de 5

1

1. CAPA

2. SUMÁRIO

3. DESENHO ARQUITETÔNICO

desenho arquitetônico
Os projetos arquitetônicos devem conter todas as informações necessárias para que
possam ser completamente entendidos,compreendidos e executados.O desenho arquitetônico
é composto por informações gráficas,representado pelos desenhos técnicos por meio de
plantas,cortes,elevações,perspectivas,por informações escritas,memorial descritivo e
especificações técnicas de materiais e sistemas construtivos.
O desenho arquitetônico é uma especialização do desenho técnico normatizado voltada
para a representação de projetos.O projeto arquitetônico é composto por diversos
documentos,entre eles as plantas,cortes e as elevações ou fachadas.Neles encontram-se as
informações sob forma de desenhos,que são fundamentais para a perfeita compreensão de um
volume criado com suas compartimentações.Nas plantas ,visualiza-se o que acontece nos
planos horizontais,enquanto nos cortes e elevações o que acontece nos planos
verticais.Assim,assim,a partir do cruzamento das informações contidas nos documentos,o
volume poderá ser construído.Para isso,para isso devem ser indicadas todas as
dimensões,áreas,pés-direitos,níveis e etc.As linhas devem estar bem diferenciadas,em função
de suas propriedades(linhas em corte ou vista) e os textos claros e corretos.
Os elementos do desenho arquitetônico
São vistas ortográficas formadas a partir de projeções ortogonais,ou seja,sistemas em
que as linhas projetantes são paralelas entre si e perpendiculares ao plano projetante.Se forem
consideradas as linhas projetantes como raios visuais do observador,seria como se o
observador estivesse no infinito, assim os raios visuais seriam paralelos entre si.
2

4. PLANTA BAIXA

Planta baixa
Plantas baixas são cortes na edificação, através de planos horizontais imaginários
situados em um altura entre a verga da porta e o peitoril da janela de altura que varia entre
1,20 m, 1,50 m, 1,80 m).Então tudo que é cortado por este plano deve ser desenhado com
linhas fortes(grossas e escuras)e o que está abaixo deve ser desenhado em vista,com linhas
médias(fina e escuras).Sempre considerando a diferença de níveis existentes,o que provoca
uma diferenciação entre as linhas médias que representam os desníveis.
A planta baixa deve conter:Demarcação das paredes;Projeção dos beirais;Posição e
dimensões das esquadrias; Representação das louças sanitárias;Representação dos
quadriculados representativos de “pisos frios”;Representação dos textos e cotas;

5. VISTA DE PROJETO

Vista de projeto
As representações de um Projeto Arquitetônico são projeções em planos
HORIZONTAIS e VERTICAIS.
Planos HORIZONTAIS: INTRODUÇÃO • Planta de Coberta ou Cobertura; • Planta
de Locação; • Planta de Situação; • Planta Baixa.
Vista externa à edificação, apresentando como base um plano horizontal situado acima
da edificação.Em geral, as plantas são desenhadas na escala de 1:500, 1:1000 ou 1:2000.
É uma vista superior externa à edificação que indica a POSIÇÃO da construção
dentro do terreno. PLANOS HORIZONTAIS: Planta de Locação.Além da construção, deverá
mostrar os muros que limitam o terreno, calçada, passeio, árvores existentes e/ou a plantar e
etc.
Na Planta de Locação são observadas as cotas referentes as DIMENSÕES do terreno,
assim como os AFASTAMENTOS do limite do terreno para as paredes da
edificação.Geralmente, são desenhadas na escala de 1:100, 1:200 ou 1:250.
A planta de locação serve como ponto de partida para a MARCAÇÃO ou LOCAÇÃO
da construção no terreno. PLANOS HORIZONTAIS: Planta de Locação ;Os afastamentos da
construção são medidos do muro ou do seu eixo até a parede da edificação.
3

Portanto, a Planta Baixa é uma vista cortada ou, simplesmente, um corte – admite-se a
retirada da parte de cima do plano e passa-se a olhar para baixo, observando o piso da
edificação, as esquadrias e paredes cortadas que delimitam os ambientes internos
Comumente, utiliza-se a escala de 1:50. As paredes que foram cortadas na Planta
Baixa deverão ter sua espessura acentuada.
As PLANTAS não são suficientes para mostrar todos os detalhes internos de um
projeto de arquitetura.Para isso, realizamos sucessivos CORTES feitos por planos verticais.

6. CORTES

Corte
Corte é o termo usado no desenho e obtido quando uma superfície,em geral um plano
vertical,secciona o objeto ou a edificação .De uma maneira geral,pode-se definir como corte,a
representação de uma secção do objeto e da parte situada além da superfície secante.
Normalmente se faz no mínimo dois cortes,um transversal e outro longitudinal ao
objeto cortado,para melhor entendimento.Podem sofrer desvios,sempre dentro do mesmo
compartimento,para possibilitar a apresentação de informações mais pertinentes.Os cortes
podem ser transversais(plano de corte na menor dimensão da edificação)ou longitudinais(na
maior dimensão).
Posicionamento dos cortes
A posição do plano de corte e o sentido de observação depende do interesse de
visualização.Recomenda-se sempre passá-lo pelas áreas molhadas,(banheiro e cozinha),pelas
escadas e poço dos elevadores.
Os cortes sempre devem estar indicados nas plantas para possibilitar sua visualização e
interpretação,indicar sua posição e o sentido de sua visualização.
A indicação dos corte em planta baixa tem uma simbologia específica.

7. SIMBOLOGIA ELÉTRICA

8. SIMBOLOGIA ELETRONICA
4

Diagrama de circuitos eletrônicos em placa


Um diagrama esquemático (ou simplesmente esquema) é um desenho que mostra,
através de símbolos gráficos padronizados, a maneira pela qual os diversos componentes
(resistores, capacitores, diodos, transistores, etc.) de um circuito eletrônico estão interligados.
Desenhar o símbolo de um componente ao invés de desenhar o próprio elemento traz
grandes vantagens:Leva menos tempo;Ocupa menos espaço no papel;bem mais simples
Desenhar a própria peça ao invés do símbolo, traz grandes dificuldades porque:Nem
todo mundo sabe desenhar bem Nem todo componente tem um único formato;Nem sempre
desenhamos uma “mesma coisa” de forma idêntica;Os componentes são tridimensionais e
seus desenhos não o seriam.
Diagrama chapeado
Diagrama esquemático:O circuito é representado através de símbolos, obedecendo-se
algumas regras básicas.
Diagrama de blocos:O circuito é dividido em blocos de acordo com a funcionalidade.É
de grande utilidade em grandes circuitos, onde o diagrama esquemático torna-se tão complexo
que o leitor sofre problemas na identificação de partes do circuito.
Diagrama de blocos

9. CONCLUSÃO

Conclusão
Pode-se notar que,o desenho arquitetônico é de grande valia para arquitetos e outras
engenharias como elétrica,eletrônica,mecânica e etc.E que é essencial o entendimento e o
aprendizado desta ferramenta para que a produção de equipamentos eletrônicos ou
construções prediais tenham uma boa qualidade durante o seu desenvolvimento,pois quando é
passado para outros profissionais da mesma área ou não é necessário conter todas as
informações necessárias para que possam ser completamente entendidos,compreendidos e
executados.

10. REFERÊNCIAS
5

https://docente.ifrn.edu.br/joaocarmo/disciplinas/aulas/desenho-
arquitetonico/representacao-de-projetos
https://www.slideshare.net/AntonioIsidio/abnt-nbr-5444-sb-2-simbolos-graficos-para-
instalacoes-eletricas-prediais
https://edifica2009.files.wordpress.com/2009/12/aula-07-modo-de-
compatibilidade.pdf
https://docente.ifrn.edu.br/jonathanpereira/disciplinas/eletronica-analogica/aula-1-
simbologia
http://www.colegiodearquitetos.com.br/dicionario/2013/02/o-que-e-desenho-
arquitetonico/

11. REFERÊNCIAS