Você está na página 1de 238

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO

Pós-graduação em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas - APGS

Disciplina: Projeto Final

Sistema: Diário de Classe Digital – DCD

MANUAL DO SISTEMA

GRUPO 4 :: COMPONENTES

Caram Nicolau Jorge Junior

Carlos Alberto Luciano Martins Guimarães

Fábio Soares da Costa

Flávio Mariano Araújo Paes de Carvalho

Guilherme Mesquita Sampaio

José Eduardo de Sousa Oliveira

Thiago Coelho Bizzo

ORIENTADORES

Luiz Antônio de Moraes Pereira, PhD

Carlos Eduardo Portela Serra de Castro, PhD

PERÍODO

2007.3
Este trabalho foi apresentado em 19 de dezembro de 2007 à Banca composta
pelos professores:

Lúcia Aparecida Miceli, MSc

João Alfredo Pinto de Magalhães, PhD

Luiz Antônio Moraes Pereira, PhD

Carlos Eduardo Portela Serra de Castro, PhD

que o avaliaram com o conceito “Muito Bom”.

Este documento foi composto no ambiente Linux, utilizando o OpenOffice.org,


e está formatado de modo a ser impresso em A4 em pé, como frente/verso.
Como existem algumas páginas no formato A3 deitado, quando não foi
possível casar frente e verso no mesmo formato, foram geradas páginas em
branco, que estão sinalizadas com “Esta página foi deixada em branco
intencionalmente”.

Os diagramas UML foram criados utilizando o Jude Community.

Alguns efeitos com cores foram adicionados aos diagramas utilizando o Gimp.

O gráfico de Gantt (Figura 4.5) foi criado utilizando o Planner.

Os demais diagramas foram criados utilizando o Dia, exceto: Figura 4.1,


Figura 4.2, Figura 5.18 e Figura 5.27, onde foi utilizado o SmartDraw.

As outras ferramentas utilizadas estão listadas na Tabela 6.1, na página 183.

Cuidado: existem 14 páginas no início deste documento que não participam


da numeração. Este fato deve ser levado em conta quando for-se ordenar uma
impressão parcial, onde os números das páginas tenham que ser especi-
ficados. Aconselha-se experimentar com a página 1: caso apareça a capa,
deve-se somar 14 ao número que aparece no rodapé da página a imprimir.
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

SUMÁRIO RÁPIDO
1 Introdução........................................................................................................... ........1
2 Modelagem do Negócio...............................................................................................2
2.1 Características da Empresa...................................................................................2
2.2 Processos de Negócio................................................................................... .........6
2.3 Problemas Identificados......................................................................................25
2.4 Necessidades Detectadas............................................................................... .....26
3 Requisitos................................................................................... ...............................29
3.1 Casos de Uso de Sistema....................................................................................29
3.2 Requisitos Suplementares...................................................................................72
4 Alternativas de Solução................................................................................. .............74
4.1 Apresentação das Alternativas Propostas............................................................74
4.2 Alternativas de Arquitetura.................................................................................77
4.3 Análise Comparativa das Alternativas de Arquitetura..........................................80
4.4 Alternativas de Requisitos...................................................................................81
4.5 Análise comparativa das alternativas de requisitos.............................................91
4.6 Alternativa Recomendada...................................................................................93
4.7 Alternativa escolhida pelo cliente........................................................................93
5 Análise e Projeto........................................................................................................95
5.1 Modelo Conceitual do Diário de Classe Digital.....................................................95
5.2 Modelo do Projeto............................................................................................. ...97
5.3 Projeto de Banco de Dados................................................................................109
5.4 Projeto de Interface com o Usuário....................................................................131
6 Implementação........................................................................................................182
6.1 Produtividade................................................................................ ....................182
6.2 Controle de Acesso.................................................................................... ........184
7 Plano de Testes..................................................................................... ...................185
7.1 Planejamento....................................................................................................185
7.2 Testes de unidade.............................................................................................186
7.3 Teste de sistema...............................................................................................187
7.4 Testes de integração.........................................................................................187
7.5 Testes de segurança.........................................................................................187
7.6 Testes de performance.............................................................................. ........191
7.7 Teste de Aceitação............................................................................................191
8 Implantação.................................................................................. ...........................193
8.1 Plano de Implantação........................................................................................193
8.2 Plano de Contingência.......................................................................................195
9 Anexos............................................................................................... ......................199
9.1 Sistema Acadêmico ..........................................................................................199
9.2 Glossário................................................................................... ........................213

iii
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

SUMÁRIO
1 Introdução........................................................................................................... ........1
2 Modelagem do Negócio...............................................................................................2
2.1 Características da Empresa...................................................................................2
2.1.1 Estrutura Organizacional.............................................................................2
2.1.2 O que é o Diário de Classe..........................................................................2
2.1.3 Recursos de Informática..............................................................................3
2.1.4 Processo Atual............................................................................................. 3
2.1.5 Expectativas do Cliente...............................................................................4
2.2 Processos de Negócio................................................................................... .........6
2.2.1 Diagrama de Casos de Uso de Negócio.......................................................6
2.2.2 Descrições dos Casos de Uso de Negócio....................................................7
2.2.2.1 UC-D01 Montar Calendário..................................................................7
2.2.2.2 UC-D02 Reunião de Pais e Mestres......................................................8
2.2.2.3 UC-D03 Reunião com Responsável......................................................9
2.2.2.4 UC-C01 Aprovar Plano Anual.............................................................10
2.2.2.5 UC-C02 Conselho de Classe...............................................................11
2.2.2.6 UC-C03 Montar Grade........................................................................12
2.2.2.7 UC-C04 Trocar Mensagem.................................................................13
2.2.2.8 UC-C05 Validar Magistério.................................................................14
2.2.2.9 UC-C06 Consultar Diário de Classe....................................................15
2.2.2.10 UC-G01 Analisar Metodologia..........................................................16
2.2.2.11 UC-P01 Elaborar Plano de Aula Anual..............................................17
2.2.2.12 UC-P02 Executar Atividade..............................................................18
2.2.2.13 UC-P03 Preencher Diário de Classe..................................................19
2.2.2.14 UC-P04 Fechar Bimestre..................................................................20
2.2.2.15 UC-P05 Configurar Avaliações.........................................................21
2.2.2.16 UC-P06 Encerrar Diário....................................................................22
2.2.2.17 UC-S01 Emitir Diário de Classe........................................................23
2.2.2.18 UC-S02 Emitir Boletim.....................................................................24
2.3 Problemas Identificados......................................................................................25
2.4 Necessidades Detectadas............................................................................... .....26
3 Requisitos................................................................................... ...............................29
3.1 Casos de Uso de Sistema....................................................................................29
3.1.1 Diagrama de Casos de Uso de Sistema.....................................................31
3.1.2 Descrição dos Casos de Uso de Sistema....................................................32
3.1.2.1 RF01 – Importar do Acadêmico..........................................................32
3.1.2.1.1 RF01 – Diagrama de Atividades .................................................35
3.1.2.2 RF02 – Emparelhar com Acadêmico...................................................36
3.1.2.2.1 RF02 – Diagrama de Atividades..................................................38
3.1.2.3 RF03 – Lançar Plano Anual................................................................39
3.1.2.3.1 RF03 – Diagrama de Atividades..................................................41
3.1.2.4 RF04 – Aprovar Plano Anual...............................................................42
3.1.2.4.1 RF04 – Diagrama de atividades..................................................43
3.1.2.5 RF05 – Consultar Diário.....................................................................44
3.1.2.5.1 RF05 – Diagrama de Atividades..................................................46
3.1.2.6 RF06 – Configurar Diário....................................................................47
3.1.2.6.1 RF06 – Diagrama de Atividades..................................................49
3.1.2.7 RF07 – Emitir Guia.............................................................................50
3.1.2.7.1 RF07 – Diagrama de Atividades..................................................52
3.1.2.8 RF08 – Atualizar Diário......................................................................53
3.1.2.8.1 RF08 – Diagrama de Atividades..................................................55

iv
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.9 RF09 – Fechar Bimestre.....................................................................56


3.1.2.9.1 RF09 – Diagrama de Atividades..................................................58
3.1.2.10 RF10 – Validar Metodologia.............................................................59
3.1.2.10.1 RF10 – Diagrama de Atividades................................................60
3.1.2.11 RF11 – Validar Magistério................................................................61
3.1.2.11.1 RF11 – Diagrama de Atividades................................................62
3.1.2.12 RF12 – Retificar Lançamento...........................................................63
3.1.2.12.1 RF12 – Diagrama de Atividades................................................64
3.1.2.13 RF13 – Avisar Avaliação...................................................................65
3.1.2.13.1 RF13 – Diagrama de Atividades................................................68
3.1.2.14 RF14 – Manusear Lembretes............................................................69
3.1.2.14.1 RF14 – Diagrama de Atividades................................................71
3.2 Requisitos Suplementares...................................................................................72
3.2.1 Restrições de Implementação...................................................................72
3.2.2 Segurança....................................................................................... ..........72
3.2.3 Usabilidade...............................................................................................72
4 Alternativas de Solução................................................................................. .............74
4.1 Apresentação das Alternativas Propostas............................................................74
4.1.1 Estações Cliente................................................................................ ........74
4.1.2 Plataforma Tecnológica.............................................................................75
4.1.3 Ambiente de Desenvolvimento..................................................................75
4.1.4 Despesas Diversas....................................................................................76
4.2 Alternativas de Arquitetura.................................................................................77
4.2.1 Servidor DCD dedicado para a escola com hospedagem em servidores de
terceiros............................................................................................................ ....77
4.2.2 Servidor DCD dedicado internamente nas dependências da escola...........79
4.3 Análise Comparativa das Alternativas de Arquitetura..........................................80
4.4 Alternativas de Requisitos...................................................................................81
4.4.1 Alternativa de Requisitos do Grupo I – Básico............................................83
4.4.1.1 Requisitos contemplados...................................................................83
4.4.1.2 Cronograma......................................................................................83
4.4.1.3 Recursos humanos............................................................................85
4.4.1.4 Benefícios esperados.........................................................................85
4.4.2 Alternativa de Requisitos do Grupo II – Completo......................................86
4.4.2.1 Requisitos contemplados...................................................................86
4.4.2.2 Cronograma......................................................................................86
4.4.2.3 Recursos humanos............................................................................88
4.4.2.4 Benefícios esperados.........................................................................88
4.4.2.5 Memória de Cálculo da Proposta.......................................................90
4.4.2.5.1 Observações..............................................................................90
4.5 Análise comparativa das alternativas de requisitos.............................................91
4.6 Alternativa Recomendada...................................................................................93
4.6.1 Arquitetura: DCD-2............................................................................. .......93
4.6.2 Requisitos: Completo................................................................................93
4.7 Alternativa escolhida pelo cliente........................................................................93
4.7.1 Arquitetura: DCD-1............................................................................. .......93
4.7.2 Requisitos: Básico.....................................................................................93
5 Análise e Projeto........................................................................................................95
5.1 Modelo Conceitual do Diário de Classe Digital.....................................................95
5.2 Modelo do Projeto............................................................................................. ...97
5.2.1 Diagrama de Pacotes................................................................................97
5.2.2 Componente de Segurança.......................................................................98
5.2.3 Diagrama de Classes.................................................................................99

v
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.2.4 Justificativa para Padrões de Projeto.......................................................102


5.2.4.1 Façade............................................................................................102
5.2.4.2 Singleton.........................................................................................102
5.2.4.3 Mediator................................................................................. .........102
5.2.4.4 Strategy..........................................................................................102
5.2.5 Diagramas de Seqüência.........................................................................103
5.2.5.1 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar Diário com Foco
............................................................................................. ......................103
5.2.5.1.1 Nota sobre os cenários escolhidos para os diagramas de
seqüência...............................................................................................104
5.2.5.2 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar Diário único de
Professor .......................................................................................... ..........105
5.2.5.3 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar um Diário
qualquer.....................................................................................................106
5.2.6 Diagrama de Transição de Estados do Lembrete.....................................107
5.3 Projeto de Banco de Dados................................................................................109
5.3.1 Modelo de Entidades e Relacionamentos.................................................109
5.3.2 Projeto Lógico.........................................................................................111
5.3.2.1 Usuário e suas especializações........................................................111
5.3.2.2 As Entidades Fortes.........................................................................111
5.3.2.3 A Entidade Fraca usada na Agregação.............................................111
5.3.2.4 A Agregação....................................................................................112
5.3.2.5 As Entidades Fracas em relação à Agregação..................................112
5.3.2.6 As Entidades Fracas em relação a Período, suas heranças e Entidades
Fracas em relação a elas.............................................................................112
5.3.2.7 As Entidades Fracas em relação a Plano de Aula.............................114
5.3.2.8 Os Relacionamentos........................................................................115
5.3.3 Projeto Físico das Tabelas.......................................................................117
5.3.3.1 Tabela USUARIO..............................................................................117
5.3.3.2 Tabela DIRETOR..............................................................................117
5.3.3.3 Tabela COORDENADOR...................................................................117
5.3.3.4 Tabela PEDAGOGO..........................................................................118
5.3.3.5 Tabela PROFESSOR.........................................................................118
5.3.3.6 Tabela ALUNO.................................................................................118
5.3.3.7 Tabela RESPONSAVEL......................................................................118
5.3.3.8 Tabela ANOLETIVO..........................................................................119
5.3.3.9 Tabela DISCIPLINA...........................................................................119
5.3.3.10 Tabela TURMA...............................................................................119
5.3.3.11 Tabela DIARIO...............................................................................119
5.3.3.12 Tabela LEMBRETE..........................................................................120
5.3.3.13 Tabela PLANODEAULA...................................................................120
5.3.3.14 Tabela PERIODO............................................................................120
5.3.3.15 Tabela OBJETIVODEFINIDO............................................................121
5.3.3.16 Tabela ESTRATEGIAAPLICADA.......................................................121
5.3.3.17 Tabela CONTEUDOPROGRAMATICO...............................................121
5.3.3.18 Tabela RECURSOUTILIZADO..........................................................122
5.3.3.19 Tabela PLANEJADO........................................................................122
5.3.3.20 Tabela AULAPLANEJADA................................................................122
5.3.3.21 Tabela AVALIACAOPLANEJADA.......................................................123
5.3.3.22 Tabela QUESTAO...........................................................................123
5.3.3.23 Tabela EXECUTADO.......................................................................123
5.3.3.24 Tabela AULA..................................................................................124
5.3.3.25 Tabela CONTEUDOMINISTRADO.....................................................124

vi
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.26 Tabela AVALIACAO........................................................................124


5.3.3.27 Tabela DEPENDENCIA....................................................................125
5.3.3.28 Tabela MATRICULA........................................................................125
5.3.3.29 Tabela PRESENCA..........................................................................125
5.3.3.30 Tabela NOTA.................................................................................126
5.3.3.31 Tabela UTILIZACAORECURSO........................................................126
5.3.3.32 Tabela PROGRAMACAOCONTEUDO................................................126
5.3.3.33 Tabela VERIFICACAOCONTEUDO....................................................127
5.3.3.34 Tabela CORRESPONDENCIA...........................................................127
5.3.3.35 Tabela PERFIL................................................................................127
5.3.4 Quadro de Classes versus Tabelas..........................................................128
5.3.5 Regras de Integridade.............................................................................129
5.3.6 Dicionário de Dados................................................................................130
5.3.7 Limpeza das Tabelas...............................................................................130
5.3.8 BackUp................................................................................................. ...130
5.4 Projeto de Interface com o Usuário....................................................................131
5.4.1 Revisão do sistema.................................................................................131
5.4.1.1 Nomenclatura............................................................................... ...132
5.4.1.2 Padronização...................................................................................133
5.4.1.3 Níveis de ajuda................................................................................134
5.4.1.3.1 Mensagem apresentada ao usuário..........................................134
5.4.1.3.2 Críticas na entrada de dados....................................................135
5.4.1.4 Efeitos especiais..............................................................................135
5.4.2 Visão do usuário Coordenador.................................................................136
5.4.2.1 Diagrama de Navegação.................................................................136
5.4.2.2 Janela Login................................................................................ .....137
5.4.2.2.1 Descrição da janela Login.........................................................137
5.4.2.3 Janela Importar Acadêmico..............................................................138
5.4.2.3.1 Descrição da janela Importar Acadêmico..................................138
5.4.2.3.2 Mini-Especificação....................................................................139
5.4.2.3.3 Especificação de Campos.........................................................140
5.4.2.4 Janela Emparelhar Acadêmico.........................................................141
5.4.2.4.1 Descrição da janela Emparelhar Acadêmico.............................141
5.4.2.4.2 Mini-Especificação....................................................................142
5.4.2.4.3 Especificação de campos..........................................................143
5.4.2.5 Janela Lembretes.............................................................................144
5.4.2.5.1 Descrição da janela Lembretes.................................................144
5.4.2.5.2 Mini-Especificação....................................................................145
5.4.2.5.3 Especificação de campos..........................................................146
5.4.2.6 Janela Consultar Diário....................................................................147
5.4.2.6.1 Descrição da janela Consultar Diário........................................147
5.4.2.6.2 Mini-Especificação....................................................................148
5.4.2.6.3 Especificação de campos..........................................................149
5.4.2.7 Janela Manusear Diário....................................................................150
5.4.2.7.1 Descrição da janela Manusear Diário........................................150
5.4.2.7.2 Mini-Especificação....................................................................152
5.4.2.7.3 Especificação de campos..........................................................153
5.4.2.8 Janela Visualizar Plano Anual...........................................................154
5.4.2.8.1 Descrição da janela Visualizar Plano Anual...............................154
5.4.2.8.2 Mini-Especificação....................................................................156
5.4.2.8.3 Especificação de campos..........................................................157
5.4.3 Visão do usuário Professor......................................................................158
5.4.3.1 Diagrama de Navegação.................................................................158

vii
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.2 Janela Login................................................................................ .....159


5.4.3.2.1 Descrição da janela Login.........................................................159
5.4.3.3 Janela Lembretes.............................................................................160
5.4.3.3.1 Descrição da janela Lembretes.................................................160
5.4.3.3.2 Mini-Especificação....................................................................161
5.4.3.3.3 Especificação de campos..........................................................162
5.4.3.4 Janela Consultar Diário....................................................................163
5.4.3.4.1 Descrição da janela Consultar Diário........................................163
5.4.3.4.2 Mini-Especificação....................................................................164
5.4.3.4.3 Especificação de campos..........................................................165
5.4.3.5 Janela Manusear Diário....................................................................166
5.4.3.5.1 Descrição da janela Manusear Diário........................................166
5.4.3.5.2 Mini-Especificação....................................................................168
5.4.3.5.3 Especificação de campos..........................................................170
5.4.3.6 Janela Lançar Plano Anual...............................................................171
5.4.3.6.1 Descrição da janela Lançar Plano Anual....................................171
5.4.3.6.2 Mini-Especificação....................................................................174
5.4.3.6.3 Especificação de campos..........................................................176
5.4.3.7 Janela Visualizar Plano Anual...........................................................177
5.4.3.7.1 Descrição da janela Visualizar Plano Anual...............................177
5.4.3.7.2 Mini-Especificação....................................................................178
5.4.3.7.3 Especificação de campos..........................................................179
5.4.4 Considerações Finais Sobre o Projeto de Interface...................................179
6 Implementação........................................................................................................182
6.1 Produtividade................................................................................ ....................182
6.2 Controle de Acesso.................................................................................... ........184
7 Plano de Testes..................................................................................... ...................185
7.1 Planejamento....................................................................................................185
7.1.1 Cronograma de testes.............................................................................186
7.1.2 Responsabilidades.................................................................................. .186
7.1.3 Ambiente de testes.................................................................................186
7.2 Testes de unidade.............................................................................................186
7.3 Teste de sistema...............................................................................................187
7.4 Testes de integração.........................................................................................187
7.5 Testes de segurança.........................................................................................187
7.6 Testes de performance.............................................................................. ........191
7.7 Teste de Aceitação............................................................................................191
8 Implantação.................................................................................. ...........................193
8.1 Plano de Implantação........................................................................................193
8.1.1 Instalação de hardware e software..........................................................193
8.1.2 Conversão de dados................................................................................193
8.1.3 Plano de treinamento..............................................................................194
8.1.3.1 Público alvo.....................................................................................194
8.1.3.2 Período de realização......................................................................194
8.1.3.3 Responsáveis pelo treinamento.......................................................194
8.1.3.4 Recursos utilizados..........................................................................194
8.1.3.5 Execução...................................................................................... ...194
8.1.4 Entrada em produção..............................................................................195
8.2 Plano de Contingência.......................................................................................195
8.2.1 Falta de Energia......................................................................................196
8.2.1.1 Ação de contingência......................................................................196
8.2.2 Falha de acesso à Internet......................................................................196
8.2.2.1 Ação de contingência......................................................................196

viii
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

8.2.3 Site fora do ar.........................................................................................197


8.2.3.1 Ação de contingência......................................................................197
8.2.4 Erro observado pelo usuário do DCD.......................................................197
8.2.4.1 Ação de contingência......................................................................197
9 Anexos............................................................................................... ......................199
9.1 Sistema Acadêmico ..........................................................................................199
9.1.1 Modelo Conceitual...................................................................................199
9.1.2 Modelo de Entidades e Relacionamentos.................................................200
9.1.3 Dados de Teste.......................................................................................201
9.1.3.1 Tabela Aluno ..................................................................................201
9.1.3.2 Tabela AnoLetivo.............................................................................201
9.1.3.3 Tabela DiaSemanaGrade.................................................................201
9.1.3.4 Tabela Disciplina.............................................................................202
9.1.3.5 Tabela Professor .............................................................................202
9.1.3.6 Tabela Responsável ........................................................................202
9.1.3.7 Tabela Unidade...............................................................................202
9.1.3.8 Tabela Período................................................................................202
9.1.3.9 Tabela DiaAnoLetivo........................................................................203
9.1.3.10 Tabela Turma................................................................................207
9.1.3.11 Tabela Atividade ...........................................................................208
9.1.3.12 Tabela Alocação............................................................................209
9.1.3.13 Tabela Magistério..........................................................................209
9.1.3.14 Tabela Funcionamento..................................................................209
9.1.3.15 Tabela Programa ..........................................................................209
9.1.3.16 Tabela Dependência .....................................................................210
9.1.3.17 Tabela Matrícula ...........................................................................210
9.1.3.18 Tabela Ocupação...........................................................................211
9.2 Glossário................................................................................... ........................213

ix
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

LISTA DE FIGURAS
Figura 2.1.: Organograma...............................................................................................2
Figura 2.2.: Digrama Anual de Atividades .......................................................................5
Figura 2.3.: Diagrama de Casos de Uso de Negócio.........................................................6
Figura 2.4.: Mapeamento das Necessidades Detectadas nos Casos de Uso de Negócio. 27
Figura 3.1.: Diagrama de Casos de Uso de Sistema.......................................................31
Figura 3.2.: RF01 – Importar do Acadêmico - DAT..........................................................35
Figura 3.3.: RF02 – Emparelhar com Acadêmico - DAT...................................................38
Figura 3.4.: RF03 – Lançar Plano Anual - DAT................................................................41
Figura 3.5.: RF04 – Aprovar Plano Anual - DAT...............................................................43
Figura 3.6.: RF05 – Consultar Diário - DAT.....................................................................46
Figura 3.7.: RF06 – Configurar Diário - DAT....................................................................49
Figura 3.8.: RF07 – Emitir Guia - DAT ............................................................................52
Figura 3.9.: RF08 – Atualizar Diário - DAT......................................................................55
Figura 3.10.: RF09 – Fechar Bimestre - DAT...................................................................58
Figura 3.11.: RF10 – Validar Metodologia - DAT.............................................................60
Figura 3.12.: RF11 – Validar Magistério - DAT................................................................62
Figura 3.13.: RF12 – Retificar Lançamento - DAT...........................................................64
Figura 3.14.: RF13 – Avisar Avaliação - DAT...................................................................68
Figura 3.15.: RF14 – Manusear Lembretes - DAT...........................................................71
Figura 4.1: Diagrama de Arquitetura do DCD-1.............................................................77
Figura 4.2: Diagrama de Arquitetura do DCD-2.............................................................79
Figura 4.3.: Diagrama de Casos de Uso de Sistema, destacando 1º Grupo....................82
Figura 4.4.: Fases do Projeto (1º Grupo)........................................................................89
Figura 4.5.: Fases do Projeto (2º Grupo)........................................................................89
Figura 5.1.: Modelo Conceitual do DCD..........................................................................95
Figura 5.2.: Diagrama de Pacotes do Modelo de Projeto................................................97
Figura 5.3.: Estrutura do Componente de Segurança ....................................................98
Figura 5.4.: Diagrama de Classes..................................................................................99
Figura 5.5.: Esquema de interação das classes dos pacotes Visão e Controle..............100
Figura 5.6.: Esquema de interação das classes do pacote Business.............................101
Figura 5.7.: RF05 – Cenário: Consultar Diário com Foco – Diagrama de Seqüência......103
Figura 5.8.: Cenários escolhidos para os Diagramas de Seqüência..............................104
Figura 5.9.: RF05 – Cenário: Consultar Diário único de Professor – Diagrama de
Seqüência...............................................................................................105
Figura 5.10.: RF05 – Cenário: Consultar Diário qualquer – Diagrama de Seqüência......106
Figura 5.11.: Lembrete - DTE................................................................................ .......107
Figura 5.12.: Diagrama de Entidades e Relacionamentos do DCD ...............................109
Figura 5.13: Header e Footer.......................................................................................133
Figura 5.14: Menu global............................................................................. ................133
Figura 5.15: Exibição da mensagem de ajuda da funcionalidade.................................134
Figura 5.16: Mensagem HTML.....................................................................................135
Figura 5.17: Mensagem de Alerta................................................................................135
Figura 5.18: Diagrama de navegação..........................................................................136
Figura 5.19: Janela de login.........................................................................................137
Figura 5.20: Janela Importar Acadêmico......................................................................138
Figura 5.21: Janela Emparelhar Acadêmico..................................................................141
Figura 5.22: Janela Emparelhar Acadêmico sem ter importado os dados.....................143
Figura 5.23: Janela Lembretes.....................................................................................144
Figura 5.24: Janela Consultar Diário.............................................................................147
Figura 5.25: Janela Manusear Diário............................................................................150
Figura 5.26: Janela Visualizar Plano Anual...................................................................154

x
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 5.27: Diagrama de navegação..........................................................................158


Figura 5.28: Janela de login.........................................................................................159
Figura 5.29: Janela Lembretes.....................................................................................160
Figura 5.30: Janela Consultar Diário.............................................................................163
Figura 5.31: Janela Consultar Todos Diários.................................................................164
Figura 5.32: Janela Manusear Diário............................................................................166
Figura 5.33: Janela Manusear Diário com plano anual aprovado..................................167
Figura 5.34: Janela Lançar Plano Anual........................................................................171
Figura 5.35: Janela Visualizar Plano Anual...................................................................177
Figura 9.1.: Diagrama de Classes do Acadêmico relevantes para o DCD......................199
Figura 9.2.: Diagrama de Entidades e Relacionamentos..............................................200

xi
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

LISTA DE TABELAS
Tabela 4.1: Configuração mínima de Hardware e Software............................................74
Tabela 4.2: Despesas com Software..............................................................................76
Tabela 4.3: Despesas diversas......................................................................................76
Tabela 4.4: DCD-1 – Custo mensal com hospedagem do Sistema..................................78
Tabela 4.5: DCD-2 - Configuração mínima de Hardware................................................79
Tabela 4.6: DCD-2 - Configuração mínima de Software..................................................80
Tabela 4.7: Casos de uso de sistema contemplados pelo 1º Grupo................................83
Tabela 4.8: Prazo de execução das atividades - 1º Grupo..............................................84
Tabela 4.9: Custo com recursos humanos para o 1º Grupo............................................85
Tabela 4.10: Casos de uso de sistema contemplados pelo 2º Grupo..............................86
Tabela 4.11: Tempo estimado para cada fase de construção do projeto........................87
Tabela 4.12: Custo com recursos humanos para a segunda alternativa.........................88
Tabela 4.13: Memória de Cálculo da Proposta...............................................................90
Tabela 4.14: Necessidades contempladas por alternativa de solução............................91
Tabela 4.15: Casos de uso de sistema contemplados por alternativa............................92
Tabela 4.16: Comparativo de custos e prazos das alternativas de solução....................92
Tabela 5.1: Tabela USUARIO................................................................................. .......117
Tabela 5.2: Tabela DIRETOR........................................................................................117
Tabela 5.3: Tabela COORDENADOR.............................................................................117
Tabela 5.4: Tabela PEDAGOGO....................................................................................118
Tabela 5.5: Tabela PROFESSOR...................................................................................118
Tabela 5.6: Tabela ALUNO...........................................................................................118
Tabela 5.7: Tabela RESPONSAVEL...............................................................................118
Tabela 5.8: Tabela ANOLETIVO....................................................................................119
Tabela 5.9: Tabela DISCIPLINA.................................................................................... .119
Tabela 5.10: Tabela TURMA................................................................................. ........119
Tabela 5.11: Tabela DIARIO.........................................................................................119
Tabela 5.12: Tabela LEMBRETE...................................................................................120
Tabela 5.13: Tabela PLANODEAULA.............................................................................120
Tabela 5.14: Tabela PERIODO............................................................................... .......120
Tabela 5.15: Tabela OBJETIVODEFINIDO......................................................................121
Tabela 5.16: Tabela ESTRATEGIAAPLICADA.................................................................121
Tabela 5.17: Tabela CONTEUDOPROGRAMATICO.........................................................121
Tabela 5.18: Tabela RECURSOUTILIZADO....................................................................122
Tabela 5.19: Tabela PLANEJADO..................................................................................122
Tabela 5.20: Tabela AULAPLANEJADA..........................................................................122
Tabela 5.21: Tabela AVALIACAOPLANEJADA.................................................................123
Tabela 5.22: Tabela QUESTAO.....................................................................................123
Tabela 5.23: Tabela EXECUTADO.............................................................................. ...123
Tabela 5.24: Tabela AULA......................................................................................... ...124
Tabela 5.25: Tabela CONTEUDOMINISTRADO..............................................................124
Tabela 5.26: Tabela AVALIACAO..................................................................................124
Tabela 5.27: Tabela DEPENDENCIA............................................................................. .125
Tabela 5.28: Tabela MATRICULA..................................................................................125
Tabela 5.29: Tabela PRESENCA...................................................................................125
Tabela 5.30: Tabela NOTA...........................................................................................126
Tabela 5.31: Tabela UTILIZACAORECURSO..................................................................126
Tabela 5.32: Tabela PROGRAMACAOCONTEUDO..........................................................126
Tabela 5.33: Tabela VERIFICACAOCONTEUDO.............................................................127
Tabela 5.34: Tabela UTILIZACAORECURSO..................................................................127
Tabela 5.35: Tabela PERFIL.........................................................................................127

xii
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Tabela 5.36: Mapeamento Classes vs Tabelas.............................................................128


Tabela 5.37: Regras de integridade do projeto de banco de dados..............................129
Tabela 5.38: Uso de Teclas.................................................................................. ........135
Tabela 5.39: Mini-especificação da janela Importar Acadêmico...................................139
Tabela 5.40: Especificação de campos da janela Importar Acadêmico.........................140
Tabela 5.41: Mini-especificação da janela Emparelhar Acadêmico...............................142
Tabela 5.42: Especificação de campos da janela Emparelhar Acadêmico....................143
Tabela 5.43: Mini-especificação da janela Lembretes..................................................145
Tabela 5.44: Especificação de campos da janela Lembretes........................................146
Tabela 5.45: Mini-especificação da janela Consultar Diário..........................................148
Tabela 5.46: Especificação de campos da janela Consultar Diário...............................149
Tabela 5.47: Mini-especificação da janela Manusear Diário..........................................152
Tabela 5.48: Especificação de campos da janela Manusear Diário...............................153
Tabela 5.49: Mini-especificação da janela Visualizar Plano Anual.................................156
Tabela 5.50: Especificação de campos da janela Visualizar Plano Anual......................157
Tabela 5.51: Mini-especificação da janela Lembretes..................................................161
Tabela 5.52: Especificação de campos da janela Lembretes........................................162
Tabela 5.53: Mini-especificação da janela Consultar Diário..........................................165
Tabela 5.54: Especificação de campos da janela Consultar Diário...............................165
Tabela 5.55: Mini-especificação da janela Manusear Diário..........................................169
Tabela 5.56: Especificação de campos da janela Manusear Diário...............................170
Tabela 5.57: Mini-especificação da janela Lançar Plano Anual.....................................175
Tabela 5.58: Especificação de campos da janela Lançar Plano Anual...........................176
Tabela 5.59: Especificação de campos da janela Visualizar Plano Anual......................179
Tabela 5.60: Considerações finais sobre a interface....................................................181
Tabela 6.1: Ferramentas e Frameworks.......................................................................183
Tabela 7.1: Cronograma de testes...............................................................................186
Tabela 7.2: Responsabilidades por testes....................................................................186
Tabela 7.3: Casos de uso de testes.............................................................................191
Tabela 7.4: Parâmetros de performance......................................................................191

xiii
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

SIGLAS

DCD - Diário de Classe Digital

LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de


dezembro de 1996.

MEC - Ministério da Educação

NExx - Necessidade detectada nº xx

PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais

RFxx - Requisito Funcional nº xx

RSxx - Requisito Suplementar nº xx

UC-Cxx - Caso de Uso de Negócio nº xx, em que o Coordenador é o ator


principal

UC-Dxx - Caso de Uso de Negócio nº xx, em que o Diretor é o ator principal

UC-Gxx - Caso de Uso de Negócio nº xx, em que o Pedagogo é o ator


principal

UC-Pxx - Caso de Uso de Negócio nº xx, em que o Professor é o ator


principal

UC-Sxx - Caso de Uso de Negócio nº xx, em que o funcionário da Secretaria é


o ator principal

xiv
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

1 Introdução

O Instituto Braga Carneiro, tradicional escola do Rio de Janeiro, atua na Educação Infantil,
no Ensino Fundamental e no Ensino Médio. Fundado em 1933, com o nome de Curso José
de Alencar, foi paulatinamente adquirindo a confiança dos pais tijucanos, tornando-se
referência e sinônimo de ensino de qualidade. Nas duas últimas décadas, seguindo a
onda de fusões e aquisições, incorporou o também tradicional Colégio Imperial de
Botafogo e acompanhou a movimentação demográfica para a zona oeste. Atualmente é
composto de cinco unidades: Barra da Tijuca, Botafogo, Freguesia, Taquara e Tijuca.

De modo geral,  existe uma estrutura computacional que atende à maioria das
funcionalidades de um sistema acadêmico, porém, o Diário de Classe – instrumento
básico de trabalho do quadro de Professores – continua no papel, como desde sempre.

A Escola pretende investir numa solução automatizada que substitua o Diário, o que
permitirá um melhor acompanhamento do magistério, tanto pelos próprios professores,
quanto pela Coordenação e pela Direção.

Para o atendimento desta demanda, projetamos um sistema de controle e gerência dos


diários de classe – Diário de Classe Digital (DCD) – que apresentamos nesse documento.
As informações estão divididas em capítulos, organizados da seguinte forma:

No capítulo dois são apresentadas as características da empresa, uma breve descrição do


que é o Diário de Classe, o processo atual, os processos de negócio, os problemas
identificados e as necessidades detectadas. No capítulo três estão descritos os casos de
uso do sistema e os requisitos suplementares.

No capítulo quatro, são discutidas três alternativas de solução, é feita uma análise
comparativa entre elas e é apresentada a solução escolhida pelo usuário. No capítulo
cinco, Análise e Projeto, são apresentados os modelos conceitual e de projeto, os
projetos de banco de dados e de interfaces, além de nossas justificativas para uso de
padrões.

Nos capítulos seis e sete estão descritos os planos de implementação e teste,


respectivamente. O capítulo oito lista os planos de implantação e de contingência. Na
parte final encontra-se o glossário com os termos técnicos mencionados nesse
documento.

1
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2 Modelagem do Negócio

2.1 Características da Empresa

Pautado num ensino que busca o desenvolvimento do educando como indivíduo capaz de
exercer plenamente sua cidadania, o Instituto busca permanentemente a excelência dos
serviços prestados. Para tal, dispõe de uma estrutura pedagógica, administrativa e
operacional desenhada de modo a atender os fundamentos básicos da boa
administração, contando com profissionais experientes, comprovadamente gabaritados
para fornecer um ensino de qualidade.

2.1.1 Estrutura Organizacional

Cada unidade possui um diretor, um coordenador, um quadro de professores que pode


variar entre 20 e 25 profissionais, um pedagogo, 4 inspetores, um contador, 2
funcionários de secretaria e 4 de apoio, distribuídos entre os setores definidos no
organograma representado na Figura 2.1.

Figura 2.1.: Organograma

2.1.2 O que é o Diário de Classe

Para cada ano letivo, deve existir um Diário de Classe para cada combinação de Turma,
Professor e Disciplina. O professor recebe o(s) seu(s) da secretaria, já com os nomes dos
alunos preenchidos, assim como os tempos da grade semanal da turma ocupados pela
disciplina. A cada aula é anotada a freqüência dos alunos e é lançado um resumo das
atividades, listando assuntos abordados e materiais utilizados. As notas obtidas pelos
2
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

alunos nas avaliações são lançadas quando da sua apuração. Ao término do bimestre, o
professor totaliza as aulas previstas e as aulas realizadas, calcula as médias de cada
aluno, lança estas médias, assim como as faltas no resumo do aproveitamento e copia
estas informações para a filipeta, a qual é entregue à coordenação. Neste momento,
também anota no final do Diário o conteúdo programático e as ocorrências importantes.
Então, o Diário de Classe é o repositório das anotações sobre as interações entre o
professor e a turma em uma disciplina. Seu correto preenchimento é fundamental para o
acompanhamento do magistério e do desenvolvimento dos alunos.

2.1.3 Recursos de Informática

Cada unidade possui basicamente os mesmos recursos computacionais instalados,


dividindo-se entre estações de trabalho para profissionais que atuam na escola e
máquinas do laboratório de informática.

Na secretaria encontramos duas máquinas ligadas por uma rede local. Neste ambiente
estão as funcionalidades atuais do sistema acadêmico (matrícula, boletins). Parte do
tempo, uma das máquinas é utilizada para o controle financeiro. Todo o acesso à Internet
(exceto Laboratório) é feito neste ambiente.

Na sala da coordenação existe uma única máquina, utilizada por qualquer elemento do
corpo docente, com um pacote Office (processador de textos, planilha e apresentação).
Esta máquina não está liga a nenhuma outra.

O laboratório de informática é composto por uma rede com um servidor e 14 máquinas


clientes. Esta rede conecta-se à Internet. Sua utilização se dá pelos alunos, sempre sob a
supervisão do professor.

Todas as máquinas são Pentium III, com 512Mb de memória RAM e monitor de 17”. O
sistema operacional é o Windows XP.

2.1.4 Processo Atual

No início do ano, o diretor monta o calendário anual, respeitando o limite mínimo de dias
letivos e os feriados (fixos e móveis) do ano em questão. A segunda etapa, executada
pelo coordenador da unidade, consiste na montagem da grade horária – as turmas estão
definidas, as salas e os professores disponíveis, então é uma questão de conseguir
encaixar tudo dentro da grade semanal. Neste momento, cada professor elabora seu
3
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Plano de Aula anual e o submete ao coordenador – este o aprova, vez por outra
solicitando alguns ajustes. A secretaria pode, então, emitir um Diário de Classe para cada
combinação de Professor, Turma e Disciplina existentes. Começa o primeiro bimestre. O
professor configura como serão as Avaliações deste bimestre e passa a exercer o
magistério, no que é controlado pelo coordenador e, em determinadas situações, pode
ter sua metodologia questionada pelo pedagogo. No fechamento do bimestre, após todas
as avaliações, ocorre o Conselho de Classe, que legitima todo o processo, permitindo a
emissão dos Boletins, que serão entregues aos responsáveis na Reunião de Pais e Mestres
que se segue. São quatro os ciclos bimestrais em um ano letivo e, em cada um deles, o
Diário pode ser consultado pelo coordenador ou pelo diretor. Ao final do quarto
bimestre, o professor encerra o Diário, que fica armazenado para posterior consulta pela
Coordenação. Existe um prazo legal de cinco anos, que deve ser respeitado, antes do
descarte do Diário de Classe. Durante todo o ano letivo é mantido um sistema de troca de
bilhetes pelos componentes do corpo docente, pois nem sempre é possível encontrar-se
pessoalmente com outro membro da equipe a tempo hábil de combinar atividades. Todo
este ciclo pode ser melhor compreendido no Diagrama Anual de Atividades (Figura 2.2,
na página 5).

2.1.5 Expectativas do Cliente

As seguintes expectativas foram levantadas junto ao cliente:

• Integrar o Calendário, a Grade e o Plano Anual ao Diário de Classe, facilitando o


registro das atividades e o acompanhamento do magistério;

• Fornecer uma visão integrada e centralizada das informações relativas aos Diários
de Classe de cada unidade;

• Manter e aprimorar os bilhetes anexados aos Diário de Classe, de modo que todos
os profissionais de ensino possam trocar pequenas mensagens pertinentes ao
andamento dos trabalhos; e

• Permitir o acesso remoto a estas facilidades, de modo que cada professor possa
fazer os lançamentos no seu próprio tempo.

4
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 2.2.: Digrama Anual de Atividades

5
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2 Processos de Negócio

2.2.1 Diagrama de Casos de Uso de Negócio

Figura 2.3.: Diagrama de Casos de Uso de Negócio

6
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2 Descrições dos Casos de Uso de Negócio

2.2.2.1 UC-D01 Montar Calendário

Descrição do Caso de Uso de Negócio Montar Calendário

Atores: Diretor.

Descrição: Para que se inicie o Ano Letivo é fundamental que se monte o Calendário do
ano, no qual são lançados os feriados e as efemérides, respeitando o limite mínimo de
dias letivos.

Pré-Condições: Ter em mãos as datas dos feriados móveis.

Passo a passo:

• Diretor prepara uma planilha com o calendário, onde estão marcados os dias da
semana.

• Diretor marca os feriados fixos e os feriados móveis.

• Diretor marca efemérides que possam alterar o ritmo escolar.

• Diretor marca os bimestres, respeitando o limite mínimo de dias letivos.

• Diretor marca, em cada bimestre, as semanas de provas, semanas de testes, data


do conselho de classe e data da reunião de pais e mestres.

• Diretor publica o Calendário escolar.

• Fim do caso de uso.

Pós-Condição: O Calendário do ano está pronto para ser utilizado.

7
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.2 UC-D02 Reunião de Pais e Mestres

Descrição do Caso de Uso de Negócio Reunião de Pais e Mestres

Atores: Diretor, Coordenador, Professor e Responsável.

Descrição: Esta reunião ocorre ao final de cada bimestre, e seu objetivo é aproximar os
Responsáveis do dia-a-dia de seus filhos na escola.

Pré-Condições: Lançamento da data da Reunião no Calendário Escolar e os Diários de


Classe estarem atualizados.

Passo a passo:

1. Coordenador prepara a convocação aos Pais que é assinada conjuntamente com o


Diretor e enviada entre 10 e 7 dias antes do evento para todos os Responsáveis.

2. Coordenador inicia UC-C06 Consultar Diário de Classe para todos os Diários em


uso, que só termina quando passo 3 terminar.

3. Coordenador monta planilhas com demonstrativo de desempenho das turmas.

4. As instalações são adaptadas para receber os Responsáveis.

5. Os Responsáveis são recebidos no Auditório.

6. Diretor abre a reunião com discurso de boas vindas, discorre sobre conquistas e
fala sobre planos futuros.

7. Coordenador expõe dados básicos de desempenho e faz observações.

8. Os Responsáveis são convidados a se dirigirem para a sala de aula de seus filhos.

9. Os Responsáveis recebem os Boletins.

10.Nas salas, os Professores se revezam, ficando à disposição dos Responsáveis para


quaisquer esclarecimentos solicitados.

11.A Reunião termina.

12.Fim do caso de uso.

Pós-Condição: O Boletim bimestral está entregue – no caso do 4º bimestre, já é o Boletim


anual.

8
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.3 UC-D03 Reunião com Responsável

Descrição do Caso de Uso de Negócio Reunião com Responsável

Atores: Diretor, Coordenador e Responsável.

Descrição: Devido a problemas de desempenho ou de comportamento do Aluno, seu


Responsável é chamado à escola.

Pré-Condições: A situação do Aluno foi avaliada pelo Professor, pelo Coordenador e,


talvez, pelo Padagogo e não foi possível corrigir o problema conversando apenas com o
aluno.

Passo a passo:

1. Coordenador contacta o Responsável, e acerta dia e hora da Reunião.

2. O Diretor recebe o Responsável, na presença do Coordenador e/ou do Pedagogo e


media a reunião.

3. Coordenador inicia UC-C06 Consultar Diário de Classe para os Diários pertinentes


ao aluno, que só termina quando passo 8 terminar.

4. Coordenador ou Pedagogo expõe o problema e propõe solução.

5. São trocadas idéias e narradas experiências anteriores.

6. Responsável decide que procedimento adotar.

7. Responsável comunica o procedimento ao Diretor.

8. Diretor agradece o comparecimento de todos.

9. A Reunião termina.

10.Fim do caso de uso.

Pós-Condição: A Reunião está registrada na ficha do aluno.

9
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.4 UC-C01 Aprovar Plano Anual

Descrição do Caso de Uso de Negócio Aprovar Plano Anual

Atores: Coordenador.

Descrição: Analisar o Plano de Aula anual de um professor de disciplina e aprová-lo.

Pré-Condições: Existência de Plano anual do professor para a disciplina.

Passo a passo:

• Coordenador escolhe Professor, Disciplina e Turma.

• Coordenador pega a proposta de Plano de Aula anual correspondente.

• Coordenador compara proposta com PCN correspondente.

• Coordenador verifica que o conteúdo programático está coberto.

• Coordenador verifica que a proposta de andamento está condizente com o


Calendário.

• Coordenador verifica que os materiais indicados são adequados.

• Coordenador aprova Plano Anual de professor de disciplina.

• Coordenador guarda Plano de Aula aprovado.

• Fim do caso de uso.

Pós-Condição: O Plano Anual está aprovado para Disciplina de Professor. Este Diário será
emitido e entregue ao Professor.

10
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.5 UC-C02 Conselho de Classe

Descrição do Caso de Uso de Negócio Conselho de Classe

Atores: Coordenador, Professor e Pedagogo.

Descrição: O coordenador, os professores e o pedagogo reúnem-se ao fim de cada


bimestre para discutir os problemas ocorridos e, com o intuito de não repetí-los,
determinam as diretrizes a serem seguidas no próximo bimestre.

Pré-Condições: Encerramento das aulas do bimestre, aplicação e correção das provas e


diários de classe devidamente preenchidos.

Passo a passo:

1. Coordenador abre o Conselho de Classe na data agendada no Calendário.

2. inicia UC-C06 Consultar Diário de Classe, que só termina quando passo 7


terminar.

3. Coordenador debate com os professores os problemas ocorridos no bimestre.

4. Coordenador cita o que deixou a desejar e o que superou as expectativas do


bimestre.

5. Coordenador discute o desempenho dos alunos com os professores naquele


bimestre.

6. Pedagogo é ouvido sobre situações dignas de nota ocorridas no bimestre.

7. Coordenador, professores e pedagogo definem as diretrizes que deverão seguir no


próximo bimestre.

8. Coordenador encerra o Conselho de Classe.

9. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Todos as notas estão acordadas, prontas para serem lançadas nos
Boletins.

11
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.6 UC-C03 Montar Grade

Descrição do Caso de Uso de Negócio Montar Grade

Atores: Coordenador.

Descrição: O coordenador deverá definir, para cada turma, como será sua grade semanal
neste ano letivo. Nesta tarefa o coordenador decide quais disciplinas ocuparão cada
tempo de aula e qual professor ministrará estas aulas.

Pré-Condições: Existência do Calendário Escolar para o ano letivo.

Passo a passo:

1. Coordenador escolhe Turma para montar grade.

2. Coordenador seleciona uma Disciplina para compor a grade desta turma.

3. Coordenador escolhe Professor para Turma e Disciplina.

4. Coordenador escolhe tempo vago da grade.

5. Coordenador indica ocupação do tempo de aula por Disciplina.

6. Coordenador repete os passos 4 e 5 até que a carga horária semanal da disciplina


esteja completa.

7. Coordenador repete os passos 2 a 6 até que todas as disciplinas determinadas


para a turma estejam contempladas.

8. Coordenador repete os passos 1 a 7 até que todas as turmas tenham suas grades
semanais completas.

9. Coordenador publica Grade semanal de todas as turmas.

10.Fim do caso de uso.

Pós-Condição: A Grade que determina os professores que irão ministrar as disciplinas


nas turmas, em quais tempos de aula de cada turma, está construída.

12
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.7 UC-C04 Trocar Mensagem

Descrição do Caso de Uso de Negócio Trocar Mensagem

Atores: Diretor, Coordenador, Professor e Pedagogo.

Descrição: Os atores interagem de diversas formas, seja por meio conversas nos
intervalos, de recados escritos ou, até mesmo, por e-mail. Cada professor possui uma
pasta que fica na escola, onde são colocadas mensagens para o mesmo.

Pré-Condições: Interesse de um dos atores trocar mensagem com outro ator.

Passo a passo:

1. Ator que tem interesse em contatar outro formula uma mensagem.

2. Ator emissor da mensagem escolhe meio de transmissão.

3. Quando o receptor estiver disponível, recebe a mensagem.

4. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: A mensagem foi recebida pelo destinatário.

13
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.8 UC-C05 Validar Magistério

Descrição do Caso de Uso de Negócio Validar Magistério

Atores: Coordenador e Pedagogo.

Descrição: Inspecionar se andamento dos trabalhos de Professor de Disciplina em uma


Turma é compatível com Plano Anual apresentado e se a metodologia empregada está em
conformidade com o padrão do Instituto.

Pré-Condições: Existência de Plano anual aprovado, existência de Diário de Classe


preenchido e execução do caso de uso UC-G01 Analisar Metodologia.

Passo a passo:

1. Coordenador escolhe Professor, Disciplina e Turma.

2. Coordenador pega Plano de Aula anual correspondente.

3. Coordenador inicia UC-C06 Consultar Diário de Classe, que só termina quando


passo 10 terminar.

4. Coordenador compara lançamentos no Diário com o planejado.

5. Coordenador verifica que o conteúdo programático está coberto.

6. Coordenador verifica que o andamento está correto.

7. Coordenador solicita a Pedagogo informação sobre a Metodologia empregada.

8. Pedagogo informa que a Metodologia empregada é adequada e que está em


conformidade com o padrão do Instituto.

9. Coordenador anota Validação OK.

10.Coordenador guarda Plano de Aula consultado.

11.Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Existe uma anotação que, pelo menos, uma validação do magistério deste
Professor desta Disciplina desta Turma foi feita no bimestre.

14
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.9 UC-C06 Consultar Diário de Classe

Descrição do Caso de Uso de Negócio Consultar Diário de Classe

Atores: Pedagogo e outros, dependendo da origem da ativação.

Descrição: Consultar informação contida em Diário de Classe correspondente a Professor,


Turma e Disciplina .

Pré-Condições: Existência de Diário de Classe

Passo a passo:

1. Ator pega Diário de Classe correspondente a Professor, Turma e Disciplina.

2. Ator consulta lançamentos no Diário.

3. Ator guarda Diário de Classe consultado.

4. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Não se aplica.

15
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.10 UC-G01 Analisar Metodologia

Descrição do Caso de Uso de Negócio Analisar Metodologia

Atores: Pedagogo e Professor.

Descrição: Após conversar com alunos que relatem problemas, o Pedagogo pode
acompanhar mais amiúde o trabalho de um professor, podendo sugerir acertos.

Pré-Condições: Relato ou observação de problema entre Aluno e Professor.

Passo a passo:

1. Pedagogo observa metodologia aplicada por Professor.

2. Pedagogo conversa com Professor e indica problemas relatados ou observados.

3. Professor defende razões de uso da metodologia.

4. Pedagogo faz sugestões de acerto.

5. Professor dá ciência da sugestão.

6. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: O Professor está ciente do problema apontado.

16
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.11 UC-P01 Elaborar Plano de Aula Anual

Descrição do Caso de Uso de Negócio Elaborar Plano de Aula anual

Atores: Professor.

Descrição: Para ser autorizado a iniciar o magistério de uma Disciplina em uma Turma, o
Professor deve elaborar seu Plano, de acordo com os PCNs.

Pré-Condições: Existe uma atribuição de Disciplina de Turma a Professor na Grade.

Passo a passo:

1. Professor recebe informação sobre sua alocação à Disciplina de Turma.

2. Professor elabora seu Plano, de acordo com os PCNs, discriminando Objetivos,


Estratégias, Conteúdos e Recursos.

3. Professor lança Recursos a serem utilizados ao abordar cada Conteúdo.

4. Professor lança tempo previsto para abordar cada Conteúdo.

5. Professor encaminha o Plano de Aula anual da Disciplina ao Coordenador.

6. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: O Plano de Aula está pronto para ser analisado e aprovado pelo
Coordenador.

17
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.12 UC-P02 Executar Atividade

Descrição do Caso de Uso de Negócio Executar Atividade

Atores: Professor e Aluno.

Descrição: Atividades relativas ao magistério.

Pré-Condições: O Professor está habilitado a ministrar uma Disciplina para uma Turma.

Passo a passo:

1. Professor ministra Aulas da Disciplina na Turma.

2. Professor inicia UC-P03 Preencher Diário de Classe, que só termina quando passo
5 terminar.

3. Professor aplica Provas e Testes, define Trabalhos.

4. Professor recebe dos Alunos as Provas, os Testes e os Trabalhos realizados.

5. Professor corrige Provas, Testes e Trabalhos, atribuindo notas.

6. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: As atividades foram executadas.

18
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.13 UC-P03 Preencher Diário de Classe

Descrição do Caso de Uso de Negócio Preencher Diário de Classe

Atores: Professor.

Descrição: Registro do andamento das atividades relativas ao magistério de Disciplina em


Turma.

Pré-Condições: Diário de Classe configurado e aberto para Bimestre.

Passo a passo:

1. Se UC-P04 em execução, vai para o passo 9.

2. Se UC-P02 em execução, vai para passo 5.

3. Professor faz lançamento desvinculado de atividade em sala.

4. vai para o passo 13.

5. Professor lança freqüência de cada Aluno em aula.

6. Professor anota Atividade relacionada a Conteúdo.

7. Professor lança Nota de cada Aluno em Prova, Teste ou Trabalho.

8. vai para o passo 13.

9. Professor lança média bimestral de cada aluno na disciplina.

10.Professor lança quantidade de faltas de cada aluno no bimestre.

11.Professor lança quantidade de aulas previstas e de aulas ministradas no bimestre.

12.Professor assina fechamento do Bimestre.

13.Fim do caso de uso.

Pós-Condição: As atividades executadas estão registradas no Diário.

19
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.14 UC-P04 Fechar Bimestre

Descrição do Caso de Uso de Negócio Fechar Bimestre

Atores: Professor.

Descrição: Registro do andamento das atividades relativas ao magistério de Disciplina em


Turma.

Pré-Condições: Todas as Atividades que têm Nota já foram completadas, todas as Notas
já foram atribuídas a cada Aluno e as aulas do bimestre terminaram.

Passo a passo:

1. Professor inicia UC-P03 Preencher Diário de Classe, que só termina quando passo
5 terminar.

2. Professor calcula média bimestral de cada aluno.

3. Professor soma número de Faltas no bimestre para cada aluno.

4. Professor conta aulas previstas e aulas ministradas no bimestre.

5. Professor calcula média da turma no bimestre.

6. Professor preenche a Filipeta.

7. Professor envia Filipeta para Coordenador.

8. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Está registrado o término do bimestre e a Filipeta está gerada.

20
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.15 UC-P05 Configurar Avaliações

Descrição do Caso de Uso de Negócio Configurar Avaliações

Atores: Professor.

Descrição: Em cada Bimestre o Professor configura quais outras atividades, além da


Prova, gerarão Notas, em quais datas serão realizadas e que peso cada avaliação terá na
nota do Bimestre.

Pré-Condições: As datas das Provas já foram definidas no Calendário.

Passo a passo:

1. Professor determina quais Atividades terão Nota, além da Prova.

2. Professor determina datas da realização destas Atividades.

3. Professor determina peso de cada Atividade, incluindo a Prova.

4. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Está registrado como será feita a avaliação bimestral.

21
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.16 UC-P06 Encerrar Diário

Descrição do Caso de Uso de Negócio Encerrar Diário

Atores: Professor.

Descrição: Registro do término das atividades relativas ao magistério de Disciplina em


Turma.

Pré-Condições: Todas as Atividades que têm Nota já foram completadas, todas as Notas
já foram atribuídas a cada Aluno e as aulas do ano terminaram.

Passo a passo:

1. Professor calcula média anual de cada aluno.

2. Professor soma número de Faltas anuais de cada aluno.

3. Professor calcula média da turma no ano.

4. Professor preenche fechamento do Diário.

5. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Está registrado o término do ano letivo para a Disciplina da Turma.

22
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.2.2.17 UC-S01 Emitir Diário de Classe

Descrição do Caso de Uso de Negócio Emitir Diário de Classe

Atores: Secretaria.

Descrição: Emite os diários de uma determinada Turma.

Pré-Condições: A grade da turma está completa, os alunos estão matriculados e os


Planos de Aula de todos os professores da turma foram aprovados pelo Coordenador.

Passo a passo:

1. Secretaria seleciona Turma completa.

2. Secretaria verifica que Grade da turma está preenchida.

3. Secretaria emite todos os Diários de Classe da turma.

4. Secretaria coloca Diários no escaninho de cada Professor.

5. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: Todos os Diários de Classe estão emitidos.

23
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.2.2.18 UC-S02 Emitir Boletim

Descrição do Caso de Uso de Negócio Emitir Boletim

Atores: Secretaria.

Descrição: Secretaria preenche os boletins com informações passadas pelas filipetas e


acordadas no Conselho de Classe.

Pré-Condições: O Conselho de Classe do bimestre terminou.

Passo a passo:

1. Secretaria seleciona Turma.

2. Secretaria seleciona filipetas da turma.

3. Para cada Aluno, copia as informações de Média e Faltas.

4. Se ainda existem Turmas com Boletim a preencher, volta ao passo 1.

5. Secretaria coloca todos os Boletins no escaninho do Coordenador.

6. Fim do caso de uso.

Pós-Condição: A todos os Boletins estão emitidos, prontos para serem entregues na


Reunião de Pais e Mestres.

24
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

2.3 Problemas Identificados

Os problemas listados pelos usuários:

• O preenchimento dos diários de classe, em grande parte das vezes, não é feito de
forma correta, no tempo determinado. Nem todas as informações são preenchidas.
Há uma constante rasura (o que não é permitido, pois se trata de um documento
sujeito à fiscalização). O processo de lançamento de notas, cálculo das médias,
preenchimento da filipeta e cópia para o resumo anual é longo e enfadonho, o que
aumenta a probabilidade da ocorrência de erros;

• Sempre que se deseje obter informações a respeito de um aluno ou uma turma é


necessário ir até ao armário dos professores e pegar todos os diários de classe
referentes à turma. Após o uso, o caminho inverso é obrigatório;

• O controle feito pelo coordenador de todos os professores no que diz respeito às


atividades praticadas em sala de aula e, até mesmo, o correto preenchimento dos
diários é desgastante, se observarmos que uma escola possui, aproximadamente,
25 professores; e

• A troca de informações entre professores, diretor e coordenador é deficiente tendo


em vista que os professores, na maior parte do tempo em que estão no colégio,
encontram-se em sala de aula, e que, nos raros instantes fora dela, tanto
coordenação como direção estão com outras atribuições, impossibilitando, muitas
vezes, uma conversa direta. Esta necessidade de troca de informações faz-se,
então, através de bilhetes postos nas pastas dos professores em questão. Existe
ainda a falta de comunicação entre os professores que não trabalham nos mesmos
dias, forçando novamente a comunicação por bilhetes, o que é pouco eficaz devido
ao baixo retorno por parte de quem recebe, além da demora na recepção e leitura
dos bilhetes.

25
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

2.4 Necessidades Detectadas

As seguintes necessidades foram detectadas:

• NE01 – Obter dias letivos e dias de provas, conforme definido pela Direção;

• NE02 – Permitir ao usuário a consulta aos Diários de Classe da unidade;

• NE03 – Emitir email para o aluno e para o responsável, informando sobre


Avaliação: data e disciplina;

• NE04 – Obter as turmas da unidade e suas grades horárias;

• NE05 – Permitir o acesso ao Plano de Aula proposto pelo professor;

• NE06 – Criar os Diários de Classe, preenchendo os nomes dos alunos e as datas


previstas das aulas e provas;

• NE07 – Alterar os Diários de Classe, adequando-os às modificações que


acontecerem;

• NE08 – Exigir autorização para retificar lançamentos em Bimestres já encerrados;

• NE09 – Permitir o lançamento de atividades executadas, de notas de avaliações e


da apuração de freqüência dos alunos;

• NE10 – Facilitar o cálculo de médias ponderadas;

• NE11 – Facilitar a elaboração do Plano Anual, como uma composição de Objetivos


definidos, Estratégias, Recursos e Conteúdos;

• NE12 – Permitir a comparação do Plano de Aula com os lançamentos de atividades


efetuados pelo professor;

• NE13 – Registrar a troca de Bilhetes, indicando sua recepção pelo destinatário e a


resposta com a providência indicada.

Na Figura 2.4, as necessidades são mapeadas junto aos Casos de Uso de Negócio.

26
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 2.4.: Mapeamento das Necessidades Detectadas nos Casos de Uso de Negócio

27
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

28
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3 Requisitos

3.1 Casos de Uso de Sistema

Propomos os 14 casos de uso abaixo, para atender às necessidades detectadas (listadas


anteriormente em 2.4):

• RF01 – Importar do Acadêmico, que busca o Calendário, as Turmas e suas Grades


horárias no sistema Acadêmico (atende NE01, NE04 e NE06);

• RF02 – Emparelhar com Acadêmico, que busca no sistema Acadêmico alterações


nas Turmas (atende NE01, NE04 e NE07);

• RF03 – Lançar Plano Anual, que oferece um arcabouço para o Professor preencher
com o Plano Anual (atende NE11 e NE13);

• RF04 – Aprovar Plano Anual, que permite a visualização do Plano de Aula a ser
comparado com os PCNs (atende NE05 e NE13);

• RF05 – Consultar Diário, que disponibiliza a visualização dos Diários de Classe,


controlando o acesso às funcionalidades (atende NE02);

• RF06 – Configurar Diário, que permite a atribuição de pesos às Avaliações, além


da marcação de Testes e de Trabalhos (atende NE10);

• RF07 – Emitir Guia, que disponibiliza a visualização e a impressão da Guia de


Atividade (atende NE09);

• RF08 – Atualizar Diário, que permite o registro das atividades realizadas (atende
NE09);

• RF09 – Fechar Bimestre, que disponibiliza a visualização das médias e da


freqüência apurada, além de permitir o lançamento de Observações e a geração da
Filipeta (atende NE09 e NE10);

• RF10 – Validar Metodologia, que permite o registro da inspeção feita pelo


Pedagogo (atende NE12 e NE13);

29
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• RF11 – Validar Magistério, que permite o registro da inspeção feita pelo


Coordenador (atende NE12e NE13);

• RF12 – Retificar Lançamento, que permite o acerto de lançamentos em bimestre


já fechado, podendo gerar Filipeta complementar (atende NE08 e NE13); e

• RF13 – Avisar Avaliação, que gera avisos de Avaliações para alunos e


responsáveis que informaram email (atende NE03).

• RF14 – Manusear Lembretes, que permite a recepção dos Lembretes e a resposta


ao emitente indicando a providência adotada (atende NE13).

30
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.1 Diagrama de Casos de Uso de Sistema

Figura 3.1.: Diagrama de Casos de Uso de Sistema

31
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2 Descrição dos Casos de Uso de Sistema

3.1.2.1 RF01 – Importar do Acadêmico

Descrição do Caso de Uso de Sistema Importar do Acadêmico

Atores: Coordenador e Acadêmico.

Descrição: Para iniciar o uso dos Diários de Classe em um ano letivo é necessário trazer
do Acadêmico: o Calendário, a Grade e as Turmas.

Pré-Condições: Existe um Calendário para o Ano letivo montado no Acadêmico, existe


uma Grade de Horários montada no Acadêmico e existem Turmas preenchidas com
Alunos no Acadêmico.

Curso típico:

1. Coordenador identifica que ainda não foi feita a importação do Acadêmico.

2. Coordenador escolhe importar do Acadêmico.

3. Sistema identifica que ainda não foi feita a importação.

4. Sistema solicita ao Acadêmico o Calendário do Ano escolhido.

5. Acadêmico disponibiliza o Calendário.

6. Sistema importa o Calendário.

7. Sistema solicita ao Acadêmico a Grade de Horários do Ano escolhido.

8. Acadêmico disponibiliza a Grade de Horários.

9. Sistema importa a Grade de Horários.

10.Sistema solicita ao Acadêmico as Turmas do Ano escolhido.

11.Acadêmico disponibiliza as Turmas.

12.Sistema importa as Turmas.

13.Sistema gera todos os Diários de Classe necessários para o Ano Letivo.

14.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:

32
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Passo 1 do curso típico.

1. Coordenador identifica que já foi feita a importação do Acadêmico para este Ano
letivo e que não há necessidade de repetir o processo.

2. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 2:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que já foi feita a importação do Acadêmico para este Ano letivo.

2. Sistema identifica que nenhum Diário de Classe foi preenchido e que nenhum
Plano de Aula foi informado.

3. Sistema elimina todas as informações referentes aos Diários de Classe deste ano
letivo.

4. Vai para o passo 4 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 2 do curso alternativo 2.

1. Sistema identifica que pelo menos um Diário de Classe foi preenchido ou que pelo
menos um Plano de Aula foi informado.

2. Sistema informa "Importação já efetuada, nova importação apaga todos os Diários,


seus lançamentos e os Planos de Aula já informados. Confirma apagar todos os
Diários e Planos de Aula deste ano?"

3. Coordenador não confirma.

4. Fim do caso de uso.

33
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 4:
Passo 3 do curso alternativo 3.

1. Coordenador confirma apagar todos os Diários e Planos de Aula deste ano.

2. Volta para o passo 3 do curso alternativo 2.

Curso de exceção 1:
Passos 5, 8 e 11 do curso típico.
Descrição: O sistema Acadêmico não está disponível.

1. Sistema informa "Acadêmico não Disponível".

2. Coordenador acusa o recebimento da informação.

3. Fim do caso de uso.

34
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.1.1 RF01 – Diagrama de Atividades

Figura 3.2.: RF01 – Importar do Acadêmico - DAT

35
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.2 RF02 – Emparelhar com Acadêmico

Descrição do Caso de Uso de Sistema Emparelhar com Acadêmico

Atores: Coordenador e Acadêmico.

Descrição: Os Diários de Classe deste ano letivo já foram criados com base no Acadêmico
(Calendário, Grade e Turmas). No entanto, existe a possibilidade desta base ter sido
alterada, então é necessário refletir estas modificações aqui no DCD.

Pré-Condições: Existe um Calendário para o Ano letivo montado no Acadêmico. Existe


uma Grade de Horários montada no Acadêmico. As Turmas e seus Alunos estão
preenchidos no Acadêmico. Em algum momento estas informações já foram importadas e
os Diários de Classe também já existem.

Curso típico:

1. Coordenador sabe que a base importada do Acadêmico foi alterada.

2. Coordenador indica que deseja fazer o emparelhamento.

3. Sistema identifica que já foi feita a importação.

4. Sistema solicita ao Acadêmico o Calendário do Ano atual.

5. Acadêmico disponibiliza o Calendário.

6. Sistema importa o Calendário atual.

7. Sistema solicita ao Acadêmico a Grade de Horários do Ano escolhido.

8. Acadêmico disponibiliza a Grade de Horários.

9. Sistema importa a Grade de Horários atual.

10.Sistema solicita ao Acadêmico as Turmas do Ano escolhido.

11.Acadêmico disponibiliza as Turmas.

12.Sistema importa as Turmas atuais.

13.Sistema compara sua base com a nova base importada.

14.Sistema identifica que as alterações impactam o DCD.

36
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

15.Sistema faz as alterações nos Diários de Classe afetados.

16.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que ainda não foi feita a primeira importação para este ano
letivo.

2. Sistema informa "Ainda não foi feita nenhuma Importação do Acadêmico para este
ano letivo. Não há o que emparelhar".

3. Coordenador acusa o recebimento da informação.

4. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 2:
Passo 14 do curso típico.

1. Sistema não identifica mudanças que impactem o DCD.

2. Vai para o passo 16 do curso típico.

Curso de exceção 1:
Passos 5, 8 e 11 do curso típico.
Descrição: O sistema Acadêmico não está disponível.

1. Sistema informa "Acadêmico não disponível".

2. Coordenador acusa o recebimento da informação.

3. Fim do caso de uso.

37
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.2.1 RF02 – Diagrama de Atividades

Figura 3.3.: RF02 – Emparelhar com Acadêmico - DAT

38
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.3 RF03 – Lançar Plano Anual

Descrição do Caso de Uso de Sistema Lançar Plano Anual

Ator: Professor.

Descrição: Para ser autorizado a iniciar o magistério de uma Disciplina em uma Turma, o
Professor deve elaborar seu Plano, de acordo com os PCNs.

Pré-Condição: Existe um Diário de Classe gerado mas ou o Plano Anual não foi lançado,
ou não foi aprovado pelo Coordenador.

Curso típico:

1. Professor escolheu Lançar Plano Anual em RF05.

2. Sistema exibe arcabouço do plano anual.

3. Professor lança Objetivos definidos.

4. Professor lança Estratégias aplicadas.

5. Professor lança Recursos utilizados.

6. Professor lança Conteúdo Programático, distribuindo os tópicos pelas aulas


planejadas.

7. Professor indica que a Proposta está pronta, marcando-a com "Aprovação


requerida".

8. Sistema gera Lembrete para Coordenador.

9. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 2 do curso típico.

1. Sistema exibe Plano já lançado anteriormente.

2. Vai para o 3 do curso típico.

39
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 2:
Passo 7 do curso típico.

1. Professor não indica que sua Proposta está pronta, de modo que ela não fica
liberada para ser avaliada e aprovada pelo Coordenador.

2. Vai para o passo 9 do curso típico.

40
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.3.1 RF03 – Diagrama de Atividades

Figura 3.4.: RF03 – Lançar Plano Anual - DAT

41
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.4 RF04 – Aprovar Plano Anual

Descrição do Caso de Uso de Sistema Aprovar Plano Anual

Ator: Coordenador.

Descrição: Cada Plano de Aula anual, elaborado por cada Professor de disciplina de
turma, deve ser comparado com o PCN correspondente e deve estar compatível, para ser
aprovado. Os recursos listados também devem ser aprovados pelo Coordenador.

Pré-condição: Existe um Plano Anual proposto por Professor de Disciplina de Turma que
ainda não foi aprovado. Existe um Lembrete específico.

Curso típico:

1. Coordenador escolheu Aprovar Plano Anual em RF05.

2. Sistema exibe Plano de Aula anual que está aguardando aprovação.

3. Coordenador compara Objetivos e Conteúdo deste Plano com o PCN


correspondente.

4. Coordenador examina Estratégia aplicada.

5. Coordenador verifica lista de Recursos utilizados.

6. Coordenador confirma que o Plano está adequado.

7. Coordenador indica que este Plano Anual está aprovado, marcando-o como
"Aprovado".

8. Sistema marca primeiro Bimestre como "Em Uso".

9. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 6 do curso típico.

1. Coordenador não confirma que o Plano está adequado.

2. Sistema gera Lembrete para Professor.

3. Vai para o passo 9 do curso típico.

42
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.4.1 RF04 – Diagrama de atividades

Figura 3.5.: RF04 – Aprovar Plano Anual - DAT

43
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.5 RF05 – Consultar Diário

Descrição do Caso de Uso de Sistema Consultar Diário

Atores: Professor, Coordenador, Pedagogo e Diretor.

Descrição: Visualização do Diário de Classe de um Professor de uma Disciplina de uma


Turma. Dependendo do ator e do momento no ano letivo, algumas funcionalidades ficam
disponíveis.

Pré-condições: O Diário foi gerado.

Curso típico:

1.Ator escolhe Consultar Diário.

2.Sistema identifica que não existe foco estabelecido para nenhum Diário.

3.Sistema identifica que este Ator é um Professor.

4.Sistema mostra os Diários de Classe deste Professor.

5.Ator escolhe manusear Diários próprios.

6.Sistema identifica que existe mais de um Diário.

7.Ator escolhe (focaliza) qual Diário vai manusear.

8.Sistema mostra funcionalidades disponíveis para este Ator manusear este Diário.

9.Ator escolhe funcionalidade.

10.Sistema estende RF correspondente à funcionalidade escolhida.

11.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 2 do curso típico.

1. Sistema identifica que existe foco estabelecido para um Diário.

2. Vai para passo 8 do curso típico.

44
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Curso alternativo 2:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que Ator não é um Professor.

2. Sistema mostra todos os Diário de Classe desta Unidade.

3. Vai para o passo 7 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 5 do curso típico.

1. Ator escolhe manusear todos os Diários da Unidade.

2. Vai para o passo 2 do curso alternativo 2.

Curso alternativo 4:
Passo 6 do curso típico.

1. Sistema identifica que só existe um único Diário.

2. Sistema focaliza este Diário.

3. Vai para o passo 8 do curso típico.

45
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.5.1 RF05 – Diagrama de Atividades

Figura 3.6.: RF05 – Consultar Diário - DAT

46
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.6 RF06 – Configurar Diário

Descrição do Caso de Uso de Sistema Configurar Diário

Ator: Professor.

Descrição: Em cada Bimestre o Professor configura quais Avaliações, além da Prova,


deverão gerar Notas, em quais datas serão realizadas e que peso cada avaliação terá na
média do Bimestre. A configuração pode ser alterada durante o Bimestre.

Pré-Condições: O Diário já foi gerado. As datas das Provas já vieram definidas no


Calendário. O Bimestre já começou.

Curso típico:

1. Professor escolheu Configurar Diário em RF05.

2. Sistema guarda Configuração atual.

3. Professor atribui peso à Prova.

4. Professor escolhe criar nova Atividade.

5. Professor identifica nova Atividade.

6. Professor atribui peso à Atividade.

7. Professor determina data da Atividade.

8. Professor confirma Atividade.

9. Sistema adiciona Atividade à Configuração.

10.Sistema exibe a Configuração.

11.Professor indica que é suficiente.

12.Professor confirma Configuração.

13.Sistema guarda Configuração.

14.Sistema calcula as Médias dos alunos deste Diário.

15.Fim do caso de uso.

47
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 1:
Passo 4 do curso típico.

1. Professor escolhe editar Atividade já adicionada à Configuração.

2. Vai para o passo 6 do curso típico.

Curso alternativo 2:
Passo 1 do curso alternativo 1.

1. Professor escolher manter estas Atividades.

2. Vai para o passo 10 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 8 do curso típico.

1. Professor escolhe descartar esta Atividade.

2. Vai para o passo 4 do curso típico.

Curso alternativo 4:
Passo 11 do curso típico.

1. Professor indica que vai continuar adicionando/editando Atividades.

2. Volta para o passo 4 de curso típico.

Curso alternativo 5:
Passo 12 do curso típico.

1. Professor cancela Configuração.

2. Sistema restaura Configuração guardada no início do curso típico.

3. Vai para o passo 14 do curso típico.

48
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.6.1 RF06 – Diagrama de Atividades

Figura 3.7.: RF06 – Configurar Diário - DAT

49
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.7 RF07 – Emitir Guia

Descrição do Caso de Uso de Sistema Emitir Guia

Ator: Professor.

Descrição: Antes de cada Aula o Professor configura e emite a Guia de Aula, que é o
suporte em papel para o Diário de Classe Digital.

Pré-Condições: O Diário já foi gerado e o Plano de Aula aprovado. Ainda existem aulas
planejadas a serem ministradas neste Bimestre, seguindo os tópicos do Conteúdo
programático. Existe uma lista de Alunos para esta Turma.

Curso típico:

1. Professor escolheu Emitir Guia em RF05.

2. Sistema mostra próxima Guia a ser emitida, conforme planejado e configurado.

3. Professor escolhe guia pré-configurada.

4. Professor indica Emissão da Guia.

5. Sistema gera Guia.

6. Sistema marca Guia como "Emitida".

7. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Professor solicita configurar Guia.

2. Sistema mostra lista de alunos.

3. Professor escolhe configurar lista.

4. Professor determina formato de nome do aluno.

5. Professor escolhe alterar Tópicos.

6. Sistema exibe lista de Tópicos do Plano de Aula.

7. Professor escolhe tópicos para Guia.

50
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

8. Professor confirma alteração da Guia.

9. Sistema altera tópicos relacionados à Atividade Planejada.

10.Sistema mostra Guia a ser emitida, conforme configurado.

11.Vai para o passo 4 do curso típico.

Curso alternativo 2:
Passo 3 do curso alternativo 1.

1. Professor indica que vai manter lista padrão.

2. Vai para o passo 5 do curso alternativo 1.

Curso alternativo 3:
Passo 5 do curso alternativo 1.

1. Professor indica que vai manter tópicos desta Guia.

2. Vai para passo 10 do curso alternativo 1.

Curso alternativo 4:
Passo 8 do curso alternativo 1.

1. Professor indica descartar as alterações.

2. Volta ao passo 2 do curso típico.

Curso alternativo 5:
Passo 4 do curso típico.

1. Professor indica não emitir.

2. Fim do caso de uso.

51
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.7.1 RF07 – Diagrama de Atividades

Figura 3.8.: RF07 – Emitir Guia - DAT

52
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.8 RF08 – Atualizar Diário

Descrição do Caso de Uso de Sistema Atualizar Diário

Ator: Professor.

Descrição: Após cada Aula, usando as anotações feitas na Guia, o Professor lança as
Faltas e o Conteúdo ministrado. Após a atribuição de notas a uma Avaliação, estas Notas
são lançadas.

Pré-Condições: O Diário já foi gerado e configurado para o Bimestre, o qual está "em
Uso". Aulas foram ministradas. Avaliações podem ter gerado Notas.

Curso típico:

1. Professor escolheu Atualizar Diário em RF05

2. Sistema identifica que existe uma única Guia "em Aberto".

3. Sistema exibe lista de Alunos, assumindo que todos estiveram presentes à Aula.

4. Professor lança Faltas.

5. Sistema identifica que é uma Guia de Aula.

6. Sistema exibe Tópico(s) planejado(s) para esta Aula.

7. Professor lança Conteúdo ministrado e associa ao(s) Tópico(s) correspondente(s).

8. Professor indica que terminou lançamentos desta Guia.

9. Sistema marca Guia como "Lançada".

10.Sistema identifica que não existem mais Guias "em Aberto".

11.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 2 do curso típico.

1. Sistema identifica que existe mais de uma Guia "em Aberto".

2. Sistema exibe lista de Guias "em Aberto".

3. Professor escolhe Guia.

4. Vai para o passo 3 do curso típico.


53
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 2:
Passo 5 do curso típico.

1. Sistema identifica que é uma Guia de Avaliação.

2. Professor lança Notas.

3. Vai para o passo 8 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 8 do curso típico.

1. Professor indica que não terminou lançamentos desta Guia.

2. Volta para o passo 3 do curso típico.

Curso alternativo 4:
Passo 10 do curso típico.

1. Sistema identifica que ainda existem Guias "em Aberto".

2. Professor indica Terminar.

3. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 5:
Passo 2 do curso alternativo 4.

1. Professor indica Outra Guia.

2. Volta para o passo 2 do curso típico.

54
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.8.1 RF08 – Diagrama de Atividades

Figura 3.9.: RF08 – Atualizar Diário - DAT

55
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.9 RF09 – Fechar Bimestre

Descrição do Caso de Uso de Sistema Fechar Bimestre

Ator: Professor.

Descrição: Ao final de cada Bimestre o Professor completa os lançamentos com


observações pertinentes ao Bimestre.

Pré-Condições: O Diário já recebeu todos os lançamentos de Faltas, Conteúdo e Notas. O


Bimestre está teminando.

Curso típico:

1. Professor escolheu Fechar Bimestre em RF05.

2. Sistema exibe sumário do Bimestre.

3. Sistema identifica que o Bimestre está completo.

4. Professor faz lançamento de Observações.

5. Professor escolhe gerar Filipeta.

6. Sistema gera Filipeta.

7. Sistema marca este Bimestre deste Diário como "Fechado".

8. Sistema identifica que existe um próximo Bimestre.

9. Sistema marca próximo Bimestre como "Em Uso".

10.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que o Bimestre não está completo.

2. Sistema informa que "Faltam lançamentos para poder Fechar o Bimestre".

3. Professor recebe informação.

4. Fim do caso de uso.

56
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Curso alternativo 2:
Passo 5 do curso típico.

1. Professor escolhe não gerar Filipeta.

2. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 3:
Passo 8 do curso típico.

1. Sistema identifica que foi fechado o último Bimestre.

2. Vai para o passo 10 do curso típico.

57
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.9.1 RF09 – Diagrama de Atividades

Figura 3.10.: RF09 – Fechar Bimestre - DAT

58
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.10 RF10 – Validar Metodologia

Descrição do Caso de Uso de Sistema Validar Metodologia

Ator: Pedagogo.

Descrição: Inspecionar se a metodologia empregada por Professor de Disciplina de Turma


está em conformidade com o padrão do Instituto.

Pré-condição: Existe um Diário de Classe preenchido por Professor de Disciplina de


Turma.

Curso típico:

1. Pedagogo escolheu Validar Metodologia em RF05.

2. Sistema exibe os Tópicos do Plano de Aula e o Conteúdo Ministrado.

3. Pedagogo considera adequada a metodologia empregada.

4. Sistema indica "Metodologia Adequada" para o Bimestre.

5. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Pedagogo não considera adequada a metodologia empregada.

2. Pedagogo registra comentário.

3. Sistema gera lembrete para Coordenador com comentário e indicação de


"Metodologia Inadequada" para o Bimestre

4. Fim do caso de uso.

59
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.10.1 RF10 – Diagrama de Atividades

Figura 3.11.: RF10 – Validar Metodologia - DAT

60
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.11 RF11 – Validar Magistério

Descrição do Caso de Uso de Sistema Validar Magistério

Ator: Coordenador.

Descrição: Inspecionar se o trabalho de Professor de Disciplina de uma Turma está


compatível com Plano Anual apresentado.

Pré-condição: Existe um Diário de Classe preenchido por um Professor de Disciplina de


Turma.

Curso típico:

1. Coordenador escolheu Validar Magistério em RF05.

2. Sistema exibe os Tópicos do Plano de Aula e o Conteúdo Ministrado.

3. Coordenador considera o magistério adequado.

4. Sistema indica "Magistério Aprovado" no Bimestre.

5. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Coordenador não considera adequado o magistério.

2. Coordenador registra comentário.

3. Sistema gera lembrete para Professor com comentário e indicação de "Magistério


não aprovado" para o Bimestre.

4. Fim do caso de uso.

61
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.11.1 RF11 – Diagrama de Atividades

Figura 3.12.: RF11 – Validar Magistério - DAT

62
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.12 RF12 – Retificar Lançamento

Descrição do Caso de Uso de Sistema Retificar Lançamento

Atores: Professor e Coordenador.

Descrição: Após o fechamento do Bimestre, qualquer retificação de lançamento no Diário


(Falta, Conteúdo ou Nota) deve ser validada pelo Coordenador.

Pré-Condições: O Diário já foi gerado e está em uso. Lançamentos foram feitos. O


Bimestre já foi fechado.

Curso típico:

1. Ator escolheu Retificar Lançamento em RF05.

2. Sistema exibe lista de Bimestres fechados

3. Ator escolhe Bimestre.

4. Ator confirma retificação.

5. Sistema identifica que Ator é Professor.

6. Professor preenche pedido.

7. Sistema gera Lembrete para Coordenador com pedido.

8. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 4 do curso típico.

1. Ator desiste da retificação.

2. Fim do caso de uso.

63
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 2:
Passo 6 do curso típico.

1. Sistema identifica que Ator é Coordenador.

2. Sistema marca Bimestre como "em Uso".

3. Vai para passo 8 do curso típico.

3.1.2.12.1 RF12 – Diagrama de Atividades

Figura 3.13.: RF12 – Retificar Lançamento - DAT

64
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.13 RF13 – Avisar Avaliação

Descrição do Caso de Uso de Sistema Avisar Avaliação

Ator: Relógio.

Descrição: No início de cada dia todas as Avaliações programadas para daqui a 3 e a 7


dias são avisadas aos Alunos e seus Responsáveis.

Pré-Condições: Os Diários já foram configurados para o Bimestre.

Curso típico:

1. Relógio determina que chegou o momento de emitir os avisos de Avaliações.

2. Sistema monta lista de Turmas e indica a primeira da lista a percorrer.

3. Sistema identifica que existe pelo menos uma Turma a percorrer.

4. Sistema seleciona Turma indicada.

5. Sistema monta lista de Diários desta Turma e indica primeiro da lista a percorrer.

6. Sistema identifica que existe pelo menos um Diário a percorrer.

7. Sistema seleciona Diário indicado.

8. Sistema identifica que existe uma Avaliação prevista para daqui a 7 dias.

9. Sistema coleta esta Avaliação.

10.Sistema identifica que existe uma Avaliação prevista para daqui a 3 dias.

11.Sistema coleta esta Avaliação.

12.Sistema indica próximo Diário da lista.

13.Volta para o passo 6.

14.Sistema identifica que existem Avaliações coletadas.

15.Sistema monta lista de Alunos desta Turma, que tenham email1 e indica primeiro
Aluno.

16.Sistema identifica que existe pelo menos um Aluno a percorrer.

1 para cada Aluno da turma, é montada uma lista de endereços de email que será utilizada no
campo To: do Sendmail. Estes endereços são: do aluno e de seus responsáveis. Um email
personalizado por Aluno é enviado para mais de um destinatário, caso tanto o aluno quanto
seus responsáveis tenham informado seus endereços.
65
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

17.Sistema seleciona Aluno indicado.

18.Sistema monta mensagem de aviso de Avaliação(ões) para conjunto de emails de


Aluno e seus Responsáveis

19.Sistema envia mensagem.

20.Sistema indica próximo Aluno.

21.Volta para o passo 16.

22.Sistema indica próxima Turma.

23.Volta para o passo 2.

24.Fim do caso de uso.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que todas as Turmas foram percorridas.

2. Vai para o passo 24 do curso típico.

Curso alternativo 2:
Passo 6 do curso típico.

1. Sistema identifica que todos os Diários foram percorridos.

2. Vai para o passo 14 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 8 do curso típico.

1. Sistema identifica que não existe uma Avaliação prevista para daqui a 7 dias.

2. Vai para o passo 10 do curso típico.

66
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Curso alternativo 4:
Passo 10 do curso típico.

1. Sistema identifica que não existe uma Avaliação prevista para daqui a 3 dias.

2. Vai para o passo 12 do curso típico.

Curso alternativo 5:
Passo 14 do curso típico.

1. Sistema identifica que não existem Avaliações coletadas para esta Turma.

2. Vai para o passo 22 do curso típico.

Curso alternativo 6:
Passo 16 do curso típico.

1. Sistema identifica que todos os Alunos foram percorridos.

2. Vai para o passo 22 do curso típico.

67
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.1.2.13.1 RF13 – Diagrama de Atividades

Figura 3.14.: RF13 – Avisar Avaliação - DAT

68
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.14 RF14 – Manusear Lembretes

Descrição do Caso de Uso de Sistema Manusear Lembretes

Atores: Professor, Coordenador, Pedagogo e Diretor.

Descrição: Visualização dos Lembretes ainda não resolvidos, que são exibidos e podem
ser manuseados.

Pré-condições: Os Diários foram gerados. Lembretes começam a aparecer em função da


operação do Sistema

Curso típico:

1.Ator escolhe Manusear Lembretes.

2.Sistema monta coleção de Lembretes pertinentes ao Ator.

3.Sistema identifica que existem Lembretes pertinentes para este Ator.

4.Sistema identifica que existe mais de um Lembrete.

5.Sistema exibe coleção de Lembretes e foca no primeiro Lembrete.

6.Ator escolhe Lembrete para manusear.

7.Sistema mostra conteúdo do Lembrete, além de Turma, Disciplina e Professor do


Diário referente.

8.Ator escolhe “Providenciar” para este Lembrete.

9.Sistema marca “Providenciado” para este Lembrete.

10.Volta para o passo 2 do curso típico.

Curso alternativo 1:
Passo 3 do curso típico.

1. Sistema identifica que não existe Lembrete pertinente para este Ator.

2. Fim do caso de uso.

69
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Curso alternativo 2:
Passo 4 do curso típico.

1.Sistema identifica que existe um único Lembrete.

2.Vai para o passo 7 do curso típico.

Curso alternativo 3:
Passo 8 do curso típico.

1.Ator escolhe “não Solucionar” para este Lembrete.

2.Sistema marca “não Solucionar” para este Lembrete.

3.Volta para o passo 2 do curso típico.

Curso alternativo 4:
Passo 1 do curso alternativo 3.

1. Ator escolhe “postegar” este Lembrete.

2. Sistema marca “Pendente” para este Lembrete.

3. Vai para o passo 2 do curso típico.

Curso alternativo 5:
Passo 1 do curso alternativo 4.

1. Ator escolhe consultar Diário referente.

2. Sistema indica que este Diário tem o foco para a Consulta.

3. Sistema estende RF05 – Consultar Diário.

4. Fim do caso de uso.

Curso alternativo 6:
Passo 1 do curso alternativo 6.

1. Ator escolhe Sair.

2. Fim do caso de uso.

70
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

3.1.2.14.1 RF14 – Diagrama de Atividades

Figura 3.15.: RF14 – Manusear Lembretes - DAT

71
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

3.2 Requisitos Suplementares

Os seguintes requisitos foram identificados e, por não estarem explicitados junto aos
Requisitos funcionais, foram agrupados pelas áreas correspondentes.

3.2.1 Restrições de Implementação

● RS01 - O sistema deverá ser desenvolvido em três camadas, com interface web;

● RS02 - O sistema deverá ser desenvolvido em linguagem Java, seguindo o padrão


Java EE 5;

● RS03 - O sistema deve ser compatível com o servidor web Tomcat 5.5;

● RS04 - Utilizar MySQL 5 para armazenar os dados;

● RS05 - A nomenclatura dos campos no banco de dados deve seguir o padrão


adotado pela Sun;

● RS06 - O banco de dados desenhado para o sistema deve estar normalizado até a
terceira forma normal;

● RS07 - O sistema deverá integrar-se ao sistema Acadêmico existente; e

● RS08 - As integrações com sistemas legados devem ocorrer através de acessos


diretos às bases de dados.

3.2.2 Segurança

● RS09 - Para acessar o sistema, os usuários serão autenticados através de nomes


de usuários e senhas;

● RS10 - Seguir esquema de controle de acesso ao sistema para garantir que


somente usuários credenciados possam executar cada uma das funcionalidades,
de acordo com suas responsabilidades; e

● RS11 - O sistema deve manter um registro (log) dos acessos ao sistema e das
funcionalidades executadas.

3.2.3 Usabilidade

● RS12 - As interfaces para os usuários devem ser de fácil entendimento e


navegabilidade, seguindo a nomenclatura do Diário de Classe em papel;

● RS13 - A definição de leiaute de telas e relatórios deve ser feita em comum acordo

72
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

com os usuários;

● RS14 - O acesso dos usuários ao sistema deve depender apenas de um browser e


uma conexão à Internet;

● RS15 - Os usuários terão um Manual do Usuário em formato pdf, acessível pela


tela principal; e

● RS16 – As funcionalidades tornadas disponíveis para escolha pelo usuário devem


ser válidas e pertinentes ao contexto.

73
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

4 Alternativas de Solução

Neste capítulo são detalhadas as alternativas de solução. Existem duas alternativas


relacionadas à arquitetura, e mais duas alternativas relacionadas aos requisitos
contemplados, gerando assim, o total de quatro alternativas completas de solução.

As propostas de solução foram detalhadas em termos de benefícios, requisitos de


Hardware e Software, recursos necessários e cronograma. A plataforma tecnológica será a
mesma para todas as alternativas, e também será descrita nas seções posteriores.

A seguir, apresentamos em detalhe cada uma das alternativas, e fazemos uma


comparação entre as mesmas, justificando a escolha daquela que se mostra mais
interessante ao cliente.

4.1 Apresentação das Alternativas Propostas

As alternativas de solução baseiam-se em duas escolhas, uma escolha sobre a


composição da arquitetura, e outra sobre a composição dos requisitos. Para todas as
alternativas de solução apresentadas, existem fatores comuns que também devem ser
levados em consideração, assim como a configuração mínima de software e de hardware
das estações cliente, a plataforma tecnológica em que será desenvolvido o sistema, as
despesas diversas, entre outros. Estes estão listados abaixo.

4.1.1 Estações Cliente

Para a utilização do serviço que o DCD se propõe, e por este ser um sistema web, basta
apenas que a estação cliente possua um browser com acesso à Internet. A Tabela 4.1
informa as especificações mínimas de hardware e software das estações cliente:

Hardware Software

● Processador Intel 1.47 Ghz ● Browser com JRE 1.5+ (Internet


Explorer 6+, Firefox 1.5+)
● 256 MB de memória RAM
● Sistema Operacional (Windows
● Placa de rede
XP Home/Pro, Linux, Mac OSX)

Tabela 4.1: Configuração mínima de Hardware e Software

O Sistema Operacional utilizado atualmente pelo cliente é o Windows em todas as


estações cliente. As funcionalidades oferecidas aos usuários pela aplicação utilizarão
74
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

elementos, inclusive de hardware, que já existem na infra-estrutura do cliente, já que


para utilização do DCD bastará o acesso a terminais leves com Internet e um browser à
escolha do cliente.

Estas configurações mínimas já estão presentes na estrutura da escola, não havendo a


necessidade de gastos adicionais para a utilização imediata do sistema quando pronto.

4.1.2 Plataforma Tecnológica

O sistema será desenvolvido com uma arquitetura de três camadas, usando o modelo
MVC. Isso significa que haverá uma separação clara entre a camada de visão, que é a
interface que estará disponível para os usuários; a camada de controle, que faz a
comunicação entre a visão e o modelo; e a camada de modelo, que possui as regras de
negócio.

A linguagem utilizada no desenvolvimento será a linguagem orientada a objetos Java,


utilizando a ferramenta de desenvolvimento Eclipse e com o plugin MyEclipse. O servidor
web que utilizaremos será o Apache Tomcat e, como banco de dados, utilizaremos o
SGBD de código livre MySQL 5.0.

4.1.3 Ambiente de Desenvolvimento

O ambiente de desenvolvimento terá a seguinte configuração:

• As páginas para a camada de visão serão elaboradas em JSP;

• A linguagem de programação será orientada a objetos, e optamos pela versão 1.5


do Java;

• Para implementarmos a arquitetura MVC, utilizaremos o Struts 1.2;

• A mapeamento objeto-relacional será feito através do framework Hibernate 3.0;

• A IDE de desenvolvimento utilizada será o Eclipse 3.2, que é uma das ferramentas
mais bem sucedidas no mercado;

• O plugin de desenvolvimento será o MyEclipse 5.0 para o Eclipse 3.2. O MyEclipse


auxilia o programador, facilitando a montagem e manutenção da estrutura de
desenvolvimento do projeto, permitindo um foco maior nas regras de negócio;

• O servidor web utilizado será o servidor Apache Tomcat 5.5. A escolha desse

75
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

servidor web se dá por ser reconhecidamente estável, além de gratuito;

• A ferramenta de modelagem que será utilizada é JUDE Community 5.0;

• Para gerência de configuração, utilizaremos o SVN 1.4.5;

• O SGBD utilizado será o MySQL 5.0 para armazenamento dos dados do projeto;

• Para a construção do banco de dados, tabelas e tarefas de desenvolvimento


relacionadas ao banco de dados, utilizaremos o MySQL QueryBrowser 1.1.2; e

• Para a execução de backup, restore e administração do banco de dados,


utilizaremos o MySQL Administrator 1.1.9.

A única despesa relacionada ao ambiente de desenvolvimento vem do custo do plugin


MyEclipse, do qual necessitamos de 4 licenças para agilizar o processo de
desenvolvimento do DCD. A Tabela 4.2 mostra o custo efetivo da compra do plugin.

Ativo (Software) Licenças Custo Unitário Custo Total


MyEclipseIDE 4 R$ 132,37 R$ 529,48
Sub-total 4 - R$ 529,48
Tabela 4.2: Despesas com Software

4.1.4 Despesas Diversas

As despesas diversas estão relacionadas aos gastos básicos do desenvolvimento que


englobam tanto a movimentação dos profissionais para reuniões, quanto os gastos com
cds, papéis e etc. Todos estes gastos estão listados na Tabela 4.3:

Item Valor
Papel R$ 100,00
Tinta para impressora R$ 500,00
Canetas R$ 20,00
CDs R$ 20,00
Locomoção de profissionais R$ 2.000,00
Sub-total R$ 2.640,00
Tabela 4.3: Despesas diversas

Então, o valor total fixo que será agregado à escolha da solução é de R$ 3.169,48.

76
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.2 Alternativas de Arquitetura

A diversidade de arquiteturas propostas deve-se ao objetivo de facilitar a escolha do


cliente, de acordo com o montante que este possui para a concretização do projeto. Para
tal, separamos dois esquemas diferentes que variam de acordo com o preço,
manutenibilidade, controle dos dados e segurança do sistema. Abaixo, as opções de
arquitetura detalhadamente explicadas.

4.2.1 Servidor DCD dedicado para a escola com hospedagem em servidores


de terceiros

Neste esquema, o serviço de hospedagem é oferecido por terceiros, ou seja, o serviço


oferecido pelo DCD fica hospedado fisicamente em um servidor alugado dentro de uma
empresa que disponibilize tal serviço.

Nesta opção, entra o custo mensal de hospedagem, a manutenção do domínio e mais as


despesas com a contratação dos serviços exclusivos necessários para o ótimo
funcionamento do sistema. A Figura 4.1 demonstra o funcionamento e acesso ao serviço
DCD proposto pela primeira arquitetura.

Diagrama de Arquitetura: DCD-1

Escola

PC Cliente

I nternet

Servidor DCD

PC Cliente

PC Cliente

Figura 4.1: Diagrama de Arquitetura do DCD-1

77
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

O acesso ao serviço acontece através da Internet, diretamente ao servidor contratado pela


escola, bastando apenas possuir um browser. A manutenção e o suporte a quaisquer
eventualidades que não sejam do escopo do sistema se dará pelo próprio provedor da
hospedagem do sistema. Nesse esquema, o cliente fica sujeito à velocidade da conexão
que possui, e também ao funcionamento da Internet como um todo, ou seja, se não for
possível acessar a Internet, o acesso fica restrito à rede interna do usuário.

A Tabela 4.4 apresenta, em média, os custos mensais de hospedagem e dos serviços


dedicados, necessários para o DCD–1.

Serviço Valor Mensal


Serviço de Hospedagem Simples R$ 26,10
Serviço de Banco de Dados MySQL R$ 100,00
Serviço de JVM dedicado R$ 100,00
Sub-total R$ 226,10
Tabela 4.4: DCD-1 – Custo mensal com hospedagem do Sistema

A escolha da arquitetura DCD–1 é mais aconselhada para aqueles que têm pouco capital
para investir no início do projeto, ou que prefiram que o controle e manutenção do
servidor físico estejam garantidos por uma empresa especializada neste serviço.

78
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.2.2 Servidor DCD dedicado internamente nas dependências da escola

É a opção mais cara a princípio, pois demanda o investimento em um servidor dedicado e


interno para a escola, e ainda adiciona um custo de manutenção extra, que é agregado ao
já existente na escola.

Diagrama de Arquitetura: DCD-2

PC Cliente

internet PC Cliente
Servidor DCD

PC Cliente

Escola

Figura 4.2: Diagrama de Arquitetura do DCD-2

Nesta arquitetura (Figura 4.2), o acesso fica mais fácil, rápido e controlado, já que o
servidor encontra-se dentro das dependências da própria escola. Mas, para isto, há de se
levar em conta o valor agregado do custo do servidor, que deverá satisfazer a
necessidade de acesso imposto pela quantidade de usuários e de que nível de facilidade
do acesso estará disponível para os mesmos. A Tabela 4.5 mostra os valores e as
configurações necessárias para que o servidor DCD–2 possa garantir a realização dos
serviços de forma garantida e efetiva.

Ativo (Hardware)
Processador Intel 2.8 Ghz bi-processado
2 Gb de memória RAM ECC
Discos rígidos SCSI com 300gb
Tabela 4.5: DCD-2 - Configuração mínima de Hardware

O valor de uma máquina com essa configuração está em torno de R$ 2.300,00. Este valor
se soma ao valor total da solução escolhida pelo cliente, mais o valor dos softwares
necessários para a execução do servidor de maneira efetiva. Abaixo, a tabela mostra os
79
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

valores dos softwares necessários para o servidor DCD dedicado.

Ativo (Software) Licenças Custo Unitário Custo Total


Apache Tomcat versão 5.5.12 1 - -
2
MS Windows 2003 Server Std 1 R$ 1.765,00 R$ 1.765,00
SGBD MySQL 5 1 - -
Java JDK – Versão 5.0 1 - -
Sub-total 4 R$ 1.765,00
Tabela 4.6: DCD-2 - Configuração mínima de Software

Assim sendo, o valor total fixo que será agregado à escolha da solução de arquitetura
DCD-2 é de R$ 4.065,00. O custo da manutenção não foi calculado, pois depende dos
contratos já existentes entre a escola e os responsáveis pelo parque instalado.

4.3 Análise Comparativa das Alternativas de Arquitetura

A primeira alternativa de arquitetura proposta é mais simples e oferece a conclusão do


projeto em menos tempo do que a segunda, pois a segunda requer a compra, instalação,
configuração e manutenção de um servidor dedicado nas dependências da escola.

No entanto, o alto risco de se hospedar um sistema em servidores de terceiros, torna a


primeira alternativa de arquitetura uma escolha com probabilidade de perdas reais.
Analisando a alta dependência e o baixo comprometimento de terceiros em manter não
só o DCD, mas inúmeros outros sistemas, optamos pela segunda alternativa, a qual se
apresenta como um investimento viável e sólido, agregando autonomia,
comprometimento e estabilidade ao DCD.

Outro fator que impacta bastante na decisão da escolha da arquitetura é que, na


arquitetura proposta DCD-1, o cliente arca com uma despesa contínua mensal de R$
226,00. Já no DCD-2, a despesa agregada ao valor da solução é de R$ 4.065,00 na fase
de implantação do sistema. O valor cobrado pelo servidor dedicado equivale a
aproximadamente 24 meses de hospedagem em servidor de terceiros, sem levar em
conta o aumento no custo mensal da manutenção do parque instalado.

2 Este valor pode ser suprimido caso o cliente passe a utilizar uma solução Linux. O produto
citado não é a melhor solução técnica, mas foi praticamente imposto, por questões de
uniformidade do parque instalado.
80
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.4 Alternativas de Requisitos

Com o objetivo de demonstrar as diferenças das duas propostas com relação à


quantidade de requisitos funcionais atendidos, o diagrama de casos de uso foi dividido
em dois grupos, sob o ponto de vista de relevância para o negócio, de forma a atender às
duas alternativas descritas a partir da divisão proposta entre 1º Grupo e 2º Grupo.

O 1º Grupo contempla as funcionalidades consideradas essenciais e que estão


intimamente atreladas a especificidades do manuseio do diário de classe, focando assim
a facilidade do uso do mesmo pelo professor.

O 2º Grupo contempla funcionalidades não menos importantes do que as do 1º Grupo,


mas que não comprometeriam o negócio da escola caso fosse negociado seu
desenvolvimento numa fase posterior.

O Diagrama de Casos de Uso de Sistema (Figura 4.3) está repetido na próxima página
(82), com destaque nos Requisitos funcionais do 1º Grupo.

81
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Figura 4.3.: Diagrama de Casos de Uso de Sistema, destacando 1º Grupo

82
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.4.1 Alternativa de Requisitos do Grupo I – Básico

A primeira alternativa tem como objetivo contemplar apenas os requisitos básicos para
que o DCD entre em produção o mais rápido possível, sem deixar de atender ao que se
propõe, ou seja, o uso do diário de classe pelo professor.

4.4.1.1 Requisitos contemplados

A primeira alternativa de requisitos tem como objetivo contemplar a parte essencial dos
requisitos funcionais (casos de uso do sistema) e dos requisitos suplementares
levantados durante a fase de concepção.

Casos de Uso de Sistema (requisitos funcionais)


RF01 – Importar do Acadêmico
RF02 – Emparelhar com Acadêmico
RF03 – Lançar Plano Anual
RF04 – Aprovar Plano Anual
RF05 – Consultar Diário
RF06 – Configurar Diário
RF07 – Emitir Guia
RF08 – Atualizar Diário
RF09 – Fechar Bimestre
RF14 – Manusear Lembretes
Tabela 4.7: Casos de uso de sistema contemplados pelo 1º Grupo

4.4.1.2 Cronograma

O esforço desta alternativa de solução estará concentrado em uma única frente de


trabalho, que implementará o conjunto específico de requisitos funcionais e
suplementares necessários para a completude da primeira alternativa de solução. Assim,
a estruturação da equipe de projeto e as atividades do cronograma terão por base os
requisitos atrelados ao manuseio do diário por parte do professor, sob a supervisão do
coordenador.

Com o objetivo de refinar os requisitos que lhe são pertinentes, a equipe de projeto
iniciará os trabalhos por uma breve etapa de levantamento, durante a qual serão
realizados eventuais ajustes e esclarecimentos que se façam necessários sobre os
requisitos. Paralelamente, as atividades previstas serão mais detalhadas pela gerência do
projeto.

83
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Uma vez finalizada a atividade de levantamento, a equipe atacará as etapas de


especificação funcional e técnica do escopo de solução. Estas especificações encerram os
entregáveis da fase de elaboração. Paralelamente, serão prototipadas as interfaces
gráficas que atenderão aos usuários internos (p.ex. o professor).

Serão realizadas, a seguir, as etapas de construção, teste de sistema e teste integrado.


Finalmente, a fase de transição será realizada, incluindo entre as suas atividades o teste
de aceite do usuário, a confecção da documentação, a entrada em produção da solução e
o treinamento dos usuários.

O projeto será entregue em um único Módulo. O prazo total de execução das atividades
de cada uma das frentes é indicado na Tabela 4.8:

Grupo 1 – Requisitos Básicos


Atividade Tempo Estimado (dias)
Levantamento 10
Especificação Funcional 18
Especificação Técnica 23
Construção e Testes 29
Implantação do Módulo 1 18
Total 98
Tabela 4.8: Prazo de execução das atividades - 1º Grupo

A Figura 4.4 na página 89 ilustra o cronograma estimado para a primeira alternativa de


solução.

84
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.4.1.3 Recursos humanos

A Tabela 4.9 fornece os custos totais por cada tipo de recurso envolvido no projeto. São
apresentados os valores consolidados em quantidade de horas e em moeda para o
projeto como um todo. Estes valores incluem os impostos incidentes.

Recursos Total de Valor homem Preço total (R$)


horas (h) hora (R$/h)3
Analista de Sistemas Sr 190,4 R$ 44,79 R$ 8.528,02
Analista de Sistemas Pl 299,4 R$ 35,52 R$ 10.634,69
Programador Java EE 211,0 R$ 35,52 R$ 7.494,72
Programador Java 204,0 R$ 29,34 R$ 5.985,36
Gerente de Projeto 76,0 R$ 50,19 R$ 3.814,44
Sub-total 980,8 R$ 36.457,22
Como haverá sobreposição de Atividades, o tempo total será de 63 dias,
ou 12,5 semanas
Tabela 4.9: Custo com recursos humanos para o 1º Grupo

4.4.1.4 Benefícios esperados

Os benefícios esperados com a conclusão da implementação dos requisitos básicos são:

• Simplificar o lançamento das atividades do professor, pois o plano de aula está


integrado com o diário.

• Facilitar o manuseio do diário de uma forma geral.

• Auxiliar o professor com a emissão das guias de aula.

• Automatizar o cálculo das médias e a geração das filipetas.

• Oferecer uma troca de Lembretes automatizada.

• Garantir um histórico consistente.

3 Valores retirados do site RH Info. http://www.rhinfo.com.br/sal-ti.htm em 02/10/2007.


85
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

4.4.2 Alternativa de Requisitos do Grupo II – Completo

Esta alternativa consiste em contemplar todos os requisitos mapeados durante a fase de


concepção.

4.4.2.1 Requisitos contemplados

A segunda alternativa de requisitos consiste em implementar a totalidade dos requisitos


funcionais e suplementares levantados durante a fase de concepção. Assim sendo, esta
alternativa pressupõe que sejam contemplados na íntegra os requisitos que suportam o
processo de negócio relacionados ao diário de classe, interface com o sistema acadêmico
e itens de avaliação e interação entre os professores, coordenador, diretor e pedagogo.

Casos de Uso de Sistema (requisitos funcionais)


RF01 – Importar do Acadêmico
RF02 – Emparelhar com Acadêmico
RF03 – Lançar Plano Anual
RF04 – Aprovar Plano Anual
RF05 – Consultar Diário
RF06 – Configurar Diário
RF07 – Emitir Guia
RF08 – Atualizar Diário
RF09 – Fechar Bimestre
RF10 – Validar Metodologia
RF11 – Validar Magistério
RF12 - Retificar Lançamento
RF13 – Avisar Avaliação
RF14 – Manusear Lembretes
Tabela 4.10: Casos de uso de sistema contemplados pelo 2º Grupo

4.4.2.2 Cronograma

Analogamente à primeira alternativa, o desenvolvimento será focado em um conjunto


específico de requisitos funcionais e suplementares.

Com o objetivo de refinar os requisitos que lhe são pertinentes, a segunda proposta
principiará por uma breve etapa de levantamento, durante a qual serão realizados
eventuais ajustes e esclarecimentos que se façam necessários sobre os requisitos.
Paralelamente, a área de gerenciamento de projeto trabalhará em prol de um maior

86
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

detalhamento das atividades desta frente de trabalho.

Uma vez finalizadas as atividades de levantamento, seguir-se-ão as etapas de


especificação funcional e técnica do escopo de solução. Estas especificações encerram a
fase de elaboração; paralelamente às mesmas, serão prototipadas as interfaces gráficas
que atenderão aos usuários internos.

No contexto da fase de implementação, serão realizadas, a seguir, as etapas de


construção, testes de sistema e testes integrados. Finalmente, a fase de transição será
realizada, incluindo entre as suas atividades o teste de aceite do usuário, documentação,
entrada em produção da solução e treinamento.

Assim sendo, o projeto será entregue em dois releases. O primeiro release contemplará o
Grupo I, resultante da implementação dos requisitos básicos. No segundo release,
acrescenta-se à solução, o Grupo 2. Em conjunto, os grupos 1 e 2 abrangem a íntegra
das necessidades manifestadas pelo cliente e dos requisitos mapeados durante a fase de
Concepção, resolvendo a totalidade dos problemas mapeados.

O prazo total de execução das atividades é indicado na Tabela 4.11:

Atividade Tempo Estimado (dias)


Fase 1 – Requisitos 2 – Requisitos
Básicos Completos
Levantamento 10 4
Especificação Funcional 18 13
Especificação Técnica 23 16
Construção e Testes 29 22
Implantação do Módulo 1 18 14
Total da Fase 98 69
Como haverá sobreposição de Atividades, além de sobreposição das Fases,
o tempo total será de 88 dias, ou 18 semanas
Tabela 4.11: Tempo estimado para cada fase de construção do projeto

A Figura 4.5 na página 89 ilustra o cronograma estimado para a primeira alternativa de


solução. Cada etapa do projeto é indicada em um padrão de cores particular, podendo o
mesmo ser verificado no guia de notações que segue o cronograma.

87
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

4.4.2.3 Recursos humanos

A Tabela 4.12 fornece os custos totais por cada tipo de recurso envolvido no projeto. Os
valores estão consolidados em quantidade de horas e em moeda para o projeto como um
todo. Estes valores incluem os impostos incidentes.

Recursos Total de Valor homem Preço total (R$)


horas (h) hora (R$/h)4
Analista de Sistemas Sr 330,8 R$ 44,79 R$ 14.816,53
Analista de Sistemas Pl 511,8 R$ 35,52 R$ 18.179,14
Programador Java EE 377,8 R$ 35,52 R$ 13.419,46
Programador Java 372,4 R$ 29,34 R$ 10.926,22
Gerente de Projeto 144,6 R$ 50,19 R$ 7.257,47
Sub-total 1737,4 R$ 64.598,81
Tabela 4.12: Custo com recursos humanos para a segunda alternativa

4.4.2.4 Benefícios esperados

Esta proposta de solução implica em suportar, na íntegra, todos os requisitos levantados


na fase de concepção. O impacto positivo pela adoção de um processo de negócio mais
automatizado e controlado será percebido em paralelo, ao longo de vários pontos da
organização; o envolvimento mais amplo da organização facilitará o processo de gestão
de mudança demandado pelo impacto do novo sistema no negócio.

4 Valores retirados do site RH Info. http://www.rhinfo.com.br/sal-ti.htm


88
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 4.4.: Fases do Projeto (1º Grupo)

Figura 4.5.: Fases do Projeto (2º Grupo)

89
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

4.4.2.5 Memória de Cálculo da Proposta

Levantamento 1 Especificação Funcional 1 Especificação Técnica 1 Construção e Testes 1 Implementação Módulo 1 Fase 1


Dias 10 Dias 18 Dias 23 Dias 29 Dias 18
Horas
R$ 5.800,00 Analista Sr 32,22 44,79 40,00% 716,64 90,00% 2902,39 50,00% 2060,34 30,00% 1558,69 40,00% 1289,95 190,4 R$ 8.528,02
R$ 4.600,00 Analista Pl 25,56 35,52 90,00% 1278,72 70,00% 1790,21 90,00% 2941,06 75,00% 3090,24 60,00% 1534,46 299,4 R$ 10.634,69
R$ 4.600,00 Programador EE 25,56 35,52 10,00% 142,08 20,00% 511,49 60,00% 1960,70 75,00% 3090,24 70,00% 1790,21 211,0 R$ 7.494,72
R$ 3.800,00 Programador Java 21,11 29,34 0,00% 0,00 10,00% 211,25 30,00% 809,78 90,00% 3063,10 90,00% 1901,23 204,0 R$ 5.985,36
R$ 6.500,00 Gerente 36,11 50,19 40,00% 803,04 15,00% 542,05 15,00% 692,62 15,00% 873,31 25,00% 903,42 76,0 R$ 3.814,44
R$ 36.457,22 Fase 1
R$ 28.141,59 Fase 2 R$ 2.940,48 R$ 5.957,39 R$ 8.464,51 R$ 11.675,57 R$ 7.419,28
R$ 64.598,81 Total
Encargos 39,00% R$ 36.457,22 980,8 0
Total Horas/dia 4 Levantamento 2 Especificação Funcional 2 Especificação Técnica 2 Construção e Testes 2 Implementação Módulo 2 Fase 2
Dias 4 Dias 13 Dias 16 Dias 22 Dias 18
Horas Horas
330,8 R$ 14.816,53 40,00% 286,66 90,00% 2096,17 50,00% 1433,28 30,00% 1182,46 40,00% 1289,95 140,4 R$ 6.288,52
511,8 R$ 18.179,14 90,00% 511,49 60,00% 1108,22 90,00% 2045,95 75,00% 2344,32 60,00% 1534,46 212,4 R$ 7.544,45
377,8 R$ 13.419,46 10,00% 56,83 20,00% 369,41 60,00% 1363,97 75,00% 2344,32 70,00% 1790,21 166,8 R$ 5.924,74
372,4 R$ 10.926,22 0,00% 0,00 10,00% 152,57 30,00% 563,33 90,00% 2323,73 90,00% 1901,23 168,4 R$ 4.940,86
144,6 R$ 7.257,47 25,00% 200,76 15,00% 391,48 15,00% 481,82 25,00% 1104,18 35,00% 1264,79 68,6 R$ 3.443,03

R$ 1.055,74 R$ 4.117,85 R$ 5.888,35 R$ 9.299,00 R$ 7.780,64

1737,4 0 R$ 28.141,59 756,6 0


Tabela 4.13: Memória de Cálculo da Proposta

4.4.2.5.1 Observações
● Este é um projeto que deve ser executado em paralelo com outros, daí o valor 4 em horas/dia;
● Cada profissional tem um envolvimento diferente em cada fase, conforme os percentuais explicitados;
● Os salários são CLT (coluna da esquerda), convertidos para R$/hora e acrescidos dos encargos; e
● Os zeros à direita dos somatórios são obtidos pela diferença das duas possíveis formas de cálculo – são, portanto, uma garantia de que as fórmulas estão corretas.

90
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.5 Análise comparativa das alternativas de requisitos

Na primeira alternativa, a proposta de requisitos contemplados é mais simples, e oferece


a conclusão do projeto em menos tempo do que a segunda solução. Contudo, a segunda
opção traz ao negócio uma agilidade e integração que a primeira opção não tem, pois
ainda mantém alguns processos de forma manual.

Nas tabelas a seguir, comparamos as alternativas de solução apresentadas em termos das


necessidades e requisitos atendidos e do custo total em cada uma das alternativas.

A Tabela 4.14 apresenta as necessidades contempladas em cada uma das alternativas


propostas.

Necessidade Alternativa
1 2
NE01 – Obter dias letivos e dias de provas, conforme
Sim Sim
definido pela Direção
NE02 – Permitir ao usuário a consulta aos Diários de Classe
Sim Sim
da unidade
NE03 – Emitir email para o aluno e para o responsável,
Não Sim
informando sobre Avaliação: data e disciplina
NE04 – Obter as turmas da unidade e suas grades horárias Sim Sim
NE05 – Permitir o acesso ao Plano de Aula proposto pelo
Sim Sim
professor
NE06 – Criar os Diários de Classe, preenchendo os nomes
Sim Sim
dos alunos e as datas previstas das aulas e provas
NE07 – Alterar os Diários de Classe, adequando-os às
Sim Sim
modificações que acontecerem
NE08 – Exigir autorização para retificar lançamentos em
Não Sim
Bimestres já encerrados
NE09 – Permitir o lançamento de atividades executadas, de
Sim Sim
notas de avaliações e da apuração de freqüência dos alunos
NE10 – Facilitar o cálculo de médias ponderadas Sim Sim
NE11 – Facilitar a elaboração do Plano Anual, como uma
composição de Objetivos definidos, Estratégias, Recursos e Sim Sim
Conteúdos
NE12 – Permitir a comparação do Plano de Aula com os
Não Sim
lançamentos de atividades efetuados pelo professor
NE13 – Registrar a troca de Bilhetes, indicando sua recepção
Sim Sim
pelo destinatário e a resposta com a providência indicada
Tabela 4.14: Necessidades contempladas por alternativa de solução

91
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

A Tabela 4.15 apresenta os casos de uso contemplados por cada alternativa de solução.

Casos de Uso do Sistema Alternativa


1 2
RF01 – Importar do Acadêmico Sim Sim
RF02 – Emparelhar com Acadêmico Sim Sim
RF03 – Lançar Plano Anual Sim Sim
RF04 – Aprovar Plano Anual Sim Sim
RF05 – Consultar Diário Sim Sim
RF06 – Configurar Diário Sim Sim
RF07 – Emitir Guia Sim Sim
RF08 – Atualizar Diário Sim Sim
RF09 – Fechar Bimestre Sim Sim
RF10 – Validar Metodologia Não Sim
RF11 – Validar Magistério Não Sim
RF12 – Retificar Lançamento Não Sim
RF13 – Avisar Avaliação Não Sim
RF14 – Manusear Lembretes Sim Sim
Tabela 4.15: Casos de uso de sistema contemplados por alternativa

Todos os requisitos suplementares já estão contemplados desde a Alternativa 1, de modo


que não há necessidade de repetir a lista mostrada originalmente na seção 3.2, página
72.

Finalmente, na Tabela 4.16, a compilação dos custos envolvidos em todas as alternativas:

Atividade Alternativa
1 2
Ambiente de Desenvolvimento R$ 529,48 R$ 529,48
Despesas Diversas R$ 1.940,00 R$ 2.640,00
Mão-de-Obra R$ 36.457,22 R$ 64.598,81
Total R$ 38.926,70 R$ 67.768,29
Tempo em Semanas 12,5 18,0
Caso seja escolhida a arquitetura DCD-2, adicionar R$ 4.065,00
Tabela 4.16: Comparativo de custos e prazos das alternativas de solução

92
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

4.6 Alternativa Recomendada

A alternativa recomendada pela equipe de desenvolvimento está baseada na relação


custo-benefício que a solução trará para a escola.

4.6.1 Arquitetura: DCD-2

A equipe recomenda a escolha da arquitetura DCD-2, pois esta oferece maior controle e
segurança em relação aos dados que o sistema irá manipular. Essa arquitetura facilita a
manutenção por estar sob a supervisão da própria escola, e também garante o menor
tempo de acesso para os usuários locais, já que o servidor está localizado fisicamente na
mesma rede.

4.6.2 Requisitos: Completo

A equipe recomenda o desenvolvimento da alternativa completa (Grupo 2), dado que esta
trará mais agilidade e facilidade na manipulação e utilização do DCD, bem como uma
maior integração entre as diversas áreas que compõem a escola. Esta opção também
facilita o trabalho de seus funcionários em geral, agregando um valor maior à escola.

4.7 Alternativa escolhida pelo cliente

A escolha da escola baseia-se na falta de investimento efetivo para o desenvolvimento do


sistema como um todo, deixando como um passo futuro a aquisição dos módulos
suplementares. Abaixo, as escolhas feitas pelo cliente e suas motivações.

4.7.1 Arquitetura: DCD-1

A escola não possui a infra-estrutura nem o capital necessários para investimento na


arquitetura DCD-2, que foi a proposta e recomendada pela equipe. Esta decisão foi
apontada como temporária, devendo ser revista em seis meses.

4.7.2 Requisitos: Básico

A escolha desta opção está baseada na afirmação de que pretendem primeiramente testar
e avaliar a efetividade do sistema junto aos requisitos básicos de funcionamento. Sendo
aceita esta primeira versão, e agregando valor à escola, providenciarão posteriormente a
aquisição dos outros módulos, chegando assim à versão completa.

93
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

94
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5 Análise e Projeto

5.1 Modelo Conceitual do Diário de Classe Digital

Figura 5.1.: Modelo Conceitual do DCD

95
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

96
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.2 Modelo do Projeto

5.2.1 Diagrama de Pacotes

Figura 5.2.: Diagrama de Pacotes do Modelo de Projeto

O projeto usará o framework Struts, que vem como default no plugin MyEclipse. O Struts
é um framework de desenvolvimento da camada controladora, numa estrutura que segue
o padrão Model 25 (uma variante do MVC oficializada pela Sun), para construção de
aplicações web, que serão utilizadas em um container web (Tomcat), em um servidor Java
EE.

5 Model 2 ou Modelo 2, é uma arquitetura de desenvolvimento para web, que usa


servlets e páginas JSP juntos na mesma aplicação. No Model 2, os servlets cuidam das
camadas de acesso aos dados e do fluxo de navegação, enquanto as páginas JSP lidam
com a camada de apresentação.
97
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.2.2 Componente de Segurança

A Figura 5.3 apresenta a estrutura do componente de segurança, que será utilizado para
o controle de acesso às páginas e às funcionalidades. Este componente permite controlar
os usuários através de perfis que limitam o acesso a módulos e, até mesmo, a campos
específicos.

Figura 5.3.: Estrutura do Componente de Segurança

98
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.2.3 Diagrama de Classes


A Figura 5.4 mostra o Diagrama de Classes do Projeto.

Figura 5.4.: Diagrama de Classes


99
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

A Figura 5.5 apresenta os diagramas de classes para os pacotes Visão e Controle (veja Figura 5.2 na página 97), explicitando as relações entre as classes de ambos.

Figura 5.5.: Esquema de interação das classes dos pacotes Visão e Controle

100
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

A Figura 5.6 mostra com mais detalhe os pacotes Business (veja Figura 5.2 na página 97),
que funcionam como camadas de fronteira do Modelo para os pacotes DCD e Acadêmico,
estes sim, “Modelo” na acepção M do MVC. Esta solução de arquitetura busca evitar
qualquer acoplamento entre o DCD e o Acadêmico (a referência ao DAO foi omitida neste
desenho, pois não é relevante neste contexto).

Figura 5.6.: Esquema de interação das classes do pacote Business

101
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.2.4 Justificativa para Padrões de Projeto

5.2.4.1 Façade

• A utilização do Façade como interface com o sistema Acadêmico facilitará os pro-


cessos de importação do acadêmico, assim como o emparelhamento, ou seja, a
atualização dos dados do diário com o sistema acadêmico caso existam alterações
no acadêmico que ainda não foram resgatadas.

• Como fachada de acesso ao SGBD fará a intermediação entre as classes de negócio


e o framework Hibernate responsável pela persistência dos dados no MySQL.

• Usado nas restrições de autenticação do DCD.

5.2.4.2 Singleton

• O padrão Singleton será utilizado em cada um dos DAOs, pois o custo de instan-
ciar um objeto é alto, e um DAO precisa ser instanciado a cada acesso ao banco de
dados. Optamos pela instanciação lazy, quando ela é feita apenas no momento da
primeira chamada.

5.2.4.3 Mediator

• A utilização básica do padrão Mediator é como um objeto que encapsula a forma


como um conjunto de objetos interage. BusinessAcademico e BusinessDCD são
Mediators colocados entre o Modelo e o Controle, com o objetivo de remover o
acoplamento, possibilitando variações futuras a um custo menor.

5.2.4.4 Strategy

• A evolução do DCD levará à utilização do padrão Strategy no BusinessAcadêmico,


pois novos sistemas legados deverão ser acessados para a coleta (RF01) e atuali-
zação (RF02) dos dados importados do Acadêmico.

102
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.2.5 Diagramas de Seqüência

5.2.5.1 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar Diário com Foco

Figura 5.7.: RF05 – Cenário: Consultar Diário com Foco – Diagrama de Seqüência

103
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.2.5.1.1 Nota sobre os cenários escolhidos para os diagramas de seqüência

Foram escolhidos três cenários (dos cinco possíveis):

• Consultar Diário com foco (i.é, que já possui o foco);


• Consultar Diário único de Professor; e
• Consultar um Diário qualquer (escolhido em uma lista).

Por motivos de visibilidade dos diagramas, optamos por incluir a parte comum apenas no
primeiro cenário, pois este cenário é o que tem a lógica inicial mais simples.

Nos outros dois cenários, fazemos referência apenas ao bloco “COMUM”, que cuida:

• do carregamento do Diário para a memória (instanciação o Diário, seus Períodos, o seu


Plano de Aula e os Lembretes associados (que não aparece no diagrama de atividades);
• da determinação das funcionalidades disponíveis para este conjunto usuário x Diário (que
também não aparece explicitamente nem no diagrama de atividades, nem no diagrama de
seqüência, e que que envolve a interação com o módulo de Segurança);
• da exibição destas funcionalidades, para que o usuário faça a sua escolha; e
• do encaminhamento do processamento para a próxima etapa (a funcionalidade escolhida).

Figura 5.8.: Cenários escolhidos para os Diagramas de Seqüência

104
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.2.5.2 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar Diário único de Professor

Figura 5.9.: RF05 – Cenário: Consultar Diário único de Professor – Diagrama de Seqüência

105
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.2.5.3 Diagrama de Seqüência do RF05 – Cenário: Consultar um Diário qualquer

Figura 5.10.: RF05 – Cenário: Consultar Diário qualquer – Diagrama de Seqüência

106
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.2.6 Diagrama de Transição de Estados do Lembrete

Figura 5.11.: Lembrete - DTE

107
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

108
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3 Projeto de Banco de Dados

5.3.1 Modelo de Entidades e Relacionamentos

Figura 5.12.: Diagrama de Entidades e Relacionamentos do DCD


109
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

110
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.2 Projeto Lógico

A seguir, o esquema textual do DB relacional implementado no DCD, na notação


resumida. Nesta notação:

• são listadas as tabelas e, para cada tabela, é feita uma enumeração das colunas
que compõem a tabela. Esta lista de colunas fica dentro de um par de parêntesis, e
usa-se vírgulas para separar os nomes das colunas;

• as colunas que compõem a chave primária aparecem juntas e sublinhadas;

• após a definição de cada tabela, aparecem as definições das chaves estrangeiras,


caso existam, seguindo o formato:

<nome da coluna chave estrangeira> referencia <nome da tabela>, caso exista


mais de uma coluna, novamente é usado o par de parêntesis para delimitar, e as
vírgulas para separar os elementos da lista.

5.3.2.1 Usuário e suas especializações

• USUARIO (NOME)

• DIRETOR (NOME)

• COORDENADOR (NOME)

• PEDAGOGO (NOME)

• PROFESSOR (NOME)

5.3.2.2 As Entidades Fortes

• ALUNO (NOME, NOMECURTO, EMAIL)

• RESPONSAVEL (EMAIL)

• ANOLETIVO (NUMERAL)

• DISCIPLINA (NOME)

5.3.2.3 A Entidade Fraca usada na Agregação

• TURMA (NOME, NUMERAL-ANOLETIVO)

NUMERAL-ANOLETIVO referencia ANOLETIVO

111
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.2.4 A Agregação

• DIARIO (NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA , NOME-PROFESSOR, NOME-


DISCIPLINA)

(NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA) referencia TURMA

NOME-PROFESSOR referencia PROFESSOR

NOME-DISCIPLINA referencia DISCIPLINA

5.3.2.5 As Entidades Fracas em relação à Agregação

• LEMBRETE (ID, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-


DISCIPLINA, CONTEUDO, ESTADO, USUARIO-REMETENTE, USUARIO-DESTINATARIO)

(NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)


referencia DIARIO

• PLANODEAULA (ID, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA, APROVADO)

(NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)


referencia DIARIO

• PERIODO (NOME, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA, ESTADO, METODOLOGIA, MAGISTERIO)

(NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)


referencia DIARIO

5.3.2.6 As Entidades Fracas em relação a Período, suas heranças e Entidades


Fracas em relação a elas

• PLANEJADO (DATAHORAINICIO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO, GUIA)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

112
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

• AULAPLANEJADA (DATAHORAINICIO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO,


NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

• AVALIACAOPLANEJADA (DATAHORAINICIO, NOME, NOME-PERIODO, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO,
PESO)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

• QUESTAO (SEQUENCIA, DATAHORAINICIO-AVALIACAOPLANEJADA, NOME-


AVALIACAOPLANEJADA, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA,
NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, ENUNCIADO)

(DATAHORAINICIO-AVALIACAOPLANEJADA, NOME-AVALIACAOPLANEJADA, NOME-


PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-
DISCIPLINA) referencia AVALIACAOPLANEJADA

• EXECUTADO (DATAHORAINICIO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

• AULA (DATAHORAINICIO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA,


NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

• CONTEUDOMINISTRADO (SEQUENCIA, DATAHORAINICIO-AULA, NOME-PERIODO,


NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA,
LANCAMENTO)

(DATAHORAINICIO-AULA, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA,


NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia AULA

113
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• AVALIACAO (DATAHORAINICIO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DURACAO, PESO)

(NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PERIODO

5.3.2.7 As Entidades Fracas em relação a Plano de Aula

• OBJETIVODEFINIDO (SEQUENCIA, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DESCRICAO)

(ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PLANODEAULA

• ESTRATEGIAAPLICADA (SEQUENCIA, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO,


NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DESCRICAO)

(ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PLANODEAULA

• CONTEUDOPROGRAMATICO (SEQUENCIA, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DESCRICAO)

(ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PLANODEAULA

• RECURSOUTILIZADO (SEQUENCIA, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO,


NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, DESCRICAO, ESPECIE)

(ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR,


NOME-DISCIPLINA) referencia PLANODEAULA

114
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.2.8 Os Relacionamentos

• DEPENDENCIA (EMAIL-RESPONSAVEL, NOME-ALUNO)

EMAIL-RESPONSAVEL referencia RESPONSAVEL

NOME-ALUNO referencia ALUNO

• MATRICULA (NOME-ALUNO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA)

NOME-ALUNO referencia ALUNO

(NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA) referencia TURMA

• PRESENCA (NOME-ALUNO, DATAHORAINICIO-EXECUTADO, NOME-PERIODO,


NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA,
ANOTADA)

NOME-ALUNO referencia ALUNO

(DATAHORAINICIO-EXECUTADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia EXECUTADO

• NOTA (NOME-ALUNO, DATAHORAINICIO-AVALIACAO, NOME-PERIODO, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, LANCADA)

NOME-ALUNO referencia ALUNO

(DATAHORAINICIO-AVALIACAO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia AVALIACAO

• UTILIZACAORECURSO (DATAHORAINICIO-PLANEJADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA, SEQUENCIA-
RECURSOUTILIZADO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA,
NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)

(DATAHORAINICIO-PLANEJADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia PLANEJADO

(SEQUENCIA-RECURSOUTILIZADO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-ANOLETIVO,


NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia
RECURSOUTILIZADO

115
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• PROGRAMACAOCONTEUDO (DATAHORAINICIO-AULAPLANEJADA, NOME-PERIODO,


NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA,
SEQUENCIA-CONTEUDOPROGRAMATICO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-
ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)

(DATAHORAINICIO-AULAPLANEJADA, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO,


NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia AULAPLANEJADA

(SEQUENCIA-CONTEUDOPROGRAMATICO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia
CONTEUDOPROGRAMATICO

• VERIFICACAOCONTEUDO (SEQUENCIA-QUESTAO, DATAHORAINICIO-


AVALIACAOPLANEJADA, NOME-AVALIACAOPLANEJADA, NOME-PERIODO,
NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA,
SEQUENCIA-CONTEUDOPROGRAMATICO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-
ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)

(SEQUENCIA-QUESTAO, DATAHORAINICIO-AVALIACAOPLANEJADA, NOME-


AVALIACAOPLANEJADA, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-TURMA,
NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia QUESTAO

(SEQUENCIA-CONTEUDOPROGRAMATICO, ID-PLANODEAULA, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia
CONTEUDOPROGRAMATICO

• CORRESPONDENCIA (DATAHORAINICIO-PLANEJADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-


ANOLETIVO, NOME-TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA,
DATAHORAINICIO-EXECUTADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-
TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA)

(DATAHORAINICIO-PLANEJADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia PLANEJADO

(DATAHORAINICIO-EXECUTADO, NOME-PERIODO, NUMERAL-ANOLETIVO, NOME-


TURMA, NOME-PROFESSOR, NOME-DISCIPLINA) referencia EXECUTADO

116
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3 Projeto Físico das Tabelas

5.3.3.1 Tabela USUARIO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idUsuario int(10) Não PK
nome tinytext Sim NULL
senha tinytext Sim NULL Segurança6
tentativas tinyint(3) Não 0 Segurança
idPerfil int(10) Não 0 Segurança
Tabela 5.1: Tabela USUARIO
Comentários da tabela:

(`idPerfil`) REFER `dcd/perfil`(`idPerfil`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.2 Tabela DIRETOR

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idDiretor int(10) Não PK
idUsuario int(10) Não
Tabela 5.2: Tabela DIRETOR
Comentários da tabela:

(`idUsuario`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.3 Tabela COORDENADOR

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idCoordenador int(10) Não PK
idUsuario int(10) Não
Tabela 5.3: Tabela COORDENADOR
Comentários da tabela:

(`idUsuario`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

6 senha, tentativas e a referência a Perfil estão no contexto de Segurança, que não aparece no
DER.
117
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.3.4 Tabela PEDAGOGO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idPedagogo int(10) Não PK
idUsuario int(10) Não
Tabela 5.4: Tabela PEDAGOGO
Comentários da tabela:

(`idUsuario`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.5 Tabela PROFESSOR

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idProfessor int(10) Não PK
idUsuario int(10) Não
Tabela 5.5: Tabela PROFESSOR
Comentários da tabela:

(`idUsuario`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.6 Tabela ALUNO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAluno int(10) Não PK
nome tinytext Sim NULL
nomeCurto tinytext Sim NULL
email tinytext Sim NULL
Tabela 5.6: Tabela ALUNO

5.3.3.7 Tabela RESPONSAVEL

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idResponsavel int(10) Não PK
email tinytext Sim NULL
Tabela 5.7: Tabela RESPONSAVEL

118
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.8 Tabela ANOLETIVO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAnoLetivo int(10) Não PK
numeral date Não 0000-00-00
Tabela 5.8: Tabela ANOLETIVO

5.3.3.9 Tabela DISCIPLINA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idDisciplina int(10) Não PK
nome tinytext Sim NULL
Tabela 5.9: Tabela DISCIPLINA

5.3.3.10 Tabela TURMA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idTurma int(10) Não PK
idAnoLetivo int(10) Não 0 FK
nome tinytext Sim NULL
Tabela 5.10: Tabela TURMA
Comentários da tabela:

(`idAnoLetivo`) REFER `dcd/ano_letivo`(`idAnoLetivo`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.11 Tabela DIARIO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idDiario int(10) Não PK
idTurma int(10) Não 0 FK
idDisciplina int(10) Não 0 FK
idProfessor int(10) Não 0 FK
Tabela 5.11: Tabela DIARIO
Comentários da tabela:

(`idTurma`) REFER `dcd/turma`(`idTurma`) ON UPDATE CASCADE;

(`idDisciplina`) REFER `dcd/disciplina`(`idDisciplina`) ON UPDATE CASCADE;

(`idProfessor`) REFER `dcd/professor`(`idProfessor`) ON UPDATE CASCADE;


119
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.3.12 Tabela LEMBRETE

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idLembrete int(10) Não PK
idDiario int(10) Não 0 FK
conteudo tinytext Sim NULL
estado tinytext Sim NULL
idRemetente int(10) Não 0 FK
idDestinatario int(10) Não 0 FK
Tabela 5.12: Tabela LEMBRETE
Comentários da tabela:

(`idDiario`) REFER `dcd/diario`(`idDiario`) ON UPDATE CASCADE;

(`idRemetente`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

(`idDestinatario`) REFER `dcd/usuario`(`idUsuario`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.13 Tabela PLANODEAULA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idPlanoDeAula int(10) Não PK
idDiario int(10) Não 0 FK
aprovado tinyint(3) Não 0
Tabela 5.13: Tabela PLANODEAULA
Comentários da tabela:

(`idDiario`) REFER `dcd/diario`(`idDiario`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.14 Tabela PERIODO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idPeriodo int(10) Não PK
idDiario int(10) Não 0 FK
nome tinytext Sim NULL
estado tinyint(3) Sim NULL
metodologia tinyint(1) Não 0
magisterio tinyint(1) Não 0
Tabela 5.14: Tabela PERIODO
Comentários da tabela:

(`idDiario`) REFER `dcd/diario`(`idDiario`) ON UPDATE CASCADE;

120
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.15 Tabela OBJETIVODEFINIDO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idObjetivoDefinido int(10) Não PK
idPlanoAula int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
descricao tinytext Sim NULL
Tabela 5.15: Tabela OBJETIVODEFINIDO
Comentários da tabela:

(`idPlanoAula`) REFER `dcd/plano_aula`(`idPlanoAula`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.16 Tabela ESTRATEGIAAPLICADA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idEstrategiaAplicada int(10) Não PK
idPlanoAula int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
descricao tinytext Sim NULL
Tabela 5.16: Tabela ESTRATEGIAAPLICADA
Comentários da tabela:

(`idPlanoAula`) REFER `dcd/plano_aula`(`idPlanoAula`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.17 Tabela CONTEUDOPROGRAMATICO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idConteudoProgramatico int(10) Não PK
idPlanoAula int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
descricao tinytext Sim NULL
titulo tinytext Sim NULL
Tabela 5.17: Tabela CONTEUDOPROGRAMATICO
Comentários da tabela:

(`idPlanoAula`) REFER `dcd/plano_aula`(`idPlanoAula`) ON UPDATE CASCADE;

121
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.3.18 Tabela RECURSOUTILIZADO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idRecursoUtilizado int(10) Não PK
idPlanoAula int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
descricao tinytext Sim NULL
Tabela 5.18: Tabela RECURSOUTILIZADO
Comentários da tabela:

(`idPlanoAula`) REFER `dcd/plano_aula`(`idPlanoAula`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.19 Tabela PLANEJADO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idPlanejado int(10) Não PK
idPeriodo int(10) Não 0 FK
0000-00-00
dataHoraInicio datetime Não
00:00:00
duracao time Não 00:00:00
guia tinytext Sim NULL
Tabela 5.19: Tabela PLANEJADO
Comentários da tabela:

(`idPeriodo`) REFER `dcd/periodo`(`idPeriodo`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.20 Tabela AULAPLANEJADA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAulaPlanejada int(10) Não PK
idPlanejado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.20: Tabela AULAPLANEJADA
Comentários da tabela:

(`idPlanejado `) REFER `dcd/planejado`(`idPlanejado `) ON UPDATE CASCADE;

122
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.21 Tabela AVALIACAOPLANEJADA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAvaliacaoPlanejada int(10) Não PK
idPlanejado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.21: Tabela AVALIACAOPLANEJADA
Comentários da tabela:

(`idPlanejado `) REFER `dcd/planejado`(`idPlanejado `) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.22 Tabela QUESTAO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idQuestao int(10) Não PK
idAvaliacaoPlanejada int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
descricao tinytext Sim NULL
Tabela 5.22: Tabela QUESTAO
Comentários da tabela:

(`idAvaliacaoPlanejada`) REFER `dcd/avaliacao_planejada`(`idAvaliacaoPlanejada`)


ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.23 Tabela EXECUTADO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idExecutado int(10) Não PK
idPeriodo int(10) Não 0 FK
0000-00-00
dataHoraInicio datetime Não
00:00:00
duracao time Não 00:00:00
Tabela 5.23: Tabela EXECUTADO
Comentários da tabela:

(`idPeriodo`) REFER `dcd/periodo`(`idPeriodo`) ON UPDATE CASCADE;

123
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.3.24 Tabela AULA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAula int(10) Não PK
idExecutado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.24: Tabela AULA
Comentários da tabela:

(`iidExecutado`) REFER `dcd/axecutado`(`idExecutado`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.25 Tabela CONTEUDOMINISTRADO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idConteudoMinistrado int(10) Não PK
idExecutado int(10) Não 0 FK
sequencia tinyint(3) Sim NULL
lancamento tinytext Sim NULL
Tabela 5.25: Tabela CONTEUDOMINISTRADO
Comentários da tabela:

(`idExecutado`) REFER `dcd/executado`(`idExecutado`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.26 Tabela AVALIACAO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAvaliacao int(10) Não PK
idExecutado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.26: Tabela AVALIACAO
Comentários da tabela:

(`idExecutado`) REFER `dcd/axecutado`(`idExecutado`) ON UPDATE CASCADE;

124
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.27 Tabela DEPENDENCIA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAluno int(10) Não 0 FK
idResponsavel int(10) Não 0 FK
Tabela 5.27: Tabela DEPENDENCIA
Comentários da tabela:

(`idAluno`) REFER `dcd/aluno`(`idAluno`) ON UPDATE CASCADE;

(`idResponsavel `) REFER `dcd/responsavel`(`idResponsavel`) ON UPDATE


CASCADE;

5.3.3.28 Tabela MATRICULA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAluno int(10) Não 0 FK
idTurma int(10) Não 0 FK
Tabela 5.28: Tabela MATRICULA
Comentários da tabela:

(`idAluno`) REFER `dcd/aluno`(`idAluno`) ON UPDATE CASCADE;

(`idTurma`) REFER `dcd/turma`(`idTurma`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.29 Tabela PRESENCA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAluno int(10) Não 0 FK
idExecutado int(10) Não 0 FK
anotada tinyint(1) Não 0
Tabela 5.29: Tabela PRESENCA
Comentários da tabela:

(`idAluno`) REFER `dcd/aluno`(`idAluno`) ON UPDATE CASCADE;

(`idExecutado`) REFER `dcd/executado`(`idExecutado`) ON UPDATE CASCADE;

125
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.3.30 Tabela NOTA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idAluno int(10) Não 0 FK
idAvaliacao int(10) Não 0 FK
lancada decimal(10,0) Não 0
Tabela 5.30: Tabela NOTA
Comentários da tabela:

(`idAluno`) REFER `dcd/aluno`(`idAluno`) ON UPDATE CASCADE;

(`idAvaliacao`) REFER `dcd/avaliacao`(`idAvaliacao`) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.31 Tabela UTILIZACAORECURSO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idUtilizacaoRecurso int(10) Não 0 FK
idPlanejado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.31: Tabela UTILIZACAORECURSO
Comentários da tabela:

(`idUtilizacaoRecurso`) REFER `dcd/utilizacao_recurso`(`idUtilizacaoRecurso`) ON


UPDATE CASCADE;

(`idPlanejado`) REFER `dcd/planejado`(`idPlanejado `) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.32 Tabela PROGRAMACAOCONTEUDO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idConteudoProgramatico int(10) Não 0 FK
idAulaPlanejada int(10) Não 0 FK
Tabela 5.32: Tabela PROGRAMACAOCONTEUDO
Comentários da tabela:

(`idConteudoProgramatico`) REFER
`dcd/conteudo_programatico`(`idConteudoProgramatico`) ON UPDATE CASCADE;

(`idAulaPlanejada`) REFER `dcd/aula_planejada`(`idAulaPlanejada`) ON UPDATE


CASCADE;

126
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.3.33 Tabela VERIFICACAOCONTEUDO

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idConteudoProgramatico int(10) Não 0 FK
idQuestao int(10) Não 0 FK
Tabela 5.33: Tabela VERIFICACAOCONTEUDO
Comentários da tabela:

(`idConteudoProgramatico`) REFER
`dcd/conteudo_programatico`(`idConteudoProgramatico`) ON UPDATE CASCADE;

(`idQuestao`) REFER `dcd/questao`(`idQuestao `) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.34 Tabela CORRESPONDENCIA

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idExecutado int(10) Não 0 FK
idPlanejado int(10) Não 0 FK
Tabela 5.34: Tabela UTILIZACAORECURSO
Comentários da tabela:

(`idExecutado`) REFER `dcd/executado`(`idExecutado`) ON UPDATE CASCADE;

(`idPlanejado`) REFER `dcd/planejado`(`idPlanejado `) ON UPDATE CASCADE;

5.3.3.35 Tabela PERFIL

Campo Tipo Nulo Padrão Comentários


idPerfil int(10) Não PK
descricao tinytext Sim NULL
bloqueado tinyint(1) Não 0
Tabela 5.35: Tabela PERFIL

127
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.4 Quadro de Classes versus Tabelas


Classe Tabela
Usuario USUARIO
Diretor DIRETOR
Coordenador COORDENADOR
Pedagogo PEDAGOGO
Professor PROFESSOR
Aluno ALUNO
Responsavel RESPONSAVEL
Ano ANOLETIVO
Disciplina DISCIPLINA
Turma TURMA
Diario DIARIO
Lembrete LEMBRETE
PlanoAula PLANODEAULA
Periodo PERIODO
Planejado PLANEJADO
AulaPlanejada AULAPLANEJADA
AvaliacaoPlanejada AVALIACAOPLANEJADA
Questao QUESTAO
Executado EXECUTADO
Aula AULA
ConteudoMinistrado CONTEUDOMINISTRADO
Avaliacao AVALIACAO
Objetivo OBJETIVODEFINIDO
Estrategia ESTRATEGIAAPLICADA
Conteudo CONTEUDOPROGRAMATICO
Recurso RECURSOUTILIZADO
-- associação -- DEPENDENCIA
-- associação -- MATRICULA
Presenca PRESENCA
Nota NOTA
-- associação -- UTILIZACAORECURSO
-- associação -- PROGRAMACAOCONTEUDO
-- associação -- VERIFICACAOCONTEUDO
-- associação -- CORRESPONDENCIA
Perfil PERFIL

Tabela 5.36: Mapeamento Classes vs Tabelas

128
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.3.5 Regras de Integridade

As regras de integridade representam restrições que deverão ser impostas às tabelas do


banco de dados de forma a garantir a integridade dos dados no domínio de um
determinado campo ou de uma tabela em si. Todas as regras de integridade serão
implementadas nas classes de negócio.

RI Descrição Tabela
01 O PESO não pode ser negativo AVALIACAOPLANEJADA
02 O PESO não pode ser negativo AVALIACAO
03 A soma dos PESOs tem que ser igual a 1 AVALIACAOPLANEJADA
04 A soma dos PESOs tem que ser igual a 1 AVALIACAO
Uma nota LANCADA não pode ser negativa,
05 NOTA
nem superior a 10
O NUMERAL deve ter quatro dígitos e estar
06 ANOLETIVO
entre 2005 e 2025
O ano de DATAHORAINICIO deve ser igual a
07 PLANEJADO
NUMERAL de ANOLETIVO
O ano de DATAHORAINICIO deve ser igual a
08 EXECUTADO
NUMERAL de ANOLETIVO
A DURACAO não pode ser negativa, nem
09 PLANEJADO
superior a 150
A DURACAO não pode ser negativa, nem
10 EXECUTADO
superior a 150
O EMAIL deve ser válido ao ser submetido a
11 ALUNO
um RegEx de e-mail
O EMAIL deve ser válido ao ser submetido a
12 RESPONSAVEL
um RegEx de e-mail
O ESTADO deve pertencer ao seguinte
domínio {aguardando Providência,
13 LEMBRETE
Providenciado, Pendente, sem Solução,
Resolvido}
A GUIA deve pertencer ao seguinte domínio
14 PLANEJADO
{em Aberto, Emitida, Lançada}
O ESTADO deve pertencer ao seguinte
15 PERIODO
domínio {criado, em Uso, Fechado}
Tabela 5.37: Regras de integridade do projeto de banco de dados

129
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.3.6 Dicionário de Dados

O dicionário de dados tem como propósito relacionar os significados de todos os itens de


dados no domínio da aplicação. Neste projeto adotamos o princípio de trabalhar com um
modelo mínimo (verdadeiramente espartano), porém expressivo. Os nomes utilizados
estão em 9.2 Glossário, os formatos já foram explicitados em 5.3.3 Projeto Físico das
Tabelas e as informações relevantes sobre domínios estão listadas na Tabela 5.37, página
129. Assim sendo, achamos que não agregaria valor ao trabalho a montagem de uma
tabela aqui.

5.3.7 Limpeza das Tabelas

O administrador do banco de dados (DBA) realizará a limpeza das tabelas do banco de


dados respeitando os seguintes critérios:

• Os usuário terão acesso aos dados do ano letivo corrente e do ano letivo anterior,
à exceção dos Lembretes, que somente são armazenados durante o ano letivo;

• No início de cada ano letivo, antes da execução dos processos iniciais, os dados
com mais de dois anos deverão ser movidos para um arquivo morto (banco de
dados separado do banco de dados da produção) e lá mantidos por mais três anos,
pois existe legislação que regula o tempo de vida destes registros.

• O banco de dados com o arquivo morto também será submetido à política de


backup, porém utilizando o esquema de backup incremental, em mídias próprias e
correlacionadas ao ano do backup.

• Serão utilizados os mesmos recursos de hardware e software para a implementa-


ção do banco de dados “arquivo morto” assim como para a execução de backups.

5.3.8 BackUp

O Instituto Braga Carneiro adota uma política de gerenciamento de riscos, da qual faz
parte a replicação dos dados do sistema Diário de Classe Digital. É obrigação do
contratado a disponibilização dos dados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Faz parte
desta solução, o envio diário de uma cópia do DCD para uma máquina da escola. Esta
cópia é gravada em mídia ótica (CD regravável) e mantida por um período de 15 dias. No
Plano de Contingência, página 195, é descrito como estes dados podem ser utilizados.

130
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4 Projeto de Interface com o Usuário

O Projeto da Interface com o Usuário apresenta as seguintes seções: Revisão do Sistema,


Nomenclatura, Padronização, Ajuda, Diagrama de Navegação e a descrição das janelas na
visão do usuário ‘Coordenador’ e na visão do usuário ‘Professor’.

Os diagramas apresentados neste capítulo representam a navegação das páginas que


implementam os casos de uso propostos para o protótipo, sendo eles:

• Importar do Acadêmico (RF01)

• Emparelhar com Acadêmico (RF02)

• Consultar Diário (RF05)

• Lançar Plano Anual (RF03)

• Aprovar Plano Anual (RF04)

5.4.1 Revisão do sistema

O Instituto Braga Carneiro, que atua na área educacional no segmento do ensino infantil,
fundamental e médio, possui uma estrutura computacional que atende a todas as
funcionalidades necessárias para um sistema acadêmico.

Os professores utilizam o Diário de Classe como suporte para registro dos assuntos
abordados em sala de aula, das notas das avaliações e da presença dos alunos, dentre
outros assuntos pertinentes. Como o próprio nome sugere, é um diário onde são
registradas todas as informações pertinentes às atividades exercidas em sala de aula.

Alguns dos problemas que surgem com esse método são: a demora para a atualização
dos dados contidos no diário de classe, e a dificuldade de acesso à informação no
instante em que se faz necessária uma consulta referente a alguma turma ou aluno.

Como cada professor, juntamente com disciplina e turma, possui um diário de classe
exclusivo, torna-se inviável a consolidação das informações a nível de turma.

O DCD (Diário de Classe Digital) tem como proposta, informatizar todo o processo de
preenchimento e manuseio do diário de classe, possibilitando, assim, que os usuários do
DCD tenham acesso ao sistema a partir de qualquer terminal conectado na Internet.

131
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Para este protótipo funcional, existem dois grupos de usuários do sistema: professores e
coordenadores.

O Professor tem disponíveis para uso todas as funcionalidades do sistema referentes à


inclusão e manutenção das informações que dizem respeito ao magistério.

A importação dos dados do sistema acadêmico, que torna possível o trabalho a cada ano,
é uma funcionalidade executada pelo coordenador.

As consultas realizadas no DCD podem ser feitas por qualquer usuário devidamente
autorizado pelo sistema.

O DCD ainda permite a comunicação entre os usuários do sistema através de “lembretes”


adicionados eventualmente aos diários de classe. Algumas informações adicionadas pelos
professores no DCD, para que sejam consolidadas aguardam a aprovação do
coordenador.

De um modo geral todos os usuários do sistema têm formação de nível superior


completo, possuem computador em casa (o que possibilita o acesso ao sistema em sua
residência), utilizam com freqüência a Internet e possuem um bom conhecimento de
informática.

5.4.1.1 Nomenclatura

O título das janelas será sempre o mesmo, e conterá o nome do sistema: “Diário de
Classe Digital”, além do nome da instituição de ensino a que está associada para
respeitar, tanto o conceito da aplicação, quanto a própria instituição.

Telas: Cada tela receberá um nome relacionado à sua atividade fim. Este nome será
derivado do nome do caso de uso de sistema que ela realiza.

Controles: Os controles existentes nas janelas receberam nomes relacionados às suas


funcionalidades. Os controles de acesso a dados receberão nomes relacionados ao nome
do campo acessado na tabela. Os botões terão como nome verbos no infinitivo que
representem a atividade a ser realizada. Os itens de menu receberão nomes relacionados
ao nome das telas para onde eles direcionam a navegação.

132
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.1.2 Padronização

Todas as páginas do sistema possuem duas barras horizontais, uma no topo da tela,
denominada “header”, e outra no fim da tela, denominada “footer”. No header, é sempre
apresentado o nome do sistema centralizado, ou seja, “Diário de Classe Digital”. Já no
footer, são apresentados links para informações sobre política de privacidade do sistema,
sobre os desenvolvedores e também sobre o sistema em si.

Figura 5.13: Header e Footer

Além do header e do footer, existe também um menu


global situado à esquerda, onde sempre está exibido.
Deste menu é possível acessar as principais funções
relativas ao manuseio dos diários de classe digitais.
Nele também são apresentados o nome da instituição
de ensino, o ano letivo do acadêmico importado, e
uma mensagem de boas vindas identificando o perfil e
o nome do usuário do sistema.

Figura 5.14: Menu global

Todas as páginas seguem um esquema de cores semelhante ao do diário de classe


original, fazendo com que o usuário se sinta à vontade com a imagem do sistema. Além
disso, todas as fontes e cores utilizadas nas telas - tanto para texto comum, quanto para
as diversas categorias de títulos - respeitam o arquivo de estilo skin.css, facilitando
assim a troca de estilos caso o usuário queira que o DCD possua diversas “caras”
diferentes.

As caixas de ajuda estão na cor amarela, que significa “atenção”, para que desta forma
haja uma diferenciação das demais telas, e para que assim possa prender a atenção do
133
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

usuário de forma simples.

A maioria das funcionalidades será aberta como parte de uma janela principal – ao lado
do menu que sempre estará visível. O título de cada funcionalidade será exibido no topo
da tela da funcionalidade em questão e indicará qual funcionalidade está selecionada. Ao
lado do título da funcionalidade existe uma imagem-botão , que abre a ajuda referente
à funcionalidade selecionada.

5.4.1.3 Níveis de ajuda

As interfaces do sistema foram projetadas para atender a usuários com conhecimentos


básicos de informática. Toda a informação necessária à operação do sistema está contida
no manual do usuário em formato pdf, que pode ser acessado de qualquer janela através
do menu global, e a informação de ajuda da funcionalidade em questão também pode ser
acessada pelo símbolo ao lado do título de cada seção.

Figura 5.15: Exibição da mensagem de ajuda da funcionalidade

Para facilitar ainda mais a utilização do sistema, foram selecionadas diversas teclas de
atalho que podem ser utilizadas na manipulação dos dados e controles da interface do
DCD. Estas teclas podem ser visualizadas na Tabela 5.38 da página 135.

5.4.1.3.1 Mensagem apresentada ao usuário

O sistema apresentará mensagens de erro quando o usuário tentar executar uma tarefa
sem preencher os dados obrigatórios da mesma ou quando preencher algum dado
incompatível. As mensagens podem ser exibidas através de caixas de alerta, ou então em
caixas html (veja Figura 5.16na página 135) nas próprias janelas do sistema.

134
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 5.16: Mensagem HTML

Teclas de atalho
<SPACE> Marca ou desmarca o controle que estiver sob o foco.
<Enter> Confirma operação.
<Tab> Deslocar cursor entre campos para frente.
<Shift> + <Tab> Deslocar cursor entre campos para trás.
<Page Up> Subir página.
<Page Down> Descer página.
<Setas> Subir / Descer página.
<Del> Para apagar o caractere marcado com o cursor no
campo digitado ou para apagar o caractere à direita
do cursor.
<Home> Para ir com o cursor ao início do campo digitado.
<End> Para ir com o cursor ao final do campo digitado.
<Esc> Para desfazer a operação.
<Ctrl + C> Copiar texto selecionado.
<Ctrl + V> Colar texto selecionado.
<Ctrl + X> Recortar texto selecionado.
Tabela 5.38: Uso de Teclas

5.4.1.3.2 Críticas na entrada de dados

Os campos numéricos inibirão a digitação


de letras, impedindo assim erros de
digitação. Os demais campos serão
criticados quando o usuário clicar no
botão correspondente à execução da
Figura 5.17: Mensagem de Alerta
tarefa.

5.4.1.4 Efeitos especiais


• Será usado o efeito de cursor piscante no campo quando este estiver com o foco
para digitação.

• Os campos de preenchimento obrigatório nos formulários serão marcados com um


asterisco do lado direito da descrição do campo.

• Campos de entrada de dados não editáveis terão cor de fundo diferente, sendo
branco para os campos com edição habilitada e cinza para edição desabilitada.

135
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• O Menu Principal muda de cor para dar efeito de foco quando o usuário passa com
o mouse por cima do item de menu.

• Os campos e a fonte do campo que receberem o foco mudarão de cor para


sinalizar melhor o foco do mesmo .

• Caso haja um erro em algum dos campos, este recebe o foco depois da mensagem
de erro.

• Os links serão sublinhados quando o mouse passar por cima para facilitar a
indicação. Além disso, ao se passar o mouse por cima do link, será apresentada
uma mensagem estilo “o que é isto” elucidativa sobre o link.

• As partes da janela que abrem e fecham, o farão através de um efeito deslizante.

5.4.2 Visão do usuário Coordenador

5.4.2.1 Diagrama de Navegação

Menu Global

Login Aparece em todas as janelas e permite
I mportar ao usuário: efetuar logoff, retornando à
Erro de login
tela de login; ou navegar para uma das
seguintes janelas:
Login ok
­ Importar Acadêmico
I mportar ­ Emparelhar Acadêmico
Acadêmico ­ Lembretes
Acadêmico não
foi importado Acadêmico já ­ Consultar Diário
foi importado
I mportar

Emparelhar Lembretes
Acadêmico Alterar estado do
lembrete

Emparelhar Manusear
Reprovar

Visualizar
Manusear Plano Anual
Consultar Manusear Visualizar
Diário Diário Plano Anual

Aprovar
Alterar estado do
lembrete

Figura 5.18: Diagrama de navegação

136
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.2 Janela Login

Figura 5.19: Janela de login

5.4.2.2.1 Descrição da janela Login

Barra de Títulos: Diário de Classe Digital


Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo usuário coordenador para efetuar o login, habilitando o
mesmo a realizar as funções inerentes a seu perfil, ou seja, “Importar Acadêmico”,
“Emparelhar Acadêmico”, “Lembretes” e “Consultar Diário”.

O botão Entrar conduz o usuário à janela de Lembretes (Figura 5.23 na página 144) onde
ele pode consultar todas as suas pendências em relação aos seus diários, além de
escolher outra opção no menu.

Abaixo do botão Entrar existem dois links: Esqueceu a senha? e Alterar senha. O link
Esqueceu a senha? conduz o usuário a uma tela de identificação para que ele possa
receber sua senha antigo pelo e-mail cadastrado. Já o link Alterar senha, conduz o
usuário a uma tela onde ele deverá digitar seu login, a senha atual e a da senha nova.

137
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.3 Janela Importar Acadêmico

Figura 5.20: Janela Importar Acadêmico

5.4.2.3.1 Descrição da janela Importar Acadêmico

Barra de Títulos: Importar Acadêmico


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Importar Acadêmico – conduz normalmente à tela aqui descrita;

• Emparelhar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode


emparelhar as informações existentes no DCD, com as informações do sistema
acadêmico escolhido, para que os dados do DCD estejam sempre atualizados;

• Lembretes – conduz a uma tela na qual o coordenador pode manipular todos os


lembretes que são pertinentes a ele e que ainda não foram resolvidos;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o coordenador pode consultar todos
os diários existentes;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.


Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para que seja feita a importação inicial dos
dados necessários para o correto funcionamento do DCD. É aberta quando o coordenador
clica no link “Importar Acadêmico”, presente como opção no Menu Global. Na janela são
138
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

exibidas duas caixas de escolha, uma chamada de ”SisACAD”, e outra de ”Ano”.

A caixa SisACAD exibe a listagem de sistemas acadêmicos configurados para aquela


escola.

A caixa Ano exibe a listagem de anos do SisACAD selecionado onde existem dados
passíveis de importação.

O botão Importar inicia o processo de importação dos dados do sistema acadêmico para
gerar os dados que o DCD utilizará para o manuseio dos diários de classe, e o conduz de
volta à tela de importação.

5.4.2.3.2 Mini-Especificação

Janela: Importar Acadêmico


Abertura: Busca configurações de sistemas acadêmicos configurados e os exibe para o
usuário.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Inicia a importação dos
Importar Sempre habilitado Click dados do sistema
acadêmico.
Tabela 5.39: Mini-especificação da janela Importar Acadêmico

139
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.3.3 Especificação de Campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

Exibe os nomes dos sistemas


menuAcad - S S S
acadêmicos configurados.

Exibe os anos que o sistema


menuAno - S S S
acadêmico está configurado.

Tabela 5.40: Especificação de campos da janela Importar Acadêmico

140
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.4 Janela Emparelhar Acadêmico

Figura 5.21: Janela Emparelhar Acadêmico

5.4.2.4.1 Descrição da janela Emparelhar Acadêmico

Barra de Títulos: Emparelhar Acadêmico


Menu: Existência de um menu global (i.é,. presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Importar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode importar
do sistema acadêmico escolhido os dados necessários para o correto
funcionamento do DCD;

• Emparelhar Acadêmico – conduz normalmente à tela aqui descrita; Esta função só


existe para o perfil de coordenador;

• Lembretes – conduz a uma tela na qual o usuário pode manipular todos os


lembretes que são pertinentes a ele;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o coordenador pode consultar todos
os diários existentes;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para que seja feito o emparelhamento de
dados existentes no banco de dados do DCD com os dados existentes no sistema
141
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

acadêmico do qual o DCD importou previamente. É aberta quando o usuário clica no link
“Emparelhar Acadêmico”, presente como opção no Menu Global. Na janela são exibidas
duas caixas de escolha, uma chamada de ”SisACAD”, e outra chamada de ”Ano”.

A caixa SisACAD exibe a listagem de sistemas acadêmicos configurados no DCD e que


foram importados outrora.

A caixa Ano exibe a listagem de anos do SisACAD selecionado onde existem dados
passíveis de emparelhamento.

O botão Emparelhar inicia o processo de emparelhamento dos dados do sistema


acadêmico selecionado com os dados existentes no DCD, e o conduz de volta à tela de
emparelhamento.

Caso o coordenador acesse essa janela antes de realizar a importação de dados do


sistema acadêmico, não será possível o emparelhamento dos dados, e serão exibidos
uma mensagem de informação e um botão chamado “Importar Acadêmico” (Figura 5.22
na página 143) para que o coordenador possa realizar a importação.

O botão Importar Acadêmico conduz o coordenador à janela Importar Acadêmico (Figura


5.20 na página 138) para que seja feita a importação dos dados e depois seja possível
emparelhá-los.

5.4.2.4.2 Mini-Especificação

Janela: Emparelhar Acadêmico


Abertura: Busca configurações de sistemas acadêmicos que já foram importados e os
exibe para o usuário.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Habilitado somente
quando os dados do Inicia o emparelhamento
Emparelhar Click
acadêmico já tiverem sido dos dados.
importados.
Habilitado somente
Conduz o coordenador à
quando os dados do
Importar Acadêmico Click janela “Importar
acadêmico não tiverem
Acadêmico”
sido importados
Tabela 5.41: Mini-especificação da janela Emparelhar Acadêmico

142
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Figura 5.22: Janela Emparelhar Acadêmico sem ter importado os dados

5.4.2.4.3 Especificação de campos


Obrigatório

Editável
Visível

Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

Exibe os nomes dos sistemas


menuAcad - S S S
acadêmicos configurados.

Exibe os anos que o sistema


menuAno - S S S
acadêmico está configurado.

Tabela 5.42: Especificação de campos da janela Emparelhar Acadêmico

143
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.5 Janela Lembretes

Figura 5.23: Janela Lembretes

5.4.2.5.1 Descrição da janela Lembretes

Barra de Títulos: Lembretes


Menu: Existência de um menu global (i.e. presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Importar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode importar
do sistema acadêmico escolhido os dados necessários para o correto
funcionamento do DCD;

• Emparelhar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode


emparelhar as informações existentes no DCD, com as informações do sistema
acadêmico escolhido para que os dados do DCD estejam sempre atualizados;

• Lembretes – conduz normalmente à tela aqui descrita;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o coordenador pode consultar todos
os diários existentes;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para consultar suas pendências no Diário de
Classe Digital. É aberta quando o coordenador faz login, ou quando o coordenador clica
no link “Lembretes”, presente como opção no Menu Global. A parte superior da janela
contém um controle tabular chamado “Lembretes” que lista todos os lembretes
144
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

pertinentes ao coordenador em questão.

O controle tabular Lembretes exibe as informações dos lembretes que são pertinentes
ao coordenador em questão e que ainda não foram resolvidos ou que foram adiados.

Manusear é um botão que conduz o coordenador à janela em que ele pode manusear o
diário no qual o lembrete se refere. Ao clicar no botão é exibida a janela Manusear Diário
(Figura 5.25 na página 150) onde ele pode verificar todas as pendências relativas ao
diário em questão.

O botão Ok altera o estado do lembrete de acordo com a escolha feita pelo coordenador
dentro das opções fornecidas, e o conduz de volta à tela de lembretes.

5.4.2.5.2 Mini-Especificação

Janela: Lembretes
Abertura: Busca lembretes pertinentes ao usuário.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Sempre habilitado Abrir janela
Manusear Click
quando há lembrete. “Manusear Diário”
Altera estado do
Sempre habilitado lembrete e retorna
Ok Click
quando há lembrete. para a janela
“Lembretes”
Tabela 5.43: Mini-especificação da janela Lembretes

145
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.5.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

nomeUnidade Unidade S S N Exibe o nome da unidade de ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

Exibe o nome do usuário que gerou


nomeDe Usuario S S N
o lembrete.

estadoLembrete Lembrete S S N Exibe o estado atual do lembrete.

conteudoLembrete Lembrete S S N Exibe o conteúdo do lembrete.

Tabela 5.44: Especificação de campos da janela Lembretes

146
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.6 Janela Consultar Diário

Figura 5.24: Janela Consultar Diário

5.4.2.6.1 Descrição da janela Consultar Diário

Barra de Títulos: Consultar Diário


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Importar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode importar
do sistema acadêmico escolhido os dados necessários para o correto
funcionamento do DCD;

• Emparelhar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode


emparelhar as informações existentes no DCD, com as informações do sistema
acadêmico escolhido para que os dados do DCD estejam sempre atualizados;

• Lembretes – conduz a uma tela na qual o coordenador pode manipular todos os


lembretes que são pertinentes a ele e que ainda não foram resolvidos;

• Consultar Diário – conduz normalmente à tela aqui descrita;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha
147
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta janela é empregada pelo coordenador para consultar os diários de classe. É aberta
quando o usuário clica no link “Consultar Diário”, presente como opção no Menu Global.

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Consultar Diário” que
lista todos os diários de classe existentes na escola.

O controle tabular Consultar Diário exibe as informações dos diários.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Manusear - é um botão que conduz o coordenador à janela em que ele pode


manusear o diário escolhido. Ao clicar no botão é exibida a janela Manusear Diário
(Figura 5.25 na página 150) onde ele pode visualizar o plano anual do diário em
questão.

5.4.2.6.2 Mini-Especificação

Janela: Consultar Diário


Abertura: Busca todos os diários de classe da escola.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Sempre habilitado
Manusear quando houver Click Abrir janela “Manusear Diário”
algum diário.
Tabela 5.45: Mini-especificação da janela Consultar Diário

148
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.6.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Tabela 5.46: Especificação de campos da janela Consultar Diário

149
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.7 Janela Manusear Diário

Figura 5.25: Janela Manusear Diário

5.4.2.7.1 Descrição da janela Manusear Diário

Barra de Títulos: Manusear Diário


Menu: Existência de um menu global (i.e. presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz a uma tela na qual o coordenador pode manipular todos os
lembretes que são pertinentes a ele e que ainda não foram resolvidos;

• Importar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode importar


do sistema acadêmico escolhido os dados necessários para o correto
funcionamento do DCD;

• Emparelhar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode


emparelhar as informações existentes no DCD, com as informações do sistema
acadêmico escolhido para que os dados do DCD estejam sempre atualizados;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o coordenador pode consultar todos
os diários existentes;

150
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para a visualização, e aprovação ou


reprovação do plano anual dos diários de classe. É aberta quando o usuário clica no link
“Manusear Diário”, presente como opção nos “Lembretes”, e na janela de “Consultar
Diário” (Figura 5.24 na página 147).

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Manusear Diário” que
lista as informações do diário selecionado. Logo abaixo, o controle tabular que exibe o
resumo de cada período do diário.

Abaixo da seção “Manusear Diário”, é exibida outra seção chamada “Lembretes do


Diário”, que exibe todos os lembretes do diário pertinentes ao usuário que está
acessando o diário.

• Ok – altera o estado do lembrete e conduz o usuário de volta a esta janela.

O controle tabular Manusear Diário exibe as informações do diário selecionado.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Situação – exibe a situação atual em que se encontra o plano anual do diário


selecionado.

Visualizar Plano Anual é um botão que conduz o coordenador à janela em que ele pode
visualizar o plano anual para aquele diário, bem como aprovar e/ou reprovar um plano
que está aguardando aprovação. Ao clicar no botão é exibida a janela Visualizar Plano
Anual (Figura 5.26 na página 154), e lá o coordenador poderá tomar a decisão mais
acertada após a visualização dos dados.

151
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

O controle tabular dos períodos exibe as informações o resumo de cada período.


• Mês - exibe os meses do período selecionado.

• Aulas Previstas - exibe o número de aulas previstas para cada mês do período
selecionado.

• Aulas Dadas - exibe o número de aulas dadas para cada mês do período
selecionado.

• TOTAL – exibe o total de aulas previstas e aulas dadas para o período selecionado.

5.4.2.7.2 Mini-Especificação

Janela: Manusear Diário


Abertura: Busca e exibe as informações sobre um diário em particular.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Exibe o resumo das
1 Bimestre Sempre habilitado. Click informações do primeiro
bimestre.
Exibe o resumo das
2 Bimestre Sempre habilitado. Click informações do segundo
bimestre.
Exibe o resumo das
3 Bimestre Sempre habilitado. Click informações do terceiro
bimestre.
Exibe o resumo das
4 Bimestre Sempre habilitado. Click informações do quarto
bimestre.
Visualizar Plano Abrir janela “Visualizar Plano
Sempre habilitado. Click
Anual Anual”.
Altera estado do lembrete e
Sempre habilitado
Ok Click retorna para a janela
quando há lembrete.
“Manusear Diário”
Tabela 5.47: Mini-especificação da janela Manusear Diário

152
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.7.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Exibe uma mensagem indicando


msgEstadoPlano - S S N
o estado atual do plano anual.

Exibe o nome de cada mês do


nomeMesPeriodo S S N
período selecionado.

Exibe o número de aulas


numAulasPrevistas - S S N previstas para cada mês do
período selecionado.

Exibe o número de aulas dadas


numAulasDadas - S S N para cada mês do período
selecionado.

numTotalAulasPrevist Exibe o total de aulas previstas


- S S N
as para o período selecionado.

Exibe o total de aulas dadas para


numTotalAulasDadas - S S N
o período selecionado.

Exibe o nome do usuário que


nomeDe Usuario S S N
gerou o lembrete.

estadoLembrete Lembrete S S N Exibe o estado atual do lembrete.

Exibe o conteúdo do lembrete


conteudoLembrete Lembrete S S N
exibido.

Tabela 5.48: Especificação de campos da janela Manusear Diário

153
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.2.8 Janela Visualizar Plano Anual

Figura 5.26: Janela Visualizar Plano Anual

5.4.2.8.1 Descrição da janela Visualizar Plano Anual

Barra de Títulos: Visualizar Plano Anual


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Importar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode importar
do sistema acadêmico escolhido os dados necessários para o correto
funcionamento do DCD;

• Emparelhar Acadêmico – conduz a uma tela na qual o coordenador pode


emparelhar as informações existentes no DCD, com as informações do sistema
acadêmico escolhido, para que os dados do DCD estejam sempre atualizados;

• Lembretes – conduz a uma tela na qual o coordenador pode manipular todos os


lembretes que são pertinentes a ele e que ainda não foram resolvidos;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o coordenador pode consultar todos
os diários existentes;

154
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para a visualização, e aprovação ou


reprovação do plano anual dos diários de classe. É aberta quando o usuário clica no link
“Visualizar Plano Anual”, presente como opção na janela “Manusear Diário”.

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Visualizar Plano Anual”
que lista as informações do diário selecionado. Logo abaixo, o controle tabular que exibe
as possíveis ações para o coordenador, caso o plano anual esteja aguardando aprovação.
Mais abaixo, o controle tabular que exibe o conteúdo do plano anual lançado pelo
professor dono do diário.

O controle tabular Visualizar Plano Anual exibe as informações do diário selecionado.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Situação – exibe a situação atual em que se encontra o plano anual do diário


selecionado.

Aprovar Plano Anual é um botão que aprova o plano anual, gerando um lembrete para o
professor dono do diário, informando que seu plano foi aprovado. Depois, este conduz o
coordenador de volta a esta janela.

O botão Reprovar Plano Anual é um botão que exibe um controle tabular chamado
“Motivo da reprovação”, para que o coordenador indique ao professor dono do diário,
através de um lembrete para o mesmo, o motivo da reprovação de seu plano.

O controle tabular “Motivo da reprovação” possui apenas um área de digitação de textos,


para a digitação do motivo da reprovação.

• Salvar – salva o motivo da reprovação do plano anual, alterando seu estado para
“Não aprovado” e gera lembrete avisando da reprovação. Depois, este conduz o
coordenador de volta a esta janela.
155
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• Fechar – fecha o controle tabular “Motivo da reprovação”.

O controle tabular que exibe o conteúdo do plano anual lançado pelo professor dono do
diário é composto das seguintes colunas:

• Objetivos Específicos - exibe os objetivos específicos que o professor lançou


para este diário.

• Conteúdo programático - exibe o conteúdo programático que o professor lançou


para este diário.

• Estratégias - exibe as estratégias á serem aplicadas, que o professor lançou para


este diário.

• Recursos utilizados - exibe os recursos que o professor pretende utilizar para


este diário.

5.4.2.8.2 Mini-Especificação

Janela: Visualizar Plano Anual


Abertura: Busca e exibe as informações sobre um plano anual de um diário em
particular.

Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Altera o estado do plano para
Habilitado quando o
“Aprovado”, gera lembrete
Aprovar Plano Anual plano anual está Click
avisando da aprovação e
aguardando aprovação.
retorna para esta janela.
Habilitado quando o
Reprovar Plano Exibe o controle tabular
plano anual está Click
Anual “Motivo da Reprovação”.
aguardando aprovação.
Habilitado quando o Altera o estado do plano para
controle tabular “Reprovado”, gera lembrete
Salvar Click
“Motivo da Reprovação” avisando a reprovação e
está visível. retorna para esta janela.
Habilitado quando o
controle tabular Esconde o controle tabular
Fechar Click
“Motivo da Reprovação” “Motivo da Reprovação”.
está visível.
Tabela 5.49: Mini-especificação da janela Visualizar Plano Anual

156
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.2.8.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Exibe uma mensagem indicando


msgEstadoPlano - S S N
o estado atual do plano anual.

Permite ao coordenador escrever


conteudoReprovacao Lembrete S S S o motivo da reprovação do plano
anual.

Objetivo_De Exibe os objetivos lançados para


descricaoObjetivos S S N
finido este plano anual.

Conteúdo_Pr Exibe o conteúdo lançado para


descricaoConteudos S S N
ogramatico este plano anual.

Estratégia_A Exibe as estratégias lançadas


descricaoEstrategias S S N
plicada para este plano anual.

Recurso_Util Exibe os recursos lançados para


descricaoRecursos S S N
izado este plano anual.

Tabela 5.50: Especificação de campos da janela Visualizar Plano Anual

157
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3 Visão do usuário Professor

5.4.3.1 Diagrama de Navegação

Login
Menu Global Erro de login

Aparece em todas as janelas e


permite ao usuário: efetuar logoff, Login ok
retornando à tela de login; ou navegar
para uma das seguintes janelas:

- Lembretes
- Consultar Diário
Lembretes
Alterar estado do
lembrete

Manusear

Lançar
Manusear Plano Anual
Consultar Manusear Lançar Plano
Diário Diário Anual

Consultar todos diários Alterar estado do Requerer Aprovação


lembrete Visualizar
Plano Anual

Visualizar
Plano Anual

Figura 5.27: Diagrama de navegação

158
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.3.2 Janela Login

Figura 5.28: Janela de login

5.4.3.2.1 Descrição da janela Login

Barra de Títulos: Diário de Classe Digital


Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo usuário professor para efetuar o login, habilitando o
mesmo a realizar as funções inerentes a seu perfil, ou seja, “Lembretes” e “Consultar
Diário”.

O botão Entrar conduz o usuário à janela de Lembretes (Figura 5.29 na página 160) onde
ele pode consultar todas as suas pendências em relação aos seus diários, além de
escolher outra opção no menu.

Abaixo do botão Entrar existem dois links: Esqueceu a senha? e Alterar senha. O link
Esqueceu a senha? conduz o usuário a uma tela de identificação para que ele possa
receber sua senha atual pelo e-mail cadastrado. Já o link Alterar senha, conduz o
usuário a uma tela onde ele deverá digitar seu login, a senha atual, e a senha nova.

159
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.3 Janela Lembretes

Figura 5.29: Janela Lembretes

5.4.3.3.1 Descrição da janela Lembretes

Barra de Títulos: Lembretes


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz normalmente à tela aqui descrita;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o professor pode consultar todos os
diários existentes, ou manusear seus próprios diários;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo professor para consultar suas pendências no Diário de
Classe Digital. É aberta quando o professor faz login, ou quando ele clica no link
“Lembretes”, presente como opção no Menu Global. A parte superior da janela contém
um controle tabular chamado “Lembretes” que lista todos os lembretes pertinentes ao
professor em questão.

O controle tabular Lembretes exibe as informações dos lembretes que são pertinentes
ao coordenador em questão e que ainda não foram resolvidos ou que foram adiados.
160
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

O controle tabular Lembretes exibe as informações dos lembretes que são pertinentes
ao professor em questão e que ainda não foram resolvidos ou que foram adiados.

Manusear é um botão que conduz o professor à janela em que ele pode manusear o
diário no qual o lembrete se refere. Ao clicar no botão é exibida a janela Manusear Diário
(Figura 5.32 na página 166) onde ele pode verificar todas as pendências relativas ao
diário em questão, bem como tomar as devidas providências.

O botão Ok altera o estado do lembrete de acordo com a escolha feita pelo professor
dentro das opções fornecidas, e o conduz de volta à tela de lembretes.

5.4.3.3.2 Mini-Especificação

Janela: Lembretes
Abertura: Busca lembretes pertinentes ao usuário.
Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Sempre habilitado Abrir janela
Manusear Click
quando há lembrete. “Manusear Diário”
Altera estado do
Sempre habilitado lembrete e retorna
Ok Click
quando há lembrete. para a janela
“Lembretes”
Tabela 5.51: Mini-especificação da janela Lembretes

161
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.3.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

Exibe o nome do usuário que


nomeDe Usuario S S N
gerou o lembrete.

estadoLembrete Lembrete S S N Exibe o estado atual do lembrete.

Exibe o conteúdo do lembrete


conteudoLembrete Lembrete S S N
exibido.

Tabela 5.52: Especificação de campos da janela Lembretes

162
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.3.4 Janela Consultar Diário

Figura 5.30: Janela Consultar Diário

5.4.3.4.1 Descrição da janela Consultar Diário

Barra de Títulos: Consultar Diário


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz a uma tela na qual o professor pode manipular todos os
lembretes que são pertinentes a ele e que ainda não foram resolvidos;

• Consultar Diário – conduz normalmente à tela aqui descrita;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo coordenador para consultar os diários de classe. É aberta
quando o usuário clica no link “Consultar Diário”, presente como opção no Menu Global.

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Consultar Diário” que
lista todos os diários de classe existentes na escola.

O controle tabular Consultar Diário exibe as informações dos diários.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

163
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário. Esta coluna só


aparece quando o usuário professor clica no botão “Consultar todos os diários”.

• Manusear - é um botão que conduz o professor à janela em que ele pode


manusear o diário escolhido. Ao clicar no botão é exibida a janela Manusear Diário
(Figura 5.32 na página 166) onde ele pode visualizar o plano anual do diário em
questão.

O botão Consultar todos os diários, presente apenas para o perfil de professor, o


conduz de volta à tela de consultar todos diários (Figura 5.31), mas exibindo todos os
diários da escola para que o professor possa visualizar também os diários de outros
professores. Ao clicar neste botão, este fica invisível, e aparece o botão Consultar Diário,
para que o professor possa voltar à exibição inicial, ou seja, exibir apenas seus próprios
diários.

Figura 5.31: Janela Consultar Todos Diários

5.4.3.4.2 Mini-Especificação

Janela: Consultar Diário


Abertura: Busca todos os diários de classe da escola.

164
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Sempre habilitado
Manusear quando houver algum Click Abrir janela “Manusear Diário”
diário.
Sempre habilitado
Re-abre a janela “Consultar
Consultar Todos quando só estiver
Click Diário”, exibindo todos os
os Diários sendo exibidos diários
diários da escola.
do próprio professor.
Sempre habilitado
Re-abre a janela “Consultar
quando estiver
Consultar Diário Click Diário”, exibindo todos os
exibindo todos os
diários do professor.
diários da escola.
Tabela 5.53: Mini-especificação da janela Consultar Diário

5.4.3.4.3 Especificação de campos


Obrigatório

Editável
Visível

Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Tabela 5.54: Especificação de campos da janela Consultar Diário

165
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.5 Janela Manusear Diário

Figura 5.32: Janela Manusear Diário

5.4.3.5.1 Descrição da janela Manusear Diário

Barra de Títulos: Manusear Diário


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz a uma tela na qual o professor pode manipular todos os
lembretes que são pertinentes a ele;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o professor pode consultar todos os
diários existentes, ou manusear seus próprios diários;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo professor para a visualização, e atualização dos dados do
diário de classe. É aberta quando o usuário clica no link “Manusear Diário”, presente
como opção na janela “Lembretes” (Figura 5.29 na página 160), e na janela “Consultar
Diário” (Figura 5.30 na página 163).

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Manusear Diário” que
lista as informações do diário selecionado. Quando o plano anual do professor está

166
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

aprovado, logo abaixo é exibido o controle tabular que exibe o resumo de cada período
do diário, bem como os comandos possíveis para cada período (Figura 5.33).

Figura 5.33: Janela Manusear Diário com plano anual aprovado

Abaixo da seção “Manusear Diário”, é exibida outra seção chamada “Lembretes do


Diário”, que exibe todos os lembretes do diário pertinentes ao usuário que está
acessando o diário.

• Ok – altera o estado do lembrete e conduz o usuário de volta a esta janela.

O controle tabular Manusear Diário exibe as informações do diário selecionado.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Situação – exibe a situação atual em que se encontra o plano anual do diário


selecionado.
167
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Lançar Plano Anual é um botão que conduz o professor à janela Lançar Plano Anual
(Figura 5.34 na página 171), na qual ele pode lançar o plano anual para aquele diário, e
requerer aprovação do coordenador. Este botão só é exibido quando o plano anual
encontra-se nos seguintes estados: “Não lançado”, “Em lançamento” ou “Reprovado”.

O botão Visualizar Plano Anual é um botão que conduz o professor à janela em que ele
pode apenas visualizar o plano anual para aquele diário. Este botão só será exibido
quando o plano anual estiver nos seguintes estados: “Aguardando aprovação” ou
“Aprovado”. Ao clicar no botão é exibida a janela Visualizar Plano Anual (Figura 5.35 na
página 177), e lá o professor poderá tomar a decisão mais acertada após a visualização
dos dados.

O controle tabular dos períodos exibe as informações o resumo de cada período.

• Mês - exibe os meses do período selecionado.

• Aulas Previstas - exibe o número de aulas previstas para cada mês do período
selecionado.

• Aulas Dadas - exibe o número de aulas dadas para cada mês do período
selecionado.

• TOTAL – exibe o total de aulas previstas e aulas dadas para o período selecionado.

• Configurar – conduz o professor à janela “Configurar Diário” (não implementado).

• Emitir Guia ­ conduz o professor à janela “Emitir Guia” (não implementado).

• Atualizar ­ conduz o professor à janela “Atualizar Diário” (não implementado).

• Fechar – conduz o professor a janela “Fechar Bimestre” (não implementado).

5.4.3.5.2 Mini-Especificação

Janela: Manusear Diário


Abertura: Busca e exibe as informações sobre um diário em particular.

168
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Exibe o resumo das
1º Bimestre Sempre habilitado. Click informações do primeiro
bimestre.
Exibe o resumo das
2º Bimestre Sempre habilitado. Click informações do segundo
bimestre.
Exibe o resumo das
3º Bimestre Sempre habilitado. Click informações do terceiro
bimestre.
Exibe o resumo das
4º Bimestre Sempre habilitado. Click informações do quarto
bimestre.
Habilitado para os estados 
Visualizar Plano do plano anual:  Abrir janela “Visualizar Plano
Click
Anual “Aguardando aprovação” ou  Anual”.
“Aprovado”.
Altera estado do lembrete e
Sempre habilitado
Ok Click retorna para a janela
quando há lembrete.
“Manusear Diário”
Habilitado para os estados 
Lançar Plano  do plano anual: “Não 
Click Abrir janela “Lançar Plano Anual”.
Anual lançado”, “Em lançamento” 
ou “Reprovado”.
Conduz o professor à janela 
Habilitado quando o estado 
Configurar Click “Configurar Diário” (não 
do período é: “Ativo”
implementado).
Habilitado quando o estado  Conduz o professor à janela 
Emitir Guia Click
do período é: “Ativo” “Emitir Guia” (não implementado).
Conduz o professor à janela 
Habilitado quando o estado 
Atualizar Click “Atualizar Diário” (não 
do período é: “Ativo”
implementado).
Conduz o professor à janela 
Habilitado quando o estado 
Fechar Click “Fechar Bimestre” (não 
do período é: “Ativo”
implementado).
Tabela 5.55: Mini-especificação da janela Manusear Diário

169
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.5.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Exibe uma mensagem indicando


msgEstadoPlano - S S N
o estado atual do plano anual.

Exibe o nome de cada mês do


nomeMesPeriodo S S N
período selecionado.

Exibe o número de aulas


numAulasPrevistas - S S N previstas para cada mês do
período selecionado.

Exibe o número de aulas dadas


numAulasDadas - S S N para cada mês do período
selecionado.

numTotalAulasPrevis Exibe o total de aulas previstas


- S S N
tas para o período selecionado.

Exibe o total de aulas dadas para


numTotalAulasDadas - S S N
o período selecionado.

Exibe o nome do usuário que


nomeDe Usuario S S N
gerou o lembrete.

estadoLembrete Lembrete S S N Exibe o estado atual do lembrete.

Exibe o conteúdo do lembrete


conteudoLembrete Lembrete S S N
exibido.

Tabela 5.56: Especificação de campos da janela Manusear Diário

170
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.3.6 Janela Lançar Plano Anual

Figura 5.34: Janela Lançar Plano Anual

5.4.3.6.1 Descrição da janela Lançar Plano Anual

Barra de Títulos: Lançar Plano Anual


Menu: Existência de um menu global (i.é, presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz a uma tela na qual o professor pode manipular todos os
lembretes que são pertinentes à ele;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o professor pode consultar todos os
diários existentes, ou manusear seus próprios diários;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo professor para o lançamento do plano anual dos diários de
171
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

classe. É aberta quando o professor clica no link “Lançar Plano Anual”, presente como
opção na janela “Manusear Diário”.

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Lançar Plano Anual” que
lista as informações do diário selecionado. Logo abaixo, o controle tabular que exibe as
possíveis ações para o professor caso o plano anual esteja aguardando lançamento,
reprovado ou ainda não lançado. Mais abaixo, o controle tabular que exibe o conteúdo do
plano anual lançado pelo professor dono do diário.

O controle tabular Lançar Plano Anual exibe as informações do diário selecionado.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Situação – exibe a situação atual em que se encontra o plano anual do diário


selecionado.

Lançar Objetivo é um botão que exibe um controle tabular chamado “Objetivo a ser
definido”, para que o professor possa lançar em seu plano anual todos os seus objetivos
específicos para aquele diário naquele ano. Este atualiza a lista de objetivos específicos e
conduz o professor de volta à janela “Lançar Plano Anual”.

O controle tabular “Objetivo a ser definido” possui um campo para a digitação da


seqüência, e um textarea para a digitação da descrição do objetivo.

• Salvar – salva os dados do objetivo definido no plano anual.

• Fechar – fecha o controle tabular “Objetivo a ser definido”.

Lançar Conteúdo é um botão que exibe um controle tabular chamado “Conteúdo a ser
definido”, para que o professor possa lançar em seu plano anual todo o conteúdo
programático para aquele diário naquele ano. Este atualiza a lista de conteúdo
programático e conduz o professor de volta à janela “Lançar Plano Anual”.

O controle tabular “Conteúdo a ser definido” possui um campo para a digitação da


seqüência, um campo para a digitação do título do conteúdo e uma área de texto para a
digitação da descrição do conteúdo.
172
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

• Salvar – salva os dados do conteúdo programático no plano anual.

• Fechar – fecha o controle tabular “Conteúdo a ser definido”.

Lançar Estratégia é um botão que exibe um controle tabular chamado “Estratégia a ser
aplicada”, para que o professor possa lançar em seu plano anual todas as estratégias de
ensino para aquele diário naquele ano. Este atualiza a lista de estratégias e conduz o
professor de volta à janela “Lançar Plano Anual”.

O controle tabular “Estratégia a ser definida” possui um campo para a digitação da


seqüência, e uma área de texto para a digitação da descrição da estratégia.

• Salvar – salva os dados da estratégia no plano anual.

• Fechar – fecha o controle tabular “Estratégia a ser definida”.

Lançar Recurso é um botão que exibe um controle tabular chamado “Recurso a ser
utilizado”, para que o professor possa lançar em seu plano anual todos os recursos que
pretende utilizar para aquele diário naquele ano. Este atualiza a lista de recursos
utilizados e conduz o professor de volta à janela “Lançar Plano Anual”.

O controle tabular “Recurso a ser utilizado” possui um campo para a digitação da


seqüência, um campo para a digitação da espécie de recurso e uma área de texto para a
digitação da descrição do recurso.

• Salvar – salva os dados do recurso a ser utilizado no plano anual.

• Fechar – fecha o controle tabular “Recurso a ser utilizado”.

O controle tabular que exibe o conteúdo do plano anual lançado pelo professor dono do
diário é composto das seguintes colunas:

• Objetivos Específicos - exibe os objetivos específicos que o professor lançou


para este diário.

• Conteúdo programático - exibe o conteúdo programático que o professor lançou


para este diário.

• Estratégias - exibe as estratégias á serem aplicadas, que o professor lançou para


este diário.

173
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• Recursos utilizados - exibe os recursos que o professor pretende utilizar para


este diário.

Em cada item, de qualquer uma dessas colunas, existe uma imagem-botão , que é
utilizada para retirar o item da lista ao qual pertence, conduzindo assim o professor de
volta a janela “Lançar Plano Anual”.

O botão Requerer Aprovação é um botão que salva o conteúdo do plano anual e altera
seu estado para “Aguardando aprovação”, gerando um lembrete para o coordenador da
escola de que o mesmo precisa aprovar o plano lançado. Depois, este conduz o professor
de volta à janela “Lançar Plano Anual”.

5.4.3.6.2 Mini-Especificação

Janela: Lançar Plano Anual


Abertura: Busca e exibe as informações sobre um plano anual de um diário em particular
para alteração de seus dados.

174
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Controles:

Rótulo Habilitado Evento Comportamento


Habilitado quando o
plano anual está “Não
Exibe o controle tabular
Lançar Objetivo lançado”, ou “Em Click
“Objetivo a ser definido”
lançamento”, ou
“Reprovado”.
Habilitado quando o
plano anual está “Não
Exibe o controle tabular
Lançar Conteúdo lançado”, ou “Em Click
“Conteúdo a ser definido”
lançamento”, ou
“Reprovado”.
Habilitado quando o
plano anual está “Não
Exibe o controle tabular
Lançar Estratégia lançado”, ou “Em Click
“Estratégia a ser aplicada”
lançamento”, ou
“Reprovado”.
Habilitado quando o
plano anual está “Não
Exibe o controle tabular
Lançar Recurso lançado”, ou “Em Click
“Recurso a ser utilizado”
lançamento”, ou
“Reprovado”.
Salva os dados do controle
Habilitado quando algum
Salvar Click tabular exibido e retorna para
lançamento está visível.
esta janela.
Habilitado quando algum Esconde o controle tabular de
Fechar Click
lançamento está visível. lançamento.
Habilitado quando o
plano anual está “Não
lançado”, ou “Em
Altera o estado do plano para
Requerer lançamento”, ou
Click “Aprovado”, e gera lembrete
Aprovação “Reprovado”, e todas as
avisando.
listas referentes ao plano
foram preenchidas
corretamente.
Tabela 5.57: Mini-especificação da janela Lançar Plano Anual

175
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

5.4.3.6.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Exibe uma mensagem indicando


msgEstadoPlano - S S N
o estado atual do plano anual.

Objetivo_De Exibe os objetivos lançados para


descricaoObjetivos S S N
finido este plano anual.

Conteúdo_Pr Exibe o conteúdo lançado para


descricaoConteudos S S N
ogramatico este plano anual.

Estratégia_A Exibe as estratégias lançadas


descricaoEstrategias S S N
plicada para este plano anual.

Recurso_Util Exibe os recursos lançados para


descricaoRecursos S S N
izado este plano anual.

Tabela 5.58: Especificação de campos da janela Lançar Plano Anual

176
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.3.7 Janela Visualizar Plano Anual

Figura 5.35: Janela Visualizar Plano Anual

5.4.3.7.1 Descrição da janela Visualizar Plano Anual

Barra de Títulos: Visualizar Plano Anual


Menu: Existência de um menu global (i.e. presente em todas as telas) à esquerda,
fornecendo as seguintes opções de navegabilidade:
• Lembretes – conduz a uma tela na qual o professor pode manipular todos os
lembretes que são pertinentes à ele;

• Consultar Diário – conduz a uma tela na qual o professor pode consultar todos os
diários existentes, ou manusear seus próprios diários;

• Manual – exibe o manual do usuário em formato pdf;

• Sair – retira o usuário do sistema.

Tipo: Filha

Esta janela é empregada pelo professor para a visualização do plano anual dos diários de
classe. É aberta quando o professor clica no link “Visualizar Plano Anual”, presente como
opção na janela “Manusear Diário”.

A parte superior da janela contém um controle tabular chamado “Visualizar Plano Anual”
que lista as informações do diário selecionado. Mais abaixo, o controle tabular que exibe
o conteúdo do plano anual lançado pelo professor dono do diário.

177
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

O controle tabular Visualizar Plano Anual exibe as informações do diário selecionado.

• Turma - exibe o nome da turma.

• Disciplina - exibe a disciplina referente ao diário.

• Professor - exibe o nome do professor que é dono do diário.

• Situação – exibe a situação atual em que se encontra o plano anual do diário


selecionado.

O controle tabular que exibe o conteúdo do plano anual lançado pelo professor dono do
diário é composto das seguintes colunas:

• Objetivos Específicos - exibe os objetivos específicos que o professor lançou


para este diário.

• Conteúdo programático - exibe o conteúdo programático que o professor lançou


para este diário.

• Estratégias - exibe as estratégias á serem aplicadas, que o professor lançou para


este diário.

• Recursos utilizados - exibe os recursos que o professor pretende utilizar para


este diário.

5.4.3.7.2 Mini-Especificação

Janela: Visualizar Plano Anual


Abertura: Busca e exibe as informações sobre um plano anual de um diário em
particular.
Controles: (não se aplica)

178
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

5.4.3.7.3 Especificação de campos

Obrigatório

Editável
Visível
Coluna Tabela Regras

Exibe o nome da unidade de


nomeUnidade Unidade S S N
ensino.

Exibe o ano letivo no qual o DCD


numeralAnoLetivo Ano_Letivo S S N
está configurado.

descricaoPerfil Perfil S S N Exibe o perfil do usuário.

Exibe o nome do usuário com


nomeUsuario Usuario S S N
mensagem de boas vindas.

nomeTurma Turma S S N Exibe o nome da turma do diário.

Exibe o nome da disciplina do


nomeDisciplina Disciplina S S N
diário.

Exibe o nome do professor dono


nomeProfessor Usuario S S N
do diário.

Exibe uma mensagem indicando


msgEstadoPlano - S S N
o estado atual do plano anual.

Objetivo_De Exibe os objetivos lançados para


descricaoObjetivos S S N
finido este plano anual.

Conteúdo_Pr Exibe o conteúdo lançado para


descricaoConteudos S S N
ogramatico este plano anual.

Estratégia_A Exibe as estratégias lançadas


descricaoEstrategias S S N
plicada para este plano anual.

Recurso_Util Exibe os recursos lançados para


descricaoRecursos S S N
izado este plano anual.

Tabela 5.59: Especificação de campos da janela Visualizar Plano Anual

5.4.4 Considerações Finais Sobre o Projeto de Interface

A interface gráfica do DCD foi desenvolvida a partir conceitos e técnicas de Computação


Gráfica e Interface com o Usuário, tendo como principal objetivo, tornar o sistema o mais
amigável possível. Dessa forma, listamos abaixo alguns dos recursos utilizados, assim
como características de cada um, seus benefícios e onde cada recurso foi aplicado.

179
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Recurso Característica Benefício


Ícones Permite que o usuário Melhorar a usabilidade do sistema,
elucidativos entenda o controle pela pois os usuários visualizam melhor o
utilização de ícones e texto efeito do controle empregado.
em todos os links.
Botões simples. Permite que, ao clicar, seja Melhorar a usabilidade do sistema,
executada uma determinada pois segue o padrão de aplicativos já
tarefa. conhecidos (Word e Excel) e dos sites
da Internet.
Atividades Todas as atividades Atende ao perfil do usuário, que é
seqüenciais relacionadas ao uso do monocrônico. Ou seja, realiza uma
sistema seguem uma coisa de cada vez.
seqüência.
Cores neutras. São cores menos Tende a agradar às pessoas com
“chamativas”. faixa etária compatível com a do
usuário do sistema.
Mensagens Oferecer mensagens claras Fazer com que o usuário não tenha
claras e tanto para o uso do sistema dúvida sobre as possíveis mensagens
completas como para recuperação de exibidas.
erros.
Ajuda Fornecer ajuda ao usuário Permite que o usuário tire suas
do sistema. dúvidas com relação à página em que
está acessando.
Padronização O visual e o comportamento Permite que o usuário generalize a
em todas as das páginas seguem um navegabilidade do sistema e reduza a
telas. padrão. frustração por comportamentos
inesperados.
Padronização de Letras em diferentes cores e Chamar a atenção do usuário para
cores e letras. tamanhos. determinados pontos do sistema.
Prevenção de Exibe para o usuário o que Mostrar o que o controle pode ou não
Erros. um determinado controle fazer antes do usuário realizar uma
permite fazer. tarefa inválida.
Cor de fundo Sobrecarrega menos a visão Permite com que o usuário navegue
Azul claro do usuário. por mais tempo no sistema, com o
mínimo de desgaste visual. Optamos
por esta cor, para que o DCD fique
com cores parecidas à do diário de
classe de verdade.
Cor amarela Diferencia da cor azul clara, Permite com que o usuário assimile
claro no fundo que é a Cor padrão de todo as páginas de help do sistema
das páginas de o sistema. rapidamente.
help.
Validações dos Envia uma mensagem ao Evitar que o usuário,
campos dos usuário informando que o equivocadamente, cadastre algum
Formulários. campo foi preenchido com dado inválido no sistema.
um dado incorreto.
-- continua --

180
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Recurso Característica Benefício


Intercalação de Intercalação da cor azul Permite uma melhor separação visual
cores nas linhas claro e azul escuro nas das informações.
das listas. linhas das listas
Campos apenas Permitir apenas a visuali- Diminuir o esforço do usuário e
de leitura. zação dos campos. prevenir possíveis erros ao preenchê-
los.
Campos com O sistema sugeri a data Diminuir o esforço do usuário e
data fornecida atual para alguns campos. prevenir possíveis erros ao preenchê-
pelo sistema. los.
Seleção e Validação do campo data e Diminuir o esforço do usuário e
validação nos após preenchê-lo será prevenir possíveis erros ao preenchê-
campos de fornecido automaticamente los.
data. as barras de separação de
dia, mês e ano.
Consistência Cria um padrão visual que Fornecer ao usuário o melhor
visual. facilita o entendimento de desempenho e conforto diante do
outras funcionalidades sistema.
apenas pela visão.
Tabela 5.60: Considerações finais sobre a interface

181
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

6 Implementação

O protótipo do projeto Diário de Classe Digital foi implementado com a tecnologia Java EE
utilizando a linguagem de programação Java, MySQL 5.0 como sistema gerenciador de
banco de dados, e Tomcat 5.5 como servidor web.

Aplicando as melhores práticas de desenvolvimento de software foi adotado o padrão


MVC para segmentar as responsabilidades atribuindo às classes de visão somente
funcionalidades de vista, funcionalidades de administração de dados às classes de
modelo e funcionalidades de gerência da comunicação entre modelo e visão às classes de
controle.

6.1 Produtividade

Na busca de um desenvolvimento produtivo a equipe buscou atender os seguintes


requisitos:

• Ter um ambiente de edição de código JAVA ágil e integrado com o


desenvolvimento Java EE que permitisse todo o processo de desenvolvimento ser
feito em um único ambiente;

• Maximização do processo de desenvolvimento eliminando as atividades repetitivas


e comuns a todo processo de implementação fazendo com que todo o esforço da
equipe de desenvolvimento ficasse focado apenas nas regras de negocio da
aplicação;

• Ter um ambiente de desenvolvimento que permitisse um desenvolvimento


distribuído e cooperativo ao mesmo tempo em que garantisse um controle seguro
dos artefatos do projeto;

• As tecnologias e práticas adotadas deveriam possuir comprovada aceitação no


mercado, boa documentação e pelo menos um membro da equipe deveria dominar
de forma efetiva a tecnologia.

Com base nessas prerrogativas, e para aumentar a produtividade e garantir melhores


práticas de programação, também foram utilizadas várias ferramentas e frameworks que
serão listados na Tabela 6.1, juntamente com uma breve explicação e justificativa de uso.

182
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Dreamweaver Ferramenta utilizada para diagramação das janelas do


protótipo. Possibilita a diagramação de janelas gráficas
para aplicações web sem escrever código HTML
aplicando o conceito WYSIWYG (What you see is what
you get).

Eclipse 3.2 Poderosa e extensível IDE gratuita de apoio ao


desenvolvimento de software, uma das mais usada em
projetos JAVA. Permite através do seu desenvolvimento
baseado em plugins diferentes ambientes na mesma
ferramenta.

MyEclipse Plugin para o Eclipse (comercial de baixo custo) que


automatiza o processo de desenvolvimento com o
Struts e Hibernate além de toda à parte de testes,
construção e distribuição do aplicativo.

MySQL Ambiente de administração gratuito integrado ao


Administrator servidor de banco de dados MySQL que permite a
criação de banco de dados, backup e execução de
queries.

Subversion Também conhecido como SVN é um sistema de controle


de versão. Através do compartilhamento dos artefatos
de desenvolvimento em um repositório centralizado, o
SVN permite um desenvolvimento cooperativo,
disciplinado e seguro.

Subclipse Plugin que permite a integração do Subversion ao


ambiente de desenvolvimento do Eclipse.

Aptana Plugin Eclipse (gratuito) que permite edição inteligente


de recursos HTML e CSS (folha de estilo) alem de um
excelente ambiente de debug para javascript.

Struts Struts é um framework de desenvolvimento da camada


controladora, numa estrutura seguindo o padrão Model
2 (uma variante do MVC oficializada pela Sun), de
aplicações web (principalmente) construído em Java
para ser utilizado em um container web em um servidor
Java EE.

Hibernate O Hibernate é um framework para o mapeamento


objeto-relacional escrito na linguagem Java, mas
também é disponível em .Net como o nome NHibernate.
Este programa facilita o mapeamento dos atributos
entre uma base tradicional de dados relacionais e o
modelo objeto de uma aplicação, mediante o uso de
arquivos (XML) para estabelecer esta relação.

Tabela 6.1: Ferramentas e Frameworks


183
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

6.2 Controle de Acesso

Quando o usuário faz o login, o sistema identifica o ser perfil, e mostra o menu
correspondente. Neste menu ficam habilitadas somente as funções pertinentes ao perfil
do usuário logado. Ex: “Importar Acadêmico” é uma função disponível apenas para
usuários do tipo “Coordenador”; “Lançar Plano Anual” é uma função disponível para
usuários do tipo “Professor”.

Usando a janela de Login o usuário poderá alterar sua senha, clicando no link “Alterar
Senha”.

O login do usuário será bloqueado quando sua identificação for válida, ou seja, o usuário
existir na base de dados do DCD, e ele errar sua senha 3 vezes consecutivas. Na terceira
tentativa inválida, o usuário será informado sobre o bloqueio e os procedimentos de
reativação da senha. Para desbloqueá-la o usuário deverá entrar em contato com o setor
de help desk do Braga Carneiro, que providenciará o envio de uma nova senha para seu
e-mail.

Adicionalmente, haverá um link "Esqueceu sua senha?" na tela de login. Ao ser clicado,
ele fará com que o usuário receba a senha no e-mail cadastrado e informará o usuário
acerca deste fato.

184
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

7 Plano de Testes

O objetivo do plano de testes é validar o funcionamento de todos os requisitos


implementados para o sistema de Diário de Classe Digital. O escopo dos testes deve
abranger todo o escopo de requisitos funcionais e não funcionais definidos na
documentação do projeto.

Serão realizados testes de unidade, de sistema, de segurança, de integração, de


performance e de aceitação.

Os testes de unidade serão realizados pelos programadores utilizando o IDE Eclipse. Os


de sistema também serão realizados pelos programadores utilizando cenários de testes
definidos pelo analista.

Os analistas serão responsáveis pelos testes de segurança, verificando operações de


autenticação e permissões de acesso às funcionalidades do sistema. Os testes de
performance também serão realizados pelos analistas que verificarão tempos de acesso e
de processamento de operações.

Os testes de aceitação serão realizados com os usuários que utilizarão o sistema para
controlar situações do seu dia-a-dia. Após isso, será realizada uma reunião com os
mesmos para formalização dos resultados.

7.1 Planejamento

As atividades de testes deverão seguir um planejamento segundo suas fases e


responsabilidades (vistas na Tabela 7.2) conforme detalhado na Tabela 7.1.

185
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

7.1.1 Cronograma de testes


Atividade Testes

Gerar massa de

Criar ambiente
Criar casos de

Performance
Integração

Segurança

Aceitação
Unidade
Semana

Sistema
de testes
dados
teste

1 X X X X
2 X X X
3 X X X
4 X X X
5 X X

Tabela 7.1: Cronograma de testes

7.1.2 Responsabilidades
Atividades Autores
Criação de casos de teste Analista Pleno
Inserção dos dados Analista Pleno
Criação de ambiente de teste Programador Java
Testes de unidade Programador Java
Testes de sistema Analista Pleno e Programador Java
Testes de Integração Programador Java EE
Testes de segurança Analista Pleno e Analista Senior
Testes de performance Analista Pleno e Analista Senior
Testes de aceitação Analista Senior e Gerente
Tabela 7.2: Responsabilidades por testes

7.1.3 Ambiente de testes

Os testes serão realizados em estações que atendam aos requisitos mínimos para o
sistema funcionar, tendo em vista que o mesmo poderá ser acessado de qualquer
computador que tenha acesso à Internet. A mesma estrutura de servidores será
aproveitada onde um ambiente de testes será criado, simulando o ambiente de produção.

7.2 Testes de unidade

Serão realizados testes nos módulos do programa, sendo inicialmente analisada a


estrutura do código (teste caixa branca), e posteriormente as entradas e saídas do
186
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

módulo, independente da lógica interna (teste de caixa preta). Estes testes serão
realizados no momento em que cada módulo for desenvolvido de forma a validá-lo com
base na unidade. Por estarmos trabalhando com o Eclipse, iremos utilizar o JUnit para os
testes de unidade. Tentaremos escrever os testes concomitantemente à escrita do código.

7.3 Teste de sistema

Consiste na validação do aplicativo como um todo, com o objetivo de verificar se o


mesmo atende aos requisitos determinados. Deve ser realizado somente após a validação
de todos os módulos. O Teste de Sistema deve ser realizado sob as condições
estabelecidas neste plano para ambiente de teste e com uma base de dados preparada e
própria para tal finalidade. Devem ser realizados todos os casos de teste estabelecidos e
registrados os resultados obtidos.

Todos os casos de uso serão testados. Na Tabela 7.3 listamos detalhadamente os testes a
serem executados em apenas dois deles.

7.4 Testes de integração

Estes testes buscam verificar a interação dos módulos dentro de um subsistema,


avaliando as interfaces entre os módulos e a resposta destes quando integrados no
subsistema. Assim que um grupo de módulos que interajam estiver pronto e em
condições de ser testado, cada módulo será testado de modo a se verificar suas
respostas ao subsistema.

7.5 Testes de segurança

Este conjunto de testes deverá ser capaz de validar a tela de login. Serão realizadas
tentativas de login válidas com os diferentes perfis de acesso, permitindo validar a
correta liberação de funcionalidades por perfis. Também serão realizadas tentativas de
login inválidas, avaliando o nível de segurança. Por último serão aplicados algoritmos de
“força bruta”, como robôs que simulem usuários reais tentando se autenticar no sistema,
para tentar descobrir senhas e fragilidades na segurança.

187
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Caso de uso Cenário Resultado esperado


Lançar Plano Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Anual Objetivo”, depois clicar do “O campo ‘Sequência’ é obri-
no botão “Salvar” sem gatório.” e dando foco ao
preencher o campo mesmo.
“Sequência”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Objetivo”, preencher o do “O campo ‘Sequência’ deve
campo “Sequência” com ser um número.” e dando foco
a palavra ‘um’ e depois ao mesmo.
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Objetivo”, preencher o do “O campo ‘Descrição’ é obri-
campo “Sequência” com gatório.” e dando foco ao
o número ‘1’ e depois mesmo.
clicar no botão “Salvar”
sem preencher o campo
“Descrição”.
Clicar no botão “Lançar Atualiza a lista “Objetivos Espe-
Objetivo”, preencher o cíficos” com os dados preenchi-
campo “Sequência” com dos.
o número ‘1’, preencher
o campo “Descrição”
com a palavra
‘Descrição’ e depois
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Conteúdo”, depois clicar do “O campo ‘Sequência’ é obri-
no botão “Salvar” sem gatório.” e dando foco ao
preencher o campo mesmo.
“Sequência”.
Clicar no botão “Con- Exibe caixa de alerta informan-
teúdo”, preencher o do “O campo ‘Sequência’ deve
campo “Sequência” com ser um número.” e dando foco
a palavra ‘um’ e depois ao mesmo.
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Conteúdo”, preencher o do “O campo ‘Título ‘ é obriga-
campo “Sequência” com tório.” e dando foco ao mesmo.
o número ‘1’ e depois
clicar no botão “Salvar”
sem preencher o campo
“Título”.
-- continua --

188
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Caso de uso Cenário Resultado esperado


Lançar Plano Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Anual Conteúdo”, preencher o do “O campo ‘Descrição’ é obri-
(continuação) campo “Sequência” com gatório.” e dando foco ao
o número ‘1’, preencher mesmo.
o campo “Título” com a
palavra ‘Título’ e depois
clicar no botão “Salvar”
sem preencher o campo
“Descrição”.
Clicar no botão “Lançar Atualiza a lista “Conteúdo Pro-
Conteúdo”, preencher o gramático” com os dados
campo “Sequência” com preenchidos.
o número ‘1’, preencher
o campo “Título” com a
palavra ‘Título’, preen-
cher o campo “Descri-
ção” com a palavra
‘Descrição’e depois
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Estratégia”, depois cli- do “O campo ‘Sequência’ é obri-
car no botão “Salvar” gatório.” e dando foco ao
sem preencher o campo mesmo.
“Sequência”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Estratégia”, preencher o do “O campo ‘Sequência’ deve
campo “Sequência” com ser um número.” e dando foco
a palavra ‘um’ e depois ao mesmo.
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Estratégia”, preencher o do “O campo ‘Descrição’ é obri-
campo “Sequência” com gatório.” e dando foco ao
o número ‘1’ e depois mesmo.
clicar no botão “Salvar”
sem preencher o campo
“Descrição”.
Clicar no botão “Lançar Atualiza a lista “Estratégias” com
Estratégia”, preencher o os dados preenchidos.
campo “Sequência” com
o número ‘1’, preencher
o campo “Descrição”
com a palavra ‘Descri-
ção’ e depois clicar no
botão “Salvar”.
-- continua --

189
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Caso de uso Cenário Resultado esperado


Lançar Plano Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Anual Recurso”, depois clicar do “O campo ‘Sequência’ é obri-
(continuação) no botão “Salvar” sem gatório.” e dando foco ao
preencher o campo mesmo.
“Sequência”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Recurso”, preencher o do “O campo ‘Sequência’ deve
campo “Sequência” com ser um número.” e dando foco
a palavra ‘um’ e depois ao mesmo.
clicar no botão “Salvar”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Recurso”, preencher o do “O campo ‘Espécie‘ é obriga-
campo “Sequência” com tório.” e dando foco ao mesmo.
o número ‘1’ e depois
clicar no botão “Salvar”
sem preencher o campo
“Espécie”.
Clicar no botão “Lançar Exibe caixa de alerta informan-
Recurso”, preencher o do “O campo ‘Descrição’ é obri-
campo “Sequência” com gatório.” e dando foco ao
o número ‘1’, preencher mesmo.
o campo “Espécie” com
a palavra ‘Espécie’ e
depois clicar no botão
“Salvar” sem preencher
o campo “Descrição”.
Clicar no botão “Lançar Atualiza a lista “Recursos Utili-
Recurso”, preencher o zados” com os dados
campo “Sequência” com preenchidos.
o número ‘1’, preencher
o campo “Espécie” com
a palavra ‘Espécie’,
preencher o campo
“Descrição” com a pala-
vra ‘Descrição’e depois
clicar no botão “Salvar”.
Seguindo os passos an- Exibe todo o plano de aula lan-
teriores, lançar um “Ob- çado e habilita o botão “Reque-
jetivo Definido”, lançar rer Aprovação”.
um “Conteúdo Progra-
mático”, lançar uma
“Estratégia”, e lançar
um “Recurso Utilizado”.
Seguir o passo anterior Marca plano anual como ‘Aguar-
e depois clicar no botão dando Aprovação’, gera lembre-
“Requerer Aprovação”. te para o coordenador, e exibe
mensagem “Plano de aulas
aguardando aprovação.”
-- continua --

190
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Caso de uso Cenário Resultado esperado


Aprovar Plano Clicar no botão Marca plano anual como ‘Apro-
Anual “Aprovar Plano Anual”. vado’, gera lembrete para o pro-
fessor dono do plano, e exibe
mensagem “Plano Anual Apro-
vado”.
Clicar no botão “Repro- Retorna mensagem de erro “O
var Plano Anual”, e de- campo ‘Motivo da reprovação’ é
pois clicar no botão obrigatório”, e dá o foco ao
“Salvar” sem preencher campo.
o campo “Motivo de
Reprovação”.
Clicar no botão “Repro- Marca plano anual como ‘Repro-
var Plano Anual”, pre- vado’, gera lembrete para pro-
encher o campo “Motivo fessor dono do plano com a
de Reprovação” com o mensagem “Seu plano anual foi
texto ‘Motivo de reprovado pelo seguinte motivo:
Reprovação’ e depois ‘Motivo de Reprovação’”.
clicar no botão “Salvar”.
Tabela 7.3: Casos de uso de testes

7.6 Testes de performance

Estes testes serão realizados para verificação dos tempos de respostas do sistema após
qualquer ação tomada pelo usuário. Serão mapeadas as ações que produzem maior
demanda do banco de dados para que os resultados sejam comparados de acordo com a
quantidade de dados retornados e quantidade de acessos simultâneos a mesma
operação.

A Tabela 7.4 apresenta os tempos estimados para os casos de usos mais críticos:

Caso de Uso Tempo de resposta


Importar Acadêmico 20s
Consultar Diário 2s
Lançar Plano Anual 1s
Aprovar plano anual 1s
Tabela 7.4: Parâmetros de performance

7.7 Teste de Aceitação

Consiste na avaliação do usuário se os requisitos funcionais levantados foram


efetivamente implementados no sistema.

O aceite será formalizado em uma reunião onde os coordenadores e professores deverão


191
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

avaliar seu grau de satisfação em relação às expectativas com o sistema.

Será utilizado o teste de aceitação para validar o sistema Diário de Classe Digital no
ponto de vista do usuário. Nesta etapa, o objetivo principal é determinar se a ferramenta
satisfaz ou não a um conjunto de critérios de aceitação previamente definidos,
permitindo ao cliente determinar se aceita ou não o sistema. O papel do usuário nesta
aferição de qualidade do processo de software é crucial, consistindo em um passo
adicional de melhoria extremamente importante. Agregando-o aos processos e técnicas
já citados, estaremos maximizando o nível de aderência do produto às expectativas do
cliente e aos requisitos funcionais da solução.

Será criada uma massa de dados específica para a execução desses testes. Eles deverão
ser realizados em ambiente dedicado e controlado, cabendo à diretoria do Braga Carneiro
prover recursos para execução dos passos de testes. O conjunto de casos de teste a
serem empregados para fins de homologação será acordado entre as equipe de projeto e
do Braga Carneiro.

O teste de aceitação será estruturado em três categorias: teste de interface, teste


exploratório e teste rápido de aplicações.

O teste de interface terá por objetivo verificar se os padrões estão efetivamente sendo
seguidos em comparação com o que havia sido especificado.

No teste exploratório, o usuário avaliará a aplicação por meio de navegação, fazendo


operações aleatoriamente, mas tendo uma lógica por trás: a busca de uma falha no
processo representado na aplicação. A idéia é elaborar uma lógica de teste aleatório,
considerando-se possibilidades não averiguadas e tomando como base operações
aleatórias.

Finalmente, o teste rápido atacará o que é mais prioritário: os pontos de maior risco e
fluxos convencionais, criteriosamente selecionados.

192
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

8 Implantação

8.1 Plano de Implantação

O plano de implantação destina-se a definir os passos para a instalação da solução


desenvolvida no ambiente de produção do cliente.

8.1.1 Instalação de hardware e software

Em função da solução adotada, o servidor do cliente deverá ser configurado segundo a


plataforma de sistema operacional escolhida (Microsoft Windows Server 2003), servidor
de aplicação baseado no Tomcat e servidor de banco de dados baseado no MySQL 5.

Todo o processo, da instalação e configuração de hardware e software será feito na data


marcada para a implantação. O servidor do cliente já possui os recursos necessários
bastando apenas a configuração efetiva para o funcionamento do sistema Diário de
Classe Digital.

O sistema será instalado na pasta de aplicações do Tomcat no servidor, logo depois será
feita a execução do script de criação do modelo de banco de dados do DCD, e por fim a
carga inicial de dados primários.

8.1.2 Conversão de dados

Como especificado anteriormente, o DCD trabalha com os dados do sistema acadêmico


do cliente, ou seja, será necessário um processo de migração e importação dos dados
deste sistema para o banco de dados do DCD.

Na instalação e criação do banco, é criado um usuário com o perfil de coordenador que


será o único a ter acesso ao sistema neste primeiro momento, para que possa realizar a
carga inicial dos dados acadêmicos e assim tornar o sistema DCD funcional.

Nesta situação, o coordenador poderá apenas importar dados do acadêmico. Neste


processo, o sistema DCD cria, inicialmente, as contas para cada professor que ele
encontra no acadêmico com uma senha default. Daí em diante, o DCD está operacional
para todos os perfis, bastando cada um acessar com seu usuário e senha.

É recomendado que mesmo antes de acessar a primeira vez o sistema, os usuários


alterem sua senha na tela inicial, ao clicar no botão “Alterar senha”, fornecendo o nome
193
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

do usuário, a senha atual, e a nova senha. Este processo será efetuado por cada
professor, pelo menos, no dia do treinamento.

8.1.3 Plano de treinamento

8.1.3.1 Público alvo

O treinamento destina-se ao coordenador e aos professores do Braga Carneiro.

O coordenador será treinado para realizar a carga inicial e o gerenciamento do sistema e


dos diários, e os professores serão treinados para manusear corretamente todas as suas
funcionalidades.

8.1.3.2 Período de realização

A primeira fase do treinamento terá duração de 1 (um) dia e será realizada na 12ª
(décima segunda) semana do cronograma do projeto e a segunda fase terá duração de 2
(dois) dias e será realizado na 17ª (décima sétima) semana do cronograma do projeto,
ambas coincidindo com o início dos testes de integração do sistema. Nosso objetivo é
preparar os usuários para que todos possam participar dos testes de integração.

8.1.3.3 Responsáveis pelo treinamento

Estão designados os dois analistas do projeto para o treinamento dos usuários


coordenador e professores.

8.1.3.4 Recursos utilizados

O treinamento será realizado na sala de reuniões da escola Como o número de


participantes é pequeno, não será necessário fazer alterações no lay-out da sala nem no
mobiliário.

Será necessária a instalação de um computador, com configuração mínima para executar


o sistema, conectado a Internet e acoplado a um equipamento de projeção (data show),
este também disponível para uso na escola.

8.1.3.5 Execução

O treinamento será guiado por um roteiro apresentado em Power Point que abrange

194
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

conceitos do negócio, uma visão macro do sistema e cenários que possibilitarão aos
usuários vivenciar como situações do seu dia-a-dia são resolvidas no sistema.

Durante a projeção dos cenários o analista alternará entre a apresentação (ppt) quando
apresentará o cenário, e, a execução do sistema quando um usuário de cada vez será
convidado a usar o sistema para resolver a situação proposta. É neste momento que os
usuários serão aconselhados e guiados a alterar suas senhas.

Essa proposta de treinamento tem se mostrado bastante eficiente porque enquanto um


usuário opera o sistema os demais estão acompanhando pelo telão e discutindo a
solução.

Na segunda fase de treinamento, serão utilizados dados reais de anos anteriores para
facilitar a interação dos novos usuários com o sistema, pois assim poderão compreender
funcionalmente como se faz neste novo sistema o que eles já estão acostumados a fazer
no diário de classe em papel.

8.1.4 Entrada em produção

Como existe um sistema manual baseado em diários de classe em papel já em produção


no cliente, a entrada em produção do novo sistema será gradual e progressiva.

O novo sistema deverá rodar em paralelo com o sistema baseado nos diários de classe de
papel, de forma que todas as funcionalidades do novo sistema possam ser analisadas e
comparadas com os resultados esperados pelo o antigo sistema.

Assim, aos poucos, os diários de classe em papel serão substituídos pelo sistema Diário
de Classe Digital, até que todos se sintam absolutamente convencidos do valor agregado
do sistema para a escola.

8.2 Plano de Contingência

O plano de contingência tem por objetivo dar providência imediata, invocando os


procedimentos de recuperação do sistema corporativo, considerando o tempo de espera
previsto para o restabelecimento da atividade, definidos pelos Gestores da informação.

A indisponibilidade parcial ou total do sistema deverá ser prevista e os procedimentos,


neste caso, deverão ser seguidos de forma a minimizar o impacto nos processos de
195
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

negócio do cliente.

O Instituto Braga Carneiro possui um plano de contingência definido, no contexto do qual


será incluído o sistema Diário de Classe Digital. Este plano envolve uma empresa
terceirizada de hospedagem que se compromete a assumir, em até doze horas (a partir
da comunicação de sinistro/desastre), as operações da empresa, por um período
contratado de 48 horas. Após este prazo, os usuários deverão estar aptos a retomar suas
atividades, pois as medidas corretivas do problema já terão sido aplicadas. Faz parte
desta solução, o envio periódico de uma cópia do DCD para uma máquina da escola.
Como complemento, é possível imprimir total ou parcialmente cada diário de classe, de
modo a fornecer aos professores um suporte para o exercício e o registro do magistério.

Adicionalmente, a existência, tanto do diário de classe em papel, como as guias que


podem ser emitidas através do DCD, permitem o armazenamento dos registros diários
para posterior lançamento no sistema quando este voltar a estar disponível.

A lista abaixo descreve os possíveis eventos, os procedimentos a serem seguidos e as


atividades a executar por ocasião da restauração do sistema (quando aplicável) como o
primeiro plano de contingência antes da solução terceirizada ser acionada.

8.2.1 Falta de Energia

Por qualquer motivo ocorre uma interrupção na energia elétrica na estação do cliente
acessando o sistema.

8.2.1.1 Ação de contingência

O usuário deverá procurar outra máquina que esteja funcionando, ou tratar de solicitar o
restabelecimento do fornecimento de energia elétrica.

8.2.2 Falha de acesso à Internet

A rede do cliente fica sem acesso ao site onde o sistema está hospedado.

8.2.2.1 Ação de contingência

O usuário deverá procurar outra rede que esteja acessando o site, ou tratar de solicitar o
restabelecimento do acesso na sua própria rede.

196
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

8.2.3 Site fora do ar

Indisponibilidade do site em virtude de problemas no hospedeiro do site.

8.2.3.1 Ação de contingência

Neste caso, a primeira ação é a de comunicar ao hospedeiro sua indisponibilidade. Em


segundo lugar, caso o acesso tenha sido motivado por necessidade de emissão de Guia, é
possível utilizar a solução de impressão total ou parcial do diário, em uma máquina da
rede interna da escola. A substituição temporária do hospedeiro pode demorar até 12
horas. No caso do acesso para registrar informações, aguarda-se o restabelecimento do
original, ou o início da operação do hospedeiro substituto.

8.2.4 Erro observado pelo usuário do DCD

Respostas ou comportamentos julgados incorretos pelo usuário.

8.2.4.1 Ação de contingência

O usuário deverá encaminhar um e-mail de solicitação manutenção corretiva do sistema


à empresa responsável pela manutenção. Caso o erro prejudique o lançamento dos
dados, o usuário deverá registrar os dados em meio auxiliar (guia emitida, diário de
classe em papel ou diário impresso a partir de backup), aguardando o ajuste do erro.

197
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

198
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9 Anexos

9.1 Sistema Acadêmico

9.1.1 Modelo Conceitual

Figura 9.1.: Diagrama de Classes do Acadêmico relevantes para o DCD

199
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

9.1.2 Modelo de Entidades e Relacionamentos

Figura 9.2.: Diagrama de Entidades e Relacionamentos

200
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9.1.3 Dados de Teste

O processo de importação do Acadêmico foi feito, basicamente, sobre os dados de 2007


da Unidade Barra. A seguir, o conteúdo de cada tabela.

9.1.3.1 Tabela Aluno 7

NOME EMAIL
ADRIANE GONCALVES BRAGA ADRIANE@BRAGA.COM
ALAN DOS SANTOS CARDIM ALAN@CARDIM.COM
ALBANIZIA BEZERRA DOS SANTOS ALBANIZIA@SANTOS.COM
ALESSANDRA DUARTE MENDONCA ALESSANDRA@MENDONCA.COM
ALESSANDRO MARTINS ALVES ALESSANDRO@ALVES.COM
ALEX FELIPE MAIA WATANABE ALEX@WATANABE.COM
ALEX SANDRO MARTINS DE OLIVEIRA ALEX@OLIVEIRA.COM
ALEXANDRE COSTA PEREIRA ALEXANDRE@PEREIRA.COM
ALEXANDRE DAUDT DOS REIS ALEXANDRE@REIS.COM
ALEXANDRE DO NASCIMENTO DE OLIVEIRA ALEXANDRE@OLIVEIRA.COM
ALEXANDRE DOS REIS LOPES ALEXANDRE@LOPES.COM
ALEXANDRE GONCALVES XAVIER ALEXANDRE@XAVIER.COM

9.1.3.2 Tabela AnoLetivo

ANO
2007

9.1.3.3 Tabela DiaSemanaGrade

DIASEMANA
Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira

7 Os dados desta tabela não são reais.


201
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

9.1.3.4 Tabela Disciplina 9.1.3.6 Tabela Responsável 8

NOME EMAIL
Matemática ALCIDES@BRAGA.COM
Ed. Física LUCIE@BRAGA.COM
Português SALVADOR@CARDIM.COM
Desenho ZOE@SANTOS.COM
DIRCEU@MENDONCA.COM
Inglês
MARILIA@MENDONCA.COM
Redação
SANDRA@ALVES.COM
Geografia
MYAKO@WATANABE.COM
Ciências
MARIA@OLIVEIRA.COM
História JOAO@OLIVEIRA.COM
Artes CELESTE@PEREIRA.COM
Informática DORALICE@REIS.COM
RICARDO@LOPES.COM
GIL@XAVIER.COM
9.1.3.5 Tabela Professor

9.1.3.7 Tabela Unidade


NOME
Cintia
Mayra NOME
Andrea Braga – Barra
Katia
Myriam
Cleber 9.1.3.8 Tabela Período
Andre
Dilneia ANO-
Fernando NOME ANOLETIVO
Primeiro Bimestre 2007
Segundo Bimestre 2007
Primeiro Bimestre 2007
Quarto Bimestre 2007

8 Os dados desta tabela não são reais.


202
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9.1.3.9 Tabela DiaAnoLetivo

ANO- PERTENCESEMA
DATA NOME-PERIODO ANOLETIVO DIASEMANA TEMAULA NAPROVAS
22/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira False False
23/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira False False
24/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira False False
25/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira False False
26/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira False False
29/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
30/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
31/01/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
01/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
02/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
05/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
06/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
07/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
08/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
09/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
12/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
13/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
14/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
15/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
16/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
19/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira False False
20/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira False False
21/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira False False
22/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira False False
23/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira False False
26/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
27/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
28/02/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
01/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
02/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
05/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
06/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
07/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
08/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
09/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
12/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
13/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
14/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
15/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
16/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
19/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
20/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
21/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
22/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
23/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False

-- continua --
203
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

ANO- PERTENCESEMA
DATA NOME-PERIODO ANOLETIVO DIASEMANA TEMAULA NAPROVAS
26/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
27/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
28/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
29/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
30/03/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
02/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
03/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
04/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
05/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
06/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira False False
09/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
10/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
11/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
12/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira False True
13/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira False True
16/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira False True
17/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira False True
18/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira False True
19/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
20/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
23/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
24/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
25/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
26/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
27/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
30/04/07 Primeiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
01/05/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira False False
02/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
03/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
04/05/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
07/05/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
08/05/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
09/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
10/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
11/05/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
14/05/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
15/05/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
16/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
17/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
18/05/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
21/05/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
22/05/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
23/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
24/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
25/05/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
28/05/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
29/05/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
30/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
31/05/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
01/06/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False

-- continua --
204
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

ANO- PERTENCESEMA
DATA NOME-PERIODO ANOLETIVO DIASEMANA TEMAULA NAPROVAS
04/06/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
05/06/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
06/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
07/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira False False
08/06/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
11/06/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
12/06/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
13/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
14/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
15/06/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
18/06/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
19/06/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
20/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
21/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
22/06/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
25/06/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira False True
26/06/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira False True
27/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira False True
28/06/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira False True
29/06/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira False True
02/07/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
03/07/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
04/07/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
05/07/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
06/07/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
09/07/07 Segundo Bimestre 2007 Segunda-feira True False
10/07/07 Segundo Bimestre 2007 Terça-feira True False
11/07/07 Segundo Bimestre 2007 Quarta-feira True False
12/07/07 Segundo Bimestre 2007 Quinta-feira True False
13/07/07 Segundo Bimestre 2007 Sexta-feira True False
01/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
02/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
03/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
06/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
07/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
08/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
09/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
10/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
13/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
14/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
15/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
16/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
17/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
20/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
21/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
22/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
23/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
24/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
27/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
28/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
29/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
30/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
31/08/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False

-- continua --
205
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

ANO- PERTENCESEMA
DATA NOME-PERIODO ANOLETIVO DIASEMANA TEMAULA NAPROVAS
03/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
04/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
05/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
06/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
07/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira False False
10/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
11/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
12/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
13/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
14/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
17/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira True False
18/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira True False
19/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira True False
20/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira True False
21/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira True False
24/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Segunda-feira False True
25/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Terça-feira False True
26/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quarta-feira False True
27/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Quinta-feira False True
28/09/07 Terceiro Bimestre 2007 Sexta-feira False True
01/10/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
02/10/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
03/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
04/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
05/10/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
08/10/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
09/10/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
10/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
11/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
12/10/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira False False
15/10/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
16/10/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
17/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
18/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
19/10/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
22/10/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
23/10/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
24/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
25/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
26/10/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
29/10/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
30/10/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
31/10/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
01/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
02/11/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
05/11/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
06/11/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
07/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
08/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
09/11/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False

-- continua --
206
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

ANO- PERTENCESEMA
DATA NOME-PERIODO ANOLETIVO DIASEMANA TEMAULA NAPROVAS
12/11/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
13/11/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
14/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
15/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira False False
16/11/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira False False
19/11/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
20/11/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira False False
21/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
22/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
23/11/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
26/11/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
27/11/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
28/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
29/11/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira False True
30/11/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira False True
03/12/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira False True
04/12/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira False True
05/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira False True
06/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
07/12/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
10/12/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira True False
11/12/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira True False
12/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira True False
13/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira True False
14/12/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira True False
17/12/07 Quarto Bimestre 2007 Segunda-feira False False
18/12/07 Quarto Bimestre 2007 Terça-feira False False
19/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quarta-feira False False
20/12/07 Quarto Bimestre 2007 Quinta-feira False False
21/12/07 Quarto Bimestre 2007 Sexta-feira False False

9.1.3.10 Tabela Turma

ANO-
NOME ANOLETIVO
5A-SERIE EF 2007
6A-SERIE EF 2007
7A-SERIE EF 2007
8A-SERIE EF 2007
1A-SERIE EM 2007
2A-SERIE EM 2007
3A-SERIE EM 2007

207
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

9.1.3.11 Tabela Atividade

DIASEMANA- NOME-
INICIO DIASEMANAGRADE DISCIPLINA DURACAO
07:20 Segunda-feira Matemática 01:40
07:20 Segunda-feira Português 01:40
09:20 Segunda-feira Ed. Física 01:40
09:20 Segunda-feira Ciências 01:40
11:00 Segunda-feira Matemática 00:50
11:50 Segunda-feira Português 00:50
07:20 Terça-feira História 01:40
08:10 Terça-feira Desenho 00:50
09:20 Terça-feira Inglês 01:40
09:20 Terça-feira Artes 01:40
11:00 Terça-feira Redação 01:40
07:20 Quarta-feira Português 01:40
07:20 Quarta-feira Matemática 01:40
09:20 Quarta-feira Matemática 01:40
09:20 Quarta-feira Geografia 01:40
11:00 Quarta-feira Geografia 01:40
11:50 Quarta-feira Ed. Física 00:50
07:20 Quinta-feira História 00:50
07:20 Quinta-feira Inglês 01:40
08:10 Quinta-feira Ciências 00:50
09:20 Quinta-feira História 00:50
09:20 Quinta-feira Ciências 01:40
10:00 Quinta-feira Artes 00:50
11:00 Quinta-feira Português 01:40
07:20 Sexta-feira Informática 00:50
07:20 Sexta-feira Informática 01:40
08:10 Sexta-feira História 00:50
09:20 Sexta-feira Ciências 00:50
09:20 Sexta-feira Redação 01:40
10:00 Sexta-feira Geografia 00:50
11:00 Sexta-feira Ciências 00:50
11:50 Sexta-feira Informática 00:50

208
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9.1.3.12 Tabela Alocação 9.1.3.14 Tabela Funcionamento

ANO- NOME- NOME- NOME- ANO-


ANOLETIVO TURMA PROFESSOR DISCIPLINA NOME-UNIDADE ANOLETIVO
2007 5A-SERIE EF Cíntia Matemática Braga – Barra 2007
2007 5A-SERIE EF Mayra Ed. Física
2007 5A-SERIE EF Andréa Português
2007 5A-SERIE EF Kátia Desenho 9.1.3.15 Tabela Programa
2007 5A-SERIE EF Myriam Inglês
2007 5A-SERIE EF Cléber Redação ANO- NOME- NOME-
2007 5A-SERIE EF André Geografia ANOLETIVO TURMA DISCIPLINA
2007 5A-SERIE EF Dilnéia Ciências 2007 5A-SERIE EF Matemática
2007 5A-SERIE EF Fernando História 2007 5A-SERIE EF Ed. Física
2007 5A-SERIE EF Adriana Artes 2007 5A-SERIE EF Português
2007 5A-SERIE EF Cíntia Informática 2007 5A-SERIE EF Desenho
2007 5A-SERIE EF Inglês
2007 5A-SERIE EF Redação
9.1.3.13 Tabela Magistério 2007 5A-SERIE EF Geografia
2007 5A-SERIE EF Ciências
2007 5A-SERIE EF História
NOME- NOME-
PROFESSOR DISCIPLINA 2007 5A-SERIE EF Artes
Cíntia Matemática 2007 5A-SERIE EF Informática
Mayra Ed. Física
Andréa Português
Kátia Desenho
Myriam Inglês
Cléber Redação
André Geografia
Dilnéia Ciências
Fernando História
Adriana Artes
Cíntia Informática

209
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

9.1.3.16 Tabela Dependência 9

EMAIL-RESPONSAVEL NOME-ALUNO
ALCIDES@BRAGA.COM ADRIANE GONCALVES BRAGA
LUCIE@BRAGA.COM ADRIANE GONCALVES BRAGA
SALVADOR@CARDIM.COM ALAN DOS SANTOS CARDIM
ZOE@SANTOS.COM ALBANIZIA BEZERRA DOS SANTOS
DIRCEU@MENDONCA.COM ALESSANDRA DUARTE MENDONCA
MARILIA@MENDONCA.COM ALESSANDRA DUARTE MENDONCA
SANDRA@ALVES.COM ALESSANDRO MARTINS ALVES
MYAKO@WATANABE.COM ALEX FELIPE MAIA WATANABE
MARIA@OLIVEIRA.COM ALEX SANDRO MARTINS DE OLIVEIRA
JOAO@OLIVEIRA.COM ALEX SANDRO MARTINS DE OLIVEIRA
MARIA@OLIVEIRA.COM ALEXANDRE DO NASCIMENTO DE OLIVEIRA
CELESTE@PEREIRA.COM ALEXANDRE COSTA PEREIRA
DORALICE@REIS.COM ALEXANDRE DAUDT DOS REIS
RICARDO@LOPES.COM ALEXANDRE DOS REIS LOPES
GIL@XAVIER.COM ALEXANDRE GONCALVES XAVIER

9.1.3.17 Tabela Matrícula 10

NOME- ANO-
NOME-ALUNO TURMA ANOLETIVO
ADRIANE GONCALVES BRAGA 5A-SERIE EF 2007
ALAN DOS SANTOS CARDIM 5A-SERIE EF 2007
ALBANIZIA BEZERRA DOS SANTOS 5A-SERIE EF 2007
ALESSANDRA DUARTE MENDONCA 5A-SERIE EF 2007
ALESSANDRO MARTINS ALVES 5A-SERIE EF 2007
ALEX FELIPE MAIA WATANABE 5A-SERIE EF 2007
ALEX SANDRO MARTINS DE OLIVEIRA 5A-SERIE EF 2007
ALEXANDRE COSTA PEREIRA 5A-SERIE EF 2007
ALEXANDRE DAUDT DOS REIS 5A-SERIE EF 2007
ALEXANDRE DO NASCIMENTO DE OLIVEIRA 5A-SERIE EF 2007
ALEXANDRE DOS REIS LOPES 5A-SERIE EF 2007
ALEXANDRE GONCALVES XAVIER 5A-SERIE EF 2007

9 Os dados desta tabela não são reais.


10 idem
210
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9.1.3.18 Tabela Ocupação

INICIO- DIASEMANA- NOME- ANO- NOME-


ATIVIDADE DIASEMANAGRADE DISCIPLINA ANOLETIVO TURMA GRADE
07:20 Segunda-feira Matemática 2007 5A-SERIE EF AULAS
09:20 Segunda-feira Ed. Física 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:00 Segunda-feira Matemática 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:50 Segunda-feira Português 2007 5A-SERIE EF AULAS
08:10 Terça-feira Desenho 2007 5A-SERIE EF AULAS
09:20 Terça-feira Inglês 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:00 Terça-feira Redação 2007 5A-SERIE EF AULAS
07:20 Quarta-feira Português 2007 5A-SERIE EF AULAS
09:20 Quarta-feira Matemática 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:00 Quarta-feira Geografia 2007 5A-SERIE EF AULAS
07:20 Quinta-feira História 2007 5A-SERIE EF AULAS
08:10 Quinta-feira Ciências 2007 5A-SERIE EF AULAS
09:20 Quinta-feira História 2007 5A-SERIE EF AULAS
10:00 Quinta-feira Artes 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:00 Quinta-feira Português 2007 5A-SERIE EF AULAS
07:20 Sexta-feira Informática 2007 5A-SERIE EF AULAS
08:10 Sexta-feira História 2007 5A-SERIE EF AULAS
09:20 Sexta-feira Ciências 2007 5A-SERIE EF AULAS
10:00 Sexta-feira Geografia 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:00 Sexta-feira Ciências 2007 5A-SERIE EF AULAS
11:50 Sexta-feira Informática 2007 5A-SERIE EF AULAS
07:20 Segunda-feira Português 2007 5A-SERIE EF PROVAS
09:20 Segunda-feira Ciências 2007 5A-SERIE EF PROVAS
07:20 Terça-feira História 2007 5A-SERIE EF PROVAS
09:20 Terça-feira Artes 2007 5A-SERIE EF PROVAS
07:20 Quarta-feira Matemática 2007 5A-SERIE EF PROVAS
09:20 Quarta-feira Geografia 2007 5A-SERIE EF PROVAS
11:50 Quarta-feira Ed. Física 2007 5A-SERIE EF PROVAS
07:20 Quinta-feira Inglês 2007 5A-SERIE EF PROVAS
09:20 Quinta-feira Ciências 2007 5A-SERIE EF PROVAS
07:20 Sexta-feira Informática 2007 5A-SERIE EF PROVAS
09:20 Sexta-feira Redação 2007 5A-SERIE EF PROVAS

211
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

212
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

9.2 Glossário
Aluno
Criança ou adolescente matriculado em uma turma de uma série. É representado
legalmente por seu responsável. Deve freqüentar as aulas e ser avaliado, buscando a
promoção para a série seguinte, ou para o término do curso.
Ano letivo
Período do ano civil em que a escola funciona, as aulas são ministradas e a freqüência
dos alunos é anotada. Conforme a LBD, "a carga horária mínima anual será de
oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de efetivo trabalho
escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver".
API
API, de Application Programming Interface (ou Interface de Programação de
Aplicativos) é um conjunto de rotinas e padrões estabelecidos por um software para
utilização de suas funcionalidades por programas aplicativos -- isto é: programas que
não querem envolver-se em detalhes da implementação do software, mas apenas usar
seus serviços. De modo geral, a API é composta por uma série de funções acessíveis
somente por programação, e que permitem utilizar características do software menos
evidentes ao usuário tradicional.
Aprovar Plano Anual
Cada Plano de Aula anual, elaborado pelo professor de disciplina de turma, deve ser
comparado com o PCN correspondente pelo coordenador, que o aprova, ou solicita
acertos. No DCD, é implementado pelo RF04.
Arcabouço do Plano de Aula
Esqueleto, espaço pré-formatado, onde são lançados os Objetivos definidos, as
Estratégias aplicadas, os Recursos utilizados e o Conteúdo Programático do Plano de
Aula.
Atividade
Engloba aulas e avaliações.
Atualizar Diário
Após cada aula, usando as anotações registradas na Guia, o professor lança as faltas e
o conteúdo ministrado. Após a atribuição de notas a uma avaliação, estas notas são
lançadas. Esta funcionalidade é implementada pelo RF08 do DCD.
Aula
É a unidade de trabalho do professor. Tem tempo e local para acontecer. Deve
obedecer a um plano previamente apresentado pelo professor e aprovado pela
coordenação.
Avaliação
Atividade cujo objetivo é determinar o grau de aprendizado dos alunos, para a
determinação das notas. Tem tempo e local para acontecer. Provas são avaliações mais
formais do que testes - ambos são feitos individualmente e de forma escrita.
Trabalhos visam a exploração de um conteúdo que tenha sido abordado
superficialmente pelo professor e podem ser feitos em grupo e o resultado
apresentado de forma escrita ou oral.
Avisar Avaliação
Para os alunos e responsáveis que tenham informado endereço eletrônico, a cada dia,

213
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

são informadas todas as Avaliações programadas para daqui a 3 e a 7 dias. O DCD


implementa esta funcionalidade como o RF13.
Backup
Em informática, backup refere-se à cópia de dados de um dispositivo de armazena-
mento para outro dispositivo, com o objetivo de posteriormente recuperar estas
dados, caso haja necessidade, normalmente devido a algum problema com os dados
originais.
Bimestre
Conjunto de dias que forma uma unidade autônoma dentro do ano letivo. Embora a
etimologia indique dois meses, seu uso é normalmente relaxado, pois trabalha-se com
quatro bimestres num ano de doze meses e não são quatro meses de férias. Para cada
bimestre existe um planejamento, as aulas são ministradas, as avaliações são
aplicadas e corrigidas, as médias são calculadas e informadas para a secretaria, a qual
emite os boletins que são entregues aos responsáveis nas reuniões bimestrais.
Boletim
Documento emitido pela secretaria, onde constam as médias das avaliações e a
anotação da freqüência do aluno à escola no ano.
Browser
É um programa navegador (também conhecido como web browser ou simplesmente
browser, termos em inglês). O termo browser vem do verbo to browse: olhar páginas
de um livro, revista, etc., sem um propósito em particular; olhar coisas numa loja sem
intenção explícita de compra. É um programa que habilita seus usuários a interagirem
com documentos HTML (em linguagem de hipertexto) hospedados em um servidor
Web para acesso via Internet. É o tipo mais comumente usado de agente para acessar a
maior coleção interligada de documentos de hipertexto, dos quais os documentos
HTML são uma substancial fração. Esta coleção é conhecida como World Wide Web - a
grande teia, ou rede, mundial de computadores.
Calendário escolar
Calendário adequado à realidade escolar. Indica a extensão dos bimestres, as semanas
reservadas para as provas, as semanas preferenciais para os testes, as datas dos
conselhos de classe, das reuniões de pais, os feriados, os "enforcamentos". É utilizado
para comprovar o respeito ao mínimo de dias do ano letivo.
Combobox
Um combo box é um artefato usado com freqüência em interfaces gráficas com
usuários. Ocupando o espaço de aproximadamente uma linha de texto, permite que
uma lista de opções seja exibida abaixo, que o usuário faça uma escolha, e que o item
escolhido passe a ser exibido após o recolhimento da lista.
Configurar Avaliações
Em cada bimestre, o Professor configura quais avaliações, além da prova, deverão
gerar notas, em quais datas serão realizadas e que peso cada avaliação terá na média
do bimestre. A configuração pode ser alterada durante o bimestre. Está implementado
no DCD através da funcionalidade RF06 - Configurar Diário.
Container Web
Um Container, em programação orientada a objetos, é um objeto que contém outros
objetos. Estes objetos podem ser incluídos ou removidos dinamicamente, em tempo
de execução, diferentemente do que ocorre com uma composição onde este
relacionamento é estático. Um exemplo de container para Web é o Tomcat. Quando
214
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

uma aplicação web faz uma solicitação para um Servlet, o servidor não entrega a
solicitação diretamente ao Servlet, mas sim para o container que contém o Servlet.
Conselho de Classe
O Conselho de Classe é uma reunião onde supervisores, orientadores, professores e
alunos discutem acerca da aprendizagem, seus desempenhos e avaliações. No
Conselho de Classe, mais do que saber se o aluno será aprovado ou não, objetiva-se
encontrar os pontos de dificuldade tanto do aluno quanto da própria instituição de
ensino na figura de seus professores e organização escolar. Desta forma, busca-se a
reformulação das práticas escolares a partir das reflexões realizadas na discussão em
conselho de classe.
Consultar Diário
É a visualização do Diário de Classe de um professor de uma disciplina de uma turma.
Dependendo de qual ator e do momento no ano letivo, diferentes funcionalidades
ficam disponíveis. Os Lembretes ainda não resolvidos são exibidos e manuseados. No
DCD, é implementado pelo RF05.
Conteúdo Programático
Detalhamento dos tópicos a serem trabalhados durante o ano letivo. Devem seguir os
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs).
Coordenador
É o profissional que coordena a atuação dos professores e pedagogos. Também faz a
interface destes profissionais com a direção. Atua como instância superior
intermediária, filtrando problemas inerentes ao exercício do magistério de modo que
somente os mais graves precisem da interveniência da direção da escola.
DAO
Um DAO (Data Access Object) é um objeto que oferece uma interface abstrata a um
banco de dados (ou a outro mecanismo de persistência), provendo determinadas
operações sem expor os detalhes do banco de dados. Este isolamento dá-se entre a
interface pública do DAO e sua implementação, a qual cuida das particularidades do
banco de dados.
Diário de Classe
É o instrumento de registro das atividades realizadas em sala de aula pelo professor, a
presença dos alunos e as notas das avaliações.
Diretor
O diretor é responsável pela direção da escola, que é o núcleo executivo que organiza,
superintende, executa e controla todas as atividades desenvolvidas no âmbito da
unidade escolar.
Disciplina
Matéria de ensino.
Educação Infantil
Considera-se como Educação infantil, o período de vida escolar em que se atende,
pedagogicamente, crianças com idade entre 0 e 6 anos.

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional chama o equipamento educacional


que atende crianças de 0 a 3 anos de Creche. O equipamento educacional que atende
crianças de 4 a 6 anos se chama Pré-Escola.

215
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Recentes medidas legais modificaram o atendimento das crianças Pré-Escola, pois


alunos com seis anos de idade devem obrigatoriamente estar matriculados no primeiro
ano do Ensino Fundamental.

O dispositivo legal que estabeleceu as modificações citadas éa Lei n° 11.274


sancionada pelo Presidente da República em 6 de fevereiro de 2006 que regulamenta o
Ensino Fundamental de 9 anos.

As crianças são estimuladas através de atividades lúdicas e jogos, a exercitar suas


capacidades, fazer descobertas, e iniciar o processo de letramento.
Efeméride
Efemérides significam, em latim, "memorial diário", "calendário" (ephemèris,ìdis), ou,
em grego, "de cada dia" (ephémerís,îdos). A palavra efêmero/a ("que dura um dia") tem
a mesma etimologia. Uma efeméride é um fato relevante escrito para ser lembrando ou
comemorado em um certo dia, ou ainda uma sucessão cronológica de datas e de seus
respectivos acontecimentos.
Elaborar Plano de Aula Anual
veja Lançar Plano Anual
Emitir Boletim
Processo de negócio, executado pela Secretaria. Depende do recebimento das Filipetas
da turma. Tem que ser executado antes da Reunião de Pais e Mestres.
Emitir Diário de Classe
Processo de negócio, executado pela Secretaria, quando a grade da turma está
completa, os alunos estão matriculados e os Planos de Aula de todos os professores da
turma foram aprovados pelo Coordenador.
Emitir Guia
Antes de cada atividade, o professor configura e emite a Guia de Aula ou a Guia de
Avaliação, dependendo do tipo de atividade. O DCD oferece esta funcionalidade como
o RF07.
Emparelhar com Acadêmico
No meio do ano letivo, ou a qualquer momento, alunos podem ser matriculados ou
transferidos da Escola. Algumas trocas de tempos de aula também podem ocorrer
entre um bimestre e o seguinte. Mais raramente pode ocorrer a substituição de um
professor. Estas modificações na base de dados do sistema Acadêmico são
incorporadas ao DCD através da funcionalidade RF02 - Emparelhar com Acadêmico.
Encerrar Diário
Processo de negócio, executado pelo Professor, imediatamente após o fechamento do
último Bimestre. São calculadas as médias anuais individuais e da turma, são
computadas as faltas individuais, são feitas anotações e a assinatura do Professor é
firmada no Diário .
Ensino Fundamental
Ensino fundamental é a etapa inicial da educação básica no Brasil, com duração de
nove anos, envolvendo crianças e adolescentes com idade entre seis e 14 anos. Foi
reformulado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação, em 1996, tomando o lugar do
então chamado Ensino de Primeiro Grau, que consistia do curso primário (com quatro
a cinco anos de duração), e do curso ginasial, com quatro anos de duração, após os
quais vinha o secundário: curso normal, curso clássico ou curso científico.

216
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

A duração obrigatória do Ensino Fundamental foi ampliada de oito para nove anos pela
Lei nº 11.274/2006, passando a abranger a Classe de Alfabetização (fase anterior à 1ª
série, com matrícula obrigatória aos seis anos) que, até então, não fazia parte do ciclo
obrigatório (a alfabetização na rede pública e em parte da rede particular era realizada
normalmente na 1ª série).

O ensino fundamental é subdividido em dois níveis, a saber: dos seis aos dez anos,
classe de alfabetização, indo da primeira a quinta série (caracterizado pela
alfabetização e solidificação dos conteúdos básicos); a segunda parte vai da sexta a
nona série, normalmente dos onze aos 14 anos do aluno, se ele sempre tiver sido
aprovado nas séries anteriores, ou seja, não ter repetido algum ano (caracterizado pela
diversificação e especificidade dos conteúdos).

Chama-se de conteúdos básicos o conjunto de matérias do núcleo comum de


aprendizado, a saber: Português, Matemática, Ciências, Geografia e História. Espera-se
que o estudo destas matérias consiga abranger as três áreas do conhecimento
cognitivo. Didaticamente pode-se mencionar a área de línguas ou comunicação, a área
de conhecimentos matemáticos ou exatas e a área de conhecimentos sociais ou a
relação homem e mundo (Geografia e História)

Crianças e adolescentes são estimulados através de atividades lúdicas, jogos, leituras,


imagens e sons, principalmente no primeiro nível. Através dos vários processos
pedagógicos, busca-se conduzir a criança ao conhecimento do mundo pessoal,
familiar e social.

No segundo nível, os pré-adolescentes constumam ter um professor por matéria, além


de ter um maior horário de estudo, e também uma matéria mais abrangente, que
servirá de base para que o aluno inicie o seu ensino médio.
Ensino Médio
Até 1967, o ensino médio era dividido em três cursos e compreendia o curso
científico, o curso normal e o curso clássico. Na sequência em 1968 resolveu-se
mudar e chamar de curso "colegial", também dividido, sendo que os três primeiros
anos eram iguais para todos e posteriormente quem quisesse fazer o antigo Normal e
o Clássico, tinha de fazer mais um ano.

Desde 1996, no Brasil, corresponde ao ensino médio a etapa do sistema de ensino


equivalente à última fase da educação básica chamado de segundo grau, cuja
finalidade é o aprofundamento dos conhecimentos adquiridos no ensino fundamental,
bem como a formação do cidadão para a vida social e para o mercado de trabalho,
oferecendo o conhecimento básico necessário para o estudante ingressar no ensino
superior.

A Lei n.º 9394, de 20 de dezembro de 1996, denominada Lei de Diretrizes e Bases da


Educação (LDB), estabelece sua regulamentação específica e uma composição
curricular mínima obrigatória.

Pode ainda ser realizado em paralelo com a educação profissional de nível técnico.
Historicamente, no Brasil, chamou-se de ensino secundário o que hoje corresponde à
segunda metade do ensino fundamental (a partir da quinta série, 11 anos) mais o
ensino médio.

A LDB deixa cada sistema livre para constituir os conteúdos do ensino médio.

Tradicionalmente, na maior parte dos sistemas de ensino, o ensino médio é composto

217
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

pelo ensino de Português junto com Literatura, de uma língua estrangeira moderna
(tradicionalmente o Inglês ou o Francês e, mais recentemente, o Espanhol), das
ciências naturais (Física, Química e Biologia), da Matemática, das ciências humanas
(História e Geografia primariamente, Sociologia, Psicologia e Filosolfia
secundariamente), de Artes, de Informática e de Educação Física.
Estratégia Aplicada
Forma de trabalho do Professor, abordagem prevista para o exercício do magistério.
Executar Atividade
Processo controlado pelo Professor. veja Magistério. veja Atividade.
Fechar Bimestre
Ao final de cada Bimestre, após registrar todas as atividades, o professor completa os
lançamentos no Diário de Classe com observações pertinentes a este Bimestre e
ordena seu fechamento. Como resultado desta ação é emitida a Filipeta
correspondente. No DCD, esta funcionalidade está implementada pelo RF09.
Filipeta
Produto do fechamento do bimestre, onde constam as médias e as anotações de
freqüência dos alunos. É encaminha ao Coordenador que a repassa à secretaria. No
negócio analisado é a aba destacável à direita de cada folha dupla do bimestre.
No DCD é um documento digital.
Formato PDF
Portable Document Format (ou PDF) é um formato de arquivo desenvolvido pela Adobe
Systems para representar documentos de maneira independente do aplicativo,
hardware, e sistema operacional usados para criá-los. Um arquivo PDF pode descrever
documentos que contenham texto, gráficos e imagens num formato independente de
dispositivo e de resolução. O PDF é um padrão aberto, e qualquer pessoa pode
escrever aplicativos que leiam ou escrevam PDFs. Há aplicativos gratuitos para Linux,
Windows e Macintosh, alguns deles distribuídos pela própria Adobe Systems. PDF pode
ser traduzido em português como Formato de Documento Portátil.
Framework
Um framework ou arcabouço é uma estrutura de suporte definida em que um outro
projeto de software pode ser organizado e desenvolvido. Um framework pode incluir
programas de suporte, bibliotecas de código, linguagens de script e outros softwares
para ajudar a desenvolver e juntar diferentes componentes de um projeto de software.
Frameworks são projetados com a intenção de facilitar o desenvolvimento de software,
habilitando designers e programadores a usarem melhor seu tempo determinando
como atender as exigências do software, pois escondem detalhes tediosos de baixo
nível do sistema.
Freqüência
Medição da presença do aluno nas atividades da Escola. É exigida uma freqüência
mínima para a obtenção da promoção para a série seguinte. A abstenção é indicada
como Falta. Eventualmente, atestados médicos podem evitar a marcação das Faltas.
Grade horária
É a ocupação dos tempos de aula por disciplinas. Um tempo de aula não preenchido é
dito Vago. Cada turma tem sua grade semanal que se repete por todo o período letivo.
Cada professor tem sua grade. Caso seja regente de turma, sua grade se confunde
com a grade da turma. Caso seja professor de disciplina, sua grade horária mostra em
quais turmas deve ministrar suas disciplinas durante cada semana do período letivo.
218
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Guia de Atividade
É o suporte em papel para o manuseio cotidiano do Diário de Classe Digital. Contém a
lista dos alunos matriculados na turma, local para apuração da freqüência, indicação
do Conteúdo a ser ministrado em Aula e/ou aferido na Avaliação. É emitido a priori e
usado para o registro a posteriori da execução da atividade. No caso de ser uma Guia
de Avaliação, existe um local para lançamento das notas, o que não acontece para a
Guia de Aula. Ao ser Emitida, fica "em Aberto" até que seu conteúdo seja registrado no
Diário ao qual corresponde. Feito todo o lançamento, passa para "Lançada".
Hospedagem de Sites
Serviço que possibilita a pessoas ou empresas com sistemas online a guarda de
informações, imagens, vídeo, ou qualquer conteúdo acessível pela Web. Provedores de
hospedagem de sites tipicamente são empresas que fornecem um espaço em seus
servidores e conexão à internet a estes dados aos seus clientes.
HTML
HTML (acrônimo para a expressão inglesa HyperText Markup Language, que significa
Linguagem de Marcação de Hipertexto) é uma linguagem de marcação utilizada para
produzir, principalmente, páginas na web. Documentos HTML podem ser interpretados
por navegadores (browsers).
IDE
IDE (acrônimo para a expressão inglesa Integrated Development Environment, que
significa Ambiente Integrado de Desenvolvimento) é um programa de computador que
reúne características e ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software com o
objetivo de agilizar este processo.
Importar do Acadêmico
É a primeira atividade relacionada ao uso dos Diários de Classe em um ano letivo.
Consiste em trazer do sistema Acadêmico: o Calendário, a Grade e as Turmas. No
DCD, está disponível como o RF01.
Java EE
É a plataforma de desenvolvimento oferecida pela Sun para aplicações empresariais. A
versão mais conhecida é a J2EE 1.4 - que trazia o "2" necessário para indicar
performance no inícios dos anos 2000. Com a chegada do Java 1.5, o prefixo "1." foi
abandonado e um único número passou a identificar a versão. Então, temos hoje o
Java 5 com a plataforma Java EE 5 como o padrão desejado de desenvolvimento e
implantação.
Lançar Nota
veja Atualizar Diário.
Lançar Plano Anual
Para ser autorizado a iniciar o magistério de uma disciplina em uma turma, o Professor
deve elaborar seu Plano, de acordo com os PCNs, definindo os objetivos, as
estratégias, os recursos e o conteúdo programático. No DCD, esta funcionalidade é
atendida pelo RF03.
Lei de Diretrizes de Bases (LDB)
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de
1996. Conteúdo:

• Título I :: Da Educação
• Título II :: Dos Princípios e Fins da Educação Nacional
219
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• Título III :: Do Direito à Educação e do Dever de Educar


• Título IV :: Da Organização da Educação Nacional
• Título V :: Dos Níveis e das Modalidades de Educação e Ensino
• Título VI :: Dos Profissionais da Educação
• Título VII :: Dos Recursos financeiros
• Título VIII :: Das Disposições Gerais
Lembrete
Os Lembretes são usados em situações definidas com o objetivo de avisar algum
usuário que uma ação dele é requerida.

Um Lembrete é "pertinente" se:

1. ator é o Destintário e ainda não acusou recebimento do Lembrete ou


2. ator é o Remetente e o Destinatário acusou recebimento.
Lembrete tem estados!

• aguardando Providência, assim que é criado e ainda não foi acessado pelo
Destinatário;
• Providenciado, quando Destinatário acessa e indica que providenciou;
• Pendente, quando Destinatário acessa mas não indica que providenciou;
• Sem solução, quando Destinatário acessa e indica que não vai providenciar; ou
• Resolvido, quando Remetente aceita resposta do Destinatário.
Link
Ligação, ponto de partida para outra tela, ou outro ponto da mesma tela. O link que
pode ser clicado para pedir ao navegador que vá para o local associado é a base de
funcionamento da web.
Login
Login ou Palavra-Senha é um conjunto de caracteres solicitado para os usuários que
por algum motivo necessitam acessar um sistema computacional que tenha
implementado retrições de acesso. Efetuar Login, ou logar-se, é a ação necessária para
acessar um sistema computacional restrito inserindo uma identificação visível e uma
senha. Uma vez logado, o usuário passa a ser identificado pelo sistema, que passa a
permitido o acesso a determinados recursos ou funcionalidades.
Magistério
É o exercício do cargo de professor.
Manusear Lembretes
Os Lembretes chegam aos Destinatários, solicitando alguma providência. O
Destinatário informa se vai providenciar ou não, e, no primeiro caso, se a providência
será imediata ou postergada. O DCD implementa esta funcionalidade como o RF14.
Material
Conjunto de objetos necessários ao magistério de determinada disciplina. Engloba
tanto os equipamentos e apetrechos disponibilizados pela Escola (quadro, projetor)
quanto o que deve ser utilizado pelos alunos (livros, apostilas, atlas).

220
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Média
Valor calculado, normalmente ponderado, com as Notas de um Aluno.
Metodologia
Conjunto de processos ou técnicas de ensino, regras e postulados utilizados em
determinada disciplina, e sua aplicação.
Montar Calendário
Processo efetuado no início do ano letivo, pelo Diretor, com o objetivo de definir as
datas de início e final de cada Bimestre, respeitando os feriados e o limite mínimo de
dias letivos. Como sub-produto, as semanas de Provas também são determinadas,
além das Reuniões e outras atividades previsíveis.
Montar Grade
O coordenador deverá definir, para cada turma, como será sua grade semanal neste
ano letivo. Nesta tarefa, o coordenador decide quais disciplinas ocuparão cada tempo
de aula e qual professor ministrará estas aulas.
Nota
Grau de proficiência obtido por um Aluno ao ser avaliado em uma Disciplina.
Objetivos Definidos
veja Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs)
Páginas JSP
JavaServer Pages (JSP) é uma tecnologia utilizada no desenvolvimento de aplicações
para web,similar às tecnologias ASP ou PHP. Por ser baseada em Java, tem a vantagem
da portabilidade de plataforma, que permite a sua execução em diversos sistemas
operacionais. Esta tecnologia permite ao desenvolvedor de páginas para Internet
produzir aplicações que, acessem o banco de dados, manipulem arquivos no formato
texto, capturem informações a partir de formulários e captem informações sobre o
visitante e sobre o servidor. Uma página criada com a tecnologia JSP, após instalada
em um servidor compatível com a tecnologia Java EE, é transformada em um Servlet.
São exemplos de servidor compatível com a tecnologia JSP o Tomcat e o Glassfish.
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs)
Os Parâmetros Curriculares Nacionais indicam como objetivos do ensino fundamental
que os alunos sejam capazes de:

• compreender a cidadania como participação social e política, assim como


exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando, no dia-a-dia,
atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeitando o
outro e exigindo para si o mesmo respeito;
• posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva nas diferentes
situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediar conflitos e de
tomar decisões coletivas;
• conhecer características fundamentais do Brasil nas dimensões sociais,
materiais e culturais como meio para construir progressivamente a noção de
identidade nacional e pessoal e o sentimento de pertinência ao país;
• conhecer e valorizar a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro, bem
como aspectos socioculturais de outros povos e nações, posicionando-se contra
qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de
crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais e sociais;

221
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

• perceber-se integrante, dependente e agente transformador do ambiente,


identificando seus elementos e as interações entre eles, contribuindo
ativamente para a melhoria do meio ambiente;
• desenvolver o conhecimento ajustado de si mesmo e o sentimento de confiança
em suas capacidades afetiva, física, cognitiva, ética, estética, de inter-relação
pessoal e de inserção social, para agir com perseverança na busca de
conhecimento e no exercício da cidadania;
• conhecer o próprio corpo e dele cuidar, valorizando e adotando hábitos
saudáveis como um dos aspectos básicos da qualidade de vida e agindo com
responsabilidade em relação à sua saúde e à saúde coletiva;
• utilizar as diferentes linguagens - verbal, musical, matemática, gráfica, plástica
e corporal - como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias,
interpretar e usufruir das produções culturais, em contextos públicos e
privados, atendendo a diferentes intenções e situações de comunicação;
• saber utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para
adquirir e construir conhecimentos;
• questionar a realidade formulando-se problemas e tratando de resolvê-los,
utilizando para isso o pensamento lógico, a criatividade, a intuição, a
capacidade de análise crítica, selecionando procedimentos e verificando sua
adequação.
Pedagogia
A Pedagogia é a ciência ou disciplina cujo objetivo é a reflexão, ordenação, a
sistematização e a crítica do processo educativo. A palavra Pedagogia tem origem na
Grécia antiga, paidós (criança) e agogé (condução).
Pedagogo
Denomina-se Pedagogo o profissional cuja formação é a Pedagogia, que no Brasil é
uma graduação da categoria Licenciatura ou Gestão Escolar (administração escolar,
orientação pedagógica e coordenação educacional). Em virtude da sua abrangência, a
Pedagogia engloba diversas disciplinas, que podem ser reunidas em três grupos
básicos: disciplinas filosóficas, disciplinas científicas e disciplinas técnico-
pedagógicas.
Período
veja Bimestre.
Plano de Aula anual
O Plano de Aula anual informa todo o conteúdo programático a ser aplicado durante o
ano letivo, baseado nos PCNs. Deve ser apresentado por cada professor para cada
combinação de disciplina e turma que esteja sob sua responsabilidade. É necessária
uma aprovação pela Coordenação que, junto com o pedagogo, verifica sua aplicação
durante o ano. Seu preenchimento é facilitado pelo uso de um arcabouço, onde as
partes que compõem o Plano ficam compartimentadas.
Plugin
Plug-in é um termo que significa "de encaixe". Pode ser utilizado em situações
cotidianas, como aparelhos eletrônicos, máquinas ou qualquer coisa. Em informática,
um plugin ou plug-in é um programa de computador (geralmente pequeno e leve), que
adiciona funções a outros programas maiores, provendo alguma funcionalidade
especial ou muito específica.

222
Manual do Sistema Diário de Classe Digital

Preencher Diário de Classe


Processo de negócio executado pelo Professor, para registrar a execução de uma
atividade. veja Atualizar Diário.
Professor
Professor é aquele que ensina uma ciência, arte ou técnica; mestre; profissional que
ministra aulas ou cursos em todos os níveis educacionais.
Protocolo HTTP
HTTP é a sigla em língua inglesa de HyperText Transfer Protocol (Protocolo de
Transferência de Hipertexto), um protocolo de Aplicação do Modelo OSI utilizado para
transferência de dados na rede mundial de computadores, a World Wide Web. Também
transfere dados de hiper-mídia (imagens, sons e textos).
Recursos Utilizados
Lista de recursos arrolada ao Plano de Aula, indicativa dos recursos que devem estar
disponíveis durante o ano letivo. Podem indicar acessórios das instalações físicas e
materiais, estes fornecidos pela Escola, ou adquiridos pelos Alunos.
RegEx
Uma expressão regular define um padrão a ser usado para procurar ou substituir
palavras ou grupos de palavras. É um meio preciso de se fazer buscas de determinadas
porções de texto. Usa-se o artifício de comparar o resultado de uma busca com seu
argumento, para verificar se uma cadeia de caracteres segue determinadas regras de
construção ou formação.
Release
Uma liberação de software, ou release, refere-se à criação e disponibilização de uma
nova versão de um produto de software.
Relógio
O Relógio é um programa que executa comandos agendados no sistema operacional.
No Linux, por exemplo, o cron se encarregará de verificar a hora e determinar se
existe ou não algum programa a ser executado. Caso exista, ele ordenará sua
execução na hora e data indicadas.
Responsável por aluno
Responsável legal pelo aluno. Normalmente a mãe ou o pai, mas também podem ser
avós, tios ou irmãos maiores de idade. Com pequena percentagem também existem os
Tutores. É quem faz a matrícula do aluno, comparece às Reuniões de Pais e Mestres,
recebe o Boletim e interage com a Escola sempre que necessário.
Retificar Lançamento
Após o fechamento do Bimestre, qualquer retificação de lançamento no Diário (falta,
conteúdo ou nota) deve ser validada pelo Coordenador, que permite a abertura do
bimestre para que o professor faça a(s) modificação(ões). Esta funcionalidade está
implementada no DCD como o RF12.
Reunião com Responsável
Encontro formal, que pode ser solicitado pela Escola ou pelo Responsável, com o
objetivo de resolver problemas que estejam atrapalhando a vida acadêmica do aluno.
O Diretor deve conduzir o processo que, além do responsável pelo aluno, também
poderá ter a participação do Coordenador.

223
Diário de Classe Digital Manual do Sistema

Reunião de Pais e Mestres


Encontro formal convocado pela direção da Escola, realizado no início de cada ano leti-
vo e ao final de cada bimestre, onde é avaliado o período que se encerra (quando é o
caso) e são apresentadas as propostas para o período seguinte. Ao término da reunião
coletiva, os boletins são entregues a cada responsável e o corpo pedagógico fica à
disposição dos responsáveis que queiram tratar de assuntos específicos de cada aluno.
Sendmail
Sendmail é um agente de transferência de correio (MTA na sigla em inglês) de código
aberto: um programa para o roteamento e a entrega de correio eletrônico. O termo já é
usado como um genérico para esta atividade.
Servidor Web
Um computador que executa um programa responsável por aceitar pedidos de
clientes, geralmente os navegadores, e serví-los com repostas. Utiliza o protocolo
HTTP para esta comunicação. As respostas geralmente são páginas web, tais como
documentos HTML com objetos embutidos (imagens, etc).
Servlet
Servlet é uma tecnologia que insere novos recursos a um servidor, a definição mais
usada é que são consideradas extenções de servidores, essa tecnologia disponibiliza
ao programador da linguagem Java uma interface para o servidor web (ouservidor de
aplicação), através de uma API. As aplicações baseadas no Servlet geram conteúdo
dinâmico (normalmente HTML) e interagem com os clientes, utilizando o modelo
request/response. Os servlets normalmente utilizam o protocolo HTTP, apesar de não
serem restritos a ele. Um Servlet necessita de um container Web para ser executado.
Site
Um site é um conjunto de páginas web, isto é, de hipertextos acessíveis geralmente
pelo protocolo HTTP na Internet. O conjunto de todos os sites públicos existentes
compõem a World Wide Web. As páginas num site são organizadas a partir de um en-
dereço básico, onde fica a página principal, e geralmente ficam no mesmo diretório de
um servidor. As páginas também podem ter um conteúdo dinâmico, o que possibilita,
no caso do DCD, utilizá-las para exibir a interface do sistema com seus usuários.
Turma
Grupo de alunos matriculados numa série que compartilham simultaneamente a
mesma sala de aula, assistindo as mesmas aulas das disciplinas indicadas na grade da
turma.
Trocar Mensagem
Professores, Coordenação, Direção e Pedagogos interagem de diversas formas, seja
por meio conversas nos intervalos, de recados escritos ou, até mesmo, por e-mail.
Cada professor possui uma pasta que fica na escola, onde são colocadas mensagens
para o mesmo, quando não é possível conversar diretamente.
Validar Magistério
É a inspeção feita pelo Coordenador, verificando a compatibilidade do trabalho
desenvolvido pelo Professor com o Plano de Aula aprovado. No DCD, está disponível
como o RF11.
Validar Metodologia
É a inspeção feita pelo Pedagogo, verificando a compatibilidade do trabalho
desenvolvido pelo Professor com o Plano de Aula aprovado, além da conformidade
com o padrão do Instituto. No DCD, está disponível como o RF10.
224