Você está na página 1de 122

$

DICAS
FINANCEIRAS
FICAR RICO SÓ DEPENDE DE VOCÊ

Informações práticas, de fácil entendimento


e mastigadas para que você faça deste eBook
o seu guia na jornada financeira
Doses adicionais de motivação

DOUGLAS GONÇALVES
APRESENTAÇÃO
Dicas práticas como você nunca viu!
O "Dicas Financeiras" veio para suprir a falta de material de
acompanhamento voltado para o assunto "Finanças e
Investimentos". É um eBook totalmente inovador para você
sempre consultar e acompanhar.
Material simples e bastante prático para que você comece a
investir e dê os seus primeiros passos no mundo dos
investimentos com mais controle e clareza, o que lhe trará
bastante segurança.
Você encontrará aqui um guia completo e que poderá lhe
acompanhar por muito tempo, seja para aprender, poupar ou
investir.
“O CUSTO DE Investir significa colocar o dinheiro para
render. Você põe uma quantia e, depois de
ESTAR um tempo, retira uma quantia maior em valor
ERRADO É absoluto e relativo.
MENOR DO
O conhecimento para começar a investir é
QUE O CUSTO de extrema importância, mas o que a grande
DE NÃO maioria pensa é que deve aprender sobre
FAZER tudo de tudo e só depois fazer o primeiro
investimento.
NADA”
SETH GODIN Não precisa ser necessariamente assim. Eu,
por exemplo, aprendi muito mais rápido
quando comecei a investir mesmo sem estar
100% preparado e, acredite, ninguém chega
a esses 100% mesmo depois de começar e
adquirir um bom conhecimento.
Logicamente comecei errado! Além de
demorar a começar a investir, fiquei um bom
tempo fazendo Título de Capitalização (que
nem investimento é) e depois adquiri um
CDB em banco grande com baixa
rentabilidade.
Por fim, tenha em mente que quanto mais
cedo você errar, mais rápido irá acertar!
O que eu acredito que faço
CERTO
financeiramente falando

O que eu acredito que faço


ERRADO
financeiramente falando

Use o que você escrever aqui para acompanhar o seu crescimento.


Tenho certeza que será gratificante!
Você verá também que a sua percepção de CERTO e ERRADO irá mudar.
CHECKLIST DO INVESTIDOR
ELIMINE AS DÍVIDAS
Os juros das dívidas são, normalmente, maiores que os
juros dos investimentos, logo valerá mais a pena pagar a
dívida antes de começar a investir
CORTE GASTOS NÃO ESSENCIAIS
Tenha o controle do seu orçamento e corte o que não
for necessário

POUPE UMA PARTE DO SALÁRIO


No começo você pode investir o que sobrar, porém com
o passar do tempo, o ideal é que você já separe uma
quantia para investir assim que receber seu salário
PESQUISE INVESTIMENTOS
Adquira conhecimento e pesquise investimentos.
Decida qual é o seu objetivo e invista de acordo com ele.

INVISTA COM INTELIGÊNCIA


Quanto mais combinar conhecimento e pesquisa, mais
você investirá com inteligência
ELIMINE AS DÍVIDAS
Investidor que se preze NÃO tem dívidas! E se você está pensando em começar a
investir antes de quitar suas dívidas, entenda que só há um motivo para fazer
isso: adquirir a mentalidade investidora, pois saiba que é possível investir com
valores baixos. Já as dívidas costumam ter valores um pouco mais altos.
Não adianta você começar a investir com juros de 1% ao mês (rentabilidade
possível) se sua dívida cresce a 14% ao mês, correto?! Sua dívida continuará
crescendo muito mais que o seu investimento.
Negociar é a principal palavra que você deve ter em mente quando resolver quitar
suas dívidas, pois as pessoas podem estar dispostas até mesmo a receber
menos, afinal é melhor receber menos do que não receber nada.
Tenha um horizonte para quitação da dívida e honre com o compromisso. Enxugue
seus gastos e, se necessário, venda algum pertence. A dívida faz muito mal para
você e para a sua saúde financeira.
No próximo passo (Corte gastos não essenciais) você entenderá também a
importância de um poderoso orçamento pessoal e, com o orçamento em dia, será
muito mais fácil separar uma parcela todo mês para quitar a dívida.
Separe uma quantia que você saiba que vai conseguir honrar todo mês. Com esta
quantia em mente compareça junto ao credor e explique que o valor é um valor
acessível a você e que em tantos meses ou até mesmo antes você vai quitar a
dívida. Mostre também que você, assim como ele, tem interesse em ver o fim da
dívida. Afinal, como já disse, é melhor receber menos do que não receber nada.
7 DICAS PARA NÃO VOLTAR
PARA AS DÍVIDAS
1. NEGOCIE SEMPRE ANTES DE UMA COMPRA
2. CRIE O HÁBITO DE ANOTAR TODOS OS SEUS GASTOS
3. CRIE UMA META DE POUPANÇA
4. COMPRE USANDO O DINHEIRO
5. ABRA MÃO DO CONSUMO POR UM TEMPO
6. DIMINUA AS SAÍDAS
7. FUJA DE PARCELAMENTOS
FASES DA
DECISÃO DE COMPRA

1
EU REALMENTE PRECISO
DISSO OU EU QUERO ISSO?

EU ACHO O PREÇO JUSTO?

2 COERENTE COM O
PRODUTO/SERVIÇO?

É URGENTE OU POSSO

3 ESPERAR PARA
PESQUISAR MAIS?

É NECESSÁRIO REALMENTE?

4 VOU USAR MAIS DE UMA


VEZ? OU É IMPULSO?

SE ENCAIXA NO MEU
5 ORÇAMENTO?
Antes de realizar uma compra,
NÃO ESQUEÇA
além de verificar se ela cabe no
DE TER O seu orçamento, tente classificá-la
CONTROLE DO em uma dessas duas categorias:
necessidade ou desejo.
SEU
IMPULSO Evite comprar por impulso.
Espere alguns dias, talvez até
CONSUMISTA semanas pensando sobre a
compra.

Assim, você irá perceber se havia


necessidade ou desejo gerado
por um impulso consumista.
Além do que você terá tido
tempo para comparar preços.

Com o tempo, se a necessidade


se confirmar você terá achado
um lugar com preço mais baixo e
realizará a compra. Porém, se o
desejo se confirmar, você
conseguiu ao menos identifica-
lo. Agora controle-o.
Estudos já comprovaram que a Ocitocina, o hormônio do
prazer, tem relação direta com os nossos gastos.

Isso se deve ao fato de que comprar algo nos traz prazer.


Portanto precisamos liberar este hormônio de outra
maneira para que evitemos um consumo maior.

Uma opção é fazer mais atividades físicas, assim liberamos


a ocitocina e evitamos gastos desnecessários.
CORTE GASTOS NÃO ESSENCIAIS
Agora que você já se livrou de suas dívidas acredito que não vai querer ceder ao
espírito consumista e criar novas dívidas, então vamos lá!
Responda duas perguntas a si mesmo:
             - Quantas coisas eu tenho em casa que estão encostadas ou entocadas
em algum canto sem utilidade nenhuma?
             - Quantas contas, seja de celular, de TV, de internet ou de qualquer outra
natureza que eu tenho, mas não uso todos os serviços oferecidos?
A reposta a estas pergunta foram, muito provavelmente, muitas. Se a resposta
não foi essa, é possível que você ainda não tenha parado para reparar, mas de
fato todo mundo sempre acaba acumulando muita coisa que nunca usou ou já não
tem mais tanta utilidade. A ideia não é eliminar totalmente este tipo de consumo,
pois não seria possível, mas sim reduzir ao máximo aquelas compras que na hora
parecem que vão resolver todos os seus problemas, mas que no final não passam
de um desejo consumista momentâneo.
Eu tenho o costume de, sempre antes de uma compra, me perguntar: "Eu preciso
ou Eu quero isto?" Se a resposta for "Eu preciso", ok! Muito provavelmente vou
realizar a compra. Agora se a resposta for "Eu quero", eu evito a compra e espero
uma, duas ou três semanas, às vezes até meses passando pela possível compra,
se eu permanecer "desejando" aquele produto vejo se ele pode se encaixar no
meu orçamento e, aí sim, realizo a compra. Mas isso é só uma dica, cada um deve
tentar se conhecer e escolher o melhor método para reduzir o espírito
consumista.
6 DICAS PARA UM ORÇAMENTO
PESSOAL PODEROSO
1. ANOTE ABSOLUTAMENTE TODOS OS SEUS GASTOS
2. ANOTE TODAS AS SUAS RECEITAS
3. TENHA UMA FERRAMENTA PARA ACOMPANHAR SEU
ORÇAMENTO (CADERNO, APLICATIVO OU OUTRO DE SUA
PREFERÊNCIA)
4. DIVIDA POR CATEGORIAS PARA SABER PARA ONDE VÃO OS
SEUS GASTOS
5. DEFINA UM OBJETIVO
6. DEFINA METAS PARA ALCANÇAR O OBJETIVO
POUPE UMA PARTE DO SALÁRIO
A partir do momento que você está livre de dívidas e já deu aquela
"enxugada" no orçamento, você deve reservar uma parte de seu
salário para investir.
Já ouvi de muitos educadores financeiros que o ideal é 10%, mas
só quem pode definir a quantia correta é você mesmo. Eu,
particularmente, acredito ser perfeitamente possível poupar de
15 a 20% de um salário. O "padrão de vida" de quem ganha X e
gasta 100% de X é o mesmo de quem ganha esse mesmo X e
gasta somente 80% (considerando guardar os outros 20%).
Comece poupando 5% e, aos poucos, aumente para 10% e quem
sabe depois você comece  poupar 15, 20, talvez até 30%.
Se você quiser ser mais radical, poupe uma quantia alta, como 30,
40 ou 50%, e tente sobreviver com o que sobrou. Se você
visualizar que não vai chegar ao fim do mês, adapte sua rotina para
gastar bem menos e, se necessário, venda objetos pouco usados
ou busque uma nova forma de renda.
5 CRENÇAS SOBRE DINHEIRO QUE
VOCÊ DEVE ELIMINAR SE QUISER
FICAR RICO
1. DINHEIRO NÃO TRAZ FELICIDADE
2. INVESTIR É COISA DE RICO
3. OS RICOS GANHAM DINHEIRO TOMANDO DOS MAIS POBRES
4. EU NÃO NASCI PARA SER RICO
5. RICOS NÃO POSSUEM TEMPO PARA APROVEITAR SUAS
FORTUNAS
PESQUISE INVESTIMENTOS
A pesquisa de investimentos é pessoal e, por isso, vai depender
das suas intenções.
É importante estabelecer um objetivo com o investimento a se
fazer. Desse jeito tudo ficará mais fácil e natural.
Pesquise um investimento ciente dos seguintes importantes
pontos:
            - valor mínimo para aplicação;
            - risco a se correr;
            - prazo da aplicação;
            - rentabilidade;
            - risco; e
            - liquidez.

Dica de aplicativo que não pode faltar no seu celular para você
pesquisar por bons investimentos:
       >>> App Renda Fixa

Clique aqui na página e conheça o aplicativo


11 VALIOSAS DICAS SOBRE
INVESTIMENTOS
1. TENHA PRAZER EM INVESTIR
2. ADQUIRA O HÁBITO DE POUPAR
3. TENHA UM OBJETIVO EM MENTE
4. DEFINA PRAZOS
5. ESCOLHA PRODUTOS ADEQUADOS
6. MONTE SUAS OPÇÕES DE INVESTIMENTOS
7. ANALISE SUA TOLERÂNCIA A RISCOS
8. ESCOLHA A INSTITUIÇÃO QUE IRÁ ADMINISTRAR O SEU
DINHEIRO
9. ACOMPANHE SEU INVESTIMENTO
10. INVISTA COM REGULARIDADE
11. TENHA PACIÊNCIA
INVISTA COM INTELIGÊNCIA
A partir do momento que você já tem o costume de investir,
chegou a hora de avançar e arriscar-se dependendo de seu
objetivo. Lembre-se do risco controlado.
Com o tempo você passará a investir de olho no noticiário político
e econômico:
              - Será que a Selic irá cair? O que isso pode influenciar nos
meus atuais e futuros investimentos?
              - A inflação vai se manter estável?
              - O dólar esse ano vai disparar?
              - Quais tipos de ações vão bem com a alta do dólar ou com
a diminuição preço do barril do petróleo?
As respostas a essas perguntas não são simples e nem o melhor
dos especialistas conseguem prever. Até porque sempre existirá
uma tendência que será possível perceber, porém os
acontecimentos ao longo do ano costumam mudar.
Não siga instruções de especialistas e "gurus" de investimentos.
Tome cuidado com quem você recebe informação. Passe sempre
o seu "filtro" nas informações que receber e verifique se o que
dizem condiz com a realidade. A pesquisa por conhecimento será
uma constante na sua nova vida de investidor.
12 EXCELENTES LIVROS SOBRE
FINANÇAS E INVESTIMENTOS
1. PAI RICO PAI POBRE, Robert Kiyosaki
2. O INVESTIDOR INTELIGENTE, Benjamin Graham
3. OS SEGREDOS DA MENTE MILIONÁRIA, T. Harv Eker
4. O HOMEM MAIS RICO DA BABILÔNIA, George Samuel Clason
5. QUEM PENSA ENRIQUECE, Napoleon Hill
6. FATOR DE ENRIQUECIMENTO, Paulo Vieira
7. INVESTIMENTOS INTELIGENTES, Gustavo Cerbasi
8. QUERO FICAR RICO, Rafael Seabra
9. TRABALHE 4 HORAS POR SEMANA, Tim Ferriss
10. CASAIS INTELIGENTES ENRIQUECEM JUNTOS, Gustavo Cerbasi
11. COMO INVESTIR DINHEIRO, Rafael Seabra
12. OS AXIOMAS DE ZURIQUE, Max Gunther
SUGESTÃO DE ORDEM DE LEITURA
DOS LIVROS PARA INICIANTES
1. PAI RICO PAI POBRE, Para adquirir

Robert Kiyosaki mentalidade


investidora e aprender

2. OS SEGREDOS DA MENTE MILIONÁRIA, conceitos importantes

T. Harv Eker antes de começar a


investir de fato

3. INVESTIMENTOS INTELIGENTES,
Gustavo Cerbasi Para aprender sobre os
investimentos em si e
4. COMO INVESTIR DINHEIRO, por em prática
Rafael Seabra

5. OS AXIOMAS DE ZURIQUE, Para entender sobre


Max Gunther riscos e como
administração-los
7 EXCELENTES FILMES QUE TODO
INVESTIDOR DEVERIA ASSISTIR
1. A GRANDE APOSTA (2015)
2. O LOBO DE WALL STREET (2013)
3. FOME DE PODER (2015)
4. WALL STREET: O DINHEIRO NUNCA DORME (2010)
5. A NEGOCIAÇÃO (2012)
6. TRABALHO INTERNO (2010)
7. MARGIN CALL: O DIA ANTES DO FIM (2011)
3 FATORES IMPORTANTES QUE
VOCÊ DEVE CONHECER
RENTABILIDADE: é o retorno proporcionado pelo dinheiro investido.
Geralmente expressa em porcentagem, seja anual, semestral,
mensal, diária, etc.: 15% a.a. (ao ano), 1% a.m. (ao mês), etc.
RISCO: pode ser definido como a possibilidade, alta ou baixa, de
determinado investimento não obter o rendimento esperado. O
risco pode ser calculado ou não. Se você investir no Tesouro Direto,
por exemplo, seu risco será consideravelmente menor do que se
você investir em Ações. Quanto menor o risco, muito
provavelmente, menor será o rendimento.
LIQUIDEZ: tem seu conceito ligado a facilidade com que um ativo se
transforma em dinheiro. Podemos dizer que a liquidez de um imóvel
é baixa, pois não é de um dia para o outro que conseguimos vendê-
lo. Já a liquidez de um título do Tesouro Direto é alta, pois sempre
que vendemos nosso título de volta para o Tesouro, ele o recompra.
Normalmente quanto maior a liquidez, menor será o rendimento.
Infelizmente não existe um investimento com baixo risco e alta
liquidez e, ao mesmo tempo, com altos rendimentos. Normalmente,
na hora de investir, você estará abrindo mão de um algum destes
três fatores.
A notícia boa é que na maioria dos investimentos de Renda Fixa,
como CDB, LCI, LCA, Tesouro Direto, entre outros, o risco é baixo e
a rentabilidade e a liquidez não costumam variar tanto. 
ATENÇÃO ESPECIAL DEVE SER
DADA AO FATOR RISCO
EX-ANTE & EX-POST
A expressão ex-ante significa antes do fato e ex-post, logicamente,
significa depois do fato.
Você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com os seus
investimentos. Eu digo que tem tudo a ver.
Imagine que deem a você a missão de atravessar uma rua de olhos
vendados. Você concorda que existe aí um grande risco, no caso o
de ser atropelado?
Você aceita o desafio, atravessa a rua de olhos vendados e sai ileso.
A partir desse momento você acredita que atravessar a rua desse
jeito é uma tarefa fácil. Você esquece que antes havia um risco.
Conseguiu entender?
Agora lembra daquele amigo seu que fala que investe em um fundo
que rende 50, 100% ao ano.
Pergunte a ele sobre o risco desse fundo. Ele, muito provavelmente,
desconhece. Tenho certeza absoluta também de que ele não sabe o
que é ex-ante e ex-post.
Agora perceba os rendimentos abaixo:

1. 5% -5% 20% -5% 10% 5%

2. 5% 9% 1% 7% 3% 5%
Veja que a porcentagem média em ambos é de 5%, porém qual dos
dois você acredita ser o mais arriscado?
Obviamente é a sequência de número 1, pois oscila bastante
chegando a "render" negativamente em alguns períodos.
Além do risco ser maior em 1, o rendimento também é menor. Isso se
deve ao fato de que, quando você perde uma determinada
porcentagem, você precisa de uma porcentagem maior em valor
absoluto do que a anterior para se recuperar.
Entenda!
Você tem R$ 100,00 para investir em ações. No primeiro mês você
teve uma perda de 50% do que investiu, ou seja, ficou com somente
R$ 50,00.
No mês seguinte se você quiser recuperar seu capital, terá de obter
uma porcentagem de 100% sobre os R$ 50,00 e não os 50% assim
como foi na perda.
Veja a tabela abaixo:
“INVESTIR EM Se você já entendeu que
primeiramente você cresce por
CONHECIMENTO dentro para depois crescer por fora,
RENDE SEMPRE você entendeu que a chave para um
OS MELHORES contínuo crescimento é o
conhecimento.
JUROS”
BENJAMIN FRANKLIN Aquele famoso milionário, antes
mesmo de ter muito dinheiro, já
estava preparado para ser rico.
Cursos e livros não são custos, são
investimentos.
Além do que a internet está cheia de
conteúdo gratuito. Basta um pouco
de foco e saber o que procurar.
7 HÁBITOS FINANCEIROS QUE
TE DEIXAM MAIS RICO
1. GASTE MENOS DO QUE VOCÊ GANHA
2. COMPRE O NECESSÁRIO
3. APRENDA A ADMINISTRAR O SEU DINHEIRO
4. TENHA PACIÊNCIA COM OS INVESTIMENTOS
5. LIVRE-SE DAS DÍVIDAS
6. ACEITE RISCOS CONTROLADOS
7. PENSE GRANDE
Sem uma atitude milionária você
NÃO ESPERE
pode ganhar um milhão, dois
TER RIQUEZAS milhões, três milhões, mas uma
PARA SE hora voltará às suas origens.
Tenha uma atitude milionária e,
COMPORTAR aos poucos, você verá a diferença
COMO UM RICO que isso faz.

O segredo para alcançar uma


atitude milionária é entender
que primeiro você se torna
milionário na mente e depois
essa atitude é externada
naturalmente. Ou seja, vem de
dentro para fora.

Pesquise a história dos grandes


milionários e bilionários mundo a
fora e você perceberá que muitos
deles chegaram a falência ou
quase falência, porém suas
mentes já estavam preparadas.
Era apenas questão de tempo
para construírem seus impérios.
5 SERVIÇOS GRATUITOS QUE OS
BANCOS SÃO OBRIGADOS A TE
OFERECER
1. CONFECÇÃO DE CADASTRO PARA INÍCIO DE RELACIONAMENTO
2. CARTÃO COM A FUNÇÃO DÉBITO
3. ATÉ 2 EXTRATOS POR MÊS
4. ATÉ 4 SAQUES POR MÊS
5. CONSULTAS PELA INTERNET
Você está amparado pela Resolução 3.919 de 25 de novembro de 2010 do Banco
Central do Brasil.
O que acontece é que os bancos lhe oferecem pacotes fechados com mais serviços
que esses citados acima (chamados de Serviços Essenciais) e por isso cobram taxas.
São esses pacotes que tentam empurrar a você, porém você deve insistir que não
quer nenhum pacote e quer somente os Serviços Essenciais, a menos, claro, que você
ache mais interessante os pacotes oferecidos. Mas lembre-se que o seu gerente irá
também insistir dizendo que um dia você precisará daquele serviço... 
Há algum tempo atrás, grandes bancos como Banco do Brasil, Itaú e Bradesco
possuiam contas totalmente digitais e gratuitas. Porém, hoje em dia, estas contas
não existem mais, ou melhor, mudaram de nome e começaram a serem pagas.
No momento em que escrevo este eBook bancos como Inter, Sofisa Direto e
Daycoval possuem contas digitais isentas de tarifas e com inúmeras vantagens.
Pesquise sobre elas!
Se você paga de tarifa mensal na sua conta um valor de R$ 20,00. No final de um ano
você está jogando fora R$ 240,00.
CARTÕES DE CRÉDITO
SEM ANUIDADE
O cartão de crédito é um meio de adiarmos um pagamento. Fazemos
isso porque não possuímos a quantidade necessária para comprar
algo.
Porém, o que muitas pessoas não sabem, é que é possível ter um
cartão completamente ausente de taxas.
A taxa é cobrada pela bandeira do cartão (Visa, Mastercard, etc.) e é
diferente da taxa cobrada pela manutenção da conta pelo banco.
Agora faça as contas com o exemplo hipotético abaixo:
        - Tarifa de manutenção de conta: R$ 22,00 a.m.
        - Anuidade do cartão de crédito: R$ 21,00 a.m.
No final de um ano foram gastos, à toa, incríveis R$ 516,00!
Isso sem contar o Custo de Oportunidade, que seria, ao invés de
gastar esse dinheiro, ter posto ele para render durante um ano. O
que lhe daria um pouco mais do que só os R$ 516,00.
Pesquise sobre as contas digitais gratuitas e sobre os cartões de
crédito sem anuidade.
7 CARTÕES DE CRÉDITO SEM
ANUIDADE
1. PETROBRÁS BANCO DO BRASIL (Visa)
2. SARAIVA (Visa)
3. NUBANK GOLD/PLATINUM (MasterCard)
4. DIGIO (Visa)
5. NEON (Visa)
6. INTER (MasterCard)
7. SANTANDER FREE (Visa/MasterCard)
DIA DE CONFERIR SEUS
INVESTIMENTOS
De nada adiantar ficar olhando seus investimentos todos os dias, principalmente
se a maioria deles for de Renda Fixa. Escolha um dia do mês e faça seu
acompanhamento.
Acesse as planilhas do Dicas Financeiras clicando aqui. Lá você encontrará a
planilha ideal para acompanhamento dos seus investimentos.

VOU VERIFICAR
MEUS INVESTIMENTOS DIA

DE TODO MÊS!
Por
ROBERT KIYOSAKI
De forma resumida, as pessoas dos quadrantes
do lado esquerdo, o empregado e o autônomo,
vendem o seu tempo.
O empregado vende seu tempo para o
empregador, para o dono de negócio. E o
autônomo vende o seu tempo para fazer um
produto ou para realizar um serviço.
Dessa forma, ambos estão limitados ao tempo.
Já as pessoas dos quadrantes da direita, o dono
de negócio e o investidor, compram tempo. Com
isso se permitem crescer muito mais.
Os donos de negócios compram tempo através
de empregados e o investidor através de seus
investimentos.
Fórmula da Riqueza

GASTE
MENOS DO
QUE GANHA
E INVISTA A
DIFERENÇA!
Muito simples! Acredite, faltará apenas
um ingrediente: a PACIÊNCIA!

A paciência te levará ao SUCESSO!


INVESTIR É
FAZER O
DINHEIRO
TRABALHAR
POR VOCÊ!

Pense nisso!
8 PIORES ERROS AO LIDAR COM
O DINHEIRO
1. GASTAR MENOS DO QUE GANHA
2. NÃO INVESTIR PARA A APOSENTADORIA
3. VIVER ETERNAMENTE EM DÍVIDAS
4. NÃO POSSUIR ORÇAMENTO PARA OS GASTOS MENSAIS
5. COMPRAR O QUE NÃO PRECISA
6. NÃO POSSUIR RESERVA DE EMERGÊNCIA
7. TROCAR DE CARRO EM POUCO TEMPO
8. INVESTIR APENAS NA POUPANÇA
“SE VOCÊ A falta de conhecimento é o pior preço que
alguém pode pagar na vida. A pessoa
ACHA QUE A ignorante está fadada a seguir a maioria e,
INSTRUÇÃO É consequentemente, ser como a maioria.
CARA,
Quando as pessoas não sabem algo, não o
EXPERIMENTE podem mudar.
A
IGNORÂNCIA” Procure conhecimento mesmo que para
isso você tenha que pagar!
DEREK BOK
COMO VOCÊ QUER O
SEU TRABALHO???

BOM

CARO LENTO

UTOPIA
RÁPIDO BARATO
RUIM

*UTOPIA: É um sistema ou plano que parece irrealizável,


é uma fantasia, um devaneio, uma ilusão, um sonho.
Infelizmente não tem como encontrar
nada, ao mesmo tempo, bom, rápido e
barato.

Para achar algo com um bom custo-


benefício, você deve procurar duas
dessas qualidades.

Quando, por exemplo, alguém faz um


trabalho bom e barato e, depois,
consegue fazer esse mesmo trabalho
mais rápido, naturalmente o preço que
você vai pagar aumentará.

Deste modo o trabalho passa a


apresentar novamente duas
qualidades: bom e rápido.

É um processo natural e permanente.


VOCÊ SABE O QUE SÃO
JUROS?
Juros é o rendimento que se obtém quando se empresta dinheiro por
um determinado período.
Os juros são para o credor (aquele que tem algo a receber) uma
compensação pelo tempo que ficará sem utilizar o dinheiro
emprestado.
Fonte: www.significados.com.br
VEJA A DIFERENÇA DE
QUEM SABE USAR OS JUROS
A SEU FAVOR E DE
QUEM NÃO SABE
QUEM SABE
- Paga tudo à vista. Não se conforma em pagar
juros;
- Não entra em financiamentos e empréstimos.

QUEM NÃO SABE
- Divide tudo no máximo de vezes possível,
com juros ou não;
- Entra em financiamentos e empréstimos.
VOCÊ SABE O QUE SÃO
JUROS COMPOSTOS?
Junto com o fator tempo, o Juro Composto será o seu maior aliado no
mundo dos investimentos, tendo em vista que ele é utilizado para o
cálculo dos rendimentos dos investimentos.
Os juros compostos são juros sobre juros. Enquanto nos juros simples
os juros se dão somente no capital inicial, nos juros compostos os
juros se dão sobre o capital inicial somado ao rendimento de períodos
anteriores.
Veja a diferença:
“Tenho R$ 1.000,00”. Quanto terei daqui a 12 meses considerando
uma taxa de 5% a.m.?
Juros Simples: R$ 1.600,00
Juros Compostos: R$ 1.795,86

Os Juros Compostos são a oitava


maravilha do mundo. Aquele que entende,
ganha com isso ...aquele que não entende,
perde com isso
ALBERT EINSTEIN
AGORA VEJA A DIFERENÇA NO
GRÁFICO DOS JUROS SIMPLES PARA
OS JUROS COMPOSTOS
AO LONGO DO TEMPO
VOCÊ SABE O QUE É
COPOM?
O Copom (Comitê de Política Monetária), segundo definição do Banco
Central do Brasil (BCB), é o órgão decisório da política monetária do
BCB, responsável por estabelecer a meta para a taxa básica de juros,
que no Brasil é a taxa Over-Selic, ou taxa Selic.
Aproximadamente a cada 45 dias ocorrem as reuniões do Copom,
onde é definida a nova meta para a taxa Selic ou a manutenção da
mesma. Nessa mesma reunião é cotado também um viés para a
próxima taxa, onde é possível prever alguma tendência.
Em 2017 as reuniões ocorreram em fevereiro (21 e 22), abril (11 e
12), maio (30 e 31), julho (25 e 26), setembro (5 e 6), outubro (24 e
25) e dezembro (5 e 6).
Veja na próxima página as datas das reuniões de 2018.
REUNIÕES DO COPOM
2018
Datas das Reuniões:
          6 e 7 de fevereiro
          20 e 21 de março
          15 e 16 de maio
          19 e 20 de junho
          31 de julho e 1º de agosto
          18 e 19 de setembro
          30 e 31 de outubro
          11 e 12 de dezembro
moc.obolg.1g :megami ad etnoF
CILES E IDC
ERTNE AÇNEREFID A ADNETNE
INFLAÇÃO
A inflação nada mais é do que um aumento generalizado dos preços.
É medida através de pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística) em domicílios. São determinados produtos e
determinados pesos para cada produto da pesquisa.
O cálculo é feito por meio da variação de um período para outro.
Normalmente utiliza-se como inflação padrão o IPCA (Índice Nacional
de Preços ao Consumidor Amplo), porém existem outros tipos de
inflações.
Confira na próxima página!
Fonte da imagem: g1.globo.com
Você conhece o seu?
RODITSEVNI OD LIFREP
EMPRESAS DE
INVESTIMENTO
Entenda a diferença

BANCO: Administra o dinheiro de clientes e


capta dinheiro e empresta para outras
pessoas. É o "dono" de investimentos como
CDB, LCI e LCA.
FINANCEIRA: Empresta dinheiro para financiar
automóveis, casas, etc. Opera com aplicações
financeiras e empréstimos. Seu lucro é o
spread, ou seja, a diferença entre o juro que
paga e o que recebe. É o "dono" de
investimentos como LC.
CORRETORA: Faz a intermediação. Leva seu
dinheiro até o "dono" do investimento (banco,
financeira, Tesouro Nacional, etc.).
IN
VES
TI
MEN
TOS
TIPOS DE RENDA FIXA
PREFIXADO
É aquele investimento onde já conhecemos exatamente quanto ele vai render até
o seu vencimento, não importando o que possa vir a acontecer com o cenário
político ou econômico. Geralmente expresso em porcentagem ao ano.

PÓS FIXADO

É aquele investimento que, apesar de já acordado o tipo de rendimento, não é


possível prever exatamente quando ele renderá até o vencimento. Investimentos
assim são atrelados à índices como a Selic, o IPCA ou outros. Por esse motivo, o
cenário político e econômico podem influenciar no rendimento tanto para mais,
quanto para menos.
POUPANÇA
A POUPANÇA É UM DOS INVESTIMENTOS MAIS

SIMPLES E CONSERVADORES, APESAR DE NÃO SER O

INVESTIMENTO MAIS SEGURO QUE POSSA SE

ENCONTRAR.

PORÉM, POR DESINFORMAÇÃO E POR FACILIDADE,

ELA ACABA SENDO O INVESTIMENTO MAIS POPULAR.

HOJE, DEPOIS DE ALGUM TEMPO INVESTINDO, EU

ACREDITO QUE A POUPANÇA SEJA APENAS UM MEIO

PARA POUPARMOS. COMO INVESTIMENTO ELA JÁ

ESTÁ BASTANTE OBSOLETA.


POUPANÇA É SEMPRE
POUPANÇA
DE UNS TEMPOS PARA CÁ SURGIRAM MILHARES DE

"TIPOS DE POUPANÇA" COM OS MAIS VARIADOS

NOMES: SUPER POUPANÇA, HIPER POUPANÇA,

POUPANÇA PREMIADA, POUPANÇA OURO, ETC.

A FORMA DE RENDIMENTO É A MESMA EM

QUALQUER POUPANÇA, O QUE MUDA É A

POSSIBILIDADE DE GANHAR UM PRÊMIO OU ALGUM

OUTRO POSSÍVEL BENEFÍCIO, PORÉM O INTUITO É

SEMPRE O DE ATRAIR CADA VEZ MAIS PESSOAS

PARA ESTA FORMA DE INVESTIMENTO.

NÃO CAIA NESSA!


COMO É O RENDIMENTO
DA POUPANÇA?
DESDE QUE HOUVE MUDANÇA NAS REGRAS DE

RENDIMENTO (04/05/2012), FICOU DA SEGUINTE

FORMA:

- TAXA SELIC SUPERIOR A 8,5%:

                   TAXA REFERENCIAL + 0,5% AO MÊS

- TAXA SELIC IGUAL OU INFERIOR A 8,5%:

                   70% DA TAXA SELIC

O RENDIMENTO NA POUPANÇA ACONTECE SOMENTE

UMA VEZ NO MÊS POR DEPÓSITO. CASO VOCÊ

COLOQUE R$ 100,00 NO DIA 05/06, O RENDIMENTO

DESSE DEPÓSITO OCORRERÁ SOMENTE NO DIA 05/07.

PARA SABER MAIS CLIQUE AQUI.


TESOURO DIRETO
O TESOURO DIRETO É UM TÍTULO PÚBLICO E DE

RENDA FIXA, POR ESSE MOTIVO PODE SER

CONSIDERADO CONSERVADOR.

ELE FUNCIONA COMO UM EMPRÉSTIMO SEU AO

GOVERNO PARA QUE ESTE POSSA PAGAR SUA DÍVIDA

PÚBLICA. VOCÊ, EM TROCA, RECEBE O MESMO

MONTANTE ACRESCIDO DE JUROS EM UMA DATA

FUTURA PREESTABELECIDA DE ACORDO COM O

TÍTULO.
VEJA O TRECHO ABAIXO RETIRADO DO CURSO DO

PRÓPRIO TESOURO DIRETO (MÓDULO 1):

"Comece investindo no Tesouro Direto


comprando títulos de menor volatilidade, ou
seja, com menor risco, por exemplo, Tesouro
Selic (LFT). Isso permite você ganhar
confiança com os procedimentos do programa
e, ao mesmo tempo, garante uma
rentabilidade muito atrativa."

O TESOURO SELIC É A MODALIDADE DO TESOURO

DIRETO MAIS CONSERVADORA E PORTA DE ENTRADA

PARA MUITOS INVESTIDORES.


COMO INVESTIR?

Através de alguma instituição financeira, como bancos ou


corretoras.

Para abrir conta em uma corretora basta entrar no site da


instituição e solicitar o seu cadastro. Não se assuste se este
processo durar até uma semana, é comum, mas isso varia
de corretora para corretora. Após analisar seus dados você
receberá um retorno da própria corretora e, a partir deste
momento, poderá transferir o seu dinheiro para a sua nova
conta criada. Agora você já está apto para investir e ver o
seu dinheiro trabalhar para você.

Um detalhe importante que você deve saber é que, para


manter essa conta aberta, você não paga nada.

A instituição que você escolheu será a sua intermediadora


junto ao Tesouro. Quando você for investir no Tesouro
Direto através da corretora, ela mesma se encarregará de
fazer o seu cadastro no site do Tesouro
(www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto), o que o
gerará uma senha para que você possa acessar a sua conta
diretamente pelo site. Lá você acompanhará os seus títulos
e poderá até investir diretamente pelo site.
COMO SÃO OS RENDIMENTOS?

Variam de acordo com o investimento escolhido.

Podemos encontrar dois tipos de títulos:

• Pós-fixados: aquele investimento que, apesar de já


acordado o tipo de rendimento, não é possível prever
exatamente quando ele renderá até o vencimento.
Investimentos assim são atrelados à índices como a Selic, o
IPCA ou outros. Por esse motivo, os cenários políticos e
econômicos podem influenciar no rendimento tanto para
mais, quanto para menos.

                Por exemplo:
                       ♣ Tesouro IPCA+ 2024 (indexado ao IPCA)
                       ♣ Tesouro Selic (indexado à Selic)

• Prefixados: É aquele investimento onde já conhecemos


exatamente quanto ele vai render até o seu vencimento,
não importando o que possa vir a acontecer com o cenário
político ou econômico. Geralmente expresso em
porcentagem ao ano.

               Por exemplo:
                      ♣ Tesouro Prefixado 2020
                      ♣ Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2027
 
Para saber quais são os títulos vigentes na data que você lê
este artigo e quais são os preços e rentabilidades, acesse
www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-precos-e-
taxas-dos-titulos clicando nesta página.

O título Tesouro IPCA+ 2024 rende, por exemplo, o IPCA


(que está em 1,16% no acumulado até junho) somado à
porcentagem indicada quando da compra do título (no
momento em que escrevo este artigo está em 5,02% a.a.).

O título Tesouro Selic rende a taxa Selic (na data em que


escrevo este artigo está em 9,25%) somado a uma taxa de
ágio (resumidamente juros a mais) ou deságio
(resumidamente juros a menos). No momento em que
escrevo este artigo temos ágio de 0,01%, ou seja, o título
Tesouro Selic está rendendo 9,26% ao ano. Porém lembre-se
que a taxa Selic pode sofrer alterações a cada 45 dias,
quando acontece a reunião do Comitê de Política Monetária
(Copom).

O título Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2027, no


momento em que escrevo este artigo, rende, fixamente,
9,90% a.a., ou seja, independente do que aconteça com a
Economia do país (Selic baixar, Inflação subir, etc.), ele
renderá esta porcentagem fixa ao ano. O fato de o
investimento ser com juros semestrais indica que o
investidor recebe um fluxo de cupons semestrais de juros.   
QUAL É O VALOR MÍNIMO PARA INVESTIR?

De um modo geral, o valor mínimo para investir no Tesouro


Direto é de R$ 30,00, porém isso vai depender do valor do
título.

Para entender melhor, veja este extrato retirado do site do


próprio Tesouro:
“A quantidade mínima de compra é a fração
de 0,01 título, ou seja, 1% do valor de um
título, desde que respeitado o valor mínimo de
R$ 30,00. O investidor pode comprar 0,01
título; 0,02 título; 0,03 título e assim por
diante”
Veja um exemplo:
    O Tesouro Prefixado 2023 possui uma taxa de rendimento
de 9,82% a.a. e um valor nominal de R$ 602,73 no momento
em que escrevo este artigo. O valor mínimo para investir
nesse título seria R$ 6,02 correspondente a 0,01 do valor
dele, porém, conforme o texto acima, o valor mínimo é
limitado a R$ 30,00. Com isso precisaríamos comprar, no
mínimo, 0,05 do título, o que corresponderia a R$ 30,10.

Podemos também encontrar o valor mínimo de


investimento em cada título no site do Tesouro. Veja aqui.
QUAIS SÃO OS POSSÍVEIS RISCOS?

O risco de investir no Tesouro Direto é, de um modo geral,


só um: o de ocorrer um calote do governo e você não
receber o seu dinheiro quando vender o título. Porém,
nenhum governo consciente faria isso. Seria um tiro no
próprio pé já que, investidores estrangeiros e os próprios
brasileiros perderiam a confiança no governo. Injetando,
consequentemente, bem menos dinheiro no país.

O próprio governo faz a propaganda do Tesouro Direto


como o investimento mais seguro do país. 
QUAIS SÃO OS CUSTOS?

Existem 4 possíveis custos. São eles:


• Imposto sobre Operações Financeiras (IOF);
• Imposto de Renda (IR);
• Taxa de Custódia da BM&F Bovespa; e
• Taxa de Administração.

O IOF é cobrado através de tabela regressiva até os


primeiros 30 dias. A cobrança é somente sobre o
rendimento e, após os 30 dias este imposto não é mais
cobrado. Para se ter uma noção, no primeiro dia, a cobrança
é de 96% do rendimento e no vigésimo nono dia, esta
cobrança é de 3% sobre o rendimento.

O IR é cobrado também através de tabela regressiva. Até


180 dias, o valor cobrado é 22,5%. De 181 a 360 dias, 20%. De
361 a 720 dias, 17,5% e acima de 720 dias, 15%. A alíquota
devida é incidida sobre o rendimento.

A Taxa de Custódia cobrada pela BM&F Bovespa é de 0,30%


ao ano sobre o valor do título. Essa taxa é cobrada referente
aos serviços prestados.

E, por fim, a Taxa de Administração que é cobrada pelas


corretoras pela administração do título. Porém, muitas hoje
em dia nem sequer cobram mais esta taxa.
O QUE É MARCAÇÃO A MERCADO?

A marcação a mercado serve para atualizar o valor de


mercado dos títulos. Por esse motivo o seu título poderá
temporariamente render negativamente, mas calma, você
precisa entender o porquê disso acontecer e entender
também porque ter um objetivo na hora de investir é muito
importante.

A marcação a mercado ocorre porque, diariamente,


investidores negociam os títulos apostando na alta ou na
queda das taxas de juros. Tais negociações influenciam nas
expectativas para a Economia, o que faz o preço de cada
título flutuar e, consequentemente, os juros também
flutuam. De modo resumido, quando o preço de um título
cai, sua taxa para novos investimentos sobe.

Por tudo isso explicado, pode ser que, após investir em um


título do Tesouro Direto, depois de algum tempo, o
rendimento esteja negativo ou, também, pode ser que o
rendimento esteja bem mais alto que o acordado. Porém,
se você investir com objetivo e comprar, por exemplo, o
título Tesouro Prefixado 2020 e aguardar até a data de
vencimento, você terá de volta o seu dinheiro aplicado
somado a taxa de juros acordada. As flutuações ocorrem
somente no caminho do título até o vencimento.

Essas diferenças de preços dos títulos não afeta o Tesouro


Selic, somente os demais.
RENDA VARIÁVEL
A SUA INTRODUÇÃO NA RENDA VARIÁVEL DEVE SER

GRADUAL E NÃO INSTANTÂNEA. NÃO FAÇA DELA O

SEU PRIMEIRO INVESTIMENTO. INVISTA, DO MESMO

MODO QUE NA RENDA FIXA, COM OBJETIVO.

VEJA ALGUNS EXEMPLOS DE INVESTIMENTOS DE

RENDA VARIÁVEL:

- AÇÕES;

- DERIVATIVOS;

- CÂMBIO;

- FUNDO DE AÇÕES;

- OURO.
AÇÕES
SE EU PUDESSE TE DAR UMA ÚNICA DICA SOBRE

COMO INVESTIR EM AÇÕES, DIRIA PARA VOCÊ LER O

LIVRO "OS AXIOMAS DE ZURIQUE", DE MAX GUNTHER.

COMO INVESTIDOR INICIANTE EM AÇÕES, COMETI

QUASE TODOS OS ERROS CONTIDOS ALI NO LIVRO.

TENTE APRENDER COM OS ERROS DOS OUTROS,

VOCÊ NÃO PRECISA COMETER OS MESMOS ERROS

QUE EU.
TIPOS DE INVESTIDORES EM
AÇÕES
ANÁLISE FUNDAMENTALISTA: BUSCA ANALISAR

FATORES ECONÔMICOS. ANALISA OS

FUNDAMENTOS DE UMA EMPRESA. INVESTIMENTO

PENSADO PARA O LONGO PRAZO.

ANÁLISE TÉCNICA: ESTUDAM O HISTÓRICO E OS

MOVIMENTOS DOS NÚMEROS NOS GRÁFICOS PARA

"PREVEREM O FUTURO". EXISTEM DIVERSAS

FERRAMENTAS PARA A LEITURA DOS GRÁFICOS.

- SWING TRADER: NORMALMENTE COMPRAM E VENDEM

AÇÕES EM UM PERÍODO MAIOR DO QUE UM DIA. CURTO

PRAZO.

- DAY TRADER: NORMALMENTE COMPRAM E VENDEM

AÇÕES EM UM PERÍODO MENOR DO QUE UM DIA.

CURTÍSSIMO PRAZO.
VALUE INVESTING
EM UMA TRADUÇÃO LIVRE, VALUE INVESTING

SIGNIFICA INVESTIMENTO EM VALOR.

CONCEITO CRIADO POR BENJAMIM GRAHAM E

SEGUIDO POR WARREN BUFFET.

É UMA ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO

FUNDAMENTALISTA E QUE VISA O LONGO PRAZO,

TENDO EM VISTA QUE A IDEIA PRINCIPAL É

APROVEITAR BOAS AÇÕES QUE ESTÃO SENDO

NEGOCIADAS A BAIXOS PREÇOS.

"Preço é o que você paga,


valor é o que você leva"
WARREN BUFFETT
5 ASPECTOS A SE OBSERVAR
PARA ESCOLHER UMA AÇÃO
1. PAGA DIVIDENDOS
2. CONHEÇO O HISTÓRICO DE RESULTADOS DA EMPRESA
3. DIFERENTES ANÁLISES FALAM BEM DELA
4. SE UM ESPECIALISTA RECOMENDA, TOME CUIDADO*
5. O SETOR DA AÇÃO ESTÁ EM ALTA OU PODERÁ VIR A CRESCER

*Antes de me atirar pedras, leia o livro


"Rápido e Devagar, duas formas de pensar"
de Daniel Kahneman, prêmio Nobel de
Economia
O autor desconstrói a autoridade de
especialistas no campo da Economia
AS 14 EMOÇÕES DO
INVESTIDOR INICIANTE NA
BOLSA DE VALORES

NÃO É PARA TE ASSUSTAR, MAS


PARA TOMAR CUIDADO!!!
ECONOMIZAR

RECEBER INVESTIR COM


DIVIDENDOS INTELIGÊNCIA

Uma maneira prática e


inteligente de investir em ações
FER
RA
MEN
TAS
COMPARAÇÃO ENTRE
CDB E LCI/LCA
COMO FUNCIONA A TABELA DA
PÁGINA ANTERIOR?
É simples!
O CDB possui incidência de Imposto de Renda (você pode
encontrar a tabela de IR aqui neste eBook), porém a LCI e a LCA
não. Isto faz com que a comparação entre CDB e LCI/LCA não
possa ser simplesmente olhar a porcentagem de rendimento
sobre o CDI nua e crua de cada um.
Veja como exemplo (acompanhe pela tabela):
     - Um CDB 100% do CDI rende menos que uma LCI/LCA 80%
do CDI em um prazo de até 180 dias, porém rende igual em um
prazo entre 181 e 360 dias e rende mais em um prazo superior a
361 dias, pois nesse prazo a incidência de IR já diminuiu.
FUNDO GARANTIDOR DE
CRÉDITO (FGC)
O FGC é uma instituição não financeira com o objetivo de
assegurar o investidor em casos como liquidação extrajudicial
de instituições financeiras.
De forma resumida podemos dizer que caso seus investimentos
estejam em instituições associadas ao FGC e estas venham a
falência, você terá seus investimentos de volta acrescidos do
lucro até a data de decretação da falência. Ou seja, seu dinheiro
está mais do que garantido.
O Fundo não possui, logicamente, dinheiro para cobrir falência de
todas as instituições associadas ao mesmo tempo, porém,
logicamente também, são poucas as que vão a falência assim. E,
antes de falir, você muito provavelmente já estará sabendo de
algo que esteja comprometendo o futuro da instituição.
Principalmente se você utilizar a próxima ferramenta.
Já foi necessária a utilização do Fundo em algumas poucas
vezes.
O limite do FGC é de R$ 250.000,00 por CPF e por instituição.
Se você tiver R$ 251.000,00 na corretora A e esta for
associada ao FGC, você terá garantido, em caso de falência da
corretora, R$ 250.000,00. Os outros R$ 1.000,00 restantes não
estão garantidos.
Antes de investir saiba se a instituição é associada ao FGC.
Caso não seja, ela provavelmente apresentará investimentos
mais rentáveis, pois assim compensa o risco.
Para saber mais sobre o FGC e quais instituições estão
associadas acesse aqui.
BANCO DATA
Utilize o Banco Data para saber como "anda das pernas" o banco
ou corretora que você quer utilizar para seus investimentos.
Entre aqui no site do Banco Data e tenha acesso aos relatórios
e balanços das instituições financeiras. Veja dados como
patrimônio líquido, lucro/prejuízo nos balanços e vários outros
índices que lhe ajudarão a decidir se deve ou não investir em um
banco que ofereça um excelente rendimento.
Lembre-se que risco e rentabilidade são inversamente
proporcionais. Você terá mais certeza ainda disso quando,
costumeiramente, utilizar o Banco Data.
VÉRIOS, COMPARAÇÃO DE
FUNDOS
Fundos de Investimentos são uma excelente forma de
diversificação. Já dizia o ditado: “Não coloque todos os ovos na
mesma cesta”.
Apesar de rentabilidade passada não ser sinônimo de
rentabilidade futura, a comparação do histórico de rentabilidade
é um importante indicador para se decidir entre o fundo A e o
fundo B.
Entre aqui e acesse a melhor ferramenta de comparação de
fundos.
GRÁFICOS DO TESOURO DIRETO
Talvez você já tenha ouvido falar em especulação no Tesouro
Direto. Esta forma de investir no tesouro não é a ideal, porém, às
vezes, é necessário acompanhar o gráfico e realizar uma venda
de título com um pouco mais de lucro especulando.
Eu sempre te aconselharia a deixar o seu dinheiro investido até a
data de vencimento. A exceção do Tesouro Selic, todos os
demais títulos do Tesouro sofrem a Marcação a Mercado.
Isso faz com que o dinheiro investido possa render mais ou
menos do que o estipulado, mas calma, se você deixar o dinheiro
investido até o vencimento ele renderá o acordado.
Por isso é possível especular no Tesouro Direto. Caso esteja
precisando do seu dinheiro antes do prazo de vencimento, esta
ferramenta poderá te indicar o momento ideal para a venda.
Acesse aqui.
FUNDAMENTUS
Site que tem por objetivo acompanhar os dados e os principais
indicadores fundamentalistas e financeiros das empresas.
Permite comparação de empresas por setores e subsetores de
atuação.
Ferramenta perfeita para o investidor de longo prazo da Bolsa de
Valores.
Acesse aqui o site.
GUIAINVEST
É a rede social dos investidores em ações.
Possui ferramentas tanto para quem utiliza a Análise Técnica
tanto para quem utiliza a Análise Fundamentalista.
O GuiaInvest, além de possuir um blog com artigos excelentes
(blog.guiainvest.com.br), possui uma comunidade de
investidores. E para participar basta entrar no site
(www.guiainvest.com.br) e criar a sua conta grátis.
Lá você encontrará um feed de atividades parecido com o do
Facebook, porém com comentários e dicas de investidores em
ações.
Encontrará também ranking de dividendos e gráficos
atualizados, além de receber um Boletim Diário por e-mail com as
principais notícias que movimentaram o mercado financeiro e
com as maiores altas e baixas da Ibovespa.
O GuiaInvest possui também a versão Pro que conta com
diversos materiais educativos além de outras funcionalidades
que você não encontra na versão paga. Para saber mais sobre
esta ferramenta acesse aqui e veja um artigo completo do
Clube dos Poupadores.
FOLHAINVEST
É um simulador gratuito da Bolsa de Valores.
O simulador é bastante completo e permite que você pratique o
investimento em ações antes de investir de fato.
Conheça o funcionamento da Bolsa de Valores.
APLICATIVO RENDA FIXA
O aplicativo Renda Fixa permite que você tenha acesso aos
investimentos de Renda Fixa ordenados por rentabilidade. Por
esse motivo é uma das melhores formas de decidir aonde
investir.
É possível fazer o acompanhamento de sua carteira de
investimentos em Renda Fixa através do app.
Utilize também para acompanhamento de taxas como SELIC,
CDI, IPCA e IGPM, tanto valores mensais, atuais, acumulados e
anualizados. Possui ainda um chat para bate-papo e outras
excelentes funcionalidades.
APLICATIVOS PARA
CONTROLE FINANCEIRO
GUIABOLSO
MOBILLS
ORGANIZZE
MINHAS ECONOMIAS
MONI
WALLY
TAXAS E CUSTOS
NA RENDA FIXA
Veja abaixo os principais investimentos em Renda Fixa e todos
os seus custos (não está incluso eventuais cobranças da
corretora):
- Poupança: não existe custos, taxas ou impostos;
- Tesouro Direto: taxa BMF Bovespa (0,30% a.a. sobre o valor
do título), IR e IOF;
- CDB: IR e IOF;
- RDB: IR e IOF;
- LCI/LCA: somente IOF;
- LC: IR e IOF;
- Debênture: IR (Debêntures incentivadas são isentas de IR) e
IOF;
- COE: IR e IOF.
Descubra agora como o Imposto de Renda (IR) e o Imposto
sobre Operações Financeiras (IOF) são cobrados.
IMPOSTOS
DUAS TABELAS IMPORTANTES QUE
VOCÊ DEVE CONHECER

IOF    &    IR

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é incidido sobre


operações de crédito, câmbio e títulos financeiros. A alíquota
devida é incidida sobre o rendimento e determinada pela tabela
regressiva.
O Imposto de Renda (IR) é o valor descontado anualmente
sobre as aplicações financeiras realizadas por pessoa física ou
jurídica. A alíquota devida é incidida sobre o rendimento e
determinada pela tabela regressiva.
)FOI( SARIECNANIF
SEÕÇAREPO ERBOS OTSOPMI
)RI(
ADNER ED OTSOPMI
Percebeu a diferença?!
Aplique no seu dia-a-dia!
Cresça um pouco a cada dia. Lá na
frente você terá os resultados

Fonte da imagem: http://lpprodutividade.com.br/blog/como-criar-habitos/


CORRIDA DOS
RATOS
Não tenho dinheiro

Passo a ganhar mais

Aumento meus gastos

Se você olha para o seu salário todo final de mês e se pergunta


para onde foi parar aquele dinheiro, muito provavelmente você
está preso na “Corrida dos Ratos”.
“Corrida dos ratos é um termo usado para um exercício sem fim,
auto-destrutivo ou inútil. Evoca a imagem dos esforços inúteis
de um rato de laboratório tentando escapar correndo em uma
roda ou em volta de um labirinto”.
A “Corrida dos Ratos” foi apresentada por Robert Kyiosaki no
livro “Pai Rico Pai Pobre” e remete ao texto acima, retirado do
wikipidia.
O autor nos mostra o ciclo que acontece com a maioria. De
forma resumida podemos dizer que as pessoas estão em busca
de dinheiro, pois o que elas possuem não é suficiente. Depois de
algum tempo passam a ganhar mais e, ao invés de acumularem
riquezas, passam a aumentar os seus gastos, seja comprando
uma casa, trocando de carro ou simplesmente aumentando
gastos em outros bens de consumo. E aí retornam ao início do
ciclo onde não possuíam dinheiro.
Para escapar dessa corrida Kyiosaki nos ensina, principalmente,
que devemos comprar Ativos ao invés de Passivos. Ativos são
bens geradores de renda, ou seja, imóveis para alugar,
investimentos que rendem juros.
Enquanto passivos são bens geradores de despesa como imóvel
usado para moradia, carro e outros bens de consumo.
Não é que você não deva comprar a sua casa ou carro, lógico que
não é isso. Porém, na medida do possível, devemos acumular
ativos. Só assim é possível gerar riqueza.
Geralmente as pessoas de mentalidade pobre compram ativos
pensando que são passivos.
DADOS QUE,
NO MÍNIMO,
DEVERIAM SER CURIOSOS...

SOMENTE 64% DOS BRASILEIROS


DESTINAM DINHEIRO PARA A POUPANÇA
E APENAS 4% PARA O TESOURO DIRETO

APENAS 14% POUPAM PENSANDO EM


FORMAR UMA RESERVA PARA
A APOSENTADORIA

FONTE: SPC/CNDL - Mar/17


PIRÂMIDE FINANCEIRA
LIBERDADE FINANCEIRA:
- Investimentos inteligentes
- Rendimentos sempre superam os gastos

NECESSIDADES DE AUTO-REALIZAÇÃO:
- Viagens
- Aposentadoria

NECESSIDADES SOCIAIS:
- Aquisição de um imóvel
- Compra de bens para bem-estar

NECESSIDADES DE SEGURANÇA:
- Reserva para momentos de crise
- Gastos não previstos e necessários

NECESSIDADES BÁSICAS:
- Pagar as contas sem ficar no negativo
- Gastos não previstos e urgentes

A pirâmide não representa os mais pobres na base e os mais


ricos no topo. Não é isso.
Ela apenas reflete as nossas necessidades com relação ao
dinheiro e aí cada um dá a prioridade que quiser. Pode ser que
para alguém seja mais interessante viajar do que pagar as
contas que deve. Porém o que acontece, de um modo geral, é
que as pessoas fazem "aquela" viagem para mostrar nas redes
sociais, compra "aquele" carrão financiado em 5 anos achando
que está arrasando.
Não está! Ele apenas contrai dívidas e vive desse falso "status".
Não faça isso! Acumule ativos ao invés de passivos.
7 MODOS DE ECONOMIZAR EM
CASA
1. UTILIZE LÂMPADAS LED: as lâmpadas LED chegam a durar 3 vezes mais que
as eletrônicas e 20 vezes mais que as incandescentes. Um investimento que se
paga em pouco tempo de uso através da economia de energia.
.
2. APAGUE AS LUZES: a luz que você apaga você não paga! Deixe de lado aquele
velho costume de sair do local e deixar a luz acesa.
.
3. DESLIGUE APARELHOS EM STAND-BY: retirar aparelhos pouco usados da
tomada e que possuem luzes de stand-by como televisão, modem de internet e
micro-ondas, reduzem a sua conta de energia.
.
4. MODERE O USO DO CHUVEIRO ELÉTRICO: não deixe de tomar banho,
obviamente, porém você deve ter em mente que, no horário de pico (entre 18h e
21h), o uso da carga é maior, logo evite utilizá-lo neste intervalo.
.
5. SAIBA USAR O AR CONDICIONADO: tape todas as saídas de ar do cômodo.
Limpe o filtro de tempos em tempos. A posição do ar condicionado também é
importante. O ar frio desce e o ar quente sobe, logo a melhor localização dele é no
alto, pois faz com que resfrie mais rapidamente o ambiente.
.
6. USE CONSCIENTEMENTE A GELADEIRA: alguns alimentos não precisam ficar
na geladeira. Quanto menor for a quantidade de alimentos dentro dela, menor é a
sua demanda por energia. Não deixe a porta da geladeira aberta por muito tempo e
não a deixe perto do fogão, pois de ambos os modos o consumo aumenta.
.
7.  TROQUE OS GALÕES DE ÁGUA POR FILTRO: pode não parecer, mas, de galão
em galão, ao longo do tempo uma boa grana se vai. Substitua-os por um filtro e
você verá a economia no seu bolso.
PAGUE-SE
PRIMEIRO
É o que você deve fazer sempre quando recebe.
Pagar-se primeiro!
Você é mais importante do que qualquer outra coisa.
Se esperar sobrar para guardar, muito
provavelmente, sobrará pouco ou nada.
Se você espera sobrar dinheiro no final do mês para investir,
você está, como a maioria, agindo de forma errada.
“Pagar-se primeiro” significa você investir no seu patrimônio,
nos seus ativos, antes de pensar em pagar as contas, comprar
bens de consumo ou adquirir outros passivos. Dessa forma você
estará fazendo crescer o seu patrimônio.
Parece complicado investir no começo do mês? Então comece
com quantias pequenas e aumente na medida que for possível.
Depois de algum tempo você estará sim investindo o que sobrar
no final do mês, mas depois de “pagar-se primeiro”.
“Não guarde o que resta depois de gastar, mas sim gaste o que
sobrou depois de guardar”. Esse é o pensamento.
DESAFIO DAS
52 SEMANAS
APRENDA A POUPAR
O ano possui um total de 52 semanas, eis de onde surge o nome
do desafio. O grande objetivo aqui é fazer você adquirir o hábito
de poupar.
Basicamente você deve poupar uma quantia relativa ao número
da semana do ano: semana 1, poupe R$ 1,00; semana 2, poupe
R$ 2,00 e assim por diante.
Você não precisa esperar a semana 1 para começar. Vamos lá,
comece agora mesmo. Está em qual semana? 34? Poupe R$
34,00!
Utilize a tabela da página seguinte como base, porém use uma
em branco para você.
VOCÊ PODE UTILIZAR A POUPANÇA MESMO
A Poupança é o lugar ideal para guardar estas quantias, já que é
prática e de fácil uso, apesar de ser possível e mais rentável
utilizar CDB's com liquidez diária.
Caso já esteja com uma experiência maior investindo prefira o
CDB.
Tenha a tabela da página anterior como base, porém você poderá
iniciar com outros valores:
Iniciando com R$ 1,00: total de R$ 1.378,00
Iniciando com R$ 2,00: total de R$ 2.756,00
Iniciando com R$ 3,00: total de R$ 4.134,00
Iniciando com R$ 4,00: total de R$ 5.512,00
Iniciando com R$ 5,00: total de R$ 6.890,00

Para saber mais sobre o "Desafio das 52 Semanas" e


adquirir de vez o hábito de poupar clique aqui
MI
TOS
FI
NAN
CEI
ROS
TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO
NÃO É INVESTIMENTO

De fato não é e NUNCA será um investimento.


É, na verdade, uma loteria, onde você deposita um dinheiro e
aguarda ser sorteado. Seu dinheiro fica lá parado e não rende
absolutamente nada, ou seja, infinitas vezes pior do que a
Poupança.
A grande maioria, para não dizer quase todo mundo ou todo mundo,
ao término do prazo definido recebe o seu dinheiro de volta sem ter
ganhado qualquer prêmio. Dinheiro esse que agora vale menos, pois,
devido à inflação durante o período em que o dinheiro ficou
literalmente parado, ele perdeu valor no tempo.
CASA PRÓPRIA
NÃO É INVESTIMENTO

Certa vez fiz um post no Instagram falando sobre isso e recebi


milhares de pedradas nos comentários.
Muitos almejam adquirir a casa própria e, por isso, se sentem
atingidos. Isso não deveria ser motivo. Eu não tenho casa própria e
tenho vontade de ter a minha. Não é por isso que, quando ouvi pela
primeira vez alguém falando sobre isso, fiquei chateado.
A propósito, quem me abriu a mente sobre o assunto foi nada mais
nada menos do que o Gustavo Cerbasi, no livro “Investimentos
Inteligentes” (já recomendada a leitura aqui neste eBook).
Casa própria é bem de consumo, não é investimento. Você pode
falar que é investimento no futuro, mas, neste caso, você está
usando a palavra no sentido conotativo, um sentido que não é o do
dicionário. Investimento, denotativamente falando, é algo que lhe
rende juros.
Uma casa para alugar é investimento, constitui ativo, pois você
receberá aluguel. Já uma casa para morar não é investimento,
constitui passivo, pois você terá gastos como condomínio, IPTU e
outros.
AMOR AO DINHEIRO
NÃO É A FONTE DE TODO MAL

Não que devamos ter amor ao dinheiro, não é isso.


Porém o dinheiro nunca será fonte de mal algum, pelo menos não
deve ser. Não é porque você vai ter dinheiro que você vai mudar.
Você não tem nada a ver com aquele político corrupto. Ele já era
corrupto, o dinheiro e o poder só afloraram essas características.
Para quem sabe usar, o dinheiro só trará bons frutos, além de ser
fonte para doações, que é um dos maiores bens que podemos fazer.
Como funciona?

CLASSIFICAÇÃO DE
RISCO E SUAS NOTAS
Antes de investir é importantíssimo saber a que grau de risco
você está exposto.
Para isso foi criado, através de agências de rating, uma
classificação de risco com notas que nos dizem se a instituição
ou o investimento são de qualidade ou não.
Quanto menor a nota, maior o risco que você corre.
Você perceberá que grandes bancos e seus investimentos
possuem grau de investimento bastante altos e, obviamente, o
risco de se investir através deles é baixo. Consequentemente
seus investimentos apresentam rentabilidades menores do que
bancos médios e pequenos.
Os governos também são avaliados pelas agências de
classificação.
Veja e entenda a tabela na página seguinte com o padrão de
notas das três agências de classificação: Fitch, Standard &
Poor's e Moody's.
Perceba destacado em
vermelho na imagem ao
lado as notas dos
respectivos CDB's.
Normalmente quanto
menor a classificação
de um CDB ou outro
investimento na tabela,
maior será a
rentabilidade.

Imagem retirada do aplicativo Renda Fixa


Um pouco de história...

CRISE IMOBILIÁRIA
NOS EUA (2008)
De forma resumida, podemos dizer que a população nos Estados
Unidos vivia confortavelmente com seus salários e empregos
estáveis. Logo não havia necessidade de pegar crédito com os
bancos.
Já os bancos precisavam a qualquer modo emprestar dinheiro.
Porém nessa situação de estabilidade ficava extremamente
complicado. Desse modo começou as grandes ofertas de
crédito.
Com muita oferta de crédito houve um "boom" no crescimento
imobiliário, o que gerou muitos imóveis supervalorizados e
parados.
O imóvel era a garantia dos empréstimos, porém esses
empréstimos foram feitos baseados num preço de mercado
desse imóvel... Preço que despencou.
Um empréstimo foi feito baseado em um imóvel avaliado em
$500.000,00 e, de repente, passou a valer $300.000,00. E,
mesmo pelos $300.000,00, não haviam compradores.
Os preços dos imóveis eram bolhas (especulação), um ciclo que
não se sustentava, como os esquemas de pirâmide,
especulação pura.
A inadimplência dos milhões, que atingiu fortemente os bancos
norte americanos, que perderam centenas de bilhões de dólares.
A farra do crédito fácil um dia acabaria. E acabou!
Você pode estar se perguntando o porquê das agências de
classificação de risco não terem percebido o que estava
acontecendo.
A explicação mais plausível é que nenhuma das agências queria
ser a "do contra", não queriam "dar o braço a torcer. Afinal, o país
ia bem e as pessoas também.
Desse modo ninguém conseguiu prever o que estava por vir.
Na verdade quase ninguém...
Para entender mais afundo sobre a bolha imobiliária dos Estados
Unidos te indico ver o filme "A Grande Aposta".
Não caia nessa...

INVESTIMENTOS
IMPOSSÍVEIS
Não acredite em ganhos diários absurdos.
Veja porque é utopia valores garantidos como 2% ao dia. Basta
fazer alguns cálculos para chegar a essa conclusão.

Simulação de 2% ao dia no
período de 1 ano
R$ 1.000,00                                                                R$ 10.000,00

ao mês
R$ 1.811,30                                                                R$ 18.113,00

ao ano
R$ 1.247.052,20                                                      R$ 12.470.522,00
Você precisa de uma...

RESERVA DE
EMERGÊNCIA
A Reserva de Emergência ou "colchão financeiro" nada mais é do
que um valor que você deve ter guardado (entenda-se
investido) para utilizar em casos emergenciais.
Este valor deve apresentar alta liquidez, ou seja, deve ser de
fácil resgate como a Poupança ou o Tesouro Selic.
A pergunta agora é: quanto? Depende! Isso você pode definir.
Alguns especialistas recomendam para tal, guardar um valor
equivalente a seis vezes o seu salário atual. Para que, em caso
de perda do emprego ou doença, por exemplo, você possa
sustentar o seu padrão de vida por mais alguns meses.
Agora lembre-se que casos emergenciais são casos
emergenciais. Fatos que ocorrem todo ano como o IPVA e o
seguro do carro, material escolar dos filhos, uma conta de luz
mais alta e a manutenção de um celular, não são casos
emergenciais e, para estes, deve-se reservar uma quantia no
seu orçamento mensal.
Porque devo ter uma?
Simples! Emergências acontecem. E elas vão vir quando você
menos esperar, senão não seriam emergências. Resta a você se
preparar e esperar pelo pior. Não é questão de pessimismo, mas
sim de realismo. As emergências costumam ser caras, esteja
preparado!

Quais investimentos devem fazer


parte de uma reserva?
Basicamente os investimentos em Renda Fixa que possuem
liquidez diária, ou seja, investimentos que são facilmente
desfeitos ou revendidos. Não se preocupe, praticamente todos
os investimentos de Renda Fixa como CDB's e Tesouro Direto
são facilmente desfeitos.
Em bancos médios como Sofisa Direto e Inter (vale uma
pesquisa na internet) é possível encontrar CDB's com
excelentes rentabilidades, com liquidez diária e com capital
inicial de investimento baixo. O Tesouro Direto, mas
especificamente o Tesouro Selic, é uma segunda opção
interessante. É possível investir no Tesouro a partir de R$
30,00. A poupança também pode ser opção para Reserva de
Emergência. Um misto entre estes três investimentos citados
também seria muito interessante.
O importante, além da rentabilidade, é o ativo ser facilmente
transformado em dinheiro, ou seja, é necessário ter alta liquidez.
JUROS REAIS
ENTENDA
Sempre que a Taxa Selic cai, a impressão que temos quando
investimos é que os rendimentos também caíram e que, antes,
estávamos ganhando mais.
De fato, quando ela cai, os investimentos naturalmente caem.
Porém o que devemos analisar são os juros reais, pois mesmo
com a nossa taxa básica de juros (Selic) caindo, a inflação muito
provavelmente também estará caindo.
Nossa atenção deve estar nos juros reais, cujo cálculo se dá
pela fórmula abaixo:
Juros Reais = (1 + Juros Nominais) / (1 + Inflação) – 1
Juro Nominal = Taxa de juros nominais é
aquela divulgada pelas instituições financeiras
quando você faz um investimento ou assume
uma dívida sem considerar os efeitos da
inflação.
Juro Real = A taxa de juros reais são os juros
nominais já com a inflação descontada.
HISTÓRICO DA TAXA SELIC, DA INFLAÇÃO E DOS
JUROS REAIS DO BRASIL DE 1995 ATÉ 2015

Tabela retirada do site www.clubedospoupadores.com

Perceba como em 2002 e em 2015 a Selic subiu e os juros reais


forma menores, logo Selic alta não significa muita coisa sem
avaliar o IPCA (inflação).
DICAS
FINANCEIRAS
Por WARREN BUFFETT
SOBRE GANHOS: "Nunca dependa de uma única fonte de renda.
Faça investimentos para criar uma segunda fonte."
SOBRE GASTOS: "Se você comprar coisas que você não precisa,
logo você terá que vender coisas que você precisa."
SOBRE ECONOMIA: "Não economize o que resta de seus
gastos, mas gaste o que sobra de suas economias."
SOBRE CORRER RISCOS: "Nunca teste a profundidade do rio
com os dois pés."
SOBRE INVESTIMENTOS: "Não coloque todos os ovos na
mesma cesta."
FLUXOGRAMA
"COMEÇANDO A
INVESTIR"
Quer começar a investir e ainda
não sabe como?
Acompanhe o fluxograma da
próxima página!
MI
NI
DI
CIO

RIO
TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO: título de crédito adquirido para
concorrer a sorteios e prêmios. Não existe rendimento no
dinheiro poupado, por isso não pode ser considerado um
investimento.

SELIC: Também conhecida como a taxa básica de juros. É a taxa


de financiamento no mercado interbancário para operações de
um dia, ou overnight, que possuem lastro em títulos públicos
federais, títulos estes que são listados e negociados no
Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

CDB: O Certificado de Depósito Bancário, popular CDB, é um


investimento de Renda Fixa, o que significa que saberemos no
momento da compra quanto e quando vamos receber o capital
investido acrescido dos juros. Os CDB's são títulos emitidos
pelos bancos para captar recursos. Desta forma eles
remuneram com juros que geralmente são atrelados ao CDI.

CDI: Certificado de Depósito Interbancário é o nome dado ao


título emitido por instituições financeiras que lastreiam as
operações do mercado interbancário, ou seja, transações entre
bancos. Um banco que tem reservas financeiras transfere
recursos para um banco que necessita de capital para repor seu
caixa. O CDI é uma taxa média dos empréstimos entre bancos de
um dia. O CDI costuma acompanhar de perto a variação da taxa
Selic.
INFLAÇÃO: Literalmente, o termo Inflação significa o efeito de
inflar ou inchar. Ou seja, ela significa um aumento de preços, seja
em produtos ou serviços. Devido a este aumento significativo
nos preços, podemos dizer que, constantemente, o poder de
compra diminui se o nosso salário não aumenta. O principal
indicador para medir a Inflação é o IPCA (Índice Nacional de
Preços ao Consumidor Amplo).
DÓLAR: é a moeda oficial dos Estados Unidos da América,
Equador, El Salvador e Panamá. As principais abreviações para a
moeda são USD (código ISO 4217) e US$ (Fundo Monetário
Internacional).
RENDA FIXA: É o termo a que se refere a qualquer tipo de
investimento que possui remuneração paga em intervalos e
condições preestabelecidas. Esse tipo de investimento pode
ser entendido como um empréstimo onde o investidor concede
dinheiro a uma entidade em troca do pagamento de juros. Ex.:
Tesouro Direto, CDB/RDB, LCI/LCA, LC, CRI/CRA, Debênture, COE,
etc.
RENDA VARIÁVEL: É o termo a que se refere a um tipo de
investimento cuja remuneração ou retorno de capital não pode
ser dimensionada no momento da aplicação nem em nenhuma
data. Possui risco de moderado a altíssimo. Ex.: Ações, Fundos
de Ações, Opções, Ouro, Fundos de Investimento Imobiliário, etc.
AÇÕES: são títulos emitidos por empresas. Quem compra uma
ação se torna, de certo modo, dono de um pequeno pedaço da
empresa. A compra e venda das ações é realizada através da
negociação na Bolsa de Valores. Antes de comprar uma ação, no
entanto, você deve ter conta aberta em alguma instituição
financeira credenciada.
JUROS: É o aluguel do dinheiro, seja para emprestar
(rendimentos de uma aplicação financeira, por exemplo), seja
para tomar emprestado (financiamento ou empréstimo, por
exemplo).
ATIVOS: Bens e direitos de uma instituição ou, também, de
pessoa física que possam ser valorizados em termos
financeiros. Exemplo: Imóveis (desde que não dê mais
despesas do que receitas), investimentos, salário e qualquer
outro bem que possa vir a valorizar.
PASSIVOS: Obrigações e dívidas contraídas por instituição ou,
também, por pessoa física. Exemplo: Carro, casa como moradia,
móveis e qualquer outro bem que possa vir a depreciar, ou seja,
perder valor no tempo.
VOLATILIDADE: Na área financeira é uma medida de dispersão
dos retornos de um título ou índice de mercado. Quanto mais o
preço de uma ação, por exemplo, varia num período curto de
tempo, maior o risco de se ganhar ou perder dinheiro negociando
esta ação, e, por isso, a volatilidade é uma medida de risco.
TÍTULOS PÚBLICOS: São ativos de Renda Fixa emitidos pelo
Tesouro Nacional para financiar a dívida pública nacional.
TÍTULOS PRIVADOS: São títulos de Renda Fixa emitidos por
empresas, bancos ou financeiras.