Você está na página 1de 12

Simulado XXXI

Concurso da Polícia Federal

Perito Criminal Federal – Área 6 – Química / Engenharia Química

Questões baseadas num provável edital para o próximo concurso de Perito,


considerando o edital anterior.

Elaboração das questões: Robson Timoteo Damasceno

Bons Estudos e Rumo à ANP!

1
Conhecimentos Básicos
A Revolta da Vacina

O Rio de Janeiro, na passagem do século XIX para o século XX, era ainda uma cidade
de ruas estreitas e sujas, saneamento precário e foco de doenças como febre amarela, varíola,
tuberculose e peste. Os navios estrangeiros faziam questão de anunciar que não parariam no
porto carioca e os imigrantes recém-chegados da Europa morriam às dezenas de doenças
infecciosas.
Ao assumir a presidência da República, Francisco de Paula Rodrigues Alves instituiu
como meta governamental o saneamento e reurbanização da capital da República. Para
assumir a frente das reformas, nomeou Francisco Pereira Passos para o governo municipal.
Este, por sua vez, chamou os engenheiros Francisco Bicalho para a reforma do porto e Paulo
de Frontin para as reformas no centro. Rodrigues Alves nomeou ainda o médico Oswaldo Cruz
para o saneamento.
O Rio de Janeiro passou a sofrer profundas mudanças, com a derrubada de casarões e
cortiços e o conseqüente despejo de seus moradores. A população apelidou o movimento de o
“bota-abaixo”. O objetivo era a abertura de grandes bulevares, largas e modernas avenidas
com prédios de cinco ou seis andares.
Ao mesmo tempo, iniciava-se o programa de saneamento de Oswaldo Cruz. Para
combater a peste, ele criou brigadas sanitárias que cruzavam a cidade espalhando raticidas,
mandando remover o lixo e comprando ratos. Em seguida o alvo foram os mosquitos
transmissores da febre amarela.
Finalmente, restava o combate à varíola. Autoritariamente, foi instituída a lei de
vacinação obrigatória. A população, humilhada pelo poder público autoritário e violento, não
acreditava na eficácia da vacina. Os pais de família rejeitavam a exposição das partes do corpo
a agentes sanitários do governo.
A vacinação obrigatória foi o estopim para que o povo, já profundamente insatisfeito
com o “bota-abaixo” e insuflado pela imprensa, se revoltasse. Durante uma semana, enfrentou
as forças da polícia e do exército até ser reprimido com violência. O episódio transformou, no
período de 10 a 16 de novembro de 1904, a recém-reconstruída cidade do Rio de Janeiro em
uma praça de guerra, onde foram erguidas barricadas e ocorreram confrontos generalizados.
Internet: <www.ccs.saude.gov.br> (com adaptações).

Considerando o texto acima, julgue os itens

1 - O texto faz um histórico da Revolta da Vacina, ocorrida no Rio de Janeiro, mostrando


explicitamente o ponto de vista do autor acerca do tema.

2 - Mantém-se o sentido do texto e a correção gramatical caso se retire a vírgula que vem
logo depois de “Este” no trecho “Este, por sua vez, chamou os engenheiros...”

3 - O texto apresenta marcadores que evidenciam a progressão da narrativa, tais como


“Ao mesmo tempo” e “Finalmente”.

2
Cada um itens a seguir apresenta uma proposta de reescritura do período “A vacinação
obrigatória foi o estopim para que o povo, já profundamente insatisfeito com o „bota-abaixo‟ e
insuflado pela imprensa, se revoltasse.” Julgue-os quanto à correção gramatical e à coerência
com as ideias do texto.

4 - O fato de haver vacinação compulsória, foi apenas mais um dos elementos para que a
população do Rio, insatisfeita com o “bota-abaixo” e insuflada pela imprensa, se
revoltasse.

5 - O povo por estar insatisfeito com o “bota-abaixo” e influenciado pela imprensa se


revoltou contra a vacina.

6 - A vacinação obrigatória foi o elemento essencial para que ocorresse a Revolta da


Vacina, embora a população já estivesse muito insatisfeita com o “bota-abaixo” e sendo
insuflada pela imprensa.

7 - O fato de a vacinação contra a varíola ser obrigatória levou o povo a se revoltar,


embora houvesse outros motivos, tais como o “bota-abaixo”, além da motivação da
imprensa.

Nos itens a seguir são reproduzidos trechos de textos. Julgue-os quanto à correção gramatical.

8 – Aqui reina a paz e a alegria.

9 – Devem fazer cinco anos que não abre concurso.

10 – Quando aspirou ao gás, ele começou a tossir.

11 – Ele foi até à parte mais profunda da matéria.

12 – Mantendo este rítmo de estudo, certamente será aprovado.

13 – Com parecer e propostas claros, não deixou dúvidas quanto a seu modo de pensar.

14 – Tinha olhos verdes, e belos, a Mariana.

15 – Estiveste com aqueles rapazes por que?

Leia o texto a seguir para responder às questões.

Hoje o “povo” é a base e o ponto de referência comum de todos os governos nacionais,


excetuando-se os teocráticos. Isso não apenas é inevitável, como certo – afinal, se o governo
tem algum objetivo, só pode ser o de cuidar do bem-estar de todos os cidadãos e falar em
nome deles. Na era do homem comum, todo governo é governo do povo e para o povo,
embora não possa, em qualquer sentido operacional do termo, ser exercido pelo povo.
Os governos dos Estados-Nação ou dos Estados territoriais modernos erguem-se sobre
três premissas. Primeira: eles têm mais poder que outras unidades que operam em seu
território. Segunda: os habitantes de seus territórios aceitam sua autoridade mais ou menos de
bom grado. Terceira: os governos podem prover aos habitantes de seu território serviços que,
de outro modo, não seriam fornecidos com eficácia igual ou nem sequer seriam fornecidos –
serviços como “lei e ordem”, segundo a frase proverbial. Nos últimos trinta ou quarenta anos,
essas premissas vêm deixando de ser válidas.

Considerando que são características da linguagem oficial a clareza, a concisão, a


impessoalidade e o uso do nível formal da linguagem e que o texto acima faça parte de um
documento oficial, avalie os itens.

16 – Como está, o texto pode fazer parte de um parecer, com o objetivo, por exemplo, de
sustentar uma opinião técnica submetida a exame.

3
17 – Em um relatório, a linguagem precisaria ser mais formal, evitando-se, por exemplo,
o emprego de aspas e alterando-se a regência de “prover aos habitantes” para prover os
habitantes.

18 – Em uma ata, a enumeração contida no segundo parágrafo deveria ser em tópicos,


com a margem recuada, como mostrado a seguir:
1ª eles têm mais poder que as outras unidades que operam em seu território;
2ª os habitantes de seus territórios aceitam sua autoridade mais ou menos de
bom grado;
3ª os governos podem prover aos habitantes de seu território serviços que, de
outro modo, não seriam fornecidos com eficácia igual ou nem sequer seriam fornecidos.

A respeito dos conceitos de informática, avalie os próximos itens.

19 – A ferramenta mais adequada para se fazer o gerenciamento de pastas e arquivos no


ambiente Windows é o Internet Explorer, que permite organizar as informações de
maneira estruturada e hierárquica.

20 – A pesquisa na Internet pode ser otimizada por meio de caracteres especiais que
filtram o resultado. É o caso, por exemplo, dos caracteres booleanos AND, OR e NOT,
que são aceitos por ferramentas de sítios de pesquisa como o Google, o Cadê e o
Altavista.

21 – Os navegadores utilizados para navegação em páginas web podem ser de origem


comercial ou gratuita, destacando-se, pela sua facilidade de uso e instalação, o Mozilla,
o Opera, o Thunderbird e o Outlook Express.

22 – As intranets podem ter os mesmos serviços e produtos que a Internet, sejam eles
de correio eletrônico, acesso a páginas de hipertextos, upload e download de arquivos.
A única diferença entre intranet e Internet é que a intranet é destinada ao acesso de
usuários externos a uma organização, como clientes e fornecedores, por exemplo, ou
para acesso remoto de casa pelos empregados de uma empresa

23 – A identificação e a eliminação de atividades suspeitas ou indesejadas, tanto no


computador pessoal como na rede, pode ser realizada por meio de sistemas de controle
de vírus, como malware, spyware e cavalo de troia de backdoors.

24 – O firewall é indicado para filtrar o acesso a determinado computador ou rede de


computadores, por meio da atribuição de regras específicas que podem negar o acesso
de usuários não autorizados, assim como de vírus e outras ameaças, ao ambiente
computacional.

25 – Uma das pragas virtuais que constantemente vêm incomodando usuários da


Internet é a técnica de phishing scan, que consiste em induzir os usuários por meio de
páginas falsas a fornecer senhas ou outros dados pessoais.

4
Em 2007, no estado do Espírito Santo, 313 dos 1.472 bacharéis em direito que se inscreveram
no primeiro exame do ano da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) conseguiram
aprovação.

Em 2008, 39 dos 44 bacharéis provenientes da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)


que fizeram a primeira fase do exame da OAB foram aprovados.

Com referência às informações contidas nos textos acima, julgue os itens que se seguem.

26 – Considerando que, na primeira fase do exame da OAB de 2008, 87,21% dos


bacharéis em direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) tenham sido
aprovados, a probabilidade de se escolher ao acaso um dos aprovados entre os
bacharéis da UFPE que fizeram esse exame será maior que a probabilidade de se
escolher ao acaso um dos aprovados entre os bacharéis da UFES e que também fizeram
o exame da OAB.

27 – Com relação à primeira fase do exame da OAB de 2008, caso se deseje formar uma
comissão composta por 6 bacharéis provenientes da UFES, sendo 4 escolhidos entre os
5
aprovados e 2 entre os reprovados, haverá mais de 9 × 10 maneiras diferentes de se
formar a referida comissão.

28 – Se a UFES decidir distribuir dois prêmios entre seus bacharéis em direito aprovados
na primeira fase do exame da OAB de 2008, e se os bacharéis premiados forem distintos,
haverá mais de 1.400 maneiras diferentes de serem concedidos tais prêmios

29 – Se a UFES decidir distribuir dois prêmios entre seus bacharéis em direito aprovados
na primeira fase do exame da OAB de 2008, e se os bacharéis premiados não
necessariamente forem distintos, haverá mais de 1.600 maneiras diferentes de serem
concedidos tais prêmios

30 – Pegando ao acaso um dos candidatos de 2007 que fizeram a OAB, a chance de ele
não ter sido aprovado foi de 78,7364%.

Após mais de um dia de chuva forte no Rio de Janeiro, os aeroportos funcionam hoje
(7) com poucos atrasos e cancelamentos de voos. No Santos Dumont não há nenhum registro
de atraso acima de 15 minutos. Até as 8h da manhã, quatro decolagens e duas aterrissagens
foram canceladas. As pistas ficaram fechadas para pouso até as 7h, mas já funcionam
normalmente.
No Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), os voos são monitorados com o uso
de instrumentos e medidas de precaução. Até as 8h15, o terminal registrava dois voos
atrasados para Porto Alegre e um voo cancelado para Manaus.
Agência Brasil. 7/4/2010

A respeito da notícia acima e dos aspectos relacionados, avalie os próximos itens.

31 – A chuva forte, bem como as chuvas desta semana, citada no texto criou prejuízos
financeiros, mas nenhuma morte no Rio de Janeiro.

32 – O funcionamento normal dos aeroportos atesta a boa condição do setor aéreo


brasileiro, que é um modelo de eficiência internacional.

33 – Ao contrário do Rio de Janeiro, São Paulo é uma cidade pouco atingida pelo efeito
das chuvas.

34 – Os aeroportos do Rio de Janeiro foram modernizados e expandidos, sendo capazes


de suportar o fluxo de passageiro para os eventos esportivos que serão realizados nos
próximos anos na cidade.

35 – O Rio de Janeiro será sede das Olimpíadas de 2014.

5
Acerca do Direito Penal, julgue os próximos itens.

36 – Feliciano, após ingerir, em uma festa na casa de amigos, grande quantidade de


álcool, subtraiu o automóvel de propriedade de Euclides, que estava na garagem externa
da residência deste, efetuando ligação direta. Nessa situação, o crime só se consuma
com a posse mansa e pacífica do bem, e, se ficar constatado por laudo pericial que a
embriaguez de Feliciano era completa, a imputabilidade penal deste ficará excluída.

37 – O delegado de polícia que efetua a prisão de determinado cidadão e não a comunica


ao juiz competente comete o delito de abuso de autoridade. No entanto, a autoridade
judicial que não ordena o relaxamento de prisão ou detenção ilegal que lhe tenha sido
comunicada pratica apenas infração administrativa.

38 – Em se tratando de legítima defesa, o titular do bem ou interesse ameaçado só pode


voltar-se contra o agressor, nunca contra terceiro inocente.

39 – Exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, configura crime de
corrupção ativa.

40 – Admite-se estado de necessidade contra agressão justa.

Com relação ao Direito Processual Penal, analise os itens a seguir.

41 – O inquérito policial é um procedimento judicial.

42 – Logo que tiver conhecimento da prática da infração penal, a autoridade policial


deverá averiguar a vida pregressa do indiciado, sob o ponto de vista individual, familiar e
social, sua condição econômica, sua atitude e estado de ânimo antes e depois do crime
e durante ele, e quaisquer outros elementos que contribuírem para a apreciação do seu
temperamento e caráter, bem como verificar os excludentes de culpabilidade envolvidos.

43 – O inquérito policial, em crimes de ação penal pública, pode ser instaurado por meio
de auto de prisão em flagrante.

44 – Da decisão que determinar a realização de interrogatório por videoconferência, as


partes serão intimadas com 15 (quinze) dias de antecedência.

45 – Mateus está sendo processado por supostamente ter envenenado a comida no


restaurante de um concorrente. Durante o curso do processo judicial é permitido a
Mateus indicar assistente técnico para a perícia, sendo que este pode vir a ser inquirido
em audiência.

Sobre o Direito Administrativo, avalie os itens subsequentes.

46 – A vedação da aplicação retroativa da nova interpretação de norma administrativa


encontra-se consagrada no ordenamento jurídico pátrio e decorre do princípio da
segurança pública.

47 – O acatamento do ato de polícia administrativa é obrigatório ao seu destinatário.


Para fazer valer o seu ato, a Administração pode até mesmo empregar força pública em
face da resistência do administrado sem que, para isso, dependa de qualquer
autorização judicial.

48 – Em face de prejuízos causados a particulares, as empresas privadas prestadoras de


serviço público submetem-se às mesmas regras de responsabilidade civil aplicáveis aos
entes públicos.

49 – As dúvidas sobre a margem de discricionariedade administrativa devem ser


dirimidas pela própria administração, jamais pelo Poder Judiciário.

6
50 – Será reconduzido ao cargo de origem o servidor cuja demissão tenha sido anulada
por decisão judicial ou ato administrado.

Conhecimentos Específicos

Observe a figura abaixo e faça a seguinte analogia: a água é equivalente ao calor e as pessoas
são equivalentes as moléculas do meio físico (nitrogênio, por exemplo). Com base nesta
analogia e nos conhecimentos de Físico-Química, avalie os próximos itens.

51 – A pessoa correndo com o balde é equivalente ao mecanismo de condução.

52 – As pessoas transferindo a água em 2 são equivalentes ao processo de convecção.

53 – O processo em 1 é equivalente à radiação.

54 – A radiação é a forma pela qual a maior parte do calor chega até os processos em
nosso planeta.

55 – Assim como a água pode ser estocada em W, o calor também pode ser estocado.

56 – Um bebê com infecção bronquial severa está com problemas respiratórios. O


anestesista administra heliox – uma mistura de oxigênio e hélio com 92,3% de massa de
O2. Sabendo que a pressão atmosférica é de 730 Torr a pressão parcial do oxigênio é
maior que 0,6 atm.

57 – De maneira geral, uma reação ocorre apenas se duas moléculas adquirirem energia
suficiente para formar um complexo ativado e atravessar a barreira energética da reação.

7
58 – Uma amostra gasosa de 22,5 mL é aquecida a constante temperatura de 291 K para
309 K. Seu volume final é maior do que 24 mL.

59 – O café em uma garrafa térmica de excelente qualidade é aproximadamente um


sistema isolado.

60 – Também pode ser considerado um sistema isolado o líquido refrigerante que passa
na serpentina de uma geladeira.

As figuras abaixo mostram os orbitais hibridizados para a molécula de água e de metano, bem
como outras informações. Com bases nas figuras e nos conhecimentos da Química Inorgânica,
julgue os próximos itens.

61 – Como um orbital é uma função de onda monoeletrônica, ou seja, é apenas uma


função matemática com valores positivos e negativos, os orbitais híbridos (que seriam
funções matemáticas “híbridas”) podem ser construídos pela combinação linear entre os
orbitais atômicos não-híbridos. Assim, se dois orbitais atômicos não-híbridos são
misturados, necessariamente têm de ser gerados dois orbitais híbridos.

62 – Tanto na molécula de água quanto na molécula de metano os ângulos das ligações


com o H são os mesmos.
3
63 – Os orbitais sp são degenerados.

64 – Moléculas com 6 orbitais híbridos ao redor do átomo central geralmente apresentam


3
a hibridização sp d.

8
65 – Moléculas com arranjos eletrônicos trigonal planar geralmente apresentam a
2
hibridização sp .

66 – Se não fosse pela hibridização, o carbono seria capaz de formar apenas duas
ligações químicas covalentes.
3
67 – As ligações com maior caráter p são mais fortes. Portanto, a hibridização sp leva a
ligações mais curtas do que a hibridização sp.

68 – As ligações com o hidrogênio em todas as moléculas mostradas são do tipo sigma.

Ainda sobre os conceitos da Química Inorgânica, julgue os itens abaixo.

69 – Um ácido forte é aquele que fica totalmente deprotonado em solução.

70 – Uma ligação na qual contribuições iônicas para a ressonância resultam em cargas


parciais é uma ligação covalente polar.

71 – Em metais, as bandas de condução, que são orbitais não totalmente preenchidos


que permitem aos elétrons fluírem, explicam a alta condutividade.

72 – O caráter metálico cresce para cima no grupo 14.

73 – Num complexo metálico, quando a ligação pi é possível e o ligante fornece elétrons


pi, o desdobramento do campo ligante é aumentado.

74 – Em uma molécula diatômica heteronuclear, os elétrons ligantes tendem a ser


encontrados nos elementos mais eletronegativos e os elétrons antiligantes no átomo
menos eletronegativo.

75 – Um ligante ambidentado faz com que possa haver isômeros de ligação nos
complexos.

Abaixo são apresentados alguns dos mais comuns solventes em um laboratório de química
orgânica. Com relação a essas substâncias e os conceitos de Química Orgânica, julgue os
próximos itens.

A – Hexano
B – Cicloexano
C – Benzeno
D – Cloreto de Metileno
E – Éter Etílico
F
O
O
G

O
O
I

76 – Temos 3 compostos que apresentam a função éter em sua estrutura.

77 – A carga formal do Oxigênio na molécula do composto G é –2.

9
2
78 – No composto C temos 6 elétrons hibridizados em sp .

77 – A molécula D possui momento de dipolo igual a zero.

78 – A conformação mais estável do composto B é a bote.

79 – O nome IUPAC para o composto F é etoxietano.

80 – O composto I apresenta isomeria ótica.

81 – O solvente G é conhecido como tetrahidrofurano.

82 – A massa molar do composto I é maior do que 95 g/mol.

83 – O composto D é um dos produtos da cloração do metano.


-1
84 – O composto H puro apresenta uma banda intensa em torno de 3300 cm no
espectro de IV.

85 – O composto G é um epóxido.

Julgue os próximos itens como certos, quando as reações representadas devam ocorrer com
bons rendimentos nas condições apresentadas.

O OH
MeMgBr
25º C, 1 atm
O
86 -

O O
Ácido Sulfúrico
concentrado

O Aquecimento OH + HO
87 -

O O

OH
AlCl3
+ O

88 - O

+ Br2

89 - Br

Etanol
C2H5O- Na+ +
25ºC
90 - Br

10
Acerca dos conceitos da Química Orgânica, avalie os próximos itens.

91 – Hidrocarbonetos onde dois átomos de carbono compartilham três pares de elétrons


entre si são chamados de alcinos.

92 – Alcanos são a classe de compostos orgânicos mais densos.

93 – Alcinos reagem com HBr e HCl para formar haloalcanos ou di-haletos vicinais. A
reação segue a regra de Markovnikov.

94 – Um fator complicador nas reações das halogenações de alcanos é que


substituições múltiplas quase sempre ocorrem.

95 – O cloro e menos reativo e mais seletivo do que o bromo nas reações com alcanos.

Acerca da cromatografia, avalie os próximos itens.

96 – Detectores termoiônicos são universais.

97 – A Cromatografia Iônica de ânions é uma técnica importante para análises de


fosfatos, fluoretos e nitratos no meio ambiente.

98 – O detector de aprisionamento de íons não pode ser utilizado juntamente com


cromatógrafos gasosos.

99 - Em relação à forma física dos componentes, a cromatografia pode ser subdividida


em cromatografia em coluna e cromatografia planar.

100 - Em se tratando da fase móvel, são apenas dois os tipos de cromatografia: a


cromatografia gasosa e a cromatografia líquida.

101 - A cromatografia líquida apresenta uma importante subdivisão: a cromatografia


líquida clássica (CLC), na qual a fase móvel é arrastada através da coluna apenas pela
força da gravidade, e a cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), na qual se
utilizam fases estacionárias de partículas menores, sendo necessário o uso de uma
bomba de alta pressão para a eluição da fase móvel.

102 – A separação na cromatografia deve-se à adsorção, partição, troca iônica, exclusão


ou misturas desses mecanismos.

103 – Os métodos cromatográficos são usados exclusivamente para fins analíticos.

104 – Na cromatografia por troca iônica de ânions, a fase estacionária apresenta carga
negativa.

105 – Na cromatografia gasosa, o detector compara o sinal emitido pelo gás de arraste
puro e o gás de arraste que contém a substância; por isso, a pureza do gás não é
importante para esse tipo de análise.

106 – Na cromatografia gasosa, a fase estacionária líquida permite que sejam separadas
substâncias de diferentes pesos moleculares.

107 – A cromatografia em camada delgada e a cromatografia gasosa identificam uma


única substância contida na amostra a ser analisada.

108 – Cromatografia é um método que permite separar componentes semelhantes,


porém não-idênticos, presentes em uma mistura ou em uma solução complexa.

109 – O detector FID é considerado não-destrutivo.

11
110 – Os compostos orgânicos separados por cromatografia gasosa podem ser
detectados por intermédio de detectores de condutividade térmica ou de ionização de
chama.

Sobre os conceitos da Química Analítica ainda, avalie os próximos itens.

111 – Os métodos de difração de Raios X e de polarimetria são importantes métodos


baseados na interação entre a matéria e a radiação.

112 – A exposição de uma amostra à radiação elétrica, a uma centelha ou ao calor de


uma chama geralmente leva a produção de radiação ultravioleta, visível ou
infravermelha.

113 – Vidros Corex e de silicato são amplamente empregados para a fabricação de


células para análise no visível.

114 – Células pneumáticas de Golay são usadas como detectores na região do IV.

115 – Transdutores fotoelétricos diferem dos transdutores térmicos, porque no primeiro,


o sinal resulta de uma série de eventos individuais (absorção de fótons isolados), cuja
probabilidade pode ser descrita com o uso da estatística.

116 – Em uma chama, colisões entre os átomos de analito e os vários produtos de


combustão do combustível leva a alargamento de duas ou três ordens maiores do que
as linhas naturais do espectro.

117 – Quanto menor o tempo de permanência dos átomos no caminho ótico, mais
eficiente a técnica de atomização.

118 – Fontes de microssondas a laser podem ser usadas nos métodos de espectrometria
de emissão atômica.

119 – A conjugação de grupos cromóforos auxilia para a identificação dos picos em


espectros de absorção molecular.

120 – A fonte de arco de mercúrio é a mais usada na região do IV distante.

Resoluções das questões e gabarito no grupo PCF Química:


http://groups.yahoo.com/group/Grupo_PCF_Quimica-2008/
Endereços dos tópicos de discussão no Fórum CW:
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=88586&start=0
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=88586&start=0
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=97408&start=0
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=112608&start=0

12