Você está na página 1de 56

Exercı́cios

Exercı́cios de Lógica Proposicional

Anderson Campos Cardoso

Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos

15 de julho de 2014
Exercı́cios

Sumário I

1 Exercı́cios
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
4 Q ∧ ¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
4 Q ∧ ¬P;
5 P ⊗ Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
4 Q ∧ ¬P;
5 P ⊗ Q;
6 ¬(P ∧ Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
4 Q ∧ ¬P;
5 P ⊗ Q;
6 ¬(P ∧ Q);
7 ¬P ∨ ¬Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sejam as proposições: p: Eu estudei e q: Eu deletei o Orkut.


Escreva as sentenças verbais que estão representadas pelas
proposições abaixo:
1 P ↔ Q;
2 ¬Q → ¬P;
3 (P ∧ ¬Q) → ¬P;
4 Q ∧ ¬P;
5 P ⊗ Q;
6 ¬(P ∧ Q);
7 ¬P ∨ ¬Q;
8 (P ∨ ¬Q) ∧ (¬P →!);
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
3 É proibido fumar cigarro ou charuto;
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
3 É proibido fumar cigarro ou charuto;
4 Não é verdade que π > 0 se e somente se π > 1;
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
3 É proibido fumar cigarro ou charuto;
4 Não é verdade que π > 0 se e somente se π > 1;
5 Se as laranjas são amarelas, então os morangos são vermelhos.
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
3 É proibido fumar cigarro ou charuto;
4 Não é verdade que π > 0 se e somente se π > 1;
5 Se as laranjas são amarelas, então os morangos são vermelhos.
6 Ou o carro é vermelho ou o carro não é vermelho.
Exercı́cios

Exercı́cios

Descreva as sentenças abaixo em termos de proposições simples e


operadores lógicos: Exemplo “Se 1 > 2 então tudo é possı́vel”:
p = 1 > 2,
q = tudo é possı́vel,
frase = p → q.
1 Se elefantes podem subir em árvores, então 3 é um número
irracional;
2 Se almocei, então necessariamente comi carne.
3 É proibido fumar cigarro ou charuto;
4 Não é verdade que π > 0 se e somente se π > 1;
5 Se as laranjas são amarelas, então os morangos são vermelhos.
6 Ou o carro é vermelho ou o carro não é vermelho.
7 Vou comprar pão e leite ou vou comprar leite e suco.
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
6 Q ∧ ¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
6 Q ∧ ¬P;
7 ¬(P ∨ Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
6 Q ∧ ¬P;
7 ¬(P ∨ Q);
8 ¬(¬P ∧ Q ∧ R);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
6 Q ∧ ¬P;
7 ¬(P ∨ Q);
8 ¬(¬P ∧ Q ∧ R);
9 ¬((P ∧ S) ∨ (¬S ∧ P));
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P é verdade, simplifique as


expressões:
1 p;
2 ¬P;
3 ¬¬P;
4 Q ∨ P;
5 P ∧ S;
6 Q ∧ ¬P;
7 ¬(P ∨ Q);
8 ¬(¬P ∧ Q ∧ R);
9 ¬((P ∧ S) ∨ (¬S ∧ P));
10 S → ((¬S ∨ Q) ∨ P)
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
6 ¬Q ∨ P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
6 ¬Q ∨ P;
7 ¬(P ∧ Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
6 ¬Q ∨ P;
7 ¬(P ∧ Q);
8 ¬(P ∨ ¬Q ∨ R);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
6 ¬Q ∨ P;
7 ¬(P ∧ Q);
8 ¬(P ∨ ¬Q ∨ R);
9 ¬((S ∨ Q) ∧ (¬S ∨ Q));
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de Q é falso, simplifique as expressões:


1 Q;
2 ¬Q;
3 ¬¬Q;
4 P ∧ Q;
5 Q ∨ R;
6 ¬Q ∨ P;
7 ¬(P ∧ Q);
8 ¬(P ∨ ¬Q ∨ R);
9 ¬((S ∨ Q) ∧ (¬S ∨ Q));
10 (Q ∨ (R ∨ ¬U)) → S.
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
5 (P ∧ (¬(¬P ∨ Q))) ∨ (P ∧ Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
5 (P ∧ (¬(¬P ∨ Q))) ∨ (P ∧ Q);
6 ¬(P ∨ Q) ∨ (P ∧ ¬Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
5 (P ∧ (¬(¬P ∨ Q))) ∨ (P ∧ Q);
6 ¬(P ∨ Q) ∨ (P ∧ ¬Q);
7 (¬P ∨ Q) ∧ P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
5 (P ∧ (¬(¬P ∨ Q))) ∨ (P ∧ Q);
6 ¬(P ∨ Q) ∨ (P ∧ ¬Q);
7 (¬P ∨ Q) ∧ P;
8 ¬(((P ∨ Q) ∧ ¬Q) ∨ (Q ∧ R));
Exercı́cios

Exercı́cios

Simplifique as proposições abaixo utilizando as propriedades


lógicas:
1 ¬¬P;
2 P ∧ (Q ∨ ¬Q);
3 P ∨ (Q ∧ ¬Q);
4 ¬(¬P ∨ ¬Q);
5 (P ∧ (¬(¬P ∨ Q))) ∨ (P ∧ Q);
6 ¬(P ∨ Q) ∨ (P ∧ ¬Q);
7 (¬P ∨ Q) ∧ P;
8 ¬(((P ∨ Q) ∧ ¬Q) ∨ (Q ∧ R));
9 (P ∨ Q) → ((P ∧ Q) ∨ (P ∧ ¬Q) ∨ (¬P ∧ Q)).
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P ∨ Q é verdadeiro, simplifique as


expressões:
1 Q ∨ P;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P ∨ Q é verdadeiro, simplifique as


expressões:
1 Q ∨ P;
2 Q ∨ ((R → Q) ∨ P);
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P ∨ Q é verdadeiro, simplifique as


expressões:
1 Q ∨ P;
2 Q ∨ ((R → Q) ∨ P);
3 ((P ∨ S) ∧ (¬S ∨ P)) ∨ Q;
Exercı́cios

Exercı́cios

Sabendo que o valor lógico de P ∨ Q é verdadeiro, simplifique as


expressões:
1 Q ∨ P;
2 Q ∨ ((R → Q) ∨ P);
3 ((P ∨ S) ∧ (¬S ∨ P)) ∨ Q;
4 ¬Q ∧ ¬P.
Exercı́cios

Exercı́cios

Considerando P e Q proposições verdadeiras, e R e S proposições


falsas, determine o valor lógico das proposições abaixo:
1 ((¬R ∧ ¬S) ∨ (P → Q)) ↔ (R ∨ ¬Q);
Exercı́cios

Exercı́cios

Considerando P e Q proposições verdadeiras, e R e S proposições


falsas, determine o valor lógico das proposições abaixo:
1 ((¬R ∧ ¬S) ∨ (P → Q)) ↔ (R ∨ ¬Q);
2 ((P ∧ Q) ∨ (P ∧ ¬Q) ∨ (¬P ∧ Q) ∨ (¬(P ∧ ¬Q))) → (R ∨ S).
Exercı́cios

Obrigado!