Você está na página 1de 2

Questões de Lei 9784 - NCE

41 – A Lei nº 9784 que trata do Processo Administrativo São verdadeiras somente as afirmativas:
Federal conceitua órgão público, entidade pública e
autoridade. Sobre os conceitos, analise as seguintes (A) I e II;
afirmativas: (B) I e III;
(C) II e III;
I. A entidade se caracteriza por ter personalidade (D) I, II e III;
jurídica própria. (E) nenhuma.
II. Existem órgãos públicos na estrutura da
Administração Indireta.
III. Somente são consideradas autoridades os
ocupantes de cargos de direção, chefia e
assessoramento.

É/São verdadeira(s) somente a(s) afirmativa(s):

(A) I;
(B) II;
(C) III;
(D) I e II;
(E) I e III.

42 – O processo administrativo, em sentido amplo, designa o


conjunto de atos coordenados para a solução de controvérsia
no âmbito administrativo.
Existem alguns princípios próprios do processo
administrativo, dentre os quais o que assegura a possibilidade
de instauração do processo por iniciativa da Administração
Pública, independentemente de provocação do administrado e,
ainda, a possibilidade de impulsionar o processo adotando
todas as medidas necessárias a sua adequada instrução. Trata-
se do seguinte princípio:

(A) publicidade;
(B) atipicidade;
(C) oficialidade;
(D) obediência à forma e aos procedimentos;
(E) gratuidade.

51 – A Lei nº 9.784/99, que trata do processo administrativo


no âmbito federal, estabelece algumas normas sobre
competência. Sobre a matéria, é INCORRETO afirmar que:

(A) a competência atribuída por lei a um agente


público não pode ser objeto de renúncia;
(B) um órgão pode delegar competências suas para outro
órgão quando for conveniente e oportuno;
(C) o ato de delegação de competências pode ser revogado;
(D) por ser ato interna corporis a delegação de competência
não necessita de publicação;
(E) de forma excepcional e por motivo relevante, uma
autoridade pode avocar competências de seus subordinados.

52 – Sobre a legislação de processo administrativo federal,


analise as afirmativas a seguir:

I. É necessária a motivação dos atos praticados nos


processos administrativos que neguem, limitem ou afetem
direitos.
II. Uma vez deflagrado o processo administrativo por
iniciativa do interessado, não será cabível o pedido de
desistência.
III. Os recursos administrativos poderão tramitar em,
no máximo, três instâncias administrativas.

1
41 42 51 52
D C D B