Você está na página 1de 2

A P a r á b o la

das Dez Virgens Nessa parábola, o Salvador


nos ensinou a preparar-nos

N
para Sua Segunda Vinda.

estes últimos dias,


o Senhor disse: “Portanto
sede fiéis, orando sempre,
mantendo vossas lâmpadas
preparadas e acesas e tendo
O bico era feito
convosco óleo, para que a partir de um molde.

estejais prontos na vinda do


Esposo” (D&C 33:17). Esse
conselho se refere à parábola
das dez virgens, que ilustra
como devemos preparar-nos
para a Segunda Vinda de
Cristo (ver Mateus 25:1–13).
Seguem-se algumas explica- Dez Virgens
Era costume entre os judeus que o noivo chegasse
ções que podem ajudá-lo ao
de noite à casa da noiva, onde as damas de honra
estudar essa parábola e pon- cuidavam dela. Quando a chegada do noivo era
Um pavio feito de fibras de linho
anunciada, essas moças saíam com lâmpadas
derar sobre seu significado. ou caule de junco era colocado
para iluminar-lhe o caminho até a casa para a
no bico e então a lâmpada era enchida
comemoração.
com óleo de oliva. Depois que o pavio
Nessa parábola, as virgens representam os
absorvia o óleo, a lâmpada era acesa.
membros da Igreja, e o noivo representa Cristo.
O Senhor explicou a Joseph Smith que as virgens
são aqueles que “tiverem recebido a verdade

A Segunda Vinda, de Harry Anderson, © IRI; ilustrações: Dan Burr;


e tomado o Santo Espírito por seu guia e não
tiverem sido enganados” (D&C 45:57).

ilustração fotográfica: Matthew Reier

As lâmpadas eram O noivo veio


O Noivo
acesas ao pôr-do-sol. à meia-noite.
Na Bíblia, a imagem de um casamento é usada
para retratar a vinda do Senhor (ver Isaías 62:5;
Mateus 22:1–14). Os casamentos judaicos incluíam dez virgens esperavam que o noivo chegasse, e o
o anúncio da chegada do noivo à casa da noiva. anúncio foi repentino.
Os casamentos geralmente começavam à noite, e Não sabemos quando será a Segunda Vinda de
as lâmpadas eram acesas ao pôr-do-sol. Portanto, Cristo, mas devemos preparar-nos como se fosse
meia-noite era bem depois da hora em que as acontecer a qualquer momento, cedo ou tarde.

20
Gota a Gota
Vasos
“A freqüência à reunião
Os vasos da parábola são recipientes para
armazenar o óleo de reserva.
sacramental acrescenta
Ser sábio significa estar preparado para o
óleo a nossa lâmpada,
inesperado com uma medida a mais de fé, gota a gota, ao longo
testemunho e Espírito em nossa vida. Às vezes, dos anos. O jejum,
ficamos negligentes, achando que temos o a oração familiar, o
suficiente para levar a vida. Mas seguir o Salvador ensino familiar, o controle de nossos
significa mais do que apenas levar a vida. Significa apetites carnais, a pregação do evan-
esforçar-nos sempre para achegar-nos a Ele,
gelho, o estudo das escrituras: cada um
preparando-nos para os momentos em que nossa
paciência, fé e testemunho serão colocados à prova.
desses atos de dedicação e obediência é
uma gota acrescentada a nossa reserva.
Atos de bondade, pagamento de ofertas
e dízimos, pensamentos e atos castos, e o
casamento no convênio para a eter-
Lâmpadas As lâmpadas herodianas
costumavam queimar por
nidade também contribuem de modo
As lâmpadas de óleo usadas pelos judeus na época
aproximadamente duas importante para armazenar o óleo com
de Jesus eram chamadas lâmpadas herodianas,
por causa do rei Herodes. Essas lâmpadas horas. o qual poderemos,
permitiam que as pessoas levassem luz consigo, à meia-noite,
aonde quer que fossem. Da mesma maneira, reabastecer
levamos a luz do evangelho conosco nossas lâmpadas
(ver Mateus 5:14–16). exauridas.”
Presidente
A asa era moldada à mão e Spencer W. Kimball
(1895–1985), Faith
depois anexada à lâmpada. Precedes the
Miracle, 1972,
p. 256.

O corpo da lâmpada era


feito de barro e moldado na
roda do oleiro.

Óleo
As azeitonas são primeiramente imersas em água o cumprimento dos nossos
para limpá-las e tirar-lhes o amargor, depois são convênios: todas as maneiras pelas
prensadas para extrair-lhes o óleo. O óleo de oliva, quais “[tomamos] o Santo Espírito por
produzido em toda a região do Mediterrâneo, tinha [nosso] guia” (D&C 45:57).
múltiplos usos no passado: alimento, óleo de cozer, As virgens sábias não podiam
condimento, tratamento de feridas, ingrediente de compartilhar seu óleo com as virgens insensatas
cosméticos, sabonetes e combustível para lâmpadas. porque “o óleo da preparação espiritual não pode
O óleo da parábola representa nossa fé e testemunho, ser compartilhado” (Marvin J. Ashton, “A Time of
nossa pureza e dedicação, nossas boas obras e Urgency”, E­ nsign, maio de 1974, p. 36).

A Liahona Março de 2009 21